Busca avançada

Teresa Losada Valle

CV Lattes GoogleMyCitations


Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Instituto Agronômico (IAC)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Espanha

Pesquisadora Ciencífica (PqC VI) do Instituto Agronômico de Campinas (IAC) desde 1983. Formada em Engenharia Agronômica pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (1977), mestrado em Genética e Melhoramento de Plantas pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (1980) e doutorado em Agronomia - Genética e Melhoramento de No Plantas pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (1989), especialização Mandioca-produção e utilização no Centro Internacional de Agricultura Tropical - Colombia (1986). Experiencia na área de desenvolvimento de ciencia e tecnologia para mandioca, principalmente em melhoramento, recursos genéticos, etnobotânica, fitotecnia, fitopatologia, produção de sementes e outras. Participante da seleção e difusão das variedades de mandioca IAC 576-70 (variedade de mesa) e IAC13, IAC 14 e IAC 15 (variedades de indústria). Ganhadora dos Premios Péter Murányi - 2012, IAC 2012 e José de Castro 2013 (Fonte: Currículo Lattes)

Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Apoio FAPESP em números* *Quantidades atualizadas em 11/11/2017
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador
Seu nome:

Sua mensagem:
CAPTCHA:
Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

Mandioca vitaminada

Publicado em 05 de fevereiro de 2013 - Pesquisa FAPESP. Alimentos agrícolas mais ricos em vitaminas e nutrientes dos que os consumidos atualmente, como uma mandioca com 40 vezes mais vitamina A do que as comuns, por exemplo, já estão em testes finais de campo no Instituto Agronômico (IAC) de Campinas, com os trabalhos da pesquisadora Teresa Losada Valle. Trata-se de um processo chamado biofortificação de alimentos, realizado por meio do método de melhoramento genético clássico, em que se buscam, cruzando diferentes variedades, plantas com, por exemplo, resistência a doenças, alta produção e boas características nutricionais com mais vitaminas e minerais.

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: