site da FAPESP
 

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Auxílios à Pesquisa
Bolsas
Programas voltados a Temas Específicos
Programas de Pesquisa direcionados à Aplicação
Programas de Infraestrutura de Pesquisa
Área do conhecimento
Situação
Ano de início
Página 12 de 1.429 resultado(s)
|

Investigação do efeito de extratos e compostos isolados de Baccharis dracunculifolia sobre a fisiologia de Streptococcus mutans, relacionada a produção de ácidos

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Augusto César Cropanese Spadaro
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise e Controle de Medicamentos
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:05/58369-3
Vigência: 01 de janeiro de 2006 - 31 de dezembro de 2007
Assunto(s):Baccharis dracunculifoliaMetabolismoStreptococcus mutans
Resumo
A catabolização de carboidratos da dieta alimentar pela via glicolítica do S. mutans leva à formação de ácidos que provocam a desmineralização do esmalte dental e início da formação da cárie. S. mutans é capaz ainda de tolerar e se desenvolver em biofilme dental acídico, graças a sistemas de extrusão de prótons H+ mediados por ATPases de membrana. O desenvolvimento de resistência destes microrganismos a antimicrobianos usuais tem estimulado a pesquisa de produtos naturais como fonte de novos medicamentos. Recentemente, demonstramos que extratos de B. dracunculifolia inibiram significativamente a produção de ácidos em S. mutans. Neste projeto propomos a extensão destes estudos, investigando através de métodos enzimáticos os possíveis mecanismos inibitórios que estes produtos naturais exercem sobre as vias metabólicas de S. mutans relacionadas a sua virulência. A obtenção de resultados que confirmem a atividade terapêutica destes extratos contribuirá para reforçar a proposta de sua aplicação em formulações de uso odontológico. (AU)

Avaliação do efeito do bloqueio de fator de necrose tumoral-alfa (TNF-alfa) na resposta imune anti-mycobacterium tuberculosis in vitro em pacientes com psoríase moderada a grave

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Gil Benard
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:05/60075-8
Vigência: 01 de abril de 2006 - 31 de dezembro de 2008
Assunto(s):Imunidade celularPsoríaseTuberculose
Resumo
Um crescente número de pacientes com condições autoimunes e/ou inflamatórias, como artrite reumatóide, psoríase etc, tem se beneficiado da utilização de agentes biológicos, como anti-TNFa. No entanto, relatou-se incidência aumentada de reativa¬ção de tuberculose (TB) em pacientes tratados com estes agentes. O propósito de nosso estudo é avaliar, em uma área de alta endemicidade para TB, a resposta imune anti-Mycobacterium tuberculosis em pacientes portadores de psoríase moderada à grave, potenciais candidatos à terapia com agentes biológicos. Os pacientes serão agrupados de acordo com a reatividade ao teste de hipersensibilidade tardia à tuberculina (PPD) e a resposta imune anti-Mycobacterium tuberculosis será avaliada in vitro com a utilização de antígenos micobacterianos; o grupo controle será de indivíduos sadios PPD+. Serão avaliadas a linfoproliferação e secreção de INF-g por ELISA, ELISPOT e intracelular (citometria de fluxo) na presença/ausência de inibidores de TNF-alfa (infliximab e etanercept), e os resultados das diferentes condições experimentais comparados entre si e entre grupos. (AU)

Fisiologia pós-colheita de inflorescências cortadas de orquídeas dos gêneros Oncidium e Phalaenopsis

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Teresinha de Jesus Deléo Rodrigues
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Floricultura, Parques e Jardins
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:05/60360-4
Vigência: 01 de novembro de 2006 - 31 de outubro de 2008
Assunto(s):Compostos químicosFisiologia pós-colheitaProdutos naturais
Resumo
O Brasil, pelo fato de ser centro de origem de muitas espécies de orquídeas, e também devido à tendência atual de valorização de espécies de orquídeas cortadas, tem potencial cada vez maior para a comercialização destas flores. No entanto, a utilização de orquídeas para corte é recente, havendo poucas informações relativas à pós-colheita. O projeto tem por objetivo estudar a fisiologia pós-colheita de inflorescências de orquídeas cortadas dos gêneros Oncidium e Phalaenopsis, considerando os fatores associados a senescência floral e perda da vida decorativa. Serão realizados estudos referentes à caracterização da evolução dos sintomas de senescência e longevidade floral e sua relação com a qualidade das inflorescências cortadas; efeito de diferentes compostos químicos e de produtos naturais sobre a fisiologia pós-colheita;avaliação da viabilidade de utilização de armazenamento/transporte refrigerado; caracterização da morfologia vascular das hastes cortadas; determinação do padrão respiratório, de açúcares totais e redutores e de pigmentos. (AU)

Técnicas modernas em espectrometria de massas aplicadas na dereplicação de extratos brutos e na caracterização de metabólitos secundários bioativos provenientes de microrganismos guiados por..

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Luiz Alberto Beraldo de Moraes
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:04/09681-1
Vigência: 01 de junho de 2005 - 30 de novembro de 2007
Assunto(s):BioensaioCompostos bioativosEspectrometria de massasMetabólitos secundáriosProdutos naturais
Resumo
Metabólitos secundários provenientes de microorganismos, apresenta-se como uma poderosa fonte de novos compostos com estruturas relativamente simples, porém, com uma potente atividade biológica. Atualmente, vários dos produtos empregados nas industrias farmacêuticas e agro-químicas, são produzidos através de processos de fermentação microbiológica. Neste projeto, modernos processos para a descoberta de produtos naturais ativos como a implementação de estratégias de screening, isolamento e identificação de estruturas de uma forma eficiente e rápida, serão aplicados. Para estes fins a união de poderosas técnicas de análises como CLAE-UV, CLAE/EM on-line e CLAE/RMN off-line, as quais têm revolucionado o processo de purificação de compostos proveniente de fontes naturais, também serão desenvolvidas. O objetivo desta linha de pesquisa é aplicar a versatilidade da espectrometria de massas (CALE/EM), para uma análise rápida e eficiente de novos compostos bioativos oriundos de processos de fermentação de microrganismos (fungos e bactérias), fazendo o monitoramento dos (...) (AU)

Síntese de heterociclos prenilados a partir de produtos naturais

Beneficiário:
Instituição: Pró-Reitoria Acadêmica. Universidade Bandeirantes (UNIBAN). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:José Agustín Pablo Quincoces Suárez
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:04/11351-0
Vigência: 01 de março de 2005 - 31 de julho de 2009
Assunto(s):Antiparasitários
Resumo
Mediante os programas TOPS-MODE selecionaremos as moléculas com maior probabilidade de exibir ação biológica destacada. Serão empregadas novas vias de síntese de produtos naturais prenilados e seus derivados mediante a reação de O-alquilação de fenóis usando 3-Cloro-3-metil-butino-1, hidrogenação parcial e rearranjo de Claisen. A partir dos compostos prenilados CH-ácidos serão obtidos sistemas push-putt, tais como, ceten-S,S-acetais, butadienos e pentadienos push-pull, entre outros, os que servirão coma ponto de partida para a síntese de novos heterociclos prenitados potencialmente bioativos. Os derivados obtidos serão purificados, confirmando-se sua pureza através dos métodos cromatográficos. Os compostos sintetizados serão caracterizados com o emprego da análise elementar quantitativa, IV, NMR, Massas, etc. Serão desenvolvidas provas biológicas in vitro e in vivo, como atividade antitumoral e antiparasitária, a partir dos resultados da predigo computacional TOPS-MODE. (AU)

Mecanismo molecular da diferenciação de células leucêmicas: envolvimento de proteínas fosfatases e proteínas quinases ativadas por mitógenos

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Carmen Veríssima Ferreira
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:04/13724-8
Vigência: 01 de julho de 2006 - 30 de junho de 2008
Assunto(s):LeucemiaProdutos naturais
Resumo
A fosforilação/desfosforilação de proteínas catalisada pelas proteínas quinases e fosfatases, respectivamente, é responsável pelo controle de importantes eventos celulares. Dentre os tipos de proteínas quinases e proteínas fosfatases, as proteínas quinases ativadas por mitógenos e as proteínas serinaltreonina e tirosina fosfatases regulam diferentes respostas celulares, como diferenciação, proliferação e apoptose. Produtos naturais representam importante fonte de potenciais agentes antitumorais. Neste contexto, violaceína tem despertado interesse por induzir apoptose e diferenciação de células leucêmicas (HL60) em concentração na ordem de nM. Desta forma, os objetivos gerais deste projeto são: a) explicar a dependência das MAPKs e proteínas fosfatases para a diferenciação das células HL60 induzida pela violaceína e b) avaliar a possível resistência das células HL60 durante o tratamento com este composto. O desenvolvimento da resistência frente a um amplo espectro de fármacos citotóxicos freqüentemente limita o sucesso do tratamento da leucemia mielóide aguda. Portanto, é de grande relevância a elucidação dos mecanismos moleculares da ação de novos agentes. Desta forma, este projeto auxiliará na compreensão do papel biológico das MAPKs e proteínas fosfatases na indução da diferenciação das células HL60, na aquisição da resistência e no direcionamento para uma possível aplicação farmacológica da violaceína. (AU)

Edmundo jose Simões Gomes de AZEVEDO | Inst superior tecnico/universidade Lisboa - Portugal

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Maria Angela de Almeida Meireles
Pesquisador visitante: Edmundo Jose Simoes Gomes de Azevedo
Instituição do pesquisador visitante: Universidade Técnica de Lisboa (Portugal)
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Processo:96/06284-3
Vigência: 24 de julho de 1997 - 07 de agosto de 1997
Assunto(s):Dióxido de carbonoProdutos naturaisSolubilidade
Resumo
Estudar o equilíbrio das fases e de extração de produtos naturais com gases em condições supercríticas. Usando instalações experimentais já existentes mediremos em Lisboa os diagramas pressão-composição (a temperatura constante) dos binários fluido supercrítico-óleo essencial e determinaremos as zonas de equilíbrio bifásico (líquido-vapor) e eventualmente, trifásico (líquido-líquido-vapor). Analisaremos também os efeitos da temperatura, pressão e de co-solventes nos factores de separação. Com base nos resultados obtidos em Lisboa, serão efetuados em Campinas estudos de extração fluido supercrítico-óleo essencial. Em Campinas estudar-se-ão os efeitos do tempo de contato inicial da amostra com o gás supercrítico, pressão, temperatura e co-solventes, assim como a cinética da extração. Os dados obtidos serão utilizados em ambos os Grupos para o estabelecimento de modelos termodinâmicos. (AU)

Fungos endofíticos associados a espécies da Asteraceae: isolamento, cultivo, identificação de metabólitos secundários e atividade biológica

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Mônica Tallarico Pupo
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:03/07535-5
Vigência: 01 de outubro de 2003 - 31 de março de 2006
Assunto(s):AsteraceaeMetabólitos secundáriosProdutos naturais
Resumo
Fungos endofíticos constituem uma fonte de produtos naturais potencialmente bioativos ainda pouco explorada. A associação entre fungos endofíticos-planta hospedeira é considerada simbiótica, através da qual o fungo é protegido e alimentado pela planta e em troca produz substâncias bioativas importantes para a manutenção da planta no ambiente. Existem poucos relatos na literatura de trabalhos envolvendo estudos de metabólitos secundários de fungos endofíticos associados a espécies de Asteraceae. Neste projeto, serão realizados o isolamento e identificação de fungos endofíticos de folhas e raízes de Viguiera robusta, V. arenaria e Tithonia diversifolia. As espécies de fungos selecionadas, através de triagem química e biológica, serão cultivadas para obtenção de extratos, que serão fracionados através de métodos cromatográficos. As substâncias isoladas serão identificadas através de métodos espectroscópicos. A atividade antimicrobiana dos extratos e substâncias será avaliada através do método da bioautografia. Os perfis químicos dos fungos e plantas serão comparados. (AU)

Técnicas cromatográficas e espectrométricas modernas aplicadas ao estudo de produtos naturais de plantas brasileiras. Parte II

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Janete Harumi Yariwake
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:96/03107-3
Vigência: 01 de novembro de 1996 - 30 de abril de 2000
Assunto(s):CromatografiaMaracujá
Resumo
Pretende-se estudar quimicamente plantas medicinais brasileiras, com ênfase aos aspectos analíticos, utilizando-se técnicas cromatográficas modernas de alta resolução (HRGC, HPLC, SFE, etc) e técnicas espectrométricas (MS, NMR, FTIR, etc). Os dados obtidos deverão fornecer subsídios para o uso mais seguro e racional destas plantas, pelo melhor conhecimento de sua composição química, e também poderão servir de base para o estabelecimento de critérios químicos de qualidade de plantas medicinais e preparações fitoterápicas. Este projeto deverá dar continuidade aos seguintes projetos: "Extração e análise cromatográfica por técnicas cromatográficas de alta resolução na padronização de drogas vegetais brasileiras", financiado pela FAPESP - Bolsa de PD-BR, 91/2152-1 e Auxílio-pesquisa, 92/0661-9; "Técnicas cromatográficas e espectrométricas modernas aplicadas ao estudo de produtos naturais de plantas brasileiras", financiado pela FAPESP - Auxílio-pesquisa, 93/4261-8 e Auxílio infra-estrutura, 94/4583-8. (AU)

Laboratório de sequenciamento no Programa cana-de-açúcar

Beneficiário:
Instituição: Centro de Ciências Exatas, Naturais e Tecnológicas. Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Suzelei de Castro França
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa GENOMA
Processo:99/03651-3
Vigência: 01 de junho de 1999 - 31 de julho de 2003
Assunto(s):BiopolímerosCana-de-açúcarLaboratóriosGenoma Cana-de-Açúcar - SucEST
Resumo
O grupo RU-UNAERP participou do trabalho sequenciamento randômico de cDNAs de de cana-de-açúcar iniciado em junho/1999 prosseguindo no isolamento, purificação, ampliação e identificação de sequencias expressas até outubro/2000 quando então foi congelado o banco. A contribuição deste grupo resultou na identificação de 12766 sequencias das quais 8447 foram lidas no sentido 5' e 4319 no sentido 3'. O índice de aproveitamento de nossos resultados foi de 72,43% ligeiramente acima da média 72,05% e o 10º entre os 23 grupos atuantes. Estes números refletem não só o rendimento do grupo mas também a nossa capacitação para cumprir com as metas estipuladas pela coordenação do Projeto SUCEST, realizando o trabalho num ritmo contínuo, dentro das exigências de rigor metodológico e de precisão requeridas. Após a paralisação das atividades de sequenciamento propriamente dito, iniciamos com base em nossos levantamentos no âmbito do projeto SUCEST-data mining, a seleção de clusters e respectivos reads que seriam alvo de nossas atividades futuras para gerar uma coleção de genes relacionados ao metabolismo secundário, investigando o padrão de expressão de enzimas chaves na regulação das principais rotas metabólicas e evidenciando as classes de produtos naturais que desempenham um papel relevante na resposta adaptativa de cana-de-açúcar às variações no meio ambiente e ao estresse causado por agentes biológicos e físico-químicos. Um vez selecionados os clusters, listados nas tabelas 1 e 2, solicitamos à coordenação os clones que continham os cDNAs de interesse os quais foram, conforme disponibilizados, re-extraídos, purificados e sequenciados nas duas fitas por completo. As sequencias completas já obtidas fazem parte da coleção inicial de genes que serão utilizados como sonda na comparação de genes expressos constitutivamente e aqueles expressos em determinadas situações de estresse. (AU)

Utilização de coculturas microbianas para a produção e descoberta de produtos naturais bioativos

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Roberto Gomes de Souza Berlinck
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:08/00331-9
Vigência: 01 de novembro de 2008 - 31 de janeiro de 2012
Resumo
A exploração de culturas microbianas para a produção de produtos naturais (metabólitos secundários) bioativos é de extremo interesse, em decorrência da possibilidade de crescer microrganismos para a produção destas substâncias. Todavia, muitas vezes algumas linhagens produzem substâncias em pequenas concentrações, insuficientes para o seu isolamento, identificação e avaliação de atividades biológicas. Além disso, é possível se induzir a produção de novas substâncias por uma determinada linhagem microbiana, pela adição de indutores químicos ou outros microrganismos no meio de cultura. Neste projeto, propõe-se a selecionar culturas de fungos marinhos (já isolados e purificados), produtores de extratos bioativos, para serem crescidos na presença de linhagens de bactérias marinhas, já isoladas e purificadas. Tal processo, conhecido como cocultura para a produção de metabólitos secundários, foi muito pouco explorado. Poucos exemplos da literatura ilustram a potencialidade desta metodologia para a produção de substâncias de interesse farmacológico. Serão selecionadas 50 linhagens de fungos marinhos e 5 linhagens de bactérias marinhas para serem submetidos a experimentos de crescimento em cocultura. Estes experimentos serão avaliados por LC-ELSD-PDA-MS para se avaliar mudanças no perfil químico do extrato obtido do meio de cultura, bem como em bioensaios de atividade antimicrobiana, citotóxica, imunossupressora, antituberculose e de inibição enzimática de parasitas tropicais. Os resultados permitirão escolher coculturas específicas fungo/bactéria para serem novamente crescidas em escala semipreparativa, objetivando a produção, isolamento, identificação e avaliação biológica de substâncias produzidas em meio de cocultura. (AU)

Isolamento de produtos naturais bioativos de invertebrados marinhos

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Roberto Gomes de Souza Berlinck
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:03/10805-4
Vigência: 01 de fevereiro de 2004 - 31 de janeiro de 2006
Resumo
Neste projeto, propomos o isolamento de produtos naturais bioativos de invertebrados marinhos. Pelo menos dois invertebrados marinhos deverão ser estudados, visando o isolamento de substâncias bioativas e estruturalmente interessantes (inéditas). Para isso, pretende-se avaliar os extratos brutos dos animais coletados em bioensaios, objetivando-se fornecer subsídios para a escolha das espécies a serem investigadas quimicamente. A escolha de extratos será também realizada por RMN de 1H, que ocorrerá paralelamente aos bioensaios. As substâncias químicas serão isoladas através de métodos cromatográficos e a determinação estrutural será realizada por métodos espectroscópicos. Modificações estruturais nas substâncias químicas isoladas poderão ser realizadas, se necessário, visando à correta determinação estrutural. Finalmente, as substâncias puras e identificadas serão avaliadas no bioensaio no qual o extrato bruto foi originalmente ativo. Os bioensaios a serem utilizados são de atividade anti-tuberculose, antimicrobiana contra linhagens resistentes de bactérias, antifumoral e de inibição da enzima adenosina fosforibosil transferase de Leishmania tarentolae. (AU)

Investigação do efeito de óleos essenciais sobre a atividade locomotora em ratos

Beneficiário:
Instituição: Pró-Reitoria Acadêmica. Universidade São Francisco (USF). Campus Bragança Paulista. Bragança Paulista, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Liana Lins Melo
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Experimental
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:06/00964-6
Vigência: 01 de junho de 2006 - 31 de dezembro de 2006
Assunto(s):AnsiedadeÓleos essenciaisProdutos naturais
Resumo
A Organização Mundial de Saúde recomenda que medicamentos da medicina popular sejam integrados nos programas de saúde, reconhecendo a importância das plantas medicinais para o tratamento de patologias. No Brasil, apesar de sua biodiversiade e do crescente uso pela população, poucas plantas medicinais foram avaliadas cientificamente quanto à sua segurança, potencial terapêutico e eficácia, existindo poucos estudos pré-clínicos, clínicos e toxicológicos. No presente estudo, investigaremos o efeito do óleo essencial de Rosa e de Laranja, utilizados popularmente como “calmantes/sedativos” e facilmente adquiridos pela população em farmácias que comercializam produtos naturais. Alguns relatos na literatura já indicam um efeito ansiolítico do óleo essencial de Rosa e de Laranja em ratos submetidos ao teste do labirinto em cruz elevado. Com o objetivo de aprofundarmos o conhecimento sobre esse assunto, os animais tratados com os óleos essenciais por via oral ou inalatória serão submetidos ao teste da barra giratória, campo aberto e tempo de sono induzido por barbitúrico para avaliarmos uma possível alteração motora induzida pelo tratamento ou efeito sedativo. (AU)

Busca de inibidores da Transtirretina (TTR) humana em extratos vegetais de Myroxylon peruiferum (Fabaceae)

Beneficiário:
Instituição: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Paulo Cézar Vieira
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:08/09696-0
Vigência: 01 de março de 2009 - 31 de dezembro de 2009
Assunto(s):Produtos naturais
Resumo
A deposição de fibras amilóides de transtirretina (TTR) está associada a doenças crônico-degenerativas, como ASS (Amiloidose Sistêmica Senil), PAF (Polineuropatia Amilóide Familiar) e CAF (Cardiomiopatia Amilóide Familiar). Pequenas moléculas vêm sendo testadas quanto à capacidade de ligação e estabilização do tetrâmero da TTR e conseqüente inibição da formação de fibras amilóides, representando potenciais estruturas base para o desenvolvimento de fármacos contra estas patologias. A presente proposta de pesquisa objetiva testar a potencialidade de ligantes propostos de inibirem a amiloidogênese. Para tanto, serão utilizados extratos vegetais da espécie Myroxylon peruiferum, da qual em estudos realizados pelo grupo de pesquisa de Produtos Naturais da UFSCar isolaram-se diversos isoflavonóides. Entre eles os fito-estrógenos genisteína e cabreuvina poderão ser utilizadas com potencial de ativação do ER e afinidade por TTR. Estes, em trabalhos anteriores apresentam-se como moléculas promissoras para a inibição de amiloidogênese, além de representarem possíveis arcabouços farmacofóricos para o desenvolvimento de compostos químicos com potencial farmacêutico. As metodologias empregadas serão as mesmas que vêm sendo utilizadas por grupos bastante conceituados nesta área, nos últimos anos. (AU)

Isolamento e seleção de fungos associados à Ascídia Didemnum sp. visando à produção de metabólitos secundários de interesse farmacológico

Beneficiário:
Instituição: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Mirna Helena Regali Seleghim
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacognosia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:08/02791-7
Vigência: 01 de novembro de 2008 - 31 de outubro de 2009
Assunto(s):Produtos naturaisMetabólitos secundários
Resumo
Embora os microrganismos terrestres sejam, há muito tempo, investigados, microrganismos marinhos foram pouco explorados e são atualmente considerados umas das mais promissoras fontes de produtos naturais bioativos. Além disso, estudos de microrganismos isolados de invertebrados, para a busca de compostos biologicamente ativos, são ainda mais escassos e os poucos trabalhos existentes têm mostrado resultados promissores. Considerando o potencial desses organismos e a atual necessidade de buscar novas drogas mais eficientes e com baixo custo contra doenças com grande impacto como o câncer e outras como as causadas por microrganismos resistentes, o presente projeto se propõe a isolar linhagens de microrganismos associados à ascídia Didemnum sp., utilizando diferentes meios de cultura, visando selecionar aquelas produtoras de metabólitos secundários de interesse farmacológico para estudos químicos. A seleção será feita pela análise química e das atividades biológicas (anti-microbiana, anti-tuberculose, citotóxica e de inibição da enzima adenosina fosforibosil transferase de Leishmania tarentolae) dos extratos produzidos a partir do cultivo em meio de cultivo líquido. (AU)

Instrumentos de avaliação crítica de ensaio clínico randomizado na revisão sistemática do uso de agentes biológicos na artrite reumatóide

Beneficiário:
Instituição: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Moacyr Roberto Cuce Nobre
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:10/07697-9
Vigência: 01 de julho de 2010 - 31 de dezembro de 2010
Resumo
Os instrumentos de avaliação crítica de ensaio clínico randomizado são elaborados com o objetivo de facilitar a interpretação dos ensaios por meio de lista de verificação ou de escalas para explicitar as características consideradas essenciais. Objetivo deste estudo é avaliar a qualidade metodológica dos artigos originais que apresentam suas conclusões baseadas em desfecho clínico, comparada com a qualidade dos que se baseiam em desfecho intermediário, entre os artigos recuperados pela revisão sistemática de ensaios clínicos randomizados sobre uso de agentes biológicos na artrite reumatóide. A metodologia consiste na elaboração de um protocolo com a definição dos objetivos, critérios de inclusão e exclusão. Em seguida, faz-se a busca dos artigos na base de dados e selecionam-se aqueles que preenchem os critérios de inclusão por meio de títulos e resumos. Após a recuperação dos artigos integrais para leitura, faz-se avaliação da qualidade metodológica e a observação dos desfechos utilizados. A partir da análise dos resultados obtidos, testa-se a hipótese afirmativa, de que os artigos melhores avaliados utilizam desfechos predominantemente clínicos em detrimento dos desfechos laboratoriais substitutos. A comparação dos resultados utilizará uma escala de relevância clínica de desfechos na artrite reumatóide já elaborada como parte dessa pesquisa. (AU)

Aplicação da espectrofotometria de fluorescência para identificação de inibidores naturais de proteases aspárticas e serínicas: uma ferramenta enzimática moderna para a busca de novos agentes terapêuticos

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Vanderlan da Silva Bolzani
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:08/04900-8
Vigência: 01 de junho de 2008 - 31 de maio de 2010
Assunto(s):Espectrometria de fluorescênciaProdutos naturais
Resumo
Atualmente, a busca de novas substâncias com potencial terapêutico tem obtido grandes avanços tendo como foco os alvos moleculares que participam de processos básicos do funcionamento celular. Desta forma, algumas enzimas, como a elastase e a protease HIV, relacionadas à organização e estruturação dos tecidos e ao desenvolvimento da AIDS, respectivamente, têm obtido grande destaque da comunidade científica como modelo molecular para a descoberta de novos ligantes. Por isso os ensaios biológicos constituem um importante instrumento de screening farmacológico proporcionando o estudo de novas substâncias em larga escala. Adicionalmente, as técnicas analíticas de alta precisão, como a espectrometria de fluorescência, de ultravioleta e de massas são importantes aliados na descoberta de novas substâncias com potencial terapêutico a partir de fontes naturais como organismos marinhos, fungos e plantas. O presente projeto de pesquisa tem como objetivo descobrir novos inibidores enzimáticos naturais isolados de plantas da flora brasileira no Núcleo de Bioensaios, Biossíntese e Ecofisioloigia de Produtos Naturais (Instituto de Química de Araraquara - UNESP) com atividade inibitória sobre as proteases aspárticas (pepsina) e serínicas (elastase). Para isso, será utilizado um ensaio de inibição enzimática associado à técnica de espectrometria de fluorescência do tipo FRET (fluorescence resonance energy transfer). (AU)

Reação de acoplamento cruzado e reações envolvendo arinos catalisadas por ferro ou manganês

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:João Valdir Comasseto
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:06/52347-0
Vigência: 01 de fevereiro de 2007 - 31 de janeiro de 2008
Resumo
Atualmente existe um grande apelo por processos catalisados por metais de transição, que satisfazem alguns dos princípios da química verde ou sustentável. Indiscutivelmente, complexos de níquel e paládio se destacam, tanto na preparação de substâncias químicas em laboratório, quanto em escala industrial. Porém, tais metais apresentam desvantagens, que estão relacionadas ao alto custo dos precursores de paládio, bem como a alta toxicidade dos reagentes de níquel. Desta maneira, propomos neste projeto o desenvolvimento de reações de acoplamento cruzado, bem como reações empregando arinos, catalisadas por sais de ferro ou manganês, inócuos e relativamente baratos, como alternativas ambientalmente corretas e economicamente viáveis, para a construção de sistemas insaturados, poliaromáticos, heterociclicos e biarílicos, com possível aplicação em agricultura e tecnologia, presentes em produtos naturais ou substâncias bioativas de importância para a medicina. Adicionalmente, na tentativa de demonstrar o potencial de algumas das reações propostas, visamos à síntese da siccaina, montiporina A e montiporina C, que são produtos naturais de origem marinha com atividades biológicas de interesse. (AU)

Estudo químico do fungo Guignardia citricarpa patogênico de Citrus

Beneficiário:
Instituição: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Maria Fátima das Graças Fernandes da Silva
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:09/16934-7
Vigência: 01 de janeiro de 2010 - 31 de dezembro de 2010
Assunto(s):CitrusGuignardia citricarpaProdutos naturais
Resumo
O desafio para os citricultores no controle da mancha preta dos citros, causada pelo fungo Guignardia citricarpa, tem aumentado cada vez mais com a exigência por produtos livres de resíduos químicos tóxicos. Esta informação estimula implantar os ensaios de avaliação da atividade antifúngica de metabólitos secundários frente à G. citricarpa junto ao laboratório de Produtos Naturais da UFSCar, o qual possui as condições e infra-estrutura para isto. Os mesmos poderão dar mais aplicabilidade aos constituintes de plantas isolados por vários alunos de PN e mesmo àqueles que realizam projetos em síntese orgânica, pois os ensaios estariam à disposição de todo o grupo de QO. Uma alternativa para se entender e consequentemente inibir o crescimento do fungo é realizar o estudo dos aspectos químicos envolvidos no processo de desenvolvimento do mesmo. Portanto o projeto tem como segundo objetivo isolar estás moléculas envolvidas no desenvolvimento de G. citricarpa e entender os aspectos químicos em todo o seu ciclo. O plano de trabalho proposto à aluna de IC inclui-se neste último objetivo. Ela fará o estudo químico de dois extratos de polaridade média oriundo do desenvolvimento do fungo. (AU)

Síntese de análogo da pironetina

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Ronaldo Aloise Pilli
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:06/06207-2
Vigência: 01 de janeiro de 2007 - 31 de dezembro de 2007
Assunto(s):Síntese orgânica
Resumo
O projeto insere-se em linha de pesquisa do laboratório que tem como objetivo sintetizar e testar atividade biológica (atividade citotóxica e inibição de fosfatases) de produtos naturais ou análogos. Os estudos a serem desenvolvidos neste projeto visam a sintese de análogo da pironetina, produto natural com atividade imunosupressora e contra células de câncer mas que possui elevada toxicidade. A proposta sintética para o análogo 6 da pironetina a ser desenvolvida no período da bolsa compreende a reação aldólica estereosseletiva entre a cetona de Paterson 10 e o aldeído 11, redução estereosseletiva da cetona 12, preparação do acetonídeo correspondente, desproteção do éter de p-metoxibenzila 14 e tosilação do alcool primário 15 para a obtenção do tosilato 16. As demais etapas para síntese do composto 6 deverão ser desenvolvidas futuramente (projeto de Mestrado) caso esses estudos iniciais demonstrem a viabilidade de preparação do tosilato 16. (AU)

Uso de corantes naturais no tingimento e estamparia de substratos têxteis

Beneficiário:
Instituição: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Maurício de Campos Araujo
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:11/03880-6
Vigência: 01 de agosto de 2011 - 30 de abril de 2013
Assunto(s):Moda
Resumo
Este projeto trata do uso de corantes naturais em produtos de moda de origem têxtil para atender ao apelo mais do que necessário da sustentabilidade. No Brasil, apesar das discussões sobre ecologia e sustentabilidade serem relativamente recentes, tem despertado, cada vez mais, o interesse de diversos tipos de pessoas, o que leva a crer que investir nestas causas não é algo utópico, sendo que todos os setores existentes podem contribuir, como é o caso da moda e, mais especificamente da indústria têxtil, com um produto que implique em um menor impacto ambiental na sua produção. Assim, se estará colaborando efetivamente para a continuidade da vida na Terra. (AU)

Desenvolvimento de filtros solares a partir de complexos metálicos de Zn2+ e/ou Ce3+ com produto natural para protetores solares

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Marian Rosaly Davolos
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:10/13493-7
Vigência: 01 de março de 2011 - 28 de fevereiro de 2013
Assunto(s):CérioQuercetinaZincoCompostos de coordenação
Resumo
O uso de protetores solares para a proteção da pele contra os raios UV emitidos pelo sol está se tornando imprescindível e o estudo tanto de filtros inorgânicos, orgânicos como das suspensões estáveis que constituem os protetores requerem pesquisa acadêmica. Este trabalho visa o desenvolvimento de novos tipos de filtros solares através da obtenção de complexos metálicos de Zn2+, Ce2+ e heterobimetálicos de Zn2+ e Ce2+ a fim de utilizá-los na formulação de protetores solares com melhor desempenho no fator de proteção solar (FPS), menor irritalibilidade. Dentre os diversos filtros orgânicos existentes podemos destacar os flavonóides, uma classe de compostos naturais que apresenta propriedades bactericidas, antioxidantes, antinflamatórias. Estes novos compostos, além de preencherem todos os requisitos para serem utilizados como filtros orgânicos solares, como por exemplo, absorção intensa na região UVA e UVB do espectro eletromagnético, apresentam o apelo do produto natural nas formulações de protetores solares. Desta forma o flavonóide quercetina (3,3',4',5,7 pentahidroxiflavona) será utlizado como ligante para obtenção dos complexos. As amostras obtidas serão caracterizadas por difratometria de raios X, análise térmica, espectroscopia de absorção na região do infravermelho, espectroscopia de absorção na região do UV-Vis, espectroscopia de fotoluminescência e análise elementar. Posteriormente os complexos serão combinados e utilizados como filtros em formulações de protetores e estas serão caracterizadas através de medidas reológicas e de espectroscopia de absorção na região do UV-Vis. (AU)

Estudos fitoquímicos biomonitorados de Duguetia lanceolata (Annonaceae) e Lithraea molleoides (Anacardeaceae) e desenvolvimento de processo de nanoencapsulação, associados ao controle de formigas cortadeiras

Beneficiário:
Instituição: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:João Batista Fernandes
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Processo:10/18303-1
Vigência: 01 de março de 2011 - 28 de fevereiro de 2015
Assunto(s):Produtos naturais
Resumo
A importância dos produtos naturais se faz presente em diversos aspectos, dentre eles destaca-se a busca de compostos químicos de origem natural ou derivados destes não tóxicos, ao homem e animais, que possam controlar biorracionalmente o comportamento das pragas como as formigas cortadeiras.Neste sentido, o presente projeto visa os estudos fitoquímicos de Duguetia lanceolata (Annonaceae) e Lithraea molleoides (Anacardeaceae), analisando o seu perfil químico, bem como realização de ensaios biológicos frente às formigas cortadeiras Atta sexdens rubropilosa, ao seu fungo simbionte Leucoagaricus gongylophorus e desenvolvimento de nanocápsulas a partir de polímeros biodegradáveis, para nanoencapsulação de substâncias ativas isoladas e também de cedrelona isolada de Trichilia catigua visando sua aplicação no controle do fungo simbionte das formigas cortadeiras.Este projeto propõe também a modificações estruturais no limonóide cedrelona, para obtenção de novos compostos a serem ensaiados nas formigas e fungo a fim de potencializar sua atividade. (AU)

Avaliação do metabolismo in vivo e in vitro e determinação dos parâmetros farmacocinéticos da budleína a e correlatos

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Norberto Peporine Lopes
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:10/07413-0
Vigência: 01 de setembro de 2010 - 28 de fevereiro de 2014
Assunto(s):Espectrometria de massasProdutos naturais
Resumo
A utilização de plantas medicinais no tratamento de enfermidades é comum há séculos e em geral baseada no empirismo. Nas últimas décadas grandes avanços têm sido alcançados nas ciências que estudam os produtos naturais em relação às suas propriedades farmacológicas e composição química, o que tem tornado o uso deste tipo de medicação bastante difundido através de todas as classes sociais. Entretanto, existe entre a população o mito de que em sendo natural não faz mal, o que contraria a máxima de que todo medicamento possui efeitos colaterais. Baseado neste contexto, o presente projeto tem por objetivo gerar subsídios para o desenvolvimento de medicamentos seguros e eficazes através do estudo aprofundado do metabolismo in vivo e in vitro da budleína A, uma lactonas sesquiterpênicas do tipo furanoheliangolido com comprovada ação citotóxica e antinflamatória. Esse conhecimento dos possíveis produtos do metabolismo de fase 1 possibilitará o mapeamento dos metabólitos gerados e poderá suportar futuros ensaios clínicos. O desenvolvimento do projeto será iniciado com a simulação do metabolismo oxidativo in vitro utilizando-se metaloporfirina e enzimas hepáticas, e posterior monitoramento dos produtos de reação através de espectrometria de massas (EM). Na segunda etapa serão realizados testes farmacocinéticos em ratos com determinação de parâmetros de absorção, distribuição e eliminação. Para a execução das análises por EM serão previamente desenvolvidos e validados métodos cromatográficos por CLAE-EM que se adaptem à composição da amostra. (AU)

Desenvolvimento de uma plataforma para o estudo do metabolismo in vivo e in vitro de produtos naturais, uma necessidade para o sistema de ensaios pré-clínicos

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Mônica Tallarico Pupo
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Processo:11/11599-5
Vigência: 01 de julho de 2011 - 31 de janeiro de 2012
Resumo
Para os estudos clínicos e de estabilidade, é necessária a caracterização química dos extratos vegetais e a obtenção de marcadores, sendo esta etapa de relevância para a execução destes estudos. Estes padrões, por sua vez, devem ser obtidos e certificados quanto à sua identidade e pureza e alguns podem servir de inspiração para os químicos sintéticos e medicinais. Uma parte dessas abordagens tem sido realizada dentro do programa BioProspecta, contudo, a falta de estudos de metabolismo, absorção e distribuição de ativos naturais ainda é um dos grandes gargalos na pesquisa do país e da implementação de algumas fases de estudos pré-clínicos. Dentro deste cenário, o objetivo desta proposta é o estabelecimento de uma plataforma de trabalho, englobando 4 grandes grupos, sendo a primeira colaborativa com os grupos componentes do Bioprospecta e de nossos pesquisadores na busca de novos produtos bioativos. A segunda estrutura visa o desenvolvimento de reações biomiméticas para obtenção de derivados estruturalmente semelhantes aos produzidos pelo sistema microssomal humano. O terceiro pilar visa os estudos de interpretação e aplicação das reações de decomposição em fase gasosa de micromoléculas ionizadas por ESI. Finalmente o quarto pilar busca aplicar todas essas informações em modelos in vivo utilizando um reduzido número de animais e permitindo uma interpretação do metabolismo de produtos naturais, essenciais nas fases iniciais dos estudos pré-clínicos. (AU)

Estudo fitoquímico e avaliação das atividades antimalárica, antimicrobiana e de inibição da enzima acetilcolinesterase de espécies nativas do Cerrado do Estado de São Paulo

Beneficiário:
Instituição: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Ana Helena Januário
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Processo:08/05197-9
Vigência: 01 de agosto de 2008 - 31 de julho de 2009
Assunto(s):CerradoMetabólitos secundáriosPlantas medicinaisQuímica de produtos naturais
Resumo
O programa de atividades do bolsista inclue: Preparação dos extratos brutos das espécies vegetais em estudo; Recuperação de sílica gel 60 para cromatografia em coluna; Preparação de placas para Cromatografia em Camada Delgada Comparativa e preparativa (CCDC e CCDP); Preparo de soluções, Preparação de reveladores para Cromatografia em Camada Delgada; Gerenciamento dos equipamentos do Laboratório de Produtos Naturais tais como: rotaevaporadores, banho de refrigeração e banho de ultrasom; Recebimento, estocagem e controle de reagentes e solventes; Treinamento na operação do Cromatógrafo Líquido de Alta Eficiência Shimadzu, Modelo Prominence LC-6AD com detector UV-visível SPA-20 A e Treinamento na operação do Espectrofotômetro DAD UV-visível HP modelo 8453 (AU)

Fotossensibilizadores naturais em terapia fotodinâmica: prospecção químico-farmacológica em espécies vegetais e desenvolvimento de procedimentos analíticos

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Marcos José Salvador
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacognosia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Processo:09/16940-7
Vigência: 01 de dezembro de 2009 - 30 de novembro de 2010
Assunto(s):Fitoquímica
Resumo
Neste projeto, propõe-se estudo para a prospecção químico-farmacológica de fotossensibilizadores naturais em espécies vegetais (principalmente, Amaranthaceae - tribo Gomphreneae e Myrtaceae - gêneros Campomanesia, Eugenia e Myrcia) para aplicação em terapia fotodinâmica (PDT) antimicrobiana e antitumoral. Para tanto, proceder-se-á adequação de metodologia de ensaios biológicos e de procedimentos para terapia fotodinâmica (PDT) antimicrobiana (frente a bactérias e fungos) e antiproliferativa (frente a linhagens de células tumorais), bem como o desenvolvimento de procedimentos analíticos, incluindo o estudo fitoquímico monitorado pela análise de absorção na região do visível de interesse em PDT e pelos bioensaios. O auxilio técnico dar-se-á no apoio ao preparo de material para os experimentos, manutenção das cepas microbianas e culturas de células, bem como na etapa fitoquímica e de irradiação das amostras com laser (Tabela 1). Assim, o bolsista terá um treinamento técnico multidisciplinar tanto na parte biológica, quanto na parte química. Terá a oportunidade de aprender a trabalhar em sistema asséptico, com sistemas celulares e métodos cromatográficos utilizados em estudos fitoquimicos. Com este treinamento o bolsista terá um treinamento que permitirá integrar conhecimento e aprender como proceder para realizar suas atividades com o rigor necessário. (AU)

Atividade anticâncer de extratos e frações ativas obtidos de Bidens sulphurea(Família: Asteraceae)

Beneficiário:
Instituição: Centro Pluridisciplinar de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas (CPQBA). Coordenadoria de Centros e Núcleos Disciplinares (COCEN). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Paulínia, SP, Brasil
Pesquisador responsável:João Ernesto de Carvalho
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:11/02470-9
Vigência: 01 de maio de 2011 - 31 de dezembro de 2013
Resumo
As doenças do sistema cardiovascular são as únicas que superam o câncer em mortalidade da população na maioria dos paises desenvolvidos. Por meio de produtos naturais, nas últimas décadas, a pesquisa de drogas anticâncer através da triagem de extratos e princípios ativos possibilitou a descoberta e o desenvolvimento de diversos quimioterápicos que hoje são utilizados no tratamento do câncer. Com o aprimoramento dos métodos de cultivo celular o National Cancer Institute (NCI-USA) desenvolveu metodologia de triagem in vitro utilizando células tumorais oriundas de tumores humanos. O CPQBA implantou essa metodologia que vem sendo utilizada para triagem de extratos e princípios ativos obtidos de produtos naturais. Este projeto tem como objetivo avaliar a atividade anticâncer de extratos obtidos de Bidens sulphurea. Após a coleta da espécie será obtido extrato bruto e frações desse extrato, utilizando hexano e diclorometano como solventes. Com esse extrato será realizado teste de atividade anticâncer em nove linhagens celulares obtidas de tumores humanos. Os extratos com o melhor perfil de atividade serão submetidos a um processo de fracionamento que será monitorado pelo teste de atividade. (AU)

Produtos naturais bioativos de cianobactérias marinhas

Beneficiário:
Instituição: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Marli de Fátima Fiore
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:10/18732-0
Vigência: 01 de junho de 2011 - 31 de agosto de 2014
Resumo
As cianobactérias são micro-organismos fotossintéticos oxigênicos pertencentes ao domínio Bacteria, apresentando distribuição cosmopolita na Terra. Estudos realizados no Laboratório de Ecologia Molecular de Cianobactérias (CENA/USP), com espécies originárias de diversas regiões terrestres e de água doce brasileiras, tem demonstrado a grande diversidade metabólica desses organismos para produção de cianopeptídeos sintetizados pela via não-ribossômica. A biossíntese cianobacteriana de peptídeos não-ribossômicos é catalisada por enzimas denominadas policetídeo sintase (PKS) e peptídeo sintetase não ribossômica (NRPS), sendo que muitas possuem sequências gênicas conhecidas. O objetivo geral desse estudo é a bioprospecção de produtos naturais bioativos de cianobactérias inéditas isoladas de ambientes marinhos da costa brasileira, ainda não exploradas, tendo como alvo a aplicação farmacêutica e biotecnológica. Para isso, propõe-se detectar e sequenciar genes envolvidos na biossíntese de NRPSs e PKSs, que indicarão as linhagens potencialmente capazes de produzir substâncias ativas. Em seguida, as linhagens com resultados positivos serão analisadas quanto à produção de metabólitos por meio da extração e purificação de cianopeptídeos. Esses cianopeptídeos serão identificados usando-se técnicas avançadas, tais como LC-MS, Q-TOF, MALDI-TOF e FTICR-MS. Cianopeptídeos ainda não descritos na literatura serão elucidados pela análise de dados espectroscópicos. Alguns genes envolvidos na síntese de cianotoxinas (mcyE, cyrJ e sxtI) também serão investigados. Desta forma, a contribuição pretendida com esse trabalho é gerar informações sobre moléculas bioativas produzidas por cianobactérias marinhas isoladas da costa do Estado de São Paulo e que apresentem potencial para aplicações biotecnológicas. (AU)

Uso sustentável da biodiversidade brasileira: avaliação químico farmacológica de plantas superiores: Indigofera suffruticosa (Fabaceae)

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Lourdes Campaner dos Santos
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:06/60139-9
Vigência: 01 de fevereiro de 2007 - 31 de dezembro de 2007
Assunto(s):CháFabaceaeFlavonoides
Resumo
Nosso grupo de pesquisa em Química de Produtos Naturais do IQ-Araraquara-Unesp, juntamente com o de Farmacologia de Produtos Naturais do IB-Unicamp e do IB-Botucatu-Unesp, vem desenvolvendo trabalhos em colaboração há cerca de três anos. Neste período já foram produzidos um considerável volume de trabalho, com significativos resultados na investigação de plantas com atividade antiúlceras gástricas, anti-oxidante, analgésica e anti-inflamatória. Estes resultados foram originados de uma estratégia de pesquisa que parte de informações etnobotânicas e/ou etnofarmacológicas, seguindo com a realização de ensaios farmacológicos preliminares com extratos ou chás. Dependendo dos resultados é realizada uma triagem fitoquímica em busca das classes de compostos presentes nos extratos ou chás, seguida do isolamento e identificação dos compostos, realizada por métodos fitoquímicos clássicos. A seguir as frações enriquecidas ou compostos isolados são enviadas para os ensaios farmacológicos, vinculados ao Projeto Temático-Programa BIOTA/FAPESP, "Uso Sustentável da Biodiversidade Brasileira: Prospecção Químico - Farmacológica em Plantas Superiores. Sendo assim, neste trabalho, pretendemos dar continuidade ao estudo químico-farmacológico integrado de chás de plantas, desta vez investigando Indigofera suffruticosa (Fabaceae), uma das espécies que compõe o Bioma Cerrado do Estado de São Paulo. (AU)
Página 12 de 1.429 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP