site da FAPESP
URL curto

Elias Thome Saliba

Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) (Instituição sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil
*Quantidades atualizadas em 16/08/2014
Graduado, Doutor e Livre-Docente em História pela Universidade de São Paulo. Professor Titular de Teoria da História pela USP, especializou-se em História da Cultura, com ênfase no Brasil do período republicano. Foi professor da PUC-SP por mais de 10 anos, onde também foi coordenador de pós-graduação em História. É professor de Teoria da História na USP desde 1990, onde também foi coordenador da pós-graduação e atualmente desenvolve projetos na área de história cultural do humor brasileiro.Publicou ainda artigos e capítulos de livros relacionados à área de Teoria e Epistemologia da História, Metodologia e História da historiografia. Exerceu - e ainda exerce - inúmeras atividades de consultoria em orgãos diversos, instituições de pesquisa (FAPESP, CAPES, CNPq, Instituto Rio Branco do Ministério das Relações Exteriores, MEC e rede SciELO) editoras e participa de inumeros conselhos editoriais de publicações especializadas nacionais e internacionais. Atua na divulgação científica, sendo colaborador em vários orgãos da imprensa escrita, com circulação nacional e internacional. Seus estudos, cursos e seminários mais recentes giram em torno da história do humor no Brasil, envolvendo as diversas linguagens da representação cultural. Entre seus trabalhos mais importantes, sucessivamente reeditados, estão o livro Raízes do Riso; a representação humorística na história brasileira-Da Belle Époque aos primeiros tempos do rádio(Cia. das Letras,3a.ed.,2010); o capítulo A dimensão cômica da vida privada na República IN História da Vida Privada no Brasil, vol. 3 (12 a. ed.,Cia. das Letras, 2012) - e o mais recente, o capítulo Cultura: as apostas na República, que integra o volume 3 de coleção História do Brasil-Nacão, 1808-2010 (Objetiva/Fundaccion Mapfre, 2012). (Fonte: Currículo Lattes)

Auxílio à pesquisa em andamento (mais recentes)

  • Gente que Brilha quando os maestros se encontram música e músicos da "era de ouro" do rádio brasileiro, PUB.LVR.BR

    Gente que Brilha quando os maestros se encontr...

    A presente tese faz uma reflexão sobre a música radiofônica no Brasil noperíodo imediatamente após a 2ª Guerra Mundial (1946) até a segunda metadeda década de 1950. Tem-se por objeto privilegiado de análise uma série degravações radiofônicas do período, em sua maioria advindas da Rádio Nacional eda Rádio Tupi, ambas do Rio de Janeiro.O período em questão, frequentemente chamado de Era ...

Auxílios à pesquisa concluídos (mais recentes)

Ver todos os Auxílios à pesquisa concluídos

Bolsas no país em andamento (mais recentes)

  • Leitura ficcional na infância. 1880-1920, BP.PD

    Leitura ficcional na infância. 1880-1920

    Este projeto propõe investigar os livros ficcionais destinados a infância que circulavam no Brasil entre os anos 1880 a 1920. Produzidos originalmente para serem consumidos fora do ambiente escolar, os livros a serem analisados possuíam uma diversidade enorme: álbuns ilustrados, romances adaptados, clássicos, contos da tradição oral, poesias e mesmo peças de teatro feitas exclusivament...

  • Idéias de cachorro, poeira de idéias e outras percepções. a importância dos animais no complexo mundo de Machado de Assis, BP.PD

    Idéias de cachorro, poeira de idéias e outras ...

    O objetivo principal desta pesquisa é demonstrar, através de uma abordagem histórica, a importância que tiveram os animais no complexo mundo de Machado de Assis: no mundo criado por ele no conjunto de sua vasta obra; e naquele presente no Rio de Janeiro no contexto das grandes transformações urbanas, socioculturais, político-econômicas e científico-tecnológicas que marcaram a história ...

Bolsas no país concluídas (mais recentes)

Ver todas as Bolsas no país concluídas

Bolsa no exterior concluída (mais recentes)

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: