Busca avançada
Ano de início
Entree

Sérgio Ricardo de Carvalho Santos

CV Lattes GoogleMyCitations


Universidade de São Paulo (USP). Escola de Comunicações e Artes (ECA)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Sérgio de Carvalho é dramaturgo, encenador e pesquisador de teatro. É diretor do grupo teatral Companhia do Latão, fundado em 1997. É professor livre-docente na área de Dramaturgia na Universidade de São Paulo. Atua no Departamento de Artes Cênicas da Escola e Comunicações e Artes da USP desde 2005. É professor de Teoria do Teatro na Unicamp entre 1996 e 2005. Tem mestrado em Artes Cênicas (1995) e doutorado em Literatura Brasileira (2003). Tem graduação em jornalismo e colaborou com diversos veículos de comunicação, sendo cronista do jornal O Estado de S.Paulo. Realizou conferências na Casa Brecht de Berlim (2008) e Goethe Universidade de Frankfurt (2009). Foi premiado como encenador pela União dos Escritores e Artistas de Cuba pela montagem de O Círculo de Giz Caucasiano, de Brecht, em 2008. Entre seus muitos espetáculos estão O Nome do Sujeito (1998), A Comédia do Trabalho (2000), Ópera dos Vivos (2010) e O Pão e a Pedra (2016). Editou as revistas de cultura Vintém e Traulito. Entre seus livros se destacam Introdução ao Teatro Dialético (Expressão Popular, 2009), Companhia do Latão 7 peças (Cosac Naify, 2008) e Ópera dos Vivos (Outras Expressões, 2014). Atua na área de Artes, com ênfase em Dramaturgia de Teatro e Cinema, Encenação, Teoria do Teatro, Literatura Brasileira e Teatro Épico. (Fonte: Currículo Lattes)

Bolsas no país
Apoio FAPESP em números* *Quantidades atualizadas em 17/02/2018
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador
Seu nome:

Sua mensagem:
CAPTCHA:
Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acesso desta página, clique aqui.
Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: