site da FAPESP
 

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Publicações científicas
Auxílios à Pesquisa
Bolsas
Programas voltados a Temas Específicos
Programas de Pesquisa direcionados à Aplicação
Programas de Infraestrutura de Pesquisa
Área do conhecimento
Situação
Ano de início
Página 5 de 1.553 resultado(s)
|

Nicolau de Autrécourt: um ceticismo independente de intervenção divina e uma teoria do conhecimento

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:José Carlos Estêvão
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:14/19581-6
Vigência: 01 de novembro de 2014 - 31 de outubro de 2015
Assunto(s):CeticismoCausalidade
Resumo
Nicolau de Autrécourt, em correspondência com Bernardo de Arezzo (boa parte de sua obra remanescente), apresentou posições que ficaram conhecidas por suas argumentações claramente inclinadas a um pensamento cético. Mais do que isso, o pensamento cético de Nicolau apresentava a distinção de decorrer somente de reflexões lógicas e racionais, em contraste com o argumento cético da intervenção divina na natureza discutido à época. Apesar disso, toda a obra de Nicolau preservada até hoje demonstra uma evidente preocupação em buscar e estabelecer verdades sólidas que garantiriam a confiabilidade e permitiriam delinear os princípios do conhecimento humano. É possível conciliar um ceticismo logicamente fundado e independente da hipótese de intervenção divina, com uma cuidadosa teoria do conhecimento? (AU)

O lirismo amoroso e o fazer poético em Mário de Andrade

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Estudos Brasileiros (IEB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Therezinha Apparecida Porto Ancona Lopez
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Brasileira
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:13/25992-6
Vigência: 01 de novembro de 2014 - 31 de outubro de 2016
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Assunto(s):PoesiaAmorMetalinguagemMúsica
Resumo
Quando se percorre as múltiplas faces do poeta arlequinal destacadas pela crítica, compreende-se que a face musical e a face amorosa da poesia de Mário de Andrade começam a ser delineadas em Pauliceia desvairada (1922) e em Losango cáqui (1926); permanecem em Clã do jabuti (1927) e ganham novos contornos em momentos da fase madura do autor, como Remate de males (1930), "Livro azul", parte de Poesias (1941), e Lira paulistana (1945, publicação póstuma no ano seguinte). Os grupos de poemas de amor da fase madura retomam a estrutura musical das danças dramáticas populares, estudadas pelo poeta-pesquisador, aproximando-se das etapas do mito da procura que marcam esses bailados, da forma como foram descritas por Northrop Frye, em Anatomia da crítica - ágon (conflito), páthos (morte), sparagmós (despedaçamento) e anagnórisis (reconhecimento) -, passos presentes também em Macunaíma, como lembra o estudo de José Miguel Wisnik, Dança dramática. Assim, os versos amorosos do poeta confundem-se com a procura da definição da face complexa e musical do país, cujos ritmos populares são absorvidos pelo poeta erudito. Além disso, os poemas de amor deixam transparecer reflexões sobre o fazer artístico, já que a busca da fusão de opostos, elemento das danças dramáticas, indica a procura da totalidade dada pela obra de arte, conforme Schiller. Aproximações entre questões de estética e o tema do amor tocam ainda a escolha do título O banquete no livro em que Mário de Andrade teórico reflete sobre a criação poética, ao mesmo tempo em que se liga ao texto de Platão. A percepção de afinidades entre a criação poética e a entrega amorosa nos versos do poeta enseja a análise detida de poemas de amor da fase madura, em contraponto ao estudo dos quatro primeiros livros modernistas. Essa análise conduz à compreensão da poética mariodeandradiana. (AU)

O fim da Índia Portuguesa: representações sobre Goa na década de 1950

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Omar Ribeiro Thomaz
Supervisor no exterior: Sandra Maria Calvinho Ataíde Lobo
Local de pesquisa: Universidade Nova de Lisboa (Portugal)
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Processo:14/18676-3
Vigência: 27 de outubro de 2014 - 26 de abril de 2015
Assunto(s):ÍndiaNacionalismo
Resumo
Um dos capítulos de minha dissertação se refere a uma leitura crítica do relatório "Goa em 1956" de Orlando Ribeiro, e os acervos da Biblioteca Nacional e da Biblioteca da Sociedade de Geografia de Lisboa me permitirão investigar os fundamentos teóricos e metodológicos que consolidaram o sentido das observações ali expostas. Ainda, o trabalho de outros escritores que estiveram em Goa durante este período será consultado, consolidando o panorama de representações de autores portugueses e estrangeiros sobre a situação política da Índia Portuguesa. O foco destas leituras será encontrar possíveis articulações entre cultura e nação, já sugerida nos trabalhos consultados de Gilberto Freyre. Ainda, o conjunto destas representações será lido em contraponto às formulações nacionalistas, tais quais apresentadas por intelectuais das elites Goesas no periódico Ressurge Goa, editado por Telo de Mascarenhas. Assim, a retomada de um vínculo identitário em relação à Índia marca uma ruptura das elites locais em relação aos elementos de cultura portuguesa que buscaram assumir durante o longo período colonial. (AU)

Terapia gênica para a deficiência de hormônio de crescimento mediada pela eletrotransferência de minicírculos de DNA em camundongos anões

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Cibele Nunes Peroni
Supervisor no exterior: Lars Aagaard
Local de pesquisa: Aarhus University (Dinamarca)
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Processo:14/18242-3
Vigência: 11 de outubro de 2014 - 10 de março de 2015
Assunto(s):Terapia genética
Resumo
Terapia Gênica é um tipo promissor de tratamento para doenças hereditárias e adquiridas, mediante a entrega de genes nas células-alvo para restaurar ou promover funções celulares específicas. Apesar do potencial da terapia gênica, a utilização desta estratégia é definida pelo balanço entre segurança e eficiência. Embora vetores derivados de vírus possuam uma alta eficiência na entrega do DNA em comparação com vetores não-virais, seu uso é limitado devido às respostas imunes indesejáveis ao capsídeo viral das proteínas, regeneração da virulência dos vírus e outros. Em contraste, vetores não-virais são seguros e fáceis de produzir em larga escala. Entretanto a duração da expressão proteica utilizando vetores não-virais é transiente, com duração de somente poucos dias, seguido de um período prolongado de baixos níveis de expressão, que pode estar relacionado à dificuldade do DNA exógeno de ultrapassar a membrana celular até atingir o núcleo. Uma nova geração de vetores de DNA chamado de minicírculo, possui um tamanho reduzido devido à ausência de algumas sequências bacterianas (bacterial backbone) e é potencialmente mais seguro que os plasmídeos utilizados atualmente em terapia gênica. Minicírculos combinados aos métodos físicos, como eletrotransferência, proporcionou uma alta eficiência de transferência gênica comparado com vetores não-virais convencionais. Minicírculos são uma alternativa promissora aos plasmídeos de DNA para a terapia gênica não-viral em termos de biossegurança, melhora da transferência gênica e biodisponibilidade devido ao seu tamanho reduzido. Neste trabalho pretendemos construir minicírculos que expressem hormônio de crescimento humano (hGH) ou murino (mGH) para a eletrotransferência em camundongos anões, além de estudar a possibilidade desta metodologia de terapia gênica não-viral para a deficiência de GH. (AU)

IX congresso latinoamericano de sociologia rural 2014. "sociedades Rurales latinoamericanas: diversidades, contrastes y alternativas

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Vanilde Ferreira de Souza Esquerdo
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Extensão Rural
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Reunião - Exterior
Processo:14/14631-5
Vigência: 06 de outubro de 2014 - 11 de outubro de 2014
Assunto(s):Políticas públicasDesenvolvimento ruralSociologia rural

IX congresso latinoamericano de sociologia rural 2014. "sociedades Rurales latinoamericanas: diversidades, contrastes y alternativas

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Ciências Humanas e Sociais (FCHS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Franca. Franca, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Elisabete Maniglia
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Direito - Direitos Especiais
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Reunião - Exterior
Processo:14/16775-4
Vigência: 06 de outubro de 2014 - 11 de outubro de 2014
Assunto(s):Segurança alimentar

Avaliação de marcadores genéticos na fibrose e remodelamento do ventrículo direito em pós-operatório de reparo cirúrgico da Tetralogia de Fallot

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Paulo Henrique Manso
Anfitrião: Elizabeth Golmuntz
Local de pesquisa: Children's Hospital of Philadelphia (CHOP) (Estados Unidos)
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Processo:14/12006-6
Vigência: 06 de outubro de 2014 - 05 de outubro de 2015
Assunto(s):Marcadores genéticosTetralogia de Fallot
Resumo
As cardiopatias congênitas são a mais comum e séria forma de defeito congênito, ocorrendo em 1 em cada 200 nascido vivos. Apesar dos avanços médico-cirúrgicos, as cardiopatias congênitas permanecem como causa mais importante das malformações relacionadas à mortalidade infantil. Com a melhora na sobrevida destes pacientes, as cardiopatias congênitas tem sido uma preocupação crescente na saúde de adultos. A tetralogia de Fallot é a cardiopatia congênita cianótica mais comum, representando cerca de 7% de todas cardiopatias congênitas. Todos os pacientes com tetralogia de Fallot necessitam de reparo cirúrgico sob circulação extra-corpórea no primeiro ano de vida para aliviar a obstrução da via de saída do ventrículo direito e fechamento da comunicação interventricular. Apesar da grande sobrevida inicial, muitos pacientes vão necessitar de re-intervenções ao longo da vida, com grande morbi-mortalidade, com 10% de mortalidade até os 30 anos de vida. Esta morbi-mortalidade tardia no paciente pós-operatório de tetralogia de Fallot é em grande parte causada pela intervenção no anel valvar pulmonar durante o tratamento cirúrgico, com consequente insuficiência pulmonar e remodelamento do ventrículo direito (dilatação e hipertrofia) e mudanças funcionais. A resposta do ventrículo direito à sobrecarga de volume e pressão secundária à lesão valvar pulmonar é altamente variável, e seus mecanismos são escassamente entendidos. Nós conjecturamos que a variabilidade no remodelamento do ventrículo direito é em parte regulada por fatores genéticos, sejam eles variantes genéticas que contribuem à etiologia da tetralogia de Fallot ou que modifique o remodelamento do ventrículo direito. Nestes pacientes o ventrículo direito tem um grau significativo de fibrose, detectada pela ressonância nuclear magnética com contraste com gadolínio. Esta fibrose tem sido associada com disfunção ventricular, intolerância ao esforço físico e arritmias ventriculares (incluindo morte súbita). Para testar nossa hipótese, propomos estudar a associação do genótipo com o processo de remodelamento do ventrículo direito, com foco particular na fibrose, descrito nos seguintes objetivos: 1. Avaliar a associação da extensão da fibrose no ventrículo direito com medidas de remodelamento cardíaco; 2. Avaliar a associação de genótipos "de risco" para tetralogia de Fallot com a extensão da fibrose do ventrículo direito; 3. Avaliar a associação da variação de genes (HIF1A e ECA) na regulação da fibrose e medidas de remodelamento.Para conseguir estes objetivos, usaremos uma coorte de casos de pós operatório de tetralogia de Fallot que foram submetidos a ressonância nuclear magnética cardíaca de rotina, onde a extensão da fibrose possa ser medida retrospectivamente. Esta coorte também tem DNA estocado disponível para o estudo, com termo de consentimento aprovado. Desta forma, a coorte e os exames (ressonância, genotipagem) estão prontamente disponíveis, podendo ser realizadas no período da bolsa. (AU)

Evolução do hábito alimentar na família Calliphoridae

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Tatiana Teixeira Torres
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:14/13933-8
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 30 de setembro de 2016
Assunto(s):DipteraParasitismoExpressão gênicaEvolução genética
Resumo
A análise comparativa da expressão gênica entre espécies com diferentes hábitos, fornece uma ótima oportunidade para o estudo da evolução do hábito de parasitismo. Historicamente, tais análises estiveram restritas a um número de genes bastante reduzido e a poucas espécies, principalmente devido aos altos custos e mão-de-obra necessários. Graças ao desenvolvimento de técnicas de sequenciamento robustas e precisas para a análise da expressão gênica em escala genômica, é possível conduzir uma análise funcional dos genomas em um contexto filogenético.Dentro da diversa ordem Diptera, a família Calliphoridae, em particular, apresenta uma série de características que a tornam ideal para o estudo da evolução do hábito de ecto-parasitismo. Além da grande variedade de hábitos alimentares de suas larvas, esta família é caracterizada pelo aparecimento de parasitismo obrigatório em ocasiões independentes (pelo menos três) em sua filogenia. Assim, este projeto envolve a caracterização do transcriptoma (sequência e nível de expressão) de cinco espécies da família Calliphoridae utilizando RNAseq. Dentre as espécies escolhidas estão representantes das linhagens nas quais foi registrado o aparecimento do parasitismo em duas ocasiões independentes. Através da análise proposta, será possível elucidar modificações evolutivas entre as diferentes espécies, ajudando na identificação de genes que conferem a cada organismo suas características únicas. Isto será um passo importante para uma melhor compreensão da estrutura e função de genes e genomas, como os processos moleculares envolvidos na adaptação à novos ambientes. (AU)

Associação genômica para eficiência no uso de nitrogênio e seus componentes em linhagens de milho tropical

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Roberto Fritsche Neto
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:13/24135-2
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 30 de setembro de 2016
Assunto(s):Agricultura sustentávelMelhoramento genético vegetal
Resumo
Para atender a demanda mundial por alimentos, uma parte significativa dos cultivos de milho irá ocorrer em condições edafoclimáticas que restringem o pleno desenvolvimento da cultura. No Brasil, isso já vem ocorrendo em larga escala, em que boa parte da nossa produção da cultura migrou para a chamada "safrinha" e para as áreas de Cerrado. Nessas áreas é comum à baixa de disponibilidade de nutrientes nos solos, principalmente de nitrogênio (N). Adicionalmente, esse cultivo de safrinha se caracteriza pelo baixo investimento dos produtores em adubação. Assim, torna-se importante o desenvolvimento de cultivares eficientes no uso de nitrogênio (EUN) e bem adaptados a essas condições de cultivo. Nesse sentido, a identificação de QTLs associados à EUN pode auxiliar o processo seletivo de genótipos superiores para essas condições. Diante do exposto, esse projeto tem o objetivo de identificar QTLs associados à eficiência no uso de nitrogênio e seus componentes em linhagens de milho tropical. Para isto, serão avaliadas 64 linhagens endogâmicas contrastantes quanto a EUN, em baixa e alta disponibilidade nitrogênio no solo, em três estádios fenológicos distintos e em dois locais de cultivo na Região de Piracicaba-SP. As 64 linhagens serão genotipadas por meio da plataforma Illumina Maize SNP50 DNA Analysis Kit, com aproximadamente 56 mil SNP. A fenotipagem será feita para a EUN e seus componentes, teor de clorofila foliar, taxa fotossintética líquida, caracteres agronômicos e para comprimento e morfologia de raízes. Os dados fenotípicos dos caracteres avaliados serão analisados por meio de equações de modelos mistos. As relações entre caracteres fenotípicos serão feitas por meio de análise de trilha. Para a identificação dos QTLs, os dados de marcadores moleculares conjuntamente com os fenotípicos, serão analisados por meio do método de Associação Genômica (Genome-wide Association Studies - GWAS). A partir dos resultados a serem obtidos por esse estudo, espera-se encontrar marcadores moleculares em desequilíbrio de ligação com os caracteres que controlam a EUN, auxiliando assim o desenvolvimento de cultivares de milho melhor adaptados às condições de cultivo sob esse estresse abiótico. (AU)

A interação da proteína Nef de HIV-1 com a proteína Alix da célula hospedeira promove o direcionamento do receptor CD4 para os lisossomos

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Luis Lamberti Pinto da Silva
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Processo:14/18269-9
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 31 de março de 2015
Assunto(s):EndossomosLisossomosHIV-1
Resumo
Nef é uma proteína assessoria do vírus da imunodeficiência humana que promove a replicação viral e progressão à AIDS, interferindo com várias vias de tráfego e sinalização da célula hospedeira. Uma função chave de Nef é a regulação negativa do coreceptor CD4 da superfície celular. A regulação negativa de CD4 induzida por Nef envolve pelo menos as duas etapas a seguir: a aceleração da endocitose de CD4 por uma via dependente de AP-2 e clatrina, e o direcionamento de CD4 internalizado para os corpos multivesiculares (MVBs) para eventual degradação nos lisossomos. Em trabalhos anteriores, nós mostramos que o direcionamento de CD4 para a via dos MVBs é independente da ubiquitinação de CD4. No presente trabalho, nós reportamos que esse direcionamento depende da interação direta de Nef com Alix, uma proteína associada com a maquinaria ESCRT (endosomal sorting complexes required for transport), que auxilia com o recrutamento de carga e formação de vesículas intralumenais nos MVBs. Nós mostramos que Nef interage com os domínios Bro1 e V de Alix. Depleção de Alix ou superexpressão do domínio V inibe a degradação de CD4 em lisossomos induzida por Nef. Em contraste, superexpressão do domínio V não previne a remoção de CD4 da superfície por Nef ou o direcionamento de proteínas aos MVBs pela via canônica dependente de ubiquitinação. Além disso, mostramos que a interação entre Nef e Alix ocorre em endossomos tardios, que são enriquecidos com CD4 internalizado. O conjunto de nossos resultados indica que Alix funciona como um adaptador utilizado por Nef para direcionar CD4 para os MVBs por uma via dependente de ESCRT e independente de ubiquitinação. (AU)

Impacto da cana hidrolisada associada a diferentes tipos de uréia na dieta de vacas sobre a produção leiteira, parâmetros ruminais e sanguíneos

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Mauro Dal Secco de Oliveira
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:14/10675-8
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 30 de setembro de 2016
Assunto(s):Proteínas
Resumo
A necessidade em proporcionar alternativas de dietas para vacas leiteiras por meio do uso da cana-de-açúcar hidrolisada é cada vez maior. Várias pesquisas foram realizadas com a cana hidrolisada com cal virgem ou hidratada, porém são poucas visando a associação da cana hidrolisada com a silagem de milho, assim como com a uréia pecuária e a uréia protegida. A partir disto, o objetivo deste trabalho é avaliar a influência do tipo de uréia na hidrólise da cana-de-açúcar e na dieta sobre a produção e composição do leite, consumo de nutrientes, digestibilidade in vitro e in vivo dos nutrientes, parâmetros sanguíneos e custo do quilograma de leite. O experimento será realizado no setor de Bovinocultura de Leite da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias da UNESP, Campus de Jaboticabal, SP, com 8 vacas lactantes (pós-pico de lactação), distribuídas em dois quadrados latinos contemporâneos, em arranjo fatorial 2 x 2, ou seja, dietas constituídas de 50% de cana-de-açúcar hidrolisada : 50% de silagem de milho, com inclusão de uréia pecuária+sulfato de amonio ou uréia protegida ( Producote Feed ®) na hidrólise da cana e dietas com inclusão de uréia+sulfato de amonio ou uréia protegida fornecida no cocho. As médias serão comparadas por três contrastes, sendo um para efeito da forma de utilização da uréia, outro para efeito do tipo de uréia e outro para avaliar o efeito da interação entre forma de utilização e tipo de uréia. (AU)

RNA-seq para caracterização da expressão gênica relacionada à construção e diferenciação do exoesqueleto de insetos utilizando abelhas como modelo

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Marcia Maria Gentile Bitondi
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:14/13136-0
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 30 de setembro de 2016
Assunto(s):RNA-seqExpressão gênicaExoesqueletoTranscriptoma
Resumo
O exoesqueleto dos insetos consiste principalmente de proteínas, do polissacarídeo quitina e de lipídios. Morfologicamente, o exoesqueleto está estruturado como multicamadas complexas: a procutícula interna formada pela endocutícula e exocutícula, a epicutícula e uma camada superficial denominada envelope. Para acomodar o crescimento do inseto, o rígido exosqueleto é periodicamente renovado por meio de episódios de mudas. Nos insetos holometábolos, com metamorfose completa, as mudas de larva-para-larva se sucedem até que a ingestão de alimento é interrompida em preparação para a muda metamórfica. A larva então se transforma em pupa. A última muda, imaginal, converte a pupa em um inseto adulto com um exoesqueleto escuro e esclerotizado. Dois aspectos nesta sequência do desenvolvimento têm chamado a atenção em nossos estudos com modelos de holometábolos: as abelhas. Um deles se refere à morfogênese do exoesqueleto torácico pupal a partir de discos imaginais precursores. Que mudanças na expressão gênica são necessárias para a construção desta região do exoesqueleto? O outro aspecto se refere à maturação do exoesqueleto, imprescindível para o vôo e para enfrentar os desafios do ambiente. Temos observado que espécies de abelhas sociais e solitárias diferem conspicuamente quanto ao tempo de maturação morfológica do exoesqueleto. As abelhas solitárias emergem do ninho com o exoesqueleto intensamente pigmentado e esclerotizado, e imediatamente iniciam os vôos de forrageamento. Ao contrário, as abelhas sociais mostram menor grau de pigmentação e esclerotização ao emergir, e permanecem por vários dias no interior do ninho antes de empreender as atividades de forrageamento. Isto é condizente com um deslocamento temporal da maturação do exoesqueleto durante a evolução, ou heterocronia, que poderia ser testada por meio da análise global da mudança nos padrões de expressão de genes envolvidos neste processo. Aqui estamos propondo trabalhar nestes dois importantes aspectos por meio da utilização de RNA-Seq (Next-Generation Sequencing). O sequenciamento do transcriptoma de discos imaginais conforme eles se transformam no dorso torácico, e do transcriptoma do tegumento de abelhas adultas de espécies solitárias e sociais, esclarecerá aspectos da formação e maturação deste complexo sistema biológico - o exoesqueleto, o qual modela a forma dos insetos, possibilita o movimento e locomoção, impede a dessecação e é fonte de semioquímicos e feromônios essenciais para a sobrevivência no ambiente em que vivem. (AU)

Controle da função mitocondrial por micro-RNAs em células musculares resistentes a insulina: efeito da superexpressão e inibição do miR-696 e miR-let7b

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Leonardo dos Reis Silveira
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:13/22733-0
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 30 de setembro de 2016
Assunto(s):Diabetes mellitusResistência à insulinaMicroRNAsMitocôndriasÁcidos graxosMetabolismoExpressão gênica
Resumo
A resistência à insulina no músculo esquelético é uma característica em diabéticos. Embora seu mecanismo ainda não seja totalmente conhecido, há correlação entre resistência à insulina e conteúdo de lipídios intracelulares. Recentemente, micro-RNAs (miRNAs) foram descritos como moléculas não codificadoras associadas com a regulação gênica postranscricional podendo, portanto, regular processos de crescimento, diferenciação e metabólicos. O microRNA-696 e miR-let7b estão envolvidos na disfunção mitocondrial e metabólica decorrentes do diabetes. Isso sugere que o controle da expressão do miR-696 e miR-let7b pode proteger o tecido muscular contra a resistência à insulina. De fato, nossos resultados preliminares mostram que células musculares resistentes a insulina apresentaram elevada expressão destes micro-RNAs. Porém, o bloqueio dessa expressão com antagomir do miR-696 e miR-let7b favoreceu o aumento do consumo de oxigênio mitocondrial e a resposta a insulina indicando que o miR-696 e miR-let7b podem ser importantes alvos terapêuticos contra a instalação da resistência a insulina. Nosso objetivo, portanto, será de avaliar a superexpressão e inibição do miR-696 e miR-let7b na função mitocondrial e na resposta a insulina em células musculares controles e expostas ao ácido palmítico. Nossa hipótese é que a redução do miR-696 e miR-let7b possa proteger o tecido muscular contra a resistência à insulina melhorando a função mitocondrial. Se nossa hipótese é verdadeira, a construção de um animal transgênico para o miRNA-696 levaria a uma diminuição da expressão de PGC1±, um regulador importante do programa gênico de biogênese mitocondrial, o que certamente poderia confirmar o efeito in vitro do miR-696 na redução da função mitocondrial favorecendo a instalação da resistência a insulina nestes animais. (AU)

Situações da justiça, contextualizando o self: Rainer Forst e Seyla Benhabib em debate

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Yara Adario Frateschi
Supervisor no exterior: Rainer Forst
Local de pesquisa: Goethe University Frankfurt (Alemanha)
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - Ética
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Processo:14/13155-5
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 31 de março de 2015
Assunto(s):Teoria críticaFilosofia contemporânea
Resumo
A defesa de uma teoria moral ao mesmo universalista e sensível ao contexto é um dos mais importantes temas com o qual se ocupa a nova geração da teoria crítica, Seyla Benhabib e Rainer Forst são expoentes nesta discussão. Benhabib procura reformular a ética do discurso habermasiana à luz das objeções procedidas por comunitaristas, pós-modernos e, em especial, feministas; Forst parte de um importante debate com a tradição do liberalismo político e com a teoria do reconhecimento de Axel Honneth. Ambos os autores defendem projetos originais, respectivamente, um "universalismo interativo" e um "universalismo contextualista". Ao passo que ambos compartilham suas motivações iniciais, também compartilham um conjunto de problemas concernentes ao debate mais recente acerca de direitos humanos e justiça transnacional. Todavia, apesar das semelhanças em suas motivações e questões, suas constelações conceituais são distintas, resultando em modelos e desafios divergentes. Este debate é central para nossa pesquisa de mestrado, uma vez que o projeto de Seyla Benhabib tem sido amplamente discutido na Alemanha. Um expoente desse debate é Rainer Forst, particularmente porque sua própria teoria contesta a de Benhabib em muitos aspectos. O objetivo deste estágio é, portanto, contrastar os desenvolvimentos de nossa pesquisa de mestrado com os debates na Alemanha a respeito da reabilitação do universalismo na filosofia contemporânea, com especial atenção à proposta de Forst. Esse estágio fortalecerá nossa pesquisa de mestrado ao colocar nossas questões em confronto com outro projeto extremamente relevante que se ocupa com o mesmo conjunto de problemas de nossa investigação. (AU)

Geocronologia 40Ar/39Ar aplicada à datação do magmatismo Cretáceo do continente sul americano

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Maria Helena Bezerra Maia de Hollanda
Anfitrião: Paul Randall Renne
Local de pesquisa: Berkeley Geochronology Center (BGC) (Estados Unidos)
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Processo:14/14421-0
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 30 de setembro de 2015
Assunto(s):Oceano AtlânticoGeocronologia
Resumo
Essa proposta é parte de uma cooperação científica entre o Laboratório de Ar do Centro de Pesquisas Geocronológicas (CPGeo - IGc/USP) e o Berkeley Geochronological Center (BGC - Berkeley, EUA). A proposta compreende duas partes complementares, uma direcionada a obter suporte e treinamento técnicos para otimização dos procedimentos analíticos 40Ar/39Ar adotados no laboratório de São Paulo, e outra parte direcionada a investigar a idade e duração da abertura do oceano Atlântico a partir de idades 40Ar/39Ar em basaltos continentais expostos nos segmentos sul e equatorial da América do Sul. Os alvos geológicos para esse estudo são os eventos magmáticos representados por basaltos toleíticos da província Paraná, do enxame de diques Rio Ceará-Mirim e do magmatismo Sardinha (bacia do Parnaíba), e sua importância deve-se à necessidade de inclusão de idades radiométricas precisas para endossar os modelos de rifteamento continental do Gondwana durante o Cretáceo. Para o segmento sul o rifteamento teria iniciado em c. 133 Ma, perdurando por cerca de 13 milhões de anos como sugerido pela datação de enxame de diques (Florianópolis, Ponta Grossa) que estão geneticamente relacionados à extrusão das lavas Serra Geral. Ao contrário, para o segmento equatorial a maioria dos dados disponíveis referem-se à idades K-Ar dos toleitos Rio Ceará-Mirim e Sardinha, as quais se distribuem num intervalo superior a 30 milhões anos. Como consequencia, a idade e duração dos episódios magmáticos relacionados à abertura do Atlântico na margem equatorial brasileira são pobremente estabelecidos, motivando novos estudos geocronológicos baseados no método 40Ar/39Ar. A escolha pelo Berkeley Geochronological Center como instituição parceira deve-se à sua marcante história de desenvolvimento técnico e formação de recursos humanos no método 40Ar/39Ar . Isso se reflete no elevado número de publicações que incluem: calibrações de padrões internacionais (Fish Canyon Tuff), re-avaliação da constante de decaimento do 40K e meia-vida do 37Ar, otimização de parâmetros de irradiação e aferições da escala do tempo geológico. Considerando essa reconhecida experiência em geocronologia 40Ar/39Ar, espera-se que a parceria entre BGC e CPGeo traga amplo benefício para o desenvolvimento do método na USP, motivando futuros investimentos em formação de recursos humanos e a consolidação dessa relevante ferramenta para aplicação em várias áreas do conhecimento geocientífico. (AU)

Investigação da relevância biológica de sistemas redutores de 1-Cys peroxirredoxinas de plantas

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Luis Eduardo Soares Netto
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:14/07593-0
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 30 de setembro de 2016
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Resumo
É crescente o numero de evidências de que peróxidos, dentre as várias ROS (Reactive Oxygen Species) desempenham papel fisiológico na sinalização celular. Por outro lado, os níveis de peróxidos nas células são controlados por vários mecanismos, destacando-se as peroxirredoxinas (Prxs), peroxidases dependentes de tióis baseadas em resíduos de cisteína que estão sendo ultimamente estabelecidas como ponto chave no metabolismo que responde ao equilíbrio redox dos organismos. Essas enzimas podem ser divididas em duas classes: 1-Cys Prx e 2-Cys Prx de acordo com o número de cisteínas envolvidas no ciclo catalítico. A 2-Cys Prxs têm sido relativamente bem caracterizadas. Em contraste, no caso de 1-Cys Prx, a caracterização é comparativamente mais pobre, incluindo a necessidade da identificação do redutor biológico. Nosso grupo de pesquisa propôs ascorbato como o redutor biológico de 1-Cys Prx, quebrando o paradigma de que peroxirredoxinas são antioxidantes dependentes de tióis, mas evidências adicionais ainda precisam ser obtidas nessa direção. O grupo do Dr. Cejudo (CSIC/US, Espanha), grupo em que a Drª Spinola estava inserida nos últimos anos tem dado relevantes contribuições ao demonstrar que em plantas, além de ascorbato, também sistemas tiorredoxinas podem ser os redutores de 1-Cys Prx. Por outro lado, células vegetais apresentam enormes quantidades de ascorbato, o que em princípio favorece a redução de 1-Cys Prx por ascorbato. Dessa forma, o presente projeto de pesquisa se propõe a caracterizar de um ponto de vista enzimático, fisiológico e molecular a redução de 1 Cys-Prx (Per1) de plantas por ascorbato e NTR (Tiorredoxina redutase dependente de NADPH). Assim, a colaboração proposta aqui entre o Dr. Netto, a Drª Spinola e o Dr. Cejudo poderá desvendar novas fronteiras no avanço do entendimento da função de 1-Cys Prx de plantas e, consequentemente, de outros organismos, com impactos em áreas como agricultura e medicina, considerando-se que estas enzimas tem ganhado verdadeiro destaque como sensores dos níveis de peróxidos intracelulares. (AU)

Proteção de linhas de transmissão HVDC baseadas em conversores fonte de tensão utilizando limitadores de corrente de falta

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:José Carlos de Melo Vieira Júnior
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Sistemas Elétricos de Potência
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:14/14343-0
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 29 de fevereiro de 2016
Resumo
No Brasil, a tecnologia convencional de sistemas HVDC (que utilizam conversores do tipo fonte de corrente) é bem estabelecida e consolidada, como exemplo, o Sistema de Transmissão em Corrente Contínua que transmite a energia excedente gerada por Itaipu. Tal sistema caracteriza-se como um dos maiores sistemas HVDC do mundo. Em contrapartida, tecnologias HVDC que utilizam conversores do tipo fonte de tensão, o VSC-HVDC, ainda não são completamente difundidas e aplicadas no Brasil, em contraste com outros países que começaram a estudar e empregar largamente este tipo de transmissão. Comparado com o HVDC tradicional, o VSC-HVDC é uma tecnologia de transmissão mais eficiente e pode superar deficiências encontradas na transmissão em corrente contínua convencional. O VSC-HVDC pode ser utilizado de maneira mais eficiente nas novas redes de energia, para alimentar ilhas, integração de geração eólica, renovação das linhas em centros urbanos, aplicações multiterminais e conexão com sistemas fracos. Por se tratar de uma tecnologia recente, o VSC ainda não é amplamente adotado e uma das principais limitações da utilização destes sistemas é a sua fragilidade diante faltas na linha de corrente contínua. Neste contexto, limitadores de corrente de falta, baseados em materiais supercondutores, podem ser utilizados para minimizar o impacto das faltas. A ação dos limitadores é benéfica ao sistema durante condições de falta, contudo, ainda assim é necessária a atuação do sistema de proteção para extinguir a condição faltosa. Portanto, este trabalho visa propor e avaliar um novo esquema de proteção que opere de maneira seletiva e confiável para sistemas VSC-HVDC na presença de limitadores de corrente de falta. (AU)

A abordagem do ritmo na análise da música mensurada

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Artes (IA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Marcos Fernandes Pupo Nogueira
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Música
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:14/04203-6
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 30 de setembro de 2015
Assunto(s):Análise musical
Resumo
Este trabalho visa contribuir com o estudo do ritmo na música polifônica pré-tonal, também chamada de música mensurada, através da análise de quatro abordagens que se desdobram sobre estamúsica. Cada abordagem apresenta um modelo diferente de interpretação dos dados composicionais desta música, conquanto que todas foram escolhidas por apresentarem, ainda que em linhas gerais, uma maior aproximação com o quesito rítmico. Propõe-se neste trabalho a realização de um mapeamento seguido de um estudo teórico e analítico destas abordagens, objetivando uma organização das mesmas tendo o enfoque rítmico como referencial. A análise posterior dos resultados tornará possível confrontar as abordagens entre si, relacionando-as conforme os aspectos rítmicos fundamentais da música pré-tonal e determinar pontos de contato e afastamento entre elas, além de inferir como cada uma delas se adequa à análise do ritmo desta música. (AU)

A ferrovia como agente de globalização: estudo arqueológico transversal do complexo das oficinas da Companhia Paulista em Jundiaí-SP

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Eduardo Romero de Oliveira
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Arqueologia - Arqueologia Histórica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:14/12473-3
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 30 de setembro de 2016
Assunto(s):Arqueologia industrialGlobalização
Resumo
Esta é uma pesquisa sobre patrimônio ferroviário e cidade contemporânea. Esta proposta está alinhada aos interesses e objetivos do Projeto Memória Ferroviária, coordenado pelo Prof. Dr. Eduardo Romero de Oliveira, docente da Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" (UNESP). Trata-se de um trabalho de arqueologia industrial articulado em duas fases, caracterizado por sua metodologia interdisciplinar (uso contrastado das diferentes fontes disponíveis) e caráter transversal.O objetivo da primeira etapa é desenvolver um estudo de caso pioneiro com metodologia arqueológica em um setor determinado das oficinas construídas pela Companhia Paulista de Estradas de Ferro em Jundiaí-SP, espaço de usos ferroviários entre 1893 e 1998, atualmente conhecido como Complexo FEPASA. A aproximação que propomos se torna fundamental para completar um registro exaustivo que permita recuperar informações contidas em seus restos materiais e oferecer novas ferramentas para sua interpretação. Concretamente, nosso projeto busca conhecer a configuração original e funcional do setor selecionado como amostra, bem como sua evolução no tempo, com vistas à reflexão sobre o espaço de trabalho contemporâneo como lugar de relação e confronto entre o homem, a tecnologia e os sistemas capitalistas.Na segunda fase, o Complexo FEPASA é utilizado como argumento na discussão internacional sobre os processos de globalização que caracterizam o mundo contemporâneo. Para tal, centramos nossa atenção na circulação de pessoas-capitais e transferência de técnicas-tecnologias em um marco do colonialismo econômico, entendendo tais processos como fatores de homogeneização que determinam a construção de um novo contexto cultural em torno do trem e da sociedade industrial. (AU)

Fatzer e os seus usos

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Paulo Eduardo Arantes
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:14/06139-3
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 30 de setembro de 2017
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Assunto(s):Estética (filosofia)
Resumo
Trata-se de propor uma leitura acerca do trabalho inacabado de Brecht com o Fatzer, comparando os fragmentos publicados pelo autor em 1930, sob o título Fatzer, com o conjunto de fragmentos que não foi destinado à publicação, o Complexo Fatzer. Nossa leitura abarcará, em primeiro lugar, uma análise dos temas incrustados no bojo dos dois conjuntos de fragmentos, a saber, o entrave à revolução e a suposta conversão do associal em revolucionário, à luz de suas matrizes históricas. Em segundo lugar, o desenvolvimento da hipótese de que a interrupção do trabalho por Brecht, observando rigorosamente uma concepção dialética entre forma e história como princípio de trabalho, se deveu à impossibilidade de encontrar uma forma totalizante para as matérias históricas trabalhadas em função de características intrínsecas às mesmas. Em terceiro lugar, o exame do fragmento como forma, sugerido por Brecht no final de sua vida, em contraste com o modo como Heiner Müller se apropria dessa sugestão para elaborar a sua noção de fragmento sintético e sua 'versão' do material encenada em 1978. (AU)

Sarton, Kuhn e a História da Ciência

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:José Carlos Pinto de Oliveira
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - Epistemologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:13/20172-0
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 31 de maio de 2016
Assunto(s):História da ciência
Resumo
Em nossa tese de doutorado recém-defendida, Duhem e Kuhn: continuísmo e descontinuísmo na história da ciência (2012), procuramos mostrar a impropriedade de um quadro usualmente fornecido da distinção entre a nova historiografia de Kuhn (para a qual a compreensão de revoluções científicas é inerente) e a historiografia mais antiga (marcada pela omissão das revoluções científicas e pelo crescimento cumulativo, do qual Duhem é apresentado como representante). Com a crítica a esse quadro, a questão que permanece é: a partir de quais bases a oposição entre a nova e a mais antiga historiografia pode ser mantida na obra kuhniana, sem os pressupostos dados por outros historiadores e críticos da historiografia da ciência? Seria possível a identificação de um típico representante da historiografia antiga que nos permitisse, por diferenciação, compreender melhor a nova historiografia? Seguindo algumas indicações do próprio Kuhn, voltamo-nos para a investigação da obra de George Sarton. Embora ainda citado invariavelmente como um incansável trabalhador para a criação e desenvolvimento da disciplina de História da Ciência, Sarton tem recebido, nas últimas cinco décadas, pouca atenção em análises dedicadas exclusivamente à sua obra. As referências a seu papel na história da ciência parecem configurar comumente reiterações da crítica à historiografia tradicional, advindas com a nova historiografia da ciência. Nossa proposta de trabalho é investigar concepções históricas de George Sarton e Thomas Kuhn, discutindo suas confluências e divergências. Ao fazer isso, procuramos lançar alguma luz sobre a chamada "revolução historiográfica", cujos estudiosos, têm, cada vez mais, desqualificado o trabalho de Sarton como historiador, supostamente em decorrência das concepções de Kuhn. (AU)

Comparação da adesão objetiva e efetividade entre dois tipos de aparelho de avanço mandibular no tratamento da apneia obstrutiva do sono: um estudo randomizado crossover

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Geraldo Lorenzi Filho
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:14/04571-5
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 30 de setembro de 2016
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Assunto(s):Medicina do sonoApneia do sono tipo obstrutivaAvanço mandibularEfetividade de tratamento
Resumo
Introdução: Os aparelhos de avanço mandibular (AAM) são um tratamento estabelecido para a apneia obstrutiva do sono (AOS) leve e moderada. Os diversos AAM publicados na literatura baseiam-se no conceito de avanço mandibular e estabilização da via aérea superior. O desenho dos AAM pode afetar o conforto e adesão. No entanto, a tecnologia para medir a adesão dos AAM de forma objetiva só foi desenvolvida recentemente. Em contraste com os AAM tradicionais, que focam primariamente no grau de avanço, desenvolvemos um novo AAM que prioriza a posição fisiológica da língua juntamente com o avanço mandibular, denominado neste estudo de Mandibular Advancement with Tongue Posture (MATP). Neste estudo, a hipótese a ser testada é a de que o MATP resultará em um maior conforto, adesão e efetividade terapêutica quando comparado a um AAM tradicional. Objetivo: O objetivo principal será comparar a adesão objetiva e efetividade terapêutica de dois tipos de AAM no tratamento da AOS: AAM tradicional, amplamente utilizado (Somnodent), e o MATP. Secundariamente, iremos comparar o conforto e a satisfação do paciente entre os dois tipos de AAM e comparar as avaliações subjetiva e objetiva da adesão. Métodos: A amostra consistirá de 30 pacientes com AOS leve ou moderada diagnosticada através da polissonografia (PSG). O estudo será crossover e cada paciente será tratado com o Somnodent e o MATP por 3 meses, interpostos por um mês sem tratamento (washout). Antes de iniciar o tratamento com cada AAM e ao final do 1º, 2º e 3º mês de tratamento, os pacientes serão submetidos à avaliações que incluem: índice de massa corporal (IMC), circunferência cervical e abdominal, qualidade de sono (Questionário de Pittsburgh) e sonolência diurna (Escala de Sonolência de Epworth). Os pacientes serão monitorados ao final do 1º, 2º e 3º mês de tratamento com o diário da avaliação subjetiva da adesão, avaliação subjetiva do conforto e satisfação do paciente ao tratamento e avaliação objetiva da adesão (leitura do chip Theramon®). Será realizada PSG no início e ao final de cada tratamento. (AU)

Adição de diferentes quantidades de energia térmica no condicionador sobre o cozimento do amido, digestibilidade e palatabilidade de rações extrusadas para cães

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Aulus Cavalieri Carciofi
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:14/13252-0
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 14 de março de 2015
Assunto(s):Energia térmicaDigestibilidadeAmidoExtrusão (tecnologia de alimentos)
Resumo
Os objetivos deste estudo serão avaliar os efeitos da adição de seis quantidades de energia térmica na extrusão de rações para cães sobre o cozimento do amido, digestibilidade dos nutrientes, formação de produtos da fermentação no cólon, palatabilidade e macroestrutura dos kibbles. Após mistura e moagem dos ingredientes, as rações serão produzidas mediante adição de seis quantidades de vapor no condicionador. Água será adicionada de modo a compensar a maior ou menor adição de vapor, de modo que todos os tratamentos apresentem 28% de umidade de processo. Os parâmetros da extrusora taxa de alimentação, velocidade e configuração da rosca, área aberta da matriz e velocidade de corte da faca não serão alterados. O experimento seguirá delineamento em blocos casualizados, com três blocos de 12 unidades experimentais, seis tratamentos e dois animais por tratamento em cada bloco, totalizando 6 animais por ração. Cada bloco terá duração de 18 dias, sendo do dia 1 ao dia 10 adaptação às dietas e do 11º ao 18º coleta total de fezes para o ensaio de digestibilidade, com os animais alojados individualmente em gaiolas metabólicas. A palatabilidade dos alimentos será testada pelo teste de duas vasilhas, em canil e gatil habilitado com no mínimo 40 animais por comparação. A avaliação do processo e macroestrutura dos kibbles incluirá a determinação da aplicação de energia térmica (kJ/kg), energia mecânica (kW-t/ton), índice de gelatinização do amido, densidade específica e aparente, expansão radial, comprimento específico e força de ruptura (kgf). Os dados obtidos serão, dentro de cada espécie, submetidos a análise de variância (ANOVA) e as médias comparadas por contrastes polinomiais (P<0,05). (AU)

Ocupação da paisagem de áreas protegidas e de seu entorno por veado-catingueiro (Mazama gouazoubira Fischer, 1814) no nordeste paulista

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Adriano Garcia Chiarello
Supervisor no exterior: Roland Wesley Kays
Local de pesquisa: North Carolina Museum of Natural Sciences (Estados Unidos)
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Processo:14/14263-6
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 10 de dezembro de 2014
Assunto(s):Ecologia de populações
Resumo
Embora o veado-catingueiro (Mazama gouazoubira) seja uma espécie amplamente distribuída em diferentes biomas do Brasil, pouco é conhecido sobre a sua capacidade de adaptação em paisagens com forte presença de agricultura ou silvicultura intensivas. O presente trabalho tem como objetivo principal contrastar a probabilidade de ocupação da paisagem por esta espécie entre o entorno e o interior de uma unidade de conservação de uso restrito, identificando as covariáveis ambientais que estão influenciando esta ocupação. Para isso, os dados serão coletados através do uso de armadilhas fotográficas e detecção de rastros e fezes no interior e no entorno da Estação Ecológica do Jataí, localizada no nordeste paulista. A análise dos dados para determinar a probabilidade de detecção e ocupação será feita usando os programas MARK, PRESENCE e R, modelando as covariáveis ambientais e selecionando o modelo mais parcimonioso para estimar a detecção e a ocupação do M. gouazoubira na área de estudo. Adicionalmente, será estimada a densidade para entender a dinâmica da população nesse ambiente alterado. Este estudo é relevante para a entender a capacidade de adaptação desta espécie de veado, que tem um importante papel como dispersor de sementes em florestas e savanas Neotropicais, a ambientes onde o uso do solo foi severamente alterado por ações antrópicas. O estudo também contribui para entender melhor a importância das zonas de amortecimentos das unidades de conservação, já que há poucos estudos empíricos quantificando o impacto destas áreas na fauna nativa. (AU)

A história da óptica no século XVIII: uma análise crítica das teorias sobre luz e cores na Europa e nos Estados Unidos

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Santo André, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Breno Arsioli Moura
Anfitrião: Massimo Mazzotti
Local de pesquisa: University of California, Berkeley (UC Berkeley) (Estados Unidos)
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História das Ciências
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Processo:14/04366-2
Vigência: 22 de setembro de 2014 - 30 de janeiro de 2015
Assunto(s):História da ciênciaTeoria corpuscularÓptica
Resumo
Este projeto estudará uma seleção de trabalhos sobre óptica publicados na segunda metade do século XVIII na Europa e nos Estados Unidos. Para isso, procederemos um estudo crítico do conteúdo destes trabalhos, bem como do contexto em que foram publicados. A partir disso, pretendemos consolidar uma visão mais adequada na óptica no período, contrapondo as noções de senso comum de que os estudos sobre luz e cores foram inférteis no século XVIII. O projeto será desenvolvido no Departamento de História da Universidade da Califórnia (Berkeley), sob a supervisão e colaboração do Professor Massimo Mazzotti. (AU)

O desempenho exportador de PMEs brasileiras: identificando as variáveis que afetam sua melhoria

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Campus Memorial. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Silvia Novaes Zilber
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Administração - Administração de Empresas
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:14/07400-7
Vigência: 01 de setembro de 2014 - 31 de agosto de 2016
Assunto(s):Pequenas e médias empresasInovaçãoDesempenho organizacional
Resumo
A despeito da relevância da exportação para a economia dos países, dados do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (MDIC, 2013) indicam o reduzido crescimento da participação brasileira nas exportações mundiais. Por outro lado, os dados também mostram um potencial não aproveitado no segmento de Pequenas e Médias Empresas (PMEs), segmento este que poderia aumentar a inserção do Brasil nas vendas mundiais, tendo em vista que, apesar deste segmento representar cerca de 50,70% dos exportadores brasileiros, a sua participação no valor total exportado pelo Brasil é de apenas pouco mais de 4% (MDIC, 2013). Contrastando com a realidade brasileira, as PMEs chinesas são responsáveis por mais da metade das exportações de seu país (CARDOSA et al., 2013), o que é um indicativo da importância das empresas de menor porte para a economia desse país emergente, atualmente, maior exportador mundial (MDIC, 2013). Visitando a literatura acadêmica sobre as variáveis intervenientes no processo de melhora de desempenho exportador, verifica-se que tanto a capacidade de inovação quanto a experiência internacional poderiam contribuir para melhorar esse desempenho de PMEs brasileiras; porém, ainda não existe consenso sobre como mensurar esses constructos, nem sobre qual deles seria mais relevante para a melhoria de desempenho exportador de PMEs. Sendo assim, este projeto tem como objetivo analisar o impacto da capacidade de inovação e da experiência internacional sobre o desempenho exportador de PMEs brasileiras, por meio de uma pesquisa quantitativa com PMEs do estado de São Paulo. Ao final do projeto, entre outras contribuições, espera-se propor um modelo teórico que reflita o contexto exportador de um país emergente, aplicando-o e testando-o numa amostra significativa e representativa de PMEs. Também se pretende contribuir com a identificação de variáveis intervenientes que possam garantir que o desempenho exportador seja melhorado. A contribuição da presente pesquisa também reside em recomendações que se poderá enviar a formuladores de políticas públicas voltadas à exportação que tratem da melhoria da competitividade do segmento de PMEs, sugerindo ações efetivas para melhora de seu desempenho exportador, recomendadas a partir dos resultados encontrados. (AU)

Tipos de armadilhas, iscas naturais e artificiais para a captura da Vespa-da-Madeira, Sirex noctilio (Hymenoptera: Siricidae)

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Antonio Carlos Busoli
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:14/06585-3
Vigência: 01 de setembro de 2014 - 31 de agosto de 2016
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Assunto(s):Entomologia
Resumo
As florestas de pínus são um importante recurso socioeconômico para o Brasil e ocupam 23,4% da área de florestas plantadas no país. Dentre os insetos-praga dessa cultura, a vespa-da-madeira, Sirex noctilio (Hymenoptera: Siricidae), é a mais importante. É um inseto exótico que teve sua ocorrência relatada no país pela primeira vez na década de 80, estando presente atualmente em mais de 450.000 hectares. Para a detecção precoce dessa praga recomenda-se a utilização de árvores-armadilha. É uma prática eficiente, mas pode ser onerosa e sua utilização está ameaçada, já que para funcionar como armadilha, a árvore deve ser estressada por herbicida que teve sua comercialização interrompida. A alternativa proposta neste projeto é a instalação de armadilhas com iscas atrativas para a captura da vespa-da-madeira e consequente detecção e monitoramento da presença da praga. Para isso serão instalados experimentos em plantios de Pinus taeda para comparar a capacidade de captura da praga por diferentes tipos de armadilha (funil, funil modificado e painel); diferentes iscas naturais, formadas com toretes e acículas de quatro espécies de pínus (P. taeda, P. elliottii, P. patula e P. caribaea caribaea), e iscas artificiais formadas com voláteis de pínus (disponíveis comercialmente). A partir dos resultados será possível a indicação da combinação ideal de armadilha e isca para as condições brasileiras, além de saber se as iscas artificiais disponíveis atualmente desempenham atração apropriada. Em estudos posteriores, será possível o conhecimento e isolamento das moléculas que desempenham tal atração, a partir da espécie de pínus que se destacar. Este projeto contará com a colaboração da Embrapa Florestas, da Klabin Florestal e da Natural Resources Canada/Canadian Forest Service. (AU)

Vídeo-cápsula enteroscópica

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Acen Microeletrônica Ltda
Pesquisador responsável:Yang Min Shih
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Sistemas de Computação
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Processo:14/15878-4
Vigência: 01 de setembro de 2014 - 31 de agosto de 2015
Assunto(s):EndoscopiaWirelessVídeoProcessamento de imagensReconhecimento de padrões
Resumo
O intestino delgado é a região do trato gastrointestinal mais difícil de ser acessada devido ao seu comprimento e sua anatomia complexa. Há pouco tempo atrás não era possível acessar toda a sua extensão através dos métodos convencionais de gastroscopia ou colonoscopia e, apenas, avaliações indiretas eram possíveis, através de exames radiológicos usando contraste de bário ou enteróclise. Na última década surgiu uma ferramenta revolucionária para a visualização do intestino, a cápsula endoscópica. O presente projeto propõe a pesquisa e desenvolvimento de um sistema utilizando uma cápsula de vídeo para a realização de exames endoscópicos do trato gastrointestinal. O sistema será composto de uma cápsula para a obtenção e transmissão das imagens, um dispositivo portátil para a recepção e armazenagem das imagens e um programa para auxiliar na visualização e detecção de enfermidades. Atualmente existe menos de uma dezena de fabricantes, nenhum no Brasil. Este é um dos motivos que faz com que este tipo de exame custe de 10 a 20 vezes a mais do que um exame endoscópico convencional, o que o torna proibitivo para a população de baixa renda, principalmente nos países da América Latina, Ásia e África. O sistema a ser desenvolvido deverá utilizar novas técnicas resultantes da evolução da microeletrônica, afim de que possua um custo menor do que os sistemas atuais e seja mais eficiente e preciso. Isto permitirá que o exame se torne mais acessível para a população, o que viabilizaria a inserção desse exame na rede pública de saúde. A maior inserção desta tecnologia fará que haja aumento na escala de fabricação o que propiciará maiores ganhos para a empresa. (AU)

Desempenho produtivo de vacas leiteiras alimentadas com diferentes aditivos

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Francisco Palma Rennó
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:14/13566-5
Vigência: 01 de setembro de 2014 - 31 de agosto de 2015
Assunto(s):QuitosanaÓleos essenciaisConsumo
Resumo
Baseada na busca pela adequada exploração da capacidade produtiva do animal e a máxima obtenção da lucratividade, necessária no cenário mundial apresentado nos últimos anos, surgiram novas alternativas que influenciam positivamente o melhor desempenho do animal, como exemplo, a utilização de ionóforos na alimentação de bovinos. A monensina é um ionóforo que apresenta bons resultados e atua principalmente na manipulação da fermentação ruminal, contribuindo para o aumento do desempenho animal. Entretando, além das busca pela maior capacidade animal, surge em contraponto as exigências dos mercados consumidores, visando à saúde humana, criando determinadas regras para o uso destes aditivos na alimentação animal. Desta maneira, compostos naturais alternativos vêem sendo desenvolvidos com este propósito, atendendo às necessidades do mercado nacional e, especialmente, internacional. Dentre os compopstos naturias utilizados, destacamos os óleos essenciais (compostos secundários de várias partes de plantas) e a quitosana (um biopolímero natural derivado da quitina, exoesqueleto de crustáceos e insetos). Este compostos tem despertado interesse quanto ao seu uso, e sua utilização tem sido avaliada por meio de pesquisas recentes, dado resultados preliminares terem apresentado respostas semelhantes à utilização de ionóforos quanto aos produtos resultantes dos processos fermentativos e ao balanço populacional de bactérias e protozoários no ambiente ruminal. No entanto, são escassos na literatura os estudos que especificamente avaliam e comparam a utilização da monensina, óleos essenciais, e a quitosana. A hipótese científica a ser avaliada neste projeto de pesquisa sugere que a utilização de óleos essenciais (Crina® Ruminants, DSM Nutritional Products) ou quitosana na alimentação de vacas leiteiras apresentam resultados similares a monensina sódica, e influenciam positivamente o desempenho produtivo, digestão e metabolismo de vacas leiteiras no início de lactação. O presente estudo será conduzido para avaliar a utilização de diferentes aditivos na alimentação de vacas em lactação e avaliar o efeito sobre o consumo, produção e composição do leite. (AU)

A ativação da via de sinalização da insulina abole a cardioproteção resultante do pré- condicionamento isquêmico in vivo

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Janaina Paulini Aguiar
Anfitrião: Sihem Boudina
Local de pesquisa: University of Utah (U) (Estados Unidos)
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Processo:14/11638-9
Vigência: 01 de setembro de 2014 - 31 de agosto de 2015
Assunto(s):CardiologiaEndocrinologiaInsulinaDiabetes mellitusIsquemia
Resumo
Vogt e seus colegas foram os primeiros a mostrar que a insulina confere cardioproteção, em um modelo suíno de infarto do miocárdio, utilizando a via da PI3K/Akt, um achado que foi confirmado em modelos animais ex vivo de I/R. É largamente aceito que a ativação da Akt por fosforilação está fortemente implicada na resposta cardioprotetora durante a I/R e que essa cascata de sinalização leva à inibição da abertura do poro mitocondrial de transição de permeabilidade, que, em seguida, reduz os efeitos de necrose da reperfusão. Em contraste com o efeito cardioprotetor bem conhecido de insulina contra a I/R, nenhum estudo examinou o efeito da insulina na cardioproteção resultante do pré-condicionamento isquêmico (IPC). Estudos em nosso laboratório demonstraram pela primeira vez que, enquanto a insulina sozinha protegia contra a I/R, a combinação com o IPC aboliu a cardioproteção no coração de rato perfundido em Langendorff, por meio de mecanismos de Akt - dependentes. Além disso, evidências recentes sugerem que a perda de proteção, pré ou pós- isquêmica está associada com ativação da sinalização da insulina e da Akt. Nossos estudos recentes utilizando esta preparação demonstraram claramente que a insulina foi prejudicial para cardioproteção resultante do IPC, mas se este efeito também ocorre in vivo ainda não foi explorado. Além disso, gostaríamos de investigar se o efeito prejudicial da insulina no IPC é aguda ou requer uma exposição a longo prazo a este hormônio. Portanto, este objetivo foi concebido para avaliar a eficácia do IPC contra infarto do miocárdio durante uma exposição aguda ou a longo prazo à insulina in vivo. (AU)
Página 5 de 1.553 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP