site da FAPESP
 

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Auxílios à Pesquisa
Área do conhecimento
279 resultado(s)
|

Percepção da fala num contexto interlinguístico e em diferentes estilos de elocução

Beneficiário:Plinio Almeida Barbosa
Instituição: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Plinio Almeida Barbosa
Pesquisador visitante: Anders Eriksson
Instituição do pesquisador visitante: University of Gothenburg (Suécia)
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Processo:13/21975-0
Vigência: 06 de março de 2014 - 17 de abril de 2014
Assunto(s):Fonética acústicaFonética auditivaPercepção da fala
Resumo
A estada do Prof. Anders Eriksson por seis semanas tem por fim a colaboração no estudo da robustez dos correlatos acústicos do acento lexical na fala espontânea em sua comparação com a fala lida, bem como na elaboração e aplicação de protocolos para estudo da percepção do acento lexical e sua correlação com a produção da fala. Outrossim sua estada tem o fim de incentivar o estudo experimental da percepção da fala por meio da realização de um programa de estudo na forma de tutorais e a realziação de um WorkShop em São Paulo. (AU)

Apraxias de fala e orofacial na Doença de Alzheimer

Beneficiário:Thaís Soares Cianciarullo Minett
Instituição: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Thaís Soares Cianciarullo Minett
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Processo:13/12557-0
Vigência: 01 de agosto de 2013 - 31 de janeiro de 2014
Assunto(s):ApraxiasDoença de Alzheimer
Resumo
A doença de Alzheimer (DA) afeta a memória e outra função cognitiva, como orientação, linguagem, praxia, atenção, percepção visual ou função executiva. Muitos estudos sobre a comunicação oral na DA abordam a afasia, no entanto, as apraxias orofacial e de fala também estão presentes nestes pacientes. O objetivo do estudo foi investigar a presença das apraxias de fala e orofacial em pacientes com DA com a hipótese de que a gravidade da apraxia se correlaciona com a gravidade da demência. Noventa idosos em diferentes estágios da DA (leve, moderado e grave) foram avaliados com: Clinical Dementia Rating, Mini Exame do Estado Mental, Índice Lawton, avaliação específica das praxias e subteste de agilidade oral do Boston. A média de idade foi de 80.2±7.2 e 73% eram homens. Pacientes com DA tiveram escores significamente piores que controles normais para praxia de fala (diferença entre as médias = -2.9, 95% intervalo de confiança (IC)= -3.3 a -2.4) e praxia orofacial (diferença entre as médias = -4.9, 95% IC= -5.4 a -4.3). Apraxia orofacial (X²(2)= 38.9, p<0.001) e apraxia de fala (X²(2)= 19.4, p<0.001) aumentaram com a progressão da doença. Concluiu-se que apraxias de fala e orofacial foram evidentes em pacientes com DA e pioraram com a progressão da doença. (AU)

Neuroanatomical and neuropharmacological approaches to postictal antinociception-related prosencephalic neurons: the role of muscarinic and nicotinic cholinergic receptors

Beneficiário:Norberto Cysne Coimbra
Instituição: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Norberto Cysne Coimbra
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Processo:13/09710-0
Vigência: 01 de junho de 2013 - 30 de novembro de 2013
Assunto(s):Neuroanatomia
Resumo
Muitos estudos têm sugerido o envolvimento do hipocampo na elaboração da epilepsia. Há evidências que sugerem que o hipocampo desempenha um importante papel nos componentes afetivo e motivacional da percepção nociceptiva. Entretanto, a exata natureza desse envolvimento permanece obscura. Dessa forma, o objetivo deste estudo foi determinar o papel de receptores colinérgicos muscarínicos e nicotínicos do hipocampo dorsal (Hd) na organização da antinocicepção pós-ictal. No estudo neuroanatômico, conexões aferentes foram encontradas partindo do córtex somatossensorial, da área septal medial, da banda diagonal de Broca e do giro denteado ao Hd. Tem sido sugerido que todas essas áreas modulam a atividade convulsiva. Aferências ao Hd foram também identificadas partindo do núcleo mediano da rafe, do núcleo dorsal da rafe e do "locus coeruleus". Tais núcleos fazem parte do sistema endógeno de modulação da dor e podem estar envolvidos tanto na pró-nocicepção pós-ictal quando na antinocicepção comumente relatadas por pacientes epilépticos. O pré-tratametno do Hd com cloreto de cobalto (1.0 mmol/L CoCl2/0.2 muL), que inibe transitoriamente sinapses locais, diminuiu a expressão da analgesia pós-ictal 10 min após as convulsões. O pré-tratamento do Hd, seja com atropina ou com mecamilamina (1.0 mug/0.2 muL), atenuou a antinocicepção póas-ictal 30 min após as convulsões, ao passo que a dose mais alta (5 mug/0,2muL)diminuiu a analgesia pós-ictal imediatamente após as crises convulsivas. Esses dados sugerem que o Hd exerce um papel crítico na organização da antinocicepção pós-ictal e que mecanismos mediados por receptores colinérgicos muscarínicos e nicotínicos estão envolvidos na elaboração de processos antinociceptivos induzidos por convulsões tônico-clônicas generalizadas (AU)

Dor lombar crônica: intensidade de dor, incapacidade e qualidade de vida

Beneficiário:Priscilla Hortense
Instituição: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Priscilla Hortense
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Médico-cirúrgica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Processo:13/02591-6
Vigência: 01 de abril de 2013 - 30 de setembro de 2013
Assunto(s):Dor crônicaDor lombarMedição da dorAvaliação em enfermagem
Resumo
Objetivo: Avaliar a percepção da dor, a incapacidade e qualidade de vida em indivíduos com dor lombar crônica. Métodos: Estudo transversal. Utilizou-se uma escala numérica de 11 pontos para mensurar a intensidade de dor, o questionário de Roland-Morris para incapacidade e WHOQOL-Bref para mensurar a qualidade de vida. Realizou-se análise exploratória, coeficiente de correlação de Spearman e ajustados modelos de regressão linear. Resultados: Amostra de 97 participantes, sendo que a média da incapacidade foi 14,4; da intensidade de dor no momento da entrevista, 5,4; e da qualidade de vida 48,1 pontos. O domínio físico da qualidade de vida foi o mais prejudicado, com 44,1 pontos. Conclusão: A dor percebida foi considerada de alta intensidade, o nível de incapacidade encontrado foi considerado grave e o domínio físico da qualidade de vida o mais prejudicado e fortemente associado ao nível de incapacidade. (AU)

Efeitos da frequência portadora da corrente interferencial na modulação da dor e hipersensibilidade central em pacientes com dor lombar crônica não-específica: ensaio controlado aleatorizado

Beneficiário:Richard Eloin Liebano
Instituição: Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão. Universidade Cidade de São Paulo (UNICID). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Richard Eloin Liebano
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:12/13910-2
Vigência: 01 de outubro de 2012 - 30 de setembro de 2013
Assunto(s):Dor lombarModalidades de fisioterapia
Resumo
Introdução: A dor lombar é um importante problema de saúde pública, podendo interferir na qualidade de vida e nas atividades de vida diária, sendo responsável por altos índices de faltas e licenças no trabalho, além de altos custos socioeconômicos. O tratamento da dor lombar crônica visa diminuir a dor e reduzir a incapacidade. O uso de agentes eletrofísicos para alívio da dor pode tornar esses pacientes aptos a participar de programas de tratamento. Dentre os recursos eletroterapêuticos, a corrente interferencial vem sendo investigada para o tratamento da dor lombar. Objetivos: Primário: Verificar o efeito da frequência portadora da corrente interferencial no alívio da dor lombar crônica não-específica. Secundários: avaliar o limiar de dor por pressão, o desconforto produzido pela corrente, a incapacidade, o consumo de analgésicos, a percepção do efeito global do tratamento e a influência do tratamento nos mecanismos centrais da dor. Justificativa: Avaliar o efeito isolado da corrente interferencial, bem como sua atuação nos mecanismos da dor. Métodos: Serão recrutados 150 pacientes com dor lombar crônica não-específica e divididos aleatoriamente em 3 grupos: Grupo 1 MHz, Grupo 4 MHz e Grupo Placebo. A corrente interferencial será aplicada por 2 semanas, 5 dias por semana por 30 minutos. Serão realizadas avaliações da intensidade da dor, do limiar de dor por pressão, o desconforto da corrente, a percepção do efeito global, a modulação central e a somação temporal da dor. Será realizado follow-up das medidas após 3 meses. Devido à natureza da intervenção, somente o terapeuta responsável saberá em qual dos grupos de tratamento o sujeito será alocado, caracterizando estudo unicego. (AU)

Avaliação da qualidade de vida relacionada à saúde bucal de crianças com paralisia cerebral - relato dos cuidadores

Beneficiário:Ana Lídia Ciamponi
Instituição: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Ana Lídia Ciamponi
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Processo:12/10548-0
Vigência: 01 de setembro de 2012 - 28 de fevereiro de 2013
Assunto(s):Qualidade de vidaParalisia cerebral
Resumo
SumárioA gravidade da deficiência física e mental e problemas orais, bem como fatores sócio-econômicos podem ter um impacto na qualidade de vida de crianças com paralisia cerebral (PC). O objetivo desta pesquisa foi avaliar o impacto das deficiências e as condições de saúde bucal, ajustados pelos fatores socioeconômicos, sobre a qualidade de vida relacionada com a saúde bucal de crianças com PC usando seus pais como proxies.MétodosSessenta crianças, entre 6-14 anos de idade foram selecionados. Seus pais responderam OHRQoL infantil do instrumento que combina o Questionário de percepção dos Pais de Cuidadores (P-CPQ) e Escala de Impacto da Família (FIS). A gravidade da cárie dentária, o tipo de CP, a capacidade de comunicação, a função motora grossa, a presença deconvulsões e condições socioeconômicas foram avaliadas.ResultadosConsiderando o escore total do instrumento OHRQoL, apenas a redução na capacidade de comunicação e gravidade da cárie dentária tiveram impacto negativo sobre o OHRQoL (p <0,05). Considerando-se cada domínio do instrumento, a gravidade do tipo de CP e a sua redução de capacidade de comunicação mostraram um impacto negativo sobre os sintomas bucais e domínios funcionais (p <0,05). Convulsões tiveram impacto negativo no domínio sintomas bucais (p = 0,006). O modelo multivariado ajustado mostrou que a gravidade da cárie dentária, capacidade de comunicação e baixa renda familiar foram associados negativamente ao impacto sobre OHRQoL (p = 0,001).ConclusõesA gravidade da cárie dentária, a capacidade de comunicação e renda familiar são condições fortemente associadas com um impacto negativo sobre OHRQoL de crianças com PC. (AU)

O design universal no e-learning

Beneficiário:José Dutra de Oliveira Neto
Instituição: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:José Dutra de Oliveira Neto
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Administração - Administração de Setores Específicos
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:12/11007-3
Vigência: 01 de setembro de 2012 - 31 de agosto de 2013
Assunto(s):Educação a distância
Resumo
O presente trabalho tem a pretensão de tornar efetivas ações inclusivas no Ensino Superior oferecido na modalidade a Distância no Brasil. Propõem a incorporação de três princípios do Design Universal para a aprendizagem (Utilização de múltiplos meios de representação do conteúdo; Utilização de diversos meios de ação e expressão; Oferecimento de diversas formas de engajamento) na elaboração e no processo de editoração do Material Didático e testa sua aplicabilidade e efetividade. O processo de implementação das estratégias é realizado por uma equipe multidisciplinar, sendo: 1ª Estratégia - (antes: texto para leitura) agregar locução com vozes masculina e feminina que permite ao usuário a possibilidade de optar pela leitura ou audição do conteúdo (também permite acesso pelo celular); 2ª Estratégia - (antes: videoaula comum: imagens e sons) disponibilização de videoaulas com legendas ambientadas (possibilitam a leitura dos sons por ouvintes que preferem ler e por pessoas com surdez); 3ª Estratégia - (antes: videoaula com apresentação em tempo constante) implementação de um software livre que permite o controle da velocidade de apresentação da videoaula (possibilita escolher o tempo que melhor se adapta à capacidade pessoal de percepção); 4ª Estratégia - (antes: participação escrita no Fórum) incorporação de um aplicativo que permite, à escolha do discente, interações diversificadas no Fórum, com as possibilidades de participações nas formas escrita, falada ou gravada com imagem e som. Salienta-se que as estratégias implementadas foram escolhidas de acordo com seu potencial inclusivo (para atender as diferentes preferências e especificidades do maior número possível de pessoas). Com a metodologia escolhida busca-se averiguar e mensurar o quanto as estratégias implementadas foram capazes de fomentar a motivação e a auto-eficácia para a aprendizagem. Os instrumentos utilizados são a Escala de Motivação Acadêmica (VALERAND et al., 1992; 1993) e a Escala de Auto-eficácia Acadêmica Percebida (DE SÁ, 2002; 2006) e a amostra é selecionada de acordo com os pressupostos do tipo probabilístico estratificado. Trata-se de uma proposta que busca alterar o paradigma de produção de materiais didáticos (um dos pilares utilizados para mediação do processo ensino-aprendizagem na EAD): diferente de fazer com que os alunos se adaptem aos recursos oferece opções e permitem que o recurso seja adaptado para as necessidades e/ou preferência dos discentes, proporcionando que se sintam motivados e auto-eficazes para aprender. Mais que permitir a participação o objetivo é possibilitar o sucesso de todos! (AU)

Metodologia e dados de pesquisa sobre efeitos da exposição ocupacional ao mercúrio e a solventes orgânicos

Beneficiário:Dora Selma Fix Ventura
Instituição: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Dora Selma Fix Ventura
Pesquisador visitante: Fabriziomaria Gobba
Instituição do pesquisador visitante: Università Degli Studi di Modena e Reggio Emilia (UNIMORE) (Itália)
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Experimental
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Processo:11/23932-0
Vigência: 20 de agosto de 2012 - 07 de setembro de 2012
Assunto(s):NeuropsicologiaExposição ocupacionalMercúrio (elemento químico)Visão
Resumo
Fabriziomaria Gobba é Professor do Departamento de Saúde Pública da Universidade de Módena e Reggio Emilia na Itália e coordenador do curso de pós-graduação em Medicina Ocupacional da mesma Universidade. O Professor Gobba possui vasta experiência na área de doenças ocupacionais e prejuízos na visão de cores. O seu grupo dedica-se ao estudo dos efeitos da exposição industrial a diferentes tipos de metais na percepção sensorial de trabalhadores cronicamente expostos. A linha de pesquisa do Professor Gobba coincide com uma das linhas de pesquisa que estimulou a união científica entre o Laboratório da Visão do Departamento de Psicologia Experimental do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP) e o Laboratório de Neurofisiologia Eduardo Oswaldo Cruz do Núcleo de Medicina Tropical da Universidade Federal do Pará (UFPA). Os dois grupos se dedicam, conjuntamente, ao estudo de trabalhadores expostos ao mercúrio e à solventes orgânicos cujos resultados mostram que essas exposições provocam prejuízos visuais e neuropsicológicos, não se sabe ao certo o quanto os prejuízos são reversíveis ou irreversíveis. Além disso, mesmo trabalhadores expostos a níveis de vapor de mercúrio considerados seguros, apresentam alterações visuais. Considerando o interesse do nosso grupo na avaliação visual e neuropsicológica de trabalhadores expostos ao mercúrio e à solventes orgânicos no Brasil e a vasta experiência do Professor Gobba em avaliações sensoriais de trabalhadores expostos a metais na Itália, a sua visita poderia contribuir para inúmeras discussões sobre as características da pesquisa toxicológica. (AU)

Avaliação da prevalência de disfunção temporomandibular, contatos oclusais, impacto da saúde oral (OHIP-14) e sua relação com a Medida de Independência Funcional (MIF) em indivíduos com Doença de Parkinson

Beneficiário:Sandra Kalil Bussadori
Instituição: Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Campus Vergueiro. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Sandra Kalil Bussadori
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:12/04158-5
Vigência: 01 de julho de 2012 - 30 de junho de 2013
Assunto(s):Transtornos da articulação temporomandibularDisfunção temporomandibularDoença de ParkinsonOclusão dentária
Resumo
O comprometimento motor característico em indivíduos com doença de Parkinson (DP) pode ocasionar alterações funcionais no sistema estomatognático e consequente desenvolvimento de disfunção temporomandibular (DTM). A presença de DTM está relacionada a pior percepção de saúde oral e prejuízos no nível de independência funcional. O objetivo deste estudo observacional analítico de corte transversal é avaliar a prevalência de DTM, tipos de oclusão e pontos de contatos oclusais em pacientes com diagnóstico de DP e relacioná-los à percepção da qualidade de vida relacionada à saúde oral (OHIP-14) e nível de independência funcional (MIF) apresentado por eles. A amostra será composta por 60 indivíduos de ambos os gêneros com DP. Para avaliação da prevalência de DTM será utilizado o RDC/TMD. Será obtido o tipo de oclusão baseada nas relações ântero-posteriores dos maxilares um com o outro e para registro dos pontos de contatos oclusais será utilizado o sensor T-Scan III®. Em seguida, será aplicado o OHIP-14 para verificação da percepção de saúde oral apresentada pelo indivíduo. Por fim, será analisado o nível de independência funcional que o paciente apresenta por meio da Medida de Independência Funcional. Para caracterização da amostra e distribuição dos escores obtidos, será utilizada estatística descritiva, por meio de média e desvio-padrão (variáveis paramétricas) e mediana e intervalo interquartílico (variáveis não-paramétricas). Os resultados serão submetidos ao teste de Kolmogorov-Smirnov e após aos coeficientes de correlação de Pearson ou Spearman, conforme distribuição dos dados. O teste Qui-quadrado será utilizado para analisar a associação entre oclusão, presença e classificação de DTM, a percepção de saúde oral e nível de independência funcional. (AU)

Psychology & Neuroscience

Beneficiário:Dora Selma Fix Ventura
Instituição: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Dora Selma Fix Ventura
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Experimental
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Periódico
Processo:12/02185-5
Vigência: 01 de maio de 2012 - 31 de julho de 2013
Assunto(s):Psicologia comparadaPsicologia fisiológicaPsicologia cognitiva
Resumo
PSYCHOLOGY & NEUROSCIENCE é um periódico cuja missão principal é a publicação de artigos científicos abrangendo as principais áreas de intersecção entre psicologia e neurociências. Está organizada em cinco seções temáticas (percepção e psicofísica; plasticidade e desenvolvimento neural; neuropsicologia clínica e experimental; comportamento, sistemas e cognição; neuropsicofarmacologia) amplamente integradoras e representativas deste importante campo de produção e aplicação de conhecimento onde psicólogos e neurocientistas se fazem presentes. Em consonância com as crescentes políticas de livre acesso ao conhecimento científico que vêm sendo adotadas em todo o mundo, o presente periódico disponibiliza todos os artigos completos, em língua inglesa, cujos arquivos em formato PDF podem ser fácil e gratuitamente acessados pelo leitor via website do periódico (http://www.psycneuro.org). Adicionalmente, alguns exemplares impressos (ISSN da versão impressa 1984-3054) com o mesmo conteúdo da versão eletrônica são concomitantemente publicados e distribuídos gratuitamente às principais universidades e centros de pesquisa no Brasil. (AU)

Efeito do fumo passivo nas medidas de audição de escolares

Beneficiário:Alessandra Spada Durante
Instituição: Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP). Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Alessandra Spada Durante
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:12/00870-2
Vigência: 01 de abril de 2012 - 31 de março de 2014
Assunto(s):AudiologiaTranstornos da audiçãoPotenciais evocados auditivosHábito de fumarCrianças
Resumo
Estudos recentes têm apontado para uma fisiologia coclear reduzida em lactentes expostos ao fumo gestacional. Esta fisiologia reduzida poderia ser um indício de risco para o desenvolvimento de alterações auditivas. A avaliação audiológica por métodos objetivos e subjetivos de avaliação pode ser utilizada como índice do desenvolvimento do sistema auditivo, da percepção de fala e discriminação auditiva. O objetivo deste trabalho é verificar o efeito do tabagismo passivo nas medidas de audição na fase escolar. Serão avaliados escolares, sem intercorrências de saúde, os quais serão divididos em dois grupos de acordo com a exposição passiva ao fumo: 50 escolares expostos ao fumo passivo no ambiente familiar (grupo estudo - GE) e 50 escolares sem exposição familiar ao fumo passivo (grupo controle - GC). Os grupos serão avaliados por meio da captação das emissões otoacústicas, do teste de resolução temporal (detecção de gaps) e de potencial evocado auditivo de longa latência (P300). Para a divisão dos grupos será realizada a medida da cotinina (marcador do metabolismo de nicotina encontrado em fumantes ativos ou passivos) na urina do escolar. (AU)

Análise comparativa da função fonatória da laringe antes e depois da prova de resistência vocal

Beneficiário:Lílian Neto Aguiar Ricz
Instituição: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Lílian Neto Aguiar Ricz
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:11/22917-8
Vigência: 01 de abril de 2012 - 31 de março de 2014
Assunto(s):Treinamento da vozVozLaringePercepção da falaPercepção auditiva
Resumo
Acredita-se que a fadiga vocal seja uma adaptação vocal negativa decorrente do uso prolongado da voz. No entanto, seu mecanismo é desconhecido, sendo sintomaticamente descrito na literatura. Objetivo: comparar a análise da coaptação glótica, medidas acústicas, perceptivas auditivas e auto-percepção da voz antes e após aplicação da prova de fala contínua. Métodos: Participarão do estudo 20 mulheres com idade entre 18 e 25 anos, sem alteração vocal e laríngea e que não façam uso profissional da voz. Será aplicado um questionário para conhecimento do bem estar vocal e videolaringoestroboscopia para análise da coaptação da laringe no repouso, antes e depois da prova de fala, registro da voz e auto-avaliação da percepção auditiva, tátil e cinestésica da voz e extensão dinâmica. A coleta de dados será realizada no Hospital das Clínicas e Laboratório de Investigação de Voz e Fala do departamento de Oftalmologia, Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. A prova de fala contínua terá a duração de 60 minutos, 90 minutos e 120 minutos e será oferecido um texto padrão. A sala da realização da prova será monitorada por um termohigrómetro digital, umidade relativa do ar e ruído para que não haja interferência nos resultados. (AU)

Agregação de valor ao processo de industrialização do híbrido da tilápia vermelha (Oreochromis niloticus)

Beneficiário:Alexandre Wagner Silva Hilsdorf
Pesquisador responsável:Alexandre Wagner Silva Hilsdorf
Empresa:Indústria Brasileira do Peixe Ltda
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Tecnologia de Alimentos
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - PAPPE / PIPE III
Processo:11/51143-0
Vigência: 01 de abril de 2012 - 31 de março de 2014
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: FINEP - PAPPE-PIPE III
Assunto(s):TilápiaIndustrialização
Resumo
O trabalho a ser realizado consta de 3 etapas: 1- Será avaliada a aceitação da tilápia vermelha quanto à: I) percepção de qualidade e seu efeito na aceitação da tilápia vermelha in natura utilizando a metodologia denominada conjoint analysis; II) perfil sensorial dos filés com e sem pele das tilápias vermelhas e preta utilizando a metodologia Flash profile e III) teste de aceitação de filés de tilápia simulando um momento de refeição. 2- Serão avaliados os subprodutos da filetagem da tilápia vermelha (carcaça) que representam em torno de 70% do pescado, em duas estações do ano. Serão realizadas avaliações microbiológicas, química (composição centesimal, colágeno, colesterol, aminograma, perfil de ácidos graxos, minerais - cálcio, ferro, sódio, fósforo, potássio, magnésio, manganês, cobre, zinco e cromo) nos subprodutos Carcaça, Espinhaço, Vísceras, Cabeça e resíduo da polpa (RP) visando melhor utilização como um ingrediente para ração. ((Esta etapa também inclui a avaliação do espinhaço (E) para a obtenção de: I) polpa (CMSP) do qual será obtido o surimi e II) resíduo da polpa (RP). Serão realizadas extrações de polpa (CMSP) a partir de espinhaços de tilápia congelados em despolpadora e analisados quanto à composição centesimal, teor e tamanho de ossos, cor objetiva e microbiologia. A otimização do processo de extração de "surimi" será conduzida por meio de delineamento composto central rotacional (DCCR), com as variáveis pH e concentração de cloreto de sódio, utilizando um fatorial completo 22, incluindo os quatro pontos axiais e três pontos centrais para avaliação do erro puro. Realizar-se-ão às análises de composição centesimal, teor e tamanho de partículas ósseas, pigmentos totais, pH, força de gel, teor de colágeno e determinação de cor instrumental para a caracterização do "surimi de tilápia vermelha" e do "surimi de tilápia preta". 3- Serão desenvolvidos dois produtos: reestruturado e cubos esterilizados em pouch visando o aproveitamento de file de peixe rachado e/ou pequenos que representa cerca de 5% do pescado. Serão testados três sistemas de ingredientes: dois tipos de transglutaminase e salmoura contendo água, sal, polifosfatos, proteínas e condimentos. Os produtos obtidos serão submetidos a congelamento crus e após cocção. Os produtos serão submetidos a avaliações físicas, químicas, microbiológicas e sensoriais após descongelamento e mantidos a 0°C e 7°C para determinação da vida útil. No processo de fabricação dos cubos esterilizados em pouch será estudado o efeito das condições de pré-cocção (calor seco e calor úmido) e de esterilização (116 e 121°C) nas características sensoriais de cubos de tilápia. O modelo estatístico adotado será um planejamento fatorial do tipo 22. (AU)

Experiências de desrespeito. O impacto do motivo edênico na percepção da injúria racial

Beneficiário:Gislene Aparecida dos Santos
Instituição: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Gislene Aparecida dos Santos
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:10/12609-1
Vigência: 01 de março de 2012 - 28 de fevereiro de 2014
Assunto(s):Identidade étnicaRacismo
Resumo
Haveria relação entre o motivo edênico e o grau de percepção da injúria racial? Considerando a teoria do reconhecimento de Honneth e as teorias poscoloniais, esta pesquisa visa investigar o problema acima, delimitado nas questões: "Em que medida o motivo edênico impacta na percepção das injúrias raciais? É possível afirmar que haja uma relação entre a denúncia da injúria racial e o aumento do sentimento de auto-respeito entre os denunciantes?", a investigação terá como objetivos, a partir de uma amostra não probabilística: 1- analisar os casos arquivados de denúncia de crimes de injúria racial no Fórum de São Paulo - Capital, entre 1989 e 2011, em ordem regressiva, para verificar a presença do motivo edênico na percepção da injúria racial; 2-realizar pesquisa de opinião pública para verificar a presença do motivo edênico na percepção da injúria racial; 3- buscar compreender, por meio das teorias de reconhecimento e poscoloniais, os modos como a injúria racial é vivida e percebida por suas vítimas e a forma como essa vivência afeta sua inserção na sociedade; 4-promover o estudo das teorias do reconhecimento e do poscolonialismo; 5-identificar autores do poscolonialismo brasileiro. Serão utilizados os seguintes procedimentos analíticos, considerando-se o método hipotético dedutivo: o estudo das relações entre variáveis e as técnicas de pesquisa bibliográfica, documental, pesquisa de opinião e entrevistas. Os resultados esperados são: criar um arquivo digital, para estudiosos, com os resultados das análises; ter informações sobre o vigor do motivo edênico e suas conseqüências, produzir conhecimento sobre as teorias de reconhecimento e poscoloniais; produzir conhecimento sobre as teorias poscoloniais brasileiras. (AU)

Avaliação e mensuração da dor na experiência do câncer infanto juvenil

Beneficiário:Fatima Aparecida Emm Faleiros Sousa
Instituição: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Fatima Aparecida Emm Faleiros Sousa
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:11/51378-8
Vigência: 01 de março de 2012 - 28 de fevereiro de 2014
Resumo
A literatura especializada aponta um interesse em relação à dor em crianças e a sua avaliação, mas o tema ainda é pouco explorado quando comparado as produções científicas sobre a dor em adultos. O estudo tem os seguintes objetivos: avaliar a percepção de dor na experiência de câncer infantil; compreender a percepção da dor dos pais (mãe) frente à experiência de câncer de seu filho (a) por meio de auto-relato; avaliar como crianças e adolescentes apreendem a dor, em estágios diferentes de desenvolvimento e de câncer, por meio da Escala Multidimensional de Avaliação de Dor (EMADOR) de Faleiros Sousa, 2010; avaliar a dor por meio da Escala Emocional de Faces (FAS) de McGrath, 1996; compreender como a criança/adolescente percebe o fenômeno doloroso por meio de desenhos, de auto-relatos e das palavras que descrevem a dor. Participarão crianças e adolescentes de 5 a 18 anos de idades que estejam em tratamento oncológico, de ambos os sexos e suas mães. Serão excluídos aqueles sem condições físicas e/ou cognitivas para participar da pesquisa. O estudo será divido em etapas consecutivas e respectivas análises de dados: 1. Relato e Desenho livre: A análise será realizada com base na leitura compreensiva de Giorgi (1985), Martins e Bicudo (1994); 2. EMADOR: Esta análise será efetivada a partir do cálculo da Média Aritmética (MA), do Desvio Padrão (DP) em cada 50 descritores de dor (aguda e crônica). Após o cálculo, serão analisados os descritores de maior e de menor atribuição percebida na dor aguda ou crônica pelos participantes, em seguida, serão organizados em forma descritiva e em tabelas e/ou gráficos; 3. FAS: Serão analisadas as variações de efeitos positivos (A-D: não sente dor) e negativos da dor (F-1: Diferentes graus de intensidade dolorosa) das 9 expressões representadas pela seqüência de letras (A a I). O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital das Clínicas e da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo em novembro de 2009. (AU)

A utilização de próteses auditivas com gerador de som integrado para o controle do zumbido

Beneficiário:Ricardo Ferreira Bento
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Ricardo Ferreira Bento
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:11/03001-2
Vigência: 01 de março de 2012 - 28 de fevereiro de 2014
Assunto(s):Procedimentos cirúrgicos otorrinolaringológicosImplante da cócleaZumbido
Resumo
A associação entre zumbido e perda auditiva já está bem estabelecida na literatura, que sugere que cerca de 90% dos pacientes com zumbido apresenta também algum grau de perda auditiva associada. Ambos os sintomas podem apresentar repercussão importante na vida diária do paciente, tanto no que diz respeito ao incômodo causado pela presença do zumbido quanto às limitações comunicativas pertinentes à perda de audição. A estimulação acústica por meio de prótese auditiva é considerada um componente vital em qualquer programa de controle do zumbido, já que seu principal objetivo é aumentar a intensidade do som ambiental para diminuir a percepção do zumbido. Quando as próteses auditivas convencionais não promovem o mascaramento do zumbido, são substituídas por instrumentos combinados (prótese auditiva + gerador de som), que segundo alguns autores, aumentam a taxa de sucesso e diminuem significantemente o grau de sofrimento com o zumbido. O Departamento de Otorrinolaringologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo desenvolveu próteses auditivas acústicas de tecnologia digital, modelo Manaus (Processo FAPESP 2007/04788-0) divulgado nos meios acadêmicos e na mídia leiga. Com base nesta experiência positiva, os pesquisadores já desenvolveram alguns protótipos de uma nova prótese auditiva, também digital, mas com gerador de som integrado, que atende tanto a reabilitação auditiva (cerca de 10% da população) como os portadores de zumbido (cerca de 17% da população). O Sistema Único de Saúde (SUS), atualmente, não conta com nenhuma prótese auditiva com tais características para a condução das Políticas Públicas (Portaria 587, Anexo IV de maio de 2004). Deste modo, o desenvolvimento de próteses auditivas que além da reabilitação auditiva atendam também o tratamento do zumbido, representa um avanço na condução das Políticas Públicas no Brasil. Sendo assim, o objetivo deste estudo é verificar a eficácia desta prótese auditiva integrada com gerador de som para o controle do zumbido em pacientes com perda auditiva e zumbido associado. Este estudo será desenvolvido sob a forma de um ensaio clínico cego randomizado e foi aprovado pela CAPPesq sob o protocolo no. 0163/10. Uma amostra de 70 pacientes adultos com perda auditiva e zumbido será dividida de maneira aleatória (randômica) em dois grupos. O grupo A será adaptado bilateralmente com a prótese auditiva Sabará (protótipo de prótese auditiva integrada com gerador de som para o tratamento do zumbido em pesquisa pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo) com o gerador de som ativado. E o grupo B será adaptado bilateralmente com a prótese auditiva Sabará com o gerador de som desativado. A participação dos pacientes no estudo será voluntária e confirmada mediante assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecida. Ambos os grupos receberão orientação específica sobre o zumbido e terão sua audição e incômodo com zumbido reavaliados com 3, 6 e 12 meses de uso das próteses auditivas. Nas reavaliações, a pesquisa do incômodo com o zumbido, principal resultado a ser aferido, será feita por um avaliador-cego e o desfecho será medido no 12º mês. (AU)

Ilusão de controle e a seleção do comportamento: o papel das variáveis sociais e culturais

Beneficiário:Marcelo Frota Lobato Benvenuti
Instituição: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Marcelo Frota Lobato Benvenuti
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Experimental
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:11/22216-0
Vigência: 01 de março de 2012 - 28 de fevereiro de 2014
Assunto(s):Comportamento socialControle comportamentalIlusões (percepção)
Resumo
Em certas condições, pessoas podem superestimar a probabilidade com que suas ações são efetivas em produzir alterações no ambiente, fenômeno conhecido como ilusão de controle. O presente projeto explora a possibilidade de que a base para a ilusão de controle é a coincidência entre respostas e mudanças ambientais e que essas coincidências podem ser facilitadas por variáveis sociais e culturais. (AU)

Propensão ao risco diante de contextos de imprevisibilidade: uma análise do comportamento humano pela abordagem evolucionista

Beneficiário:Patrícia Izar
Instituição: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Patrícia Izar
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Experimental
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:11/23494-3
Vigência: 01 de março de 2012 - 28 de fevereiro de 2014
Assunto(s):Psicologia evolucionistaComportamento de risco
Resumo
A perspectiva evolucionista entende a propensão humana ao risco como estratégia comportamental selecionada diante de certas dicas ambientais e individuais sobre a disponibilidade de recursos. Dentre as dicas ambientais, a percepção de imprevisibilidade do ambiente é um dos aspectos mais influentes na propensão ao risco. No entanto, não há consenso sobre a prevalência da percepção de imprevisibilidade real do ambiente atual ou de um modelo de imprevisibilidade construído ao longo do desenvolvimento. Além disso, tradicionalmente se prevê relações homogêneas, lineares e positivas entre esses construtos. Entretanto, tratando-os de forma multidimensional, nem sempre estas relações são encontradas. A adoção de um modelo multidimensional no estudo do risco pode permitir analisar os vários aspectos que o influenciam (social, cultural, individual e contextual). Em termos metodológicos, isso envolve a utilização de escalas na mensuração do risco, associadas a medidas que envolvem os sujeitos mais contextualmente. Este projeto tem como objetivos (1) investigar a influência da percepção de imprevisibilidade (infantil, contextual e objetiva) na variação das taxas de propensão ao risco, e (2) comparar diferentes formas de mensuração da propensão ao risco. Além de questionário sociodemográfico, utilizaremos os instrumentos de imprevisibilidade (EIFI, dados objetivos e ativação contextual por meio de vídeos) e os de propensão ao risco (EPRE, jogo driving a car e jogo de cartas). A coleta ocorrerá individualmente em setting experimental com grupos amostrais de 18 a 25 anos, divididos por gênero. Cada grupo será dividido em três subgrupos (grupo controle, G1 e G2) submetidos a diferentes manipulações de contextos de imprevisibilidade, exceto o grupo controle. (AU)

Comparação de duas técnicas de uso do Kinesio Taping em pacientes com dor lombar crônica não específica: um estudo controlado aleatorizado

Beneficiário:Leonardo Oliveira Pena Costa
Instituição: Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão. Universidade Cidade de São Paulo (UNICID). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Leonardo Oliveira Pena Costa
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:11/12926-0
Vigência: 01 de fevereiro de 2012 - 30 de setembro de 2013
Assunto(s):FisioterapiaDor lombarBandagens
Resumo
A dor lombar crônica é uma condição de alta prevalência a nível mundial e está associada a enormes custos diretos e indiretos para a sociedade. Apesar de ser altamente prevalente, esse sintoma ainda é extremamente difícil de se tratar. Uma nova alternativa de tratamento muito popular no meio esportivo vem sendo proposta para pacientes com dor lombar. Essa técnica utiliza-se de bandagens elásticas que são fixadas na pele dos pacientes com diferentes tensões e é denominada Kinesio Taping. Apesar dos manuais dessa técnica preconizarem o uso de diferentes tensões na aplicação do Kinesio Taping, o efeito clínico para os desfechos dor e incapacidade dessa abordagem terapêutica utilizando diferentes tensões nunca foi testado em um estudo de alta qualidade metodológica. Sendo assim um estudo controlado aleatorizado de alta qualidade faz-se necessário para comparar, pela primeira vez, se existe differença para os desfechos dor e incapacidade utilizando o Kinesio Taping em diferentes tensões em pacientes com dor lombar crônica. Cento e quarenta e oito pacientes serão distribuídos aleatoriamente para receber duas formas distintas do uso do Kinesio Taping durante 8 sessões de tratamento em um período de quatro semanas. Os desfechos clínicos (intensidade da dor, incapacidade e percepção do efeito global) serão obtidos em avaliações que serão realizadas na linha de base e em 4 semanas, 3 e 6 meses após a distribuição aleatória para os grupos. Os dados serão coletados por um examinador cego a distribuição dos grupos aos quais os pacientes serão alocados. Esse será o primeiro estudo a comparar diferentes técnicas de Kinesio Taping para pacientes com dor lombar crônica. Os resultados desse estudo podem auxiliar fisioterapeutas na tomada de decisões clínicas para o tratamento da dor lombar crônica, assim como podem reduzir os custos de saúde para essa condição. (AU)

Potencial evocado auditivo cortical: avaliação da detecção de fala e estimativa de limiares tonais auditivos em usuários de prótese auditiva

Beneficiário:Alessandra Spada Durante
Instituição: Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP). Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Alessandra Spada Durante
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:11/19556-3
Vigência: 01 de janeiro de 2012 - 31 de dezembro de 2013
Assunto(s):AudiologiaPotenciais evocados auditivos
Resumo
Os potenciais evocados auditivos corticais oferecem vantagens quando comparados com técnicas mais populares, como os potenciais auditivos evocados de tronco encefálico (PEATE). As respostas são captadas próximas ao local onde são geradas, oferecendo ondas de maior amplitude, que podem ser registradas com o sujeito em estado de alerta e, principalmente, por utilizar tanto estímulo tonal como de fala. Estes potenciais oferecem valiosas informações sobre a percepção do estímulo auditivo. Tanto o avanço dos programas de triagem auditiva neonatal, que possibilitam o acesso à intervenção cada vez mais precoce de um número crescente de lactentes, como o envelhecimento da população, que neste processo fica exposta a um maior comprometimento cognitivo e auditivo, geram uma demanda crescente por técnicas objetivas de avaliação da percepção auditiva em indivíduos, incapazes de responder por meio de técnicas comportamentais que fazem ou não uso de prótese auditiva. Com este enfoque, a National Acoustic Laboratory (NAL), renomada instituição governamental da Austrália, desenvolveu o "HEARLab", equipamento com tecnologia inovadora que utiliza eletrodo com pré-amplificador, desenvolvido exclusivamente para reduzir significativamente a interferência elétrica, além de disponibilizar a análise estatística automática da resposta cortical, o que viabiliza sua aplicação clínica. O objetivo deste projeto é desenvolver protocolo para o uso dos potencias evocados auditivos corticais, em equipamento de análise automática de resposta, na estimativa dos limiares auditivos e da detecção de fala no processo de adaptação e verificação de próteses auditivas em indivíduos com perda auditiva.Para tanto serão avaliados 60 adultos, sendo 30 com audição normal e 30 com perda auditiva sensorioneural de grau moderado a severo. Será realizado o registro da captação dos PEALL com estímulo tonal e de fala. A realização deste estudo possibilitará o uso de valiosa ferramenta clínica na adaptação e verificação de próteses auditivas em indivíduos difíceis de serem testados, o que inclui lactentes, crianças pequenas que ainda não desenvolveram habilidades de linguagem, com múltiplos comprometimentos, assim como adultos e idosos impossibilitados de responder. (AU)

SP2010: construção de uma amostra da fala paulistana

Beneficiário:Ronald Beline Mendes
Instituição: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Ronald Beline Mendes
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Sociolinguística e Dialetologia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:11/09278-6
Vigência: 01 de dezembro de 2011 - 30 de novembro de 2013
Assunto(s):Linguagem popularLíngua portuguesaLinguagem oralSão Paulo (SP)
Resumo
O presente projeto objetiva coletar, transcrever e disponibilizar uma amostra recente da fala paulistana, composta de 90 entrevistas sociolinguísticas, com vistas a possibilitar o desenvolvimento de trabalhos de descrição e análise dessa comunidade ainda pouquíssimo estudada de uma perspectiva sociolinguística. Disponibilizar tal amostra (gravações e transcrições), em página própria na internet, significa contribuir para a disseminação e consolidação de trabalhos neste campo de estudos, não apenas na instituição sede, mas também em outros centros de pesquisa. Tendo em mente a complexa composição sociodemográfica da capital paulista, propõe-se a estratificação desse corpus a partir de três parâmetros sociais - região da cidade, gênero/sexo e faixa etária do falante -, para que se obtenha, dentro do prazo previsto de dois anos, uma amostra abrangente e representativa da cidade. A construção dessa amostra também estará atenta a distinções de gênero (papéis sociais definidos e construídos em correlação ao sexo) e de classe social, assim como à importância de tais distinções na percepção que os membros dessa comunidade têm acerca do que significa "ser paulistano" e "falar como paulistano", atendendo à premissa sociolinguística básica de que o interesse de variantes linguísticas reside em seu significado social (Chambers, 1995). A metodologia de coleta segue os preceitos da Sociolinguística Variacionista (Labov, 2006 [1966], 1972; Tagliamonte, 2006) e os critérios de transcrição são elaborados com o intuito de facilitar a manipulação dos arquivos através de novas ferramentas computacionais (programas R, ELAN). (AU)

Efeitos da restrição alimentar com duas abordagens dietéticas diferentes em hormônios reguladores do apetite, no metabolismo e na percepção de mulheres obesas

Beneficiário:Rosa Wanda Diez Garcia
Instituição: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Rosa Wanda Diez Garcia
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Dietética
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:11/00273-1
Vigência: 01 de dezembro de 2011 - 30 de novembro de 2013
Assunto(s):DietaObesidadeMulheres
Resumo
O objetivo do presente estudo é comparar, em mulheres obesas, o efeito de diferentes dietas de restrição alimentar nos parâmetros antropométricos, bioquímicos e hormonais, além da percepção da experiência de restrição alimentar e do padrão consumo alimentar, subsequente à restrição. Serão selecionadas 30 mulheres com IMC maior que 30 kg/m2, peso até 130 kg e idade entre 20 e 50 anos, e serão separadas, aleatoriamente, em grupo Experimental (n=15) e grupo Controle (n=15). O protocolo do estudo transcorrerá em três fases, no período de 10 dias, sendo as coletas em quatro tempos (T). Na Fase I, no 1º dia (T1), todas as participantes receberão treinamento para a dieta ad libitum domiciliar e serão coletadas medidas antropométricas e de composição corporal. Nos dias 2 e 3 as pacientes farão dieta ad libitum domiciliar com registro alimentar documentado com imagem fotográfica. Na Fase II as participantes serão internadas no hospital para serem submetidas à restrição alimentar de 1000 kcal/d por três dias (dias 4, 5 e 6), sendo separadas nesta fase nos grupos Experimental, que receberá a dieta rica em fibras, e Controle, que receberá a dieta convencional. No 4º dia (T2), início da Fase II, e no 7º dia (T3), após o período de restrição alimentar, as pacientes serão re-examinadas para coleta dos dados antropométricos e de composição corporal, determinação do gasto energético de repouso e coleta de sangue para análise de bioquímicos e de grelina pós-prandial. Na Fase III as participantes novamente terão dois dias de dieta ad libitum domiciliar (dias 8 e 9) com registro alimentar documentado com imagem fotográfica para avaliar o consumo alimentar no período subsequente ao de restrição alimentar. No 10º dia (T4) as pacientes serão reavaliadas quanto às medidas de antropometria e de composição corporal, além da avaliação do gasto energético de repouso e da coleta de sangue para análise de bioquímicos. Durante o período de restrição (Fase II) será aplicada escala de fome e de saciedade e avaliada a percepção da experiência de restrição alimentar por meio de análise do conteúdo de descrições feitas em um caderno de registro, durante o período de internação. (AU)

CogBot: integrando informação perceptual e conhecimento semântico na robótica cognitiva

Beneficiário:Anna Helena Reali Costa
Instituição: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Anna Helena Reali Costa
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Metodologia e Técnicas da Computação
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:11/19280-8
Vigência: 01 de dezembro de 2011 - 28 de fevereiro de 2014
Assunto(s):RobóticaAprendizado computacionalSemânticaPercepção visual
Resumo
Este projeto de pesquisa visa o entendimento científico, o desenvolvimento e o uso das tecnologias necessárias para prover agentes cognitivos com níveis significativos de autonomia, de habilidades perceptuais e de capacidade de raciocinar, de aprender, de resolver problemas, de se adaptar e de tomar decisões, por meio de formalismos apropriados para a representação e uso do conhecimento. As seguintes vertentes serão exploradas para que este objetivo seja alcançado: (i) a percepção, visando investigar modelos e métodos para transformar os dados sensoriais em informações relevantes, abstraí-las e representá-las em conhecimento útil para o agente; (ii) o raciocínio e aprendizado, buscando formas de manipular e atualizar o conhecimento para a solução eficiente de problemas complexos; e (iii) a interação e comunicação, onde estes aspectos serão estudados e aprofundados para aplicação em redes de sistemas robóticos cooperativos, com uma abordagem ecológica. (AU)

Caracterização de enzimas de fungos filamentosos com potencial de aplicação biotecnológica

Beneficiário:Rosa dos Prazeres Melo Furriel
Instituição: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Rosa dos Prazeres Melo Furriel
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:11/50967-0
Vigência: 01 de dezembro de 2011 - 30 de novembro de 2013
Resumo
Atualmente é grande o interesse na produção de etanol celulósico; além disso, vem crescendo no Brasil a percepção de que as enzimas têm participação importante no desenvolvimento do país. Apesar de décadas de pesquisa, o conhecimento necessário para a sacarificação enzimática total de resíduos lignocelulósicos ainda é deficiente, e um dos desafios a vencer é a inibição das enzimas envolvidas pelos produtos de reação. Uma estratégia simples para contorná-lo é o uso de grandes quantidades de enzimas na reação, resultando, entretanto, no encarecimento do processo. Dados publicados pelo nosso grupo mostram que os fungos termófilos produzem enzimas celulolíticas e hemicelulolíticas tolerantes e até ativadas pelos produtos, o que é altamente desejável para a sacarificação total de materiais lignocelulósicos. Recentemente, uma amilase tolerante aos produtos também foi identificada. No projeto atual, pretende-se melhorar o entendimento dos mecanismos cinéticos de estimulação dessas enzimas pelos produtos e compreender as características estruturais subjacentes a essa estimulação. Será investigada também a participação de ligninases e xilanases no processo de celulolíse, e a formulação de coquetéis eficientes para a hidrólise de resíduos lignocelulósicos. O plano de trabalho envolve a otimização da produção de celulases, ß-glicosidases, lacases, xilanases e amilases por diferentes fungos termófilos e mesofilos, em meios de baixo custo, seguida de purificação, caracterização bioquímica e biofísica das enzimas, sequenciamento, clonagem e expressão heteróloga das enzimas de maior interesse e formulação de coquetéis eficientes para a sacarificação de papel de descarte, bagaço de cana, palha de cana e outros resíduos. A caracterização cinética e biofísica de uma B-glucosidase estimulada por glicose e xilose produzida pelo fungo termófilo Humicola insolens, nas formas recombinante e não recombinante, é uma parte central do projeto. Os dados pretendidos contribuirão para o conhecimento dos mecanismos de ativação de enzimas pelos produtos e do potencial de utilização de enzimas de fungos termófilos na hidrólise de celulose e amido, e também para a formulação de coquetéis enzimáticos eficientes na hidrólise de materiais lignocelulósicos. (AU)

Plauto, Cásina

Beneficiário:Isabella Tardin Cardoso
Instituição: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Isabella Tardin Cardoso
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literaturas Clássicas
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros no Brasil
Processo:11/17283-0
Vigência: 01 de novembro de 2011 - 28 de fevereiro de 2014
Assunto(s):ComédiaLiteratura latinaMulheres
Resumo
A peça Cásina (Casina), provável produção do fim da carreira do poeta romano Tito Mácio Plauto (III-II a.C.), carece de observação mais atenta no cenário mais recente dos estudos sobre o autor. É notável que essa comédia, ao que saibamos, não tenha recebido anteriormente tradução em nosso país, sobretudo porque um passar de olhos pelas intrigas e confusões da peça, já nos revela uma infinidade de aspectos da poesia plautina. Em muitos casos se trata de características sutis, muitas das quais têm passado despercebidas para a maioria dos críticos. Como procuramos ressaltar, certos recursos humorísticos e poéticos abundam em Cásina: desde o próprio nome dos personagens até passagens em que podemos notar teatro dentro do teatro (fenômeno tratado mais recentemente como "metateatralidade"). A trama, mesmo que típica do drama plautino, constrói-se de tal maneira a destacar de modo especial personagens que em outras peças não recebem tanto realce: as mulheres. Seja no papel da típica matrona plautina (esposa ciumenta), seja na inventividade da escrava, ou até mesmo, na figura de uma falsa mulher, os personagens femininos de Cásina chamam a atenção dos leitores modernos, e, provavelmente, também cativariam o público da época. Nossa tradução e análise da peça buscam, entre outros resultados, proporcionar a percepção de tais efeitos humorísticos e póeticos. (AU)

VI CIPED - congresso internacional de pesquisa em design

Beneficiário:João Roberto Gomes de Faria
Instituição: Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru, SP, Brasil
Pesquisador responsável:João Roberto Gomes de Faria
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Tecnologia de Arquitetura e Urbanismo
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Reunião - Exterior
Processo:11/13057-5
Vigência: 10 de outubro de 2011 - 14 de outubro de 2011
Assunto(s):Adequação ambientalIluminaçãoPercepção ambiental

Desenvolvimento de processo de avaliação industrial baseado no conhecimento: aplicação no setor automotivo

Beneficiário:Jorge Muniz Junior
Instituição: Faculdade de Engenharia (FEG). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Guaratinguetá. Guaratinguetá, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Jorge Muniz Junior
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Produção - Gerência de Produção
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:11/13204-8
Vigência: 01 de outubro de 2011 - 31 de março de 2014
Assunto(s):Gestão do conhecimentoConhecimentoOrganização do trabalhoOrganização da produção
Resumo
Em muitas organizações, as iniciativas de busca de competitividade são mantidas de forma desarticulada. Diversos autores reconhecem o papel do Conhecimento como uma vantagem competitiva. No entanto, o Conhecimento é tratado de forma implícita nos modelos tradicionais de Organização da Produção e do Trabalho. Este projeto de pesquisa propõe o desenvolvimento de um Processo de Avaliação Industrial baseado no Conhecimento para o setor automotivo. A pesquisa envolve a integração do trinômio: Produção, Trabalho e Conhecimento. O principal resultado da pesquisa, o Processo de Avaliação Industrial baseado no Conhecimento permitirá evidenciar os fatores que, na percepção dos operários, contribuem à promoção de um contexto favorável para obtenção de resultados para a organização e para as pessoas do ambiente operário deste ambiente. (AU)

Impacto de traumatismos dentais e maloclusões na qualidade de vida de crianças

Beneficiário:Daniela Prócida Raggio
Instituição: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Daniela Prócida Raggio
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Processo:11/18302-8
Vigência: 01 de outubro de 2011 - 31 de março de 2012
Assunto(s):Qualidade de vida
Resumo
Introdução: A presença de traumatismo dental e maloclusão pode ter impacto negativo na qualidade de vida de crianças e de seus pais, afetando a saúde bucal e o bem estar. O objetivo desse estudo foi avaliar o impacto do traumatismo dental e da maloclusão na Qualidade de Vida Relacionada a Saúde Bucal (QVRSB) de crianças entre 2 e 5 anos. Métodos: Pais de 260 crianças responderam aos 6 domínios da Early Childhood Oral Health Impact Scale (ECOHIS) com sua percepção da QVRSB (desfecho). Dois dentistas calibrados avaliaram os tipos de traumatismo dental (Kappa=0,9) e de maloclusões anteriores (Kappa=1,0). A QVRSB foi avaliada usando ECOHIS. Análise de regressão de Poisson foi utilizada para associar o tipo de trauma dental e a presença de maloclusão anterior com o desfecho. Resultados: A presença de maloclusão anterior não mostrou impacto negativo na QVRSB total ou em cada domínio. Somente a presença de traumas dentais severos apresentou impacto negativo nos domínios: sintomas (p = 0,005), psicológico (p=0,029), auto imagem/interação social (p=0,004) e função familiar (p=0,018), assim como no escore total de QVRSB (p=0,002). A presença de traumas dentais severos foi associada ao impacto negativo na qualidade de vida das crianças (RR=1,89; 95%IC=1,36-2,63; p<0,001). Conclusão: Trauma dental severo tem impacto negativo na QVRSB de crianças pré-escolares e seus pais, mas a presença de maloclusão anterior não. (AU)

Estudo dos potenciais evocados auditivos de longa latência em crianças pré e pós adaptação do aparelho de amplificação sonora individual

Beneficiário:Carla Gentile Matas
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Carla Gentile Matas
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:11/11007-0
Vigência: 01 de setembro de 2011 - 28 de fevereiro de 2014
Assunto(s):AudiologiaPotenciais evocados auditivosReabilitação de deficientes auditivos
Resumo
InO uso combinado de testes comportamentais e eletrofisiológicos torna-se imprescindível, tanto para a obtenção de limiares mais fidedignos pensando-se no estabelecimento do grau da perda auditiva e na determinação dos parâmetros de ganho e resposta de freqüência do aparelho de amplificação sonora individual (AASI), como para a avaliação dos benefícios da amplificação sonora em crianças portadoras de deficiência auditiva, verificando o efeito da estimulação auditiva no sistema nervoso auditivo central com o uso de AASI. Objetivo: caracterizar e comparar os potenciais evocados auditivos de longa latência (PEALL) em crianças com perda auditiva neurossensorial, pré e pós-adaptação do Aparelho de Amplificação Sonora Individual (AASI). Método:Estudo clínico longitudinal e prospectivo, em um grupo de crianças com perda auditiva neurossensorial de grau leve a moderadamente severo bilateral com simetria entre as orelhas. A pesquisa será desenvolvida ao longo de 24 meses no Laboratório de Investigação Fonoaudiológica em Potenciais Evocados Auditivos do Curso de Fonoaudiologia do Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, e no Ambulatório de Saúde Auditiva do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - Divisão de Clínica de Otorrinolaringologia do HCFMUSP. Farão parte deste estudo 30 crianças de 7 a 12 anos de idade, sendo 15 crianças atendidas no Ambulatório de Saúde Auditiva do HCFMUSP, com perda auditiva neurossensorial de grau leve a moderadamente severo bilateral com simetria entre as orelhas, sem experiência prévia com qualquer tipo de dispositivo de amplificação sonora (grupo estudo). As crianças do grupo estudo serão pareadas às do grupo controle no que se refere à idade, sendo este grupo composto por 15 crianças encaminhadas por uma escola de ensino fundamental, selecionadas previamente pelos professores sem queixas auditivas e de linguagem. Com relação aos procedimentos utilizados na pesquisa tem-se: otoscopia, avaliação audiológica convencional (audiometria tonal e medidas de imitância acústica),potenciais evocados auditivos de longa latência (PEALL) e avaliação da percepção de fala. No grupo estudo, todos os procedimentos audiológicos e eletrofisiológicos descritos anteriormente serão aplicados antes da adaptação do AASI, após 3 meses de uso da amplificação (período este definido na literatura como o suficiente para observar a aclimatização) e após 9 meses de uso da amplificação, com o intuito de avaliar a maturação das vias auditivas centrais após exposição à amplificação sonora. No grupo controle, estes procedimentos serão realizados em três momentos (avaliação inicial, após 3 meses e após 9 meses da avaliação inicial) para avaliar o aspecto maturacional das vias auditivas centrais. (AU)

Bergson: a metafísica da ação

Beneficiário:Pablo Enrique Abraham Zunino
Instituição: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Pablo Enrique Abraham Zunino
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros no Brasil
Processo:11/13603-0
Vigência: 01 de setembro de 2011 - 31 de agosto de 2012
Assunto(s):LiberdadeMetafísicaMovimento (fisiologia)Consciência (percepção)
Resumo
Este livro propõe uma leitura da obra de Bergson que procura evidenciar acentralidade da ação no pensamento do filósofo. Em primeiro lugar, examinamos oproblema da liberdade, destacando o papel que o ato do espírito desempenha naconcepção de consciência como um ser em duração capaz de realizar ações livres.Em seguida, nos instalamos na perspectiva do corpo, descrevendo suas funçõespsicológicas (percepção e memória) em vista da ação prática e não do conhecimentoespeculativo. Essa ênfase na dimensão humana da ação nos levou a considerarcertas tensões entre o bergsonismo, a fenomenologia e o pragmatismo. Contudo,sugerimos que a intuição bergsoniana marca uma diferença essencial no queconcerne ao alcance da ação vital e ao seu sentido metafísico de criação darealidade enquanto movimento. (AU)
279 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP