Busca avançada
Ano de início
Entree
X

Criar um alerta por e-mail


Novos resultados para a sua pesquisa em seu e-mail, semanalmente.

Seu e-mail:

Tamanho do e-mail:



Seu endereço de e-mail não será divulgado.
Refine sua pesquisa
Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Excel (CSV)Alerta por e-mail   RSS
1 resultado(s)
|
Resumo

O uso de drogas psicotrópicas entre adolescentes tem sido alvo de inúmeros estudos, com foco não apenas nas prevalências de uso, mas também em fatores de risco e proteção, entre os quais aspectos familiares, como estilos parentais de socialização. No entanto, faltam estudos que avaliem a relação dos estilos parentais com uso de drogas em amostras brasileiras representativas. São escassos também estudos sobre a influência dos padrões familiares de consumo de drogas no comportamento de uso dos adolescentes. Diante deste contexto, este projeto tem por objetivo analisar a relação entre os estilos parentais e os padrões familiares de consumo de substâncias psicotrópicas com comportamento de consumo por adolescentes das 27 capitais brasileiras e respectivas regiões metropolitanas. A população alvo do estudo corresponde a estudantes do ciclo médio (1º a 3º ano) da rede pública e particular de ensino. A amostra deverá ser representativa, estratificada e por conglomerados, obtida em três estágios: 1º sorteio das escolas, 2º das turmas e 3º dos alunos. Será utilizado um questionário fechado, de auto-preenchimento e anônimo, baseado em instrumento proposto pela OMS e Escala de Estilos Parentais, ambos testados e adaptados para a realidade brasileira. A aplicação dos questionários dar-se-á coletivamente em sala de aula. Após processamento de dados, os mesmos serão submetidos à critica. Para análise, serão utilizados os testes de X2, t de student, ANOVA e Regressão Logística, considerando nível de significa neta de 5%. (AU)

1 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s)
Marcar todos desta pagina | Limpar seleção