site da FAPESP
 

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Publicações científicas
Auxílios à Pesquisa
Bolsas
Programas voltados a Temas Específicos
Programas de Pesquisa direcionados a Aplicações
Programas de Infraestrutura de Pesquisa
Área do conhecimento
Situação
Ano de início
Página 9 de 3.405 resultado(s)
|

Hérnias de parede abdominal em pacientes cirróticos: qual o melhor tratamento?

Processo:09/53043-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de abril de 2010 - 31 de março de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Wellington Andraus
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Cirrose hepáticaHérnia abdominalAscite
Resumo
Hérnias de Parede Abdominal em pacientes cirróticos configuram um grande desafio. O tratamento cirúrgico era considerado uma exceção, com altas taxas de morbidade e de mortalidade. Contudo seguimentos recentes ac/vogam em favor do tratamento cirúrgico anteriores às possíveis complicações, com menores taxas de mortalidade. Nosso elevado número de pacientes em lista de espera leva-nos, freqüentemente, ao confronto com essa questão. O projeto tem por objetivo comparar o tratamento cirúrgico com tratamento conservador de hérnias de parede abdominal em pacientes cirróticos. Trata-se de um trabalho prospectivo, analítico, ramdomizado, baseado no seguimento de pacientes cirróticos com hérnia de parede abdominal que estão em acompanhamento no Ambulatório de Transplante Hepático do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Esses pacientes, após assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido, serão ramdomizados em dois grupos, sendo um composto de pacientes que serão submetidos à cirurgia eletiva para correção da hérnia de parede abdominal segundo técnica padronizada e o outro composto por pacientes que manterão acompanhamento clínico ambulatorial, sendo submetidos a tratamento cirúrgico de sua hérnia somente no caso de indicação de cirurgia de urgência. Ambos os grupos serão acompanhados pelo período mínimo de 12 meses. (AU)

Avaliação da resposta a vacinação contra sarampo em pacientes transplantados de medula óssea e a correlação entre a avidez de anticorpos IgG, e persistência da imunidade

Processo:98/00189-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência: 01 de junho de 1998 - 31 de agosto de 2000
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Vanda Akico Ueda Fick de Souza
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (IMT). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Resumo
O sarampo, importante infecção viral de alta prevalência, morbidade e mortalidade no passado, e habitualmente prevenido pelo uso de vacina viva atenuada, com boa resposta em imunocompetentes. Em grupos selecionados de pacientes, com deficiências imunes adquiridas ou induzidas, como transplantados, apresenta alta mortalidade. Em pacientes transplantados de medula óssea, existe controvérsia quanto à vacinação e quanto a possíveis esquemas de vacinação. A vacinação contra o sarampo e avaliada pela produção de anticorpos específicos, que evoluem para anticorpos de alta avidez, o que não foi verificado em transplantados. No presente projeto, pretendemos estudar a formação de anticorpos em transplantados de medula óssea vacinados contra o sarampo, baseando-se na presença e eficiência da imunidade humoral. Esta imunidade será estudada através da detecção de anticorpos IgG específicos e sua avidez, em amostras colhidas antes do transplante, antes da vacinação e em períodos subseqüentes da vacinação, visando a definição da evolução da avidez destes anticorpos e sua possível correlação com a manutenção de imunidade anti-sarampo neste grupo de pacientes. (AU)

Investigação dos óbitos por doença respiratória em idosos de Botucatu, 2003

Processo:03/12915-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de abril de 2004 - 31 de março de 2006
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Maria Rita Donalisio Cordeiro
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Assunto(s):IdososVigilância epidemiológicaMortalidadeDoenças respiratóriasBotucatu (SP)
Resumo
Tendo em vista o aumento da população idosa no país, notifica-se a elevação da mortalidade e morbidade por doenças respiratórias. O objetivo deste estudo é investigar os óbitos em idosos do município de Botucatu SP, em 2003, no sentido de identificar variáveis preditoras do risco de morrer nesta faixa etária. Será estudada a totalidade dos atestados de óbitos em maiores de 60 anos em Botucatu - SP, onde serão selecionados os óbitos por doenças respiratórias como causa básica ou associada. Também serão analisados os prontuários dos casos internados nos três hospitais da cidade, identificando a evolução clínica, as circunstancias e o local do óbito. Os dados deste estudo poderão complementar a pesquisa sobre etiologia, incidência e gravidade das infecções virais em coorte de idosos de Botucatu (N=400) (PROCESSO FAPESP 2003/02821-0). Será ajustado um modelo de regressão logística onde serão identificadas possíveis variáveis preditoras do risco de morrer (variável dependente). Entre as variáveis estudadas estão: sexo, idade, condições sócio-econômicas, antecedentes mórbidos, de internação e vacinais. (AU)

Análise da participação da proteína de transferência de colesterol esterificado (CETP) na resposta inflamatória em modelo experimental de sepse polimicrobiana

Processo:09/53349-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de dezembro de 2009 - 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Patricia Miralda Cazita
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):InflamaçãoLipoproteínas
Resumo
A proteína de transferência de colesterol esterificado (CETP) é uma glicoproteína secretada por vários órgãos e encontra-se associada à HDL na circulação sangüínea. A atividade plasmática da CETP é inversamente correlacionada com a concentração plasmática de HDL-colesterol e apesar de inúmeros estudos o seu papel no processo aterosclerótico permanece controverso. Estudos recentes do nosso laboratório apontam pela primeira vez que a CETP está envolvida na - resposta inflamatória. Os resultados foram decorrentes da redução da mortalidade e das concentrações plasmáticas de citocinas (TNF-alfa e IL-6) após dose letal de lipopolissacarídeo (LPS) bacteriano em camundongos transgênicos para CETP humana. Esta hipótese foi levantada devido à homologia estrutural entre a CETP e a LBP (lipopolysaccharide binding Protein) proteína transportadora de LPS que atua na resposta imune inata. O objetivo atual é avaliar a participação da CETP na sepse polimicrobiana. Isto permitirá demonstrar se a sobrevida dos animais transgênicos para CETP observada no estudo anterior é específica para o LPS, considerado um agonista lipídico de TLR4, ou comum à sepse. Utilizaremos camundongos C57BL6/J que expressam ou não o gene da CETP humana submetidos a sepse polimicrobiana por ligadura e perfuração do ceco (CLP) onde avaliaremos: a mortalidade, liberação de mediadores inflamatórios, perfil de LP, e migração de leucócitos para a cavidade peritoneal e a análise da expressão dos receptores TLR4 e scavengers SR-B1 em macrófagos. Considerando-se ainda a deficiência dos esquemas terapêuticos no adequado controle da sepse, a importância de se compreender esta interface entre infecção/inflamação e LP e a interação entre estas e a proteína de transferência de colesterol esterificado (CETP) poderá contribuir para estabelecer novas perspectivas de tratamento da sepse polimicrobiana. (AU)

Incremento do potencial energético com suplementação de enzimas em rações de galinhas poedeiras expostas a estresse calórico

Processo:99/00312-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência: 01 de maio de 1999 - 31 de março de 2001
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia
Pesquisador responsável:Joji Ariki
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal, SP, Brasil
Resumo
O trabalho objetivará estudar a possibilidade de aumentar a disponibilidade de energia em rações para aves de postura em condições de estresse calórico com suplementação de enzimas. Serão realizados 2 experimentos. O experimento 1 será conduzido com aves na fase inicial de crescimento (1 a 28 dias) para verificar se a resposta aos tratamentos é semelhante ao das aves adultas. Serão controlados semanalmente os, dados de peso corporal, consumo de ração, conversão alimentar, mortalidade e umidade da excreta. O experimento 2 será realizado com galinhas de postura com duração de 3 ciclos de 28 dias. Serão controlados os dados de peso corporal, consumo de ração, conversão alimentar, mortalidade, produção e peso dos ovos, porcentagem de casca, unidade Haugh, coloração da gema e umidade das fezes. O delineamento experimental será em blocos casualizados em esquema fatorial 2x2 x 2 (temperatura, energia e enzimas) nos dois ensaios. A temperatura será de 20 a 25ºC para condição termoneutra e de 28 a 33ºC para estresse calórico. Os 2 níveis de energia das rações serão do NRC e com 10% a menos. (AU)

Criar ao peito - permanências e mudanças no ato de amamentar, São Paulo - 1899-1930

Processo:01/09466-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência: 01 de dezembro de 2001 - 31 de maio de 2005
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Maria Izilda Santos de Matos
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Sociais. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):FemininoMortalidade infantilAleitamento materno
Resumo
O índice crescente e assustador da mortalidade infantil constatados pelos médicos no final do século XIX e início do XX, apresentava-se como um grave problema que necessitava de soluções. A amostra destes dados estatísticos foi um dos argumentos utilizados pelos médicos para construir modelos e ao mesmo tempo condenar outros. Como ponto de partida para o trabalho, tomaremos o momento em que o discurso médico se insere no seu campo de referências sobre a, tradicional prática do aleitamento remunerado. Contudo, no início do século XX, as amas passam a ser encaradas pelo olhar médico como um dos principais agentes transmissores de doenças relacionada à morte dos recém-nascidos, e a partir de então passam a ser alvo de um enquadramento legal- promovido por várias instituições- que visou estabelecer regras muito bem delimitadas par o exercício da profissão. Um das conseqüências dessa refiguração das representações associadas ao aleitamento diz respeito às fortes articulações que foi se forjando, desde então, a respeito do "papel" a ser desenvolvido pela mãe com relação à criança. Com isso; a "condição feminina" ganha o investimento de um novo dispositivo de poder, sendo modelada por uma trama discursiva que reserva ao feminino o papel preponderante de ser mãe, com todas as implicações políticas e sociais que esse fato pôde acarretar para as mulheres. (AU)

Relação de fatores nutricionais e reprodutivos na puberdade e eficiência reprodutiva em fêmeas suínas

Processo:98/10451-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência: 01 de setembro de 1998 - 29 de fevereiro de 2000
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Anibal de Sant'Anna Moretti
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Resumo
O experimento objetiva estudar os efeitos do manejo alimentar na fase pré-pubere e pós-pubere em marrãs, empregando dois níveis de alimentação, à vontade e restrita durante o período de 70 dias de idade das fêmeas à puberdade e outros dois níveis no primeiro ciclo estral, com ou sem aplicação do flushing. Os parâmetros de avaliação serão: ganho de peso, conversão alimentar, condição corporal e espessura de toucinho, níveis de progesterona e estrógeno, além do peso à puberdade e entrada na reprodução, bem como taxa de ovulação e mortalidade embrionária. Num primeiro estágio farão parte do estudo 128 fêmeas, num delineamento inteiramente casualizado com arranjo fatorial 2X2, sendo à vontade e outro restrito, ambos com ou sem emprego do flushing. Num segundo estágio, aos 30 dias de gestação, metade das fêmeas será abatida para avaliação da taxa de ovulação e mortalidade embrionária. A pesquisa desenvolver-se-á no Laboratório de Pesquisa em Suínos, pertencente à Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, no Campus em Pirassununga. (AU)

Termoretificação de madeiras de eucalipto como barreira ao ataque do cupim Cryptotermes brevis

Processo:00/07039-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência: 01 de outubro de 2000 - 30 de setembro de 2002
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Tecnologia e Utilização de Produtos Florestais
Pesquisador responsável:Evoneo Berti Filho
Beneficiário:
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Resumo
Os danos causados pelo cupim Cryptotermes brevis aos produtos de madeira são consideráveis. Para o controle destes insetos são usados tratamentos à base de produtos químicos. A termorretificação é uma forma de tratamento térmico de madeiras podendo ser uma barreira ao ataque destes insetos. O objetivo do presente trabalho é verificar as possibilidades deste processo para a madeira de Eucalyptus grandis submetidas ao ataque de C. brevis. Serão realizados 5 tratamentos: T1-madeira não termorretificada (Testemunha, madeira seca ao ar); T2 - madeira termorretificada a 120oC; T3 - madeira termorretificada a 140oC; T4 - madeira termorretificada a 160oC; T5 - madeira termorretificada a 180oC; com três repetições por tratamento. Para cada termorretificação será determinada a densidade das ladeiras antes e após as termorretificações. Para cada tratamento com cupins serão realizados 15 repetições, sendo 40 cupins / repetição, atribuindo-se notas para o desgaste ocasionado pelos cupins, além de avaliação da mortalidade destes insetos. Os resultados de desgaste serão analisados segundo a metodologia de análise categórica ordinal, através da obtenção de tabelas de contingência e ajuste de modelos de regressão logística. A mortalidade dos cupins será analisada estatisticamente, ao nível de significância 5% e as diferenças entre as médias obtidas serão avaliadas a partir do teste Tukey. (AU)

Alterações induzidas pela dieta na toxicidade do metotrexato

Processo:98/00610-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência: 01 de maio de 1998 - 30 de abril de 2000
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Lewis Joel Greene
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Assunto(s):GlutaminaMetotrexatoAsparaginaQuimioterapiaEnterocolite
Resumo
A administração de dose única de 20 mg/kg de peso corporal de metotrexato por via intraperitonial em ratos adultos, alimentados com dieta elementar (mistura de aminoácidos), induz enterocolite difusa aguda e sepsis, com 100% de mortalidade em ate 5 dias. Este modelo experimental será utilizado na avaliação do efeito da forma de apresentação dos nutrientes e de suplementos nutricionais específicos, na toxicidade do metotrexato. Mais especificamente, iremos avaliar o efeito da forma de apresentação da proteína caseína (mistura de aminoácidos, hidrolisado ou proteína intacta) e da suplementação de nutrientes do tipo Gln, Gly, Asn, Asp e alfa-cetoglutarato na enterocolite induzida pelo metotrexato. A dieta experimental em teste será ministrada durante todo o período de estudo (pré e pós-metotrexato). A avaliação do efeito das alterações dietéticas será feita através de cultura sangüínea para identificação de bacteremia, da medida da permeabilidade intestinal ao 51Cr-EDTA e da taxa de mortalidade. (AU)

Patologia comparada do trato gastrintestinal de serpentes brasileiras: correlação microbiológica e anátomo-patológica

Processo:99/02299-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência: 01 de maio de 1999 - 30 de abril de 2001
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Eliana Reiko Matushima
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Doenças infecciosas em animaisDoenças do sistema digestório em animalMortalidade animalRépteisSerpentesBactériasFungos
Resumo
As doenças infecciosas são uma das maiores causas de morbidade e mortalidade em répteis. Dentre os agentes infecciosos que acometem as serpentes, destacam-se os que causam doenças digestivas. Percebe-se a importância da patologia digestiva, principalmente quando se leva em conta a anatomia e fisiologia deste sistema orgânico, e as consequências das alterações nele geradas. Podemos citar, entre outras consequências, a perda de nutrientes para as fezes, diminuição da absorção destes nutrientes e perda de água, eletrólitos e até sangue para o tubo digestivo; todas levando à emaciação e comprometimento de todo o organismo animal. No Brasil, para a maioria dos répteis, não se tem ao menos dados biológicos, que são essenciais para a compreensão de todo o processo patológico. O objetivo deste trabalho é fazer a correlação microbiológica e anátomo-patológica das patologias do trato gastrintestinal de serpentes brasileiras. Os agentes infecciosos abordados incluirão bactérias e fungos. (AU)

Avaliação da atividade inseticida dos produtos técnicos Acetamiprid e Imidacloprid em iscas tóxicas para Atta sexdens rubropilosa Forel, 1908 (Hymenoptera, Formicidae)

Processo:08/05730-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de outubro de 2008 - 30 de setembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Luiz Carlos Forti
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Assunto(s):Formigas cortadeirasSaúvaControle químico
Resumo
Durante o desenvolvimento do projeto será avaliado o efeito inseticida dos ingredientes ativos acetamiprid e imidacloprid, que possuem características desejáveis como baixo coeficiente de partição e baixa pressão de vapor, para confeccionar iscas tóxicas, tendo em vista que a sulfluramida, o ingrediente ativo mais comercializado atualmente, será retirado do mercado nos próximos anos, devido a problemas de bioacumulação e por estar incluída na lista de poluentes orgânicos persistentes. As formigas serão coletadas em Botucatu-SP e mantidas no Laboratório de Insetos Sociais-Praga, Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA)-UNESP. Os ingredientes ativos (i.a.s) serão formulados em pastas palatáveis feitas com farelo de polpa de cítrica. Serão realizados experimentos com concentrações de 1; 0,1 e 0,01% dos i.a.s comparadas com sulfluramida e polpa cítrica sem ingrediente ativo. O experimento será composto de 10 tratamentos e 4 repetições, sendo cada repetição constituída de um recipiente com 20 operárias isoladas das colônias. A mortalidade e os sintomas de intoxicação serão avaliados até 21 dias após a aplicação. Os sintomas de intoxicação serão analisados pela atribuição de notas e as taxas de mortalidade medianas serão corrigidas pela fórmula de Abbott, ajustando os resultados obtidos com a classificação que será utilizada. A análise de dados será realizada com base na classificação utilizada para Atta sexdens rubropilosa, descrita por NAGAMOTO et al. (2004), com as classes determinadas pela atividade inseticida ao longo do tempo. (AU)

Efeitos da aplicação Alternaria cassiae via solo sobre a emergência, mortalidade e crescimento inicial de plântulas de "Senna obtusifolia"

Processo:01/00559-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de junho de 2001 - 31 de maio de 2002
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Robinson Antonio Pitelli
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal, SP, Brasil
Assunto(s):BiotecnologiaControle biológico
Resumo
O presente projeto irá estudar a hipótese de que conídios de Alternaria cassiae incorporados ao solo possam infectar plântulas de Senna obtusifolia e promover a mortalidade ou redução da capacidade competitiva. As variáveis estudadas serão: (i) a dose de esporos para unia infecção que resulte em controle da planta daninha, (ii) o tempo de sobrevivência do inóculo infectivo no solo e (iii) a umidade do solo ideal para a infecção e controle do fedegoso. Estas variáveis serão estudadas duas a duas, a saber Experimento 1: dose de esporos x tempo de incorporação e Experimento 2: dose de esporos x umidade do solo. Num terceiro experimento, será realizado um fatorial triplo com duas doses de inóculo, dois tempos de incorporação e duas umidades do solo, visando inferir sobre as condições ideais para ocorrência da doença e as condições em que esta modalidade de controle é limitada. (AU)

Depressão em pacientes portadores de doença arterial coronariana submetidos a cirurgia eletiva de revascularização do miocárdio

Processo:04/10100-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de janeiro de 2005 - 31 de outubro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Pesquisador responsável:Maria Cristina de Oliveira Santos Miyazaki
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto, SP, Brasil
Assunto(s):Psicologia da saúdeDepressão
Resumo
A doença arterial coronariana (DAC) é hoje uma das principais causas de morbi-mortalidade em todo o mundo, com características epidêmicas nos países industrializados e aumento progressivo nos países em desenvolvimento. Atualmente, uma vasta literatura associa fatores psicológicos e sociais a inúmeras doenças, entre estas a doença arterial coronariana. Pesquisas sobre a DAC e o comportamento começaram a ser realizadas quando estudos epidemiológicos identificaram que diversos fatores ambientais, associados ao estilo de vida e ao comportamento, estão envolvidos na etiologia e na patogênese da doença. Com o avanço do conhecimento na área, evidências começaram a sugerir que o reconhecimento e o manejo adequado dos problemas psicossociais em pacientes com DAC podem reduzir a morbidade e a mortalidade associadas à doença. Este estudo tem como objetivo identificar sintomas de depressão em pacientes com DAC encaminhados para cirurgia de revascularização. Participarão do estudo 60 pacientes com DAC internados na Enfermaria de Cirurgia Cardíaca do Hospital de Base para realização de cirurgia eletiva de revascularização. Pacientes receberão esclarecimentos acerca do estudo e serão convidados a participar. Os que concordarem assinarão termo de consentimento livre e pós-esclarecido e responderão ao Inventário Beck de Depressão antes, após a cirurgia e três meses depois. Os dados serão analisados por testes não paramétricos e nível de significância de 0,05. (AU)

Correlação entre a expressão imunohistoquímica de receptores de estrógeno e progesterona e outros marcadores prognosticos-patologicos do carcinoma mamário

Processo:00/11108-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de março de 2001 - 28 de fevereiro de 2002
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Patricia Maluf Cury
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto, SP, Brasil
Assunto(s):Imuno-histoquímica
Resumo
Entre todos os tipos de neoplasias que acometem as mulheres, o carcinoma mamário apresenta um papel de destaque uma vez que representa a segunda causa de mortalidade por câncer neste sexo, sendo o carcinoma de pulmão a primeira. Com base neste aspecto, vários estudos estão sendo realizados na tentativa de elucidar a etiopatogenia e de estabelecer o diagnóstico precoce deste tipo de câncer, permitindo uma conduta terapêutica mais adequada e eficiente para cada mulher acometida. A associação entre os fatores prognósticos utilizados para o carcinoma mamário, como por exemplo, o grau histológico, o estadiamento TNM e o status hormonal, com a expressão dos receptores hormonais de estrógeno e progesterona, oferece parâmetros relacionados com à morbi-mortalidade e que permitem orientar o tratamento para cada caso. Sabemos que à presença de receptores de estrógeno e progesterona está relacionada com baixo risco para tumor e, portanto, é um excelente marcador de diferenciação dos carcinomas mamários. Este trabalho visa comparar, em 100 pacientes, os fatores prognósticos clínicos-patológicos clássicos como a idade, o tamanho do tumor, o grau histológico e a presença de metástases com a expressão imunohistoqutmica dos receptores de estrógeno e progesterona. (AU)

Avaliação da osteoporose, calcificação vascular e polimorfismo do gene da osteoprotegerina em uma população de indivíduos com 65 anos ou mais

Processo:08/50084-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de abril de 2008 - 31 de março de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Rosa Maria Rodrigues Pereira
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):OsteoprotegerinaPolimorfismoCalcificação vascularOsteoporose
Resumo
Durante muito tempo a osteoporose e a aterosclerose foram consideradas doenças distintas, cuja característica comum era o aumento da incidência com a idade. Atualmente há evidências crescentes da correlação entre doença cardiovascular e osteoporose, independente da idade. Alguns trabalhos mostram uma relação direta e individual dessas duas patologias e um aumento nas taxas de mortalidade. A osteoporose e a aterosclerose são doenças crônico-degenerativas com alta incidência na população geral, sendo considerados os dois maiores problemas em saúde pública. Após a descoberta da molécula de osteoprotegerina (OPG), proteína pertencente à família de receptores do fator de necrose tumoral (TNF), a associação entre osteoporose e calcificação vascular ficou cada vez mais evidente. A osteoprotegerina é uma citocina solúvel produzida por células estromais da medula óssea, osteoblastos, células do sistema imunológico, células musculares lisas dos vasos e endotélio. Camundongos knockout para o gene da OPG apresentam osteoporose e calcificação da parede vascular da aorta e das artérias renais. Essas alterações podem regredir com a restauração transgênica da osteoprotegerina, enquanto a administração intravenosa de OPG reverte apenas o fenótipo osteoporótico. Estudo recente realizado em mulheres com osteoporose mostrou uma correlação significativa entre níveis séricos aumentados de OPG, diabetes mellitus, acidente vascular cerebral e mortalidade por doença cardiovascular. Alguns estudos têm mostrado que polimorfismos no gene da osteoprotegerina estão associados com baixa densidade mineral óssea, fraturas osteoporóticas e calcificação vascular. O objetivo deste projeto é estudar a presença dos polimorfismos do gene da osteoprotegerina e sua correlação com osteoporose e calcificação vascular em indivíduos com 65 anos ou mais, provenientes de uma região do Butantã. (AU)

Prevalência de osteoporose, fraturas vertebrais e não vertebrais em população de indivíduos com 65 anos ou mais na área do Butantã

Processo:07/50518-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de maio de 2007 - 30 de abril de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Rosa Maria Rodrigues Pereira
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):EpidemiologiaDensidade ósseaOsteoporoseIdosos
Resumo
Com o crescimento da população de idosos, o número de doenças crônicas degenerativas aumentará muito nas próximas décadas, bem como, as seqüelas e despesas de tratamentos ambulatoriais, intra-hospitalares e seguros sociais. Entre estas doenças, a osteoporose destaca-se devido a sua elevada prevalência, bem como pela presença das fraturas traumáticas, responsáveis pela morbidade e mortalidade associada a esta síndrome. Metade de todas as mulheres após a menopausa irá ter fratura relacionada à osteoporose durante suas vidas, incluindo um quarto que irão desenvolver deformidade vertebral. As fraturas estão associadas com alta taxa de mortalidade e perda da independência. Poucos são os estudos que avaliaram a prevalência de osteoporose e fraturas vertebrais secundárias a esta patologia no Brasil e na população acima de 64 anos estes estudos são ainda mais escassos. O objetivo principal deste estudo é estimar a prevalência de osteoporose, fraturas vertebrais em uma população de idosos residentes na área do Butantã. Para isto iremos analisar a massa óssea e as fraturas vertebrais (VFA) pela densitometria óssea. Os objetivos secundários são correlacionar os valores de vitamina D e PTH com a prevalência de OP e fraturas vertebrais. (AU)

Esperança de vida livre de incapacidade em áreas cobertas pelo Programa Saúde da Família em Sorocaba

Processo:05/54354-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de outubro de 2005 - 30 de setembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Reinaldo José Gianini
Beneficiário:
Instituição-sede: Centro de Ciências Médicas e Biológicas de Sorocaba (CCMB). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Sorocaba, SP, Brasil
Assunto(s):EquidadeMorbidadeEsperança de vidaMortalidade
Resumo
A Esperança de Vida como indicador isolado vem perdendo relevância na política de saúde, pois este indicador não leva em conta o aumento de doenças não-letais e crônico-degenerativas entre as pessoas que tiveram suas mortes evitadas. Esperança de Saúde (Health Expectancy) é relativamente um novo indicador que une tanto os números de mortalidade quanto de morbidade, além de mostrar uma melhor visão do estado de saúde de uma população. Um dos indicadores da esperança de saúde é a Esperança de Vida Livre de Incapacidades (DFLE - Disability-free Life Expectancy) - que mostra o tempo esperado de tempo de vida sem limitações ou incapacidades (deficiências), ou seja, a média de anos vividos sem limitações por uma pessoa. O DFLE é obtido pelo método de Sullivan, através de dados censitáries ou inquéritos realizados junto à população. Entretanto, existe a possibilidade de estimar o DFLE a partir de dados rotineiramente coletados pelo Programa Saúde de Família (PSF) onde este se encontra implantado. No município de Sorocaba o PSF está implantado nas áreas do Aparecidinha, Habiteto, Vila Sabiá e Vitória Régia. Vislumbra-se, portanto, uma excelente oportunidade de realizar uma estimativa do DFLE nestas áreas. Além disso, pode-se compará-lo com a Esperança de Vida e analisar suas possíveis diferenças segundo sexo e condições sócio-econômicas. (AU)

Avaliação da produtividade de fêmeas Nelore sexualmente precoces nas diferentes fases da vida

Processo:07/55966-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de novembro de 2007 - 31 de outubro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
Pesquisador responsável:Lucia Galvão de Albuquerque
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal, SP, Brasil
Resumo
O objetivo do projeto é verificar a existência de diferenças no decorrer da vida produtiva entre as fêmeas sexualmente precoces e não precoces por meio das taxas de mortalidade neo e pós-natal, pesos e alturas em diferentes idades e habilidade de permanência no rebanho. Os dados são provenientes de fêmeas pertencentes a Agropecuária Jacarezinho Ltda., fazenda localizada em Valparaiso, São Paulo, que utiliza como critério de seleção características de crescimento, precocidade sexual e de terminação. As análises para pesos e altura do posterior serão conduzidas utilizando-se a metodologia REML, utilizando programas computacionais disponíveis gratuitamente. Sendo utilizado o efeito de ser ou não precoce sexualmente em conjunto com o procedimento de contrastes dentro do programa. Desta forma, pode ser verificado a existência do efeito significativo ou não desta variável sobre os pesos e a altura do posterior, com obtenção do erro da estimativa, pelo Teste T. A análise estatística da taxa de mortalidade será realizada no programa SAS, utilizando o procedimento GLM, com o intuito de verificar o efeito classificatório da fêmea ser ou não sexualmente precoce (concebeu na estação de monta antecipada). Para o estudo da produtividade da fêmea em termos de vida útil (habilidade de permanência), a análise estatística será realizada no programa SAS, utilizando o procedimento CATMOD, que analisa características categóricas por meio de regressão múltipla e distribuição não normal. (AU)

Efeitos da poluição do ar de São Paulo sobre o epitélio ciliado da rã - Subprojeto 2: efeitos do material particulado (PM10) sobre o batimento ciliar

Processo:96/12518-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de abril de 1997 - 31 de março de 1999
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Paulo Hilário Nascimento Saldiva
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia respiratória e circulatóriaDoenças respiratóriasDepuração mucociliarMaterial particuladoPoluição atmosféricaMortalidade
Resumo
Diversos estudos epidemiológicos têm mostrado grande associação entre poluição atmosférica e doenças respiratórias, tanto em termos de mortalidade, quanto de morbidade. Assim, o presente projeto visa dar plausibilidade biológica a estes dados epidemiológicos através de 4 subprojetos. Subprojeto 2: Este subprojeto pretende verificar em que medida a frequência de batimento ciliar (que remove partículas que entram no aparelho respiratório) é prejudicada frente a concentração crescentes de material particulado da poluição (PM10). (AU)

Efeitos da poluição do ar de São Paulo sobre o epitélio ciliado da rã - Subprojeto 3: efeitos do pH e potencial oxidante do PM10 na velociadade de transporte mucociliar

Processo:96/12516-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de julho de 1997 - 30 de junho de 1999
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Paulo Hilário Nascimento Saldiva
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia respiratória e circulatóriaDoenças respiratóriasDepuração mucociliarMaterial particuladoPoluição atmosféricaMortalidade
Resumo
Diversos estudos epidemiológicos têm mostrado grande associação entre poluição atmosférica e doenças respiratórias, tanto em termos de mortalidade, quanto de morbidade. Assim, o presente projeto visa dar plausibilidade biológica a estes dados epidemiológicos através de 4 subprojetos. Este subprojeto (3) visa determinar as alterações de velocidade de transporte mucociliar sob o efeito oxidante e pH do PM10 (material particulado) e após a sua neutralização. (AU)

Efeitos da poluição do ar de São Paulo sobre o epitélio ciliado da rã - Subprojeto 1: estudo da influência do material particulado (PM10) no transporte mucociliar e na diferença de potencial transepitelial

Processo:96/12519-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de abril de 1997 - 31 de março de 1999
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Paulo Hilário Nascimento Saldiva
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia respiratória e circulatóriaDoenças respiratóriasDepuração mucociliarMortalidadeMaterial particuladoPoluição atmosférica
Resumo
Diversos estudos epidemiológicos têm mostrado grande associação entre a poluição atmosférica e doenças respiratórias, tanto em termos de morbidade, quanto de mortalidade. Assim, o presente projeto visa dar plausibilidade biológica a estes dados epidemiológicos através de 4 subprojetos: O primeiro subprojeto estudará a influência do material particulado atmosférico na velocidade de transporte mucociliar e diferença de potencial transepitelial do epitélio ciliado, usando a preparação isolada do palato de rã, que apresenta um epitélio muito semelhante ao da árvore respiratória humana. (AU)

Efeito dos fatores hepatotróficos sobre a quantidade e distribuição do colágeno no fígado de Ratas (Wistar) com cirrose induzida experimentalmente por tioacetamida

Processo:04/10972-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de dezembro de 2004 - 30 de novembro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Pesquisador responsável:Francisco Javier Hernandez Blazquez
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):FígadoColágeno
Resumo
A cirrose hepática é caracterizada por fibrose e por nódulos regenerativos que resultam na desorganização da arquitetura hepática, sendo considerado um estágio irreversível. Verificou-se contudo, que as alterações histopatológicas diminuem após estimulação do fígado através de uma hepatectomia parcial. Porém, este modelo leva a uma diminuição adicional do déficit morfofuncional do órgão já deficitário, ocasionando altos índices de mortalidade. Outra linha de pesquisa para uma possível reversão da cirrose, seria a administração de fatores hepatotróficos exógenos (FHE) em uma solução constituída por aminoácidos, açúcares, vitaminas e hormônios, uma vez que estas substâncias estimula o crescimento do fígado intacto. Seu efeito na cirrose pode se traduzir na diminuição do colágeno intersticial, uma vez que foi mostrado que reduzem a fibrose induzida em ratos. Assim, nosso estudo visará estudar o efeito do tratamento de ratos com FHE, nos quais a cirrose foi induzida experimentalmente com tioacetamida, droga essa, que produz uma cirrose similar à estabelecida nos humanos, além de ser eliminada mais rapidamente pelo sistema excretor e por causar menor mortalidade nos animais. A avaliação do efeito da solução será realizada pela quantificação do volume colágeno intersticial e ao redor dos vasos. (AU)

Efeito da associação do carbonato de magnésio com acetato de cálcio (osvaren) no controle do fósforo, no hiperparatiroidismo secundário e no remodelamento ósseo em ratos urêmicos

Processo:09/52608-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de setembro de 2009 - 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Rosa Maria Affonso Moysés
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):ParatormônioInsuficiência renal crônicaHiperfosfatemiaCalcificação vascularQuelantes
Resumo
A híperfosfatemia é uma das conseqüências da Doença Renal Crônica (DRC) e está associada a maior mortalidade nesta população. Provavelmente, um dos mecanismos pelos quais a hiperfosfatemia aumenta a mortalidade é através da calcificação vascular, a qual está diretamente relacionada aos níveis de cálcio (Ca) e fósforo (P). Portanto, o tratamento da hiperfosfatemia é imprescindível. A restrição dietética de P, a diálise, o controle do PTH e uso de quelantes de P são as opções atualmente disponíveis para o tratamento da hiperfosfatemia. Os quelantes disponíveis são os sais de alumínio, os sais de Ca, o hidrocloreto de sevelamer e o carbonato de lantânio. O OsvaRen® é um novo quelante de P que constitui-se em uma associação de acetato de Ca com carbonato de magnésio. A vantagem desta associação seria potencializar o efeito quelante e diminuir os efeitos indesejáveis decorrentes da administração de cada uma destas substâncias separadamente. Porém, nenhum estudo avaliou de maneira significativa o efeito do OsvaRen® diretamente sobre a remodelação óssea ou procurou avaliar qual seria o mecanismo relacionado à maior supressão do PTH. Portanto, mesmo diante de várias opções, ainda há dúvidas se este poderia ser mais uma opção de quelante de fósforo ou se há efeitos colaterais que necessitam ser estudados mais cuidadosamente. O presente estudo avaliará o efeito do OsvaRen® no controle do Ca, P, PTH e magnésio séricos, na remodelação óssea e na proliferação celular das paratireóides de ratos urêmicos. (AU)

Manejo alternativo de Zabrotes subfasciatus (bohemann, 1833) (Coleoptera: Bruchidae) em feijão armazenado com espécies botânicas aplicadas em diferentes formulações

Processo:09/52008-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de setembro de 2009 - 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Edson Luiz Lopes Baldin
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Assunto(s):Mortalidade
Resumo
A espécie Zabrotes subfasciatus Bohemann, 1833 (Coleoptera: Bruchidae), conhecida vulgarmente como caruncho-de-feijão, é apontada como uma das pragas mais prejudiciais durante o armazenamento de grãos dessa leguminosa. Estes insetos prejudicam ou, até mesmo, inviabilizam o comércio dos produtos, pelo fato de completarem seu ciclo reprodutivo nos armazéns, promovendo grandes infestações sobre os grãos e causando danos diretos e indiretos. Seu controle normalmente é feito através de métodos químicos convencionais. Contudo, esta prática pode prejudicar o ambiente e principalmente a saúde humana, devido à elevada toxicidade destes produtos, quando utilizados de forma inadequada. Torna-se, portanto, necessário o incentivo à pesquisa por métodos alternativos de controle desse inseto, como por exemplo, a utilização de materiais de origem vegetal, em diferentes formulações, cujas pesquisas têm sido bastante promissoras. Assim, o projeto terá por objetivo avaliar a bioatividade das espécies vegetais Azadirachta indica A. Juss., Pfaffia glomerata (Spreng.) Pedersen., Toona ciliata M. Roem., Ruta graveolens L:, Mentha pulegium L.( Chenopodium ambrosioides L., Trichilia catigua A. Juss., Piper aduncum L. e Piper tuberculatum Jacq., aplicadas em duas formulações (pós misturados aos grãos e sachês contendo pós) sobre o caruncho Z. subfasciatus, em condições de laboratório (T = 25 2º C; U.R.= 70 5% e fotofase = 12h). Serão efetuados testes de repelência e mortalidade, além do acompanhamento de diversos parâmetros biológicos do inseto, visando determinar a espécie vegetal mais efetiva dentro de cada formulação avaliada. (AU)

Avaliação da exposição aguda as partículas urbanas concentradas e da exaustão de motores diesel e biodiesel sobre o perfil inflamatório pulmonar e sistêmico de camundongos

Processo:10/50841-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência: 01 de setembro de 2010 - 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Paulo Hilário Nascimento Saldiva
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):BiodieselÓleo dieselInflamação
Resumo
A atmosfera de um centro urbano é um complexo sistema constituído por gases e partículas poluentes, emitidos por fontes móveis e fixas que excedem as concentrações naturais da atmosfera. A região metropolitana de São Paulo apresentou nas últimas décadas um grande desenvolvimento industrial e comercial o que resultou num acentuado crescimento da população, levando a um colapso do sistema de transporte que não acompanhou o crescimento da cidade. Enfrenta hoje uma das maiores frotas de veículos por habitante do mundo, como conseqüência, esses veículos liberam na atmosfera materiais gasosos e particulados que afetam diretamente a saúde das pessoas. Vários estudos têm demonstrado que a poluição do ar constitui uma ameaça grave a saúde pública e a análise das emissões dos combustíveis são de crucial importância para o entendimento da patogênese da morbidade e mortalidade cardiopulmonar ocasionada por ela bem como gerar discussões no âmbito político para a elaboração de políticas de saúde pública. A possibilidade da ampliação da mistura diesel/biodiesel, em diferentes proporções indica claramente a necessidade de estudos sobre as modificações das emissões mediante as reações fotoquímicas (formação do aerossol secundário), bem como sua toxicidade, uma vez que o mecanismo fisiopatológico sobre a morbidade e mortalidade por doenças cardiopulmonares não está totalmente estabelecido. Diante desse panorama, este trabalho tem como objetivo avaliar a toxicidade no sistema cardiopulmonar do aerossol primário e secundário proveniente da queima do combustível diesel metropolitano e biodiesel. (AU)

Avaliação dos custos de saúde devido a poluição atmosférica no município de São Paulo

Processo:98/15617-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência: 01 de março de 1999 - 31 de agosto de 2002
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Gyorgy Miklos Bohm
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Saúde públicaPoluição do arPoluição atmosféricaImpactos na saúdeAnálise de custosSão Paulo (SP)
Resumo
Os efeitos da poluição do ar na saúde têm sido relatados através de estudos que demonstram a associação entre poluição do ar e morbidade e mortalidade. Um aspecto importante a fim de avaliar os efeitos da poluição na saúde é a sua quantificação monetária. Uma vez que diversos estudos relacionando os efeitos da poluição na saúde foram desenvolvidos para o município de São Paulo, seria interessante conhecer o montante que esse impacto representa para os cofres públicos. Este trabalho envolverá a análise de estudos que relacionam poluição atmosférica à saúde pública (Saldiva e cols, 1994; Braga, 1998; Pereira e cols, 1998; El Khouri Miraglia e cols, 1997) e a quantificação de seus respectivos custos em termos de morbidade e mortalidade, ampliando uma primeira tentativa na avaliação desse impacto monetário (El Khouri Miraglia e cols, 1998). (AU)

Efeitos de extratos de Piperaceae em Biomphalaria glabrata (Mollusca: Planorbidae)

Processo:09/00211-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência: 01 de setembro de 2008 - 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores
Pesquisador responsável:Toshie Kawano
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/56216-8 - Effect of plant extracts on Biomphalaria glabrata, vector of schistosomiasis, and on Schistosoma mansoni, AP.R
Assunto(s):MalacologiaMortalidadePiperaceae
Resumo
A esquistossomose é uma doença grave e de evolução crônica, com importante papel sócio-econômico. Estima-se que cerca de 600 milhões de pessoas correm risco de infecção e 200 milhões de pessoas são infectadas em 74 países na África, Ásia, América do Sul e algumas ilhas do Caribe. No Brasil, onde o Schistosoma mansoni é prevalente, cerca de 6 a 7 milhões de pessoas possuem esquistossomose mansônica e 26 milhões de pessoas correm o risco de infecção. O trabalho tem como objetivo avaliar o efeito de extratos de plantas em adultos de Biomphalaria glabrata. Os moluscos B. glabrata descendem de espécimens de Belo Horizonte, MG. I. RESUMO DAS ATIVIDADESEstudos preliminares estão sendo realizados mediante exposição de indivíduos adultos de Biomphalaria glabrata em diluições específicas de princípios ativos isolados de plantas da família das Piperaceae e outros extratos brutos obtidos de diferentes partes dessas plantas como folhas e inflorescência. Concentrações ideais serão escolhidas após esta seleção preliminar e avaliação abrangente, conforme resultados obtidos para se determinar quais substâncias apresentam melhor freqüência de mortalidade após as 24 horas de exposição e ao longo de 10 dias de observação para cada concentração e extrato. (AU)

Doenças gênicas e anomalias congênitas com repercussões graves sobre o sistema imunológico: um modelo de triagem neonatal por meio de desenvolvimento e validação de testes diagnósticos e estudo epidemiológico

Processo:11/50436-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência: 01 de setembro de 2011 - 07 de janeiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Antonio Condino Neto
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Triagem neonatal
Resumo
As imunodeficiências primárias são doenças causadas por alterações gênicas que resultam em elevada susceptibilidade a infecções graves e recorrentes de início precoce e elevada morbidade e mortalidade. Este projeto tem por objetivo contribuir para o avanço no diagnóstico e implementação de testes de triagem neonatal para as imunodeficiências primárias: Síndrome de Di George, que se estima ser a síndrome genética de deleção mais prevalente (1:3000 nascidos vivos) e as Imunodeficiências Combinadas Graves (SCID), que constituem um grupo de doenças com diferentes defeitos genéticos identificados, que evoluem para o óbito precoce se não forem diagnosticadas e tratadas a tempo. A metodologia a ser abordada é rápida e possui custo abaixo dos testes hoje disponíveis. Contando com recursos já aprovados para o projeto de pesquisa científica e tecnológica em Genética Clínica CNPq 401895/2010-6, implantaremos técnicas de detecção molecular para triagem neonatal de SCID e Síndrome de Di George possibilitando que os pacientes sejam contabilizados e tratados corretamente, diminuindo, portanto, a morbidade e mortalidade. Futuramente, estes pacientes poderão ter tratamento e suporte adequados, e suas famílias aconselhamento genético apropriado; tudo isso, no âmbito do sistema público de saúde, uma vez que desenvolveremos nosso projeto em serviço credenciado no Sistema Único de Saúde (SUS). (AU)

Prevalência de diabetes mellitus, tolerância a glicose diminuída e síndrome metabólica na população urbana de 30 a 79 anos da Cidade de São Carlos (SP)

Processo:07/53597-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência: 01 de março de 2008 - 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Ângela Merice de Oliveira Leal
Beneficiário:
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Assunto(s):Diabetes mellitusEpidemiologiaSíndrome metabólica
Resumo
A resistência insulínica, um dos principais fatores patogênicos do DM tipo 2, refere-se à resistência às ações da insulina, e associada a outros fatores de risco cardiovascular, como hipertensão, obesidade e dislipidemia, compõe a chamada Síndrome Metabólica (SM). O aumento progressivo da incidência e prevalência da SM, e as complicações associadas ao DM têm incorrido em elevado custo social e econômico. Na cidade de São Carlos (São Paulo), em particular, as doenças cerebrovasculares e o infarto agudo do miocárdio são as duas principais causas de mortalidade e DM a 5ª causa mais freqüente. A identificação dos fatores de risco cardiovascular, em especial, os distúrbios metabólicos, é estratégica na prevenção da morbi-mortalidade por doenças cardiovasculares e os estudos epidemiológicos podem propiciar o melhor planejamento de cuidados e recursos destinados à implantação de projetos e medidas que visem à prevenção e ao diagnóstico precoce. Este projeto tem como objetivo a determinação da prevalência de diabetes mellitus, tolerância à glicose diminuída e síndrome metabólica na população urbana de 30 a 79 anos, na cidade de São Carlos. (AU)

Papel do estresse oxidativo e do controle autonômico da circulação na resistência do miocárdio a injúria isquêmica no diabete experimental

Processo:07/52419-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência: 01 de setembro de 2007 - 31 de agosto de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Maria Claudia Costa Irigoyen
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Infarto do miocárdioEstresse oxidativoResposta inflamatória
Resumo
Recentemente, foi testada em nosso laboratório, a hipótese de que o coração diabético seria mais resistente à injúria isquêmica. Os resultados mostraram que dentre os grupos infartados, os diabéticos apresentaram mortalidade menor, em 15 e 30 dias, indicando que o estado diabético realmente pode estar associado a uma cardioproteção, nesse período de tempo. Não se conhece, entretanto, quais mecanismos poderiam estar envolvidos nessa cardioproteção e que poderiam fazer desse período uma janela de oportunidade para intervenções capazes de mudar a evolução natural da doença, pois como vimos, a mortalidade se equivale aos 90 dias de IM em diabéticos e não diabéticos. Sabidamente existe aumento do estresse oxidativo em animais dibéticos, que provoca respostas de ajuste dos sistemas antioxidantes dependendo do tempo e da gravidade da doença. Não seria surpreendente, portanto, que a resposta do coração diabético à isquemia provocada pela oclusão coronariana, fosse diferente, levando a respostas inflamatórias e lesões diversas, quando comparados a animais não diabéticos, o que poderia também repercutir no controle autonômico da circulação. Dessa forma, e considerando a vantagem do uso de um modelo experimental em que controlamos o tempo de diabetes e de IM, nesse trabalho testaremos a hipótese de que a cardioproteção do diabético à injúria isquêmica está associada a diferenças no estresse oxidativo e nitrosativo cardíaco, na resposta inflamatória e na modulação autonômica da PA e da FC. (AU)
Página 9 de 3.405 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP