Busca avançada

X

Criar um alerta por e-mail


Novos resultados para a sua pesquisa em seu e-mail, semanalmente.

Seu e-mail:

Tamanho do e-mail:



Seu endereço de e-mail não será divulgado.

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Publicações científicas
Publicações acadêmicas
  • Auxílios à Pesquisa
  • Bolsas
  • Programas voltados a Temas Específicos
  • Programas de Pesquisa direcionados a Aplicações
  • Programas de Infraestrutura de Pesquisa
  • Área do conhecimento
  • Situação
  • Ano de início
Excel (CSV)Alerta por e-mail   RSS
68 resultado(s)
|
Resumo

O solo é considerado um importante recurso econômico e sua preservação é fundamental para a manutenção da vida. Possui uma grande diversidade de micro-organismos que exercem funções primordiais para a manutenção do ecossistema. Apesar de absorver uma grande quantidade de contaminantes sem sofrer transformações significativas, com o tempo essas transformações podem se tornar irreversíveis e de difícil recuperação. Uma das principais formas de degradação do solo é o uso inadequado de agroquímicos. A atrazina é um herbicida da família s-triazina, utilizado no controle de ervas de folhas largas, em culturas de milho, sorgo, soja e cana-de-açúcar. É considerado um herbicida moderadamente tóxico, sendo frequentemente detectado como poluente em águas superficiais e subterrâneas. O objetivo deste trabalho é verificar mudanças na comunidade bacteriana do solo, ocorridas em resposta a pressão seletiva exercida pela presença da atrazina. Para isto, o DNA total será extraído diretamente de amostras de solo previamente contaminadas por atrazina. O sequenciamento do 16S rRNA ribossomal será realizado para analisar a comunidade bacteriana das amostras de solo do estudo e o sequenciamento Survey será realizado para avaliar a diversidade bacteriana e detectar a abundância dos micro-organismos do solo estudado. qPCR dos genes de degradação da atrazina será realizado com o objetivo de verificar a presença de micro-organismos degradadores do herbicida. (AU)

Resumo

O VIII SMA contará com a apresentação de resultados de pesquisas desenvolvidas por pesquisadores, docentes e estudantes da área de Microbiologia Aplicada. Minicursos: no dia 16 de maio de 2017 serão oferecidos três minicursos em diferentes áreas da microbiologia, os quais agregarão informações e conhecimentos importantes aos participantes. Palestras Nacionais e Internacionais: estão previstas nove palestras proferidas por pesquisadores de reconhecimento nacional e internacional, que versarão sobre temas de suas respectivas áreas de pesquisa em microbiologia. O VIII SMA ainda contará com a presença de dois palestrantes internacionais. Palestras de alunos de pós-graduação do Programa de Pós-graduação em Ciências Biológicas - Microbiologia Aplicada (PPGMA): o simpósio promoverá a divulgação dos trabalhos científicos realizados no PPGMA através de três palestras proferidas por alunos do programa, um aluno de cada área temática das quais o SMA aborda. Mesas-redondas: estão previstas duas mesas redondas que abordarão temas atuais como sistemática de fungos e produção de biocombustíveis no Brasil e no Mundo. Sessões de apresentação de trabalhos científicos: os trabalhos submetidos serão apresentados na forma de pôster em duas sessões que mostrarão as pesquisas desenvolvidas no país por profissionais e estudantes. Será uma oportunidade para que os autores tenham um contato com o público que atenderá o simpósio. Publicação dos trabalhos apresentados: os resumos simples ou expandidos selecionados para apresentação no VIII SMA serão publicados na Revista Ciência, Tecnologia & Ambiente (Quais B5, Ciências Agrárias I). Prêmio para melhores trabalhos: os melhores trabalhos selecionados por essa comissão receberão um certificado de reconhecimento no encerramento do evento. (AU)

Resumo

As florestas da Bacia Amazônica constituem as maiores florestas tropicais do mundo e abrigam uma grande biodiversidade endêmica. No entanto, o crescimento populacional na região tem impulsionado nas últimas décadas, a conversão destas florestas em áreas de pastagens e lavouras. Essa mudança de uso do solo ocasiona perda da biodiversidade e desregula processos relacionados a estoque de carbono, ciclo hidrológico e biogeoquímico. Essa conversão é considerada a segunda atividade que mais contribui com a emissão de gases do efeito estufa, dentre os quais se encontra o metano. Portanto, para compreender as alterações do fluxo desse gás no ecossistema amazônico, é necessário que as comunidades microbianas envolvidas na produção e consumos do mesmo sejam estudadas. A produção de metano é intermediada pelas arquéias metanogênicas, que atuam na decomposição anaeróbia da matéria orgânica. Esta característica é filogeneticamente conservada, o que a torna mais responsiva aações antrópicas. Dessa forma, o presente estudo tem por objetivo monitorar comunidades de arquéias metanogênicas, tanto por cultivo como por análises de enriquecimento populacional, em amostras de solo provenientes de floresta primária, pastagem e floresta secundária da região amazônica. Espera-se com isto determinar como a mudança de uso do solo pode alterar a composição destas comunidades, suas características ecológicas e fisiológicas. (AU)

Resumo

A bacia Amazônica concentra 40% da floresta tropical do mundo, participando da regulação do clima global e fluxo de gases atmosféricos, incluindo os de efeito estufa (CO2, CH4, N2O). Mais de 15% da área florestal da Amazônia tem sido convertida para uso com Agricultura e Pecuária, dos quais cerca de 80% são ocupados com pastagens. Tais conversões têm impactado sobre a microbiota do solo e suas relações com o clima. Neste sentido, este trabalho visa avaliar o impacto da conversão de florestas Amazônicas em pastagem na dinâmica de consumo e produção de CH4 pela microbiota ativa do solo. Para tanto, métodos biogeoquímicos, moleculares e isotópicos e serão combinados para a caracterização de comunidades microbianas metanogênicas (acetoclástica e hidrogenotrófica) e metanotróficas e suas relações com o fluxo de CH4. Propõe-se o uso de uma abordagem espaço-temporal em solos sob floresta primária, e pastagens de diferentes idades na Amazônica Ocidental brasileira. Câmaras automatizadas para mensuração do fluxo do CH4, conectadas a um espectrômetro de cascada quântica a laser (análises isotópicas em tempo real), junto ao sequenciamento massivo de DNA permitirão obter dados inéditos para os solos Amazônicos, os quais serão combinados utilizando bioinformática e métodos estatísticos. É esperado com os resultados desse estudo elucidar em mais detalhes o papel das comunidades microbianas envolvidas com a produção e consumo de CH4 em solos sob os diferentes usos na região da Amazônia, integrando análises moleculares e isotópicos. Estes resultados poderão subsidiar novas estratégias de manejo do solo amazônico, visando a mitigação das emissões de CH4. (AU)

Resumo

A conversão de biomassa lignocelulósica em combustíveis renováveis tem sido considerada uma alternativa promissora para a substituição de combustíveis fósseis derivados de fontes de energia não-renováveis. A lignocelulose consiste principalmente de celulose, hemicelulose e lignina, sendo a celulose o material mais recalcitrante dentro das paredes celulares das plantas, mas com grande potencial como fonte de produção de bioetanol. Atualmente, há uma crescente demanda por enzimas com melhor desempenho catalítico e que sejam tolerantes a parâmetros específicos de processos industriais. Neste contexto, a metagenômica permite identificar biocatalisadores com atividades específicas sem a necessidade de isolamento e cultivo de microorganismos em laboratório. Por exemplo, triagens funcionais identificaram novas enzimas e várias outras moléculas advindas de inúmeros ambientes. No entanto, algumas barreiras têm limitado a descoberta de novos genes através de abordagens metagenômicas. A probabilidade de identificação de um determinado gene depende de múltiplos fatores que estão intrinsecamente ligados. A eficiência da expressão heteróloga de um gene advindo do DNA metagenômico em um organismo hospedeiro substituinte e a utilização de vetores de clonagem não-otimizados para a construção das bibliotecas metagenômicas geralmente resultam em uma baixa taxa de identificação de enzimas. Segundo estudos, apenas 40% das atividades enzimáticas podem ser recuperadas a partir da clonagem aleatória em Escherichia coli, a bactéria mais comumente utilizada em triagens funcionais metagenômicas. Visando contornar essas barreiras impostas à identificação de novas enzimas a partir de bibliotecas metagenômicas, o presente projeto propõe (i) a construção de bibliotecas metagenômicas em vetores de ampla faixa de hospedeiros (broad-host-range vectors) (pSEVA) e (ii) a construção de um vetor pCELsyn, derivado de um vetor pSEVA e que contém a endoglucanase Cel5A de Bacillus subtilis, para expressão simultânea da endoglucanase Cel5A e das possíveis enzimas codificadas nos fragmentos metagênomicos, que serão inseridos em sequência ao gene da Cel5A, buscando aumentar a probabilidade de identificação de enzimas com atividades celulásicas. Os screenings serão realizados em hospedeiros distintos: E. coli e Pseudomonas putida, buscando vantagens na utilização de um segundo hospedeiro para o screening funcional, como já descrito por alguns estudos. As bibliotecas serão construídas a partir de amostras de solo com matéria-prima em decomposição e os screenings funcionais buscarão por atividades celulásicas através de metodologias de screening já bem estabelecidas pela literatura. Dessa forma, espera-se obter aumento da possibilidade de identificação de atividades celulásicas positivas. (AU)

Resumo

As fluoroquinolonas são antimicrobianos frequentemente prescritos no Brasil e em outros países e utilizados no tratamento de diversos tipos de infecções, principalmente naquelas do trato urinário e gastrointestinal. A ação desses compostos ocorre pela inibição da DNA-girase e da topoisomerase IV, impedindo a replicação do DNA bacteriano. Mutações na região QRDR (Quinolone Resistance-Determining Regions) destes genes, principalmente no gene gyrA, correspondem ao principal mecanismo de resistência às quinolonas, entretanto, outros mecanismos de resistência podem estar presentes, entre eles a aquisição de determinantes plasmidiais [qnr, qepA e aac(6')-ib-cr] e alteração da permeabilidade da bomba de efluxo acrAB-TolC. O objetivo do presente projeto é identificar quais os principais mecanismos de resistência às quinolonas em isolados bacterianos de solo e identificar quais os principais gêneros dessa microbiota que carregam tais determinantes de resistência. (AU)

Resumo

Os microrganismos têm sido utilizados em uma ampla gama de atividades, como ferramentas biotecnológicas na produção de pão e vinho, por exemplo, e, mais recentemente, como fonte de biomoléculas ou biocatalizadores com potencial uso biotecnológico que melhorem alguns processos na indústria. Enquanto proteases são amplamente usadas na produção de detergentes de alto rendimento e no enriquecimento de alimentos, as glicosil hidrolases (GHs) vem sendo usadas na indústria têxtil, por exemplo, no acabamento do jeans e conferindo maciez ao algodão. Entretanto, devido a dificuldades técnicas, a grande maioria dos microrganismos não é cultivável com métodos padrão em laboratório, permitindo assim o acesso de 1 a 5 % da diversidade bacteriana presente nos ambientes naturais e limitando a obtenção de novos biocatalisadores para suprir a crescente demanda na indústria. Nesse sentido, a metagenômica tem se mostrado uma ótima abordagem que aumenta as taxas de recuperação de novos biocatalizadores por permitir o acesso aos recursos genéticos de microrganismos não cultiváveis. O presente projeto visa a identificação de genes que codifiquem novas GHs e proteases com potencial uso na indústria mediante a análise de bibliotecas metagenômicas construídas com DNA de comunidades microbianas de amostras de solo, nos plasmídeos pSEVA142 e pUC19, usando Escherichia coli como hospedeiro para a triagem funcional. (AU)

Resumo

O Congresso Brasileiro de Microbiologia, já em sua vigésima oitava edição, é o evento mais importante na área de microbiologia no país. O número de participantes aumenta a cada vez que o congresso é realizado, sendo esperados neste ano entre 2.500 a 3.000 congressistas. O programa científico engloba todas as áreas de atuação da SBM, ou seja, microbiologia médica, clínica, infecção hospitalar, relação parasita-hospedeiro, veterinária, ambiental, alimentos, solos, industrial, micologia, micotoxinas, virologia e ensino de microbiologia. Serão realizados também três simpósios: III Simpósio Iberoamericano sobre Micro-organismos Fotossintetizantes, XVI Simpósio Brasileiro de Micobactérias e III Simpósio de Fermentação AlcoólicaAlém da programação científica, haverá a seção de apresentação de trabalhos na forma oral e de pôster. Estão programados 50 conferências, 50 mesas-redondas e diversos cursos. Terá um total de aproximadamente 200 convidados. O evento será realizado de 18 a 22 de outubro de 2015, no Centro Sul, na cidade de Florianópolis, SC. O objetivo principal do CBM 2015 é constituir um fórum de atualização científica para os participantes. (AU)

Resumo

A biotecnologia, desempenha um papel crucial no desenvolvimento de biocatalisadores para uso na indústria, agricultura, medicina e geração de energia. Atualmente existe uma crescente demanda de enzimas com melhor desempenho catalítico ou tolerância a parâmetros específicos de processos industriais. A Metagenômica aproveita a riqueza da diversidade genética e bioquímica presente nos genomas dos microrganismos encontrados na natureza, e fornece um conjunto de novas tecnologias dirigidas à triagem de novas atividades catalíticas com potenciais aplicações biotecnológicas. No entanto, o nível tendencioso e baixo de expressão de proteínas heterólogas em Escherichia coli, juntamente com o uso de estratégias de triagem metagenômica não ideais, geralmente resulta em uma baixa taxa de sucesso na identificação de novas enzimas. Neste sentido, a presente proposta tem como objetivo realizar três abordagens principais a fim de desenvolver novas ferramentas para melhorar a recuperação do gene de interesse. Em primeiro lugar, duas estratégias diferentes serão usadas para superar a expressão tendenciosa de proteínas heterólogas nos rastreios: (i) Construção de bibliotecas metagenômicas tanto em Pseudomonas putida como em E. coli e; ii) Utilização do vector sintético, otimizado e de amplo espetro de hospedeiro pSEVA para a produção das bibliotecas metagenômicas. No momento, não existe nenhum trabalho na literatura que utilize um vetor com características semelhantes em triagens de Metagenômica funcional. Por outro lado, uma terceira estratégia que compreende a engenharia de um hospedeiro bacteriano será desenvolvida utilizando um abordagen de biologia sintética. Em particular, essa estratégia tem por objetivo melhorar a taxa de detecção de enzimas através da sinergia entre a enzima (ou outra proteína acessória/complementaria) oriunda da biblioteca metagenômica e uma enzima expressa a partir do cromossomo da linhagem recombinante hospedeira. Juntas, essas abordagens proporcionariam uma plataforma nova e eficiente para a construção e triagem funcional de bibliotecas metagenômicas. (AU)

68 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s)
Marcar todos desta pagina | Limpar seleção