site da FAPESP
 

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Auxílios à Pesquisa
Bolsas
Programas voltados a Temas Específicos
Programas de Pesquisa direcionados à Aplicação
Programas de Infraestrutura de Pesquisa
Área do conhecimento
Situação
Ano de início
Página 11 de 257 resultado(s)
|

Análise da estrutura agrícola, fundiária e da gestão da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI) nas microbacias do córrego fundo e do Pinho -água do jacu e Mundo Novo quanto à agricultura familiar no município de Ourinhos/SP

Beneficiário:
Instituição: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ourinhos. Ourinhos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Maria Cristina Perusi
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:10/16265-5
Vigência: 01 de maio de 2011 - 30 de abril de 2012
Assunto(s):Agricultura familiar
Resumo
A configuração espacial da agricultura brasileira, desde a colonização, caracteriza-se pelo predomínio de propriedades essencialmente latifundiárias, predominantemente monocultoras e agroexportadoras. A essas características, soma-se o processo desigual de "modernização" da agricultura a partir da década de 1960, com apoio do Governo Federal, buscando atingir maiores níveis de produção. Por outro lado, destacam-se em números, pequenas propriedades, menores que 30 ha, com o predomínio da agricultura familiar, responsável pela produção dos principais gêneros alimentícios que chegam às mesas dos brasileiros. O município de Ourinhos, localizado a sudoeste do Estado de São Paulo, tem sua base econômica essencialmente fundamentada na agricultura. Destaca-se a participação da COORDENADORIA DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA INTEGRAL (CATI), como responsável por atender pequenos proprietários rurais, desenvolvendo programas e ações participativas como o plano de microbacias. Nessas condições, presume-se que as microbacias contempladas com projetos do referido órgão devam apresentar melhores produções e menores problemas ambientais como: erosão, assoreamento, perda de fertilidade do solo, etc. Sendo assim, o objetivo geral desse trabalho é definir quais são as características agrícolas e fundiárias do município no período de 1960 a 2006 e avaliar o papel da CATI nas pequenas propriedades. Para tanto, utilizar-se-á dados dos Censos Agropecuários e Produção Agrícola Municipal além dos Censos Demográficos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para comparação entre as microbacias; Córrego Fundo e Córrego do Pinho - Água do Jacu e Mundo Novo, trabalhar-se-á com questionário sócio-ambiental, respectivamente, em 35 e 62 pequenas propriedades rurais. (AU)

Síntese e caracterização de heteroestruturas a partir de vanadatos obtidos pelo método peróxido oxidante

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Elson Longo da Silva
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:10/20481-5
Vigência: 01 de abril de 2011 - 28 de fevereiro de 2013
Assunto(s):FotocatáliseVanadatos
Resumo
Atualmente, a alta produção agrícola deve-se em parte à utilização de produtos químicos potencialmente contaminantes de águas, como pesticidas, e por conseqüência, políticas de tratamento dos resíduos gerados neste setor vêm sendo intensificadas. Uma forma para o tratamento destes resíduos é o uso de processos oxidativos avançados, dentre os quais a geração de radicais livres pela fotoexcitação de semicondutores. Entre os semicondutores promissores para tal aplicação estão o pentóxido de vanádio (V2O5) e suas estruturas derivadas como o vanadato de bismuto (BiVO4), além de heteroestruturas destes compostos formadas com TiO2 (anatase ou rutilo). A vantagem destas estruturas é a sua fotoatividade em comprimentos de onda do espectro visível e ultravioleta próximo, o que facilita sua possível aplicação mediante fotoativação por radiação solar. Desta forma, este projeto visa a síntese de nanoestruturas de vanadatos e heteroestruturas formadas com TiO2 utilizando tratamentos hidrotermais, bem como a aplicação destas nanoestruturas na fotodegradação de pesticidas. Na síntese destas será utilizado o método de decomposição de peróxido, por tratar-se de uma rota considerada simples e sem a necessidade de utilização de aditivos orgânicos/inorgânicos que possam ser nocivos. A morfologia, as propriedades físicas e químicas e as propriedades estruturais das nanoestruturas serão avaliadas através das técnicas convencionais de difração de raios X, análise térmica, espectroscopia Raman, área superficial (método de BET), espectroscopia de Fotoluminescência e técnicas avançadas como microscopia eletrônica de transmissão de alta resolução (HRTEM) e espectroscopia de Absorção de Raios X (XAS). A atividade fotocatalítica será testada na presença de radiação ultravioleta e visível para a degradação dos pesticidas atrazina, imazaquin e metamidophos, em soluções puras ou em misturas, simulando efluentes reais. (AU)

Estudo da atividade herbicida e processos de sorção em solos de formulações de nanoesferas de PLGA contendo o herbicida atrazina

Beneficiário:
Instituição: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental de Sorocaba. Sorocaba, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Leonardo Fernandes Fraceto
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:11/00415-0
Vigência: 01 de abril de 2011 - 31 de março de 2012
Assunto(s):Atrazina
Resumo
Os sistemas de produção agrícola empregam grandes quantidades de agrotóxicos, visando aumentar a quantidade e a qualidade dos produtos agrícolas. O Brasil tornou-se um dos maiores consumidores desses defensivos no mundo e, embora possuam uma função importante na produtividade agrícola, os agroquímicos estão presentes em quantidades alarmantes em corpos hídricos superficiais e subterrâneos, podendo apresentar atividade carcinogênica, mutagênica e teratogênica e/ou efeitos ao sistema endócrino de organismos não-alvos, incluindo o ser humano. Nesse sentido, estudos que priorizam o desenvolvimento de sistemas de liberação controlada para aplicação de agrotóxicos são importantes, pois esses sistemas têm capacidade de aumentar a eficiência e redução de custos na aplicação do agrotóxico assim como minimizar os impactos ambientais causados. Dentre as novas tecnologias em estudo, o desenvolvimento de nanopartículas produzidas com matrizes de polímeros biodegradáveis e biocompatíveis aparece como potencial alternativa para o agronegócio, uma vez que estes sistemas visam a liberação modificada do agroquímico, além de outras vantagens. Os objetivos do presente projeto são avaliar a atividade herbicida da atrazina associada às nanoesferas com matriz composta pelo copolímero biodegradável poli(lactídeo-co-glicolídeo) (PLGA) no controle de plantas daninhas e comparar com o comportamento da atrazina apenas, correlacionando as características coloidais das nanoesferas com a atividade deste herbicida a fim de verificar possíveis vantagens deste sistema carreador. Além disso, pretende-se caracterizar e estudar o mecanismo de mobilidade e disponibilidade do herbicida atrazina e este associado às nanoesferas de PLGA no solo. A importância deste projeto reside na dimensão que o mercado de herbicidas representa na economia Brasileira e no mundo. O mercado brasileiro é um dos maiores do mundo, representando 16% do mercado mundial com mais de 100 empresas aptas a registrar produtos na área de agroquímicos. Desta forma, a área de agroquímicos apresenta um grande campo de pesquisas e desenvolvimento de novas tecnologias que possam ser menos impactantes ao ambiente e por consequência, à sociedade. (AU)

Uso de vegetação intercalar para obtenção de cobertura morta na cultura do abacateiro visando minimizar os danos causados por Phytophthora cinnamomi

Beneficiário:
Instituição: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Simone Rodrigues da Silva
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:10/20366-1
Vigência: 01 de março de 2011 - 31 de maio de 2013
Assunto(s):Produção agrícolaAbacatePodridão (doença de planta)Phytophthora
Resumo
No Brasil, o cultivo do abacateiro ocorre nas regiões Sudeste, Nordeste e Sul, sendo São Paulo o principal produtor, seguido de Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Ceará. A produção é destinada majoritariamente ao mercado interno de consumo de fruta fresca. No entanto, o cultivo das variedades de exportação 'Hass' e 'Fuerte' tem se expandido significativamente no Estado de São Paulo, permitindo crescimento expressivo do volume das exportações brasileiras de abacate, gerando divisas, emprego e renda. Apesar das excelentes condições edafoclimáticas e perspectivas para a produção de abacates no Brasil, a cultura encontra limitações relacionadas, principalmente, a elevada suscetibilidade à podridão radicular do abacateiro, causada por Phytophthora cinnamomi. Entre as estratégias que minimizam os danos causados pela doença está a aplicação de cobertura morta, pois ela aumenta a densidade do sistema radicular nas camadas superficiais do solo e a população de microrganismos antagônicos ao agente causal da doença. O objetivo deste projeto é avaliar distintos manejos da vegetação intercalar presente em um pomar adulto de abacateiro visando a obtenção de coberturas naturais para o solo que permitam minimizar a incidência de P. cinnamomi, promovendo melhorias no estado sanitário e nutricional das plantas, com efeitos positivos sobre a produção e o tamanho dos frutos. O experimento será instalado em área de produção comercial de abacate, variedade 'Hass', localizada no município de Limeira, Estado de São Paulo sendo a vegetação natural predominante na entrelinha Brachiaria ruziziensis e Brachiaria decumbens. O delineamento estatístico será o blocos aleatorizados, com 5 tratamentos e 4 repetições. As parcelas serão compostas de 5 plantas, sendo consideradas úteis, as três plantas centrais. Serão avaliados os seguintes tratamentos: 1. Ausência de vegetação na entrelinha e sem aplicação de cobertura morta sob a copa das plantas; 2. Ausência de vegetação na entrelinha e aplicação de cobertura morta duas vezes por ano sob a copa das plantas; 3. Duas deposições de cobertura morta, sob a copa das plantas, obtida pelo manejo da vegetação intercalar manejada com roçadeira enleiradora lateral; 4. Quatro deposições de cobertura morta, sob a copa das plantas, obtida pelo manejo da vegetação intercalar manejada com roçadeira enleiradora lateral e 5. Manutenção da vegetação espontânea na entrelinha com roçadeira convencional, sem deposição de cobertura morta sob a copa das plantas. As plantas serão avaliadas quanto ao estado nutricional, desenvolvimento vegetativo e radicular, produção de frutos e condição geral das plantas à Phytophthora cinnamomi. Também será avaliada a biomassa da vegetação intercalar, cobertura morta obtida pelo manejo mecânico com roçadora enleiradora lateral e as características químicas e biológicas do solo. Os dados serão submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. Os resultados gerados neste projeto aportarão informações técnicas importantes para o manejo da cultura do abacateiro nas condições do Estado de São Paulo. (AU)

Capitalismo cognitivo e a dinâmica da pequena produção agrícola "alternativa" no contexto "local" de Araraquara - o caso do SAI Sistema Agroindustrial Integrado do Sebrae/SP

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Ciências e Letras (FCL). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Ricardo Luiz Sapia de Campos
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Sociologia Rural
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Processo:10/50857-7
Vigência: 01 de março de 2011 - 28 de fevereiro de 2015
Assunto(s):Economia agrícolaDesenvolvimento agrícolaDesenvolvimento ruralProdução agrícolaComércio agrícola
Resumo
O objetivo geral do projeto visa "transformar" e dar continuidade nos trabalhos de pesquisa iniciados no pós-doutorado desenvolvido com a FAPESP. Para tanto, ampliamos o foco de discussão, mapeando e discutindo os conteúdos e a aplicação do SAI - Sistema Agroindustrial Integrado. Transformado num projeto maior de pesquisa, e, envolvendo equipe de pesquisadores de diferentes níveis e universidades, buscaremos trabalhar na pesquisa o foco das pequenas empresas e propriedades agrícolas chamadas "alternativas", existentes e em funcionamento na região de Araraquara. O recorte de estudo se refere ao "Módulo Araraquara", e, portanto, aos dezenove municípios estabelecidos pelo SEBRAE que compõe este módulo. Faremos um levantamento completo das empresas existentes nesta região, envolvendo um grupo de pesquisadores atuantes no interior do grupo de estudo a ser criado, e em ações que vão para além deste. O trabalho terá como base a orientação teórica e o apoio na literatura específica a ser definida, porém, sempre em atenção aos dados produzidos, as informações levantadas, a inserção no "campo", e principalmente ao resultado estatístico extraído dos questionários que serão produzidos e aplicados. Institucionalmente nosso trabalho visa à criação de nova linha de pesquisa, em instituição com tradição consolidada de pesquisa, conforme previsão da FAPESP. Sendo assim trabalharemos a sociologia rural com enfoque na agricultura por um viés novo de estudo, enfocando os problemas e demandas sociais tratados e discutidos a partir de novas temáticas e conceitos construídos e validados cientificamente. Soma-se para o desenvolvimento deste trabalho a criação de grupo de estudo que coordenaremos e que será vital para o desenvolvimento da pesquisa. (AU)

Capitalismo cognitivo e a dinâmica da pequena produção agrícola "alternativa" no contexto "local" de Araraquara - o caso do SAI - Sistema Agroindustrial Integrado do SEBRAE/SP

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Ciências e Letras (FCL). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Ricardo Luiz Sapia de Campos
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Sociologia Rural
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Apoio a Jovens Pesquisadores
Processo:11/05903-3
Vigência: 01 de março de 2011 - 28 de fevereiro de 2014
Resumo
Trata-se de pesquisa que buscará mapear, debater e entender as consideradas "novas" e alternativas formas produtivas no meio rural e agrícola da chamada região de Araraqua. Tais formas ou núcleos de produção são considerados a partir do forte ou marcante potencial de cognição (saber e conhecimento) como elemento central do sistema produtivo (capitalismo). O foco empírico do estudo tem como referência as políticas do SAI - Sistema Agroindustrial Integrado do SEBRAE, como órgão privilegiado em que verificamos tais ocorrências. A pesquisa envolve trabalho de campo, grupo de estudos, elaboração de resultados e outras atividades individuais e coletivas devidamente discriminadas. (AU)

Potencial de utilização de subprodutos agroindustriais na alimentação: estudo da disponibilidade de nutrientes

Beneficiário:
Instituição: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Elisabete Aparecida de Nadai Fernandes
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:10/14566-8
Vigência: 01 de março de 2011 - 30 de junho de 2013
Resumo
O Brasil é um dos maiores exportadores de produtos agrícolas do mundo, produzindo anualmente 140 milhões de toneladas de alimentos. Ao mesmo tempo, tem milhões de excluídos, sem acesso ao alimento em quantidade e/ou qualidade. Além disso, está entre os dez países que mais desperdiçam alimentos, com cerca de 35% da produção agrícola indo para o lixo. O processamento agroindustrial de alimentos é uma das atividades que mais geram resíduos, com aproximadamente 50% de matéria-prima sendo descartada. A falta de informações sobre a qualidade nutricional desses subprodutos agroindustriais não possibilita seu potencial aproveitamento na fabricação de produtos alimentícios. No entanto, a disponibilidade dos nutrientes pode ser afetada por compostos naturalmente presentes nos subprodutos, chamados fatores antinutricionais, dos quais destacam-se os ácidos fítico e oxálico e os taninos. Neste contexto, objetiva-se proceder à caracterização química de subprodutos resultantes do processamento industrial de frutas e vegetais e do beneficiamento de cereais, determinando-se as composições mineral e centesimal, os fatores antinutricionais e a disponibilidade dos nutrientes. Para tanto, serão empregados análise por ativação neutrônica instrumental, métodos preconizados pela AOAC e disponibilidade "in vitro". Pretende-se, com este estudo abrangente dos principais subprodutos agroindustriais gerados no Brasil, promover embasamento científico para permitir seu potencial aproveitamento na fabricação de produtos alimentícios. (AU)

Monitoramento do estado nutricional e da solução do solo em plantas cítricas fertirrigadas

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Roberto Lyra Villas Boas
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:10/17006-3
Vigência: 01 de janeiro de 2011 - 31 de dezembro de 2012
Assunto(s):Nutrição vegetalFertirrigaçãoIrrigação por gotejamentoCitricultura
Resumo
O estado de São Paulo é responsável por cerca de 85% da produção nacional de citros e o emprego da irrigação nos pomares vem aumentando expressivamente nos últimos anos em virtude dos resultados promissores como elevação da produtividade, melhoria da qualidade dos frutos e a possibilidade de produção fora de época. A aplicação de fertilizantes é um fator de extrema importância em qualquer produção agrícola, inclusive na citricultura. Uma aplicação mal feita pode causar prejuízos ao produtor, devido à porcentagem que este insumo representa no custo de produção e, em algumas situações extremas, pode promover diminuição da produtividade. O parcelamento da adubação, através da fertirrigação localizada, nos diferentes estádios de desenvolvimento, pode se tornar uma das melhores formas de promover um adequado aproveitamento dos nutrientes pela planta, aumentando assim a eficiência da adubação. Porém, para que esse parcelamento seja eficiente, é necessário o desenvolvimento de curvas de absorção de nutrientes, o que é muito difícil numa cultura como o citros. Por esse motivo, o projeto visa estudar técnicas como a análise da seiva, determinação indireta da clorofila e análise da solução do solo, para monitorar o estado nutricional das plantas cítricas e da solução do solo e proporcionar um melhor parcelamento da fertirrigação, de acordo com a necessidade nutricional da planta, aumentado assim a eficiência de uso dos nutrientes. O projeto está no seu terceiro ano de implantação, na fazenda Emu, pertencente à empresa Citrovita, na cidade de Reginópolis. No local encontra-se instalado sistema de irrigação por gotejamento em laranjeiras da variedade copa Hamlin e Valência, ambas sobre porta-enxerto citrumelo 'Swingle' e os tratamentos foram definidos por cinco diferentes doses de N, P2O5 e K2O nas formas de nitrato de amônio (33% de N), ácido fosfórico comercial (70% de P2O5) e cloreto de potássio branco (60% K2O). Este trabalho visa dar continuidade ao projeto FAPESP 07/55899-7 que avaliou este monitoramento por 2 anos. (AU)

Impact of international agricultural markets' liberalization on the Brazilian Amazon Forest

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Ricardo Abramovay
Pesquisador responsável no exterior: Karen Rosal Polenske
Instituição no exterior: Massachusetts Institute of Technology (MIT). (Estados Unidos)
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Economia - Economias Agrária e dos Recursos Naturais
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:10/52038-3
Vigência: 01 de janeiro de 2011 - 31 de agosto de 2012
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: MIT
Assunto(s):DesmatamentoImpactos ambientaisProdução agrícolaAmazônia Brasileira
Resumo
The Amazon deforestation issue is a question that concerns all the world as it has important consequences in terms of its environmental impacts and global warming. However, currently the question of possible environmental impacts of international agricultural markets' liberalization on Amazon deforestation is not definitively answered. These issues are crucial not only for the world, but specifically for Brazil, where the agricultural sector is of utmost importance. In this context, the general objective of this proposal is to analyze if, and how, the opening of currently protected agricultural markets, through trade liberalization, could lead to an increase in agricultural production in Brazil and possible economic and environmental impacts with respect to a resulting increase in deforestation. The methodology is based on: (i) an empirical analysis of the impact of the partial opening of some international markets or, more generally speaking, of the increasing insertion of some agricultural chains in international trade; (ii) the building of an Applied Interregional General Equilibrium Model and of its database, including a detailed representation of the agricultural sector; (iii) the formulation of future policy scenarios and the analysis of their impacts on the Brazilian economy, agricultural production, and Amazon deforestation. (AU)

Agricultura, pastagens e mata nativa: cálculo e simulação dos valores monetários dos fluxos hidrológicos e do carbono na bacia do taquarizinho utilizando a metodologia emergética

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Enrique Ortega Rodriguez
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:10/51714-5
Vigência: 01 de janeiro de 2011 - 31 de agosto de 2012
Assunto(s):Ciclo do carbonoCiclo hidrológico
Resumo
Os sistemas de produção agrícola apresentam extensas áreas inseridas em bacias hidrográficas as quais, por sua vez, têm sua sustentabilidade afetada pela interferência de tais sistemas em seus ciclos biogeoquímicos. Apesar da importância do suprimento de alimentos e energia para a sociedade, outros bens e serviços são também fundamentais para o seu bem-estar. É o caso da água, que é um fator de produção para a indústria e agricultura, e também essencial para a manutenção dos domicílios e o comércio em áreas urbanas. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa pretende estudar de que maneira sistemas produtores de energia e alimentos afetam aqueles produtores de água na Bacia do Alto Paraguai (BAP). Este estudo pretende construir um modelo determinístico para simular e realizar a valoração dos fluxos hidrológicos em áreas ocupadas por cana-de-açúcar, pastagens e mata nativa. O foco da pesquisa será comparar, ao longo do tempo, o valor monetário dos fluxos gerados por diferentes tipos de uso da terra (US$.ha-1.ano-1) para diferentes cenários de ocupação de uma microbacia inserida na BAP. A metodologia empregada utilizará o conceito de emergia para a valoração de serviços ambientais (e de áreas agrícolas), a qual atribui valor aos mesmos em equivalentes de dólar baseando-se na relação entre a energia dos inputs e o fluxo de massa de água cada um dos outputs gerados pelo mesmo sistema. Além disto, pretende-se vincular o modelo hidrológico com os principais processos de seqüestro e emissão de C02 e CH4, a fim de entender como alguns processos do ciclo do carbono são afetados pela precipitação e quais os valores monetários relacionados a tais fluxos biogeoquímicos. Os resultados obtidos darão suporte aos mecanismos de compensação à proteção de sistemas produtores de água em microbacias hidrográficas. (AU)
Página 11 de 257 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP