Busca avançada

X

Criar um alerta por e-mail


Novos resultados para a sua pesquisa em seu e-mail, semanalmente.

Seu e-mail:

Tamanho do e-mail:



Seu endereço de e-mail não será divulgado.

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Publicações científicas
Publicações acadêmicas
  • Auxílios à Pesquisa
  • Bolsas
  • Programas voltados a Temas Específicos
  • Programas de Pesquisa direcionados a Aplicações
  • Programas de Percepção Pública da Ciência
  • Programas de Infraestrutura de Pesquisa
  • Área do conhecimento
  • Situação
  • Ano de início
Excel (CSV)Alerta por e-mail   RSS
7.881 resultado(s)
|
Resumo

Autores tem estudado a efetividade do tratamento a partir da motivação do paciente, mas não baseada na livre escolha pelo mesmo da terapêutica a ser utilizada. As abordagens terapêuticas que detém evidências científicas comprovadas de efetividade é modesta em avaliar o desejo do paciente como fonte de incremento nos resultados do tratamento. Avaliar a efetividade dos tratamentos em nosso país é escassa e praticamente limita-se às pesquisas universitárias, não permitindo um estudo de seguimento de longa duração.O presente projeto tem por finalidade avaliar a hipótese de que a efetividade do tratamento possa estar associada à escolha do tipo de terapêutica peio próprio paciente. Visa avaliar os resultados do tratamento para indivíduos portadores de transtornos por uso de álcool a partir da escolha terapêutica formulada pelo próprio paciente em comparação com indivíduos cuja terapêutica foi indicada por um profissional. (AU)

Resumo

Pretende-se verificar neste projeta a existência de associações entre a habilidade de formar o controlar imagens mentais e o sucesso terapêutico obtido com determinados procedimentos terapêuticos. Além disso, pretende-se investigar como as imagens influenciam o processo terapêutico. Para tanto, serão atendidos estudantes universitários mostram ansiedade excessiva ao realizar provas e exames. O atendimento será feito através de grupos de vivência, com o emprego de imagens mentais. Serão aplicados testes e escalas para avaliar a capacidade dos estudantes de formar e controlar imagens, bem como o decréscimo de sua ansiedade após o processo terapêutico, para verificar se tal capacidade está associada a esse decréscimo. Será feita ainda uma análise do conteúdo filmado das sessões para investigar como as imagens influem no referido processo. (AU)

Resumo

Tumores cerebrais malignos estão entre os mais devastadores tipos de câncer e as decisões terapêuticas são particularmente complexas e dispendiosas. A abordagem multidisciplinar para o planejamento terapêutico dos tumores, em especial dos tumores cerebrais, é uma prática cada vez mais utilizada mundialmente. Do ponto de vista prático, essa abordagem é concretizada por meio das reuniões multidisciplinares para discussão dos casos, conhecida pelo acrônimo MDTM (Multidisciplinary Team Meetings). Nessas reuniões, neuro-oncologistas, neurocirurgiões, radiologistas, patologistas, clínicos gerais, enfermeiros e outros profissionais envolvidos discutem o caso e decidem conjuntamente o plano terapêutico para o paciente. Não obstante a existência de estudos ressaltando a importância da abordagem multidisciplinar, alguns trabalhos apresentam algumas barreiras que dificultam a maximização da eficiência do MDTM, dentre elas duas se destacam: a insuficiência de informações sobre o caso e a apresentação inadequada dos dados disponíveis aos membros da equipe. As dificuldades citadas constituem a motivação deste projeto de pesquisa, cujo objetivo principal é o desenvolvimento de um sistema computacional capaz de suprir a equipe multidisciplinar de informação relevante ao planejamento terapêutico de tumores cerebrais. A premissa do sistema é a integração dos diversos dados do paciente e, por meio de técnicas computacionais sofisticadas, a identificação automática das informações essenciais, ou seja, aquelas que podem influenciar o plano terapêutico e a adequada apresentação das mesmas aos membros da equipe. O principal benefício é evitar que algum detalhe importante seja desconsiderado no momento do planejamento terapêutico, contribuindo, conseqüentemente, para a elaboração do melhor plano de tratamento para o paciente. Do ponto de vista empresarial, além da lucratividade, a empresa proponente pretende, com esse produto, se consolidar no desenvolvimento de soluções de mineração de dados para o segmento médico-hospitalar. (AU)

Resumo

A aliança terapêutica tem sido considerada a variável mais essencial do processo psicoterápico, independente das especificações das diferentes escolas de pensamento. Para a realização deste estudo será usada a Escala de Aliança Psicoterápica da Califórnia CALPAS, versão do paciente, que avaliar a partir das respostas dadas pelo paciente, o grau em que está havendo aliança terapêutica, de trabalho, compreensão e envolvimento do terapeuta e acordo do paciente e do terapeuta em relação aos objetivos e estratégias da psicoterapia. O objetivo desta pesquisa é avaliar o impacto inicial da aliança terapêutica nos resultados de um programa de psicoterapia breve psicodinâmica. (AU)

Resumo

Diferenças no perfil de metabolização de drogas, como a isoniazida, têm sido observadas em portadores de variantes da enzima N-acetiltransferase 2 (NAT2). Com a finalidade de avaliar a relação entre variantes do gene NAT2 e o perfil de resposta terapêutica à isoniazida, serão estudados 80 pacientes com tuberculose tratados com o esquema terapêutico (Ministério da Saúde). A resposta terapêutica será avaliada pela negativação da baciloscopia e da cultura de M. tuberculosis durante o tratamento. As variantes genéticas da NAT2 serão analisadas por PCR-RFLP, SSCP e seqüenciamento de DNA. Também serão avaliados o fenótipo de acetilação, a taxa de abandono da terapia e o aparecimento das cepas de M. tuberculosis resistentes. Os resultados deste estudo contribuirão para o conhecimento do perfil de acetiladores da isoniazida na nossa população, que poderá ser útil para adequação da terapia com isoniazida e para a redução das taxas de efeitos adversos e de cepas resistentes. (AU)

Resumo

As alterações genéticas mais frequentes em tumores de pulmão são mutações pontuais que ativam o oncogene K-Ras. Apesar destas mutações estarem causalmente ligadas à oncogênese, diferentes abordagens para inibir as proteinas Ras diretamente fracassaram na clínica. Portanto, para que melhores alvos terapêuticos para o câncer de pulmão se tornem disponíveis, será necessário identificar as vias sinalizadoras ativadas pela proteína K-Ras, que são críticas para a oncogênese. Uma destas vias culmina com a ativação do fator de transcrição NF-KB. Todavia, existe uma lacuna fundamental no nosso conhecimento sobre (1) como a ativação do NF-KB contribui para a transformação maligna pela K-Ras e (2) como a K-Ras ativa o NF-KB no pulmão. A falta deste conhecimento impossibilita a identificação de alvos terapêuticos potenciais nesta via, impedindo avanços no desenvolvimento de novas terapias para pacientes com câncer de pulmão. O objetivo deste projeto é identificar novos alvos terapêuticos relacionados ao NF-KB na oncogênese pulmonar induzida pela K-Ras. A hipótese deste projeto é que (1) o NF-KB, através de sua subunidade p65, regula a expressão de alvos terapêuticos potenciais no pulmão e (2) a ativação do NF-KB pela K-Ras envolve um alvo terapêutico promissor: a quinase IKKJ3. Esta hipótese foi formulada com base em estudos anteriores mostrando que a perda da subunidade p65 em um modelo animal reduz a formação de tumores pulmonates induzidos pela K-Ras e ainda, estudos mostrando que a quinase IKKJ3 não só ativa o NF-KB, mas funciona como um oncogene importante em tumores com alta atividade de Ras. A justificativa que rege o programa de pesquisa aqui proposto é que espera-se que ele contribuirá para um melhor entendimento dos mecanismos moleculares acionados pela K-Ras no câncer de pulmão, enquanto que, ao mesmo tempo, espera-se que este projeto permita validar uma nova estratégia terapêutica. (AU)

Resumo

O infarto do miocárdio causa perda irreversível de cardiomiócitos e tecido vascular, causando comprometimento da função cardíaca. O miocárdio não possui capacidade intrínseca de reparo fisiologicamente significante e mesmo com o arsenal terapêutico disponível, a morbidade e a mortalidade da insuficiência cardíaca resultante ainda representam problema sério de saúde pública. Dessa forma, o transplante de células-tronco ou progenitoras é uma modalidade terapêutica com potencial para uso em pacientes com disfunção cardíaca não controlável inteiramente por métodos tradicionais. Células-tronco mesenquimais (CTMs) expandem-se facilmente ex vivo e têm capacidade de diferenciação em células endoteliais e cardiomiócitos in vitro. O uso de CTMs na recuperação cardíaca vem sendo investigado em estudos experimentais e clínicos. A maioria desses estudos mostra que CTMs provenientes de medula óssea quando transplantadas em corações que sofreram infarto promovem melhora da função cardíaca. No entanto, os mecanismos envolvidos nesse fenômeno ainda não foram esclarecidos. As vantagens teóricas do uso terapêutico de CTMs provenientes de sangue de cordão umbilical (SCU) humano são a imaturidade celular, que contribui para a diminuição na incidência da doença do enxerto versus hospedeiro, e o aumento da disponibilidade de doadores compatíveis, devido à existência de bancos públicos de SCU para transplantes alogênicos. Utilizando um modelo pré-clinico de infarto do miocárdio em suínos, investigaremos: a) o potencial terapêutico do uso de CTMs de SCU humano na regeneração cardíaca; b) capacidade de implantação de CTMs de SCU humano no miocárdio infartado; c) se a pré-diferenciação cardiomiogênica e/ou endotelial in vitro dessas células melhora a ação terapêutica. Adicionalmente, testaremos diferentes parâmetros para o transplante celular (tempo pós-infarto e quantidade celular) e manipularemos células a serem transplantadas visando a otimização do uso terapêutico de CTMs de SCU humano. Ao final desse trabalho, teremos avaliado o potencial terapêutico de CTMs de SCU humano na recuperação cardíaca pós-infarto do miocárdio em um modelo pré-clínico. (AU)

7.881 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s)
Marcar todos desta pagina | Limpar seleção