FAPESP Logo

Perfil dos usuários de um centro de atenção psicossocial infantojuvenil da grande São Paulo, Brasil

Título (Inglês): Profile of patients from a psychosocial care centre for children and adolescents in São Pa
Texto completo
Autor(es):

Delfini, Patrícia Santos de Souza; Dombi-Barbosa, Caroline; Fonseca, Felipe Lessa da; Tavares, Carlos Mendes; Reis, Alberto Olavo Advincula1

Afiliação do(s) autor(es):

1Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Saúde Pública

Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Revista brasileira de crescimento e desenvolvimento humano; v. 19, n. 2, p. 226-236, ago. 2009.
Área do conhecimento: Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Assunto(s):

Saúde mental

Estágios de desenvolvimento

Infância

Adolescência

Centros de saúde

Resumo
Os Centros de Atenção Psicossocial Infantojuvenil (CAPSi) constituem ponta de lança das ações da Reforma Psiquiátrica Brasileira e têm por finalidade o atendimento de crianças e adolescentes com transtornos psíquicos graves. O objetivo é caracterizar o perfil dos usuários de um CAPSi, considerando sexo, idade, hipótese diagnóstica, origem do encaminhamento, inserção escolar e motivo de consulta. Por meio de um protocolo, foram coletados dados da totalidade de prontuários ativos de uma unidade da Grande São Paulo - cento e três - no mês de janeiro de 2008. A maioria dos usuários atendidos está na faixa etária de cinco a quinze anos (68,9%) e é do sexo masculino (61,2%). O grupo de transtornos de comportamento e transtornos emocionais corresponde a 21,4%, seguido pelos transtornos do desenvolvimento global (16,2%) e retardo mental (10,5%). A maioria dos usuários foi encaminhada pelo Conselho Tutelar (22,3%) e tiveram como principal motivo da consulta queixas neuromotoras (17,5%), escolares (15,5%) e sociocomporamentais (14,6%). O número elevado de crianças com problemas neuromotores pode indicar características específicas da instituição estudada que absorveu pacientes e profissionais de um antigo serviço de reabilitação. O grande número de questões relevantes não encontradas apontam para a falta de padronização dos prontuários. (AU)
Resumo (Inglês)
Psychosocial Care Centres for children and adolescents (CAPSi) are the main services concerning Brazilian Psychiatric Reform and aim to the assistance of children and adolescents suffering from persistent psychic diseases. The objective of the paper is to describe the profile of patients of a CAPSi, considering sex, age, diagnosis, kind of referral, school insertion and reason for searching for the service. Data have been collected from all active patients files from a unit from São Paulo state, Brazil - one hundred and three - through a protocol. This paper shows partial data from a project entitled Epidemiologic and Social demographic characteristics of patients of the CAPSi from São Paulo state. Most patients assisted in this service are between five and fifteen years old (68,9%) and are male (61,2%). Behavioural and emotional disorders afected 21,4% of all patients, followed by disorders of psychological development (16,2%) and mental retardation (10,5%). Patients were referred to the unit mostly by State Child Protection Agency (22,3%) and had motor neuronal problems (17,5%), school difficulties (15,5%) and social behavior matters (14,6%) as the main reasons for searching for assistance. The high number of motor neuronal problems may indicate specific characteristics of the unit, which has taken patients and professionals from an older outpatient rehabilitations service. The great number of relevant characteristics were not found in patients files may show lack of standard in registration. (AU)

Processo FAPESP: 06/06902-2 - Caracterização epidemiológica e sócio demográfica dos Centros de Atenção Psicossocial Infanto Juvenil (CAPSi) no estado de São Paulo
Beneficiário:Alberto Olavo Advincula Reis
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP