site da FAPESP
URL curto
Foto do(a) Alfredo Luiz Paes de Oliveira Suppia
Fonte: Currículo Lattes

Alfredo Luiz Paes de Oliveira Suppia

Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Artes (IA)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil
Apoio FAPESP em números
3Auxílios à pesquisa concluídos 
1Bolsa no país em andamento 
1Bolsa no país concluída 
5 Todos os Auxílios e Bolsas
*Quantidades atualizadas em 25/03/2017

Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP

Contate o Pesquisador

Alfredo Suppia é graduado em Comunicação Social - Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas, 1998), com especialização em Língua Portuguesa e Literatura Brasileira pelo Centro Universitário Padre Anchieta (UNIANCHIETA, 2000), especialização em Jornalismo Científico pelo Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo, Universidade Estadual de Campinas (LABJOR-UNICAMP, 2006), mestrado (2002) e doutorado (2007) em Multimeios pela Universidade Estadual de Campinas (Instituto de Artes, UNICAMP). Tem experiência nas áreas de Artes e Comunicação, com ênfase em Cinema e Audiovisual, atuando principalmente nos seguintes temas: História e Teoria do Cinema, Cinema Mundial, Crítica de Cinema e Análise Fílmica, Cinema Brasileiro e Latino-Americano, Realização em Cinema e Audiovisual, Roteirização, Gêneros Cinematográficos e Audiovisuais, Cinema Independente, Cinema Expandido, Literatura Comparada, Tradução Inter-semiótica/Adaptação, Cinema Digital, Cinema 3D, Cinema GPS (GPS Films), Mídias Locativas (Locative Media), Jornalismo Cultural e Jornalismo Científico. Membro da Sociedade Brasileira para Estudos do Cinema e do Audiovisual (SOCINE) desde 2001. Membro da Science Fiction Research Association (SFRA) desde 2007. Crítico de cinema com colunas regularmente publicadas sobretudo em meio digital, possui experiência profissional em pré-produção, produção e pós-produção em cinema e audiovisual. Autor dos livros A Metrópole Replicante: Construindo um Diálogo entre Metropolis e Blade Runner (Juiz de Fora: Ed. UFJF, 2011) e Atmosfera Rarefeita: A Ficção Científica no Cinema Brasileiro (São Paulo: Devir, 2013), organizou os volumes Cinema(s) Independentes: Cartografias para um Fenômeno Audiovisual Global (Juiz de Fora: Ed. UFJF, 2013) e ?elimir ?ilnik e a Black Wave (São Paulo: Pró-reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, 2014), este último pela coleção Cinusp. (Fonte: Currículo Lattes)

Bolsa no país em andamento (mais recentes)

  • O humor no documentário brasileiro contemporâneo, BP.DR

    O humor no documentário brasileiro contemporâneo

    A pesquisa visa refletir sobre os documentários brasileiros contemporâneos que utilizam o humor para tratar de temas sociais como a questão indígena, a desigualdade social, a violência policial, o machismo, entre outros. O objetivo desta pesquisa é analisar os aspectos relativos à concepção, a forma de abordagem dos temas sociais retratados, e a exibição/recepção destas obras que desaf...

Bolsa no país concluída (mais recentes)

  • A metrópole replicante - de Metropolis a "blade runner", BP.MS

    A metrópole replicante - de Metropolis a "blad...

    Metropolis, dirigido por Fritz Lang em 1926, é um filme fundador que criou uma estética própria e influenciou inúmeras realizações posteriores. Blade Runner, dirigido por Ridley Scott em 1982, foi claramente influenciado por Metropolis, tornando-se um cult movie e um dos filmes mais representativos das décadas de 80 (e também 90, já que foi posteriormente remontado pelo diretor). Ambos...

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: