FAPESP Logo

Polissacarídeos de reserva de parede celular em sementes, estrutura, metabolismo, funções e aspectos ecológicos

Texto completo
Autor(es):

Buckeridge, Marcos S.1; Tiné, Marco A. S.; Santos, Henrique P. dos; Lima, Denis U. de

Afiliação do(s) autor(es):

1São Paulo (Estado). Secretaria do Meio Ambiente. Instituto de Botânica

Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Revista Brasileira de Fisiologia Vegetal; v. 12, n. n.esp, p. 137-162, 2000.
Área do conhecimento: Ciências Biológicas - Botânica
Assunto(s):

Germinação de sementes

Parede celular vegetal

Polissacarídeos

Sementes

Resumo
Entre os principais polissacarídeos de reserva em plantas estão o amido, os frutanos e os polissacarídeos de reserva de parede celular. Estes últimos ocorrem principalmente em sementes e podem ser classificados de acordo com suas estruturas químicas em mananos, xiloglucanos e galactanos. Apesar das diferenças marcantes nas estruturas químicas, os polímeros dos três grupos apresentam propriedades físico-químicas semelhantes. Eles possuem em comum a função de reserva, uma vez que são completamente degradados após a germinação da semente e seus produtos são utilizados como fontes de carbono e energia para o crescimento inicial das plântulas. Por outro lado, cada um deles apresenta funções secundárias tais como o controle da embebição e distribuição de água nos tecidos das sementes e o controle da expansão celular dos cotilédones. Na presente revisão, apresentamos uma atualização sobre as estruturas químicas, ocorrência e metabolismo desses polissacarídeos em sementes. São discutidos alguns pontos de controle de sua deposição e mobilização, bem como suas funções biológicas e papéis ecológicos. Estes aspectos são abordados com ênfase nos possíveis mecanismos evolutivos que levaram às alterações nas relações estrutura-função nas paredes celulares primárias de plantas superiores e ao surgimento das paredes de reserva. (AU)

Processo FAPESP: 98/05124-8 - Conservação e uso sustentável da biodiversidade vegetal do Cerrado e da Mata Atlântica: o armazenamento de carboidratos e seu papel na adaptação e manutenção de plantas em seu habitat natural
Beneficiário:Marcos Silveira Buckeridge
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Temático
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP