site da FAPESP
 

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Área do conhecimento
235 resultado(s)
|

Avaliação dos efeitos da poluição atmosférica em crianças e idosos residentes do Vale do rio cabuçu, São Paulo, Brasil

Beneficiário:Regiani Carvalho de Oliveira
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Regiani Carvalho de Oliveira
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:13/21817-5
Vigência: 01 de abril de 2014 - 31 de março de 2016
Resumo
O Vale do Rio Cabuçu é uma das regiões do Município de São Paulo mais impactadas em termos de contaminação ambiental. Ciente dessa situação a associação de moradores dos bairros da região procurou a FMUSP para orientação sobre as ações possíveis na investigação dos efeitos e na minimização desta contaminação, o que resultou na proposição deste projeto. Nossa hipótese é que o desenvolvimento do projeto pode ser utilizado como instrumento para consolidar a conscientização da população sobre a problemática ambiental vivida e permitirá transferir conhecimento científico e ferramentas que possibilitem à população autonomia para o monitoramento da qualidade ambiental da região e para o processo de educação ambiental continuada. Para isto propomos o uso de metodologias de avaliação da qualidade ambiental de fácil execução e de baixo custo, mas que apresentam alto potencial para uso em educação ambiental, como a amostragem passiva de poluentes e o biomonitoramento com plantas. O efeito da poluição sobre a saúde da população será avaliado por meio do levantamento epidemiológico dos dados de sintomas respiratórios e pela medida da fração exalada do NO em dois grupos de voluntários, indivíduos com idade entre 12-15 anos e em indivíduos acima de 55 anos. Como ações educativas estão propostas duas linhas de oficinas, a primeira prevê o envolvimento de professores e alunos que serão treinados em técnicas de biomonitoramento com plantas e em noções básicas de metodologia científica; a segunda será direcionada especialmente aos idosos voluntários do estudo e terá como foco a relação existente entre a qualidade do ar e a saúde da população. (AU)

Processos de multi-escala que atuam na convecção tropical e a influência de aerossóis

Beneficiário:Tercio Ambrizzi
Instituição: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Tercio Ambrizzi
Pesquisador responsável no exterior: Carlos Roberto Mechoso
Instituição no exterior: University of California, Los Angeles (UCLA). (Estados Unidos)
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Meteorologia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais - Regular
Processo:13/50521-7
Vigência: 01 de janeiro de 2014 - 31 de dezembro de 2016
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: Pesquisa Colaborativa GOAmazon
Assunto(s):AmazôniaPoluição atmosféricaAerosolAnálise estatística de dadosModelos matemáticos
Resumo
Este projeto foca em dois temas fundamentais para a Amazônia que são sua variabilidade atmosférica e os efeitos dos aerossóis na mesma. Para estudar os dois temas propostos, estão previstos duas formas de análise sobre a região da campanha do GoAmazon: (1) Análise estatística dos dados obtidos dos sítios do GoAmazon em relação as propriedades relevantes para convecção e sua interação com os aerossóis, e (2) Efeitos dos aerossóis em nuvens convectivas e precipitação, incluindo a função dos aerossóis nas mudanças do clima regional e circulação atmosférica para situações de atmosfera poluída e limpa. Os dados coletados na campanha do GoAmazon e as saídas de um conjunto hierárquico de modelos numéricos, indo desde modelos globais acoplados oceano-atmosfera até modelos de resolução de nuvens (CRM) serão extensivamente utilizados neste projeto. Em relação a análise (1), três aspectos serão focados. O primeiro se refere a umidade da convecção profunda em seu início, onde um conjunto de análises estatísticas baseados em dados e instrumentos obtidos de outros experimentos (DOE ARM sites em Nauru) para quantificar a convecção em seu início já foi desenvolvido e deverá ser aplicado no GoAmazon. O segundo aspecto se refere a variabilidade do cisalhamento vertical e umidade relativa na baixa troposfera. Estudos com modelos numéricos tem mostrado que estas propriedades da atmosfera podem ser importantes na presença de aerossóis. O terceiro aspecto está relacionado a intra-sazonalidade do regime de ventos na baixa troposfera na Amazônia central. A segunda componente de análise se refere a estratificação dos dados coletados nos sítios do GoAmazon em termos de informação do aerossol (p.ex., massa, composição química e distribuição de tamanho). Usando modelos de resolução de nuvens (CRM) o efeito dos aerossóis serão analisados em casos selecionados de nuvens de convecção profunda em condições poluídas e limpas. A colaboração internacional Brasil-EUA permitirá uma troca de experiências no uso de diferentes modelos numéricos da atmosfera e sua aplicação em pesquisa sobre o efeito de aerossóis. Visitas de curtos períodos dos pesquisadores seniores, assim como estadias mais longas de outros membros do projeto foram contemplados no escopo geral. (AU)

Interação entre fluxos de superfície e concentrações de aerossóis no gatilho de chuvas convectivas

Beneficiário:Celso von Randow
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (Brasil). São José dos Campos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Celso von Randow
Pesquisador responsável no exterior: Marcelo Chamecki
Instituição no exterior: Pennsylvania State University. (Estados Unidos)
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais - Regular
Processo:13/50529-8
Vigência: 01 de janeiro de 2014 - 31 de dezembro de 2016
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: Pesquisa Colaborativa GOAmazon
Assunto(s):AmazôniaMicrometeorologiaPoluição atmosféricaAerosolInteração biosfera-atmosferaPrecipitação atmosférica
Resumo
O projeto proposto objetiva estudar o ciclo de vida de aerossóis secundários em ambientes limpos e poluídos na Camada Limite Atmosférica (CLA) da Amazônia. O estudo abrange condições biológicas e físicas que influenciam emissões e reações dos precursores (compostos orgânicos voláteis biogênicos e antropogênicos, VOCs), formação, transporte de aerossóis para fora da CLA e seu papel na formação de nuvens e chuvas. Uma combinação de medições dos fluxos turbulentos de energia, gases-traço e aerossóis, perfis da camada limite com balões cativos e simulações de modelos será realizada em duas regiões na Amazônia Central: uma região com ar e uma paisagem de floresta pristina e uma região influenciada pela pluma de poluição próxima a cidade de Manaus. Com medições inovadoras da distribuição vertical dos aerossóis e núcleos de condensação de nuvens na CLA, e uma descrição detalhada da dinâmica e termodinâmica das camadas limite estável e convectiva interagindo com a superfície, busca-se entender melhor como a cobertura florestal pode influenciar a iniciação de nuvens, com ênfase em como o ar da camada limite é injetado na camada de nuvens, e como estes processos são alterados sob a influência da pluma de poluição de uma megacidade como Manaus. (AU)

Estudo da poluição atmosférica na Região Metropolitana de São Paulo a partir de medidas de sensoriamento remoto: uma análise comparativa com medições in situ

Beneficiário:Gabriela Resende D Alessio
Instituição: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Nilton Manuel Évora do Rosário
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:13/21486-9
Vigência: 01 de dezembro de 2013 - 30 de novembro de 2014
Assunto(s):Poluição atmosféricaQualidade do arSensoriamento remotoMaterial particulado
Resumo
O monitoramento da poluição do ar é fundamental para a caracterização dos seus impactos. A despeito da sua acurácia e importância, monitoramento in situ não provê cobertura espacial suficiente para ampla análise da poluição nas escalas regional e global. Neste quesito, o método com maior potencial é o sensoriamento remoto (SR). No entanto, o uso de dados de SR pelas agências de monitoramento e controle da qualidade é incipiente, particularmente no Brasil. A principal razão é o desafio de traduzir medidas de SR, representativas da coluna atmosférica, em informações acuradas referentes à qualidade do ar próxima da superfície. Nesse contexto, a variabilidade na distribuição vertical da poluição é apontada como um dos pontos críticos para o uso dos produtos de sensoriamento remoto. O objetivo geral do presente projeto é investigar a relação entre a profundidade óptica do material particulado (Ä_MP), uma medida do SR da abundância de material particulado (MP) integrado na coluna atmosférica, e a concentração do MP na superfície para a Região Metropolitana de São Paulo. Com foco na problemática do perfil vertical do MP, o projeto propõe uma abordagem que se baseia na correção da dependência da relação entre Ä_MP e a concentração de MP na superfície a partir da estrutura vertical do MP simulada por um modelo de qualidade do ar. A expectativa é que esta sinergia entre dados de sensoriamento remoto e perfis verticais do modelo da qualidade do ar produza uma distribuição espacial mais acurada da poluição na superfície. Para o Brasil, um país de dimensão continental, a integração de medidas de SR aos indicadores utilizados para caracterizar a qualidade do ar é fundamental. (AU)

Avaliação do potencial genotóxico da poluição atmosférica em trabalhadores expostos às emissões veiculares da AV. Radial Leste, São Paulo

Beneficiário:Douglas Rene Rocha Silva
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Regiani Carvalho de Oliveira
Local de pesquisa: Universidade de Lisboa (Portugal)
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Toxicologia
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Processo:13/16062-5
Vigência: 01 de novembro de 2013 - 28 de fevereiro de 2014
Assunto(s):Saúde ambientalPoluição atmosféricaSistema respiratórioQualidade do ar
Resumo
Atualmente existem fortes evidências de que a exposição crônica à poluição do ar está associada ao aumento da mortalidade por doenças respiratórias, cardiovasculares, infecciosas e câncer de pulmão e aumento da morbidade com exacerbação em pacientes com doenças crônicas, como asma, DPOC, cardíacas, rinites e outros. Vários estudos têm mostrado que as pessoas que mais sofrem os efeitos da poluição do ar são justamente aquelas com menor renda, menor nível de escolaridade e que vivem nas regiões periféricas das cidades. Este cenário é encontrado em São Paulo, onde, devido ao alto custo de implantação e manutenção do monitoramento de qualidade do ar realizado por estações automáticas a distribuição das estações na Cidade é insuficiente para fazer frente ao crescimento da ocupação urbana. Por esta razão, as regiões periféricas são desprovidas de monitoramento da qualidade do ar, o que adquiri maior relevância uma vez que estas são geralmente as áreas mais densamente povoadas, carentes de infraestrutura adequada e onde trafega os veículos mais velhos os quais são os mais poluidores. Um exemplo da falta de monitoramento ambiental na cidade ocorre na região onde está localizada a Avenida Radial Leste. Esta avenida percorre 23 quilômetros em bairros com diferentes características socioeconômicas, com tráfego diário de aproximadamente 4200 veículos automotivos. Portanto, o monitoramento ambiental automático na região (realizado por duas estações de monitoramento da qualidade do ar em operação) não pode fornecer dados suficientes para caracterizar a qualidade do ar da região tornando difícil avaliar os efeitos da exposição aos poluentes do ar sobre a saúde da população. Assim, a utilização de métodos alternativos sensíveis o suficiente para identificar e quantificar diferenças na qualidade do ar em microescala pode contribuir para a compreensão do papel da poluição do ar na saúde da população local. Para a caracterização e identificação das fontes de emissão na região da Avenida Radial Leste, vamos utilizar a técnica de Fluorescência de Raios X por Dispersão de Energia (FRXDE) em amostras de folhas e cascas de árvores. A FRXDE tem um elevado potencial de aplicação em toxicologia e estudos ambientais, onde há necessidade de correlação entre os elementos essenciais e tóxicos. No entanto, como uma técnica analítica recente ainda não é amplamente usada para análise em matriz biológica (tecido vegetal e animal), sendo que a preparação das amostras e a metodologia de análise não estão totalmente estabelecidas. Por esta razão, propomos o estágio do aluno Douglas Rene Rocha Silva em parceria com um dos centros de pesquisa que já tem experiência no uso dessa metodologia, a fim de padronizar a técnica de FRXDE para análise em amostras de matriz biológica. (AU)

Poluição atmosférica na DPOC: análise dos marcadores inflamatórios, transportabilidade mucociliar e qualidade de vida

Beneficiário:Iara Buriola Trevisan
Instituição: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Dionei Ramos
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Processo:13/21633-1
Vigência: 01 de novembro de 2013 - 30 de setembro de 2014
Assunto(s):Poluição atmosféricaQualidade de vidaDoença pulmonar obstrutiva crônica
Resumo
Os efeitos da poluição atmosférica na saúde humana são alvos de frequentes discussões. Estudos realizados em países em desenvolvimento mostraram os efeitos adversos que a poluição atmosférica pode exercer na saúde da população. Tais efeitos podem ser ainda maiores em populações especificas, como idosos e doentes pulmonares crônicos. No entanto a maioria dos estudos que abordam a temática da poluição atmosférica e saúde são desenvolvidos em grandes centros urbanos, onde as fontes emissoras de poluentes atmosféricos diferem das de regiões menores. Objetivo: avaliar a relação da poluição atmosférica com a transportabilidade mucociliar, mediadores inflamatórios, mutagenicidade, função pulmonar e qualidade de vida de indivíduos com DPOC. Métodos: o estudo será realizado no período de março a novembro de 2013. Os voluntários serão divididos em três grupos: grupo estudo tratado, grupo estudo não tratado, grupo controle. Os voluntários serão avaliados em quatro momentos: março, julho, setembro e novembro. Em cada período de análise os voluntários serão avaliados quanto á: função pulmonar, transportabilidade mucociliar, marcadores inflamatórios sistêmicos e pulmonares, mutagenicidade, qualidade de vida geral e especifico, sintomas respiratórios. Durante o período do estudo a poluição atmosférica será determinada por amostragem ativa e passiva. Análise estatística: A análise estatística descritiva será utilizada para a caracterização clínica dos indivíduos estudados e a distribuição dos dados será avaliada por meio do teste de Kolmogorov-Smirnov. Se comprovada a normalidade dos dados será realizada análise de variância para medidas repetidas seguida de teste de Tukey. Caso não seja verificada a normalidade dos dados será aplicado o teste Friedman seguido do pós-teste de Dunn. A comparação entre os grupos, controle, exposto em tratamento, exposto não tratado, para todas as variáveis avaliadas, será avaliada por meio do teste t não pareado ou teste de Mann-Whitney, dependendo da distribuição dos dados. O nível de significância utilizado será de 5%. (AU)

Aplicação de jato de plasma frio em pressão atmosférica no tratamento de materiais e esterilização

Beneficiário:Vadym Prysiazhnyi
Instituição: Faculdade de Engenharia (FEG). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Guaratinguetá. Guaratinguetá, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Konstantin Georgiev Kostov
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física dos Fluídos, Física de Plasmas e Descargas Elétricas
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:13/06732-3
Vigência: 01 de outubro de 2013 - 30 de setembro de 2015
Assunto(s):Esterilização
Resumo
As descargas elétricas em pressão atmosférica, tais como, corona, descarga com barreira dielétrica (DBD) e jato de plasma frio estão sendo utilizadas em diversas aplicações tecnológicas entre elas produção de ozônio, geração de luz ultravioleta, produção de painéis de plasma, lâmpadas fluorescentes, controle de poluição atmosférica e mais recentemente para a deposição de filmes finos, tratamento e esterilização da superfície de diversos materiais. Sua característica mais importante é a possibilidade de gerar grande volume de plasma não-térmico em pressão elevada sem necessidade de câmera de vácuo. Entre das descargas atmosféricas destacam-se os jatos de plasma frio, que estão extensivamente estudados nos últimos anos. O presente projeto de pesquisa propõe a continuação do estudo e da caracterização de um jato de plasma que já está em operação no Laboratório de Plasma e Aplicações do Departamento de Física e Química da FEG-UNESP. A ênfase da pesquisa será dada sobre as aplicações do jato de plasma no tratamento de materiais e esterilização. Uma nova aplicação que está sendo sugerida neste projeto é o tratamento de materiais condutores entre eles, metais, semicondutores e materiais carbonosos com o objetivo de limpar e ativar a sua superfície e como resultado melhorar as propriedades superficiais do material, tais como molhabilidade, adesão e rugosidade. Essas características são muito importantes para diversas aplicações tecnológicas como por exemplo o crescimento de filmes finos sobre substratos com pobres propriedades de adesão. As descargas elétricas em pressão atmosférica, tais como, corona, descarga com barreira dielétrica (DBD) e jato de plasma frio estão sendo utilizadas em diversas aplicações tecnológicas entre elas produção de ozônio, geração de luz ultravioleta, produção de painéis de plasma, lâmpadas fluorescentes, controle de poluição atmosférica e mais recentemente para a deposição de filmes finos, tratamento e esterilização da superfície de diversos materiais. Sua característica mais importante é a possibilidade de gerar grande volume de plasma não-térmico em pressão elevada sem necessidade de câmera de vácuo. Entre das descargas atmosféricas destacam-se os jatos de plasma frio, que estão extensivamente estudados nos últimos anos. O presente projeto de pesquisa propõe a continuação do estudo e da caracterização de um jato de plasma que já está em operação no Laboratório de Plasma e Aplicações do Departamento de Física e Química da FEG-UNESP. A ênfase da pesquisa será dada sobre as aplicações do jato de plasma no tratamento de materiais e esterilização. Uma nova aplicação que está sendo sugerida neste projeto é o tratamento de materiais condutores entre eles, metais, semicondutores e materiais carbonosos com o objetivo de limpar e ativar a sua superfície e como resultado melhorar as propriedades superficiais do material, tais como molhabilidade, adesão e rugosidade. Essas características são muito importantes para diversas aplicações tecnológicas como por exemplo o crescimento de filmes finos sobre substratos com pobres propriedades de adesão. (AU)

Evolução diurna e sazonal da poluição atmosférica no Estado de São Paulo: efeitos micrometeorológicos e estimativas do impacto da urbanização

Beneficiário:Fabio Matsumoto da Silva
Instituição: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Antonio Jaschke Machado
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geografia Física
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:13/14623-0
Vigência: 01 de setembro de 2013 - 31 de agosto de 2014
Assunto(s):Poluição atmosférica
Resumo
O objetivo deste projeto é verificar a variabilidade diária e sazonal da poluição atmosférica e sua relação com o clima urbano e o tipo de urbanização em cidades do Estado de São Paulo. Espera-se que a qualidade ambiental urbana esteja fortemente relacionada com as trocas convectivas entre a superfície, as edificações e a atmosfera urbana. Será desenvolvido um estudo analítico da concentração de alguns poluentes atmosféricos em diferentes cidades do Estado de São Paulo em comparação a observações micrometeorológicas conduzidas em diferentes superfícies no Oeste Paulista. Serão avaliadas as concentrações dos principais poluentes atmosféricos (MP10, SO2 e NO2) em cidades do Estado de São Paulo, caracterizadas por diferentes tipos de urbanização. A análise dos dados incluirá comparações entre as concentrações de poluentes e o fluxo turbulento que têm sido observados em cidades do Oeste Paulista para horários e tipos de cobertura semelhantes, possibilitando uma estimativa inicial da dinâmica da camada limite superficial e sua relação com os padrões diários e sazonais da concentração de poluentes.Para as concentrações de MP10, SO2 e NO2 serão utilizados dados da rede telemétrica da Companhia de Saneamento e Tecnologia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB). Para as observações dos fluxos turbulentos serão utilizados dados do Projeto de Pesquisa Estudo observacional do conforto térmico nas cidades do médio Paranapanema (processo FAPESP no. 11/08520-8). Na última etapa os dados de concentração e fluxos turbulentos serão analisados e relacionados aos elementos da paisagem urbana, buscando-se evidências das condições gerais de qualidade ambiental associadas aos diferentes tipos de urbanização nas cidades estudadas. (AU)

Influência do elemento mercúrio (Hg) na produção biológica de H2 a partir de chorume

Beneficiário:Jéssica Kassabian de Oliveira
Instituição: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Márcia Andreia Mesquita Silva da Veiga
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:13/16399-0
Vigência: 01 de setembro de 2013 - 31 de agosto de 2014
Assunto(s):Mercúrio (elemento químico)Chorume
Resumo
O chorume de aterros sanitários apresenta elevado teor de matéria orgânica, contendo também metais tóxicos em sua constituição, como, por exemplo, o mercúrio. A presença desses metais se deve a descartes inadequados de plásticos, pilhas, baterias, lâmpadas de mercúrio, entre outros. No entanto, o chorume pode ser utilizado para a produção biológica de H2 (substituto aos combustíveis fósseis) contribuindo para a diminuição da poluição atmosférica. Este projeto visa relacionar a presença do elemento mercúrio com a produção de bio-hidrogênio. A determinação desse metal será realizada por espectrometria de absorção atômica, e o acompanhamento da produção de H2, por CG (cromatografia gasosa). (AU)

Caracterização de material particulado atmosférico na cidade de Limeira - SP

Beneficiário:Ariane Fernanda Evangelista de Souza
Instituição: Faculdade de Tecnologia (FT). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Simone Andréa Pozza
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Saneamento Ambiental
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:12/25057-2
Vigência: 01 de agosto de 2013 - 28 de fevereiro de 2015
Assunto(s):Monitoramento ambientalQualidade do ar
Resumo
Devido à preocupação com a poluição atmosférica, fazer o monitoramento dos particulados presentes no ar é importante, pois estão associados a problemas respiratórios e com a estética do ambiente. Contudo, as variáveis meteorológicas são capazes de influenciar na dispersão destes poluentes, podendo melhorar a qualidade do ar. Sabe-se que uma das fontes pode contribuir para o aumento da poluição é a emissão veicular. Com caracterização química poderemos verificar quais as principais fontes de emissão em Limeira - SP. O monitoramento da concentração de MP2,5 será feito com o equipamento Amostrador Sequencial Partisol 2025i, utilizando filtros de teflon. Para partículas de MP10 e PTS utilizar-se-á os equipamentos Amostradores de Grande Volume (AGV-MP10 e AGV-PTS), que estão instalados na estação meteorológica da Faculdade de Tecnologia - UNICAMP. As coletas serão feitas a cada seis dias no período de 24 horas, com filtros de fibra de vidro pela técnica gravimétrica. Os dados das variáveis meteorológicas (pluviosidade, velocidade de vento, temperatura e umidade) serão obtidos da mesma estação meteorológica. Através de um software matemático será possível verificar o grau de influência das variáveis meteorológicas com os particulados. Será realizada análise química inorgânica nos filtros amostrados. (AU)
235 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP