site da FAPESP
 

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Publicações científicas
Auxílios à Pesquisa
Bolsas
Programas voltados a Temas Específicos
Programas de Pesquisa direcionados à Aplicação
Programas de Infraestrutura de Pesquisa
Área do conhecimento
Situação
Ano de início
Página 5 de 1.451 resultado(s)
|

Perfilagem geofísica em poços de monitoramento ambiental

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Carlos Alberto Mendonça
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geofísica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:13/22912-1
Vigência: 01 de junho de 2014 - 31 de maio de 2015
Assunto(s):Monitoramento ambientalAterrosBiogásPoços
Resumo
Estudo recente em um aterro às margens do rio Tietê, na cidade de São Paulo, revelou que sedimentos quaternários ricos em matéria orgânica são capazes de gerar biogás (metano e dióxido de carbono) em quantidades que podem comprometer a utilização das áreas afetadas. O biogás acumula-se em sedimentos mais permeáveis, de preferência no interior de lentes arenosas no pacote com sedimentos orgânicos. O biogás é mantido sob condição de sobre-pressão, que força sua migração até a superfície quando então se perde pela atmosfera ou fica aprisionado em recintos não ventilados. Essa condição cria cenários de risco, pois misturas de metano e oxigênio podem produzir composições inflamáveis. Como medida preventiva, os bolsões de biogás devem ser detectados e exauridos, embora procedimentos para tanto ainda não sejam disponíveis. Horizontes com biogás, entretanto, apresentam contrastes positivos de resistividade elétrica em relação ao meio circundante. Este projeto busca explorar esta propriedade para identificar bolsões nas proximidades de poços de monitoramento, aplicando procedimentos de perfilagem geofísica. Como os poços de monitoramento são revestidos por tubos geomecânicos, sondas geofísicas especializadas devem ser empregadas, no caso: sonda de indução eletromagnética (para medir a resistividade elétrica do meio) e sonda de radiação gama natural (para identificar horizontes argilosos). Os horizontes com biogás inferidos a partir dos perfis geofísicos serão investigados com testes de exaustão em trechos selecionados do poço. (AU)

Modo de vida e complexificação social em grupos pré-históricos de ecossistemas litorâneos da América do Sul

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Sabine Eggers
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Arqueologia - Arqueologia Pré-histórica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:13/14799-0
Vigência: 01 de junho de 2014 - 31 de maio de 2016
Assunto(s):Paleontologia humanaModo de vidaPaleodietaPaleopatologiaSambaquisEcossistemas de litoralAmérica do Sul
Resumo
Nas costas pacificas e atlânticas da América do Sul as populações arcaicas baseavam sua subsistência inicialmente em recursos marinhos. Nos Andes Centrais estas sociedades exibiam sinais de monumentalidade, territorialiadade e sedentarismo, passando para a agricultura precocemente, o que culminou em complexos sistemas de organização sócio-política, Estados e Impérios. Em contraste, as maiores evidências de monumentalidade na bacia do Atlântico, os Sambaquis (embora com características de sedentarismo, rituais funerários elaborados e estruturas monumentais), não apresentam evidências de estruturas sócio-políticas complexas comparáveis às da costa dos Andes Centrais, sendo substituídos por grupos ceramistas agricultores vindos do interior. Mediante a reconstrução do modo de vida de várias populações pré-históricas de distintos ecossistemas litorâneos da América do Sul, este projeto destilará quais os fatores determinantes para que sociedades arcaicas inicialmente dependentes de recursos marinhos se mantivessem relativamente estáveis no decorrer do tempo enquanto outras eventualmente se transformaram em sociedades complexas. Para tanto serão comparados marcadores bioarqueológicos de paleopatologia, paleodieta e paleogenética. A partir da integração destes achados com dados arqueológicos das diferentes regiões, pretende-se descrever o processo de desenvolvimento de complexificação social de cada um dos grupos, assim como compreender quais os fatores que levaram a diferentes graus de complexificação social em distintos ecossistemas da América do Sul. (AU)

Avaliação do melasso e glicerol como suplemento energético para gado de corte consumindo feno de grama bermuda

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Euclides Braga Malheiros
Supervisor no exterior: Nicolas DiLorenzo
Local de pesquisa: University of Florida (UF) (Estados Unidos)
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Processo:14/04052-8
Vigência: 17 de maio de 2014 - 16 de dezembro de 2014
Assunto(s):Digestibilidade
Resumo
O objetivo do nosso estudo é determinar os efeitos de diferentes níveis da suplementação com uma mistura 50:50 de melaço e glicerol bruto nos parâmetros de fermentação ruminal in vitro . Dois novilhos canulados no rúmen (cerca de 600 kg) serão utilizadas como doadores de líquido ruminal para as incubações in vitro . Os novilhos serão alimentados com uma dieta composta de 100% de tifton 85 feno ( hay mesmo usado na Fase 1 ) durante pelo menos 14 d antes da coleta de líquido ruminal para realizar as incubações in vitro . In vitro, as incubações será realizada em três dias separados ( replica ) utilizando um substrato formado pelos mesmos quatro dietas testadas na fase 1 e , considerando a ingestão do feno observado . O substrato vai ser misturado com o inoculo ( mistura a 3:1 de tampão de McDougall : fluido de rúmen ) e frascos duplicados por tratamento serão incubadas em cada replicado dia .As incubações in vitro serão conduzidos em frascos de 250 ml e cinética de produção de gás será gravado usando o Sistema de Monitoramento Ankom Gas ( ANKOM Technologies, Fairport , NY). Frascos contendo 1,4 g de substrato e 100 ml de inoculo será incubado durante 24 h a 39 ° C e as concentrações de ácidos gordos voláteis serão medidos no fim do período de incubação , juntamente com as concentrações de NH3 - N , e o pH final.A medição in vitro da digestibilidade da matéria seca será realizado através da incubação de um conjunto separado de duplicados frascos de cintilação de 100 mL durante 24 h a 39 ° C, em cada um dos dias em replicado . Estes frascos irão conter 0,7 g de substrato e vai ser inoculada com 50 mL de tampão de 3:1 de McDougall : mistura de fluido do rúmen . Esta fase será analisado como um delineamento inteiramente casualizado, utilizando o procedimento MIXED do SAS (SAS Institute Inc. , Cary, NC) . Cada frasco / garrafa será considerada a unidade experimental ( média de 2 frascos / garrafas em cada dia de incubação) . O modelo inclui os efeitos fixos de tratamento eo efeito aleatório do dia de incubação . Além disso , o contraste polinomial ortogonal serão realizadas para determinar os efeitos do nível de suplementação de parâmetros de fermentação do rúmen. Significado será determinada em P d 0,05 e tendências serão considerados quando 0,10 > P> 0,05. (AU)

Estudos lexicológicos contrastivos da linguagem acadêmica jurídica na Itália e no Brasil

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Angela Maria Tenorio Zucchi
Anfitrião: Carla Marello
Local de pesquisa: Università degli Studi di Torino (UNITO) (Itália)
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Processo:14/03525-0
Vigência: 17 de maio de 2014 - 16 de janeiro de 2015
Assunto(s):FraseologiaLexicologiaLinguagem jurídicaLinguística de corpus
Resumo
No contexto de grande intercâmbio cultural e científico em que vivemos, este projeto, de caráter interdisciplinar, reúne duas áreas e dois países que se interrelacionam: a Linguística e o Direito, o Brasil e a Itália. Na Linguística, o projeto está inserido no campo da Lexicologia, Fraseologia e Terminologia, com foco nas unidades fraseológicas especializadas (UFE), em perspectiva contrastiva entre o português do Brasil (PB) e o italiano (IT). Tem como objeto de estudo a linguagem acadêmica no domínio do Direito, especialmente o Direito de Família. Justifica-se sua realização por três motivos: 1. Há uma relevante bibliografia da área jurídica em IT solicitada na graduação e pós-graduação e para a qual, em geral, não há traduções, o que impele os estudantes a aprender italiano para esse fim específico. 2. Português e Italiano formam um par de línguas pouco considerado pelas editoras. Logo, obras lexicográficas bilíngues são poucas, e as bilíngues especializadas, de boa qualidade e baseadas em pesquisa, são inexistentes. Paralelamente, não há material didático de IT como língua estrangeira para fins específicos (no caso, jurídico) para brasileiros. 3. Ultimamente, cresceu o número de estudantes intercambistas entre as universidades italianas e brasileiras, o que torna importante o conhecimento da cultura do ambiente universitário de cada um dos países. O objetivo da pesquisa é estabelecer, em perspectiva contrastiva, as características inerentes à linguagem acadêmica (focalizando a fraseologia da linguagem jurídica) e à vivência universitária italiana e brasileira. Na primeira etapa da metodologia, ainda no Brasil, serão aplicados questionários a alunos universitários brasileiros que estiveram em universidades italianas (intercâmbio CCINT/USP), com os quais poderei traçar as dificuldades encontradas por eles tanto em relação à cultura do país e da universidade frequentada quanto em relação à língua italiana e à linguagem acadêmica específica. Na Itália, pretendo distribuir questionário semelhante a universitários italianos e fazer entrevistas. Os dados obtidos, a serem analisados à luz dos estudos interculturais e da didática de línguas, possibilitarão fazer comparações e dimensionar as dificuldades citadas pelos estudantes universitários. Com as entrevistas, vou colher material que indicará o uso do léxico acadêmico na língua oral. Na segunda etapa, contando com a supervisão da Profa. Carla Marello e com as sugestões de um docente italiano da Faculdade de Direito e de um docente da Faculdade de Direito São Francisco/USP, vou coletar artigos acadêmicos da área do Direito de Família a fim de construir dois corpora eletrônicos que serão a base para a extração de unidades fraseológicas especializadas da linguagem jurídica nas duas línguas, formando um corpus comparável. Serão utilizadas ferramentas da Linguística de Corpus para compilação e análise dos corpora. Para o desenvolvimento dessa pesquisa, é essencial contar com a experiência e supervisão da Profa. Dra. Carla Marello que, além de especialista em lexicologia, lexicografia, tradutologia e ensino de italiano LE, é também vice-diretora de pesquisa e responsável pela equipe dos projetos de desenvolvimento dos corpora linguísticos da UNITO (Valico, Nunc, Vinca, Corpus Taurinense e Jus Jurium-A corpus of juridical italian texts www.corpora.unito.it). Para conhecer a linguagem acadêmica jurídica em italiano, creio ser importante observar onde e como essa linguagem é produzida e, por isso, pretendo também observar a estrutura universitária, acompanhar disciplina de metodologia científica e de conteúdo específico de Direito de Família, visitar bibliotecas e sites especializados. Os resultados da pesquisa servirão de insumo para elaboração de glossários especializados e material didático de italiano para fins específicos. (AU)

Nutri-epigenética: avaliação da atividade da epigalocatequina-3-galato sobre as alterações epigenéticas em genes e proteínas envolvidas na proliferação celular em esferóides multicelulares tumorais em cultura em três dimensões (3D)

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Lusânia Maria Greggi Antunes
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:13/19765-7
Vigência: 01 de maio de 2014 - 30 de abril de 2016
Assunto(s):Epigênese genéticaMetilação
Resumo
A utilização do princípio dos 3 Rs (Reduction, Refinement, Replacement) foi proposta como uma alternativa para substituir a utilização de animais em pesquisa, reduzir ao mínimo o número utilizado; e aperfeiçoar o delineamenteo experimental com o objetivo de causar o mínimo de dor possível. A importância da aplicação de novos métodos alternativos à utilização de animais tem levado a criação de novos métodos in vitro. Tem sido sugerido que os modelos de cultura celular tridimensional (3D), em contraste com a cultura convencional plana bidimensional (2D), representa de forma mais exata o microambiente original onde as células compõem os tecidos, refletindo de forma mais fiel a resposta in vivo. Um dos sistemas mais utilizados é o sistema de esferóides multicelulares que tem sido suficientemente bem caracterizado, reproduzindo com confiança o microambiente de um tumor. Nos últimos anos, muitos estudos têm proposto que produtos naturais e compostos bioativos da dieta com potencial quimiopreventivo induzem alterações epigenéticas. Muitos estudos tem evidenciado a atividade antitumoral da epigalocatequina-3-galato por meio de alterações epigenéticas em cultura convencional 2D. No entanto, não há estudos demonstrando os efeitos epigenéticos da epigalocatequina-3-galato em cultura celular 3D. Com isso, o objetivo deste projeto de pesquisa é a avaliar a atividade da epigalocatequina-3-galato sobre a integridade morfológica e celular de esferoides multicelulares tumorais, sobre a migração e invasão celular tridimensional e alterações epigenéticas em genes e proteínas envolvidas na proliferação celular em cultura de células HepG2 em 3D no modelo de esferoides multicelulares tumorais. (AU)

Desenvolvimento de novos ligantes de receptor ativado por proliferadores de peroxissoma por meio de uma abordagem de descoberta de fármacos baseada em fragmento

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Flavio da Silva Emery
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:13/26485-0
Vigência: 01 de maio de 2014 - 31 de março de 2017
Resumo
A descoberta de fármacos baseada em fragmento (FBDD) é foi uma estratégia que surgiu como forma complementar e contrastante para a descoberta de fármacos nos últimos anos. Essa abordagem envolve a construção de fragmentos, pequenas moléculas com baixo peso molecular, que sejam potentes ligantes para o alvo. Atualmente, uma classe de receptores vem despertando o interesse de indústrias farmacêuticas por estarem diretamente relacionados a regulação do metabolismo de lipídeos, essas são conhecidas como Receptores Ativados por Proliferadores de Peroxissoma (PPARs). Então, considerando os PPARs promissores alvos para o processo de descoberta de fármacos, o presente trabalho propõe a elaboração de uma biblioteca de compostos através de uma estratégia emergente de descoberta de fármacos baseada em fragmento (FBDD). Esta biblioteca será obtida com base em duas abordagens de FBDD, fusão e crescimento de fragmentos. Através da fusão de fragmento serão obtidos compostos a partir da substituição da porção biciclica dos compostos com conhecida atividade agonista de PPAR´ pelos fragmentos A, naftiridinonol, e B, pirazolopiridinol. A outra abordagem visa alterações nos fragmentos buscando explorar novas interações entre os receptores da família PPAR (±,³ ´) e os fragmentos. Concomitantemente ao processo de síntese, esta biblioteca será alvo de triagens virtuais - Docking - assim como de ensaios bioquímicos - FRET - a fim de avaliar a eficiência de ligação dos fragmentos obtidos para proporcionar informações suficientes para dar continuidade ao ciclo de elaboração estrutural de fragmentos, assim como maior compreensão dos receptores PPAR. (AU)

Produção escrita em língua espanhola e uso de dicionários bilíngues pedagógicos

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Ciências e Letras (FCL). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Odair Luiz Nadin da Silva
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:13/26960-0
Vigência: 01 de maio de 2014 - 30 de abril de 2017
Assunto(s):Gêneros textuais
Resumo
PRODUÇÃO ESCRITA EM LÍNGUA ESPANHOLA E USO DE DICIONÁRIOS PEDAGÓGICOS BILÍNGUESPesquisa científica cujo objetivo principal é apresentar parâmetros de elaboração de dicionários pedagógicos bilíngues no par de línguas português-espanhol, de modo a potencializar o valor didático da obra lexicográfica de língua espanhola específica para o aprendiz brasileiro. Os objetivos específicos da pesquisa são: desenvolver reflexões lexicográficas sobre dicionários pedagógicos bilíngues em pares de línguas próximas, como o português e o espanhol; promover o uso do dicionário por estudantes de espanhol do Ensino Médio da escola pública brasileira, a fim de analisar o suporte dado por dicionários pedagógicos bilíngues aos aprendizes no momento de produzir gêneros textuais propostos nos livros didáticos de língua espanhola aprovados no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) 2012 - Ensino Médio; identificar possíveis limitações de dicionários pedagógicos bilíngues de língua espanhola, no que diz respeito ao auxílio nas produções textuais escritas; estabelecer critérios para a elaboração de dicionários que possam sanar e/ou amenizar as possíveis limitações identificadas nas obras lexicográficas utilizadas. Para contemplar os objetivos propostos, pautamo-nos nos pressupostos teóricos da Lexicografia Pedagógica (RUNDELL, 1999; ENECOIZ OSINAGA, 2000; WERNER, 2005; MOLINA GARCÍA, 2006; DURAN, 2008; DURÃO e ZACARIAS, 2007; CORDEIRO, 2011; ZACARIAS, 2011), da Linguística Contrastiva (CORDER, 1967; DURÃO, 2007) e da Linguística Aplicada (FERNÁNDEZ, 2003). Esta pesquisa pretende, portanto, contribuir para a elaboração de dicionários pedagógicos bilíngues pedagógicos português-espanhol adequados às necessidades linguísticas dos aprendizes de espanhol da Educação Básica no momento de produzir textos escritos, e realçar a importância do uso do dicionário pedagógico bilíngue por aprendizes no contexto de ensino e aprendizagem de língua estrangeira. Palavras-chaves: Dicionários pedagógicos bilíngues. Ensino de Espanhol como Língua Estrangeira. Produção textual escrita em língua estrangeira. Gêneros textuais. (AU)

Papel da leptina na regulação da inflamação sistêmica

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Alexandre Alarcon Steiner
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:14/03719-9
Vigência: 01 de maio de 2014 - 30 de abril de 2016
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Resumo
Não há dúvidas de que a obesidade está associada com o risco de inflamação sistêmica e síndromes relacionadas (sepse). É possível que a leptina, um hormônio produzido pelo tecido adiposo, seja um elo importante entre obesidade e inflamação, mas a existência de dados contraditórios e apresença de múltiplas co-morbidades em animais deficientes de leptina (ou de seu receptor) têmimpedido a compreensão do real papel da leptina na inflamação sistêmica. Nossa proposta é esclarecer os papéis da leptina na inflamação sistêmica empregando estratégias de silenciamento esuperexpressão agudos do receptor de leptina, modelos em que os papéis da leptina poderão serdeterminados antes do aparecimento de co-morbidades. Nossa estratégia experimental permitirá avaliarmos se a leptina em concentrações fisiológicas (indivíduos não obesos) é capaz de conter a sepse por exercer efeitos anti-inflamatórios pelo predomínio de mecanismos centrais, uma vez que ratos Wistar terão o receptor de leptina b (RLb) silenciados agudamente pelo uso de RNA de interferência antes de serem induzidos a endotoxemia. Avaliaremos o requerimento do eixo HPA e/oudo nervo vago anti-inflamatório, via receptores RLb expressos no SNC na contenção da inflamaçãosistêmica pela superexpressão de RLb no SNC de ratos adrenalectomizados ou submetidos a vagotomia subdiafragmática, respectivamente. E ao contrário, propomos que a leptina em concentrações suprafisiológicas associadas à obesidade perca o predomínio de ação no SNC pela resistência aos efeitos anti-inflamatórios da leptina gerado, e passe então a contribuir para o desenvolvimento da sepse pela predominância de ação de mecanismos periféricos, pela ação em macrófagos. Para isto,ratos Lewis isogênicos obesos ou injetados com concentrações suprafisiológicas de leptina serão depletados de macrófagos pelo uso de lipossomas. Estes animais serão repopulados com monócitos que apresentam deficiência ou superexpressão do RLb antes da indução à endotoxemia. Portanto, este projeto pelo uso de metodologias inovadoras visa testar dois mecanismos (um central e um periférico)pelos quais a leptina possa regular a inflamação sistêmica. (AU)

Conectividade genética ao longo da costa brasileira: filogeografia comparativa de duas espécies de poliquetas com estratégias reprodutivas contrastantes

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Antonio Carlos Marques
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:14/01285-1
Vigência: 01 de maio de 2014 - 30 de abril de 2016
Assunto(s):Filogeografia
Resumo
A conectividade, ou troca de indivíduos entre populações marinhas, tem sido um dos tópicos centrais nos estudos de ecologia marinha. A maioria das espécies bentônicas tem na fase larval dos seus ciclos de vida a melhor oportunidade para dispersar e, para estes organismos, a escala de distância de dispersão está diretamente relacionada com o tempo em que as larvas permanecem no ambiente pelágico, consequentemente, este tempo é utilizado para modelar ou estimar o potencial de dispersão e prever o grau de conectividade entre as populações. Por outro lado, processos oceanográficos físicos e o próprio comportamento das larvas podem atuar como barreira, alterando o fluxo gênico entre as populações. Diversos estudos têm apontado que o potencial de dispersão por si só não é um preditor perfeito para explicar a conectividade, já que algumas vezes as estruturas genéticas das populações marinhas são diferentes do esperado, quando analisadas suas respectivas histórias de vida. Neste estudo pioneiro, duas espécies de silídios serão utilizados como espécies-modelo para investigar a estrutura genética e geográfica das linhagens ocorrentes ao longo da costa brasileira e testar a hipótese que espécies com incubação (Sphaerosyllis densopapillata), sem fase larval, possuem uma maior estruturação geográfica dado o seu suposto baixo potencial dispersivo, ao passo que espécies com desenvolvimento indireto (Syllis pseudoarmillaris) teriam menor estruturação geográfica devido a presença de larvas livre-natantes, com potencial dispersivo maior. Com isso, teremos uma melhor compreensão dos processos evolutivos de cladogênese e diversificação das espécies na fauna marinha costeira do Brasil. (AU)

Psicologia, moral e pessimismo na República de Platão

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Lucas Angioni
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:13/26800-3
Vigência: 01 de maio de 2014 - 30 de abril de 2017
Assunto(s):Moral
Resumo
O trabalho que visamos tem como ponto de início a teoria da alma tripartida tal como ela é desenvolvida na República. De entre os fenômenos que Platão apresenta neste diálogo como próprios da interioridade humana durante a existência biográfica, analisaremos em particular (i) o caráter marcadamente independente dos elementos constituintes da alma e a natureza fragmentada desta última, (ii) a importância da stasis na vida psíquica e a conseguinte sujeição do indivíduo à autodiscórdia e ao estranhamento de si mesmo, (iii) a valoração do epithumetikós como contrário à unidade interna e, simultaneamente, (iv) do logistikón como princípio mais escasso e vulnerável, em grande medida incapaz de se realizar plenamente. Mostraremos que, para Platão, todas estas condições afetam o ser humano naturalmente, pondo obstáculos ao caminho do conhecimento, da ação virtuosa e da felicidade. Com base nisto, proporemos a hipótese de que - em relação intrínseca com a teoria da alma tripartida e de modo sub-reptício ao tom encorajador do diálogo como um todo - o Platão da República pode plausivelmente ser entendido como pessimista. Procuraremos imediatamente examinar a natureza deste pessimismo. Distinguiremos um pessimismo propriamente filosófico, e o definiremos como uma visão construída criticamente a partir da consideração dos aspectos irracionais e adversos da realidade. Nosso objetivo neste contexto será defender que, do ponto de vista antropológico e em contraste com a difundida interpretação de que Platão é um defensor entusiasta do desenvolvimento baseado na razão e no conhecimento, ele pode ser considerado como um dos membros mais antigos da tradição filosófica do pessimismo, na medida em que o seu pensamento se constrói a partir do reconhecimento de características inatas da alma que limitam a superação humana. Consideraremos, por último, a tese platônica na República em sua complexidade, observando que a tendência negativa e crítica coexiste com um posicionamento positivo e exortativo. Neste contexto, procuraremos compreender qual é a fonte e como se justifica este discurso afirmativo, e de que maneira Platão transita entre ambos os aspectos do seu pensamento. (AU)

Evolução de Avicennia schaueriana frente à mudanças climáticas históricas e futuras: genômica funcional e ecofisiologia

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Centro de Biologia Molecular e Engenharia Genética (CBMEG). Coordenadoria de Centros e Núcleos Disciplinares (COCEN). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Anete Pereira de Souza
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:13/26793-7
Vigência: 01 de maio de 2014 - 29 de fevereiro de 2016
Assunto(s):EcofisiologiaMudança climáticaTranscriptoma
Resumo
Manguezais são ecossistemas que ocorrem na fronteira entre o mar e a terra, em latitudes tropicais e subtropicais e que desempenham importantes funções ecológicas e servem de habitat transitório ou permanente para uma fauna extremamente diversificada. Contudo, o desenvolvimento urbano, industrial, agrícola e de aquicultura desordenado somado ao acelerado processo de mudanças climáticas globais (MCG) recentes ameaçam o futuro desses ecossistemas e suas consequências são difíceis de prever. No sentido de conhecer e gerar informações para a conservação das espécies verdadeiras de mangue que ocorrem no litoral brasileiro, nosso grupo de pesquisa tem estudado a variabilidade genética neutra de cinco das seis espécies de mangue encontradas no país, gerando esclarecimentos sobre sua história evolutiva, sua biologia e sobre a distribuição de sua diversidade. O projeto proposto a seguir visa dar continuidade aos estudos das árvores de mangue brasileiras com os objetivos de compreender quais as respostas genéticas e ecofisiológicas de Avicennia schaueriana a temperaturas contrastantes e também de entender como pressões seletivas associadas às MCG do passado podem afetar o comportamento e o desenvolvimento dessas plantas em um cenário de mudanças futuras. Para atingir esse objetivo, propágulos coletados nos limites norte e sul da distribuição da espécie serão cultivados em condições controladas de crescimento sob diferentes regimes de temperatura, o que permitirá comparar os efeitos de um mesmo ambiente sobre populações diferentes e também o efeito do aumento da temperatura sobre cada uma das populações. Serão realizadas avaliações periódicas de caracteres ecofisiológicos essenciais e análises dos padrões e níveis da expressão gênica por sequenciamento massivo de RNA (RNA-seq). Os resultados obtidos terão grande importância para medidas de conservação e para tomadas de decisão em planos de manejo e restauração desses ecossistemas frente as expectativas de MCG. (AU)

Aquisição perceptivo-auditiva de contrastes fônicos do português brasileiro

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Larissa Cristina Berti
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Processo:14/05870-6
Vigência: 01 de maio de 2014 - 30 de abril de 2015
Assunto(s):Aquisição da linguagemFonética acústicaPercepção da fala
Resumo
A integridade das vias auditivas é pré-requisito para o desenvolvimento da fala e da linguagem (Northern e Downs, 1991), na medida em que garante o processamento das informações linguísticas por uma importante via - a auditiva. Atualmente, há uma série de procedimentos para a avaliação das vias auditivas, desde metodologias comportamentais até fisiológicas e/ou eletrofisiológicas, como por exemplo, o registro e análise das emissões otoacústicas e pesquisa dos potenciais evocados auditivos de tronco encefálico (Jacobson e Jacobson, 2004). Este plano de atividades visa à realização de inspeção otoscópica e avaliações audiológicas, bem como a constituição de um banco de dados, conforme exposto no projeto principal. (AU)

Dicionário português-inglês de verbos para estudantes brasileiros: ênfase nas necessidades dos alunos e na contrastividade das línguas

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Regiani Aparecida Santos Zacarias
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Linguística Aplicada
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:14/02068-4
Vigência: 01 de maio de 2014 - 30 de abril de 2015
Assunto(s):LexicografiaDicionários bilínguesAprendizagem de língua estrangeira
Resumo
Este trabalho situa-se no campo da Linguística Aplicada, mais especificamente no campo da Lexicologia e da Lexicografia Bilíngue Pedagógica português-inglês. Nosso objetivo é elaborar o Dicionário de Verbos Português-Inglês para estudantes Brasileiros online, com informações que atendam às necessidades do consulente aprendiz. Quanto à metodologia é uma pesquisa de aplicação, de natureza qualitativa, exploratória e descritiva, uma vez que analisa verbetes e apresenta a descrição de verbetes em novo parâmetro. A motivação para esta pesquisa surgiu com a conclusão da tese de doutoramento da pesquisadora responsável e de um estudo realizado em visita à Universidade da Flórida em Gainesville, USA durante o período em que a pesquisadora foi professora visitante Fulbright no Santa Fe College, na mesma cidade. Espera-se que esta proposta dê início ao extenso trabalho de elaboração do Dicionário de Verbos Português-Inglês para estudantes Brasileiros e que sirva de motivação para a continuidade dos trabalhos. Espera-se concluir o referido dicionário em 2017. (AU)

Vídeo-cápsula enteroscópica

Beneficiário:
Pesquisador responsável:Yang Min Shih
Empresa:Acen Microeletrônica Ltda
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Circuitos Elétricos, Magnéticos e Eletrônicos
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Processo:13/50922-1
Vigência: 01 de maio de 2014 - 30 de abril de 2016
Assunto(s):Engenharia elétricaEquipamentos e provisões hospitalaresExames médicosCápsula endoscópicaIntestino delgadoIntestino grosso
Resumo
O intestino delgado e grosso são regiões do trato gastrointestinal de mais difícil de acesso devido ao seu comprimento e anatomia complexa. Há pouco tempo não era possível acessar toda a sua extensão através dos métodos convencionais como gastroscopia ou colonoscopia, apenas avaliações indiretas eram possíveis, através de exames radiológicos usando contraste de bário ou enteróclise. Na última década surgiu uma ferramenta revolucionária para a visualização do intestino, a cápsula endoscópica. O presente projeto propõe a pesquisa e desenvolvimento de um sistema utilizando uma cápsula de vídeo para a realização de exames endoscópicos do trato gastrointestinal. O sistema será composto de uma cápsula para a obtenção e transmissão das imagens, um dispositivo portátil para a recepção e armazenagem das imagens e um programa para auxiliar na visualização e detecção de enfermidades. Atualmente existem menos de uma dezena de fabricantes, nenhum no Brasil.' Este é um dos motivos que faz com que este tipo de exame custe de 10 a 20 vezes a mais do que um exame endoscópico convencional, o que o torna proibitivo para a população de baixa renda, principalmente nos países da América Latina, Ásia e África. O sistema a ser desenvolvido deverá utilizar novas técnicas resultantes da evolução da microeletrônica, afim de que possua um custo menor do que os sistemas atuais e seja mais eficiente e preciso. Isto permitirá que o exame se torne mais acessível para a população, o que viabilizaria a inserção desse exame na rede pública de saúde. A maior inserção desta tecnologia fará que haja aumento na escala de fabricação o que propiciará maiores ganhos para a empresa. (AU)

Detecção do plâncton no oceano superficial por tecnologia de sensores de alta resolução

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Rubens Mendes Lopes
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Biológica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:13/17633-6
Vigência: 01 de maio de 2014 - 30 de abril de 2016
Assunto(s):Plâncton marinhoOceanosBiodiversidadeMudança climáticaImageamento de satélite
Resumo
O plâncton marinho possui um papel central em vários serviços ecossistêmicos, incluindo a regulação do clima global. Este projeto analisará a distribuição e a biodiversidade do plâncton no oceano superficial por meio de uma abordagem amostral de alta resolução espacial e ampla cobertura geográfica, abrangendo diferentes domínios dos oceanos Atlântico, Pacífico e Índico. Serão utilizadas técnicas de sensoriamento in situ (sondas de parâmetros ambientais e sensores ópticos de imageamento) e remoto (sensores orbitais) para registrar e interpretar os padrões de ocorrência dos organismos planctônicos e dos processos físicos e biogeoquímicos que os influenciam. O projeto representa a primeira experiência desta natureza em âmbito mundial. Os sistemas de imageamento do plâncton serão desenvolvidos especialmente para o projeto, e contarão com câmera para a aquisição de imagens de campo claro ou contraste de fase, e uma câmera de baixa frequência (10 a 25 quadros por segundo) para registros com a técnica de holografia digital. A partir das imagens serão utilizados algoritmos de segmentação e classificação automática para a geração de dados taxonômicos e de abundância. As sondas ambientais fornecerão dados de temperatura, salinidade, matéria orgânica cromofórica dissolvida (CDOM) e pigmentos fitoplanctônicos. Os dados ambientais e de ocorrência do plâncton serão correlacionados com dados de sensores orbitais para interpretar como forçantes físicas de meso- e larga escala atuam sobre a comunidade planctônica. Esforços serão empreendidos para analisar os dados no contexto das pesquisas sobre mudanças climáticas. Além de publicações científicas o projeto fornecerá mapas de distribuição das propriedades estudadas, banco de imagens de organismos planctônicos, novos softwares de processamento de imagens, vídeo de alta definição e mídias diversas para divulgação e disseminação ao público em geral. (AU)

História denudacional das cimeiras do Sudeste do Brasil

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto Geológico. Secretaria do Meio Ambiente (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Silvio Takashi Hiruma
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:14/01648-7
Vigência: 01 de maio de 2014 - 30 de abril de 2016
Assunto(s):Evolução tectônicaMorfotectônicaTermocronologiaDenudaçãoRegião Sudeste
Resumo
A margem continental passiva do sudeste do Brasil é caracterizada por uma evolução tectônica e denudacional polifásica desde a ruptura do Gondwana, que resultou em uma complexa compartimentação geomorfológica, com marcante contraste topográfico e diversidade das formas de relevo. Nesta paisagem, destacam-se as cimeiras das serras do Mar e da Mantiqueira (Bocaina, Campos do Jordão, campos do Ribeirão Fundo, entre outras) com altitudes superiores a 1800 m, consideradas remanescentes de antigas superfícies de erosão, segundo modelos geomorfológicos clássicos. A ausência de marcadores estratigráficos nessas áreas cristalinas pré-cambrianas dificultam a sua reconstrução paleogeográfica. No entanto, a aplicação de métodos termocronológicos de baixa temperatura, como a análise de traços de fissão em apatita e zircão, vêm permitindo obter as histórias térmicas de rochas do embasamento e estabelecer taxas de denudação ao longo do tempo geológico. Apesar da quantidade significativa de idades de traços de fissão em apatitas no Planalto da Bocaina, nas demais cimeiras os dados termocronológicos são raros ou insuficientes. O objetivo do projeto é comparar a história denudacional dessas áreas, a partir da integração da termocronologia de traços de fissão em apatita e zircão com análises estruturais e geomorfológicas. Desse modo, espera-se o melhor entendimento da evolução da margem continental passiva do sudeste do Brasil, bem como rediscutir a aplicação de modelos geomorfológicos clássicos. (AU)

Conectividade populacional e genética do recrutamento em dois invertebrados marinhos tropicais com diferente potencial de dispersão

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Centro de Biologia Marinha (CEBIMAR). Universidade de São Paulo (USP). São Sebastião, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Augusto Alberto Valero Flores
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:13/02003-7
Vigência: 01 de maio de 2014 - 30 de abril de 2016
Assunto(s):Ecologia marinhaFluxo gênico
Resumo
A craca Chthamalus bisinuatus e o caranguejo Pachygrapsus transversus são invertebrados dominantes na zona entre-marés rochosa, apresentando ampla distribuição ao longo da costa atlântica da América do Sul. Apesar de ambas as espécies compartilharem padrões de distribuição semelhantes e ambas exibirem um ciclo de vida indireto, o tempo de desenvolvimento larval pelágio difere grandemente entre elas. Enquanto as larvas de C. bisinuatus tornam-se competentes ao assentamento após 12-15 dias de terem sido emitidas, as larvas de P. transversus permanecem no plâncton por mais de dois meses antes de assentarem no ambiente bentônico. Esta discrepância pode afetar significativamente o fluxo larval entre populações. Uma vez que o fluxo de genes entre populações ocorre principalmente através da dispersão larval, estudos que avaliam a estrutura genética e a conectividade entre populações, a diferentes escalas temporais e espaciais, podem esclarecer a relação funcional entre o tempos de desenvolvimento pelágico e o potencial de dispersão. Não existem tais estudos para C. bisinuatus e P. transversus, provavelmente devido à ausência de marcadores genéticos altamente polimórficos para estas espécies. Este projeto é separado em três componentes principais: (1) isolamento, desenho de primers e caracterização de marcadores microssatélites altamente polimórficos para C. bisinuatus e P. transversus; (2) estrutura genética de populações de C. bisinuatus e P. transversus ao longo de sua distribuição natural; e (3) monitoramento temporal de coortes de larvas de C. bisinuatus, desde o nascimento até o assentamento, utilizando análises genéticas dos pais para avaliar a importância geral da retenção larval em processos de recrutamento. O primeiro componente será realizado utilizando plataformas de seqüenciamento de próxima geração, tais como Illumina e 454. As sequências serão examinadas para a verificação de repetições em tandem nos microssatélites, o que permitirá um desenho adequado de primers em ambas as direções. Marcadores microssatélites potenciais serão marcados a um fluorocromo e testados para verificação de polimorfismo e frequência de alelos nulos, em uma pequena população de indivíduos usando electroforese capilar. Para o segundo componente, as duas espécies de crustáceos serão amostradas ao longo de sua distribuição natural na costa da América do Sul. As amostras serão genotipadas e testadas para verificar a existência de estrutura genética utilizando análises estatísticas clássicas na área da genética de populações. É previsto que populações de C. bisinuatus apresentem maior estruturação genética do que P. transversus, como resultado de um transporte larval limitado, de um baixo fluxo gênico entre as populações, assim como devido ao aumento da frequência de episódios de retenção larval. No último componente, coortes larvais de C. bisinuatus serão monitoradas desde a eclosão até o assentamento em uma única população. Para tal, serão obtidas amostras de larvas recém emitidas com o uso de armadilhas bentônicas, e amostras de larvas intermediárias e finais através de protocolos de amostragem por bombeamento. As amostras serão levadas de volta para o laboratório onde larvas finais (cipris) serão isoladas ainda em vida e mantidas em etanol. Cada larva será genotipada para inferir relações parentais e avaliar a importância global da retenção larval. Este estudo será importante para entendermos melhor a ecologia larval de invertebrados marinhos, uma vez que contribuirá para o entendimento de processos relevantes à regulação da dispersão larval, e seus efeitos sobre a estrutura genética de populações em diferentes escalas espaciais e temporais. (AU)

Mapeamento estrutural de epitopos-chave para neutralização e aumento da infectividade mediada por anticorpos presentes no envelope do vírus da dengue

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Luis Carlos de Souza Ferreira
Supervisor no exterior: Richard J. Kuhn
Local de pesquisa: Purdue University (Estados Unidos)
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Processo:14/00684-0
Vigência: 01 de maio de 2014 - 31 de agosto de 2014
Assunto(s):EpitoposVírus da dengueNeutralizaçãoVirologia
Resumo
Os resultados da primeira fase da nossa pesquisa mostram que camundongos imunizados com o domínio III da glicoproteína de envelope e desafiados com uma dose letal de vírus da dengue (o mesmo serotipo que diz respeito à proteína), em contraste com o que se esperava , morreram antes que os animais não imunizados (cinco experimentos) . Os animais imunizados com o domínio III desenvolveram cargas virais mais elevadas e sinais patológicos de forma mais rápida do que os animais não imunizados . Além disso , observou-se que os anticorpos anti- domínio III , incluindo aqueles purificados a partir de soro obtido de animais imunizados com a partículas virais inactivadas (aqueles protegidos do desafio) aumentaram a infectividade viral em células de mamífero , que expressam receptores de Fc - ³ . Observou-se também que as frações do mesmo soro protetor, que são específicos para os domínios I e / ou II , não permitiram a multiplicação dos vírus nestas células . Atualmente, estamos verificando se esses fenômenos observados em camundongos serão reproduzidos com soros humanos. Nossos primeiros resultados mostram que os anticorpos humanos anti-domínio III purificados direcionam o vírus da dengue para células portadoras de receptores Fc -gama e aumentam a infectividade do vírus da dengue sobre essas células. Na próxima fase da pesquisa pretendemos estudar mais profundamente os epítopos estruturais que são alvo para neutralização ou aumento da infecção mediados por anticorpos. Essas interações serão determinadas por microscopia crio-eletrônica em um trabalho de colaboração com o Dr. Kuhn , da Universidade de Purdue , nos EUA. O conhecimento a ser divulgado após a realização desta pesquisa irá melhorar significativamente a compreensão da imunopatogênese do vírus da dengue e podem contribuir para o desenvolvimento racional de vacinas anti- dengue realmente eficazes. (AU)

Desenvolvimento de sistemas de informação interoperáveis para gestão em saúde com auditoria e controle de qualidade das informações

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Domingos Alves
Anfitrião: Altamiro Manuel Rodrigues da Costa Pereira
Local de pesquisa: Universidade do Porto (UP) (Portugal)
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Processo:14/05662-4
Vigência: 15 de abril de 2014 - 15 de agosto de 2014
Assunto(s):Gestão em saúdeSistemas de informação em saúde
Resumo
Este projeto de pesquisa no exterior envolve duas equipes de docentes, da USP e da UP, que de maneira similar vem trabalhando na criação, gestão, difusão e aplicação de conhecimento em saúde, nas áreas das ciências e das tecnologias da informação e da decisão, com vocação para a investigação científica, o ensino e a prestação de serviços. No âmbito da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP), temos o Observatório Regional de Atenção em Saúde (ORAS) cujo objetivo principal é garantir que as informações em saúde ganhem em qualidade com desdobramentos para a assistência, gestão e pesquisa em saúde. Para isso o ORAS vem desenvolvendo metodologias, algoritmos e produtos de software para produzir os instrumentos tecnológicos necessários à construção de sistemas de assistência em saúde regionalizados de capacidade proativa, a partir da possibilidade de tratar as bases de dados integradas em um mesmo ambiente, com dados caraterizadores da população e de seu lugar. O grupo mencionado atua na área de Sistemas de Informação para Gestão em Saúde. Em contrapartida, a Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), integra o CINTESIS, Centro de Investigação em Tecnologias e Sistemas de Informação em Saúde, com o objetivo de promover a pesquisa nos campos da Bioestatística, Informática Médica e da Avaliação de Tecnologias da Saúde e da Análise da Decisão, áreas que envolvem não somente os cursos citados anteriormente, mas também vários docentes da FMRP, em suas áreas de investigação. O CINTESIS está atualmente alojado no Centro de Investigação Médica, partilhando instalações com o Departamento de Ciências de Informação e da Decisão em Saúde (CIDES) da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Vale lembrar que a Universidade do Porto é responsável por 1/3 da produção científica nacional - e que, juntamente com o Hospital de São João, 2º maior hospital universitário português - é uma referência em termos da Saúde em Portugal. Diante deste cenário, o projeto aqui apresentado tem o intuito de aprofundar conhecimentos nos projetos de interesse dos dois grupos no desenvolvimento de Sistemas de Informação em Saúde a partir da troca de informações e documentação de softwares para a saúde. Deve-se destacar que todo o desenvolvimento compartilhado está sendo pensado ao se trabalhar três eixos principais que se referem a infra-estrutura dos sistemas de Informação em Saúde: (1) terminologias em saúde, (2) interoperabilidade entre sistemas de informação em saúde, (3) sistemas de auditoria e qualidade de dados. (AU)

Variabilidade e sinal filogenético da morfologia em organismos coloniais marinhos: um estudo com a família Campanulariidae (Cnidaria, Hydrozoa)

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Antonio Carlos Marques
Supervisor no exterior: Allen G. Collins
Local de pesquisa: Smithsonian Institution National Museum Of Natural History (Estados Unidos)
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Processo:13/25874-3
Vigência: 10 de abril de 2014 - 09 de abril de 2015
Assunto(s):HydrozoaMorfometria
Resumo
Muitos estudos taxonômicos têm utilizado dados moleculares e morfológicos para reavaliar os limites interespecíficos de grupos com morfologia variável. A sobreposição dos caracteres diagnósticos das espécies leva a muitas confusões taxonômicas e a discordâncias sobre a relevância dos caracteres morfológicos utilizados para delimitar as espécies. A família Campanulariidae é conhecida pela sua ampla variabilidade morfológica e história taxonômica complexa. No meu projeto de doutorado, os padrões de variabilidade morfológica das espécies de Campanulariidae estão sendo interpretados com base nas suas relações filogenéticas para compreender a amplitude de variação dos caracteres tradicionalmente utilizados na taxonomia da família. O estágio de pesquisa no exterior é de grande importância para os objetivos do doutorado, já que permitirá o acesso a uma vasta coleção de espécimes da família Campanulariidae, além de permitir o contato com um ambiente acadêmico muito produtivo. Como parte do estágio, pretendo estudar várias espécies da família Campanulariidae depositadas nas coleções do National Museum of Natural History, Smithsonian Institution (NMNH), assim como materiais tipo e vouchers de sequências depositadas no GenBank. (AU)

Caracterização funcional de fatores de transcrição involvidos com a formação de madeira de tensão em eucalipto: impacto na estrutura química da parede celular e adequação para a produção de etanol de segunda geração

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Gonçalo Amarante Guimarães Pereira
Supervisor no exterior: Jacqueline Grima-Pettenati
Local de pesquisa: Université Paul Sabatier - Toulouse III (França)
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Processo:13/17846-0
Vigência: 01 de abril de 2014 - 31 de março de 2015
Assunto(s):EtanolEucaliptoParede celularBioenergia
Resumo
Com o aumento da demanda por fontes de energia renováveis crescendo a cada ano, a busca por fontes de energia alternativa vem sendo incentivada no mundo todo. O Brasil sempre esteve na vanguarda do conhecimento da produção de biocombustíveis além de ser o maior produtor mundial de celulose a partir de fibra curta de Eucalyptus spp, com um setor bem desenvolvido e em plena expansão. Dessa forma a consolidação do país no setor de energia e seu estabelecimento como maior produtor mundial de etanol de segunda geração passa pela união desses dois grandes mercados. A principal limitação para o uso da biomassa lignocelulósica de eucalipto para a produção de energia vem da sua estruturação da parede celular, com a lignina impedindo o acesso a celulose e conseqüentemente sua degradação em açucares fermentáveis. Para viabilizar este processo é necessário estudar as características da parede celular e dos genes que controlam sua formação. O controle transcricional da biossíntese de parede celular secundária ainda é pouco conhecido em espécies arbóreas, sendo a principal referência o modelo proposto para Arabidopsis. A madeira de tensão é formada em angiospermas devido á resposta ao estimulo gravitacional e possui características contrastantes, possuindo assim um controle regulatório peculiar e seu estudo constitui uma excelente oportunidade para se entender o comportamento de genes envolvidos na formação da madeira e os mecanismos moleculares regulando suas funções. O presente projeto de pós-doutorado tem como principal objetivo a caracterização funcional de fatores de transcrição envolvidos com a formação da madeira de tensão em eucalipto e a avaliação do impacto destes na formação da parede celular, buscando a sua adequação à produção de biocombustiveis. O projeto aproveitará a estrutura e experiência de um grupo de pesquisa altamente qualificado no estudo de fatores de transcrição, plantas transgênicas e formação da parede celular, estando inserido em um consórcio europeu ( TREEFORJOULES) já em andamento, que tem como principal objetivo o uso de árvores como fonte de biocombustivel, estando assim seus resultados diretamente ligados a ambição do país, hoje maior produtor mundial de celulose, em permanecer como referencia no setor de biocombustíveis e energia verde. (AU)

Segmentação de placas de esclerose múltipla em imagens de ressonância magnética usando modelo de mistura de distribuições t-Student e detecção de outliers

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Ricardo José Ferrari
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Bioengenharia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:14/00019-6
Vigência: 01 de abril de 2014 - 29 de fevereiro de 2016
Assunto(s):Esclerose múltipla
Resumo
Esclerose Múltipla (EM) é uma doença inflamatória e desmielinizante (isto é, com perda de mielina) do sistema nervoso central (SNC). EM é considerada uma doença autoimune a qual o sistema imunológico reconhece erroneamente a bainha de mielina do SNC como um elemento externo e então a ataca, resultando em inflamação e formação de cicatrizes gliais (escleroses) em múltiplas áreas da substância branca do SNC. O imageamento multiespectral por ressonância magnética tem sido usado clinicamente com muito sucesso para o diagnóstico e monitoramento da EM devido às suas excelentes propriedades, como alta resolução e boa diferenciação de tecidos moles. Atualmente, o método utilizado para a segmentação de lesões de EM é o delineamento manual das lesões em imagens 3D de RM, o qual é realizado por especialistas com ajuda limitada do computador. Entretanto, tal procedimento é custoso e propenso à variabilidade inter e intraobservadores devido ao baixo contraste das bordas das lesões. Atualmente, vários pesquisadores têm voltado seus esforços para o desenvolvimento de técnicas que visam diminuir o tempo gasto na análise das imagens e medir de maneira mais precisa o volume dos tecidos cerebrais e das lesões de EM. Nesse contexto, esteprojeto propõe o estudo e o desenvolvimento de uma técnica computacional automática baseada em na abordagem de detecção de outliers e usando modelos de mistura finita de distribuições t-Student e atlas probabilísticos para a detecção e medição do volume de lesões de EM em imagens de RM. (AU)

Representando a atividade cerebral através de seleção estatística de modelos na classe de sistemas interagentes de cadeias com memória variável

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Matemática e Estatística (IME). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Jefferson Antonio Galves
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Probabilidade e Estatística - Probabilidade e Estatística Aplicadas
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:14/04801-0
Vigência: 01 de abril de 2014 - 31 de março de 2015
Resumo
No cérebro, os neurônios estão organizados em grandes redes onde tanto as conecções fisiológicas quanto as funcionais seguem padrões complexos. Durante o sono profundo, os neurônios do córtex cerebral apresentam uma atividade global altamente sincronizada. Em contraste, no estado de vigília esses ritmos globais desaparecem dando lugar a uma atividade global menos sincronizada. Para fins experimentais, o estado de sono profundo pode ser reproduzido utilizando-se alguns anestésicos. Já a transição para o estado de vigília pode ser simulado por meios de estimulação micro-elétrica das áreas ascendentes de ativação, originadas em núcleos localizados no prosencéfalo basal e no tronco cerebral. Deste modo, é possível estudar a dinâmica de associação espontânea dos neurônios durante estes estados e procurar por diferenças sutis entre eles. Essas questões foram abordadas na minha tese de doutoramente e os resultados estão relatados em González-Montoro (2013), González-Montoro et al. (2014) e em outros dois artigos submetidos para avaliação. O objetivo geral desse projeto é enfrentar estas questões de uma perspectiva diferente. Essa nova abordagem propõe estudar os fenômenos de associação neuronal e testar os diferentes estados do cérebro utilizando seleção estatística de modelos em uma nova classe de sistemas estocásticos recentemente introduzida por membros do time NeuroMat (Galves and Löcherbach 2013). (AU)

Metabolismo do triptofano e resistência a carrapatos

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Isabel Kinney Ferreira de Miranda Santos
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Processo:14/04755-9
Vigência: 01 de abril de 2014 - 31 de março de 2015
Assunto(s):ImunoparasitologiaTriptofanoCarrapatos
Resumo
Metabolitos derivados do metabolism não protéico do triptofano (TRY) afetam processos neurológicos, comportamentais, imunológicos e semioquimicos em vertebrados e em artrópodes. No entanto, quase nada é conhecido sobre seu papel nos carrapatos e nas respostas dos hospedeiros às picadas desse ectoparasita. A fim de elucidar os mecanismos de imunidade contra carrapatos nós exploramos um modelo de fenótipos contratantes de infestações que diferentes raças de bovinos apresentam e no qual perfilamos a expressão gênica global em pele infestada e não infestada por carrapatos. A análise funcional dos genes diferencialmente expressos com Metacore indicou que o metabolism de TRY é um componente muito significativo tanto das reações locais aos carrapatos quanto dos desfechos distintos apresentados pelos fenótipos contrastantes. Neste projeto confirmaremos e elucidaremos o papel do metabolism do TRY nas infestações com carrapatos no nosso modelo. Para tanto quantificaremos a expressão de genes candidatos em pele e em leucócitos de sangue de bovinos infestados controladamente com um arranjo de PCR contruído especificamente para este fim e curado pelo Metacore e pela nossa garimpagem da literatura. Mediremos metabolitos de TRY na pele, urina e sangue de animais infestados e livres de carrapatos e caracterizaremos os componentes químicos obtidos de esfregaços de pele. Também interferiremos em pontos seletos do metabolismo do TRY e depois mediremos em bovinos antes e depois de infestações controladas os seguintes parâmetros: o desfecho metabólico na pele, urina e sangue; o desfecho das infestações; o desfecho do ciclo do folículo piloso, a expressão dos genes candidatos; a inflamação de pele. Em cruzamentos entre raças que apresentam fenótipos extremos de infestação (Girolandos) também sequenciaremos produtos de PCR dos principais genes identificados nos estudos de expressão gênica. Procuraremos por polimorfismos únicos de nucleotídeos nesses produtos e examinaremos se estão associaidos significativamente com os fenótipos de infestação, com níveis de metabolitos de TRY e com produção de semioquímicos. Esperamos gerar evidências de que o metabolismo do TRY tem um papel na resistência aos carrapatos. (AU)

Raízes da intolerância

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Joao Angelo Fantini
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros no Brasil
Processo:13/11155-5
Vigência: 01 de abril de 2014 - 31 de março de 2015
Assunto(s):PsicanáliseRacismoXenofobiaPreconceitoIgualdade social
Resumo
Ao dizer que o ser humano mantém uma relação com seu vizinho numa lógica que envolve ódio, Jacques Lacan retomou a lição freudiana de que a humanidade começa com um traço inicial de exclusão. Neste sentido, a humanidade não é definida por seus atributos, mas por uma rejeição inicial - cujo nome é a segregação, que é a própria lógica da intolerância. Este livro reflete o processo de pesquisa de pós-doutorado do Prof. João Angelo Fantini no Birkbeck College, University of London, acerca dos processos de intolerância como fenômeno psíquico que constitui uma forma de sintoma social, de importância crescente no mundo globalizado e umas das principais fontes de preocupação dos governos em todo o mundo. Como processo, a intolerância pode ser pensada desde as relações entre vizinhos, passar pelas questões de gênero ou ainda construir as diferenças que sustentam as diferenças entre povos e nações.Os textos reunidos neste trabalho compõem um amplo cenário de discussão destes temas, da perspectiva da psicanálise, mas em conexão com aspectos culturais, sociais e políticos. Os capítulos ordenam-se em torno de objetos específicos, mas que dialogam entre si, montando um panorama bastante significativo no esforço de pensar como elementos aparentemente díspares podem auxiliar a pensar questões como: etnocentrismo, racismo, xenofobia, homofobia, preconceitos sociais e religiosos. Neste sentido, Christian Dunker mostra como no interior do sistema ideológico brasileiro, a cordialidade e seus conceitos assemelhados acordam em uma relação de complementação com as concepções sobre a intolerância. Stephen Frosh por sua vez, aborda como desejo e demanda se articulam nas fronteiras entre o sujeito e o outro, seja dentro dos grandes grupos ou na relação com os vizinhos, argumentando que o sujeito humano é um 'sujeito interrompido', onde o outro/vizinho, vem a ser uma figura-chave na criação desta interrupção. Derek Hook desdobra e desenvolve a lógica afetiva do racismo dentro de um modelo de critica contemporânea pós-colonial, para entender como funciona a economia libidinal que circula nos processos de segregação entre povos. Já Lisa Baraitser e Frosh partem do conceito de reconhecimento para pensar como na concepção intersubjetiva de reconhecimento, sujeitos podem trocar e se alternar em expressar e receber, criando uma reciprocidade que permite e implica separação, resultando em algo "estrangeiro" que permanece no núcleo da subjetividade. Por fim, João Fantini aborda os aspectos históricos, culturais e políticos envolvidos nos mecanismos de racialização do outro, discutindo os processos de intolerância a partir da implantação das Ações Afirmativas na educação no Brasil, fazendo um contraponto com a forte experiência do multiculturalismo na Inglaterra.O conjunto de textos pretende pensar como tolerância ou intolerância, associados aos aspectos socioeconômicos, podem ser consideradas como atitudes relativas ao modo como admitimos que o outro possui uma forma de organizar o prazer, de lidar com a satisfação e de articular o gozo (entendido aqui como satisfação psíquica obtida com o sintoma, por meio da fantasia) diferente ou comparável com a nossa. Desta perspectiva, a psicanálise lembra que as mais estranhas manifestações de intolerância são reservadas, por exemplo, às pessoas "estranhas" que tentar agir e falar como aqueles que se julgam "cidadãos natos". Quanto mais estes "estranhos" tentam emular e imitar, isto é, quanto mais eles tentam "pertencer", mais feroz aparece a rejeição. (AU)

Toxina botulínica intra-articular como adjuvante no controle da dor em cães com displasia coxofemoral

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Ciências Agrárias. Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Renata Navarro Cassu
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:13/18147-8
Vigência: 01 de abril de 2014 - 31 de março de 2016
Assunto(s):AnalgesiaToxinas botulínicasDor crônicaOsteoartriteCães
Resumo
Este estudo objetiva avaliar a administração intra-articular (IA) da toxina botulínica (TXB) como adjuvante do controle da dor crônica em cães portadores de displasia coxofemoral (DCF). Serão avaliados 16 cães, com sinais de dor articular, portadores de DCF, cujo diagnóstico será confirmado por exame radiográfico (RX). Após a confirmação diagnóstica da DCF, será iniciado o tratamento analgésico convencional com carprofeno, durante 15 dias, além de sulfato de condroitina, durante 24 semanas para todos os animais. Cinco dias após o início do tratamento, em delineamento duplo cego, os cães serão distribuídos aleatoriamente em dois grupos: TXB (n=8): administração intra-articular (IA) de 25U de toxina botulínica (volume de 0,5mL); Controle (n=8): administração IA de 0,5mL de solução salina. A avaliação do grau de desconforto, claudicação e mobilidade articular será realizada por sistema de escore antes do tratamento (0) e 2, 4, 8, 12, 16, 20 e 24 semanas após a injeção IA. Radiografias da articulação coxofemoral serão realizadas antes da injeção IA, 12 e 24 semanas após o tratamento. Além disso, a avaliação será embasada em questionários respondidos pelos proprietários sobre a condição dos cães antes e após o tratamento. Na estatística, será utilizada análise de variância (ANOVA) seguida pelo teste de Kruskal-Wallis para comparação entre os grupos. O teste de Friedman para amostras relacionadas, com contrastes verificados pelo teste de Dunn será empregado para comparação entre momentos ao longo do tempo (p<0,05). (AU)

Dinâmica de portadores eletrônicos em nanoestruturas semicondutoras

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Marcio Daldin Teodoro
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Processo:13/18719-1
Vigência: 01 de abril de 2014 - 31 de março de 2018
Assunto(s):MagnetismoSemicondutoresSpinFotoluminescênciaNanoestruturas
Resumo
Este projeto é dedicado à investigação das propriedades ópticas e eletrônicas de nanoestruturas semicondutoras utilizando espectroscopia com resolução temporal. Serão utilizadas amostras com diferentes geometrias e composições no estudo e aplicações de novos efeitos quânticos. O projeto inclui ainda a colaboração entre grupos de crescimento, caracterização estrutural e cálculo teórico, com enfoque no estudo das propriedades de spins dos portadores nestas nanoestruturas. Desafios experimentais serão superados pela montagem de um sistema único construído com partes compatíveis e complementares de diferentes firmas, e que estão ajustadas para disponibilizar resolução final das medidas na ordem de pico segundos. O sistema proposto aqui possui custo total significativamente reduzido, em contraste com os sistemas tradicionalmente utilizando streak câmera. A possibilidade de integração com outras técnicas experimentais, como com aplicação de campos magnéticos, torna este sistema um dos poucos capazes de realizar tais medidas com este nível de resolução. Neste projeto será dado especial enfoque em nanoestruturas com geometrias de confinamentos tridimensional, anelar e fios quânticos, com propriedades magnéticas e semimagnéticas, para aplicações em dispositivos de armazenamento e transmissão de informação em níveis quânticos. Parcerias nacionais e internacionais bem estabelecidas pelo proponente são fundamentais para o desenvolvimento deste projeto, cuja complementação de empenhos e interesses comuns entre pesquisadores de diferentes áreas teóricas e experimentais permitirá a consolidação desta nova linha de pesquisa, além de constituir em uma interessante proposta de colaboração interdisciplinar entre pesquisadores de diversas instituições brasileiras e internacionais. (AU)

TNF-related apoptosis-inducing ligand (TRAIL) mediates the resolution of allergic airway inflammation induced by chronic allergen inhalation

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Momtchilo Russo
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Processo:14/05707-8
Vigência: 01 de abril de 2014 - 30 de setembro de 2014
Assunto(s):Imunologia
Resumo
Asma alérgica é uma doença pulmonar crônica caracterizada por infiltração de células T auxiliares tipo-2 (Th2), eosinófilos, hipersecreção de muco e níveis elevados de IgE. Em alguns pacientes, o quadro asmático pode desaparecer espontaneamente com o tempo ou ser induzido por imunoterapia alérgeno-específica. Em camundongos com inflamação alérgica pulmonar estabelecida, desafios crônicos alérgeno-específicos resultam numa progressiva resolução da inflamação pulmonar alérgica. Este fenômeno, conhecido com tolerância inalatória local tem sido extensivamente estudado e diferentes mecanismos reguladores tem sido propostos. Neste trabalho, nós comparamos a contribuição de diferentes vias reguladoras que poderiam estar associados com este fenômeno. Nos verificamos que tolerância inalatória não estava associada com aumento das células T reguladoras ou citocinas supressivas como IL-10 e TGF². Porém, estava associado com aumento de apoptose em leucócitos do trato respiratório. Verificamos que TNF-related apoptosis-inducing ligand (TRAIL) foi uma molécula chave associada apoptose. Confirmando este achado, tratamento com anti-TRAIL bloqueou a apoptose de leucócitos e aumentou a infiltração de eosinófilos e célulkas Th2. Em contraste, tratamento intranasal com TRAIL recombinante aumentou a apoptose e diminuiu o influx de eosinófilos e células Th2 pulmonares produzindo IL-4 e IL-5. Nossos dados indicam que sinalização via TRAIL é suficiente para modular negativamente a doença alérgica pulmonar sugerindo o uso terapêutico potencial do TRAIL no tratamento de asma. (AU)

Regulação trófica ascendente do recrutamento em invertebrados marinhos com desenvolvimento indireto: cracas como estudo de caso

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Centro de Biologia Marinha (CEBIMAR). Universidade de São Paulo (USP). São Sebastião, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Augusto Alberto Valero Flores
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Biológica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Processo:14/03030-0
Vigência: 01 de abril de 2014 - 31 de dezembro de 2014
Assunto(s):Craca
Resumo
Contribuições recentes têm mostrado que a retenção larval em populações de invertebrados marinhos costeiros é muito mais frequente do que o sugerido por modelos físicos de transporte. Sendo assim, processos que ocorrem à escala local, até às unidades de km, podem ser determinantes na estruturação e persistência dessas populações. Cracas são organismos dominantes na região do entre-marés de costões rochosos e, por serem filtradores, representam um elo importante de transferência energética entre o ambiente pelágico e o bentônico. Na região tropical, a disponibilidade de alimento na coluna de água pode limitar o desempenho de larvas e adultos, estes últimos ainda sujeitos a um estresse térmico, no limiar da tolerância, durante os meses de verão. Devido à limitação de espaço no entre-marés, as larvas precisam estocar reservas energéticas para que em seu estágio final, lecitotrófico, possam sondar uma área suficiente do substrato e selecionar um local adequado para o seu desenvolvimento até à fase adulta. É proposto neste projeto entender como a população bentônica interage com a variação ambiental para maximizar sua aptidão, em termos da produção de recrutas que possam chegar à fase adulta. Para tal são propostos três módulos de trabalho, com foco (i) na estratégia de alocação de recursos para maximizar o sucesso reprodutivo em condições contrastantes de suprimento alimentar e estresse térmico, (ii) nos efeitos da qualidade larval na seleção de substratos e no desempenho pós-assentamento e (iii) na relação entre o estado trófico da coluna de água e qualidade larval à mesoescala, a qual, conjuntamente com estimativas de fluxo genético, poderão indicar processos de isolamento ao longo de sua distribuição natural. Espera-se propor um modelo mais refinado de regulação do recrutamento de invertebrados marinhos tropicais com base nos resultados a obter. (AU)

Ação regulatória da melatonina sobre o miR-17 e ROCK-1 na metastização do câncer de mama

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Debora Aparecida Pires de Campos Zuccari
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:13/24975-0
Vigência: 01 de abril de 2014 - 30 de novembro de 2014
Assunto(s):Neoplasias mamáriasMetástaseMelatonina
Resumo
O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum em mulheres sendo frequentemente associado a altas taxas de morbidade, mortalidade, com grande impacto financeiro sobre o sistema de saúde. Além disso, a doença é caracterizada pelos altos índices de metástase, que pioram significativamente o prognóstico. Estão implicadas nesse processo duas moléculas regulatórias, os microRNAs (miRNAs) em especial o miR-17 e, o ROCK-1, cujas expressões aumentadas vêm sendo associadas ao crescimento tumoral e metástase. Já a melatonina tem revelado efeitos oncostáticos e anti-metastáticos por reduzir a capacidade de migração e invasão das células tumorais, além de inibir a proliferação celular. Assim, o objetivo deste estudo é determinar o efeito da melatonina na modulação do miR-17 e de seu gene-alvo ROCK-1 no controle da metástase avaliando a expressão molecular e proteica do ROCK-1 e apenas molecular de miR-17 após o tratamento com este hormônio na linhagem celular de câncer de mama metastática, MDA-MB-231. A expressão molecular de miR-17 será verificada por PCR em tempo real, e ROCK-1 terá sua expressão molecular e proteica avaliada por PCR em tempo real e imunocitoquímica, respectivamente. Além disso, uma análise da capacidade de invasão e migração será realizada por ensaios em câmara de Boyden, para verificar o efeito inibitório dessas moléculas. Os resultados alcançados poderão determinar o potencial valor terapêutico da melatonina no bloqueio das metástases, contribuindo para compor potenciais protocolos terapêuticos para controle deste evento celular, determinante para um pior prognóstico da paciente com câncer de mama. (AU)
Página 5 de 1.451 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP