site da FAPESP
URL curto
Foto do(a) Augusto Damineli Neto
Fonte: Currículo Lattes

Augusto Damineli Neto

Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil
Apoio FAPESP em números
1Auxílio à pesquisa em andamento 
21Auxílios à pesquisa concluídos 
3Bolsas no país em andamento 
11Bolsas no país concluídas 
8Bolsas no exterior concluídas 
44 Todos os Auxílios e Bolsas
*Quantidades atualizadas em 25/03/2017

Contate o Pesquisador

É professor titular do Departamento de Astronomia do IAGUSP e Pesquisa na área de estrelas massivas. Autor/co-autor em 64 papers que obtiveram 3091 citações (6 n> 100, 1 n>300) (http://scholar.google.com.br/citations?user=-ixRDzsAAAAJ&hl=pt-BR), com indice H=30. Pesquisador nivel 1B do CNPq. Sua pesquisa sobre a estrela eta Carinae teve repercussão mundial (http://www.etacarinae.iag.usp.br/). Orientou 5 doutorados e 6 mestrados. É revisor das principais revistas internacionais de pesquisa em Astronomia. Coordenou o Ano Internacional da Astronomia 2009 no Brasil, que realizou 16.600 eventos e atendeu um público de 2,3 milhões de pessoas (http://www.astro.iag.usp.br/~damineli/iya2009_Brasil.pdf). Foi membro do SOC de 6 eventos científicos internacionais. Publicou 3 livros e 134 artigos de divulgação em jornais e revistas de grande circulação. Participou em 6 roteiros de vídeos científicos na série Minuto Científico da TV Cultura, que ganhou 3 prêmios internacionais. Foi presidente e secretário da SAB, membro do Comitê Diretor do Projeto Gemini, Project Scientist do Projeto Gemini, membro da CTC do LNA, membro da Comissão de Programas do Gemini e do Observatório do Pico dos Dias, coordenador do Programa de Pós-Graduação em Astronomia do IAGUSP. Fez pós-doutorado em Roma (IAS/CNR) e foi professor visitante na Universidade do Colorado em Boulder. Atualmente envolvido na participação do Estado de São Paulo no telescópio de classe Extremely Large: Giant Magellan Telescope. orcid.org/0000-0002-7978-2994 (Fonte: Currículo Lattes)

Índices de citações (Fonte: Google Scholar 8 de Setembro de 2016 às 13:23)

TodosDesde 2011
Citações31361109
Índice h3019
Índice i105636
200820092010201120122013201420152016
X
Lista de publicações
Fonte: Google Scholar
* Para visualizar os dados atualizados: Clique Aqui

Auxílio à pesquisa em andamento (mais recentes)

  • Explorando o universo: da formação de galáxias aos planetas tipo-terra, com o Telescópio Gigante Magellan, AP.ESP

    Explorando o universo: da formação de galáxias...

    No século 21 a Astronomia continua sendo uma ciência vibrante; cada vez mais à medida que as décadas passam. Com a nova geração de telescópios que está sendo planejada, será possível pesquisar exoplanetas rochosos localizados na zona de habitabilidade; revelar as condições físicas no interior dos discos circunstelares para entender a formação de proto-planetas e estrelas; resolver popu...

Auxílios à pesquisa concluídos (mais recentes)

  • STELES: espectógrafo de alta resolução para o SOAR, AP.TEM

    STELES: espectógrafo de alta resolução para o SOAR

    A espectroscopia de alta resolução é necessária, entre outras razões, para obter a composição química de estrelas de galáxias do Grupo Local. O mesmo é válido para proto-galáxias projetadas contra QUASARES de fundo. Esses dados permitem o estudo da evolução de galáxias vizinhas e a altos redshifts. A comparação entre galáxias do universo local com as de alto redshift dá informação sobr...

  • The nature of the events in Eta Carinae, AR.EXT
  • Ag carinae: a luminous blue variable with a high rotational velocity, PUB.ART

    Ag carinae: a luminous blue variable with a hi...

    Nós reportamos a detecção de linhas largas de absorção do SiIV 4088-4116 na estrela LBV AG Carinae durante sua última fase quente (2001-2003). Nossa análise espectral não-LTE , feita com o código de transferência CMFGEN, revelou a natureza fotosférica desss linhas, prevendo, entretanto, perfis de absorção muito mais estreitos e profundos do que observados. Usando um código recentemente...

Ver todos os Auxílios à pesquisa concluídos

Bolsas no país em andamento (mais recentes)

  • Engenharia de Sistemas para o GMACS - projeto GMT AT-13, BP.PD

    Engenharia de Sistemas para o GMACS - projeto ...

    Desde a entrada da FAPESP no projeto GMT e a criação do chamado GMTBrO (GMT Brazil office), busca-se colaborar com outros membros na concepção dos instrumentos a serem instalados no GMT. Para o espectrógrafo GMACS, o candidato escolhido será treinado na área de instrumentação e engenharia de sistemas; fará a ponte entre a parte científica e a técnica do projeto além de ser um profissio...

  • Diagnosticando o processo de acresção em MYSOs através de jatos moleculares e iônicos, BP.DR

    Diagnosticando o processo de acresção em MYSOs...

    Planejamos testar os dois cenários de formação de estrelas de alta massa -- acresção equatorial ou coalescência de estrelas de baixa massa -- contra observações de candidatos a objetos jovens de alta massa (MYSOs, Young Massive Stellar Objects). A primeira etapa consistiu em identificar objetos que realmente tenham massas M$\,> 8\,$M$_\odot$ e colocar em evidência a existência ou não d...

  • Distâncias precisas de aglomerados jovens através de binárias eclipsantes massivas, BP.PD

    Distâncias precisas de aglomerados jovens atra...

    A confiança nos modelos de estrutura estelar e de evolução de estrelas massivas depende da acurácia com que seus parâmetros fundamentais podem ser medidos. O passo fundamental consiste na determinação de distâncias precisas. Este parâmetro é também fundamental para o censo de populações estelares em aglomerados e em outras galáxias. Neste contexto, as estrelas massivas são relevantes, ...

Bolsas no país concluídas (mais recentes)

  • Análise das variações de longo termo do espectro de Eta Carinae e criação de um pipeline de redução de dados para o espectrógrafo STELES, BP.PD

    Análise das variações de longo termo do espect...

    Neste projeto, propomos o estudo das variações de longo termo no espectro de Eta Carinae e a criação de um pipeline para reduzir os dados que serão coletados com o espectrógrafo STELES. O estudo de Eta Carinae será feito utilizando os espectros disponíveis em nosso banco de dados e também aqueles disponíveis na literatura. Com esses dados, poderemos estudar as mudanças que estão ocorre...

  • Estrutura espiral da Via Láctea e a formação de estrelas massivas, BP.PD

    Estrutura espiral da Via Láctea e a formação d...

    Meus interesses científicos atuais estão relacionados, de maneira geral, com o estudo do conteúdo estelar de regiões HII gigantes da Galáxia usando as técnicas disponíveis nos comprimentos de onda do infravermelho próximo, médio e distante. Esse estudo tem como objetivo coletar pistas para responder algumas questões de fundamental importância na astrofísica, tais como: 1.) delinear a e...

  • Análise espectral das variações de longo termo do brilho de η Carinae, BP.DR

    Análise espectral das variações de longo termo...

    A maior parte dos elementos químicos pesados encontrados no meio interestelar é sintetizado no interior de estrelas massivas. No entanto, os parâmetros que controlam a evolução destas estrelas ainda não são muito bem conhecidos. Nem mesmo o número de estrelas de alta massa que podem ser produzidas em um ambiente de formação estelar é conhecido. Entretanto, esta questão pode ser resolvi...

Ver todas as Bolsas no país concluídas

Bolsas no exterior concluídas (mais recentes)

  • Jatos moleculares de grande massa, BE.EP.DR

    Jatos moleculares de grande massa

    Planejamos testar dois cenários da formação de estrelas de alta massa - acreção por discos ou coalescência de estrelas de baixa massa - a partir de observações de objetos estelares jovens de alta massa (MYSOs). A primeira etapa consistiu na identificação de objetos com massa superior à 8 massas solares associados a jatos, detectados no infra-vermelho próximo. A etapa seguinte visa a de...

  • Soluções orbitais espectroscópicas completas para mais de 100 binárias massivas na região do "starburst" 30 dourados, BE.EP.PD

    Soluções orbitais espectroscópicas completas p...

    Um ingrediente chave que falta para as teorias de formação e evolução de estrelas massivas, e da evolução de aglomerados, é a fração robusta de binárias e as distribuições intrínsecas dos seus parâmetros orbitais. O levantamento Tarantula VLT-FLAMES (VFTS), que observou 800 estrelas do tipo O e B em 30 Dourados, foi projetado para detectar as binários mais massivas com períodos <200 di...

  • Uma pesquisa das regiões HII gigantes da galáxia: quantificando a emissão global da Via Láctea no contínuo de lyman, BE.PQ

    Uma pesquisa das regiões HII gigantes da galáx...

    Nós observaremos 24 regiões HII gigantes embebidas da Galáxia no telescópio através do telescópio Blanco de 4-m do CTIO, com a câmara ISPI, procurando por estrelas OB jovens. Os diagrama cor-cor e cor-magnitude no infravermelho permitirão identificar YSOs massivos e estrelas OB com fotosfera exposta, estas se constituindo em candidatas a espectroscopia. A espectroscopia na banda K perm...

Ver todas as Bolsas no exterior concluídas

Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

Eta Carinae: além do eclipse

Publicado em 08 de março de 2012 - Pesquisa FAPESP. A natureza da brutal e periódica perda de luminosidade da enigmática estrela gigante Eta Carinae, que a cada cinco anos e meio deixa de brilhar por aproximadamente 90 dias consecutivos em certas faixas do espectro eletromagnético, em especial nos raios X, pode ter sido finalmente desvendada por uma equipe internacional de astrofísicos comandada por brasileiros. O pesquisador Augusto Damineli e o pós-doutor Mairan Teodoro, ambos da Universidade de São Paulo (USP), analisaram dados registrados por cinco telescópicos terrestres situados na América do Sul durante o último apagão do astro, ocorrido entre janeiro e março de 2009, e colheram evidências de que esse evento literalmente obscuro esconde, a rigor, dois fenômenos distintos embora entrelaçados e não apenas um, como acreditava boa parte dos astrofísicos.

Publicações resultantes de Auxílios e Bolsas sob responsabilidade do(a) pesquisador(a) (8)

(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)

Publicações5
Citações90
Cit./Artigo18,0
Dados do Web of Science

SILVA, K. M. G.; RODRIGUES, C. V.; OLIVEIRA, A. S.; ALMEIDA, L. A.; CIESLINSKI, D.; COSTA, J. E. R.; JABLONSKI, F. J.. MLS110213:022733+130617: a new eclipsing polar above the period gap. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 451, n. 4, p. 4183-4192, . Citações Web of Science: 0. (12/09716-6, 13/18245-0, 13/26258-4)

HOWARTH, I. D.; DUFTON, P. L.; DUNSTALL, P. R.; EVANS, C. J.; ALMEIDA, L. A.; BONANOS, A. Z.; CLARK, J. S.; LANGER, N.; SANA, H.; SIMON-DIAZ, S.; et al. The VLT-FLAMES Tarantula Survey XXIII. Two massive double-lined binaries in 30 Doradus. Astronomy & Astrophysics, v. 582, . Citações Web of Science: 0. (13/18245-0, 12/09716-6)

ALMEIDA, L. A.; SANA, H.; DE MINK, S. E.; TRAMPER, F.; SOSZYNSKI, I.; LANGER, N.; BARBA, R. H.; CANTIELLO, M.; DAMINELI, A.; DE KOTER, A.; et al. DISCOVERY OF THE MASSIVE OVERCONTACT BINARY VFTS 352: EVIDENCE FOR ENHANCED INTERNAL MIXING. ASTROPHYSICAL JOURNAL, v. 812, n. 2, . Citações Web of Science: 6. (13/18245-0, 12/09716-6)

GROH‚ JH; DAMINELI‚ A.; JABLONSKI‚ F.. Spectral atlas of massive stars around 10 830 Å. Astronomy & Astrophysics, v. 465, n. 3, p. 993-1002, . (02/11446-5, 05/51742-0)

GROH‚ JH; DAMINELI‚ A.; TEODORO‚ M.; BARBOSA‚ CL. Detection of additional Wolf-Rayet stars in the starburst cluster Westerlund 1 with SOAR. Astronomy & Astrophysics, v. 457, n. 2, p. 591-594, . (02/11446-5)

GROH‚ JH; OLIVEIRA‚ AS; STEINER‚ JE. The qWR star HD 45166. Astronomy & Astrophysics, v. 485, n. 1, p. 245-256, . (02/11446-5)

TEODORO, M.; DAMINELI, A.; ARIAS, J. I.; DE ARAUJO, F. X.; BARBA, R. H.; CORCORAN, M. F.; BORGES FERNANDES, M.; FERNANDEZ-LAJUS, E.; FRAGA, L.; GAMEN, R. C.; et al. He II lambda 4686 IN eta CARINAE: COLLAPSE OF THE WIND-WIND COLLISION REGION DURING PERIASTRON PASSAGE. ASTROPHYSICAL JOURNAL, v. 746, n. 1, . Citações Web of Science: 17. (09/08013-9, 05/00190-8)

GROH, J. H.; HILLIER, D. J.; DAMINELI, A.; WHITELOCK, P. A.; MARANG, F.; ROSSI, C.. ON THE NATURE OF THE PROTOTYPE LUMINOUS BLUE VARIABLE AG CARINAE. I. FUNDAMENTAL PARAMETERS DURING VISUAL MINIMUM PHASES AND CHANGES IN THE BOLOMETRIC LUMINOSITY DURING THE S-Dor CYCLE. ASTROPHYSICAL JOURNAL, v. 698, n. 2, p. 1698-1720, . Citações Web of Science: 67. (02/11446-5)

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: