site da FAPESP
 

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Auxílios à Pesquisa
Bolsas
Programas voltados a Temas Específicos
Programas de Pesquisa direcionados à Aplicação
Programas de Infraestrutura de Pesquisa
Área do conhecimento
Situação
Ano de início
Página 9 de 2.492 resultado(s)
|

CIPHER - Estudo colaborativo e integrado para estimativa de risco em gestações complicadas

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:José Guilherme Cecatti
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:12/15827-5
Vigência: 01 de dezembro de 2012 - 30 de novembro de 2014
Assunto(s):ObstetríciaComplicações pós-operatóriasMortalidade maternaCuidados intensivos
Resumo
O objetivo do estudo é identificar variáveis para predizer o resultado de gestantes e mulheres no pós-parto criticamente doentes. Antecedentes: A mortalidade materna é uma ocorrência rara no mundo desenvolvido, com uma razão de mortalidade materna ajustada de 12-24 por 100.000 NV na América do Norte. Contudo, no mundo, aproximadamente 350.000 mulheres morrem cada ano por complicações relacionadas à gravidez1. As admissões maternas em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) seguem ambas, as complicações obstétricas e não obstétricas na gestação. 0.25-1.5% das internações hospitalares durante a gestação requerem admissão em UTI. Cerca de dois terços destas admissões são devidas a causas obstétricas (e.g. hemorragia e pré-eclâmpsia) e um terço é devido a complicações maternas médicas ou cirúrgicas. Gestantes com condições médicas subjacentes estão super-representadas em estatísticas de mortalidade materna morbidade materna grave.Existe um grande número de modelos de predição de resultados do cuidado crítico em UTI para predizer a mortalidade hospitalar, pela incorporação de medidas de desarranjo fisiológico e co-morbidades. Os modelos mais comumente usados são o Acute Physiology and Chronic Health Evaluation (APACHE) e o Simplied Acute Physiology Score (SAPS). Seu uso em populações obstétricas admitidas em UTI por razões obstétricas para predizer a mortalidade hospitalar tem a tendência de superestimar a mortalidade.A gestação e o estado puerperal tem uma fisiologia única. O trabalho cardíaco materno, a frequência respiratória e cardíaca aumentam na gravidez11. Da mesma forma, os valores sanguíneos maternos "normais" estão alterados na gravidez, com menores níveis de creatinina, hematócrito e ureia sanguínea. Nenhum modelo de predição de resultado foi desenhado especificamente para uso em pacientes obstétricas. A identificação de variáveis que predizem o resultado de mulheres grávidas ou puérperas admitidas em UTI é o primeiro passo para o desenvolvimento de um novo modelo de predição clínica para pacientes obstétricas em UTI. Tal ferramenta ajudará na provisão de um manejo mais agressivo para aquelas que mais o necessitam. MÉTODO: Trata-se de um estudo multicêntrico internacional envolvendo 15 hospitais terciários com unidades de terapia intensiva para o tratamento de complicações obstétricas em 10 países. Será desenvolvido um modelo de predição de mortalidade materna e morbidade materna grave com dados retrospectivamente coletados de todas as mulheres que foram admitidas nas UTI dos centros participantes no período de 2001 a 2010 com alguma complicação associada à gestação. Estima-se que o modelo será desenvolvido com informações referentes a 15.000 pacientes, prevendo-se a disponibilidade de informações de 100 pacientes por ano por centro participante do estudo, com um total aproximado de 1400 casos no centro brasileiro. Variáveis sócio demográficas, clínicas e laboratoriais rotineiramente coletadas para essas mulheres em UTI serão incluídas em um modelo de regressão stepwise backward para a predição de resultados maternos adversos. A performance deste modelo será avaliada usando a área sob a curva (AUC) da receiver operating characteristic (ROC). Técnicas de bootstrapping padronizadas serão usadas para avaliar potential overfitting. (AU)

Estratificação de risco cirúrgico como instrumento de inovação em programas de cirurgia cardíaca no Sistema Único de Saúde do Estado de São Paulo

Beneficiário:
Instituição: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Luiz Augusto Ferreira Lisboa
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Processo:13/23237-6
Vigência: 01 de dezembro de 2013 - 31 de julho de 2015
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: CNPq - PPSUS
Assunto(s):Procedimentos cirúrgicos cardiovascularesCirurgia torácicaDoenças cardiovascularesMortalidade hospitalar
Resumo
Doenças cardiovasculares representam a maior carga de morbimortalidade para o sistema de saúde e a cirurgia cardíaca desempenha importante impacto na sua resolutividade. O agrupamento das informações demográficas e clínicas relevantes dos pacientes acometidos, no nível de estratos específicos e em correlação com os conjuntos de recursos requeridos, representa a possibilidade de adaptar, aprimorar e inovar nos programas assistenciais. Este projeto tem por objetivo remodelar o escore de risco "InsCor" para formulação do SP-SCORE (São Paulo System for Cardiac Operative Risk Evaluation), visando refletir melhor a complexidade da assistência cirúrgica cardíaca. Os hospitais participantes integram os Núcleos de Avaliação de Tecnologias da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (NATSs/SES-SP). Para a elaboração do SP-SCORE, serão utilizadas as 10 variáveis do modelo InsCor e 8 outras com suposta influência no Brasil. Os desfechos primários consistem na morbidade e na mortalidade hospitalar. A técnica de bootstrap junto a procedimentos de seleção automatizada de variáveis "stepwise" será utilizada para desenvolver um modelo parcimonioso por meio da regressão logística múltipla. Este projeto visa subsidiar a sustentabilidade e o financiamento do SUS-SP para as Redes Regionalizadas de Atenção à Saúde (RRAS) de cirurgias de coronária e/ou valva, promovendo alocação equitativa, incremento do acesso e efetividade, bem como caracterizar a magnitude dos recursos disponíveis e seu impacto. (AU)

Estratificação de risco cirúrgico como instrumento de inovação em programas de cirurgia cardíaca no Sistema Único de Saúde do Estado de São Paulo

Beneficiário:
Instituição: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Luiz Augusto Ferreira Lisboa
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Processo:13/23193-9
Vigência: 01 de dezembro de 2013 - 31 de julho de 2015
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: CNPq - PPSUS
Assunto(s):Procedimentos cirúrgicos cardiovascularesCirurgia torácicaDoenças cardiovascularesMortalidade hospitalar
Resumo
Doenças cardiovasculares representam a maior carga de morbimortalidade para o sistema de saúde e a cirurgia cardíaca desempenha importante impacto na sua resolutividade. O agrupamento das informações demográficas e clínicas relevantes dos pacientes acometidos, no nível de estratos específicos e em correlação com os conjuntos de recursos requeridos, representa a possibilidade de adaptar, aprimorar e inovar nos programas assistenciais. Este projeto tem por objetivo remodelar o escore de risco "InsCor" para formulação do SP-SCORE (São Paulo System for Cardiac Operative Risk Evaluation), visando refletir melhor a complexidade da assistência cirúrgica cardíaca. Os hospitais participantes integram os Núcleos de Avaliação de Tecnologias da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (NATSs/SES-SP). Para a elaboração do SP-SCORE, serão utilizadas as 10 variáveis do modelo InsCor e 8 outras com suposta influência no Brasil. Os desfechos primários consistem na morbidade e na mortalidade hospitalar. A técnica de bootstrap junto a procedimentos de seleção automatizada de variáveis "stepwise" será utilizada para desenvolver um modelo parcimonioso por meio da regressão logística múltipla. Este projeto visa subsidiar a sustentabilidade e o financiamento do SUS-SP para as Redes Regionalizadas de Atenção à Saúde (RRAS) de cirurgias de coronária e/ou valva, promovendo alocação equitativa, incremento do acesso e efetividade, bem como caracterizar a magnitude dos recursos disponíveis e seu impacto. (AU)

Estratificação de risco cirúrgico como instrumento de inovação em programas de cirurgia cardíaca no Sistema Único de Saúde do Estado de São Paulo

Beneficiário:
Instituição: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Luiz Augusto Ferreira Lisboa
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Processo:13/23186-2
Vigência: 01 de dezembro de 2013 - 31 de julho de 2015
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: CNPq - PPSUS
Assunto(s):Procedimentos cirúrgicos cardiovascularesCirurgia torácicaDoenças cardiovascularesMortalidade hospitalar
Resumo
Doenças cardiovasculares representam a maior carga de morbimortalidade para o sistema de saúde e a cirurgia cardíaca desempenha importante impacto na sua resolutividade. O agrupamento das informações demográficas e clínicas relevantes dos pacientes acometidos, no nível de estratos específicos e em correlação com os conjuntos de recursos requeridos, representa a possibilidade de adaptar, aprimorar e inovar nos programas assistenciais. Este projeto tem por objetivo remodelar o escore de risco "InsCor" para formulação do SP-SCORE (São Paulo System for Cardiac Operative Risk Evaluation), visando refletir melhor a complexidade da assistência cirúrgica cardíaca. Os hospitais participantes integram os Núcleos de Avaliação de Tecnologias da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (NATSs/SES-SP). Para a elaboração do SP-SCORE, serão utilizadas as 10 variáveis do modelo InsCor e 8 outras com suposta influência no Brasil. Os desfechos primários consistem na morbidade e na mortalidade hospitalar. A técnica de bootstrap junto a procedimentos de seleção automatizada de variáveis "stepwise" será utilizada para desenvolver um modelo parcimonioso por meio da regressão logística múltipla. Este projeto visa subsidiar a sustentabilidade e o financiamento do SUS-SP para as Redes Regionalizadas de Atenção à Saúde (RRAS) de cirurgias de coronária e/ou valva, promovendo alocação equitativa, incremento do acesso e efetividade, bem como caracterizar a magnitude dos recursos disponíveis e seu impacto. (AU)

Estratificação de risco cirúrgico como instrumento de inovação em programas de cirurgia cardíaca no Sistema Único de Saúde do Estado de São Paulo

Beneficiário:
Instituição: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Luiz Augusto Ferreira Lisboa
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Processo:13/23321-7
Vigência: 01 de janeiro de 2014 - 31 de agosto de 2015
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: CNPq - PPSUS
Assunto(s):Procedimentos cirúrgicos cardiovascularesCirurgia torácicaDoenças cardiovascularesMortalidade hospitalar
Resumo
Doenças cardiovasculares representam a maior carga de morbimortalidade para o sistema de saúde e a cirurgia cardíaca desempenha importante impacto na sua resolutividade. O agrupamento das informações demográficas e clínicas relevantes dos pacientes acometidos, no nível de estratos específicos e em correlação com os conjuntos de recursos requeridos, representa a possibilidade de adaptar, aprimorar e inovar nos programas assistenciais. Este projeto tem por objetivo remodelar o escore de risco "InsCor" para formulação do SP-SCORE (São Paulo System for Cardiac Operative Risk Evaluation), visando refletir melhor a complexidade da assistência cirúrgica cardíaca. Os hospitais participantes integram os Núcleos de Avaliação de Tecnologias da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (NATSs/SES-SP). Para a elaboração do SP-SCORE, serão utilizadas as 10 variáveis do modelo InsCor e 8 outras com suposta influência no Brasil. Os desfechos primários consistem na morbidade e na mortalidade hospitalar. A técnica de bootstrap junto a procedimentos de seleção automatizada de variáveis "stepwise" será utilizada para desenvolver um modelo parcimonioso por meio da regressão logística múltipla. Este projeto visa subsidiar a sustentabilidade e o financiamento do SUS-SP para as Redes Regionalizadas de Atenção à Saúde (RRAS) de cirurgias de coronária e/ou valva, promovendo alocação equitativa, incremento do acesso e efetividade, bem como caracterizar a magnitude dos recursos disponíveis e seu impacto. (AU)

Avaliação do potencial terapêutico do bloqueio simpático esplâncnico combinado a hiper-hidratação na sepse grave

Beneficiário:
Instituição: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Ivan Hong Jun Koh
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:12/20841-7
Vigência: 01 de novembro de 2012 - 31 de outubro de 2014
Resumo
A complexa manifestação clínica da resposta inflamatória do hospedeiro ao microrganismo na sepse grave abrange alterações dos sistemas neuro-imuno-endócrino no desencadeamento da disfunção hemodinâmica, falência de órgãos e óbito. Neste sentido, a exacerbação da inflamação sistêmica tem sido correlacionada a hipóxia citopática, hipoperfusão esplâncnica, disrrupção da barreira vascular e intestinal, translocação bacteriana, ativação da imunidade intestinal e sistêmica, predomínio adrenérgico sobre parede dos microvasos e macrófagos do baço, e múltiplos outros estímulos conhecidos e desconhecidos. O efeito resultante desencadeia, de forma progressiva, a disfunção microcirculatória de órgãos e estes eventos antecedem às alterações da macrocirculação, mostrando a importância de monitoramento da microcirculação nos processos terapêuticos da sepse. Em experimentos anteriores e em progresso, a fluidoterapia agressiva e precoce determinou melhora de 20% na sobrevida de animais submetidos à sepse semi-letal e de 100% quando associada ao bloqueio da aferência simpática do território esplâncnico, por meio de analgesia epidural. Esta associação também minimizou o sobrecrescimento microbiano de Gram negativos em todo o intestino e a subsequente translocação bacteriana. Considerando que esta combinação terapêutica aplicada na fase precoce de uma sepse grave preveniu a ocorrência de falência de órgãos e subsequente mortalidade, decidimos testar o seu potencial terapêutico mesmo em fase tardia de uma sepse grave, onde as disfunções vásculo-teciduais já estão instaladas em maior proporção como no choque séptico. Desta forma, ao modular a cinética temporal da disfunção micro-hemodinâmica que ocorre proporcional à gravidade da sepe, espera-se minimizar o processo de exacerbação da resposta inflamatória e subsequente falência de órgãos, reduzindo a elevada mortalidade da sepse. (AU)

Estudo multicêntrico sobre a prematuridade no Brasil

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:José Guilherme Cecatti
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas para o SUS
Processo:09/53245-5
Vigência: 01 de julho de 2010 - 31 de dezembro de 2012
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: CNPq - PPSUS
Assunto(s):Nascimento prematuroGravidezMortalidade perinatalTrabalho de partoMembranas fetais
Resumo
A prematuridade é a principal causa de mortalidade neonatal no Brasil e está aumentando a cada ano. Há necessidade de estudos avaliando a epidemiologia da prematuridade de forma ampla, buscando aspectos obstétricos e neonatais que possam contribuir para o entendimento de suas causas e permitir a adoção de políticas públicas de controle do nascimento de pré-termos. Foi formada uma rede com 27 instituições de grande porte do país, das quais 12 do estado de São Paulo, que pretende estudar o nascimento pré-termo, seus fatores causais e fatores associados. Através de um estudo de prevalência e de um estudo caso-controle, um total de 3.600 partos prematuros será avaliado num período de 18 meses nas instituições participantes. (AU)

Perda dentária em adultos: avaliação do impacto na qualidade de vida através da aplicação de índices de perda dentária

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Maria da Luz Rosario de Sousa
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:11/00545-1
Vigência: 01 de setembro de 2011 - 31 de maio de 2013
Assunto(s):Saúde bucalSaúde públicaQualidade de vidaAdultos
Resumo
As perdas dentárias ainda constituem um agravo à saúde bucal de adultos, sendo assim, é um assunto de grande relevância na Odontologia. Objetivo: A proposta deste estudo será mensurar a perda dentária através da aplicação de índices específicos de perda dentária, e assim verificar os fatores associados a esta condição, enfatizando o impacto na qualidade de vida em adultos. Metodologia: O estudo transversal aplicará o índice de mortalidade dentária, e o índice de mortalidade dentária modificado em duas etapas. As condições avaliadas na amostra serão a experiência de cárie dentária, necessidades de tratamento, condição periodontal (OMS), questões socioeconômicas, de autopercepção, de uso de serviços de saúde e de qualidade de vida (OHIP 14). A etapa 1 utilizará para a aplicação dos índices, dados que foram obtidos de 386 adultos, de 20 a 64 anos, inseridos no mercado de trabalho. A etapa 2, aplicará os índices, após realizar uma nova coleta de dados domiciliar, conforme foi realizado na etapa1, em adultos da mesma faixa etária, residentes de Piracicaba. A variável de desfecho será a perda dentária a partir dos valores obtidos nos índices, a ser analisada como variável discreta e em classes, sendo os demais fatores as variáveis independentes. Será construído um modelo conceitual teórico para as perdas dentárias. Para as análises serão utilizados modelos de regressão, segundo o modelo teórico hierárquico e log binomial, através do programa SPSS. Resultados esperados: Espera-se avaliar o impacto da perda dentária na qualidade de vida, através da aplicação dos índices, em adultos com diferentes níveis socioeconômicos e uso de serviços, e identificar os fatores associados à mesma. (AU)

Estudo de proteínas envolvidas no processo de calcificação óssea em ratos urêmicos paratireoidectomizados, submetidos a dieta rica e pobre em fósforo associada a infusão fixa de paratormônio

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Irene de Lourdes Noronha
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Processo:04/10702-3
Vigência: 01 de novembro de 2004 - 28 de fevereiro de 2007
Resumo
A Insuficiência Renal Crônica(IRC) associa-se a elevada morbidade e mortalidade cardiovascular, sendo responsável por cerca de 50% dos óbitos em pacientes sob tratamento dialítico. Outra complicação freqüente presente na IRC é a Osteodistrofia Renal(OR), especialmente o Hiperparatireoidismo secundário(HPTH). Para controlar a OR, preconiza-se a manutenção de fósforo sérico menor que 5,5mg/dL, produto cálcio x fósforo menor que 55mg/dL e valores de paratormônio(PTH) entre 2 a 3x o valor normal. Trabalhos recentes têm questionado se esses valores de PTH não seriam deletérios para o aparelho cardiovascular, contribuindo assim para manter a elevada mortalidade desses pacientes. Este estudo se propõe a elucidar um pouco mais alguns pontos, através da correlação dos achados de imuno-histoquímica e biologia molecular(Northern Blot) no tecido ósseo e cardiovascular, em diferentes valores de infusão de PTH e dieta rica e pobre em fósforo utilizando modelo experimental de uremia crônica em ratos paratireoidectomizados. (AU)

Desenvolvimento do método de microdiálise in vivo para estudo do microambiente uterino: efeitos na duração do ciclo estral e na manutenção da prenhez inicial em bovinos

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Mario Binelli
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:03/10128-2
Vigência: 01 de março de 2004 - 28 de fevereiro de 2006
Assunto(s):BovinosMicrodiáliseProteínas
Resumo
Nos bovinos o estabelecimento da gestação entre os dias 15 e 17 do ciclo estral é definido como "período critico", sendo que nesta fase ainda ocorrem cerca de 30% de mortalidade embrionária. A mudança de estado reprodutivo cíclico para o prenhe depende de um mecanismo efetivo de bloqueio da luteólise. Este bloqueio, por sua vez é conseqüência de um diálogo bioquímico materno-fetal, onde o concepto em desenvolvimento secreta no lúmen uterino algumas proteínas, dentre as quais, o interferon-tau, que atua sobre receptores endometriais inibindo a liberação de prostaglandina pelo útero. Porém essa comunicação materno-fetal freqüentemente não é bem sucedida resultando em mortalidade embrionária e conseqüentemente repercutindo negativamente na lucratividade da pecuária. Com o objetivo de diminuir essas perdas embrionárias torna-se essencial compreender o diálogo materno-fetal durante o período crítico. O presente projeto tem como objetivo desenvolver a técnica de microdiálise intrauterina para monitoração deste microambiente na vaca tomando possível no futuro coletar e investigar proteínas candidatas a estarem participando do diálogo bioquímico materno-fetal. (AU)

Avaliação da atividade inseticida dos produtos técnicos ACETAMIPRID e IMIDACLOPRID em iscas tóxicas para Atta sexdens rubropilosa Forel, 1908 (Hymenoptera, Formicidae)

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Luiz Carlos Forti
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:08/05730-9
Vigência: 01 de outubro de 2008 - 30 de setembro de 2009
Assunto(s):Controle químicoSaúvaFormigas cortadeiras
Resumo
Durante o desenvolvimento do projeto será avaliado o efeito inseticida dos ingredientes ativos acetamiprid e imidacloprid, que possuem características desejáveis como baixo coeficiente de partição e baixa pressão de vapor, para confeccionar iscas tóxicas, tendo em vista que a sulfluramida, o ingrediente ativo mais comercializado atualmente, será retirado do mercado nos próximos anos, devido a problemas de bioacumulação e por estar incluída na lista de poluentes orgânicos persistentes. As formigas serão coletadas em Botucatu-SP e mantidas no Laboratório de Insetos Sociais-Praga, Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA)-UNESP. Os ingredientes ativos (i.a.s) serão formulados em pastas palatáveis feitas com farelo de polpa de cítrica. Serão realizados experimentos com concentrações de 1; 0,1 e 0,01% dos i.a.s comparadas com sulfluramida e polpa cítrica sem ingrediente ativo. O experimento será composto de 10 tratamentos e 4 repetições, sendo cada repetição constituída de um recipiente com 20 operárias isoladas das colônias. A mortalidade e os sintomas de intoxicação serão avaliados até 21 dias após a aplicação. Os sintomas de intoxicação serão analisados pela atribuição de notas e as taxas de mortalidade medianas serão corrigidas pela fórmula de Abbott, ajustando os resultados obtidos com a classificação que será utilizada. A análise de dados será realizada com base na classificação utilizada para Atta sexdens rubropilosa, descrita por NAGAMOTO et al. (2004), com as classes determinadas pela atividade inseticida ao longo do tempo. (AU)

Termoretificação de madeiras de eucalipto como barreira ao ataque do cupim Cryptotermes brevis

Beneficiário:
Instituição: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Evoneo Berti Filho
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Tecnologia e Utilização de Produtos Florestais
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:00/07039-0
Vigência: 01 de outubro de 2000 - 30 de setembro de 2002
Resumo
Os danos causados pelo cupim Cryptotermes brevis aos produtos de madeira são consideráveis. Para o controle destes insetos são usados tratamentos à base de produtos químicos. A termorretificação é uma forma de tratamento térmico de madeiras podendo ser uma barreira ao ataque destes insetos. O objetivo do presente trabalho é verificar as possibilidades deste processo para a madeira de Eucalyptus grandis submetidas ao ataque de C. brevis. Serão realizados 5 tratamentos: T1-madeira não termorretificada (Testemunha, madeira seca ao ar); T2 - madeira termorretificada a 120oC; T3 - madeira termorretificada a 140oC; T4 - madeira termorretificada a 160oC; T5 - madeira termorretificada a 180oC; com três repetições por tratamento. Para cada termorretificação será determinada a densidade das ladeiras antes e após as termorretificações. Para cada tratamento com cupins serão realizados 15 repetições, sendo 40 cupins / repetição, atribuindo-se notas para o desgaste ocasionado pelos cupins, além de avaliação da mortalidade destes insetos. Os resultados de desgaste serão analisados segundo a metodologia de análise categórica ordinal, através da obtenção de tabelas de contingência e ajuste de modelos de regressão logística. A mortalidade dos cupins será analisada estatisticamente, ao nível de significância 5% e as diferenças entre as médias obtidas serão avaliadas a partir do teste Tukey. (AU)

Criar ao peito - permanências e mudanças no ato de amamentar, São Paulo - 1899-1930

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Ciências Sociais. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Maria Izilda Santos de Matos
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:01/09466-5
Vigência: 01 de dezembro de 2001 - 31 de maio de 2005
Assunto(s):FemininoMortalidade infantil
Resumo
O índice crescente e assustador da mortalidade infantil constatados pelos médicos no final do século XIX e início do XX, apresentava-se como um grave problema que necessitava de soluções. A amostra destes dados estatísticos foi um dos argumentos utilizados pelos médicos para construir modelos e ao mesmo tempo condenar outros. Como ponto de partida para o trabalho, tomaremos o momento em que o discurso médico se insere no seu campo de referências sobre a, tradicional prática do aleitamento remunerado. Contudo, no início do século XX, as amas passam a ser encaradas pelo olhar médico como um dos principais agentes transmissores de doenças relacionada à morte dos recém-nascidos, e a partir de então passam a ser alvo de um enquadramento legal- promovido por várias instituições- que visou estabelecer regras muito bem delimitadas par o exercício da profissão. Um das conseqüências dessa refiguração das representações associadas ao aleitamento diz respeito às fortes articulações que foi se forjando, desde então, a respeito do "papel" a ser desenvolvido pela mãe com relação à criança. Com isso; a "condição feminina" ganha o investimento de um novo dispositivo de poder, sendo modelada por uma trama discursiva que reserva ao feminino o papel preponderante de ser mãe, com todas as implicações políticas e sociais que esse fato pôde acarretar para as mulheres. (AU)

Relação de fatores nutricionais e reprodutivos na puberdade e eficiência reprodutiva em fêmeas suínas

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Anibal de Sant'Anna Moretti
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:98/10451-8
Vigência: 01 de setembro de 1998 - 29 de fevereiro de 2000
Resumo
O experimento objetiva estudar os efeitos do manejo alimentar na fase pré-pubere e pós-pubere em marrãs, empregando dois níveis de alimentação, à vontade e restrita durante o período de 70 dias de idade das fêmeas à puberdade e outros dois níveis no primeiro ciclo estral, com ou sem aplicação do flushing. Os parâmetros de avaliação serão: ganho de peso, conversão alimentar, condição corporal e espessura de toucinho, níveis de progesterona e estrógeno, além do peso à puberdade e entrada na reprodução, bem como taxa de ovulação e mortalidade embrionária. Num primeiro estágio farão parte do estudo 128 fêmeas, num delineamento inteiramente casualizado com arranjo fatorial 2X2, sendo à vontade e outro restrito, ambos com ou sem emprego do flushing. Num segundo estágio, aos 30 dias de gestação, metade das fêmeas será abatida para avaliação da taxa de ovulação e mortalidade embrionária. A pesquisa desenvolver-se-á no Laboratório de Pesquisa em Suínos, pertencente à Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, no Campus em Pirassununga. (AU)

Incremento do potencial energético com suplementação de enzimas em rações de galinhas poedeiras expostas a estresse calórico

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Joji Ariki
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:99/00312-3
Vigência: 01 de maio de 1999 - 31 de março de 2001
Resumo
O trabalho objetivará estudar a possibilidade de aumentar a disponibilidade de energia em rações para aves de postura em condições de estresse calórico com suplementação de enzimas. Serão realizados 2 experimentos. O experimento 1 será conduzido com aves na fase inicial de crescimento (1 a 28 dias) para verificar se a resposta aos tratamentos é semelhante ao das aves adultas. Serão controlados semanalmente os, dados de peso corporal, consumo de ração, conversão alimentar, mortalidade e umidade da excreta. O experimento 2 será realizado com galinhas de postura com duração de 3 ciclos de 28 dias. Serão controlados os dados de peso corporal, consumo de ração, conversão alimentar, mortalidade, produção e peso dos ovos, porcentagem de casca, unidade Haugh, coloração da gema e umidade das fezes. O delineamento experimental será em blocos casualizados em esquema fatorial 2x2 x 2 (temperatura, energia e enzimas) nos dois ensaios. A temperatura será de 20 a 25ºC para condição termoneutra e de 28 a 33ºC para estresse calórico. Os 2 níveis de energia das rações serão do NRC e com 10% a menos. (AU)

Avaliação da resposta a vacinação contra sarampo em pacientes transplantados de medula óssea e a correlação entre a avidez de anticorpos IgG, e persistência da imunidade

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (IMT). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Vanda Akico Ueda Fick de Souza
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:98/00189-4
Vigência: 01 de junho de 1998 - 31 de agosto de 2000
Resumo
O sarampo, importante infecção viral de alta prevalência, morbidade e mortalidade no passado, e habitualmente prevenido pelo uso de vacina viva atenuada, com boa resposta em imunocompetentes. Em grupos selecionados de pacientes, com deficiências imunes adquiridas ou induzidas, como transplantados, apresenta alta mortalidade. Em pacientes transplantados de medula óssea, existe controvérsia quanto à vacinação e quanto a possíveis esquemas de vacinação. A vacinação contra o sarampo e avaliada pela produção de anticorpos específicos, que evoluem para anticorpos de alta avidez, o que não foi verificado em transplantados. No presente projeto, pretendemos estudar a formação de anticorpos em transplantados de medula óssea vacinados contra o sarampo, baseando-se na presença e eficiência da imunidade humoral. Esta imunidade será estudada através da detecção de anticorpos IgG específicos e sua avidez, em amostras colhidas antes do transplante, antes da vacinação e em períodos subseqüentes da vacinação, visando a definição da evolução da avidez destes anticorpos e sua possível correlação com a manutenção de imunidade anti-sarampo neste grupo de pacientes. (AU)

Alterações induzidas pela dieta na toxicidade do metotrexato

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Lewis Joel Greene
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:98/00610-1
Vigência: 01 de maio de 1998 - 30 de abril de 2000
Assunto(s):AsparaginaEnterocoliteGlutaminaMetotrexatoQuimioterapia
Resumo
A administração de dose única de 20 mg/kg de peso corporal de metotrexato por via intraperitonial em ratos adultos, alimentados com dieta elementar (mistura de aminoácidos), induz enterocolite difusa aguda e sepsis, com 100% de mortalidade em ate 5 dias. Este modelo experimental será utilizado na avaliação do efeito da forma de apresentação dos nutrientes e de suplementos nutricionais específicos, na toxicidade do metotrexato. Mais especificamente, iremos avaliar o efeito da forma de apresentação da proteína caseína (mistura de aminoácidos, hidrolisado ou proteína intacta) e da suplementação de nutrientes do tipo Gln, Gly, Asn, Asp e alfa-cetoglutarato na enterocolite induzida pelo metotrexato. A dieta experimental em teste será ministrada durante todo o período de estudo (pré e pós-metotrexato). A avaliação do efeito das alterações dietéticas será feita através de cultura sangüínea para identificação de bacteremia, da medida da permeabilidade intestinal ao 51Cr-EDTA e da taxa de mortalidade. (AU)

Avaliação dos custos de saúde devido a poluição atmosférica no município de São Paulo

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Gyorgy Miklos Bohm
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:98/15617-1
Vigência: 01 de março de 1999 - 31 de agosto de 2002
Assunto(s):Saúde públicaPoluição do arPoluição atmosféricaImpactos na saúdeAnálise de custosSão Paulo (SP)
Resumo
Os efeitos da poluição do ar na saúde têm sido relatados através de estudos que demonstram a associação entre poluição do ar e morbidade e mortalidade. Um aspecto importante a fim de avaliar os efeitos da poluição na saúde é a sua quantificação monetária. Uma vez que diversos estudos relacionando os efeitos da poluição na saúde foram desenvolvidos para o município de São Paulo, seria interessante conhecer o montante que esse impacto representa para os cofres públicos. Este trabalho envolverá a análise de estudos que relacionam poluição atmosférica à saúde pública (Saldiva e cols, 1994; Braga, 1998; Pereira e cols, 1998; El Khouri Miraglia e cols, 1997) e a quantificação de seus respectivos custos em termos de morbidade e mortalidade, ampliando uma primeira tentativa na avaliação desse impacto monetário (El Khouri Miraglia e cols, 1998). (AU)

Emprego de gonadotrofinas na indução da puberdade em fêmeas suínas e seus efeitos na eficiência reprodutiva

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Anibal de Sant'Anna Moretti
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:99/08240-1
Vigência: 01 de novembro de 1999 - 31 de outubro de 2001
Resumo
O experimento visa estudar os efeitos da utilização de gonadotrofinas na indução da puberdade em marrãs pré-púberes, acompanhamento da dinâmica folicular através da ultra-sonografia e averiguação da fertilidade da fêmea pela taxa de ovulação, mortalidade embrionária, tamanho da leitegada ao nascimento. Serão empregados no experimento 90 fêmeas, num delineamento em blocos casualizados, caracterizando 10 grupos homogêneos de 9 fêmeas cada, distribuídas em 3 tratamentos: emprego de PMSG e HCG em uma única aplicação: PMSG e, 72 h após, HCG e grupo controle com solução salina. As fêmeas serão observadas a partir dos 120d. de idade, com período de adaptação prévio, determinando-se até os 154d. o peso, consumo de ração e espessura de toucinho. A partir da indução de cio com gonadotrofinas, aos 154d., será utilizada a ultra-sonografia, visando a observação da dinâmica folicular até o momento da ovulação, com acompanhamento do diagnóstico de estro e inseminação artificial. Um grupo de fêmeas, aos 35d. de gestação será abatido para a determinação das taxas de ovulação, contagem de embriões e mortalidade embrionária. O grupo restante levará a gestação a termo, para a avaliação do tamanho da leitegada ao nascimento. O estudo realizar-se-á no Laboratório de Pesquisa em ... (AU)

Efeitos da poluição do ar de São Paulo sobre o epitélio ciliado da rã - Subprojeto 2: efeitos do material particulado (PM10) sobre o batimento ciliar

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Paulo Hilário Nascimento Saldiva
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:96/12518-7
Vigência: 01 de abril de 1997 - 31 de março de 1999
Assunto(s):Fisiologia respiratória e circulatóriaDoenças respiratóriasDepuração mucociliarMaterial particuladoPoluição atmosféricaMortalidade
Resumo
Diversos estudos epidemiológicos têm mostrado grande associação entre poluição atmosférica e doenças respiratórias, tanto em termos de mortalidade, quanto de morbidade. Assim, o presente projeto visa dar plausibilidade biológica a estes dados epidemiológicos através de 4 subprojetos. Subprojeto 2: Este subprojeto pretende verificar em que medida a frequência de batimento ciliar (que remove partículas que entram no aparelho respiratório) é prejudicada frente a concentração crescentes de material particulado da poluição (PM10). (AU)

Efeitos da poluição do ar de São Paulo sobre o epitélio ciliado da rã - Subprojeto 3: efeitos do pH e potencial oxidante do PM10 na velociadade de transporte mucociliar

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Paulo Hilário Nascimento Saldiva
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:96/12516-4
Vigência: 01 de julho de 1997 - 30 de junho de 1999
Assunto(s):Fisiologia respiratória e circulatóriaDoenças respiratóriasDepuração mucociliarMaterial particuladoPoluição atmosféricaMortalidade
Resumo
Diversos estudos epidemiológicos têm mostrado grande associação entre poluição atmosférica e doenças respiratórias, tanto em termos de mortalidade, quanto de morbidade. Assim, o presente projeto visa dar plausibilidade biológica a estes dados epidemiológicos através de 4 subprojetos. Este subprojeto (3) visa determinar as alterações de velocidade de transporte mucociliar sob o efeito oxidante e pH do PM10 (material particulado) e após a sua neutralização. (AU)

Síndrome ascítica em frangos de corte machos de 7 linhagens comerciais: desempenho pela mortalidade e níveis plasmáticos de hormônios

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Elisabeth Gonzales
Anfitrião: Eddy Decuypere
Local de pesquisa: Faculty of Agricultural And Applied Biological Research (Bélgica)
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Processo:96/01366-1
Vigência: 01 de julho de 1996 - 31 de agosto de 1997
Assunto(s):Hormônios
Resumo
As doenças metabólicas (síndromes da morte súbita - SMS e ascítica - SA) têm determinado perdas econômicas significativas em lotes de frangos de corte machos criados sob condições de manejo e sanidade bem controladas. Existem evidências suficientes para set supor que a SMS e SA tem como origem um problema metabólico decorrente de um programa de seleção dos frangos de corte com prioridade para incremento do ganho de peso e melhor conversão alimentar, o que determinaria diferente suscetibilidade à SMS e SA entre as linhagens de frangos de corte. O objetivo do estudo é caracterizar as doenças metabólicas. (SMS e SA) em frangos de corte machos de sete linhagens comerciais (Arbor Acres, Avian Farm, Cobb-500, Hubbard-Peterson, ISA-Vedette, Label Rouge e Ross), determinando-se, além do desempenho, incidência de mortalidade (total, SMS e SA) e Índice de hipertrofia cardíaca, os níveis plasmáticos dos hormônios da tireóide (T3 e T4), hormônio de crescimento, IGF-1 e insulina. (AU)

Impacto do tratamento odontológico sobre a incidência de infecções respiratórias nosocomiais em terapia intensiva

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Roberto Martinez
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:10/51063-4
Vigência: 01 de setembro de 2010 - 31 de dezembro de 2013
Assunto(s):ClorexidinaPneumoniaTerapia intensivaTratamento odontológicoRespiração artificial
Resumo
As infecções do trato respiratório são as infecções nosocomiais mais comuns que acometem pacientes sob terapia intensiva em todo o mundo. Elas prolongam a internação, elevam a mortalidade intra-hospitalar e acarretam grande impacto financeiro. Sendo a aspiração de microorganismos da orofaringe a principal via de aquisição de infecções respiratórias por estes pacientes, a limpeza e a anti-sepsia da cavidade oral tem sido proposta como forma de se prevenir esta complicação hospitalar. Entretanto, os resultados da literatura são inconsistentes sobre a efetividade dessas medidas. Até onde pudemos apurar, não há estudos avaliando o efeito do tratamento odontológico em pacientes de UTI com o intuito de se prevenir infecções respiratórias, motivo pelo qual esta pesquisa se justifica. Objetivos: avaliar o impacto do tratamento odontológico em pacientes de UTI sobre a incidência de infecções respiratórias nosocomiais e a mortalidade global e atribuível às infecções respiratórias na UTI. Casuística, Material e Métodos: a população de estudo será constituída por pacientes admitidos para internação na UTI do HC FMRP-USP. A metodologia será experimental, randomizada e cega. O grupo experimental será constituído por pacientes atendidos por cirurgião-dentista que promoverá a limpeza da cavidade oral, controle de focos de infecção oral e aplicação de clorexidina a 2%. O grupo controle receberá apenas os cuidados rotineiros de higiene oral prestados pela equipe de enfermagem e a aplicação do mesmo anti-séptico. Será criado um banco de dados no programa Excel. Para a análise estatística será utilizado o programa Stata e aplicados os testes Qui-quadrado, Exato de Fisher, de Wilcoxon e de regressão binomial. (AU)

Estudo do remodelamento pulmonar na endotoxemia induzida por lipopolissacarídeo

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Francisco Garcia Soriano
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:07/07375-9
Vigência: 01 de maio de 2008 - 31 de dezembro de 2008
Assunto(s):FibroseColágenoPulmãoSepseTerapia intensiva
Resumo
Os gastos no Brasil com pacientes de UTI no ano de 2003 somaram R$ 17,34 bilhões, o que representa aproximadamente entre 30 a 35% dos gastos globais com a área de saúde. No Brasil dados do estudo BASES mostraram que sepse é a principal geradora de custos nos setores público e privado (1). As bactérias Gram-positivas e Gram-negativas são as responsáveis pela maioria dos casos da sepse (36% e 35%, respectivamente) (2). A sepse grave e o choque séptico estão associados a taxas de mortalidade de 40 a 60%. A mortalidade não tem se modificado nas últimas duas décadas apesar do desenvolvimento de novos antibióticos e aprimoramento de medidas de tratamento intensivo (3).O pulmão esta entre os primeiros órgãos a serem atingidos durante a sepse. A falência respiratória está entre as mais freqüentes complicações da sepse severa, ocorrendo em quase 85% dos casos (26-31). A sepse causa uma lesão do endotélio vascular pulmonar, acarretando um desequilíbrio entre a ventilação e a perfusão pulmonar.(32) Cerca de 40% dos pacientes com sepse desenvolvem a SARA a qual é caracterizada principalmente pela alteração da função respiratória, surgimento de edema intersticial pulmonar e deposição de fibronectina e colágeno nos pulmões. A caracterização da deposição de colágeno e a possível relação com a diminuição da capacidade respiratória em pacientes com sepse é fundamental para o entendimento dos mecanismos fisiopatológicos envolvidos nessa doença. (AU)

Avaliação das alterações histológicas ósseas e cardiovasculares em ratos urêmicos tireoparatireoidectomizados submetidos a dieta rica e pobre em fósforo associada a infusão de paratormônio

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Vanda Jorgetti
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:01/01789-0
Vigência: 01 de agosto de 2001 - 31 de julho de 2004
Assunto(s):Insuficiência renal crônicaOsteodistrofia renal
Resumo
O estudo das alterações do Hormônio da Paratireóide(PTH) nos portadores de Insuficiência Renal Crônica(IRC) centra-se nas alterações ósseas determinadas pelo Hiperparatireoidismo Secundário(HPTH). Para controlar a Osteodistrofia Renal (OR), preconiza-se a manutenção de fósforo (P) sérico < 5,5 mg/dl, produto CaxP < 55mg2/dl2 e valores de PTH entre 2 a 3 X o valor normal. Sabe-se que excesso de mortalidade por Doença Cardiovascular (DCV) também acomete a população de portadores de IRC. Explicando parte disto, temos os distúrbios metabólicos do HPTH e dos íons Ca e P. Existe demonstração de que P e produto Cax P elevados determinam maior mortalidade na IRC. O PTH também é responsabilizado por alterações cardiovasculares vistas na IRC. Conjectura-se, que valores de P, Ca e PTH aceitáveis para OR, talvez não sejam adequados para prevenir ou reverter a DCV da IRC. Este estudo propõe correlacionar achados histológicos com diferentes taxas de infusão de PTH e dieta rica e pobre em P em ratos com IRC. (AU)

Avaliação da proteção das alças intestinais fetais utilizando hidrogel (biomaterial) e óxido nítrico no modelo experimental de gastrosquise

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Lourenço Sbragia Neto
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:08/51487-9
Vigência: 01 de junho de 2008 - 31 de maio de 2010
Assunto(s):Biomateriais
Resumo
A Gastrosquise (G) é definida como a herniação das alças intestinais (em geral na parte lateral direita do umbigo) e como conseqüência, o intestino fetal entra em contato com o líquido amniótico e o neonato nasce com as vísceras abdominais expostas. Na fisiopatologia do defeito, o tempo de exposição das alças intestinais ao líquido amniótico é um dos fatores envolvidos no comprometimento das vísceras expostas e contribui para a maior morbidade e mortalidade da doença. O óxido nítrico (NO) tem papel importante na modulação da permeabilidade da mucosa e na motilidade de músculos lisos intestinais e pode ter aplicação biomédica se for incorporado em matrizes que atuem como veículo de liberação do NO. Os hidrogéis, como o N-isopropilacrilamida/ácido acrílico (PNIPAAm-co-AAc), podem ser estas matrizes, pois são de uso terapêutico, atóxicos e bons candidatos à sistemas de entrega de drogas, além de servir como capa para ferimentos e proteger contra à agressão química ou microbiana. Para isso, é necessário que o hidrogel se mantenha aderido à serosa quando aplicado sobre o intestino da G por meio da utilização de adesivos naturais, como o a fibrina. Na literatura há poucos relatos sobre o uso de materiais biossintéticos como protetores da superfície de um órgão ou tecido que tenham habilidade de doador NO e que potencialmente poderiam proteger as alças intestinais da G quando em contato com o líquido amniótico intra-útero. Portanto, a utilização do hidrogel associado ao NO aplicado ao modelo de G experimental em ratas poderia trazer subsídios para a possível aplicação do tratamento pré-natal ou mesmo neonatal gerando produtos de utilização farmacológica comercial e contribuir para diminuir o custo e a morbi-mortalidade da doença. (AU)

Efeito do ácido retinóico e sua interação com a traque-oclusao fetal sobre a expressão de receptores de vgef pulmonar na hérnia diafraegamatica em ratos

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Lourenço Sbragia Neto
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:08/50347-9
Vigência: 01 de julho de 2008 - 30 de junho de 2010
Resumo
Hérnia diafragmática congênita (HDC) é uma anomalia anatômica que causa grave distúrbio respiratório no período neonatal e ocorre por um defeito no foramen postero-lateral do diafragma pelo qual vísceras abdominais passam para o interior do tórax e por conseqüência acaba impedindo o completo desenvolvimento pulmonar. A incidência da HDC é de aproximadamente 1:2500 nascidos vivos e a mortalidade neonatal é de aproximadamente de 60% atribuída à imaturidade pulmonar estrutural e bioquímica associada à hipoplasia pulmonar que causa hipertensão pulmonar. De especial interesse são as alterações que ocorrem na vasculatura pulmonar desta anomalia congênita. Uma das possibilidades de promover o crescimento pulmonar na HDC e diminuir sua mortalidade é por meio da traqueo-oclusão fetal (TO). Ao realizar-se a TO na fase canalicular do desenvolvimento pulmonar ocorre aumento da angiogênese estimulada pela glicoproteína Vascular Endothelial Growth Factor (VEGF) e seus receptores. O retinol, vitamina A, parece ter um papel central na gênese da doença e no desenvolvimento da vasculature pulmonar, pois sua deficiência pode levar a maior incidência de HDC e também a hipoplasia pulmonar quando houver comprometimento da enzima retinaldesidrogenase 2 (RALDH2), enzima chave necessária para a transformação do refinai em ácido retinóico (AR).O objetivo deste estudo ê verificar no modelo de HDC em feto de rato induzido por Nitrofen o efeito do tratamento materno com ácido retinóico (AR) sobre a freqüência e o tamanho do aparecimento de hérnias e sobre a expressão dos receptores de VEGF no desenvolvimento pulmonar normal e com HDC quando submetidos à traqueo-oclusão fetal (TO). (AU)

Relação entre a presença de ilhas de patogenicidade, capacidades de adesão e invasão em linhagens celulares cultivadas in vitro, formação de biofilme e "quorum sensing", em Linhagens de Escherichia coli...

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Wanderley Dias da Silveira
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:08/56739-6
Vigência: 01 de dezembro de 2008 - 31 de março de 2011
Resumo
A indústria avícola, importante segmento econômico brasileiro, é prejudicada por vários fatores. Entre estes fatores destacam-se os processos infecciosos que acarretam baixo crescimento das aves, mortalidade e condenação de carcaças. Entre os microrganismos causadores de doenças infecciosas destaca-se a bactéria Escherichia coli, responsável por graus variados de morbidade e mortalidade. As linhagens de E. coli associadas à patogenicidade em aves são, coletivamente, denominadas APEC (avian pathogenic Escherichia coli), sendo as doenças que causam denominadas de maneira geral, colibacilose. Nesse trabalho, devido à importância da possível presença de ilhas de patogenicidade (PAIs) no genoma de APECs, diferentes linhagens deverão ser estudadas e testadas quanta à presença de genes relacionados à patogenicidade e genes relacionados à presença de ilhas de patogenicidade (PAIS), quanto à capacidade de adesão e invasão em células, quanto à capacidade de formação de biofilme e quanto à presença de "quorum sensing", antes e depois da deleção das PAls. Estudaremos a presença destes genes, se plasmidiais ou cromossômicos e se os mesmos podem estar relacionados à presença das PAIS. (AU)

Estudo do potássio como marcador de hipóxia tecidual no atendimento pré-hospitalar de pacientes em choque hemorrágico traumático: correlação com a gravidade do trauma, gravidade do choque, coagulopatia e morbimortalidade

Beneficiário:
Instituição: Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:José Otávio Costa Auler Junior
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:10/03315-4
Vigência: 01 de junho de 2010 - 31 de maio de 2013
Assunto(s):Choque hemorrágicoPotássioAnestesiologia
Resumo
Nos últimos anos tem ocorrido um aumento no interesse do desenvolvimento de preditores de gravidade e marcadores de hipóxia tecidual em pacientes com choque hemorrágico traumático, com o objetivo de antecipar o grau de disfunção orgânica e a terapia apropriada. Pouco se sabe a respeito da hiperpotassemia no choque hemorrágico traumático. Estudo recente em animais, realizado em nosso laboratório, demonstrou que o aumento do potássio sérico acompanha precocemente o choque hemorrágico, se correlaciona com a gravidade da hipóxia tecidual e está fortemente associada a morbimortalidade. OBJETIVO: avaliar o comportamento do potássio no atendimento pré-hospitalar de pacientes em choque hemorrágico traumático (Classe III e IV), estudando sua correlação com a gravidade do trauma, gravidade do choque, coagulopatia e morbimortalidade. MÉTODOS: 200 pacientes em choque hemorrágico traumático atendidos pelo Grupo de Resgate e Atendimento às Urgências (GRAU) em conjunto com o Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo serão estudados. Serão determinados os valores de potássio, hemoglobina e gases sanguíneos nos seguintes tempos: imediatamente após o primeiro atendimento, na chegada ao hospital, e três e vinte e quatro horas após a admissão hospitalar. A mortalidade será estudada dentro do período de trinta dias. A nossa hipótese é que a hiperpotassemia acompanha precocemente o desenvolvimento do choque hemorrágico e que mais do que marcador de hipóxia tecidual, ela possa ser responsável por parte da mortalidade associada ao choque hemorrágico traumático. (AU)

Análise espacial dos óbitos neonatais com foco no parto prematuro, Taubaté, SP

Beneficiário:
Instituição: Instituto Básico de Biociências (IBB). Universidade de Taubaté (UNITAU). Taubaté, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Luiz Fernando Costa Nascimento
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:08/11305-9
Vigência: 01 de abril de 2009 - 31 de março de 2010
Assunto(s):GeoprocessamentoMortalidade neonatalSaúde materno-infantil
Resumo
O presente projeto tem por objetivo identificar padrões espaciais para a mortalidade neonatal e para partos prematuros na cidade de Taubaté, SP, nos anos de 2003 e 2004. A análise espacial vem se mostrando como ferramenta útil para identificação de padrões em setores da Saúde Pública. Recentemente, a revista Cadernos de Saúde Pública destinou um volume exclusivo neste assunto (ano 2001, volume 17, número 5. Espera-se identificar área com maior concentração de óbitos e área de partos prematuros. A análise espacial usará técnicas de área e de pontos. Este projeto se justifica pela inexistência de estudos abordando este tema no Estado de São Paulo em geral e no Vale do Paraíba em particular. Os resultados poderão orientar medidas de intervenção por parte dos Serviços de Saúde local e estadual. (AU)
Página 9 de 2.492 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP