Busca avançada

X

Criar um alerta por e-mail


Novos resultados para a sua pesquisa em seu e-mail, semanalmente.

Seu e-mail:

Tamanho do e-mail:



Seu endereço de e-mail não será divulgado.

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Publicações científicas
Publicações acadêmicas
  • Auxílios à Pesquisa
  • Bolsas
  • Programas voltados a Temas Específicos
  • Programas de Pesquisa direcionados a Aplicações
  • Programas de Percepção Pública da Ciência
  • Programas de Infraestrutura de Pesquisa
  • Área do conhecimento
  • Situação
  • Ano de início
Excel (CSV)Alerta por e-mail   RSS
Página 9 de 3.518 resultado(s)
|
Resumo

Pacientes com insuficiência cardíaca (IC) descompensada têm alta morbi-mortalidade e aspectos da sua apresentação têm recebido atenção por associação com pior prognóstico, em especial a presença de insuficiência renal, hiponatremia e congestão. A infusão de solução salina hipertônica foi testada em diferentes situações de falência do cardiovascular, como nos choques hemorrágico e séptico, sendo significativas as ontribuições nacionais. Apesar dos efeitos da solução hipertônica em pacientes com inssuficiência cardíaca serem aindas pouco conhecidos. As evidências disponíveis indicam que seja segura e capaz de melhorar parâmetros clínicos e hemodinâmicos, com possível efeito benéfico sobre o prognóstico. Formulamos hipótese de que pacientes com IC descompensada tratados com solução salina hipertônica em associação com diuréticos endovenosos é método seguro e capaz de prevenir a ocorrência de insuficiência renal, além de melhorar parâmetros clínicos, hemodinâmicos, eletrolíticos e prognóstico.Serão selecionados pacientes com IC sistólica internados por descompensação aguda para tratamento duplo-cego com NaCl a 7,5% ou placebo. Além de tratamento padrão, os pacientes incluídos no grupo intervenção receberão solução solução salina a 7,5% com furosemida em veia periférica ao longo de 1 hora, duas vezes ao dia. Os pacientes incluídos no grupo controle receberão infusão de solução salina a 0,9%. Serão monitoradas a função renal, parâmetros hidroeletrolíticos e variáveis clínicas e de prognóstico.Acreditamos que o presente estudo possa contribuir para o aprimoramento de uma modalidade terapêutica desenvolvida em grande parte em âmbito nacional, de baixo custo, grande acessibilidade, fácil administração e monitorização, e com potencial repercussão prognosticas em pacientes com alta morbi-mortalidade. (AU)

Resumo

Na pancreatite aguda (PA) a ativação inapropriada das enzimas pancreáticas tem papel importante no desencadeamento dos mecanismos inflamatórios responsáveis pelas manifestações locais e sistêmicas da doença. Em trabalho recente (Machado, MCC e cols, Pancreas 2006;32:80-86) mostramos que a administração de solução salina hipertônica na PA experimental atenuou as alterações hemodinâmicas, reduziu as citocinas inflamatórias, as lesões sistêmicas, a infecção e a necrose acinar pancreática. Como conseqüência destes efeitos houve redução significativa na mortalidade nos animais tratados com solução hipertônica NaCl 7,5% quando comparados com os animais tratados com solução salina NaCl 0,9% e com animais que não foram tratados. Entretanto, neste trabalho não foi estudada a ação da solução salina hipertônica na ativação das enzimas pancreáticas, que ocorre numa fase inicial da PA, e na lesão pancreática, o que poderia influenciar na gravidade da lesão pancreática e portanto na intensidade das alterações sistêmicas.O objetivo deste estudo será avaliar se a redução da mortalidade na PA poderia estar relacionada a uma redução da atividade enzimática atenuando as lesões pancreáticas, ou tendo seu efeito primordial na redução da resposta inflamatória sistêmica. (AU)

Resumo

Nos últimos anos tem ocorrido um aumento no interesse do desenvolvimento de preditores de gravidade e marcadores de hipóxia tecidual em pacientes com choque hemorrágico traumático, com o objetivo de antecipar o grau de disfunção orgânica e a terapia apropriada. Pouco se sabe a respeito da hiperpotassemia no choque hemorrágico traumático. Estudo recente em animais, realizado em nosso laboratório, demonstrou que o aumento do potássio sérico acompanha precocemente o choque hemorrágico, se correlaciona com a gravidade da hipóxia tecidual e está fortemente associada a morbimortalidade. OBJETIVO: avaliar o comportamento do potássio no atendimento pré-hospitalar de pacientes em choque hemorrágico traumático (Classe III e IV), estudando sua correlação com a gravidade do trauma, gravidade do choque, coagulopatia e morbimortalidade. MÉTODOS: 200 pacientes em choque hemorrágico traumático atendidos pelo Grupo de Resgate e Atendimento às Urgências (GRAU) em conjunto com o Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo serão estudados. Serão determinados os valores de potássio, hemoglobina e gases sanguíneos nos seguintes tempos: imediatamente após o primeiro atendimento, na chegada ao hospital, e três e vinte e quatro horas após a admissão hospitalar. A mortalidade será estudada dentro do período de trinta dias. A nossa hipótese é que a hiperpotassemia acompanha precocemente o desenvolvimento do choque hemorrágico e que mais do que marcador de hipóxia tecidual, ela possa ser responsável por parte da mortalidade associada ao choque hemorrágico traumático. (AU)

Resumo

Enfermidades e mortalidade em massa de ouriços-do-mar vem sendo relatadas em várias partes do mundo e tem sido correlacionadas ao estresse ambiental tais como, poluição e variações térmicas. Recentemente, enfermidades e mortalidade em massa de ouriços-do-mar tropical Lytechinus variegatus (Brasil) foram evidenciadas na cidade de São Sebastião (litoral norte de São Paulo) e documentadas pela nossa equipe de pesquisadores. Neste projeto, estabelecemos um protocolo experimental para avaliar o efeito agudo e crônico da temperatura sobre mecanismos de resistência natural à infecção de ouriços-do-mar Lytechinus variegatus mantidos sob diferentes temperaturas. Este modelo experimental contribui para ampliarmos os conhecimentos sobre o estresse ambiental decorrente de variações térmicas e da influência da temperatura como fator limitante na vida dos animais, assim como o impacto do aquecimento global na sobrevivência destes animais. (AU)

Resumo

A indústria avícola, importante segmento econômico brasileiro, é prejudicada por vários fatores. Entre estes fatores destacam-se os processos infecciosos que acarretam baixo crescimento das aves, mortalidade e condenação de carcaças. Entre os microrganismos causadores de doenças infecciosas destaca-se a bactéria Escherichia coli, responsável por graus variados de morbidade e mortalidade. As linhagens de E. coli associadas à patogenicidade em aves são, coletivamente, denominadas APEC (avian pathogenic Escherichia coli), sendo as doenças que causam denominadas de maneira geral, colibacilose. Nesse trabalho, devido à importância da possível presença de ilhas de patogenicidade (PAIs) no genoma de APECs, diferentes linhagens deverão ser estudadas e testadas quanto à presença de genes relacionados à patogenicidade e genes relacionados à presença de ilhas de patogenicidade (PAIS), quanto à capacidade de adesão e invasão em células, quanto à capacidade de formação de biofilme e quanto à presença de "quorum sensing", antes e depois da deleção das PAls. Estudaremos a presença destes genes, se plasmidiais ou cromossômicos e se os mesmos podem estar relacionados à presença das PAIs. (AU)

Resumo

A sepse e o choque séptico constituem-se em desafio para a medicina intensiva. A incidência tem aumentado e a taxa de mortalidade permanece elevada, variando de 40% a 80%. A definição clínica de sepse vem sendo motivo de controvérsia, pois os critérios adotados em 1991 foram considerados muito amplos e não específicos por levarem em conta apenas dados clínicos. Novas definições publicadas em 2001 incluíram a dosagem de marcadores bioquímicos entre as variáveis para diagnosticar sepse em adultos. Como em pediatria ainda não está estabelecida a utilização de marcadores bioquímicos como critérios diagnósticos de SRIS e sepse, os objetivos deste estudo são: 1) estudar os níveis plasmáticos de IL-6, IL-10, PCR e PCT no plasma e sobrenadante de cultura de células mononucleares de crianças com diagnóstico clínico de sepse e choque séptico; 2) determinar a correlação entre o critério diagnóstico clínico de sepse e as concentrações plasmáticas destes marcadores; 3) investigar a relação entre estes marcadores e a mortalidade. (AU)

Resumo

O índice crescente e assustador da mortalidade infantil constatados pelos médicos no final do século XIX e início do XX, apresentava-se como um grave problema que necessitava de soluções. A amostra destes dados estatísticos foi um dos argumentos utilizados pelos médicos para construir modelos e ao mesmo tempo condenar outros. Como ponto de partida para o trabalho, tomaremos o momento em que o discurso médico se insere no seu campo de referências sobre a, tradicional prática do aleitamento remunerado. Contudo, no início do século XX, as amas passam a ser encaradas pelo olhar médico como um dos principais agentes transmissores de doenças relacionada à morte dos recém-nascidos, e a partir de então passam a ser alvo de um enquadramento legal- promovido por várias instituições- que visou estabelecer regras muito bem delimitadas par o exercício da profissão. Um das conseqüências dessa refiguração das representações associadas ao aleitamento diz respeito às fortes articulações que foi se forjando, desde então, a respeito do "papel" a ser desenvolvido pela mãe com relação à criança. Com isso; a "condição feminina" ganha o investimento de um novo dispositivo de poder, sendo modelada por uma trama discursiva que reserva ao feminino o papel preponderante de ser mãe, com todas as implicações políticas e sociais que esse fato pôde acarretar para as mulheres. (AU)

Resumo

A Insuficiência Renal Crônica (IRC) associa-se com elevada morbidade e mortalidade cardiovascular, sendo responsável por cerca de 50% dos óbitos em pacientes sob tratamento dialítico. Outra complicação freqüente presente na IRC é a Osteodistrofia Renal (OR), especialmente o Hiperparatireoidismo secundário (HPTH). Para controlar a OR, preconiza-se que a concentração de fósforo sérico seja menor que 5,5mg/dL, produto cálcio x fósforo menor que 55mg/dL e que os valores de paratormônio (PTH) fiquem entre 2 a 3x o valor normal. Trabalhos recentes têm questionado se esses valores de PTH não seriam deletérios para o aparelho cardiovascular, contribuindo assim, para manter a elevada mortalidade desses pacientes. Este estudo se propõe a avaliar a participação de proteínas envolvidas na calcificação, através de imuno-hitoquímica e biologia molecular (Northem Blot) no tecido ósseo e cardiovascular, com diferentes concentrações de PTH e variações no teor de fósforo da dieta em modelo experimental de uremia em ratos paratireoidectomizados. (AU)

Resumo

A administração de dose única de 20 mg/kg de peso corporal de metotrexato por via intraperitonial em ratos adultos, alimentados com dieta elementar (mistura de aminoácidos), induz enterocolite difusa aguda e sepsis, com 100% de mortalidade em ate 5 dias. Este modelo experimental será utilizado na avaliação do efeito da forma de apresentação dos nutrientes e de suplementos nutricionais específicos, na toxicidade do metotrexato. Mais especificamente, iremos avaliar o efeito da forma de apresentação da proteína caseína (mistura de aminoácidos, hidrolisado ou proteína intacta) e da suplementação de nutrientes do tipo Gln, Gly, Asn, Asp e alfa-cetoglutarato na enterocolite induzida pelo metotrexato. A dieta experimental em teste será ministrada durante todo o período de estudo (pré e pós-metotrexato). A avaliação do efeito das alterações dietéticas será feita através de cultura sangüínea para identificação de bacteremia, da medida da permeabilidade intestinal ao 51Cr-EDTA e da taxa de mortalidade. (AU)

Resumo

O estudo das alterações do Hormônio da Paratireóide(PTH) nos portadores de Insuficiência Renal Crônica(IRC) centra-se nas alterações ósseas determinadas pelo Hiperparatireoidismo Secundário(HPTH). Para controlar a Osteodistrofia Renal (OR), preconiza-se a manutenção de fósforo (P) sérico < 5,5 mg/dl, produto CaxP < 55mg2/dl2 e valores de PTH entre 2 a 3 X o valor normal. Sabe-se que excesso de mortalidade por Doença Cardiovascular (DCV) também acomete a população de portadores de IRC. Explicando parte disto, temos os distúrbios metabólicos do HPTH e dos íons Ca e P. Existe demonstração de que P e produto Cax P elevados determinam maior mortalidade na IRC. O PTH também é responsabilizado por alterações cardiovasculares vistas na IRC. Conjectura-se, que valores de P, Ca e PTH aceitáveis para OR, talvez não sejam adequados para prevenir ou reverter a DCV da IRC. Este estudo propõe correlacionar achados histológicos com diferentes taxas de infusão de PTH e dieta rica e pobre em P em ratos com IRC. (AU)

Resumo

As doenças infecciosas são uma das maiores causas de morbidade e mortalidade em répteis. Dentre os agentes infecciosos que acometem as serpentes, destacam-se os que causam doenças digestivas. Percebe-se a importância da patologia digestiva, principalmente quando se leva em conta a anatomia e fisiologia deste sistema orgânico, e as consequências das alterações nele geradas. Podemos citar, entre outras consequências, a perda de nutrientes para as fezes, diminuição da absorção destes nutrientes e perda de água, eletrólitos e até sangue para o tubo digestivo; todas levando à emaciação e comprometimento de todo o organismo animal. No Brasil, para a maioria dos répteis, não se tem ao menos dados biológicos, que são essenciais para a compreensão de todo o processo patológico. O objetivo deste trabalho é fazer a correlação microbiológica e anátomo-patológica das patologias do trato gastrintestinal de serpentes brasileiras. Os agentes infecciosos abordados incluirão bactérias e fungos. (AU)

Resumo

Doenças respiratórias agudas (DRAs) são as causas mais comuns de morbidez e mortalidade infantil mundial. A fim de se detectar e avaliar a quantidade de Vírus Respiratórios associada às infecções agudas do trato respiratório humano, pretendemos utilizar um protocolo de m-RT-PCR (Multiplex-RT-PCR) Semi-Quantitativo que nos permita a detecção simultânea, em um único dia útil, de patógenos respiratórios incluindo vírus de RNA (vírus influenza A e B, parainfluenzavirus tipo 1 [PIV-1] e 3 [PIV-3], e RSV) e virus de DNA (adenovirus). Amplificando segmentos do genoma viral presentes em amostras clinicas colhidas nos diferentes setores (enfermaria e a UTI [Unidade de Terapia Intensiva]) do Hospital Universitário da USP (HU), com participação efetiva de pediatras, durante surtos de 2002 e 2003. A quantificação das amostras será obtida através da técnica de detecção de fragmentos, utilizando o Analisador Automático de DNA ABI Prisma modelo 310 e o programa Genescan para quantificação e análise de fragmento de DNA. (AU)

Resumo

A mortalidade embrionária (ME) causa até 40% de perdas de conceptos em bovinos europeus de climas temperados. A presente proposta visa determinar a freqüência e os períodos de ocorrência da ME e fetal em vacas Nelore (experimento 1 =E1), bem como propor estratégias hormonais para a sua redução (E2). No E1, 240 vacas serão distribuídas em três grupos(n=80 cada): No G1 serão colhidos embriões no 8º dia pós-inseminação (IA), no G2 os conceptos serão obtidos cirurgicamente 16 dia pós-IA e no G3 serão realizados diagnósticos de prenhez aos 28, 42 dia (ultra-som), 60 dias e mensalmente até o parto (palpação). As taxas de ME e fetal serão determinadas retrospectivamente e em relação à taxas de fertilização observada. No E2, 40 vacas serão tratadas com GnRH e/ou hCG após uma ovulação sincronizada objetivando-se melhorar a função luteínica e controlar a dinâmica folicular e retardar a luteólise. Haverá monitoramento diário por rufiões, ultra-sonografia e dosagem de progesterona. (AU)

Resumo

A Insuficiência Renal Crônica (IRC) associa-se a elevada morbidade e mortalidade cardiovascular, sendo responsável por cerca de 50% dos óbitos em pacientes sob tratamento dialítico. Outra complicação freqüente presente na IRC é a Osteodistrofia Renal (OR), especialmente o Hiperparatireoidismo secundário (HPTH). Para controlar a OR, preconiza-se a manutenção de fósforo sérico menor que 5,5mg/dL, produto cálcio x fósforo menor que 55mg/dL e valores de paratormônio (PTH) entre 2 a 3x o valor normal. Trabalhos recentes têm questionado se esses valores de PTH não seriam deletérios para o aparelho cardiovascular, contribuindo assim para manter a elevada mortalidade desses pacientes. Este estudo se propõe a elucidar um pouco mais alguns pontos, através da correlação dos achados de imuno-histoquímica e biologia molecular (Northern Blot) no tecido ósseo e cardiovascular, em diferentes valores de infusão de PTH e dieta rica e pobre em fósforo utilizando modelo experimental de uremia crônica em ratos paratireoidectomizados. (AU)

Resumo

Estudos prévios utilizando camundongos com diferentes níveis de expressão do gene da ECA (1 a 3 cópias), controles (C) e diabéticos (D), mostraram que sob dieta controle não houve diferença no peso corporal, mas o consumo alimentar foi maior nos animais com 3 cópias. Sob dieta hiperlipídica, a quantidade de ração ingerida foi semelhante, mas os animais com 3 cópias apresentaram menor peso corporal. Observou-se também que camundongos D com 3 cópias do apresentaram maior mortalidade associada a excessiva perda de peso corporal, quando comparados aos D com 1 cópia. Esses dados sugerem que o gene da ECA confere susceptibilidade cardiovascular, que podem estar associadas às alterações metabólicas que envolvem funcionalmente o tecido adiposo (TAB). Assim, pretende-se investigar o efeito da alteração na expressão do gene da ECA sobre a atividade dos adipócitos em situações fisiológicas (dieta controle e hiperlipídica), e indicar possíveis perturbações metabólicas que estariam influenciando a progressão do diabetes e contribuindo para a alta taxa de mortalidade. (AU)

Resumo

A Gastrosquise (G) é definida como a herniação das alças intestinais (em geral na parte lateral direita do umbigo) e como conseqüência, o intestino fetal entra em contato com o líquido amniótico e o neonato nasce com as vísceras abdominais expostas. Na fisiopatologia do defeito, o tempo de exposição das alças intestinais ao líquido amniótico é um dos fatores envolvidos no comprometimento das vísceras expostas e contribui para a maior morbidade e mortalidade da doença. O óxido nítrico (NO) tem papel importante na modulação da permeabilidade da mucosa e na motilidade de músculos lisos intestinais e pode ter aplicação biomédica se for incorporado em matrizes que atuem como veículo de liberação do NO. Os hidrogéis, como o N-isopropilacrilamida/ácido acrílico (PNIPAAm-co-AAc), podem ser estas matrizes, pois são de uso terapêutico, atóxicos e bons candidatos à sistemas de entrega de drogas, além de servir como capa para ferimentos e proteger contra à agressão química ou microbiana. Para isso, é necessário que o hidrogel se mantenha aderido à serosa quando aplicado sobre o intestino da G por meio da utilização de adesivos naturais, como o a fibrina. Na literatura há poucos relatos sobre o uso de materiais biossintéticos como protetores da superfície de um órgão ou tecido que tenham habilidade de doador NO e que potencialmente poderiam proteger as alças intestinais da G quando em contato com o líquido amniótico intra-útero. Portanto, a utilização do hidrogel associado ao NO aplicado ao modelo de G experimental em ratas poderia trazer subsídios para a possível aplicação do tratamento pré-natal ou mesmo neonatal gerando produtos de utilização farmacológica comercial e contribuir para diminuir o custo e a morbi-mortalidade da doença. (AU)

Resumo

Hérnia diafragmática congênita (HDC) é uma anomalia anatômica que causa grave distúrbio respiratório no período neonatal e ocorre por um defeito no foramen postero-lateral do diafragma pelo qual vísceras abdominais passam para o interior do tórax e por conseqüência acaba impedindo o completo desenvolvimento pulmonar. A incidência da HDC é de aproximadamente 1:2500 nascidos vivos e a mortalidade neonatal é de aproximadamente de 60% atribuída à imaturidade pulmonar estrutural e bioquímica associada à hipoplasia pulmonar que causa hipertensão pulmonar. De especial interesse são as alterações que ocorrem na vasculatura pulmonar desta anomalia congênita. Uma das possibilidades de promover o crescimento pulmonar na HDC e diminuir sua mortalidade é por meio da traqueo-oclusão fetal (TO). Ao realizar-se a TO na fase canalicular do desenvolvimento pulmonar ocorre aumento da angiogênese estimulada pela glicoproteína Vascular Endothelial Growth Factor (VEGF) e seus receptores. O retinol, vitamina A, parece ter um papel central na gênese da doença e no desenvolvimento da vasculature pulmonar, pois sua deficiência pode levar a maior incidência de HDC e também a hipoplasia pulmonar quando houver comprometimento da enzima retinaldesidrogenase 2 (RALDH2), enzima chave necessária para a transformação do refinai em ácido retinóico (AR).O objetivo deste estudo ê verificar no modelo de HDC em feto de rato induzido por Nitrofen o efeito do tratamento materno com ácido retinóico (AR) sobre a freqüência e o tamanho do aparecimento de hérnias e sobre a expressão dos receptores de VEGF no desenvolvimento pulmonar normal e com HDC quando submetidos à traqueo-oclusão fetal (TO). (AU)

Resumo

As perdas dentárias ainda constituem um agravo à saúde bucal de adultos, sendo assim, é um assunto de grande relevância na Odontologia. Objetivo: A proposta deste estudo será mensurar a perda dentária através da aplicação de índices específicos de perda dentária, e assim verificar os fatores associados a esta condição, enfatizando o impacto na qualidade de vida em adultos. Metodologia: O estudo transversal aplicará o índice de mortalidade dentária, e o índice de mortalidade dentária modificado em duas etapas. As condições avaliadas na amostra serão a experiência de cárie dentária, necessidades de tratamento, condição periodontal (OMS), questões socioeconômicas, de autopercepção, de uso de serviços de saúde e de qualidade de vida (OHIP 14). A etapa 1 utilizará para a aplicação dos índices, dados que foram obtidos de 386 adultos, de 20 a 64 anos, inseridos no mercado de trabalho. A etapa 2, aplicará os índices, após realizar uma nova coleta de dados domiciliar, conforme foi realizado na etapa1, em adultos da mesma faixa etária, residentes de Piracicaba. A variável de desfecho será a perda dentária a partir dos valores obtidos nos índices, a ser analisada como variável discreta e em classes, sendo os demais fatores as variáveis independentes. Será construído um modelo conceitual teórico para as perdas dentárias. Para as análises serão utilizados modelos de regressão, segundo o modelo teórico hierárquico e log binomial, através do programa SPSS. Resultados esperados: Espera-se avaliar o impacto da perda dentária na qualidade de vida, através da aplicação dos índices, em adultos com diferentes níveis socioeconômicos e uso de serviços, e identificar os fatores associados à mesma. (AU)

Resumo

O exercício físico regular tem sido recomendado como uma importante abordagem na prevenção e no tratamento de doenças. Alguns estudos sugerem que o tênis, uma esporte praticado mundialmente, traz benefícios nos perfis antropométrico e metabólico de seus praticantes, reduzindo o risco de mortalidade de forma mais significante que outras modalidades esportivas. Considerando que alterações na regulação autonômica cardiovascular têm sido evidenciadas como fator comum no desenvolvimento de disfunções cardio-metabólicas, o objetivo do presente projeto será avaliar e comparar parâmetros hemodinâmicos e a modulação autonômica cardiovascular entre ex-atletas de tênis que ainda praticam essa modalidade, adultos que praticam tênis recreativo e adultos classificados como sedentários. Para tanto, 36 homens com idade entre 25 e 45 anos serão divididos em 3 grupos: sedentário; praticante de tênis recreativo e ex-atleta de tênis ainda praticantes da modalidade. A análise da variabilidade da freqüência cardíaca será utilizada para quantificar a modulação autonômica cardíaca em repouso. Serão realizados também a aferição de pressão arterial pelo método ascultatório, a medida da circunferência da cintura e o cálculo do índice de massa corporal. Os resultados serão comparados pela análise de variância seguido do post hoc de Student Newman Keuls. O nível de significância adotado será de p<0,05. Os resultados do presente estudo podem colaborar no entendimento dos mecanismos fisiológicos associados à redução de fatores ligados à morbi-mortalidade em tenistas, bem como na compreensão dos riscos e/ou benefícios na fase adulta desta modalidade esportiva quando praticada competitivamente durante a adolescência. (AU)

Resumo

O cenário demográfico brasileiro atual está caracterizado pela transição da estrutura etária, com a diminuição da participação dos menores de 10 anos e aumento da participação dos idosos. Novos desafios devem ser enfrentados, principalmente nos setores ligados à saúde, pois os padrões de morbidade e mortalidade da população dependem fortemente se sua estrutura etária, além, é claro, de fatores históricos, culturais, políticos e socioeconômicos. A pesquisa objetiva estudar as condições de saúde de adultos e idosos e associações com fatores e desigualdades sociais, considerando a dinâmica demográfica e transição epidemiológica num contexto de concentração urbana e desenvolvimento tecnológico. A proposta é parte de projeto intitulado "Saúde e Desigualdades na Região Metropolitana de Campinas (RMC)", coordenado por Tirza Aidar, com apoio do CNPq. Análises já desenvolvidas indicam que, apesar do alto grau de desenvolvimento regional, os diferenciais intra-urbanos e intermunicipais das condições de saúde da população residente na RMC permanecem, sendo maiores para a população com mais de 45 anos que para as crianças. Além de levantamento bibliográfico sobre saúde dos idosos e prevalência de doenças crônico-degenerativas, serão analisadas informações sobre causas de morte das Declarações de Óbitos (DO), georeferenciadas segundo endereço de residência; dados populacionais levantados pelos Censos Demográficos de 2000 e 2010 (IBGE); e indicadores sobre vulnerabilidade social construídos em projetos desenvolvidos no NEPO/Unicamp. (AU)

Resumo

A atmosfera de um centro urbano é um complexo sistema constituído por gases e partículas poluentes, emitidos por fontes móveis e fixas que excedem as concentrações naturais da atmosfera. A região metropolitana de São Paulo apresentou nas últimas décadas um grande desenvolvimento industrial e comercial o que resultou num acentuado crescimento da população, levando a um colapso do sistema de transporte que não acompanhou o crescimento da cidade. Enfrenta hoje uma das maiores frotas de veículos por habitante do mundo, como conseqüência, esses veículos liberam na atmosfera materiais gasosos e particulados que afetam diretamente a saúde das pessoas. Vários estudos têm demonstrado que a poluição do ar constitui uma ameaça grave a saúde pública e a análise das emissões dos combustíveis são de crucial importância para o entendimento da patogênese da morbidade e mortalidade cardiopulmonar ocasionada por ela bem como gerar discussões no âmbito político para a elaboração de políticas de saúde pública. A possibilidade da ampliação da mistura diesel/biodiesel, em diferentes proporções indica claramente a necessidade de estudos sobre as modificações das emissões mediante as reações fotoquímicas (formação do aerossol secundário), bem como sua toxicidade, uma vez que o mecanismo fisiopatológico sobre a morbidade e mortalidade por doenças cardiopulmonares não está totalmente estabelecido. Diante desse panorama, este trabalho tem como objetivo avaliar a toxicidade no sistema cardiopulmonar do aerossol primário e secundário proveniente da queima do combustível diesel metropolitano e biodiesel. (AU)

Resumo

A floresta tropical é a mais diversa em termos de espécies de plantas, mas pouco se sabe sobre a dinâmica desse complexo ecossistema. A Floresta Atlântica, considerada um "Hotspot" por diversos autores, sofreu intensa intervenção antrópica nos últimos anos tendo sua área total reduzida a menos de 8 %. Os processos que regem a dinâmica de uma floresta são conhecidos como recrutamento, crescimento e mortalidade, e tem grande importância, visto que o estudo destes parâmetros podem indicar as mudanças ocorridas em sua composição e estrutura assim como nos estoques de nutrientes destas florestas . Assim sendo, o objetivo do presente estudo será avaliar a dinâmica da comunidade arbórea de Floresta Ombrófila Densa de Terras Baixas e de Restinga, localizado no Parque Estadual da Serra do Mar, São Paulo. Para isso, parcelas permanentes foram instaladas e os indivíduos com o diâmetro a altura do peito (DAP) maior que 4,8 cm (perímetro acima do peito PAP > 15 cm) foram inventariados (DAP, altura, altura do fuste, luminosidade da copa) e marcados para o segundo inventário em um intervalo de dois anos, caracterizando a metodologia do inventário florestal contínuo. Parâmetros de dinâmica (mortalidade, recrutamento e crescimento) da comunidade arbórea serão determinados e avaliados em ambas as áreas de estudo. Tal estudo, contribuirá com informações importantes para o entendimento do funcionamento deste importante bioma junto ao projeto temático "Gradiente Funcional", no qual está inserido. (AU)

Resumo

A IC é a via final comum da maioria das cardiomiopatias e outras doenças do aparelho circulatório. Representa um importante problema de saúde pública, considerando-se a prevalência crescente e a morbi-mortalidade associada. Em quadros mais avançados de IC, além do comprometimento funcional desses indivíduos, a excessiva perda de massa muscular pode culminar em caquexia, a qual contribui para o mau prognóstico desses indivíduos e para o aumento da mortalidade. O quadro de caquexia ocorre pelo desequilíbrio entre as vias de síntese e degradação protéica. Vale ressaltar a importância de vias intracelulares envolvidas na regulação da síntese protéica, como a via das cinases AKT e mTOR (mammalian target of rapamycin) e fatores de crescimento (insulina, IGF1 e MGF) que promovem ganho de massa muscular quando ativados, e em doenças sistêmicas como o câncer e AIDS, encontram-se drasticamente reduzidos e associados à atrofia muscular. Em contrapartida, pouco se sabe sobre a contribuição dos diferentes componentes da via de sinalização IGF1/AKT/mTOR na atrofia muscular associada à IC. Portanto, será objetivo do presente projeto de pesquisa avaliar a contribuição da via de sinalização IGF-1/AKT/mTOR, na atrofia muscular desencadeada pela IC em modelo genético de cardiomiopatia induzida por hiperatividade simpática, e o efeito de diferentes terapias como, o treinamento físico aeróbio (sobrecarga mecânica) e a sobrecarga de leucina (estimuladores dessa via), sobre estas variáveis. (AU)

Resumo

Considerando a crescente importância dos agravos à saúde decorrentes da exposição a contaminantes ambientais e a contribuição que a análise do componente espacial destas relações pode trazer para a compreensão e prevenção desses agravos, este estudo propõe-se a investigar a associação entre algumas exposições ambientais e diferentes efeitos na saúde da população do estado de São Paulo, através de um desenho ecológico espacial. Composto por 4 subprojetos, o estudo tem como objetivos investigar a existência de associação entre exposição a produtos químicos presentes na água de consumo humano e ter residência próxima a incineradores de resíduos sólidos, e a mortalidade por tipos selecionados de câncer e a ocorrência de alguns desfechos indesejáveis da gravidez; além disso pretende investigar a existência de maior incidência de alguns tipos selecionados de câncer em regiões próximas a depósitos de lixo e investigar a presença de clusters espaciais de malformações congênitas e de tipos selecionados de câncer. O estudo incluirá todos os 645 municípios do estado de São Paulo e utilizará informações provenientes de fontes de dados secundários. As análises incluirão o mapeamento das taxas de eventos e das exposições usando técnicas Baysianas, identificação de 'clusters' pela aplicação da estimação de densidades de Kemel, a estimação de riscos ao redor de uma fonte fixa de poluição pelo teste condicional de Stone de declínio nas taxas conforme distância da fonte, a análise da associação entre as taxas dos desfechos e as diversas exposições, ajustando para variáveis de confusão através de modelos de efeitos aleatórios. Este estudo trará contribuições importantes no dimensionamento dos riscos a que a população esta exposta, além de fornecer subsídios para que se possa elaborar medidas que visem reduzir ou eliminar esses riscos. Contribuirá ainda no desenvolvimento e avaliação de políticas públicas de saúde ambiental. (AU)

Resumo

O trabalho objetivará estudar a possibilidade de aumentar a disponibilidade de energia em rações para aves de postura em condições de estresse calórico com suplementação de enzimas. Serão realizados 2 experimentos. O experimento 1 será conduzido com aves na fase inicial de crescimento (1 a 28 dias) para verificar se a resposta aos tratamentos é semelhante ao das aves adultas. Serão controlados semanalmente os, dados de peso corporal, consumo de ração, conversão alimentar, mortalidade e umidade da excreta. O experimento 2 será realizado com galinhas de postura com duração de 3 ciclos de 28 dias. Serão controlados os dados de peso corporal, consumo de ração, conversão alimentar, mortalidade, produção e peso dos ovos, porcentagem de casca, unidade Haugh, coloração da gema e umidade das fezes. O delineamento experimental será em blocos casualizados em esquema fatorial 2x2 x 2 (temperatura, energia e enzimas) nos dois ensaios. A temperatura será de 20 a 25ºC para condição termoneutra e de 28 a 33ºC para estresse calórico. Os 2 níveis de energia das rações serão do NRC e com 10% a menos. (AU)

Resumo

A Injúria Renal Aguda é patologia freqüente em pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva, com elevada mortalidade. O tratamento baseia-se em cuidados clínicos e, muitas vezes, na necessidade de diálise. Não há um método dialítico de escolha nesta patologia, havendo, porém estudos que mostram que os métodos contínuos são mais adequados que os métodos intermitentes. Os principais objetivos deste trabalho são avaliar, de modo prospectivo, 120 pacientes internados no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP com diagnóstico de Injúria Renal Aguda e submetidos a Diálise Peritoneal Contínua (60 pacientes) e a Hemodiálise Estendida Diária (60 pacientes) quanto a mortalidade e recuperação da função renal. Os grupos serão definidos por sorteio e a prescrição da diálise será feita pelo nefrologista. Para os pacientes submetidos à Diálise Peritoneal Contínua será prescrito Kt/V de 0.65 por sessão. Ao final de cada sessão, serão realizadas avaliações clínica, laboratorial e nutricional, além de calculadas as doses de diálise recebidas em cada método. Os critérios para suspensão deste protocolo serão a recuperação da função renal, mudança do método dialítico, ausência de recuperação da função renal após 30 dias de acompanhamento ou óbito do paciente. Ao final do estudo, os grupos serão submetidos a diferentes testes estatísticos, considerando como significativo em valor de 5%, sendo também realizada curva de sobrevida dos pacientes em cada grupo. (AU)

Resumo

O sarampo, importante infecção viral de alta prevalência, morbidade e mortalidade no passado, e habitualmente prevenido pelo uso de vacina viva atenuada, com boa resposta em imunocompetentes. Em grupos selecionados de pacientes, com deficiências imunes adquiridas ou induzidas, como transplantados, apresenta alta mortalidade. Em pacientes transplantados de medula óssea, existe controvérsia quanto à vacinação e quanto a possíveis esquemas de vacinação. A vacinação contra o sarampo e avaliada pela produção de anticorpos específicos, que evoluem para anticorpos de alta avidez, o que não foi verificado em transplantados. No presente projeto, pretendemos estudar a formação de anticorpos em transplantados de medula óssea vacinados contra o sarampo, baseando-se na presença e eficiência da imunidade humoral. Esta imunidade será estudada através da detecção de anticorpos IgG específicos e sua avidez, em amostras colhidas antes do transplante, antes da vacinação e em períodos subseqüentes da vacinação, visando a definição da evolução da avidez destes anticorpos e sua possível correlação com a manutenção de imunidade anti-sarampo neste grupo de pacientes. (AU)

Resumo

A prematuridade é a principal causa de mortalidade neonatal no Brasil e está aumentando a cada ano. Há necessidade de estudos avaliando a epidemiologia da prematuridade de forma ampla, buscando aspectos obstétricos e neonatais que possam contribuir para o entendimento de suas causas e permitir a adoção de políticas públicas de controle do nascimento de pré-termos. Foi formada uma rede com 27 instituições de grande porte do país, das quais 12 do estado de São Paulo, que pretende estudar o nascimento pré-termo, seus fatores causais e fatores associados. Através de um estudo de prevalência e de um estudo caso-controle, um total de 3.600 partos prematuros será avaliado num período de 18 meses nas instituições participantes. (AU)

Resumo

Hérnias de Parede Abdominal em pacientes cirróticos configuram um grande desafio. O tratamento cirúrgico era considerado uma exceção, com altas taxas de morbidade e de mortalidade. Contudo seguimentos recentes ac/vogam em favor do tratamento cirúrgico anteriores às possíveis complicações, com menores taxas de mortalidade. Nosso elevado número de pacientes em lista de espera leva-nos, freqüentemente, ao confronto com essa questão. O projeto tem por objetivo comparar o tratamento cirúrgico com tratamento conservador de hérnias de parede abdominal em pacientes cirróticos. Trata-se de um trabalho prospectivo, analítico, ramdomizado, baseado no seguimento de pacientes cirróticos com hérnia de parede abdominal que estão em acompanhamento no Ambulatório de Transplante Hepático do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Esses pacientes, após assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido, serão ramdomizados em dois grupos, sendo um composto de pacientes que serão submetidos à cirurgia eletiva para correção da hérnia de parede abdominal segundo técnica padronizada e o outro composto por pacientes que manterão acompanhamento clínico ambulatorial, sendo submetidos a tratamento cirúrgico de sua hérnia somente no caso de indicação de cirurgia de urgência. Ambos os grupos serão acompanhados pelo período mínimo de 12 meses. (AU)

Resumo

A proteína de transferência de colesterol esterificado (CETP) é uma glicoproteína secretada por vários órgãos e encontra-se associada à HDL na circulação sangüínea. A atividade plasmática da CETP é inversamente correlacionada com a concentração plasmática de HDL-colesterol e apesar de inúmeros estudos o seu papel no processo aterosclerótico permanece controverso. Estudos recentes do nosso laboratório apontam pela primeira vez que a CETP está envolvida na - resposta inflamatória. Os resultados foram decorrentes da redução da mortalidade e das concentrações plasmáticas de citocinas (TNF-alfa e IL-6) após dose letal de lipopolissacarídeo (LPS) bacteriano em camundongos transgênicos para CETP humana. Esta hipótese foi levantada devido à homologia estrutural entre a CETP e a LBP (lipopolysaccharide binding Protein) proteína transportadora de LPS que atua na resposta imune inata. O objetivo atual é avaliar a participação da CETP na sepse polimicrobiana. Isto permitirá demonstrar se a sobrevida dos animais transgênicos para CETP observada no estudo anterior é específica para o LPS, considerado um agonista lipídico de TLR4, ou comum à sepse. Utilizaremos camundongos C57BL6/J que expressam ou não o gene da CETP humana submetidos a sepse polimicrobiana por ligadura e perfuração do ceco (CLP) onde avaliaremos: a mortalidade, liberação de mediadores inflamatórios, perfil de LP, e migração de leucócitos para a cavidade peritoneal e a análise da expressão dos receptores TLR4 e scavengers SR-B1 em macrófagos. Considerando-se ainda a deficiência dos esquemas terapêuticos no adequado controle da sepse, a importância de se compreender esta interface entre infecção/inflamação e LP e a interação entre estas e a proteína de transferência de colesterol esterificado (CETP) poderá contribuir para estabelecer novas perspectivas de tratamento da sepse polimicrobiana. (AU)

Página 9 de 3.518 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção