site da FAPESP
 

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Auxílios à Pesquisa
Área do conhecimento
Página 4 de 4.336 resultado(s)
|

Resposta imune à vacinação contra tétano, sarampo e varicela em crianças nascidas antes de 37 semanas de idade gestacional e peso ao nascer inferior a 1500 gramas

Beneficiário:Raquel Maria Simão Gurge
Instituição: Departamento de Pediatria. Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Amélia Miyashiro Nunes dos Santos
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Processo:09/14351-4
Vigência: 01 de setembro de 2009 - 31 de janeiro de 2010
Assunto(s):Imunidade celularVacinaçãoImunidade humoralPrematuro
Resumo
Crianças nascidas antes de 37 semanas de idade gestacional podem apresentar menor produção de anticorpos em resposta à vacinação contra difteria, tétano, coqueluche, Haemophilus influenzae tipo b e hepatite B, quando comparadas a crianças nascidas a termo (Kirmani et al., 2002; Heath et al., 2003; Slack et al., 2004). Entretanto, não foram encontrados estudos relativos à resposta imune humoral à vacinação contra sarampo e varicela e resposta celular às vacinas do calendário oficial brasileiro em crianças nascidas antes de 37 semanas de idade gestacional e peso ao nascer inferior a 1500g. Neste trabalho, serão avaliadas a resposta imunológica humoral e celular à vacinação contra tétano, sarampo e varicela e possíveis fatores associados, em crianças nascidas antes de 37 semanas de idade gestacional e peso ao nascer inferior a 1500g.Serão estudados dois grupos de crianças de 12 a 18 meses de idade que receberão as vacinas recomendadas pelo Programa de Imunização do Ministério de Saúde do Brasil, acrescido de vacina contra o vírus da Varicela zoster aos 15 meses de idade. No Grupo 1, serão incluídas crianças nascidas com menos de 37 semanas de idade gestacional e peso inferior a 1500g e no Grupo 2, crianças saudáveis nascidas a termo.A resposta imune contra sarampo e varicela será pesquisada antes e após a vacinação contra estas doenças. No caso do tétano, a resposta imune será avaliada antes e após o primeiro reforço vacinal realizado aos 15 meses de idade. Para os três antígenos, a resposta imune humoral será medida por ensaio imunoenzimático e a resposta imune celular será analisada por citometria de fluxo através da produção de interferon-gama intracelular e aumento da expressão de molécula CD25 após estimulação in vitro de células do sangue periférico.Os resultados obtidos nos dois grupos serão comparados e analisados de acordo com a porcentagem de crianças com imunidade específica contra tétano, sarampo e varicela; tipo de imunidade presente; relação entre a imunidade contra tétano, sarampo e varicela e fatores associados a menor resposta imunológica. (AU)

Crianças nascidas de mulheres submetidas a transplante renal: avaliação imunológica, passagem transplacentária de anticorpos e resposta a vacinação

Beneficiário:Thaís Helena Lopes Lima
Instituição: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Maria Isabel de Moraes Pinto
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Processo:09/14535-8
Vigência: 01 de outubro de 2009 - 28 de fevereiro de 2011
Assunto(s):Sistema imuneTransplante de rim
Resumo
Apesar das crianças nascidas de mulheres que realizaram transplante renal nascerem, em grande maioria, sem alterações clínicas, sabe-se que estiveram expostas a imunossupressores durante todo o período embrionário e fetal. Pouco se sabe a respeito da imunidade transplacentária conferidas por essas gestantes a seus conceptos, assim como do sistema imune dessas crianças ao nascimento e de sua resposta à vacinação no primeiro ano de vida. Neste projeto, estudaremos 20 crianças nascidas de mulheres submetidas a transplante renal. Elas serão avaliadas ao nascimento e aos 8 meses de idade e comparadas com um grupo de 30 crianças nascidas a termo de mulheres saudáveis e de 20 crianças pré-termo, pareadas por idade gestacional com os prematuros do grupo de mulheres transplantadas. A passagem transplacentária de imunoglobulina G total e de anticorpos contra sarampo, varicela, tétano, Haemophilus influenzae tipo b e Streptococcus pneumoniae serão avaliadas através de nefelometria e de ensaios imunoenzimáticos, respectivamente. O sistema imune dessas crianças será também estudado através de citometria de fluxo em amostras de sangue de cordão, ao nascimento, e de sangue periférico, aos 8 meses, quanto ao número de células TCD3+, TCD4+, TCD8+, células B, células Natural Killer, células gd, T regulatórias, NKT e monócitos. A maturação celular será avaliada por marcação por CD45RA e CCR7 em TCD4+ e TCD8+ e por CD27 e IgD, em células B. A ativação celular será estudada por expressão de CD38 e HLA-DR. Os monócitos serão investigados quanto à expressão de TLR2 e TLR4. A avaliação funcional de células T e B após estímulo in vitro será feita através da expressão de CD154 em T (ligante do CD40) e CD40 em B. Células dendríticas serão também avaliadas após estímulo antigênico, com a análise da expressão de HLA-DR e produção de interferon-a e TNF-a nas duas subpopulações (plamocitóides e mielóides). Já a resposta a antígenos vacinais e sua tolerabilidade serão avaliadas pela dosagem de anticorpos contra tétano, Haemophilus influenzae tipo b e Streptococcus pneumoniae após vacinação aplicada durante o primeiro ano de vida nas mesmas crianças. Os resultados deste estudo permitirão um maior conhecimento do sistema imune destas crianças expostas a imunossupressores durante a gestação, tanto ao nascimento quanto após decorridos 8 meses de vida sem a influência destas drogas. (AU)

As noções sobre a linguagem escrita da criança com Síndrome de Down: (re)significação pedagógica para a educação infantil

Beneficiário:Ingrid Anelise Lopes
Instituição: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Anna Augusta Sampaio de Oliveira
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Ensino-aprendizagem
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:09/03086-8
Vigência: 01 de agosto de 2009 - 31 de março de 2011
Assunto(s):Educação infantilLinguagem escritaSíndrome de Down
Resumo
Atualmente a Educação Infantil tem caráter educacional prevendo atendimento para todas as crianças. Neste contexto, inserem-se as crianças com Síndrome de Down. Na etapa final da Educação Infantil a atividade principal da criança pode sofrer transformações paulatinas do brincar para o estudo, dentre outros, da linguagem escrita. Essa forma de linguagem, conforme os postulados da Teoria Histórico-Cultural, tem um curso histórico, e antes mesmo de ser expressa em sua forma convencional, começa a ser apropriada pela criança nas atividades simbólicas. Porém, observamos atualmente uma compreensão que sintetiza a linguagem escrita nas formas consideradas mais próximas às convenções dessa linguagem, como a decodificação e o grafismo de letras. Essa compreensão, por vezes, restringe a atividade pedagógica que envolve a linguagem escrita quando destinada à criança com Síndrome de Down que participa da Educação Infantil, pois se compreende que enquanto essa criança não apresenta elementos que indiquem as noções esperadas sobre a linguagem, não há possibilidades de trabalho com a mesma. Diante desta problemática, no presente projeto temos como objetivo descrever e analisar as noções sobre linguagem escrita que podem ser apresentadas pela criança com Síndrome de Down que participa da Educação Infantil. Os dados serão coletados mediante atuação direta da pesquisadora em Atendimento Pedagógico de Suporte com crianças que apresentam Síndrome de Down e estão regularmente matriculadas na Educação Infantil. Os resultados da coleta de dados serão analisados através da abordagem microgenética. (AU)

Desempenho de pré-escolares institucionalizados em prova de vocabulário

Beneficiário:Patrícia Gondo Nakaguma
Instituição: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Andréa Regina Nunes Misquiatti
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:11/00696-0
Vigência: 01 de junho de 2011 - 31 de dezembro de 2011
Assunto(s):Avaliação da linguagemVocabulárioLinguagem infantilCrianças
Resumo
Esta pesquisa tem como objetivo avaliar o vocabulário de crianças pré-escolares institucionalizadas a fim de identificar se há diferenças no desempenho em provas de vocabulário de crianças pré-escolares provenientes de escolas públicas e privadas. Participarão deste estudo 60 crianças, de ambos os gêneros, com idades entre quatro a cinco anos, pré-escolares provenientes de escolas públicas e privadas, e institucionalizadas. As crianças serão divididas em três grupos: GI (20 crianças de escola privada), GII (20 crianças de escola pública) e GIII (20 crianças institucionalizadas). Como procedimento de coleta de dados será aplicado o protocolo de vocabulário do ABFW (2004), a triagem fonoaudiológica e o questionário para caracterização dos sujeitos. Os resultados serão analisados estatisticamente visando comparar o desempenho obtido na prova de vocabulário entre as crianças participantes deste estudo. (AU)

Avaliação do temperamento em crianças: metodologia combinada de hetero-relato e observação do comportamento em situação de interação

Beneficiário:Rafaela Guilherme Monte Cassiano
Instituição: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Maria Beatriz Martins Linhares
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:10/12905-0
Vigência: 01 de março de 2011 - 28 de fevereiro de 2013
Assunto(s):TemperamentoPsicologia da criança
Resumo
A abordagem Psicobiológica de Rothbart demonstra a importância do temperamento infantil na formação da personalidade, no desenvolvimento e no interjogo entre fatores de risco e mecanismos de proteção. Novas questões surgiram sobre os instrumentos de avaliação dessa abordagem com relação à necessidade de uma visão mais abrangente do comportamento da criança e a importância de estudos que focalizem a avaliação em amostras vulneráveis, como proposto no presente estudo ao destacar a condição de risco da prematuridade. A fim de minimizar as limitações associadas a um único método de avaliação podem ser utilizadas abordagens metodológicas combinadas. Objetivo: Elaborar e testar a aplicabilidade de um procedimento combinado de avaliação do temperamento de crianças, em amostras de crianças com desenvolvimento típico e em condição de risco para a prematuridade. Método: A amostra inclui 5 crianças nascidas a termo e 5 crianças nascidas pré-termo, com idade entre 18 a 36 meses, e suas respectivas mães. A coleta de dados será realizada em seu domicílio onde serão aplicados para avaliação do Temperamento, um questionário semiestruturado, o The Early Childhood Behavior Questionnaire (ECBQ) e uma Observação sistemática em situação lúdica-livre da interação mãe-criança. Serão coletadas informações sobre a condição de saúde da mãe e da criança e condições socioeconômicas. Será realizada uma análise quantitativa de correlação entre os escores do temperamento do ECBQ e as categorias da observação e do questionário semiestruturado. Além disso, será processada uma análise qualitativa dos dados. As análises das duas amostras serão processadas separadamente para fins de validação do procedimento. (AU)

Detecção precoce de riscos para transtornos do espectro de autismo com Indicadores Clínicos de Risco para o desenvolvimento infantil e intervenção precoce

Beneficiário:Stephania Aparecida Ribeiro Batista Geraldini
Instituição: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Rogerio Lerner
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia do Desenvolvimento Humano
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Processo:13/13230-4
Vigência: 01 de agosto de 2013 - 30 de junho de 2014
Assunto(s):Desenvolvimento infantilSaúde da criançaEducação permanente
Resumo
O IRDI (Indicadores Clínicos de Risco para o Desenvolvimento Infantil) é um instrumento desenvolvido e validado entre 1999 e 2008 como um projeto temático da FAPESP (no. 03/09687-7), para a identificação de sinais iniciais de risco para o desenvolvimento do bebê entre 0 e 18 meses. Considerando-se o maior risco de irmãos de crianças com TEA a apresentarem problemas de desenvolvimento, o presente projeto busca identificar entre irmãos de crianças com Transtorno do espectro do autismo (TEA), a ocorrência de sinais de riscos para o seu desenvolvimento, por meio da aplicação do IRDI. Serão recrutados irmãos de diversas instituições que atendem crianças com TEA, em dois Municípios do Estado de São Paulo: Município de São Paulo e de Ribeirão Preto. A pedido do Ministério da Saúde, foi desenvolvido e validado um protocolo de Indicadores Clínicos de Risco para o Desenvolvimento Infantil (IRDI) para aplicação em bebês de 0 a 18 meses. Após três anos de seguimento, foram aplicados dois instrumentos (AP3 e SDQ) para associação dos resultados obtidos na aplicação do IRDI com transtornos psicológicos e/ou psiquiátricos. O IRDI teve significativa capacidade de predição de riscos para o desenvolvimento infantil. Considerando-se o maior risco de irmãos de crianças com TEA a apresentarem problemas de desenvolvimento, o presente projeto busca identificar, entre irmãos de crianças com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), a ocorrência de sinais de riscos para o seu desenvolvimento, por meio da aplicação do IRDI. Serão recrutados irmãos de diversas instituições que atendem crianças com TEA, em dois Municípios do Estado de São Paulo: Município de São Paulo e de Ribeirão Preto. A bolsista de treinamento técnico 3 irá, junto à equipe de pesquisa, aplicar o IRDI e outros instrumentos relativos ao desenvolvimento da criança em serviços de saúde do Município de São Paulo que assistem a crianças com diagnóstico de TEA. (AU)

"Programa de Saúde Auditiva Infantil: triagem auditiva em crianças de 0 a 3 anos de idade"

Beneficiário:Giovanna Cesar Silva
Instituição: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Ana Cláudia Vieira Cardoso
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Processo:12/11605-8
Vigência: 01 de julho de 2012 - 31 de janeiro de 2014
Resumo
A identificação da deficiência auditiva, especialmente em crianças, é um tema que tem preocupado profissionais de diversas áreas, especialmente os fonoaudiólogos, desde a década de 1940. A perda de audição pode ser facilmente ignorada ou subestimada, por ser uma alteração silenciosa e invisível e, por este motivo pode ser diagnosticada tardiamente, atrasando as medidas de intervenção (MADELL E FLEXER, 2008). A prevalência das desordens auditivas em crianças é relativamente alta comparada com as outras desordens. Em 1999, a American Academy of Pediatrics estimou que a prevalência de perdas auditivas significativas e bilaterais variava entre 1 e 3/1000 nascidos vivos entre a população de neonatos do alojamento conjunto e entre 2 e 4/100 nascidos vivos entre os neonatos que permaneceram na Unidade de Tratamento Intensivo, ou seja, criança com indicadores de risco apresentam probabilidade mais de dez vezes maior de adquirir perda auditiva (JOINT COMMITTEE ON INFANT AND HEARING, 2000). Na Inglaterra, foi relatada prevalência de 1.06/1000 nascidos vivos para perdas auditivas maiores do que 40 dBNA (FORTNUM, SUMMERFIELD, MARSHALL, DAVIS, BAMFORD, 2001). Numerosas pesquisas nas últimas décadas têm demonstrado que a perda de audição não detectada pode trazer dificuldades no desenvolvimento das habilidades na comunicação, linguagem, fala, cognição, no processo acadêmico, na aprendizagem e, consequentemente, na futura inserção no mercado de trabalho. Além disso, pode afetar o desenvolvimento emocional e psicológico da criança. A criança com perda auditiva congênita ou adquirida no período neonatal está sujeita a uma privação sensorial durante um período importante de maturação das vias auditivas (RUBEN e RAPIN,1980). Considerando o exposto, é de extrema importância a avaliação e o diagnóstico precoce de problemas auditivos. Para diagnosticar tais alterações em crianças que não respondem adequadamente a testes subjetivos recomenda-se a utilização de testes objetivos, que não dependem da resposta da criança. Os testes objetivos mais adequados para este faixa etária são as emissões otoacústicas evocadas e potenciais evocados auditivos de tronco encefálico. Este projeto se propõe a diagnosticar perdas auditivas em neonatos e lactentes e, monitorar a função auditiva de crianças com indicadores de risco para deficiência auditiva até o terceiro ano de vida. (AU)

Recordatório de 24 horas versus questionário de frequência alimentar semi-quantitativo: um estudo comparativo avaliando ingestão de fibras solúveis e insolúveis em crianças constipadas

Beneficiário:Andréa Correa Pereira
Instituição: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Helga Verena Leoni Maffei
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Dietética
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:97/01053-6
Vigência: 01 de maio de 1997 - 31 de outubro de 1999
Resumo
Na literatura existem discussões quanto ao método ideal de avaliação alimentar e são raros os trabalhos em crianças que os comparam entre si, sendo que em nenhum destes comparativos foi avaliada a ingestão de fibras alimentares (FA). No Serviço de Gastroenterologia Pediátrica da Faculdade de Medicina de Botucatu - Unesp tem sido bastante estudada constipação intestinal crônica funcional (CICf); como parte fundamental do tratamento é o aumento de ingestão de FA, é necessária a adoção de um método que detecte adequadamente a ingestão deste nutriente. O recordatório de 24 horas(R24h) - pode ser falho, pois freqüentemente as crianças com CICf não ingerem alimentos ricos em fibras diariamente. Portanto é objetivo do trabalho comparar o R24h com o Questionário de Freqüência Alimentar Semi-quantativo, aplicando-os em crianças constipadas com ou sem tratamento e em crianças sem constipação, visando avaliar a diferença entre os métodos quanto ao teor de fibras alimentares solúveis e insolúveis ingeridas. (AU)

Caderno de experiências e o deficiente auditivo: o diálogo em questão na clínica fonoaudiológica

Beneficiário:Maria Emilia de Melo
Instituição: Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Beatriz Cavalcanti de Albuquerque Caiuby Novaes
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:99/03259-6
Vigência: 01 de junho de 1999 - 31 de outubro de 2000
Resumo
Discutir a Fonoaudiologia a partir de casos clínicos - e não sobre casos clínicos, é um caminho que tem se mostrado fecundo, longe de estar pronto, mas é evidente sua necessidade. No atendimento da criança deficiente auditiva nos primeiros anos de vida, a manutenção da situação dialógica muitas vezes fica comprometida pela inteligibilidade da fala da criança e pela dificuldade do terapeuta em atribuir sentido para o relato de situações vividas pela criança. Vários recursos para registrar o que se passa com a criança no cotidiano tem sido estudado na clínica. O caderno de experiências é um lugar onde são registradas situações vividas - ou por viver - pela criança e que a ela foram - ou serão - significativas, e que serão trabalhados como indícios para uma construção dialógica. O objetivo deste trabalho é investigar os aspectos envolvidos no processo de construção e utilização do caderno de experiências no atendimento fonoaudiológico, através da análise de segmentos de terapias que incluam situações atravessadas pelo conteúdo do caderno. (AU)

Estudo dos padrões de sono e vigília em crianças durante o ingresso no ensino fundamental

Beneficiário:Daniela Wey Camilo Lapa
Instituição: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Luiz Silveira Menna Barreto
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:99/04031-9
Vigência: 01 de outubro de 1999 - 30 de setembro de 2001
Resumo
O desenvolvimento de um padrão circadiano no ciclo vigília-sono (CVS) do ser humano depende tanto de características endógenas quanto de fatores exógenos. Estímulos sociais, como o ingresso escolar, podem auxiliar na consolidação do sono noturno da criança através da imposição de horários de acordar e deitar. Existem diferenças individuais entre as crianças quanto ao estabelecimento do padrão circadiano de sono e quanto à expressão da sonolência durante o dia. As escolas determinam rotinas e horários rígidos sem levar em consideração as diferentes necessidades de sono das crianças. Pretendemos com esse projeto observar o desenvolvimento individual e possíveis modificações do CVS e da sonolência diuma num grupo de crianças antes e durante a primeira série. (AU)

Contribuições de técnicas de exame psicológico com crianças asmáticas e familiares

Beneficiário:Renata Sarti
Instituição: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Andre Jacquemin
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:94/03871-0
Vigência: 01 de março de 1995 - 31 de agosto de 1997
Resumo
Frente ao interesse em se estudar a Asma Infantil através da investigação de fatores psicológicos que possam influenciar na ocorrência, no curso e na evolução da doença, foi realizado um levantamento bibliográfico sobre o assunto e constatou-se a multiplicidade de fatores investigados por diferentes autores. O presente trabalho objetiva investigar aspectos da personalidade da criança asmática e da mãe, da dinâmica familiar na qual estão inseridas e da qualidade de relacionamento do casal, pais da criança. A investigação será realizada em crianças do sexo masculino, entre 5 a 10 anos de idade, assistidas pelo Ambulatório de Imunologia Pediátrica do H.C. da FMRP-USP, e em suas respectivas mães. Serão aplicadas na criança as técnicas do Desenho da Figura Humana e o Teste de Apercepção Temática (C.A.T.-A.) e na mães o Teste de Apercepção Temática (T.A.T) e Entrevista. Os dados obtidos serão avaliados e, posteriormente, comparados àqueles apresentados pela literatura. (AU)

Associação entre desenvolvimento psicomotor de crianças de famílias de baixa renda e sua frequência a creches no município do Embu, São Paulo

Beneficiário:Cristiane Silvestre de Paula
Instituição: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Jair de Jesus Mari
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:99/06670-9
Vigência: 01 de setembro de 1999 - 31 de agosto de 2001
Resumo
Introdução: as creches têm sido cada vez mais fundamentais para que as mulheres possam trabalhar fora. Os estudos que investigam a influência da creche no desenvolvimento infantil ainda não chegaram a um consenso; Hipótese: investigar possível associação entre a criança de família de baixa renda freqüentar ou não creche e a adequação de seu desenvolvimento psicomotor, levando-se em conta fatores psicossociais; Desenho: estudo transversal de medida de desenvolvimento psicomotor de uma sub- amostra de crianças que freqüentem creches e sub-amostra de mesma idade e nível sócio econômico que não freqüentem creches; Amostra: crianças de 9 a 30 meses de idade de creches de população de baixa renda (N=103) e 100 crianças da mesma faixa etária que aguardam em fila de espera para o ingresso nestas creches. Instrumentos: desenvolvimento psicomotor: Escalas de Bayley, avaliação sócio econômica; saúde mental das mães: SRQ e fatores psicossociais: QSPA; Análise: pelo cálculo de estimativa de risco relativo (odds ratio). (AU)

Desenvolvimento e comportamento de crianças (0 a 2 anos) na rotina diária, segundo a visão das educadoras de ambiente coletivo

Beneficiário:Lígia Ebner Melchiori
Instituição: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Zelia Maria Mendes Biasoli Alves
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia do Desenvolvimento Humano
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:96/03656-7
Vigência: 01 de setembro de 1996 - 31 de julho de 1998
Resumo
O presente projeto tem como objetivo descrever o desenvolvimento e comportamento de crianças de zero a dois anos em ambiente coletivo. Os sujeitos serão cem crianças na faixa etária especificada e vinte e quatro educadoras responsáveis por essas crianças. A coleta de dados será efetuada em duas fases: entrevista semi-estruturada com as educadoras e observação direta do comportamento das crianças e de quem cuida delas através da filmagem. Os dados serão analisados tanto quantitativa quanto qualitativamente. (AU)

Estudo in vitro da sensibilidade ao GH de crianças com baixa estatura e investigação dos efeitos dos asteroides sexuais sobre a ação do GH em um modelo celular

Beneficiário:Alexander Augusto de Lima Jorge
Instituição: Pessoa Física
Pesquisador responsável:Alexander Augusto de Lima Jorge
Anfitrião: Nina Cecilia Camacho-Hubner
Local de pesquisa: Royal London School of Medicine And Dentistry (Reino Unido)
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Processo:02/09688-0
Vigência: 01 de setembro de 2003 - 31 de janeiro de 2004
Assunto(s):Síndrome de LaronSíndrome de Noonan
Resumo
Uma parcela de crianças com baixa estatura idiopática (BEI) apresentam perfil hormonal sugestivo de insensibilidade parcial ao GH. Algumas poucas crianças apresentam mutações em heterozigose no GHR. Ainda não foi comprovado o efeito destas mutações como causa da baixa estatura e nem defeitos pós-receptor foram avaliados nas crianças com GHR normal. Propomos comparar dois métodos de avaliação da sensibilidade ao GH in vitro quanto à capacidade de identificar insensibilidade parcial ao GH estudando crianças com síndrome de Laron, com BEI, com síndrome de Noonan e controles normais. Também avaliaresmo in vitro a resposta destes pacientes a uma nova medicação que combina IGF-I e IGFBP-3 (SomatoKine) em comparação com a resposta obtida com o GH e IGF-I. (AU)

Uso de ponta diamantada CVDentUS® para preparo cavitário em crianças na primeira infância

Beneficiário:Fabíola de Fátima Cardoso
Instituição: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Salete Moura Bonifacio da Silva
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:07/03019-3
Vigência: 01 de maio de 2008 - 31 de dezembro de 2008
Resumo
O presente estudo tem por objetivo comparar a utilização de pontas diamantadas convencionais e pontas diamantadas CVDentUS® para remoção de tecido cariado e preparo cavitário em crianças na primeira infância, avaliando o desempenho clínico das pontas e o comportamento das crianças durante o tratamento odontológico. A amostra será constituída de 30 crianças de 24 a 36 meses, com atividade de cárie. A remoção do tecido cariado e o preparo cavitário serão realizados com as pontas diamantadas convencionais ou CVDentUS®. Em seguida, os dentes serão restaurados com cimento de ionômero de vidro convencional. Após cada sessão, serão avaliados parâmetros de desempenho clínico das pontas e o comportamento das crianças durante o tratamento odontológico. A análise estatística será realizada por meio de testes não paramétricos apropriados, sendo adotado nível de significância para p<0,05. Na descrição dos resultados, serão utilizadas tabelas e gráficos com valores absolutos e relativos. (AU)

Ayrton Senna - idolo das crianças e herói do Brasil - um estudo sobreas mídias e o imaginário infantil

Beneficiário:Helena Rosalia de Oliveira Tassara
Instituição: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Elza Dias Pacheco
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Artes do Vídeo
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:00/14203-0
Vigência: 01 de abril de 2001 - 31 de março de 2003
Assunto(s):CinemaCriançasDocumentárioTelevisãoVídeo
Resumo
O projeto propõe-se desenvolver um estudo em profundidade a partir de um tema específico e recorrente contido em um banco de depoimentos registrados em vídeo, intitulado A visão de crianças pequenas sobre seu cotidiano na cidade de São Paulo, e de suas implicações, tendo em vista uma reflexão sobre o assunto bem como a construção de uma narrativa documental áudio-visual capaz de representá-lo e às suas conclusões. A partir das falas e expressões das crianças entrevistadas relacionadas a um tema escolhido a priori - no caso, a vida e a morte do piloto AYRTON SENNA - o estudo visa traçar um panorama das imagens por elas compartilhadas sobre o mesmo. Visa ainda, através da articulação dessas imagens, construir uma memória social sobre os elementos simbólicos presentes na figuração mítica e heróica dessas crianças sobre Ayrton Senna, em suas inter-relações com as imagens veiculadas pelas mídias, em especial pela televisão, sobre esse personagem e sua morte. Por fim, visa refletir sobre as influências das mídias na composição do imaginário infantil. (AU)

Crianças pequenas no Museu de Microbiologia: como os microrganismos são "vistos" na exposição?

Beneficiário:Renée Seiji Okada
Instituição: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Milene Tino De Franco
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Museologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:10/08965-7
Vigência: 01 de junho de 2010 - 31 de dezembro de 2011
Resumo
A finalidade desta bolsa, que terá duração de 12 meses, é a de envolver o bolsista no processo de coleta, organização e análise de dados. Assim, em primeiro lugar, o bolsista participará, junto com as outras pesquisadoras, da implementação dos eixos temáticos estipulados a partir dos resultados obtidos na Fase I, auxiliando na elaboração dos aparatos expositivos e das atividades educativas que serão oferecidas às crianças. O bolsista terá também a responsabilidade de realizar entrevistas semi-estruturadas com crianças com idades entre 04 e 06 anos antes da visita e imediatamente depois da visitação, além de executar atividades educativas.Enquanto ocorre a visitação, o bolsista acompanhará os grupos em que haja crianças pequenas, realizando registros audiovisuais. Seis meses depois de ocorridas as visitas, o bolsista irá à residência da criança visitante para a realização de uma nova entrevista com utilização do método "Lembrança Estimulada". Haverá, também, a participação do bolsista no processo de análise e sistematização dos resultados obtidos durante a coleta de dados. (AU)

Distúrbios do sono em crianças de 7 a 10 anos e disfunções cognitivas

Beneficiário:Luciane Bizari Coin de Carvalho
Instituição: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Álvaro Nagib Atallah
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:00/07513-3
Vigência: 01 de agosto de 2000 - 31 de julho de 2002
Resumo
Os distúrbios do sono podem determinar varias repercussões clinicas, como alteração comportamental em crianças, sonolência excessiva diurna, distúrbios cognitivos entre outros. Em estudo preliminar, natale et al (1998) identificaram os seguintes distúrbios do sono: bruxismo (11,67%), soniloquio (24,56%), distúrbios respiratórios (15,28%), enurese (5,51%), terror noturno com sonambulismo (9,63%) e movimento excessivo (24,36%). Hipótese/objetivo: crianças com distúrbios do sono podem apresentar alterações cognitivas que podem afetar o desempenho escolar. Material: crianças de 7 a 10 anos cursando o ensino fundamental de 1ª. a 4ª. Serie, de 09 escolas estaduais da região centro-sul da cidade de São Paulo. Método: as crianças serão submetidas a questionário sobre distúrbios do sono, a serem respondidos pelos pais. 120 casos com DS e 120 sem DS, serão submetidas à avaliação cognitiva através do teste de Bender. (AU)

Aquisição de verbos em crianças brasileiras com diagnóstico de Distúrbio Específico de Linguagem

Beneficiário:Thalita Ubiali
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Débora Maria Befi-Lopes
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:05/04717-0
Vigência: 01 de maio de 2006 - 31 de dezembro de 2006
Resumo
As dificuldades gramaticais representam uma das principais marcas clínicas apresentadas por um grande grupo de crianças com Distúrbio Específico de Linguagem. Estudos recentes têm relatado que esse grupo de crianças apresenta um desempenho inferior, quando comparado aos seus pares em desenvolvimento normal de linguagem, em relação ao uso e à aquisição de verbos. Os verbos são considerados elementos fundamentais para o desenvolvimento da gramática, uma vez que promove uma estrutura para a organização da sentença, sendo o responsável pela passagem do estágio de sentenças contendo uma só palavra para o estágio das múltiplas combinações.Considerando que não existem estudos na literatura sobre a aquisição e uso de verbos em crianças com Distúrbio Específico de Linguagem falantes do Português Brasileiro, o objetivo do presente estudo é verificar quantitativamente a relação entre o uso de substantivos e verbos em situação de fala espontânea por crianças brasileiras diagnósticas com Distúrbio Específico de Linguagem, além de realizar uma análise qualitativa dos verbos produzidos pelas mesmas, classificando-os segundo o proposto por Rocha Lima (1982). (AU)

Desenvolvimento de jogos computadorizados para auxiliar a aquisição da base alfabética de crianças especiais

Beneficiário:Flavio Cezar Amate
Instituição: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Annie France Frère Slaets
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Processo:02/12384-3
Vigência: 01 de março de 2003 - 28 de fevereiro de 2007
Resumo
Neste projeto visando facilitar a alfabetização de crianças com dificuldades de aprendizagem, desenvolveremos uma seqüência de jogos, norteada por um processo didático específico. Procuraremos respeitar as particularidades individuais de cada criança e adaptaremos periféricos para possibilitar o acesso ao computador das crianças com dificuldades motoras. Analisaremos a adequação do software educacional desenvolvido com a proposta pedagógica e a sua real eficiência com crianças das 4ª séries de escolas estaduais de Mogi das Cruzes que ainda não adquiriram a competência da escrita pelo oferecimento de sessão de atendimento. (AU)

Análise da diversidade genética no gene Nef do vírus da imunodeficiência humana, tipo 1 (HIV-1) em crianças e em adultos recém-infectados

Beneficiário:Camila Florido
Instituição: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Ricardo Sobhie Diaz
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:04/12044-3
Vigência: 01 de março de 2005 - 28 de fevereiro de 2007
Assunto(s):AdultosCriançasHIV-1
Resumo
A caracterização dos processos evolutivos que ocorrem nos genes do HIV-1 durante a infecção de crianças demandam estudos mais amplos. O estudo desses processos traz benefícios ao entendimento da pressão seletiva imposta aos genes virais por um sistema imunológico ainda em desenvolvimento. Neste trabalho propomos um estudo comparativo da dinâmica evolutiva do HIV-1 entre crianças (entre 0 e 5 anos de idade) infectadas pelas mães (transmissão materno-infantil) e adultos recém infectados. Analisaremos a diversidade genética (distância par-a-par e theta) e as taxas de substituições sinônimas e não-sinônimas no gene nef do HIV-1. Com isso, analisaremos a pressão seletiva no gene nef de forma comparativa entre crianças e adultos recém infectados. (AU)

Brincando com arte na mídia

Beneficiário:Tatiana Dantas de Oliveira
Instituição: Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Nelyse Apparecida Melro Salzedas
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:00/01172-0
Vigência: 01 de junho de 2000 - 31 de março de 2002
Resumo
O projeto tem o objetivo de levar a História e Estética da Arte às crianças de forma interativa e divertida. Pensando neste sentido, está sendo elaborada a idéia da construção de um CD-ROM interativo que conte uma história envolvendo a criança no tempo/espaço do seu imaginário partindo da música, A CASA, de Vinícius de Moraes. Dentro dela a criança irá colocar òs móveis e os objetos do cotidiano selecionados de pinturas produzidas no período Renascentista Barroco. Deste modo, a criança estará envolvida com a estória, com a história, com a Arte e com o imaginário. A história em multimídia proporcionará a impressão das imagens, o que contribuirá para que cada usuário tenha o seu livro e muitos outros que poderá criar com várias casas contidas no seu imaginário. Os objetos extraídos das pinturas poderão sofrer alterações de cor e deslocamento de espaço, propiciando a criança um processo de atualização dos referidos objetos. (AU)

Análise de narrativas de crianças de rua

Beneficiário:Alessandra Fernandes Carreira
Instituição: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Leda Verdiani Tfouni
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia do Desenvolvimento Humano
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:95/01081-4
Vigência: 01 de agosto de 1995 - 31 de julho de 1997
Assunto(s):AutoriaCriançasImaginário
Resumo
Este projeto de pesquisa de mestrado tem por objetivo analisar narrativas de crianças de rua institucionalizadas. Para isso, considerar-se-á o discurso narrativo enquanto meio de instalação da subjetividade, que traz consigo experiências pessoais, julgamentos sobre o mundo, valores, etc.; o que permite que o sujeito organize sua simbolização particular. Dentro desta discussão, será focalizada a função-Autor do narrador, uma vez que este último (re)organiza ativamente as estórias enquanto as conta. A importância do discurso narrativo no desenvolvimento também será focalizada, sobretudo do ponto de vista sóciointeracionista. Relacionando estes tópicos à dura realidade das crianças de rua, pretende-se investigar a constituição da função-Autor, os lugares de (re)significação de experiências pessoais, elementos que determinem a emergência do imaginário e o silenciamento sofrido por estas crianças. (AU)

Solução de problemas interpessoais em crianças com dificuldades de aprendizagem

Beneficiário:Luciana Carla dos Santos Elias
Instituição: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Edna Maria Marturano
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:99/06652-0
Vigência: 01 de agosto de 1999 - 31 de julho de 2003
Assunto(s):Relações interpessoaisResolução de problemas
Resumo
O presente trabalho tem por objetivos: (a) comparar as habilidades de solução de problemas interpessoais (HSPI) entre crianças com dificuldade de aprendizagem (DA) e crianças com DA e problemas de comportamento (PC), associados; (b) verificar a modifícabilidade da condição de risco definida pela presença de PC, mediante uma intervenção para desenvolvimento de HSPI Serão avaliadas crianças de ambos os sexos, com idade entre sete e 12 anos, encaminhadas a uma clínica de psicologia da rede de saúde por apresentarem DA. As crianças com PC associados à DA passarão por intervenção em dois grupos de tratamento: G1- programa para desenvolvimentos das HSPI; G2- intervenção psicopedagógica convencional. Será verificado o efeito da intervenção sobre as HSPI e sobre o PC. (AU)

Estado, ONGs, igrejas e o fenômeno da criança-feiticeira em Angola

Beneficiário:Luena Nascimento Nunes Pereira
Instituição: Pessoa Física
Pesquisador responsável:Luena Nascimento Nunes Pereira
Anfitrião: Patrick Chabal
Local de pesquisa: University of London (Reino Unido)
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Processo:07/58539-1
Vigência: 11 de janeiro de 2008 - 10 de junho de 2008
Assunto(s):Religiões primitivasFeitiçariaCriançasAngola
Resumo
Esta pesquisa centra-se no universo das narrativas e práticas concernentes à feitiçaria, tomando como foco as acusações de feitiçaria feitas a crianças e adolescentes em Angola, efetivadas principalmente entre os Bakongo, um dos principais grupos étnicos angolanos. Nossa intenção tem sido investigar alguns fatores que concorrem para a emergência das acusações de feitiçaria a crianças, bem como descrever e analisar como instituições do Estado angolano, organizações não governamentais e diferentes igrejas vêm construindo diversas percepções, discursos e formas de intervenção sobre esta questão. No que concerne às igrejas, é de ressaltar o papel de instituições da igreja católica na resolução dos conflitos familiares que desencadeiam as acusações, bem como a atuação das igrejas pentecostais nos chamados processos de cura espiritual das crianças consideradas feiticeiras. (AU)

Perfil das habilidades pragmáticas de crianças normais

Beneficiário:Simone Rocha de Vasconcellos Hage
Instituição: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Simone Rocha de Vasconcellos Hage
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:01/07791-6
Vigência: 01 de janeiro de 2002 - 31 de janeiro de 2003
Resumo
O objetivo deste estudo é delinear o perfil pragmático, considerando o aumento das habilidades conversacionais e a freqüenta das funções: comunicativas de crianças com desenvolvimento normal da linguagem. Serão selecionadas 40 crianças com desenvolvimento normal da linguagem, entre 3 anos e 11 meses. Será registrada em fita VHS, 30 minutos de conversação livre entre a criança e o avaliador. Um protocolo de habilidades pragmáticas foi criado e será aplicado sobre a transcrição da conversação. O mesmo analisará apartes do número de turnos total da criança as habilidades de conversação e as funções comunicativas. Para a referida faixa etárias será efetuado estudo estatístico, determinando-se medidas de posição e variabilidade complementares com a distribuição percentual e respectivos intervalos de confiança (95%) para a média e a mediana. (AU)

O impacto da suplementação com Vitamina A no sistema imunológico de pré-escolares

Beneficiário:Patricia Helen de Carvalho Rondó
Instituição: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Patricia Helen de Carvalho Rondó
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:01/07899-1
Vigência: 01 de março de 2002 - 30 de abril de 2005
Assunto(s):Imunidade celularImunidade humoralZinco
Resumo
A vitamina A exerce um papel importante na atividade imunológica, e sua deficiência implica em maior morbi-mortalidade, principalmente em crianças. No Brasil, a prevalência de hipovitaminose A tem se mostrado elevada, sendo o nordeste a principal região brasileira em que a deficiência constituí um problema de Saúde Pública. Este estudo tem o objetivo de avaliar o impacto da suplementação com vitamina A no sistema imunológico de crianças matriculadas em creches, no município de Teresina, PI. Serão avaliadas inicialmente 625 pré-escolares, sendo selecionadas as crianças que apresentarem" níveis baixos ou deficientes de retinol, as quais comporão a coorte do estudo, com estimativa de aproximadamente 100 crianças. Serão avaliadas indicadores bioquímicos (retinol plasmático e RBP), histológicos (CIC), ecológicos (inquérito alimnetra e antropometria), além de indicadores relacionados à atividade imunoloógica celular e humoral, ferro e zinco das crianças da coorte, antes e 3 meses após suplementação com 200.000UI de vitamina A. (AU)

Avaliação de habilidades de processamento auditivo em crianças com e sem distúrbio de aprendizagem: medidas comportamentais eletroacústicas e eletrofisiológicas

Beneficiário:Vera Lúcia Garcia
Instituição: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Vera Lúcia Garcia
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:01/10409-6
Vigência: 01 de maio de 2002 - 31 de dezembro de 2004
Resumo
O objetivo do presente trabalho é analisar as habilidades de processamento auditivo, a partir de medidas comportamentais, eletroacústicas e eletrofisiológicas, em crianças com e sem distúrbio de aprendizagem e correlacioná-las. Serão avaliadas 60 crianças, 40 crianças de baixo risco para alteração de aprendizagem e 20 crianças diagnosticadas com distúrbio de aprendizagem. Serão aplicados os testes comportamentais: Teste Dicotico de Dígitos e Teste de Fusão Auditiva, e as medidas eletroacústicas e eletrofisiológicas de imitânciometria, emissões otoacústicas e potenciais elétricos auditivos de média latência. Os dados colhidos serão analisados, submetidos à análise estatística e discutidos, buscando-se uma melhor compreensão dos processos neurofisiológicos subjacentes, além de analisar as respostas obtidas e buscar maior eficiência diagnostica e terapêutica fonoaudiológica, nesse tipo de distúrbio. (AU)

Fatores associados à supressão viral prolongada em crianças infectadas pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV-1) em uso de drogas anti-retrovirais

Beneficiário:Daisy Maria Machado
Instituição: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Daisy Maria Machado
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:01/11086-6
Vigência: 01 de março de 2002 - 30 de abril de 2004
Assunto(s):CriançasHIV-1Anti-retrovirais
Resumo
O objetivo da terapia anti-retroviral em indivíduos infectados pelo HIV é suprimir a replicação viral ao máximo, preservando, assim, o sistema imune. No entanto, a maioria das crianças infectadas pelo HIV-1 recebendo tratamento anti-retroviral não consegue atingir níveis indetectáveis de carga viral. Vários fatores podem estar associados a esta dificuldade. O objetivo principal deste estudo é caracterizar um grupo de crianças que conseguiu atingir e manter a carga viral; 80 cópias/ml por um período mínimo de 1 ano. Estas crianças serão submetidas à avaliação imunológica e genética (CD4 atual, perfil imunofenotípico, dosagem de IL-7 no plasma, resposta às imunizações prévias contra sarampo, tétano, difteria, hepatite B, região do genoma que codifica o co-receptor CCR5), avaliação virologia (determinação do fenótipo IS ou NIS, genes nef e env e perfil genotípico da região POL), e avaliação do grau de aderência aos anti-retrovirais, buscando avaliar que características especiais estariam envolvidas na boa resposta. (AU)

Avaliação do estado nutricional de crianças e adolescentes HIV+ em acompanhamento ambulatorial

Beneficiário:Patricia Helen de Carvalho Rondó
Instituição: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Patricia Helen de Carvalho Rondó
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:07/50009-3
Vigência: 01 de abril de 2007 - 31 de março de 2009
Assunto(s):AdolescentesAvaliação nutricionalCriançasHIVLipodistrofia
Resumo
O projeto objetiva avaliar crianças e adolescentes HIV+ assistidos em ambulatório do Instituto da Criança através de estudo do tipo transversal, para identificação de distúrbios nutricionais associados à terapia antiretroviral. A amostra consistirá em 200 crianças e adolescentes acompanhados pelo ambulatório HIV/AIDS do ICr. Avaliar-se-ão fatores sócio-demográficos, obstétricos e clínicos, estágio puberal, consumo alimentar e nutricional. A avaliação nutricional utilizará antropometria (estatura; peso; circunferência braquial, da cintura e quadril; pregas cutâneas triciptal e subescapular), exames bioquímicos (glicemia de jejum, colesterol total e frações, insulina e triglicérides) e análise da composição corporal por bioimpedância e DXA. Os prontuários serão consultados para determinação do histórico clínico e de tratamento medicamentoso. A análise dos resultados envolverá estatística descritiva e construção de modelos de regressão múltiplos. (AU)

Um estudo da memória operacional em crianças portadoras de paralisia cerebral através de testes neuropsicológicos

Beneficiário:Flávia Heloísa Dos Santos
Instituição: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Orlando Francisco Amodeo Bueno
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Comparativa
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:97/13913-0
Vigência: 01 de junho de 1998 - 30 de abril de 2000
Resumo
A criança vítima de lesão cerebral apresenta prejuízos em seu desenvolvimento global, sobretudo em seu potencial cognitivo. Pretendemos estudar a memória infantil, particularmente a MEMÓRIA OPERACIONAL em 20 crianças entre 4 e 6 anos, ambos sexos, portadoras de paralisia cerebral dos tipos hemiplegia espástica direita e extrapiramidal, comparando-as a um grupo controle através dos testes: Repetição de não-palavras (CNRep), Recordação livre de palavras e figuras e Digit span da Escala Wechsler de inteligência para crianças pré-escolares (WPPSI-R). Nossa investigação se fundamentará na hipótese de que os núcleos da base assumem um papel importante no armazenamento temporário de informações, e, se assim o é crianças com paralisia cerebral do tipo extrapiramidal estariam em desvantagem em relação às demais quanto ao desempenho nas referidas provas neuropsicológicas. (AU)

Infância e livros: o que pensam, dizem e fazem as crianças a partir da leitura de histórias? um estudo a luz da sociologia da infância

Beneficiário:Debora Perillo Samori
Instituição: Faculdade de Educação (FE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Maria Letícia Barros Pedroso Nascimento
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:08/55980-1
Vigência: 01 de março de 2009 - 28 de fevereiro de 2011
Assunto(s):InfânciaLivros
Resumo
Este projeto de pesquisa retoma a infância em sua perspectiva histórica e propõe uma breve intersecção com as possibilidades de compreendê-la na atualidade. À luz da sociologia da infância e de alguns de seus conceitos principais - reprodução interpretativa e cultura de pares - este projeto pretende se aproximar do ponto de vista das crianças em relação a algumas atividades bastante comuns no cotidiano escolar: a leitura de histórias e o contato com livros. A partir de uma abordagem etnográfica (observação das crianças em sala de aula) e de entrevistas coletivas com grupos de crianças, a pesquisadora pretende lançar luz ao que pensam, dizem e fazem diante dos livros e suas histórias, compreendendo como suas culturas de pares e reproduções interpretativas se re-constroem mutuamente. As questões que se colocam são: o que se produz e o que se mantêm, tanto no último ano da educação infantil quanto no primeiro ano do atual ensino fundamental de nove anos? Afinal, como a construção da cultura infantil a respeito da leitura acontece para as crianças que estão nas escolas brasileiras? (AU)

A inserção de crianças de 6 anos no ensino fundamental

Beneficiário:Maria do Carmo de Araujo
Instituição: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Adriana Lia Friszman de Laplane
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Ensino-aprendizagem
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Ensino Público
Processo:10/14990-4
Vigência: 01 de janeiro de 2011 - 31 de agosto de 2012
Assunto(s):Ensino fundamentalPolítica educacionalPolíticas públicasPlanejamento pedagógico
Resumo
O recente ingresso de crianças de seis anos no ensino fundamental tem desafiado os sistemas de ensino e as escolas. A legislação vigente torna obrigatória a matrícula dessas crianças, ampliando assim o ensino fundamental para nove anos. Mas, o ingresso de crianças dessa faixa etária no sistema requer adequações que se estendem a todos os anos da escola fundamental. Este estudo se propõe a levantar as condições concretas em que se dá o ingresso das crianças de seis anos no sistema e a refletir sobre elas, visando a identificar as ações mais prementes para a melhoria do processo. A metodologia adotada será a observação participante, registro de campo (fotografia, filmagem, anotações, coleta de materiais produzidos pelos alunos). (AU)

Tornar-se aluno(a) indígena - a etnografia de uma escola Guarani Mbyá

Beneficiário:Amanda Rodrigues Marqui
Instituição: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Clarice Cohn
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Etnologia Indígena
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:09/05000-3
Vigência: 01 de agosto de 2009 - 31 de julho de 2011
Resumo
Este projeto pretende analisar o tornar-se aluno(a) indígena, visando apontar o que significa ir à escola na perspectiva das crianças guarani mbya. A criança será aqui tomada como ator social ativo e produtor de cultura, e a escola será abordada como um espaço em que as crianças tornam-se alunos, como uma das práticas de autopoieses ou seja, de produção de significados sobre o seu mundo. Sendo assim, minha investigação pretende compreender como estas crianças produzem significados no contexto escolar e na condição de alunos indígenas, tomando a escola como um espaço de fronteira em que se articula os conhecimentos, o "modo de ser" guarani mbya e suas práticas de ensino e de aprendizagem com os conhecimentos e métodos pedagógicos escolares. Esta etnografia de uma escola guarani mbya irá contribuir para a compreensão dos significados atribuídos pelas crianças ao ir à escola, espaço onde se dão novas formas de construção de conhecimento - indígena e não-indígena - em novas relações. (AU)

Remediação fonológica, de leitura e escrita em crianças com dislexia do desenvolvimento

Beneficiário:Cíntia Alves Salgado Azoni
Instituição: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Sylvia Maria Ciasca
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:07/55716-0
Vigência: 01 de outubro de 2007 - 28 de fevereiro de 2010
Resumo
Este projeto de pesquisa tem por objetivo geral verificar a eficácia terapêutica de um programa de remediação fonológica, leitura e escrita elaborado para ser aplicado em crianças de 8 a 14 anos de idade que freqüentam o Ensino Fundamental com quadro de dislexia do desenvolvimento. O projeto também visa descrever programa de remediação fonológica, de leitura e escrita inédito para crianças com diagnóstico de dislexia do desenvolvimento; comparar os achados dos procedimentos de avaliação utilizados na pré e pós-testagem em crianças com dislexia do desenvolvimento. Os resultados deste estudo serão analisados estatisticamente visando comparar o desempenho obtido por crianças diagnosticadas como tendo dislexia do desenvolvimento submetidos ao programa de remediação. (AU)

Desenvolvimento motor em crianças com Síndrome de Down ao longo dos primeiros 26 meses de idade

Beneficiário:Aline Christine das Neves
Instituição: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Nelci Adriana Cicuto Ferreira Rocha
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:10/15571-5
Vigência: 01 de março de 2011 - 31 de dezembro de 2011
Resumo
Introdução: O acompanhamento do desenvolvimento infantil tem sido muito discutido devido à sua importância na identificação precoce de desvios e atrasos. Esta, possibilita uma intervenção mais específica, dessa forma, proporcionando maior qualidade de vida a crianças com risco para atraso no desenvolvimento. Objetivos: O objetivo do presente estudo é verificar longitudinalmente o desempenho motor de lactentes com síndrome de Down (SD) em 2 fases: entre 2 e 4 meses e aos 26 meses e compará-los com crianças típicas na mesma idade. Métodos: Serão avaliadas crianças típicas e com SD utilizando-se o Test of Infant Motor Performance (TIMP) aos 2, 3 e 4 meses e com a Bayley Scales of Infant and Toddler Development Third Edition (BSITD-III) aos 26 meses. Resultados esperados: Espera-se que o desempenho na BSITD-III possa ser predito pelo desempenho precoce no TIMP, e que as crianças típicas apresentem melhor desempenho em ambas as avaliações. (AU)

Associação entre postura e parâmetros funcionais dos sistemas estomatognático, cervical e pulmonar em crianças asmáticas e não asmáticas

Beneficiário:Débora Bevilaqua Grossi
Instituição: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Débora Bevilaqua Grossi
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:03/07771-0
Vigência: 01 de junho de 2004 - 31 de agosto de 2007
Resumo
O objetivo geral deste estudo será avaliar e correlacionar os fatores envolvidos na DCM e DCC em crianças asmáticas e não asmáticas. Participarão deste estudo 30 crianças asmáticas e 30 crianças não asmáticas, na faixa etária de 7 a 10 anos. Os pacientes serão submetidos a avaliações através dos índices de Fonseca (1992) e de Helkimo (1974) para DCM e através do índice de Wallace & Klineberg (1993) para avaliação da DCC, Espirometria, Avaliação da postura corporal por Fotogrametria e Avaliação Cefalométrica. Atividade dos músculos mastigatórios e cervicais será avaliada através de Eletromiografia. Os resultados de ambos os grupos serão comparados e correlacionados considerando-se p<0,05. Espera-se com este projeto fornecer subsídios para maior efetividade dos programas de fisioterapia destinados a criança asmática, fundamentados basicamente no controle das condições cardiorrespiratórias, compreendendo e alertando para as várias alterações que podem estar envolvidas no quadro clínico da asma. (AU)

Repercussões da esquizofrenia materna na saúde mental de crianças e adolescentes

Beneficiário:Francisco Lotufo Neto
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Francisco Lotufo Neto
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:02/12188-0
Vigência: 01 de maio de 2003 - 30 de abril de 2006
Assunto(s):Saúde mental
Resumo
Serão avaliadas 200 crianças e adolescentes, na faixa etária de 5 a 17 anos, filhos de mulheres com esquizofrenia e 200 crianças e adolescentes, na mesma faixa etária, filhos de mulheres sem transtorno mental grave. As mulheres com esquizofrenia serão selecionadas entre as pacientes que são atendidas no Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas e as mulheres sem transtorno mental grave serão selecionadas entre as pacientes atendidas no ambulatório de ginecologia do mesmo Hospital. Todas as mães ( as com esquizofrenia em conjunto com outro familiar), irão responder o SRQ e uma triagem.Se selecionadas para o estudo irão responder o SCID, CBCL, K-SADS, Escala de Avaliação sócio-econômica Brasil, Escala de Pelotas e entrevista com dados sócio demográficos.Todas as crianças e adolescentes irão responder o K-SADS. Os adolescentes irão responder o YSR, e as crianças de 4 a 12 anos irão responder a Escala de Avaliação de Qualidade de Vida. Será realizado um estudo comparativo entre os dois grupos. (AU)

Interações adulto-criança e criança-criança em creche: análise de alguns elementos mediadores do desenvolvimento infantil

Beneficiário:Maria Clotilde Therezinha Rossetti Ferreira
Instituição: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Maria Clotilde Therezinha Rossetti Ferreira
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Processo:91/03584-2
Vigência: 01 de junho de 1992 - 30 de setembro de 1996
Assunto(s):Relações interpessoaisDesenvolvimento infantilCrianças em idade escolarCreches
Resumo
Segundo a perspectiva sociohistórica do desenviolvimento humano, elaborada a partir de trabalhos de Vygotsky e Wallon, na evolução das sociedades os homens foram elaborando objetos, convenções e signos como forma de registrar e transmitir determinadas informações no processo de trabalho. No confronto das ações assumidas pelos indivíduos participantes de situações sociais concretas, no embate das significações que nelas eles constroem, cada um deles modifica-se e constrói formas mais elaboradas de perceber, memorizar, solucionar problemas. Isto se daria conforme a criança se apropria da fala, de determinadas formas de realização de atividades e de certos conhecimentos... (AU)

Efeitos da ingestão de água fortificada com sais de ferro, sobre os parâmetros hematológicos e o status de ferro, em crianças pré-escolares

Beneficiário:Ana Maria de Souza
Instituição: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Ana Maria de Souza
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:95/03706-1
Vigência: 01 de novembro de 1995 - 31 de outubro de 1997
Assunto(s):Água potávelCriançasDeficiência de ferro
Resumo
Diversos alimentos têm sido usados como carreadores de ferro para distribuição deste micronutriente às populações com deficiência de ferro ou anemia. A água potável parece ser um dos melhores carreadores a serem utilizados devido à facilidade de seu emprego. O trabalho tem por objetivo estudar o efeito longitudinal da utilização de água potável enriquecida com sais de ferro por crianças pré-escolares. O trabalho incluirá, numa primeira etapa, a análise de cerca de 300 crianças atendidas em quatro creches municipais. Serão analisados os seguintes parâmetros hematológicos: número de eritrócitos, hemoglobina, hematócrito, índices eritrocitométricos, número de reticulócitos e morfologia eritrocitária. Para avaliar o "status" férrico serão realizadas as determinações: ferro sérico, capacidade total de ligação do ferro, ferritina sérica e receptores plasmáticos da transferrina. As análises serão realizadas antes do ingresso das crianças no programa e após 6 meses e 1 ano de participação no programa. (AU)

Análise da diversidade genética no gene Nef do vírus da imunodeficiência humana, tipo 1 (HIV-1) em crianças e em adultos recém-infectados

Beneficiário:Luiz Mário Ramos Janini
Instituição: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Luiz Mário Ramos Janini
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:05/53246-0
Vigência: 01 de dezembro de 2005 - 29 de fevereiro de 2008
Assunto(s):Biologia molecularFilogeniaGenéticaCriançasHIVHIV-1
Resumo
A caracterização dos processos evolutivos que ocorrem nos genes do HIV-1 durante a infecção de crianças demandam estudos mais amplos. O estudo desses processos traz benefícios ao entendimento da pressão seletiva imposta aos genes virais por um sistema imunológico ainda em desenvolvimento. Neste trabalho propomos um estudo comparativo da dinâmica evolutiva do HIV-1 entre crianças (entre 0 e 3 anos de idade) infectadas pelas mães (transmissão materno-infantil) e adultos recém infectados. Estimaremos a diversidade genética (distância par-a-par e theta) e as taxas de substituições sinônimas e não-sinônimas no gene nef do HIV-1. Com isso, podemos ter uma noção da intensidade de pressão seletiva nos genes nef e pol de forma comparativa entre crianças e adultos recém infectados (AU)

A assistência as crianças menores de dois anos de idade e o seguimento de enfermagem: inovação de práticas e saberes para a produção de cuidado em saúde

Beneficiário:Débora Falleiros de Mello
Instituição: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Débora Falleiros de Mello
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Pediátrica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:05/60840-6
Vigência: 01 de julho de 2006 - 31 de agosto de 2008
Assunto(s):CriançasEnfermagemVulnerabilidade
Resumo
O presente projeto tem por objetivo geral estudar o seguimento de enfermagem a crianças menores de 2 anos de idade, tendo como elementos essenciais a participação da família, a vigilância e a promoção à saúde, o cuidado e a vulnerabilidade, buscando subsídios para a constituição de saberes e práticas na atenção à saúde de crianças no contexto da família. A partir de abordagens quantitativas e qualitativas, as pesquisas buscarão dados em fontes primárias, através de observação e entrevistas com famílias e profissionais de saúde, e em fontes secundárias, considerando os aspectos éticos em pesquisa. É importante construir o seguimento como tecnologia de assistência à saúde, na perspectiva da integralidade, prevenção de riscos e danos, enfrentamento de problemas e promoção à saúde da criança e família, procurando um deslocamento da perspectiva da doença para a saúde e conhecimentos sobre a sabedoria prática e a sabedoria técnica, as situações de risco para morbimortalidade, os padrões de vulnerabilidade e resistência para o planejamento do cuidado infantil e familiar. (AU)

Avaliação audiológica e eletrofisiológica em crianças soropositivas para o vírus da imunodeficiência humana

Beneficiário:Carla Gentile Matas
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Carla Gentile Matas
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:99/12568-2
Vigência: 01 de abril de 2000 - 31 de março de 2003
Resumo
A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS), causada pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) constitui-se na maior e mais grave pandemia deste século. Pode acometer crianças, sendo que a infecção parece ser mais agressiva nesta população. A AIDS na população pediátrica tem sido relatada em todo mundo. Dentre as inúmeras infecções que podem acometer as crianças infectadas pelo HIV temos as otites externa e média, além do comprometimento progressivo do sistema nervoso central, incluindo o sistema auditivo central. Este projeto tem como objetivo a avaliação audiológica e eletrofisiológica de crianças soropositivas para o HIV, visando à detecção precoce de alterações auditivas periféricas e centrais nestas crianças. (AU)

Avaliação da função renal em crianças previamente desnutridas

Beneficiário:Ricardo de Castro Cintra Sesso
Instituição: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Ricardo de Castro Cintra Sesso
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:01/04373-9
Vigência: 01 de setembro de 2001 - 31 de agosto de 2003
Resumo
Com o objetivo de avaliar o impacto da desnutrição intra-uterina e no período inicial de vida na função renal, nós estudaremos três grupos de crianças (4 a 15 anos) moradoras em favelas ou cortiços de São Paulo, seguidas no Centro de Recuperação Nutricional da Unifesp: 1) crianças desnutridas admitidas para tratamento (n=50), crianças previamente desnutridas e tratadas há mais de 3 anos (n=140) e crianças eutróficas (peso e estatura normais para a idade, n=30) moradoras na mesma comunidade. Serão avaliados parâmetros antropométricos, pressão arterial sistólica e diastólica, É serão feitos os seguintes exames laboratoriais para se investigar a função renal: clearance de creatinina, dosagem de cistatina sérica, dosagem de microalbuminúrica, dosagem de proteína urinaria ligada ao retinol, exame de urina tipo I. Os resultados deste estudo podem auxiliar no entendimento dos efeitos da desnutrição precoce sobre a função renal e enfatizar a importância de programas nutricionais no período gestacional e inicial de vida. (AU)

Análise dos condicionantes do estado nutricional das crianças: características sócio-econômicas da família e frequência a creche

Beneficiário:Marina Vieira da Silva
Instituição: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Marina Vieira da Silva
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:97/01932-0
Vigência: 01 de setembro de 1997 - 31 de outubro de 1999
Assunto(s):AntropometriaEstado nutricional
Resumo
A literatura especializada mostra que há posições divergentes a respeito da influência da freqüência à creche sobre a saúde das crianças. Por um lado na creche a criança tende a contrair mais doenças respiratórias. Por outro lado, os cuidados recebidos pelas crianças nas creches contribuem significativamente para melhorar os indicadores antropométricos de crescimento. Informações referentes a cerca de 1.700 crianças serão utilizados para analisar a influência da freqüência à creche, controlando o efeito de outras variáveis sócio-econômicas e de ambiente físico. (AU)

Correlação entre a resposta imune e a excreção viral em crianças vacinadas contra o sarampo

Beneficiário:Edison Luiz Durigon
Instituição: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Edison Luiz Durigon
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:98/00192-5
Vigência: 01 de agosto de 1998 - 31 de maio de 2001
Assunto(s):Imunidade humoralSarampo
Resumo
O projeto visa avaliar a imunidade humoral, celular e de mucosa ao vírus do sarampo em crianças vacinadas, correlacionando com a excreção viral em crianças submetidas à vacinação em duas etapas, 9 e 15 meses de idade. Serão estudadas 46 crianças que receberam as duas doses de vacina no Posto de Saúde do PAS. Para este estudo será feita a avaliação e acompanhamento clínico destas crianças durante todo o período de vacinação. Será avaliada a imunidade humoral (IgG e IgM) e a imunidade de mucosa (IgA), através do método de ELISA, bem como a avaliação de anticorpos protetores (anti-proteinae H) pela técnica de Western-Blot. A excreção viral será avaliada através do método de RT-PCR quantitativo para o RNA viral (AU)

Prevalência de cárie dental em crianças de 0 a 3 anos de idade da cidade de Piracicaba - SP

Beneficiário:Regina Maria Puppin Rontani
Instituição: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Regina Maria Puppin Rontani
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:93/03162-6
Vigência: 01 de novembro de 1993 - 31 de outubro de 1994
Assunto(s):Cárie dentária
Resumo
A identificação precoce de crianças de alto risco a cárie dental é de grande importância para a realização de programas de prevenção. Embora tenha crescido nos últimos anos o interesse pelo estudo em crianças jovens, poucos são os trabalhos que descrevem as reais condições de saúde bucal de crianças na faixa etária de 0 a 3 anos de idade, no Brasil. Este trabalho tem como objetivo verificar a prevalência de cárie dental em 650 crianças de 0 a 3 anos de idade, de creches municipais da cidade de Piracicaba-SP, associando-a a fatores sócio-econômicos, hábitos de higiene oral, dieta e uso de flúor, com vistas a instalação de um Programa Preventivo à cárie dental. (AU)

Câncer infantil: cura e qualidade da vida

Beneficiário:Juliana Vendruscolo
Instituição: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Elizabeth Ranier Martins do Valle
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:95/04309-6
Vigência: 01 de julho de 1996 - 30 de junho de 1998
Resumo
Uma vez que, com o desenvolvimento na área médica, há um aumento no número de crianças que sobreviveram ao câncer; o presente projeto objetiva ouvir crianças que tenham terminado o tratamento, no sentido de compreender os significados que elas atribuem a esse processo e período de cura. Este será referenciado em uma análise qualitativa de inspiração fenomenológica (Martins; Bicudo, 1989). Serão ouvidas, nesse estudo, crianças que estiveram em tratamento quando tinham idade entre 5 e 12 anos e que já tenham terminado tratamento há no mínimo 01 ano. Os dados serão analisados segundo a análise de estrutura do fenômeno situado. (AU)

Tudo começa em casa - a violência notificada contra a criança e o adolescente na família

Beneficiário:Stella Luiza Moura Aranha Carneiro
Instituição: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Mara Aparecida Alves Cabral
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:95/00509-0
Vigência: 01 de agosto de 1995 - 31 de julho de 1999
Assunto(s):CriançasViolência
Resumo
O problema a ser estudado se refere aos efeitos da violência doméstica na formação emocional da criança e do jovem e a dinâmica da constituição e das relações interpessoais nestas famílias. Este trabalho pretende não ser apenas uma pesquisa de campo, mas, também, uma reflexão dentro da Psicologia Contemporânea e da Saúde Mental. Vamos abordar uma temática mundial, com toda a sua historicidade e diversidade nos sistemas sociais. (AU)

Grupo de apoio psicológico a criança com câncer - estudo fenomenológico

Beneficiário:Luciana Pagano Castilho Francoso
Instituição: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Elizabeth Ranier Martins do Valle
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:97/12520-4
Vigência: 01 de fevereiro de 1998 - 31 de janeiro de 2002
Resumo
A proposta de trabalho é investigar o que significa para a criança com câncer conviver com sua doença e seu tratamento. A fonte de investigação será o "grupo de apoio psicológico", cujas reuniões serão semanais, com 1 hora de duração, e contarão com cerca de 6 crianças de 0.14 anos em tratamento de câncer no Hospital das Clínicas da Faculdade Medicina de R.P. USP. A metodologia usada será a modalidade de pesquisa fenomenológica em psicologia. (AU)
Página 4 de 4.336 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP