site da FAPESP
URL curto
Foto do(a) Elias Thome Saliba
Fonte: Currículo Lattes
Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH)  (Instituição sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil
*Quantidades atualizadas em 16/07/2016

Contate o Pesquisador

Possui Graduação, mestrado e doutorado em História(1982) e Livre Docência em Teoria da História(2000) pela USP. Professor Titular do Depto. de História da USP, desde 1990; especializou-se em História da Cultura, com ênfase no Brasil do período republicano. É pesquisador 1 do CNPq e membro da Associação Internacional de Historiadores do Humor. É professor de Teoria da História na USP desde 1990, onde também foi coordenador da pós-graduação e atualmente desenvolve pesquisas na área de história cultural do humor brasileiro.Publicou ainda artigos e capítulos de livros relacionados à área de Teoria e Epistemologia da História, Metodologia e História da historiografia. Exerceu - e ainda exerce - inúmeras atividades de consultoria em orgãos diversos, instituições de pesquisa (FAPESP, CAPES, CNPq, Instituto Rio Branco do Ministério das Relações Exteriores, MEC e rede SciELO) editoras e participa de inúmeros conselhos editoriais de publicações especializadas nacionais e internacionais. Atua também na área de divulgação científica, sendo colaborador em vários meios da imprensa escrita, com circulação nacional e internacional. Seus estudos, cursos e seminários mais recentes giram em torno da história cultural do humor no Brasil, envolvendo as diversas linguagens da representação cultural. É líder do grupo de pesquisa A polifonia da produção humorística brasileira, certificado pelo CNPq.(site: https://humorhistoria.wordpress.com/) Entre seus trabalhos mais importantes, sucessivamente reeditados, estão o livro Raízes do Riso(Cia. das Letras,3a.ed.,2010); o capítulo A dimensão cômica da vida privada na República IN História da Vida Privada no Brasil, vol. 3 (13 a. ed.,Cia. das Letras, 2015) - e o mais recente, o capítulo Cultura: as apostas na República, que integra o volume 3 de coleção História do Brasil-Nacão, 1808-2010 (Objetiva/Fundaccion Mapfre, 2014).É pesquisador 1 do CNPQ desde 1998. (Fonte: Currículo Lattes)

Índices de citações (Fonte: Google Scholar)*

AllSince 2011
Citations845428
h-index1211
i10-index1412
200820092010201120122013201420152016
X
Lista de publicações
Fonte: Google Scholar
*Atualizado semanalmente

Auxílios à pesquisa concluídos (mais recentes)

Ver todos os Auxílios à pesquisa concluídos

Bolsas no país concluídas (mais recentes)

  • Leitura ficcional na infância. 1880-1920, BP.PD

    Leitura ficcional na infância. 1880-1920

    Este projeto propõe investigar os livros ficcionais destinados a infância que circulavam no Brasil entre os anos 1880 a 1920. Produzidos originalmente para serem consumidos fora do ambiente escolar, os livros a serem analisados possuíam uma diversidade enorme: álbuns ilustrados, romances adaptados, clássicos, contos da tradição oral, poesias e mesmo peças de teatro feitas exclusivament...

  • Ideias de cachorro, poeira de ideias e outras percepções: a importância dos animais no complexo mundo de Machado de Assis, BP.PD

    Ideias de cachorro, poeira de ideias e outras ...

    O objetivo principal desta pesquisa é demonstrar, através de uma abordagem histórica, a importância que tiveram os animais no complexo mundo de Machado de Assis: no mundo criado por ele no conjunto de sua vasta obra; e naquele presente no Rio de Janeiro no contexto das grandes transformações urbanas, socioculturais, político-econômicas e científico-tecnológicas que marcaram a história ...

  • Escrevendo a lápis de cor: infância e história na escritura de Guimarães Rosa, BP.DR

    Escrevendo a lápis de cor: infância e história...

    Propomos problematizar o manejo do linguajar na escritura de João Guimarães Rosa buscando identificar marcas de um dos conflitos mais fortes na História Cultural brasileira, que é o choque de poder estabelecido entre os letrados e os não-letrados. Nossa hipótese inicial é a de que esta tensão, muitas vezes, pode aparecer na escritura rosiana sob a máscara do embate entre a forma dos ad...

Ver todas as Bolsas no país concluídas

Bolsa no exterior concluída (mais recentes)

Vídeos relacionados aos projetos e bolsas

SP Pesquisa - O riso - 2º bloco

Publicado em 16 de março de 2015 - SP Pesquisa - O riso - 2º bloco. O riso e o humor, vistos pelas neurociências e pela história cultural. De acordo com Aristóteles, o riso é exclusivo do ser humano. Esse é hoje um ponto de debate entre os cientistas. Já o humor não está em discussão. É exclusivo nosso. É quando, por meio da nossa particular cognição, fazemos associações complexas que dão graça a um determinado fato ou ação. As pessoas gostam de rir e até pagam para isso. Mas por que dar risada é tão agradável?
Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: