site da FAPESP
 

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Auxílios à Pesquisa
Área do conhecimento
Página 9 de 2.366 resultado(s)
|

Performance of laying hens and economic viability of different climatization systems

Beneficiário:Danilo Florentino Pereira
Instituição: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Tupã. Tupã, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Danilo Florentino Pereira
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Construções Rurais e Ambiência
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Processo:13/07178-0
Vigência: 01 de maio de 2013 - 31 de outubro de 2013
Resumo
O ambiente térmico afeta a produção, qualidade de ovos e a mortalidade de poedeiras. Controlar o ambiente térmico no interior das instalações é importante para se obter melhores resultados financeiros. Esse trabalho analisou três galpões de poedeiras comerciais com diferentes sistemas de climatização e comparou o ambiente térmico no interior dessas instalações, a produção, a qualidade dos ovos e a mortalidade de poedeiras entre os galpões e entre diferentes regiões de um mesmo galpão e calculou o retorno econômico com base da diferença do consumo de energia elétrica devido ao sistema de climatização e produtividade das aves de cada galpão. Foram monitorados um galpão com sistema de climatização com ventilação tipo túnel e pad-cooling, um galpão com ventilação natural e nebulização e um galpão apenas com ventilação natural. Registradores de grandezas elétricas foram instalados nos circuitos elétricos dos sistemas de climatização e iluminação dos três galpões. O ambiente térmico, a produção, a mortalidade e a qualidade dos ovos foram monitorados entre os meses de Janeiro e Março de 2012. Os resultados mostraram que todos os galpões apresentaram heterogeneidade no ambiente térmico interno, denotando falhas no projeto dos sistemas de climatização. Verificaram-se diferenças importantes na produção e na qualidade dos ovos decorrentes do aquecimento do ambiente de criação. O galpão com sistema de ventilação tipo túnel e pad-cooling foi o que apresentou melhor isolamento térmico do ambiente externo e isso refletiu em uma melhora de 12.04% na produção e redução da mortalidade das aves. Entretanto, o melhor resultado financeiro foi do galpão com sistema de ventilação natural e nebulização. (AU)

Amazônia: interações ecológicas e possíveis implicações evolutivas na população de tefe.

Beneficiário:Andrea Bamberg Migliano
Instituição: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Marta Mirazón Lahr
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:98/10627-9
Vigência: 01 de setembro de 1998 - 30 de novembro de 2000
Assunto(s):Amazônia
Resumo
A população da Região de Tefé (localizada no médio rio Solimões), apresenta um padrão de peso alto e altura baixa ao nascer em relação ao padrão NCHS. Por outro lado, esta mesma população sofre um processo de desnutrição acentuado relacionado ao período de desmame, ficando com valores de peso e altura bem abaixo da média referencial.. Esta situação sugere que as crianças que nascem com peso alto para a altura tenham uma vantagem adaptativa (devido às reservas nutritivas acumuladas) na fase de estresse nutricional ocasionado pelo desmame. Através de medidas longitudinais de peso e altura, medidas de mortalidade e morbidade pretende-se testar esta hipótese. (AU)

A utilização do índice de massa corporal e da relação cintura/quadril como preditores de morbidade para a população nipo-brasileira

Beneficiário:Rosana Farah Simony
Instituição: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Laercio Joel Franco
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:00/01162-4
Vigência: 01 de setembro de 2000 - 28 de fevereiro de 2003
Assunto(s):Composição corporalEstado nutricionalÍndice de massa corporalMorbidadeObesidade
Resumo
O grupo populacional dos orientais apresentam constituição corporal diferente dos ocidentais. Sendo assim, torna-se necessária a definição de um ponto de corte para o índice de massa corporal associado à relação cintura-quadril, específico para a população adulta nipo-brasileira e que esteja associado às menores taxas de morbidade e mortalidade para as doenças crônico-degenerativas. (AU)

Estudo prospectivo randomizado multicêntrico da revascularização do miocárdio com e sem extracorpórea

Beneficiário:Luis Roberto Gerola
Instituição: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Luis Roberto Gerola
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:98/05819-6
Vigência: 01 de novembro de 1998 - 31 de outubro de 2000
Assunto(s):Circulação extracorpóreaInfarto do miocárdio
Resumo
Avaliar a morbidade e mortalidade hospitalar, além de dados ecocardiográficos e enzimáticos (CKMB) na cirurgia de revascularização do miocárdio, comparando os grupos com e sem circulação extracorpórea. Para adequada comparação o estudo será randomizado. (AU)

Avaliação da função ventricular e atividade neurohumoral em pacientes com doença apneica do sono obstrutiva isolada

Beneficiário:Rosiane Viana Zuza Diniz
Instituição: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Antonio Carlos de Camargo Carvalho
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:97/04092-2
Vigência: 01 de agosto de 1997 - 30 de junho de 1998
Assunto(s):Apneia do sonoCoração
Resumo
A doença apnéica do sono atinge cerca de 9 a 24% da população entre 30 e 60 anos. A mortalidade em indivíduos não tratados chega, em 5 anos, a 11%. Metade dos óbitos são decorrentes de desordens cardiovasculares. Tem sido demonstrado níveis elevados de catecolaminas plasmáticas, principalmente noradrenalina, nesses pacientes. Desta forma, este projeto visa avaliar a função ventricular e correlacionar com a atividade simpática nas pacientes com doença apnéica do sono obstrutiva isolada. (AU)

Efeito dos eventos extremos de pluviosidade sobre os parâmetros fisiológicos, funcionais e populacionais de organismos do entremarés rochoso

Beneficiário:Silas Candido Principe de Souza
Instituição: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental do Litoral Paulista. São Vicente, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Tânia Marcia Costa
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:11/23956-7
Vigência: 01 de agosto de 2012 - 31 de dezembro de 2013
Assunto(s):Ecologia marinhaBentosMudança climática
Resumo
Os cenários preditos para as alterações das mudanças climáticas globais incluem diversas variáveis ambientais que terão impacto direto sobre a biodiversidade e o funcionamento dos ecossistemas. Dentre estas, os eventos extremos são tidos como um dos principais estressores dos parâmetros fisiológicos e funcionais dos organismos, podendo levar a mortalidade em massa. Nas regiões costeiras, a pluviosidade é um dos fatores ambientais que vem apresentando variações extremas freqüentes. Neste estudo, testaremos as hipóteses de que a pluviosidade causa efeitos subletais de estresse fisiológico em organismos do entremarés, sem mortalidade; enquanto eventos extremos de pluviosidade podem acarretar em mudanças das respostas funcionais e alocação energética dos organismos. Porém, espera-se que o aumento da frequência de eventos extremos de pluviosidade possam levar a mortalidade. Estas hipóteses serão avaliadas através de experimentos controlados, em laboratório, sobre o efeito da intensidade (ausente, média, extrema) e frequência (1, 2, 4 e 8 períodos de maré) da pluviosidade em cracas e mexilhões. Os animais serão mantidos em aquários sobre temperatura e ciclo de luminosidade constantes. Os ciclos de maré serão realizados manualmente e a pluviosidade será mantida constante durante os períodos de maré baixa, com o uso de um reservatório de água doce e dispersor. Os níveis de glicose e lactato serão utilizados como variáveis fisiológicas dos estresses subletais, enquanto a taxa de filtração durante a maré alta e a taxa de mortalidade serão utilizados como variáveis funcionais e populacionais, respectivamente. Os dados serão avaliados através de modelos de Análise de Variância. (AU)

Estudo do remodelamento pulmonar na endotoxemia induzida por lipopolissacarídeo

Beneficiário:Ricardo Costa Petroni
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Francisco Garcia Soriano
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:07/07375-9
Vigência: 01 de maio de 2008 - 31 de dezembro de 2008
Assunto(s):Terapia intensivaFibroseColágenoPulmãoSepse
Resumo
Os gastos no Brasil com pacientes de UTI no ano de 2003 somaram R$ 17,34 bilhões, o que representa aproximadamente entre 30 a 35% dos gastos globais com a área de saúde. No Brasil dados do estudo BASES mostraram que sepse é a principal geradora de custos nos setores público e privado (1). As bactérias Gram-positivas e Gram-negativas são as responsáveis pela maioria dos casos da sepse (36% e 35%, respectivamente) (2). A sepse grave e o choque séptico estão associados a taxas de mortalidade de 40 a 60%. A mortalidade não tem se modificado nas últimas duas décadas apesar do desenvolvimento de novos antibióticos e aprimoramento de medidas de tratamento intensivo (3).O pulmão esta entre os primeiros órgãos a serem atingidos durante a sepse. A falência respiratória está entre as mais freqüentes complicações da sepse severa, ocorrendo em quase 85% dos casos (26-31). A sepse causa uma lesão do endotélio vascular pulmonar, acarretando um desequilíbrio entre a ventilação e a perfusão pulmonar.(32) Cerca de 40% dos pacientes com sepse desenvolvem a SARA a qual é caracterizada principalmente pela alteração da função respiratória, surgimento de edema intersticial pulmonar e deposição de fibronectina e colágeno nos pulmões. A caracterização da deposição de colágeno e a possível relação com a diminuição da capacidade respiratória em pacientes com sepse é fundamental para o entendimento dos mecanismos fisiopatológicos envolvidos nessa doença. (AU)

Termoretificação de madeiras de eucalipto como barreira ao ataque do cupim Cryptotermes brevis

Beneficiário:Antonio Maria das Chagas Pessoa
Instituição: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Evoneo Berti Filho
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Tecnologia e Utilização de Produtos Florestais
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:00/07039-0
Vigência: 01 de outubro de 2000 - 30 de setembro de 2002
Resumo
Os danos causados pelo cupim Cryptotermes brevis aos produtos de madeira são consideráveis. Para o controle destes insetos são usados tratamentos à base de produtos químicos. A termorretificação é uma forma de tratamento térmico de madeiras podendo ser uma barreira ao ataque destes insetos. O objetivo do presente trabalho é verificar as possibilidades deste processo para a madeira de Eucalyptus grandis submetidas ao ataque de C. brevis. Serão realizados 5 tratamentos: T1-madeira não termorretificada (Testemunha, madeira seca ao ar); T2 - madeira termorretificada a 120oC; T3 - madeira termorretificada a 140oC; T4 - madeira termorretificada a 160oC; T5 - madeira termorretificada a 180oC; com três repetições por tratamento. Para cada termorretificação será determinada a densidade das ladeiras antes e após as termorretificações. Para cada tratamento com cupins serão realizados 15 repetições, sendo 40 cupins / repetição, atribuindo-se notas para o desgaste ocasionado pelos cupins, além de avaliação da mortalidade destes insetos. Os resultados de desgaste serão analisados segundo a metodologia de análise categórica ordinal, através da obtenção de tabelas de contingência e ajuste de modelos de regressão logística. A mortalidade dos cupins será analisada estatisticamente, ao nível de significância 5% e as diferenças entre as médias obtidas serão avaliadas a partir do teste Tukey. (AU)

Criar ao peito - permanências e mudanças no ato de amamentar, São Paulo - 1899-1930

Beneficiário:Mirtes de Moraes
Instituição: Faculdade de Ciências Sociais. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Maria Izilda Santos de Matos
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:01/09466-5
Vigência: 01 de dezembro de 2001 - 31 de maio de 2005
Assunto(s):FemininoMortalidade infantil
Resumo
O índice crescente e assustador da mortalidade infantil constatados pelos médicos no final do século XIX e início do XX, apresentava-se como um grave problema que necessitava de soluções. A amostra destes dados estatísticos foi um dos argumentos utilizados pelos médicos para construir modelos e ao mesmo tempo condenar outros. Como ponto de partida para o trabalho, tomaremos o momento em que o discurso médico se insere no seu campo de referências sobre a, tradicional prática do aleitamento remunerado. Contudo, no início do século XX, as amas passam a ser encaradas pelo olhar médico como um dos principais agentes transmissores de doenças relacionada à morte dos recém-nascidos, e a partir de então passam a ser alvo de um enquadramento legal- promovido por várias instituições- que visou estabelecer regras muito bem delimitadas par o exercício da profissão. Um das conseqüências dessa refiguração das representações associadas ao aleitamento diz respeito às fortes articulações que foi se forjando, desde então, a respeito do "papel" a ser desenvolvido pela mãe com relação à criança. Com isso; a "condição feminina" ganha o investimento de um novo dispositivo de poder, sendo modelada por uma trama discursiva que reserva ao feminino o papel preponderante de ser mãe, com todas as implicações políticas e sociais que esse fato pôde acarretar para as mulheres. (AU)

Emprego de gonadotrofinas na indução da puberdade em fêmeas suínas e seus efeitos na eficiência reprodutiva

Beneficiário:Adriana Carbone
Instituição: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Anibal de Sant'Anna Moretti
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:99/08240-1
Vigência: 01 de novembro de 1999 - 31 de outubro de 2001
Resumo
O experimento visa estudar os efeitos da utilização de gonadotrofinas na indução da puberdade em marrãs pré-púberes, acompanhamento da dinâmica folicular através da ultra-sonografia e averiguação da fertilidade da fêmea pela taxa de ovulação, mortalidade embrionária, tamanho da leitegada ao nascimento. Serão empregados no experimento 90 fêmeas, num delineamento em blocos casualizados, caracterizando 10 grupos homogêneos de 9 fêmeas cada, distribuídas em 3 tratamentos: emprego de PMSG e HCG em uma única aplicação: PMSG e, 72 h após, HCG e grupo controle com solução salina. As fêmeas serão observadas a partir dos 120d. de idade, com período de adaptação prévio, determinando-se até os 154d. o peso, consumo de ração e espessura de toucinho. A partir da indução de cio com gonadotrofinas, aos 154d., será utilizada a ultra-sonografia, visando a observação da dinâmica folicular até o momento da ovulação, com acompanhamento do diagnóstico de estro e inseminação artificial. Um grupo de fêmeas, aos 35d. de gestação será abatido para a determinação das taxas de ovulação, contagem de embriões e mortalidade embrionária. O grupo restante levará a gestação a termo, para a avaliação do tamanho da leitegada ao nascimento. O estudo realizar-se-á no Laboratório de Pesquisa em ... (AU)

O co-ativador de transcrição gênica PGC-1 em modelo experimental de sepse

Beneficiário:Luís Guilherme Aguiar de Cunto Schützer Del Nero
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Heraldo Possolo de Souza
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:10/10552-2
Vigência: 01 de agosto de 2010 - 31 de julho de 2011
Assunto(s):MortalidadePulmão
Resumo
A incidência de sepse e choque séptico vem aumentando nas últimas décadas. O tratamento do choque séptico se baseia em três vertentes principais: (1) erradicação da infecção com antimicrobianos e/ou drenagem cirúrgica; (2) monitoramento e correção, em UTI, de alterações fisiológicas como ritmo cardíaco, pressão arterial, fornecimento de oxigênio e desarranjos metabólicos; (3) inibição ou modulação dos mediadores tóxicos da sepse. Contudo, todos esses esforços terapêuticos se mostram relativamente ineficazes, tendo em vista as altas taxas de letalidade associadas à sepse. Algumas das alterações mais relevantes nos quadros sépticos incluem distúrbios no metabolismo energético, cujo controle vem sendo, recentemente, relacionado a alguns grupos de coativadores transcricionais, como o PGC-1.Em estudos prévios de nosso laboratório, demonstramos que ocorre aumento da expressão de PGC-1 durante a resposta à inoculação de bactérias na cavidade peritoneal. No entanto, esses estudos iniciais não exploraram a existência de uma relação causal entre esses dois fenômenos. Assim, nossa hipótese é que o aumento da expressão de PGC-1 seja necessária para uma adequada resposta inflamatória à agressão bacteriana e que na sua ausência, essa resposta é deficiente. Para tanto, iremos determinar a relação entre a expressão de PGC-1 e o desenvolvimento da resposta inflamatória em um modelo experimental de sepse. Serão avaliadas a mortalidade e a resposta inflamatória em camundongos submetidos à punção e ligadura cecal onde a expressão de PGC-1 será diminuído através do uso de antissenso específico. (AU)

Análise espacial dos óbitos neonatais com foco no parto prematuro, Taubaté, SP

Beneficiário:Ruth Sampaio Paulucci
Instituição: Instituto Básico de Biociências (IBB). Universidade de Taubaté (UNITAU). Taubaté, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Luiz Fernando Costa Nascimento
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:08/11305-9
Vigência: 01 de abril de 2009 - 31 de março de 2010
Assunto(s):Saúde materno-infantilGeoprocessamentoMortalidade neonatal
Resumo
O presente projeto tem por objetivo identificar padrões espaciais para a mortalidade neonatal e para partos prematuros na cidade de Taubaté, SP, nos anos de 2003 e 2004. A análise espacial vem se mostrando como ferramenta útil para identificação de padrões em setores da Saúde Pública. Recentemente, a revista Cadernos de Saúde Pública destinou um volume exclusivo neste assunto (ano 2001, volume 17, número 5. Espera-se identificar área com maior concentração de óbitos e área de partos prematuros. A análise espacial usará técnicas de área e de pontos. Este projeto se justifica pela inexistência de estudos abordando este tema no Estado de São Paulo em geral e no Vale do Paraíba em particular. Os resultados poderão orientar medidas de intervenção por parte dos Serviços de Saúde local e estadual. (AU)

O estudo do binômio mãe-filho: uma necessidade imperiosa para alcançar os objetivos do desenvolvimento do milênio

Beneficiário:Ruy Laurenti
Instituição: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Ruy Laurenti
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas para o SUS
Processo:09/53253-8
Vigência: 01 de julho de 2010 - 30 de junho de 2012
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: CNPq - PPSUS
Assunto(s):MorbidadeSaúde materno-infantilMortalidade maternaAtestado de óbitoDeclaração de nascimento
Resumo
O projeto objetiva conhecer dados/eventos/situações ocorridas no ciclo gravídico-puerperal imediato da mulher e dados/situação/características do produto da gestação, bem como avaliar a qualidade da informação sobre a mortalidade das mulheres, e sobre a classificação dos eventos ‘nascido vivo’, ‘óbito fetal’ e ‘aborto’ e preenchimento dos documentos DO, DN, DOF nos hospitais. A população de estudo diz respeito a gestantes internadas em maternidades e as áreas escolhidas para a sua realização são o Município de São Paulo-SP e o município de João Pessoa- PB, cujos dados serão comparados a alguns já levantados no município de Bauru-SP, onde foi realizada investigação relativa a uma parte do que ora está sendo proposto. (AU)

Estudo multicêntrico sobre a prematuridade no Brasil

Beneficiário:José Guilherme Cecatti
Instituição: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:José Guilherme Cecatti
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas para o SUS
Processo:09/53245-5
Vigência: 01 de julho de 2010 - 31 de dezembro de 2012
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: CNPq - PPSUS
Assunto(s):Nascimento prematuroGravidezMortalidade perinatalTrabalho de partoMembranas fetais
Resumo
A prematuridade é a principal causa de mortalidade neonatal no Brasil e está aumentando a cada ano. Há necessidade de estudos avaliando a epidemiologia da prematuridade de forma ampla, buscando aspectos obstétricos e neonatais que possam contribuir para o entendimento de suas causas e permitir a adoção de políticas públicas de controle do nascimento de pré-termos. Foi formada uma rede com 27 instituições de grande porte do país, das quais 12 do estado de São Paulo, que pretende estudar o nascimento pré-termo, seus fatores causais e fatores associados. Através de um estudo de prevalência e de um estudo caso-controle, um total de 3.600 partos prematuros será avaliado num período de 18 meses nas instituições participantes. (AU)

Perda dentária em adultos: avaliação do impacto na qualidade de vida através da aplicação de índices de perda dentária

Beneficiário:Maria da Luz Rosario de Sousa
Instituição: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Maria da Luz Rosario de Sousa
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:11/00545-1
Vigência: 01 de setembro de 2011 - 31 de maio de 2013
Assunto(s):Saúde bucalSaúde públicaQualidade de vidaAdultos
Resumo
As perdas dentárias ainda constituem um agravo à saúde bucal de adultos, sendo assim, é um assunto de grande relevância na Odontologia. Objetivo: A proposta deste estudo será mensurar a perda dentária através da aplicação de índices específicos de perda dentária, e assim verificar os fatores associados a esta condição, enfatizando o impacto na qualidade de vida em adultos. Metodologia: O estudo transversal aplicará o índice de mortalidade dentária, e o índice de mortalidade dentária modificado em duas etapas. As condições avaliadas na amostra serão a experiência de cárie dentária, necessidades de tratamento, condição periodontal (OMS), questões socioeconômicas, de autopercepção, de uso de serviços de saúde e de qualidade de vida (OHIP 14). A etapa 1 utilizará para a aplicação dos índices, dados que foram obtidos de 386 adultos, de 20 a 64 anos, inseridos no mercado de trabalho. A etapa 2, aplicará os índices, após realizar uma nova coleta de dados domiciliar, conforme foi realizado na etapa1, em adultos da mesma faixa etária, residentes de Piracicaba. A variável de desfecho será a perda dentária a partir dos valores obtidos nos índices, a ser analisada como variável discreta e em classes, sendo os demais fatores as variáveis independentes. Será construído um modelo conceitual teórico para as perdas dentárias. Para as análises serão utilizados modelos de regressão, segundo o modelo teórico hierárquico e log binomial, através do programa SPSS. Resultados esperados: Espera-se avaliar o impacto da perda dentária na qualidade de vida, através da aplicação dos índices, em adultos com diferentes níveis socioeconômicos e uso de serviços, e identificar os fatores associados à mesma. (AU)

Aplicabilidade de métodos de rastreamento nutricional no paciente hospitalizado

Beneficiário:Dan Linetzky Waitzberg
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Dan Linetzky Waitzberg
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:07/58049-4
Vigência: 01 de março de 2008 - 28 de fevereiro de 2010
Assunto(s):MorbidadeMortalidade
Resumo
A desnutrição hospitalar está associada à maiores taxas de morbi-mortalidade. A detecção prévia da desnutrição, obtida através de ferramenta ou método de rastreamento do risco nutricional, previne o desenvolvimento, a instalação e a piora da desnutrição. Embora existam diferentes ferramentas de rastreamento do risco nutricional, ainda não há disponível em nosso meio um método padronizado especificamente para aplicação em pacientes de hospitais públicos brasileiros. O presente plano de pesquisa consiste em estudo prospectivo que propõe comparar quatro métodos de rastreamento nutricional a fim de detectar o mais indicado para identificar o risco nutricional de pacientes hospitalizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Após a assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido para a participação no protocolo de pesquisa, previamente aprovado pela CAPPesq sob o número 1317/06, 705 pacientes adultos admitidos em até 48 horas no Instituto Central do Hospital das Clínicas (ICHC) da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) serão submetidos ao questionário composto de quatro métodos de rastreamento nutricional previamente validados e amplamente utilizados na Europa e Estados Unidos, a fim de estabelecer a eficiência de cada um para identificar risco nutricional no paciente brasileiro. Os pacientes serão acompanhados até a alta hospitalar ou óbito para avaliar as complicações e tempo de internação hospitalar. O melhor método de rastreamento nutricional será aquele capaz de predizer risco nutricional associado a maior incidência de complicações e tempo de internação hospitalar prolongado. (AU)

Mecanismos de ação da solução salina hipertônica de NaCl 7,5% na evolução da pancreatite aguda experimental

Beneficiário:Marcel Cerqueira Cesar Machado
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Marcel Cerqueira Cesar Machado
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:07/03980-5
Vigência: 01 de novembro de 2007 - 30 de abril de 2009
Assunto(s):Cirurgia experimental
Resumo
Na pancreatite aguda (PA) a ativação inapropriada das enzimas pancreáticas tem papel importante no desencadeamento dos mecanismos inflamatórios responsáveis pelas manifestações locais e sistêmicas da doença. Em trabalho recente (Machado, MCC e cols, Pancreas 2006;32:80-86) mostramos que a administração de solução salina hipertônica na PA experimental atenuou as alterações hemodinâmicas, reduziu as citocinas inflamatórias, as lesões sistêmicas, a infecção e a necrose acinar pancreática. Como conseqüência destes efeitos houve redução significativa na mortalidade nos animais tratados com solução hipertônica NaCl 7,5% quando comparados com os animais tratados com solução salina NaCl 0,9% e com animais que não foram tratados. Entretanto, neste trabalho não foi estudada a ação da solução salina hipertônica na ativação das enzimas pancreáticas, que ocorre numa fase inicial da PA, e na lesão pancreática, o que poderia influenciar na gravidade da lesão pancreática e portanto na intensidade das alterações sistêmicas.O objetivo deste estudo será avaliar se a redução da mortalidade na PA poderia estar relacionada a uma redução da atividade enzimática atenuando as lesões pancreáticas, ou tendo seu efeito primordial na redução da resposta inflamatória sistêmica. (AU)

Alterações metabólicas mediadas pelo aumento da expressão do gene da ECA influenciam a susceptibilidade cardiovascular

Beneficiário:José Eduardo Krieger
Instituição: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:José Eduardo Krieger
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:07/50382-6
Vigência: 01 de agosto de 2007 - 31 de julho de 2009
Assunto(s):Dieta hiperlipídicaMetabolismoTecido adiposo branco
Resumo
Estudos prévios utilizando camundongos com diferentes níveis de expressão do gene da ECA (1 a 3 cópias), controles (C) e diabéticos (D), mostraram que sob dieta controle não houve diferença no peso corporal, mas o consumo alimentar foi maior nos animais com 3 cópias. Sob dieta hiperlipídica, a quantidade de ração ingerida foi semelhante, mas os animais com 3 cópias apresentaram menor peso corporal. Observou-se também que camundongos D com 3 cópias do apresentaram maior mortalidade associada a excessiva perda de peso corporal, quando comparados aos D com 1 cópia. Esses dados sugerem que o gene da ECA confere susceptibilidade cardiovascular, que podem estar associadas às alterações metabólicas que envolvem funcionalmente o tecido adiposo (TAB). Assim, pretende-se investigar o efeito da alteração na expressão do gene da ECA sobre a atividade dos adipócitos em situações fisiológicas (dieta controle e hiperlipídica), e indicar possíveis perturbações metabólicas que estariam influenciando a progressão do diabetes e contribuindo para a alta taxa de mortalidade. (AU)

Efeitos da atorvastatina, do fenofibrato e do ácido nicotínico sobre a expressão gênica e secreção de leptina, de adiponectina, de PAI-1 e de MCP-1, em adipócitos da linhagem 3T3-L1

Beneficiário:Marcelo Costa Batista
Instituição: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Marcelo Costa Batista
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:07/51483-0
Vigência: 01 de novembro de 2007 - 31 de outubro de 2008
Assunto(s):EstatinasAdipocinasNiacina
Resumo
A doenças cardiovasculares representam a primeira causa de mortalidade em todo o mundo, resultando em mais de 17 milhões de óbitos anualmente. A obesidade e a síndrome metabólica, esta última caracterizada por um acúmulo excessivo de tecido adiposo abdominal, são fatores de risco associados a desfechos aterotrombóticos. O tecido adiposo, antes visto como um mero depósito de energia, é considerado hoje um fator de importância irrefutável para o desenvolvimento da doença aterosclerótica, pois as células adiposas são responsáveis pela expressão e secreção de substâncias que atuam diretamente no processo inflamatório das paredes arteriais afetadas pela aterosclerose. Entre tais substâncias destacam-se a Leptina, a Adiponectina e o MCP-1. Adicionalmente, os adipócitos expressam e secretam PAI-1, o mais importante inibidor endógeno da fibrinólise, cuja elevação na concentração plasmática está associada a aumento de risco de desfechos aterotrombóticos, como infarto agudo do miocárdio. Uma vez que o estado pró-Inflamatório e pró-trombótico, característicos da obesidade e da síndrome metabólica, contribuem para elevação e risco de desfechos cardiovasculares, drogas com propriedades de influenciar de maneira positiva na produção de mediadores inflamatórios e pró-trombóticos têm potencial beneficio na redução de mortalidade. Evidências sugerem que certas classes de drogas modificadoras do perfil lipídico (as estatinas, os fibratos e o ácido nicotínico) possuam ações pleiotrópicas. Entre estas ações, os efeitos sobre expressão e secreção de Leptina, Adiponectina, PAI-1 e MCP-1 em adipócitos ainda são pouco elucidados. (AU)

Avaliação comparativa da diálise peritoneal contínua e da hemodiálise diária estendida na evolução de pacientes com injúria renal aguda

Beneficiário:André Luís Balbi
Instituição: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Pesquisador responsável:André Luís Balbi
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:08/52135-9
Vigência: 01 de novembro de 2008 - 30 de abril de 2011
Assunto(s):Lesão renal agudaDiálise renalDiálise peritoneal ambulatorial contínuaSobrevida
Resumo
A Injúria Renal Aguda é patologia freqüente em pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva, com elevada mortalidade. O tratamento baseia-se em cuidados clínicos e, muitas vezes, na necessidade de diálise. Não há um método dialítico de escolha nesta patologia, havendo, porém estudos que mostram que os métodos contínuos são mais adequados que os métodos intermitentes. Os principais objetivos deste trabalho são avaliar, de modo prospectivo, 120 pacientes internados no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP com diagnóstico de Injúria Renal Aguda e submetidos a Diálise Peritoneal Contínua (60 pacientes) e a Hemodiálise Estendida Diária (60 pacientes) quanto a mortalidade e recuperação da função renal. Os grupos serão definidos por sorteio e a prescrição da diálise será feita pelo nefrologista. Para os pacientes submetidos à Diálise Peritoneal Contínua será prescrito Kt/V de 0.65 por sessão. Ao final de cada sessão, serão realizadas avaliações clínica, laboratorial e nutricional, além de calculadas as doses de diálise recebidas em cada método. Os critérios para suspensão deste protocolo serão a recuperação da função renal, mudança do método dialítico, ausência de recuperação da função renal após 30 dias de acompanhamento ou óbito do paciente. Ao final do estudo, os grupos serão submetidos a diferentes testes estatísticos, considerando como significativo em valor de 5%, sendo também realizada curva de sobrevida dos pacientes em cada grupo. (AU)

Determinação do período de absorção de imunoglobulinas pela mucosa intestinal de cabritos: influência do tempo decorrido entre o nascimento e a ingestão de colostro nos parâmetros bioquímicos

Beneficiário:Francisco Leydson Formiga Feitosa
Instituição: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Francisco Leydson Formiga Feitosa
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:07/55829-9
Vigência: 01 de dezembro de 2007 - 31 de agosto de 2009
Resumo
As prevalências de mortalidade perinatal de caprinos são bastante variáveis. Em sistemas extensivos de criação há relatos de perdas que variam de 10 à 60% e, em sistemas intensivos, as variações vão de 8 à 17%. Os prejuízos decorrentes da mortalidade perinatal incluem a perda dos recursos investidos nas mães para iniciar e manter a gestação e redução do número de animais disponíveis para a venda e seleção. Com o objetivo de investigar alguns aspectos relacionados à transferência de imunidade passiva (tempo de absorção de macromoléculas pelo epitélio intestinal), serão utilizados 35 animais neonatos mestiços das raças e Alpina, criados em regime intensivo e alimentados com colostro de vaca. Serão determinadas, também, a atividade da gama glutamiltransferase, a proteína total e suas respectivas frações eletroforéticas, bem como as imunoglobulinas G e M. Para a determinação do perfil hemogasométrico e da curva glicêmica e dos aspectos imunológicos de cabritos, serão utilizados 25 recém-nascidos, alimentados, voluntariamente, com colostros das próprias mães. As possíveis correlações serão estudadas entre as variáveis e a ocorrência de doenças em cabritos portadores ou não de falhas na transferência de imunidade passiva. (AU)

Prevalência de diabetes mellitus, intolerância a glicose e síndrome metabólica na população urbana de 30 a 79 anos da cidade e São Carlos (São Paulo)

Beneficiário:Ângela Merice de Oliveira Leal
Instituição: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Ângela Merice de Oliveira Leal
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:06/57542-6
Vigência: 01 de maio de 2007 - 30 de abril de 2009
Assunto(s):HipertensãoSíndrome X metabólicaDiabetes mellitusObesidade
Resumo
Diabetes mellitus (DM) é uma síndrome metabólica cujo marco clínico é a hiperglicemia. A forma mais prevalente é o DM tipo 2, presente em 90% dos casos. A intolerância à glicose é uma fase de risco para o DM. A resistência insulínica, um dos principais fatores patogênicos do DM tipo 2, refere-se à resistência às ações da insulina, e associada a outros fatores de risco cardiovascular, como hipertensão, obesidade e dislipidemia, compõe a chamada Síndrome Metabólica (SM). O aumento progressivo da incidência e prevalência da SM, e as complicações associadas ao DM têm incorrido em elevado custo social e econômico. Na cidade de São Carlos (São Paulo), em particular, as doenças cerebrovasculares e o infarto agudo do miocárdio são as duas principais causas de mortalidade e DM a 5ª causa mais freqüente. A identificação dos fatores de risco cardiovascular, em especial, os distúrbios metabólicos, é estratégica na prevenção da morbi-mortalidade por doenças cardiovasculares e os estudos epidemiológicos podem propiciar o melhor planejamento de cuidados e recursos destinados à implantação de projetos e medidas que visem à prevenção e ao diagnóstico precoce. Este projeto tem como objetivo a determinação da prevalência de diabetes mellitus, intolerância à glicose e síndrome metabólica na população urbana de 30 a 79 anos, na cidade de São Carlos. Conforme planejamento amostrai inicial, 1.200 indivíduos deverão ser estudados através de questionário/entrevista, coleta de dados antropométricos e aferição da pressão arterial, e coleta de sangue capilar para determinação da concentração de glicose e lipídios. (AU)

Doenças gênicas e anomalias congênitas com repercussões graves sobre o sistema imunológico: um modelo de triagem neonatal por meio de desenvolvimento e validação de testes diagnósticos e estudo epidemiológico

Beneficiário:Marília Pyles Patto Kanegae
Instituição: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Antonio Condino Neto
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:11/50436-4
Vigência: 01 de setembro de 2011 - 31 de agosto de 2014
Assunto(s):Triagem neonatal
Resumo
As imunodeficiências primárias são doenças causadas por alterações gênicas que resultam em elevada susceptibilidade a infecções graves e recorrentes de início precoce e elevada morbidade e mortalidade. Este projeto tem por objetivo contribuir para o avanço no diagnóstico e implementação de testes de triagem neonatal para as imunodeficiências primárias: Síndrome de Di George, que se estima ser a síndrome genética de deleção mais prevalente (1:3000 nascidos vivos) e as Imunodeficiências Combinadas Graves (SCID), que constituem um grupo de doenças com diferentes defeitos genéticos identificados, que evoluem para o óbito precoce se não forem diagnosticadas e tratadas a tempo. A metodologia a ser abordada é rápida e possui custo abaixo dos testes hoje disponíveis. Contando com recursos já aprovados para o projeto de pesquisa científica e tecnológica em Genética Clínica CNPq 401895/2010-6, implantaremos técnicas de detecção molecular para triagem neonatal de SCID e Síndrome de Di George possibilitando que os pacientes sejam contabilizados e tratados corretamente, diminuindo, portanto, a morbidade e mortalidade. Futuramente, estes pacientes poderão ter tratamento e suporte adequados, e suas famílias aconselhamento genético apropriado; tudo isso, no âmbito do sistema público de saúde, uma vez que desenvolveremos nosso projeto em serviço credenciado no Sistema Único de Saúde (SUS). (AU)

Desigualdades sociais na saúde da população idosa na Região Metropolitana de Campinas

Beneficiário:Viviane Lazari Simomura
Instituição: Núcleo de Estudos da População (NEPO). Coordenadoria de Centros e Núcleos Disciplinares (COCEN). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Tirza Aidar
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Demografia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:10/14740-8
Vigência: 01 de março de 2011 - 31 de agosto de 2012
Assunto(s):Mortalidade
Resumo
O cenário demográfico brasileiro atual está caracterizado pela transição da estrutura etária, com a diminuição da participação dos menores de 10 anos e aumento da participação dos idosos. Novos desafios devem ser enfrentados, principalmente nos setores ligados à saúde, pois os padrões de morbidade e mortalidade da população dependem fortemente se sua estrutura etária, além, é claro, de fatores históricos, culturais, políticos e socioeconômicos. A pesquisa objetiva estudar as condições de saúde de adultos e idosos e associações com fatores e desigualdades sociais, considerando a dinâmica demográfica e transição epidemiológica num contexto de concentração urbana e desenvolvimento tecnológico. A proposta é parte de projeto intitulado "Saúde e Desigualdades na Região Metropolitana de Campinas (RMC)", coordenado por Tirza Aidar, com apoio do CNPq. Análises já desenvolvidas indicam que, apesar do alto grau de desenvolvimento regional, os diferenciais intra-urbanos e intermunicipais das condições de saúde da população residente na RMC permanecem, sendo maiores para a população com mais de 45 anos que para as crianças. Além de levantamento bibliográfico sobre saúde dos idosos e prevalência de doenças crônico-degenerativas, serão analisadas informações sobre causas de morte das Declarações de Óbitos (DO), georeferenciadas segundo endereço de residência; dados populacionais levantados pelos Censos Demográficos de 2000 e 2010 (IBGE); e indicadores sobre vulnerabilidade social construídos em projetos desenvolvidos no NEPO/Unicamp. (AU)

Avaliação das partículas urbanas concentradas e da exaustão do diesel e biodiesel sobre o perfil hemodinâmico, inflamatório pulmonar e sistêmico

Beneficiário:Jôse Mára de Brito
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Paulo Hilário Nascimento Saldiva
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:10/50841-3
Vigência: 01 de setembro de 2010 - 30 de junho de 2014
Assunto(s):BiodieselInflamação
Resumo
A atmosfera de um centro urbano é um complexo sistema constituído por gases e partículas poluentes, emitidos por fontes móveis e fixas que excedem as concentrações naturais da atmosfera. A região metropolitana de São Paulo apresentou nas últimas décadas um grande desenvolvimento industrial e comercial o que resultou num acentuado crescimento da população, levando a um colapso do sistema de transporte que não acompanhou o crescimento da cidade. Enfrenta hoje uma das maiores frotas de veículos por habitante do mundo, como conseqüência, esses veículos liberam na atmosfera materiais gasosos e particulados que afetam diretamente a saúde das pessoas. Vários estudos têm demonstrado que a poluição do ar constitui uma ameaça grave a saúde pública e a análise das emissões dos combustíveis são de crucial importância para o entendimento da patogênese da morbidade e mortalidade cardiopulmonar ocasionada por ela bem como gerar discussões no âmbito político para a elaboração de políticas de saúde pública. A possibilidade da ampliação da mistura diesel/biodiesel, em diferentes proporções indica claramente a necessidade de estudos sobre as modificações das emissões mediante as reações fotoquímicas (formação do aerossol secundário), bem como sua toxicidade, uma vez que o mecanismo fisiopatológico sobre a morbidade e mortalidade por doenças cardiopulmonares não está totalmente estabelecido. Diante desse panorama, este trabalho tem como objetivo avaliar a toxicidade no sistema cardiopulmonar do aerossol primário e secundário proveniente da queima do combustível diesel metropolitano e biodiesel. (AU)

Produção e mortalidade de raízes finas em plantações de Eucalyptus grandis sob solos com diferentes texturas (Itatinga - SP)

Beneficiário:George Rodrigues Lambais
Instituição: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Marisa de Cassia Piccolo
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:11/06412-3
Vigência: 01 de setembro de 2011 - 28 de fevereiro de 2014
Resumo
A alocação de carbono no solo nas plantações comerciais de eucaliptos representa 10 a 30% da produtividade bruta. No entanto, a compreensão dos fatores controlando a dinâmica de raízes em florestas tropicais ainda mostra-se bastante limitado, uma vez que as metodologias apresentam limitações para este bioma. Uma das metodologias que tem sido muito empregado é a técnica de minirhizotrons, prestando grande contribuição para os estudos da dinâmica do carbono (C) e nutrientes associados à produção das raízes finas. No Brasil, O Eucalyptus é o principal gênero florestal plantado, representando 4,5 milhões de hectares. O objetivo deste estudo é avaliar a produção e mortalidade de raízes finas de Eucalyptus grandis sobre solos com diferentes texturas (20 e 40% de argila). Serão instalados 12 minirhizotrons em cada tipo de solo (0-28 cm de profundidade), e a dinâmica das raízes da superfície até 8 metros de profundidade será estudada no solo com 20% de argila. As análises das imagens obtidas pelo scanner, ocorrerão a cada 14 dias durante 2 anos e duas vezes por semana por semana no meio do verão e do inverno de cada ano. As produções de raízes finas serão comparadas com os fluxos de carbono alocados no solo nas mesmas parcelas avaliadas no Projeto EUCFLUX (http://www.ipef.br/eucflux/) que quantifica os fluxos de C entre a floresta e a atmosfera. O entendimento dos fatores controlando tal fluxo, relacionado com as camadas profundas do solo, contribuirá para a melhoria dos modelos ecofisiológicos usados pelas empresas florestais para prever a produção das plantações. (AU)

Efeito da herbivoria e distância de co-específicos na regeneração de duas espécies (Calophyllum brasiliense e Tapirira gulanensis) de restinga alta da Ilha do Cardoso, Cananéia-SP

Beneficiário:Marcia Ione da Rocha Pannuti
Instituição: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Alexandre Adalardo de Oliveira
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:05/57633-9
Vigência: 01 de março de 2006 - 29 de fevereiro de 2008
Resumo
Efeitos dependentes da densidade têm sido apontados como fatores importantes na manutenção da alta alfa-diversidade de florestas tropicais, pois diminuem o recrutamento de plântulas próximo a adultos coespecíficos, levando a uma distribuição menos agregada dessas espécies. A maioria dos trabalhos que testam a hipótese Janzen-Connell, prioriza a investigação da mortalidade apenas relacionada à patogenia e, principalmente, em sementes. A importância desses efeitos, ainda, é uma incógnita para árvores individuais e sua influência na coexistência e distribuição espacial de plantas permanece pouco explorada e controversa. Este trabalho propõe uma avaliação experimental da hipótese Janzen-Connell para duas espécies comuns da Floresta de restinga alta no Parque Estadual da Ilha do Cardoso: Calophyllum brasiliense e Tapirira guianensis. A partir do controle de algumas variáveis, como densidade coespecífica e fatores edáficos, pretende-se avaliar a mortalidade e o desenvolvimento das plântulas a diferentes distâncias do adulto coespecifico e a correlação entre as taxas de herbivoria e esses dois aspectos. Para analisar a sobrevivência, o desenvolvimento e a herbivoria relativos a essas espécies, serão escolhidos 10 indivíduos de cada espécie, sob cujas copas serão estruturadas parcelas com e sem isolamento contra herbivoria, nas quais serão introduzidas plântulas com tamanho, idade e densidade pré-estabelecidos. Conhecer os processos relacionados à regeneração das plantas, principalmente nos primeiros estágios de... (AU)

Caracterização molecular e antigencia de amostras de coronavírus de perus (TCoV) detectadas no Brasil: análise das regiões 3UTR e sequenciamento do gene da proteína s

Beneficiário:Maria Cecilia Bacil Teixeira
Instituição: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:José Antonio Jerez
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:07/55932-4
Vigência: 01 de novembro de 2007 - 31 de maio de 2009
Assunto(s):Imunohistoquímica
Resumo
A infecção por coronavírus dos perus (TCoV) era desconhecida no Brasil, até a sua primeira detecção em 2007. O TCoV além de ocasionar uma enterite aguda e altamente contagiosa e com impacto econômico, pode, também, estar associado à etiologia da síndrome da enterite e mortalidade dos perus (PEMS), caracterizada por alta mortalidade, severo atraso no crescimento e imunodisfunção, como resultado da atrofia de órgão linfóides, tais como o timo, a bursa de Fabricius e o baço, acarretando, como conseqüência, a redução na resposta imune. O diagnóstico laboratorial do TCoV é fundamental para a prevenção da infecção e medidas de biosegurança, principalmente no aspecto de comercialização internacional, uma vez que o Brasil já se consolidou como o segundo produtor mundial de perus. Diante da escassez de informações acerca do TCoV em nosso país, decidimos empreender a presente investigação científica, voltada à caracterização molecular e antigênica de amostras de TCoV provenientes de perus com suspeita de PEMS. Serão padronizadas e avaliadas metodologias de RT-PCR para a amplificação da região 3'UTR e o seqüenciamento do gene da proteína S, visando à comparação e análise filogenética das amostras detectadas. Além disso, serão analisados os efeitos da apoptose celular, através da localização de antígenos virais pela técnicas de imunohistoquímica e TÚNEL, em embriões de perus experimentalmente inoculados com as amostras de campo. (AU)

Papel do estresse oxidativo e do controle autonômico da circulação na resistência do miocárdio a injúria isquêmica no diabete experimental

Beneficiário:Georgia Orsi Candido
Instituição: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Maria Claudia Costa Irigoyen
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:07/52419-4
Vigência: 01 de setembro de 2007 - 31 de agosto de 2009
Assunto(s):Estresse oxidativoInfarto do miocárdioResposta inflamatória
Resumo
Recentemente, foi testada em nosso laboratório, a hipótese de que o coração diabético seria mais resistente à injúria isquêmica. Os resultados mostraram que dentre os grupos infartados, os diabéticos apresentaram mortalidade menor, em 15 e 30 dias, indicando que o estado diabético realmente pode estar associado a uma cardioproteção, nesse período de tempo. Não se conhece, entretanto, quais mecanismos poderiam estar envolvidos nessa cardioproteção e que poderiam fazer desse período uma janela de oportunidade para intervenções capazes de mudar a evolução natural da doença, pois como vimos, a mortalidade se equivale aos 90 dias de IM em diabéticos e não diabéticos. Sabidamente existe aumento do estresse oxidativo em animais dibéticos, que provoca respostas de ajuste dos sistemas antioxidantes dependendo do tempo e da gravidade da doença. Não seria surpreendente, portanto, que a resposta do coração diabético à isquemia provocada pela oclusão coronariana, fosse diferente, levando a respostas inflamatórias e lesões diversas, quando comparados a animais não diabéticos, o que poderia também repercutir no controle autonômico da circulação. Dessa forma, e considerando a vantagem do uso de um modelo experimental em que controlamos o tempo de diabetes e de IM, nesse trabalho testaremos a hipótese de que a cardioproteção do diabético à injúria isquêmica está associada a diferenças no estresse oxidativo e nitrosativo cardíaco, na resposta inflamatória e na modulação autonômica da PA e da FC. (AU)

Contribuição da via de sinalização Akt/mTOR na atrofia muscular desencadeada pela insuficiência cardíaca por excesso de catecolaminas: influência do treinamento físico aeróbico

Beneficiário:Aline Villa Nova Bacurau
Instituição: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Edilamar Menezes de Oliveira
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia do Esforço
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:08/50777-3
Vigência: 01 de julho de 2008 - 30 de abril de 2013
Assunto(s):Atrofia muscularInsuficiência cardíacaTreinamento físico
Resumo
A IC é a via final comum da maioria das cardiomiopatias e outras doenças do aparelho circulatório. Representa um importante problema de saúde pública, considerando-se a prevalência crescente e a morbi-mortalidade associada. Em quadros mais avançados de IC, além do comprometimento funcional desses indivíduos, a excessiva perda de massa muscular pode culminar em caquexia, a qual contribui para o mau prognóstico desses indivíduos e para o aumento da mortalidade. O quadro de caquexia ocorre pelo desequilíbrio entre as vias de síntese e degradação protéica. Vale ressaltar a importância de vias intracelulares envolvidas na regulação da síntese protéica, como a via das cinases AKT e mTOR (mammalian target of rapamycin) e fatores de crescimento (insulina, IGF1 e MGF) que promovem ganho de massa muscular quando ativados, e em doenças sistêmicas como o câncer e AIDS, encontram-se drasticamente reduzidos e associados à atrofia muscular. Em contrapartida, pouco se sabe sobre a contribuição dos diferentes componentes da via de sinalização IGF1/AKT/mTOR na atrofia muscular associada à IC. Portanto, será objetivo do presente projeto de pesquisa avaliar a contribuição da via de sinalização IGF-1/AKT/mTOR, na atrofia muscular desencadeada pela IC em modelo genético de cardiomiopatia induzida por hiperatividade simpática, e o efeito de diferentes terapias como, o treinamento físico aeróbio (sobrecarga mecânica) e a sobrecarga de leucina (estimuladores dessa via), sobre estas variáveis. (AU)
Página 9 de 2.366 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP