Busca avançada

X

Criar um alerta por e-mail


Novos resultados para a sua pesquisa em seu e-mail, semanalmente.

Seu e-mail:

Tamanho do e-mail:



Seu endereço de e-mail não será divulgado.

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Publicações científicas
Publicações acadêmicas
  • Auxílios à Pesquisa
  • Bolsas
  • Programas voltados a Temas Específicos
  • Programas de Pesquisa direcionados a Aplicações
  • Programas de Infraestrutura de Pesquisa
  • Área do conhecimento
  • Situação
  • Ano de início
Excel (CSV)Alerta por e-mail   RSS
Página 5 de 1.956 resultado(s)
|
Resumo

A área geral deste projeto é a física de hádrons, que está intimamente ligado com o programa de física do experimento PANDA na próxima Facilidade Antiproton e Ion Research (FAIR) em Heavy ion Research Lab (GSI) em Darmstadt, Alemanha. PANDA vai estudar interações entre antiprótons (p) e alvo fixo prótons (p) e núcleos (A) na gama dinâmica de 1,5-15 GeV/c. Estes estudos são destinadas a tratar questões fundamentais da QCD que se encontram principalmente no regime não perturbativa. Alguns elas estão: (i) Hadron espectroscopia até a região de quark charme. O foco de interesse aqui é a busca de estados exóticos como glueballs, híbridos e multi estados de quarks no domínio quark luz e na região encanto escondido e aberto. (Ii) Estudo das propriedades de hádrons (particularmente no setor de charme) em matéria nuclear. (Iii) Antiproton induzidas reações são uma ferramenta muito eficaz para implantar bárions estranhas e encantadas em núcleos. PANDA será particularmente estudar hypernuclei encantado que são de grande importância para compreender a interação encanto bárion-nucleon. Da mesma forma ele vai estudar dupla › hypernuclei que fornecem informações sobre a interação ››. Esta última é importante para compreendendo a composição do núcleo de estrela de neutrões. Os estudos experimentais em PANDA vai lucrar com os altos rendimentos de antipróton induzida reações e do fato de que todas as combinações de números quânticos para diretamente estados formados são desejados, que em contraste com a e- e+ reações que permitem população direta de apenas aqueles estados que têm os números quânticos de fótons. É, portanto, extremamente importante e oportuno para investigar a produção de Charmed bárions (›+_c)· interações p em momentos feixe dec) e mésons (D e D*) a produção em pinteresse para o experimento PANDA. As informações e experiência adquirida com esses estudos irão por sua vez ser útil nos cálculos da produção de ›_c hypernuclei e núcleos D-mésicos em interações p-bar A. Isto permitirá também que a estudar as modificações na Propriedades de mesões encantado e bárions em matéria nuclear. O pesquisador visitante, Prof. Radhey Shyam de Saha Instituto de Física Nuclear (Calcutá, Índia), em colaboração com o Prof. Kazuo Tsushima (o anfitrião), ter feito quantidade considerável de trabalho na produção de › e ž hypernuclei em fótons, prótons e K - reações induzidas nos núcleos. Nós desenvolvemos um Lagrangian eficaz covariante modelo onde campo cheio estrutura teórica dos vértices de interação são retidas e bárions são tratadas como partículas de Dirac. Nós pretendemos estender esse modelo para o Charmed setor. A colaboração com o Prof. R. Shyam que é bastante experiente e é um conhecido especialista deste campo, será vital para a boa execução e conclusão deste projeto. Este vai colocar a UNICSUL, Estado de São Paulo e do Brasil na vanguarda da investigação nesta importante área. Este projeto de pesquisa será desenvolvido e realizado principalmente em LFTC - Laboratório de Física Teórica e Computacional, Universidade Cruzeiro do Sul, São Paulo. Portanto, vai exigir a visita do Prof. R. Shyam a esta instituição. O mestre local e Ph.D alunos, bem como pós-docs., beneficiará por interações com Prof. R. Shyam. (AU)

Resumo

A motivação para este projeto vem da literatura que tem demonstrado que propriedades acústicas de tecidos obtidas por ultrassom tem alta sensibilidade para a detecção de tumores e alta especificidade em distinguir entre cistos com fluidos e cistos sólidos. A utilização da radiação acústica, em especial, é bastante interessante, pois não é ionizante; o exame pode ser repetido diversas vezes; os equipamentos apresentam relativo baixo custo; e dependendo da frequência utilizada, tem boa resolução e bom alcance em termos de penetração (dezenas de centímetros). Contudo, as propriedades acústicas não podem ser estimadas pela ultrassonografia convencional (modo-B), aplicada em clínicas e hospitais, pois é essencialmente qualitativa. É necessária uma tomografia quantitativa baseada em sensores distribuídos ao redor de objetos de interesse. Os métodos atuais de reconstrução tomográfica em arquitetura de transdutores distribuídos são aplicáveis a baixos e moderados contrastes das propriedades acústicas. No entanto, há tecidos humanos que diferem substancialmente dos demais tecidos, tanto em velocidade de propagação, densidade do material, bem como na atenuação à propagação das ondas. Nestas condições, a acurácia da reconstrução é bastante comprometida. A hipótese que pretendemos investigar é se informações obtidas por reflexão das ondas de ultrassom podem e com qual robustez melhorar a reconstrução quantitativa baseada em ondas espalhadas, em especial em mamas densas. O objetivo principal deste projeto é explorar tanto as ondas refletidas como também as ondas difratadas para possibilitar a reconstrução tomográfica quantitativa de propriedades mecânicas dos tecidos mesmo na presença de estruturas com elevado contraste. Uma vez identificados e delimitados, estes órgãos podem ser inicializados com propriedades mecânicas relatadas na literatura e serem utilizados como priors nos métodos quantitativos de reconstrução, evitando a elevada disparidade de valores de propriedades entre o modelo e o que se pretende reconstruir.A avaliação será baseada em simulações numéricas com nível crescente de ruído, e em fantomas físicos construídos com material homogêneo e material heterogêneo, simulando um corte bidimensional da mama. A métrica pretendida será baseada no erro quadrático médio normalizado e no erro máximo entre os parâmetros estimados e os parâmetros predefinidos. (AU)

Resumo

Imagens por ressonância magnética (RM) contrastada têm permitido a avaliação da hemodinâmica cerebral em alta resolução, mas a quantificação de perfusão usando essas técnicas tem sido difícil. Por outro lado, o método de Arterial Spin Labeling (ASL) permite quantificar a perfusão cerebral com exatidão, porém baixa resolução espacial. Esse estudo visa o desenvolvimento de um novo método de imagem que, combinando imagens de RM contrastada com imagens de ASL, seja capaz de gerar mapas quantitativos da perfusão cerebral em alta resolução espacial. Os resultados desse estudo podem ter grande impacto clínico, melhorando o diagnóstico neuroradiológico e o planejamento de intervenções cirúrgicas. (AU)

Resumo

O objetivo deste estudo é investigar os erros de produção presentes na fala de crianças com diagnóstico de distúrbio fonológico, bem como investigar a percepção auditiva destes sujeitos em relação às próprias produções. Assumindo a existência de uma unidade comum de representação, produção e percepção como sendo o gesto articulatório, conforme preconiza a Fonologia Gestual (FonGest), as hipóteses deste trabalho assim se definem: H1- os erros de produção e de percepção de fala nas crianças com distúrbios fonológicos envolveriam gestos articulatórios ao invés de segmentos como um todo; e H2- haveria uma correspondência gestual nos erros de produção e de percepção em crianças com o diagnóstico de distúrbio fonológico. Para o desenvolvimento deste estudo, serão elaborados três experimentos: um de produção e dois de percepção, os quais serão aplicados em 20 crianças com distúrbio fonológico. A análise dos resultados compreenderá o julgamento perceptivo-auditivo das produções da fala das crianças, a análise acústica e ultrassonográfica dessas produções, a análise do desempenho perceptivo-auditivo nos experimentos de identificação e de discriminação, bem como a correlação entre os erros de produção e percepção. Além de contribuições para o estudo da relação entre produção e percepção da fala, também se esperam contribuições para a discussão em torno do primitivo fonológico, discussões de interesse tanto para o campo da Linguística como para o da Fonoaudiologia. (AU)

Resumo

Resumo:Ambientes montanhosos são espacialmente heterogêneos e naturalmente fragmentados, resultando em pressões seletivas que variam ao longo do espaço. Pressões seletivas contrastantes em associação ao isolamento genético podem desencadear respostas adaptativas populacionais por adaptação local ou plasticidade fenotípica. Esses fenômenos desempenham um papel central no processo evolutivo das espécies. Entretanto, pouco se sabe sobre sua relevância para formação e manutenção da diversidade biológica em ecossistemas montanhosos. Este projeto tem o objetivo de avaliar o processo adaptativo que permite o crescimento em tipos diferentes de afloramentos rochosos com contraste em sua estrutura física e química utilizando uma combinação de experimentos de transplantes recíprocos e genômica populacional. Os resultados obtidos com este projeto poderão ajudar a esclarecer a relevância do tipo de rocha para o processo de divergência adaptativa em ambientes montanhosos e indicar os principais mecanismos evolutivos para adaptação ao crescimento em rochas metalíferas. O conhecimento levantado neste trabalho irá contribuir para a conservação de espécies adaptadas a ambientes montanhosos e poderá revelar mecanismos adaptativos com potencial para o desenvolvimento de novas tecnologias para recuperação de áreas degradadas por mineração. (AU)

Resumo

A Lesão Renal Aguda (LRA) é uma síndrome onde ocorre declínio súbito da taxa defiltração glomerular, sendo frequente no ambiente hospitalar e atingindo até 40% dos pacientesinternados em unidades de terapia intensiva (UTI), com mortalidade próxima a 70% dos casos.São vários os fatores de risco associados à LRA, sendo os principais a idade avançada, odiabetes mellitus, a sepse, o choque de diferentes etiologias, a doença renal crônica e o uso dedrogas nefrotóxicas, tais como os contrastes iodados e alguns antibióticos.Nas UTIs, os quadros infecciosos são muito comuns e pacientes acometidos por sepsegrave ou choque séptico podem estar infectados por Staphylococcus aureus resistente ameticilina (MRSA) ou Oxacilina (ORSA), sendo nesses casos utilizada a vancomicina,antibiótico potencialmente nefrotóxico. A ocorrência de LRA por vancomicina ocorre em cercade 8 a 45% dos casos, sendo os principais fatores de risco seu uso por sete dias ou mais,dosagem sérica elevada, uso simultâneo de outros medicamentos nefrotóxicos, doença renalcrônica prévia, internação em UTI, acidose metabólica e depleção de sódio.Apesar de a LRA ser uma doença associada a altas taxas de mortalidade, não há quantidadesignificativa de estudos relacionando a incidência da LRA e o uso de vancomicina empacientes internados em UTI. Os principais objetivos deste trabalho são avaliar a incidência da LRA por vancomicinaem pacientes adultos internados em UTI, identificar os fatores de risco associados a estacondição clínica, comparar a sobrevida de pacientes em uso de vancomicina quedesenvolveram com aqueles que não desenvolveram, identificar os fatores de risco associadosao óbito em pacientes com LRA por vancomicina e comparar a sobrevida de pacientes comLRA por vancomicina e aqueles que desenvolveram LRA de outras etiologias.Trata-se de estudo prospectivo observacional do tipo coorte de pacientes em uso devancomicina internados nas Unidades do Serviço de Terapia Intensiva (SETI) de adultos doHospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, durante 12 mesesininterruptos. Os dados sempre serão obtidos por um único observador, por meio de consultaao paciente e ao seu prontuário médico, desde sua admissão nos leitos da SETI até o términodo uso da vancomicina ou seu desfecho e transferidos para um protocolo especifico. Estima-seque ao final do estudo tenham sido avaliados cerca de 150 pacientes. Diferentes testesestatísticos serão aplicados na análise dos resultados, com nível de significância de 5%. (AU)

Resumo

A lesão renal aguda (LRA) é uma das mais importantes complicações observadas em pacientes hospitalizados, além de fator de risco independente de morte. Sua principal etiologia é a necrose tubular aguda decorrente de isquemia, seguida da nefrotoxicidade.A incidência de LRA associada ao uso da vancomicina varia de 5 a 35% e diferentes fatores podem potencializar a ocorrência da nefrotoxicidade, os quais podem estar relacionados ao paciente (idade avançada, função renal diminuída); à administração concomitante de outros fármacos nefrotóxicos e meios de contraste intravenosos; e ao tratamento como duração prolongada, dosagem elevada, fracionamento da dose. Também há fatores de risco que, frequentemente, atuam como fatores de confusão, entre eles a presença de sepse, as grandes queimaduras e a pancreatite aguda. A utilização da vancomicina deve ser acompanhada da correção de sua dose para pacientes com comprometimento renal e da monitorização de seu nível sérico em pacientes com alto risco de disfunção renal. Apesar de concentrações elevadas causarem preocupação, recomenda-se manter o nível da vancomicina no período de vale sempre acima de 10mg/L, para evitar o desenvolvimento de resistência bacteriana e minimizar o risco do insucesso do tratamento. Desta maneira, mais estudos são necessários para determinar a prevalência da LRA nefrotóxica pela vancomicina em diferentes populações, além de identificar fatores de risco para seu desenvolvimento e prognóstico.Os objetivos deste trabalho são avaliar a incidência de LRA associada ao uso da vancomicina em pacientes hospitalizados em enfermarias clínicas e cirúrgicas, identificar os fatores de risco para o seu desenvolvimento e associados a óbito. Será realizado um estudo prospectivo observacional do tipo coorte de pacientes em uso de vancomicina admitidos em quatro enfermarias do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (UNESP) durante o período de 08/2016 a 07/2017 de modo diário e ininterrupto. Serão excluídos os pacientes que não receberem vancomicina durante a internação, portadores de DRC estádio 5 (ClCr<15ml/min), transplantados renais, pacientes com choque de qualquer etiologia, em uso de droga vasoativa e de outros medicamentos nefrotóxicos, bem como aqueles com LRA nas primeiras 48 h da admissão hospitalar ou do uso da vancomicina.Cada paciente terá preenchido um protocolo com informações clínicas e laboratoriais, dados obtidos sempre pelo mesmo observador desde a admissão do paciente nas enfermarias até o término do uso da vancomicina ou seu desfecho (alta ou óbito). A avaliação de função renal será realizada por meio da dosagem da creatinina sérica e verificação de débito urinário diárias e o diagnóstico de LRA será realizado pelos critérios do KDIGO 2012. Os resultados serão apresentados por estatística descritiva da população estudada e diferentes testes estatísticos de acordo com os objetivos do estudo. Será estabelecido como variável dependente a ocorrência de LRA, utilizando o Teste do Qui-Quadrado para a significância estatística entre esta variável e as variáveis categóricas e o Teste t para esta variável e as variáveis contínuas. Após, será realizada análise multivariada, pela construção de modelo de regressão logística, com cálculos dos Odds Ratio (OR), sendo incluídas no modelo todas as variáveis independentes que mostraram associação com o desfecho, com pd0,20. Todos os resultados dos testes de hipótese serão discutidos no nível de 5% de significância (p<0.05). (AU)

Resumo

Injúria renal aguda (IRA) é síndrome de prevalência e incidências crescentes, acarretando altas mortalidades hospitalar e tardia, prolongamento da internação, elevação do custo de tratamento e desenvolvimento de doença renal crônica (DRC). Considera-se que este fenômeno ocorra em nível mundial, embora dados epidemiológicos de países em desenvolvimento sejam relativamente escassos. De fato, a epidemiologia da IRA assume particularidades bimodais em países em desenvolvimento. Em grandes centros urbanos, os pacientes com IRA têm características semelhantes ao dos países desenvolvidos: pacientes graves, idosos, infectados e com múltiplas insuficiências orgânicas, usualmente internados em unidades de terapia intensiva (UTI). Em contraste, em áreas rurais e pequenos centros populacionais, a IRA acomete pacientes jovens, previamente saudáveis e sua etiologia está associada à desidratação, doenças infecciosas, acidentes por animais peçonhentos ou medicamentos naturais. Recentemente, três novas definições de IRA foram propostas (RIFLE, AKIN e KDIGO), todas fundamentadas em pequenos aumentos abruptos da creatinina sérica ou diminuição do volume urinário. No entanto, a elevação da creatinina frequentemente ocorre tardiamente em relação ao momento da lesão renal, prejudicando a instalação de manobras preventivas. Assim, tem-se procurado intensamente biomarcadores capazes de detecção precoce e sensível de lesão renal, de forma semelhante ao que ocorre com a troponina cardíaca. Visa-se também caracterizar se estes biomarcadores estão associados ao prognóstico destes pacientes. A detecção precoce de lesão renal e mensuração correta da função renal é particularmente importante em pacientes e/ou situações de alto risco de IRA. Este conjunto de projetos de pesquisa visa suprir lacunas importantes no conhecimento da IRA em pacientes de alto risco (UTI, Emergência Clínica, trauma, câncer, grandes cirurgias não cardíacas, uso de cisplatina, e desidratação associada a trabalho exaustivo). Eles incluem a comparação dos três novos critérios diagnósticos utilizados prospectivamente, análise da eficácia dos biomarcadores de lesão renal para detecção precoce de IRA e seu papel no prognóstico destes pacientes, estudo dos mecanismos de alteração da função renal em condições de desidratação associada a trabalho exaustivo e análise das fórmulas para determinar a função renal de pacientes com câncer. Será possível identificar a incidência e/ou prevalência de IRA entre populações socioeconomicamente vulneráveis na nossa realidade, incluindo pacientes graves da região norte e cortadores de cana. Os resultados obtidos constituirão importantes ferramentas para planejamento de alocação de recursos e desenvolvimento de campanhas preventivas de IRA em nosso meio e constituirão a maior amostra de IRA obtida prospectivamente no Brasil. (AU)

Resumo

O alumínio (Al) é o metal mais abundante na crosta terrestre. Em solos ácidos (pH < 5,5) é encontrado na forma de Al3+, tóxico à maioria das plantas. Nas plantas sensíveis ao Al, o primeiro e mais conspícuo sintoma de toxicidade é a inibição do crescimento das raízes, onde o Al é covalentemente retido. Além disso, o Al também causa sintomas indiretos, reduzindo o crescimento da parte aérea. Em plantas sensíveis, o Al reduz a assimilação de CO2 (A), e evidências sugerem o comprometimento das reações fotoquímicas, além da redução de 30 a 80% da condutância estomática (gs). Isso indica que retido na raiz, o Al poderia alterar a capacidade de hidratação do mesofilo, como em uma deficiência hídrica. Por outro lado, as plantas do Cerrado são capazes de evitar a absorção do Al (espécies não acumuladoras de Al), ou absorvê-lo sem que cause danos estruturais e fisiológicos (espécies acumuladoras de Al). Baseados nestes fatos testaremos a hipótese de que parte dos sintomas de fitotoxicidade ao Al em plantas sensíveis, sobretudo aqueles relacionados ao baixo crescimento e desenvolvimento da parte aérea, ocorre em resposta à ativação de mecanismos intimamente associados à percepção de deficiência hídrica, principalmente à biossíntese de ABA, e que essas associações não ocorrem em espécies tolerantes, como Styrax camporum. Utilizaremos plantas de S. camporum, moderadamente acumuladoras de Al e de limoeiro (C. limonia) cv. 'Cravo', sensível ao Al. As duas espécies serão cultivadas separadamente, em experimentos independentes, em solução de nutrientes com e sem Al. Nestes dois grupos de plantas em cada experimento (S. camporum e C. limonia), mediremos o comprimento da raiz principal, a altura da parte aérea, variáveis de fluorescência da clorofila a e trocas gasosas (incluindo, principalmente, gs). Essas medidas não destrutivas serão efetuadas um dia antes dos intervalos de tempo de 1, 7, 15, 30, 45 e 60 dias após o plantio (DAP). Nestes dias, mediremos o potencial da água na folha durante a madrugada (Ypd) e ao meio dia (Ymd), coletaremos amostras de raízes e folhas para medir a expressão de NCED, e a concentração de ABA e seus metabólitos. Após esta coleta, separaremos os órgãos (raízes, caule + pecíolo e folhas) para determinar suas respectivas massas secas e em seguida, estas amostras secas seguirão para laboratório de rotina para quantificação total de Al nos tecidos desses órgãos. (AU)

Resumo

Caracterização Estrutural do Complexo VDAC2-Bak da Membrana Externa da Mitocôndria por Criomicroscopia Eletrônica de Partículas Isoladas.VDACs (voltage-dependent anion-selective channel), também conhecidas como porinas mitocondriais, são as mais abundantes proteínas integrais de membrana encontradas na membrana externa da mitocôndria e consideradas um novo alvo para a ação de drogas anti-câncer. Bak (Bcl-2 homologous antagonist/killer) pertence aos membros pró-apoptóticos da família de proteínas Bcl-2 e está constitutivamente integrado na membrana externa da mitocôndria. Em células saudáveis, VDAC2 e Bak estão unidas em um complexo onde Bak se apresenta inativada ou reprimida. O mecanismo de formação e dissociação do complexo VDAC2-Bak está intimamente relacionado à via mitocondrial da apoptose. Estudos demonstraram que a interferência nesse complexo induz a morte de células de melanoma, um tipo de câncer altamente resistente às quimioterapias tradicionais, e que a deficiência homozigótica para VDAC2 é letal para embriões de camundongo. Embora exista um razoável entendimento do mecanismo de regulação de Bak, pouco se sabe sobre as funções exercidas pelo complexo VDAC2-Bak. O presente projeto busca estabelecer bases para a investigação estrutural do complexo formado por VDAC2 e Bak e obter informações estruturais pelo método de Criomicroscopia Eletrônica de Partículas Isoladas (Cryo-EM). Para isso, serão estabelecidas linhagens de células humanas para a produção de VDAC2 e Bak recombinantes, visando a posterior purificação do complexo-alvo. Após a purificação, as condições de investigação do complexo por microscopia eletrônica serão inicialmente ajustadas por meio da técnica de contrastação negativa (negative stain) e, em seguida, por preparação em gelo amorfo (Cryo-EM). A obtenção de imagens dos complexos puros permitirá o processamento pela técnica de Single Particle Analysis.A obtenção do modelo estrutural do complexo contribuirá na elucidação de como Bak interage estruturalmente com VDAC2, abrindo caminho para futuros estudos de utilização do complexo como alvo terapêutico. (AU)

Resumo

A anemia falciforme (AF) é uma das doenças monogênicas mais comuns no mundo. Cerca de 3.000 recém-nascidos são afetados pela AF no Brasil a cada ano e é a doença genética mais comum na França e nos territórios franceses além-mar (colaboração internacional neste projeto). A AF é caracterizada por um quadro clínico muito heterogêneo, variando desde a condições moderadas às de risco. Essa variabilidade inter-individual permanece inexplicada. Enquanto, a HbS sozinha não pode ser responsável pela heterogeneidade. A persistência da hemoglobina fetal (HbF) e ±-talassemia concomitante são os modificadores da AF melhor caracterizados, mas não explicam por si só a extensão da variabilidade fenotípica. Juntas, as observações levaram à hipótese de um controle multifatorial das complicações da AF, envolvendo ambos os fatores genéticos e ambientais. Inicialmente, a busca por genes modificadores foi feita via abordagem de gene candidato com um sucesso mitigado. Atualmente, a única associação convincente descrita até o momento, usando esse tipo de estudo de associação de genótipo-fenótipo, é de um polimorfismo funcional no gene UGT1A e colelitíase. Em contraste, nenhuma das muitas diferentes associações de genes reportadas com diferentes complicações foram replicadas apesar das tentativas específicas para algumas.Nosso objetivo é usar a análise de exoma para identificar genes modificadores envolvidos na ocorrência de uma complicação maior da AF ocorrendo durante a infância, i.e. sequestro esplênico agudo. Essa complicação foi escolhida por: sua ocorrência cedo na vida, sua definição consensual, e sua frequência e seu impacto significante na morbidade e mortalidade da AF. Pacientes homozigotos de AF (SS) identificados via triagem de recém-nascidos hoje maiores de 6 anos e regularmente acompanhados nos centros de anemia falciforme são elegíveis para esse estudo e serão incluídos durante a visita de acompanhamento anual. A unidade de AF no Hemocentro, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-USP-Brasil, o Centro de Referência em DF das Antilhas Francesas (Guadalupe, Martinica) e Guiana, com uma cobertura maior que 97% para ambos. O Centro de Referência da Grande Paris, usando uma abordagem de alvo (França continental). Realizaremos uma estratégia de duas etapas. A identificação de genes modificadores será feita pela análise exômica de 15 pares discordantes (irmãos com AF maiores de 6 anos de idade, um com histórico de ASS recorrente e outro sem histórico de ASS). A associação entre essas duas complicações e as variantes selecionadas serão confirmadas por uma análise de alvo em 600 casos aparentados e 600 controles. Esquema experimental: o DNA será purificado por procedimentos convencionais. Os dados fenotípicos pertinentes ao estudo serão coletados a partir dos arquivos médicos dos pacientes. Para a abordagem de exoma, casos entre família e controles serão selecionados. A estratégia, baseada na análise de pares discordantes de irmãos com AF (irmãos ou irmãs), reduzirá a taxa de resultados falso positivos relacionados à recente mistura de nossas populações de interesse e aumento do poder estatístico da análise uma vez que irmãos e irmãs compartilham 25% do seu genoma em média. Além disso, apenas pacientes com ASS recorrente serão selecionadas para aumentar a probabilidade de detectar variantes associadas à maior penetrância. Todas as variantes compartilhadas entre pares discordantes serão descartadas a partir de análise mais aprofundada. Os processos de filtragem serão realizados para recuperar variantes que potencialmente alterem a função proteica, de acordo com ferramentas de previsão, i.e. truncamento, variantes de splicing e mutações missense que estão previstas na alteração da função proteica. Variantes em potencial que alterem a expressão gênica também serão recuperadas. Duas abordagens estatísticas principais serão usadas para analisar as variantes identificadas na análise exômica: métodos de colapso e agregação. (AU)

Resumo

O presente projeto visa o desenvolvimento e aplicação de técnicas de imagem em alta resolu-ção em estudos morfológico dos fósseis mais antigos do planeta. Muitas estruturas propostas como sendo os primeiros microfósseis descritos no registro geológico ainda têm sua biogenicidade em debate, além de serem de difícil classificação, devido principalmente a limitações técnicas para a caracterização das estruturas preservadas. Essa problemática fica bastante evidente nas tentativas de identificação dos primeiros organismos eucarióticos no registro fóssil. Embora diversas técnicas de imagem já sejam comumente aplicadas em paleontologia, o estudo de microfósseis requer resolução sub-micrométrica e geração de contraste em microestruturas mineralizadas de densidade e de número atômico relativamente uniformes. Técnicas de Imagem por Difração Coerente (CDI), como a pticografia, têm se mostrado muito promissoras para estudos tridimensionais em nano-resolução de fósseis. O objetivo do presente projeto é desenvolver, aplicar e comparar diferentes técnicas de imagem de alta resolução no estudo de microfósseis, visando contribuir para as questões ainda em aberto no estudo dessas estruturas e dos organismos que as originaram. O principal foco será no desenvolvimento da técnica de pticografia e tomografia pticográfica, abordando o processo de preparação de amostras, aquisição de imagens, reconstrução e tratamento dos dados, os quais serão comparados com microtomografia e microscopia eletrônica. Os procedimentos experimentais serão realizados tanto utilizando a estrutura disponível no CNPEM, quanto a dos colaboradores do projeto, no síncrotron SOLEIL, Paris. (AU)

Resumo

Este projeto tem o objetivo de estudar construções impessoais sem uma morfologia específica como Nessa loja vende carro bom. Essas construções são normalmente chamadas de null impersonals (impessoais nulas) na literatura e são apresentadas como características de pelo menos um tipo de língua, línguas parcialmente pro-drop, grupo no qual o português brasileiro (PB) se enquadra. Excetuando-se Holmberg e Phimsawat (2015), que estudam as propriedades dessas construções em línguas radicalmente pro-drop, contrastando-as com as do finlandês, as análises até agora desenvolvidas têm sido unificadoras. Mais particularmente, assume-se que essas construções existem ou por falta de um traço D em T em línguas parcialmente pro-drop (HOLMBERG, 2005; 2010) ou porque pro tem referência genérica quando fica dentro de vP nesse tipo de língua (BARBOSA, 2011; 2013). O presente projeto visa contribuir com o debate sobre a natureza dessas construções, estudando em detalhes propriedades das impessoais nulas em PB. Em relação a testes que diagnosticam a presença de um argumento implícito, há diferenças significativas entre os dados do finlandês e do PB de um modo geral. Além disso, com base no comportamento dos dados, três classes de impessoais nulas são apresentadas. Essa situação não havia sido documentada até agora na literatura nem em relação às impessoais nulas do BP nem em relação a outras línguas parcialmente pro-drop. Com base no estudo desses grupos, este projeto almeja determinar como a referência a um participante arbitrário é obtida nessas sentenças, contribuindo, assim, para a discussão do estatuto dos sujeitos nulos no PB. (AU)

Resumo

A família Dromiidae é basal em Brachyura e pouco conhecida do ponto de vista histo-morfológico e ultraestrutural. O objetivo geral será detectar possíveis padrões morfo-histológicos do sistema reprodutor masculino, produção de fluido seminal, comportamento de cópula e transferência espermática. Adicionalmente, pretendemos estudar a reação do acrossomo e realizar a espermiotaxonomia dos Dromiidae brasileiros confrontado com a literatura, a fim de compreender a evolução deste grupo em relação aos Eubrachyura. Indivíduos adultos serão coletados por meio de arrasto em Ubatuba, SP. Para a descrição histológica e histoquímica, o sistema reprodutor será processado para rotina em historesina. Para a transferência espermática, casais de H. parasitica serão mantidos em aquários e o comportamento de cópula será filmado e descrito. O material seminal transferido para as fêmeas serão processados para a microscopia de luz e microscopia eletrônica de varredura. Para as etapas da reação do acrossomo será utilizado o Ionóforo de cálcio A23187 em dimetilsulfóxido, sendo as etapas análisadas em microscópio de contraste interdiferencial de fase, fluorescênia (para citoesqueleto) e eletrônico de transmissão. A ultraestrutura do espermatozoide e as etapas da reação acrossômica serão processadas para rotina em resina Epon-Araldite. Tendo em vista que os Dromiidae pertencem aos Brachyura, espera-se que o sistema reprodutor mostre o padrão de regionalização mais comum aos caranguejos, com espermatozoides empacotados em espermatóforos coenospérmicos. Adicionalmente, espera-se que H. parasitica tenha reação do acrossomo e transferência espermática semelhante aos braquiúros, com a espermateca exercendo papel de armazenamento dos espermatozoides. Além disso, esperamos que a espermiotaxonomia forneça características espermáticas robustas a fim de elucidar as relações de parentesco entre as subfamílias de Dromiidae e outras famílias e superfamílias próximas de Podotremata. (AU)

Resumo

A mitocôndria desempenha papel fundamental sobre a fertilidade do oócito. Relatos associam infertilidade em mulheres acima de 40 anos de idade com defeitos mitocondriais, sendo a mitocôndria um importante alvo em terapias de reprodução assistida. No entanto, os mecanismos moleculares subjacentes a este efeito mitocondrial são desconhecidos. Neste contexto, destaca-se a enorme quantidade de DNA mitocondrial (mtDNA), e o formato arredondado e pequeno das mitocôndrias oocitárias, que contrasta com a morfologia alongada e tubular dessas organelas em outros tipo celulares. Tais características estão intimamente associadas com constantes eventos de fusão e fissão, os quais são determinantes para a função da mitocôndria e estabilidade do mtDNA. A dinâmica mitocondrial é coordenada, entre outros fatores, por GTPases que promovem fusão (Mfn1, Mfn2 e Opa1) ou fissão (Dnm1l) de membranas. Sabe-se que tanto Mfn1 quanto Dnm1l são essenciais para a competência do oócito, pois o nocaute de Mfn1 ou Dnm1l no oócito afeta o desenvolvimento folicular, resultando em bloqueio do desenvolvimento e consequente falha na ovulação. Uma vez que Dnm1l está associado a outras organelas, seu efeito sobre o oócito é abrangente e envolve um rearranjo multiorganelar. No entanto, Mfn1 está presente exclusivamente na mitocôndria e seu nocaute no oócito resulta em grave efeito sobre a função mitocondrial e o mecanismo pelo qual o Mfn1 afeta a mitocôndria, o oócito e o desenvolvimento folicular é desconhecido. Assim, o objetivo deste trabalho é estudar o papel do Mfn1 na determinação da fertilidade do oócito. Espera-se que com este estudo possamos ampliar nosso conhecimento a respeito da função mitocondrial no oócito, o que tem implicação para o desenvolvimento de tecnologias visando o tratamento de infertilidade, tanto em mulheres quanto em animais. (AU)

Resumo

Na história da arte brasileira, a presença das mulheres artistas é bastante reafirmada a partir dos movimentos designados modernistas. Especialmente os nomes de Anita Malfatti e Tarsila do Amaral ocupam lugar privilegiado, consideradas "pioneiras", cabendo-lhes por vezes o designativo de serem as desbravadoras do moderno ou as iniciadoras das vanguardas, respectivamente, expressionista e cubista no país. Tamanho destaque para artistas mulheres é bastante incomum nas diversas narrativas historiográficas modernistas estrangeiras predominantes nas quais, tradicionalmente, são os homens que ocupam as posições de líderes de movimentos, de "pais" dos novos estilos, de chefes de escolas. O presente estudo centra-se no estudo dos mecanismos de consagração de artistas modernistas brasileiras, atentando especialmente para os processos de musealização de suas obras. A presença emblemática de tais artistas nas narrativas modernistas estabelecidas pelas críticas e museus contrasta significativamente com os postulados defendidos internacionalmente pela historiografia da arte feminista, visto que essa, desde sua fundação (nos idos de 1970) dedica-se a construir hipóteses e modelos explicativos para a marginalização que as autoras enfrentam historicamente no campo das artes. Desta feita, tal estudo procura promover um diálogo crítico com tais análises, a partir das configurações específicas do caso brasileiro. (AU)

Resumo

Introdução: A corrida livre é superior à cicloergometria para indução do broncoespasmo por exercício. No entanto, a nível ambulatorial a corrida livre não é factível de ser realizada e sua execução em esteira demanda custos. Neste contexto, o teste do degrau, que induz a alta demanda cardiorrespiratória, é um teste simples, com a vantagem de ser portátil e realizado em qualquer ambiente. Objetivo: Comparar o teste do degrau incremental (TDI) com o teste em esteira para avaliação do broncoespasmo induzido pelo exercício (BIE) em pacientes com diagnóstico de asma; secundariamente, contrastar a demanda cardiorrespiratória durante o exercício entre ambos os testes. Relevância do estudo: Espera-se com este estudo mostrar a eficáciade um teste de campo na avaliação do BIE e, assim, propor um protocolo de fácil aplicabilidade e de baixo custo para avaliação do BIE. (AU)

Resumo

O estudo da formação do pensamento liberal nas Américas sempre levou em conta a relação que esta corrente de pensamento estabeleceu com a instituição da escravidão no continente. Por conseguinte, nos Estados Unidos não poderia ser diferente, principalmente quando, a partir do último quartel do século XX, a historiografia voltou seus holofotes para a investigação do "paradoxo" residente nos discursos dos "pais da liberdade" em relação às suas condições de senhores de escravos. Dentre os vários alvos estabelecidos, Thomas Jefferson foi aquele que mais sofreu ataques, uma vez que os valores destacados por ele na Declaração de Independência dos EUA contrastavam com sua realidade escravocrata. No entanto, tais análises podem ter incorrido naquilo que Quentin Skinner (1969) nomeou de mitologia da prolepse, quando se atribui a sujeitos do passado, sentidos e significados linguísticos próprios do presente. Justamente por isso, nossa pesquisa parte da premissa de que uma investigação sobre o significado da liberdade em Thomas Jefferson deva estar fundamentada em três pressupostos: que, no princípio da independência, não existia um significado para a liberdade previamente fundamentado e amplamente partilhado entre seus atores; que a ideia de liberdade se formou por meio dos atos de comunicação estabelecidos dentro do contexto linguístico da Revolução Americana; e, finalmente, que o conceito de liberdade não estava atrelado ao conceito de escravidão naquele momento. A verificação de tais hipóteses depende do acesso integral aos escritos de Thomas Jefferson daquele período, bem como, de alguns materiais produzidos por seus interlocutores, como cartas e discursos públicos. De maneira igual, também será necessário o acesso à uma bibliografia atualizada sobre o tema e da qual não dispomos no Brasil. Neste ponto, torna-se imprescindível que tal investigação ocorra de maneira vinculada à uma instituição estadunidense, no caso a George Washington University (GWU) e sob a supervisão de um pesquisador especialista no período estudado, como o Prof. Dr. Denver Brunsman. (AU)

Resumo

Receptores acoplados à proteína G (GPCRs) são proteínas de superfície celular fisiologicamente importantes que podem ser ativadas por hormônios, fótons e até mesmo por estiramento mecânico, e que são alvos de diversas drogas prescritas. Um importante alvo terapêutico na hipertensão e na insuficiência cardíaca é o sistema renina-angiotensina (RAS). Angiotensina II (AngII), o principal componente do RAS, exerce a maioria de seus efeitos ao ativar o receptor de angiotensina II do tipo 1 (AT1). O RAS tem também um segundo componente chamado "eixo enzima conversora de angiotensina (ACE)-2-angiotensina-(1-7)-receptor Mas", que contrabalança os efeitos do eixo ACE-AngII-AT1. As interações funcionais entre os receptores Mas e AT1 vêm sendo investigadas e mostram que a co-expressão dos receptores Mas e AT1 leva a uma redução dos mensageiros secundários induzidos por AngII no receptor AT1. Este efeito foi atribuído a um complexo hetero-oligomérico constitutivo formado entre os dois receptores. Em contraste a esta diminuição da sinalização mediada por AT1R, o receptor Mas foi mostrado regular positivamente os níveis do receptor AT1 ao ativar constitutivamente Gq/11 e dessa forma estimular a fosforilação dependente de PKC da porção C-terminal do do receptor. Interessantemente, a distribuição celular do receptor Mas é difusa, enquanto a de um mutante do receptor Mas incapaz de acoplar proteínas G é restrita à membrana plasmática. Apesar da evidente relevância, os aspectos espaço-temporais associados às interações entre esses receptores e seus resultados funcionais precisam ser melhor estudados, assim como através das tecnologias de ponta e abordagens aqui propostas. Neste projeto, propomos estudar o crosstalk entre os receptores Mas e AT1, investigando a possibilidade de que a atividade constitutiva do receptor Mas ocorra em suas primeiras etapas em compartimentos intracelulares. Assim sendo, nossos objetivos específicos são: 1) avaliar a atividade constitutiva do receptor Mas em relação a diferentes proteínas G; 2) identificar a região/o compartimento celular do qual o receptor Mas promove a regulação positiva dos níveis do receptor AT1; e 3) avaliar os mecanismos induzidos pelo receptor Mas que regulam os níveis do receptor AT1 na superfície celular. Este estudo é de grande interesse para o nosso laboratório no Brasil. Ele se enquadra no âmbito de um projeto temático vigente (processo FAPESP N° 2012/20148-0), e é uma extensão natural da pesquisa iniciada sob o Programa SPRINT em colaboração com o professor Michel Bouvier (processo FAPESP N° 2015/50086-4). (AU)

Plataformas digitais para inclusão financeira

Processo:16/07261-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência: 29 de agosto de 2016 - 28 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Administração - Administração de Empresas
Pesquisador responsável:Eduardo Henrique Diniz
Beneficiário:
Anfitrião: Hendricus Wilhelmus Gerardus Maria Van Heck
Instituição-sede: Escola de Administração de Empresas (EAESP). Fundação Getúlio Vargas (FGV). São Paulo, SP, Brasil
Local de pesquisa: Erasmus University Rotterdam (EUR) (Holanda)
Resumo

Com a onipresença atual de telefonia móvel, plataformas de pagamento digitais têm potencial de mudar o cenário das transações monetárias. O acesso a dispositivos móveis são amplamente disseminados, em contraste com o acesso muito mais limitado aos serviços financeiros tradicionais, como contas correntes e poupança. Por esta razão, o pagamento móvel é considerado um instrumento fundamental para melhorar a inclusão financeira, abrindo oportunidades para diminuir os custos de prestação de serviços às populações carentes na sociedade (Alampay e Bala 2010; Duncomb e Boateng, 2009).Sistemas de pagamento móvel são, por natureza, baseados no estabelecimento de redes de diferentes tipos de organizações operando em mercados bastante regulados, seja pelo lado do setor financeiro como pelo das telecomunicações. Por essa razão, os ambientes de sistemas de pagamento móvel são comumente tratados como "ecossistemas" de empresas de várias indústrias que "negociam a troca de seus recursos e capacidades complementares, a fim de prover uma plataforma de pagamento móvel" (Gaur e Ondrus de 2012: 171).O surgimento de plataformas de software está mudando competição, alterando a lógica tradicional de concorrência entre empresas para a concorrência entre plataformas de ecossistemas (Tiwana et al. 2010). Compreender os sistemas de pagamento a partir do ponto de vista das plataformas de ecossistemas é um fenômeno recente que ainda não tem recebido atenção suficiente dos pesquisadores em sistemas de informação (SI). Em particular quando se considera o foco dos sistemas de pagamentos dirigidos a promover a inclusão financeira, estudos de sistemas de pagamento como plataformas são ainda mais escassos devido a complexidade da compreensão do impacto da tecnologia da informação e comunicação (TIC) na vida social, não importa qual lente é adotada (Pozzebon et al. 2009). E, para tornar mais difícil, muitas destas lentes teóricas utilizadas atualmente não abordam adequadamente os problemas que surgem com ao conceber as plataformas digitais como suportando interações sociais on-line (Spagnoletti et al, 2015).A análise de plataformas de pagamento móvel para a inclusão financeira exige a compreensão de questões tais como a concepção, governança e dinâmica ambiental, bem como a elementos da comunidade e os problemas relacionados com os aspectos sociais e humanos. Assim, modelos teóricos que combinam aspectos técnicos tanto quanto os sociais são necessários para compreender o processo evolutivo de plataformas de pagamento para a inclusão financeira em termos de sua implementação, adoção e utilização. Desta forma, o objetivo deste projeto é desenvolver e testar um quadro de análise a partir de plataformas de pagamento para a inclusão financeira. O foco principal deste quadro de análise são os sistemas de pagamento móvel, uma caso particular de plataforma de pagamento, que se espera que possa contribuir para inclusão financeira. Outros tipos de plataformas de pagamento podem evoluir a partir deste quadro de análise em futuros desenvolvimentos. (AU)

Resumo

Este projeto inscreve-se em um projeto mais amplo, denominado ES. POR.ATENUACIÓN, do qual fazem parte vários pesquisadores de diversas instituições. Para um projeto como o mencionado, que cobre várias zonas, duas línguas e do qual participam muitos pesquisadores diferentes, é necessário partir de uma definição comum de atenuação e conciliar, a partir desta, os diferentes modos e enfoques empregados por tais pesquisadores, até o momento, em seus estudos particulares. Além de propor a citada definição, exporemos o princípio explicativo de situação e de eficácia conversacional que lhe dá suporte, a partir do qual, como veremos, é possível reconhecer quando há ou não atenuação, ou se uma expressão é ou não atenuadora. (AU)

Resumo

A ferrugem asiática causada pelo fungo Phakopsora pachyrhizi provoca danos significativos em lavouras de soja no Brasil, bem como em muitos países. A doença é controlada por meio de fungicidas pulverizados sequencialmente seguindo um calendário fixo de aplicação. Este método considera apenas aspectos relacionados à cultura, desconsiderando a influência das condições meteorológicas no progresso da doença. A relação entre o clima local e o progresso de doenças pode ser representada por modelos matemáticos, os quais são incorporados a sistemas de alerta, com o intuito de indicar o momento correto e mais efetivo de se efetuar pulverizações para o controle de doenças. Uma limitação na implementação generalizada de sistemas de alerta para a ferrugem da soja é que a duração do período de molhamento (DPM), uma variável meteorológica chave para prever o risco da ferrugem asiática da soja, raramente é medida por estações meteorológicas. Uma via alternativa para tornar dados de DPM disponíveis é estimá-los fazendo uso de modelos de estimativa de natureza física ou empírica. Um modelo empírico simples é aquele que considera que há molhamento quando valores de umidade relativa do ar (UR) encontram-se acima de determinado limiar (NHUR). Em contraste a simplicidade do modelo NHUR, faz-se necessário sua calibração para cada localidade, melhorando sua performance e reduzindo erros de estimativa. O objetivo do projeto será avaliar a viabilidade do uso de valores estimados de DPM, usando a umidade relativa do ar, como variável de entrada de um sistema de alerta fitossanitário para a ferrugem asiática da soja. Os dados experimentais que serão utilizados foram obtidos em experimentos de campo conduzidos em Ponta Grossa, PR, Campo Verde e Pedra Preta, MT, durante as safras agrícolas de 2014-15 e 2015-16. Em todas as áreas experimentais instalou-se uma estação meteorológica automática (EMA). A EMA foi equipada com sensores para registrar as variáveis: temperatura do ar, umidade relativa do ar, precipitação e DPM. Todos os sensores foram previamente testados e calibrados em condições laboratoriais e, também, a campo. A DPM será estimada usando o Modelo de Umidade Relativa com diferentes limiares, este modelo considera que está ocorrendo molhamento foliar caso os valores de UR estejam acima de um determinado limiar (80, 85, 90 e 95 %). Os valores estimados de DPM serão aplicados ao sistema de alerta fitossanitário para a ferrugem asiática da soja, proposto por Reis et al. (2004) para obtenção de valores diários de probabilidade de infecção estimada, e serão determinados os números de pulverizações requeridas empregando os valores estimados de DPM. Os resultados esperados do presente projeto será definir o melhor limiar de UR para estimativa da DPM em diferentes estados do Brasil, e, portanto utilizar os valores estimados de DPM na determinação do número de pulverizações para controle da ferrugem asiática da soja de modo a minimizar erros gerados pelo sistema de alerta. (AU)

Resumo

Apesar da grande importância econômica da cana-de-açúcar, conhecimentos a respeito da regulação da expressão gênica envolvida no controle dos diversos processos biológicos de interesse comercial nessa espécie são exíguos. Entre estes, destaca-se a produção diferencial de açúcar e de biomassa entre genótipos diversos, além do comportamento dos mesmos frente a estresses abióticos como o déficit hídrico. O objetivo do presente projeto de pesquisa é estudar os perfis de expressão gênica de genótipos de cana-de-açúcar, escolhidos com base em diferenças nos valores desses caracteres fenotípicos, a fim de identificar genes diferencialmente expressos responsáveis pela expressão dos fenótipos. Adicionalmente, será estudada a relação entre a dosagem alélica de variantes do tipo SNP e o nível relativo de expressão dos vários alelos de cada transcrito, de modo a identificar expressão diferencial de alelos. Serão coletadas amostras de folhas, colmos e raízes de vários genótipos distintos, situados em extremos das distribuições fenotípicas dos caracteres de interesse. A metodologia de sequenciamento de RNA mensageiro será utilizada para quantificar os níveis de expressão dos transcritos de cada amostra, em escala genômica. Análises de expressão diferencial de genes serão aplicadas entre grupos de genótipos contrastantes quanto ao acúmulo de açúcar, produção de biomassa e resistência à seca. Espera-se identificar genes responsáveis pela performance diferencial dos genótipos superiores, o que contribuirá para a elucidação dos mecanismos moleculares envolvidos no controle desses caracteres. Estas informações serão cruciais para o delineamento de programas de melhoramento molecular da cana-de-açúcar, importantes para que o setor bioenergético seja capaz de suprir demandas atuais e futuras. (AU)

Resumo

Introdução: Entre as diversas alterações imunológicas descritas no Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES), destacam-se as alterações de frequência e função dos variados subtipos celulares, bem como alterações do sistema Complemento e de regulação de imunoglobulinas. Recentemente o nosso grupo encontrou que 28% dos pacientes com LES apresentavam redução dos níveis séricos de imunoglobulinas, predominantemente de IgM e subclasses de IgG, podendo corresponder a um estado de imunodeficiência subclínica. Não está claro se essas alterações são primárias (podendo contribuir para aumento na suscetibilidade à doença) ou secundárias ao processo inflamatório e à terapia ao longo da enfermidade. Os pacientes com LES são frequentemente tratados com medicamentos imunossupressores que visam diminuir a atividade da resposta imune. Alguns pacientes tornam-se vulneráveis a infecções oportunistas em função da imunodepressão ocasionada pelos imunossupressores, enquanto outros pacientes parecem tolerar bem o tratamento imunossupressor. Em conjunto, essas observações sugerem que a heterogeneidade na ocorrência de infecções oportunistas em pacientes lúpicos sob terapia imunossupressora possa estar associada ao status imunológico de base ou à heterogeneidade entre os pacientes quanto à suscetibilidade dos variados subtipos leucocitários às drogas imunossupressoras. Objetivos: O estudo consistirá em dois braços: um para investigar a natureza das deficiências de imunoglobulinas no contexto do LES; outro para analisar possível heterogeneidade na suscetibilidade do sistema imunitário de pacientes com LES submetidos a terapia imunossupressora. Material e Métodos: Haverá recrutamento de 330 pacientes com LES oriundos do ambulatório de doenças reumáticas autoimunes da UNIFESP, 160 parentes de primeiro grau desses pacientes (número estimado) e 60 controles sadios oriundos do banco de sangue, os quais terão coletados o sangue periférico para as diversas análises de acordo com os dois braços do estudo: (1) LES & imunodeficiências humorais, no qual amostras dos pacientes LES, familiares do primeiro grau e controles sadios serão submetidas a dosagem sérica de imunoglobulinas; avaliação do perfil imunofenotípico por citometria de fluxo; ensaio funcional para quantificação da produção de imunoglobulinas in vitro por linfócitos B; avaliação das respostas sorológicas vacinais a antígenos proteicos e polissacarídeos; (2) LES & terapêutica imunossupressora, no qual serão analisados os pacientes com nefrite lúpica em pulsoterapia combinada de ciclofosfamida e metilprednisolona, com avaliação no tempo zero após 4 meses de pulsoterapia, com relação a imunofenotipagem das linhagens linfocitárias (B e T), monocitárias e neutrofílicas, dosagem de imunoglobulinas, função neutrofílica, dosagem de imunoglobulinas e resposta vacinal. Resultados preliminares e perspectivas: Pacientes avaliados no estudo original em 2010 têm sido recrutados para nova avaliação. Já temos resultados laboratoriais de alguns pacientes, observando-se que houve estabilidade dos baixos níveis séricos de IgM ao longo de quatro anos na maior parte desses pacientes, tendo sido o mesmo observado no único indivíduo com deficiência prévia de IgA. Em contrapartida, não foram mantidos os níveis reduzidos de subclasses de IgG em alguns dos pacientes avaliados. Esses achados indicam heterogeneidade nos mecanismos subjacentes às deficiências de imunoglobulinas encontradas no LES, ampliando a complexidade do fenômeno identificado em nosso estudo original. Adicionalmente, a determinação do comportamento individual de uma grande variedade de parâmetros imunológicos ao longo da terapia imunossupressora deverá fornecer subsídios para uma abordagem personalizada e bem sucedida do tratamento dos pacientes com LES. Acreditamos que a análise compreensiva aqui proposta contribuirá sobremaneira para o entendimento da intrigante interface entre LES e imunodeficiência. (AU)

Resumo

Neste projeto estudaremos a função de correlação de 3 pontos (3PCF) do campo de contraste de densidade de matéria, juntamente com sua transformada de Fourier: o bispectrum. O bispectrum e de extrema importância ao tratar das chamadas não-gaussianidades. Não-gaussianidades surgem da evolução não-linear do campo de sobredensidade, e podem ter também origem primordial associada a modelos de inflação. O cálculo da 3PCF, apesar de mais difícil do que o da função de 2 pontos, traz informação adicional relevante. Para seu cálculo teórico, uma alternativa e utilizar teoria de perturbação e correções em loop de forma a considerar termos não-lineares. Mais recentemente, tem-se utilizado com resultados promissores a chamada effective field theory (EFT) para estes cálculos. Pretendemos fazer os cálculos teóricos destes termos e comparar modelos com a 3PCF em catálogos simulados e também em dados reais do Dark Energy Survey (DES), criando os estimadores necessários. Também estudaremos outras propriedades importantes do Universo associadas a 3PCF, comoo bias de galáxias. (AU)

Resumo

A nefropatia induzida por contraste (NIC) é resultante de um declínio da função renal decorrente da administração do contraste iodado (CI), sendo considerada a terceira causa mais comum de injúria renal aguda (IRA) hospitalar. O estado de hiperglicemia crônica no diabetes mellitus torna o rim mais suscetível à hipóxia e ao estresse oxidativo, sendo considerado um importante fator de risco para a NIC. A L-carnitina é um composto do metabolismo lipídico e o efeito antioxidante é um dos seus principais mecanismos de ação. No entanto, não se sabe se a L-carnitina é eficaz no tratamento da NIC. O objetivo desse estudo será avaliar o efeito da L-carnitina na NIC em ratos diabéticos. Serão utilizados ratos da raça Wistar, machos e adultos, pesando entre 250- 290g que serão randomizados em cinco grupos: Citrato; Diabetes (DM); Diabetes + Contraste iodado (DM+CI); L-carnitina (L-Car); Diabetes + Contraste iodado + L-carnitina (DM+CI+L-Car). Serão avaliados parâmetros fisiológicos como peso, ingestão de ração e água, glicemia e razão peso do rim e peso do animal; a função renal será avaliada por meio do clearence de inulina. Será mensurada a hemodinâmica renal; o perfil oxidativo por meio dos peróxidos urinários, tióis no tecido renal, substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico na urina e óxido nítrico. (AU)

Resumo

O tomate é uma cultura de grande importância ao Brasil e ao redor do mundo. Seus frutos e sementes possuem alto valor comercial. Assim como as sementes de diversas espécies, as sementes do tomate apresentam germinação lenta e desuniforme devido à presença de dormência. Isso prejudica a propagação e produção de tomates pois gera problemas de homogeneidade do stand de plantas acarretando perdas na produtividade e problemas de logística na hora da colheita. Para superar tais desafios uma técnica comumente aplicada é o condicionamento ou priming das sementes. O priming é largamente utilizado em sementes comerciais de tomate e tem como principal função acelerar e sincronizar a germinação de sementes. Entretanto, sementes condicionadas de tomate e de outras culturas têm baixa longevidade.. Sendo assim, maneiras para apliar a longevidade de sementes condicionadas são necessárias para ampliar o tempo de armazenamento de sementes e também para servir de modelo de estudo da longevidade em sementes. Portanto, propõem-se com este projeto estudar a ação dos brassinósteroides, do ácido abscísico e do choque térmico na manutenção e ampliação da longevidade de sementes condicionadas de tomate. Para realização do estudo molecular será escolhido o tratamento (hormonal ou choque térmico) que proporcionar maior longevidade às sementes. Após esta definição serão selecionados, dentro do melhor tratamento, as sementes de dois acessos que apresentarem longevidade contrastante; além de um controle (sem tratamento) destes acessos, para que o RNA seja extraído e sequenciado e os genes que influenciam a longevidade sejam revelados. Este estudo irá auxiliar no desenvolvimento de estratégias (tratamento e marcadores moleculares), que poderão ser usados para aumentar o tempo de armazenamento de sementes tratadas (condicionadas) e não tratadas de tomate e no entendimento dos mecanismos moleculares associados à longevidade de sementes. (AU)

Resumo

Nos últimos anos, a fauna acompanhante da pesca camaroneira vem sendo alvo de estudos por ser um dos fatores do grande impacto ambiental causado pela pesca de arrasto. Em contrapartida, esse rejeito de pesca pode ser uma fonte abundante de substâncias antioxidantes que poderia garantir uma extração sustentável destas biomoléculas. Assim, este projeto visa a bioprospecção das moléculas com capacidade antioxidante a partir do rejeito da pesca camaroneira e sua aplicação como nutracêuticos na alimentação de espécies com interesse para a aquicultura. As coletas dos organismos da fauna acompanhante serão realizadas no litoral de São Paulo. O material obtido será analisado no Laboratório de Bioprospecção de Produtos Naturais, IBCLP-UNESP e na Universidade Federal do Rio Grande - FURG, onde será realizada a preparação de hidrolisados proteicos para a separação de peptídeos e testes in vitro. Os extratos que apresentarem os melhores resultados serão testados in vivo como nutracêuticos para a alimentação na ração dos juvenis de Macrobrachium amazonicum e Astyanax altiparanae criados em tanques no setor de carcinicultura do Centro de Aquicultura da UNESP - Caunesp, em Jaboticabal-SP. Será analisado o crescimento, sobrevivência, capacidade antioxidante e a absorção intestinal dos nutrientes. Ao término da fase experimental, serão realizadas as análises das amostras obtidas e em seguida a análise dos dados. (AU)

Resumo

A enzima ácido graxo sintase (FASN) é responsável pela síntese endógena de ácidos graxos de cadeia longa a partir dos precursores acetil-CoA e malonil-CoA. Estruturalmente, a FASN é formada por duas cadeias polipeptídicas com sete diferentes sítios catalíticos e é expressa em vários tipos de neoplasias malignas epiteliais associadas a um pior prognóstico na maioria delas, incluindo o carcinoma espinocelular (CEC) oral. Devido à expressão diferencial entre tecidos normais e neoplásicos, a enzima FASN surgiu como um alvo terapêutico promissor para o tratamento do câncer. Diversos inibidores da FASN foram demonstrados por conter propriedades antiproliferativas e antineoplásicas como na cerulenina (CER) e seu derivado sintético, C75, que inibem o sítio KS da FASN, bem como o antibiótico triclosan (TCS) ligante do domínio ER, além do fármaco anti-obesidade, orlistat (ORL) que inibe o domínio TE da FASN. Estudos prévios do nosso grupo mostraram que o tratamento com ORL reduziu o volume dos tumores primários de CEC oral e promoveu parada no ciclo celular e apoptose em células de CEC oral (SCC-9). Foi demonstrado também que a inibição farmacológica de diferentes sítios catalíticos da FASN pode interferir em vias metabólicas distintas em células normais e tumorais de próstata. Assim, o objetivo desse estudo é comparar o efeito de diversos inibidores farmacológicos da FASN sobre o ciclo celular e apoptose associando com alterações morfológicas em células SCC-9. (AU)

Resumo

O núcleo desta pesquisa consiste em investigar o lugar da reflexão sobre a democracia no pensamento de Claude Lefort e sua contribuição para o debate político-filosófico do século XX. Com isso em vista, propomos reconstituir os meandros da trajetória intelectual lefortiana com o intuito de mostrar a gênese de sua reflexão sobre o regime democrático, as diferentes caracterizações que lhe fornece e as contraposições históricas e teóricas que o filósofo põe em cena a fim de captar as singularidades da democracia moderna frente às formações sociais do Antigo Regime, de um lado, e aos regimes totalitários do século XX, de outro. Nesse sentido, buscaremos construir um diálogo com alguns autores políticos clássicos, como Maquiavel, Tocqueville e Marx, para mostrar os desenvolvimentos da concepção lefortiana sobre a democracia enquanto regime instaurado por uma revolução sem precedentes contra os pilares de uma ordem política baseada na imagem do corpo e na fundamentação do poder a partir de princípios transcendentes. Regime que se institui pela desincorporação do poder e do social, a democracia se singulariza como regime aberto à história, indeterminado e sem telos, que acolhe a divisão e o conflito, num movimento incessante de interrogação, instituição e criação de novos direitos. Agindo como fio condutor de nossa pesquisa, podemos finalmente enunciar as interrogações em que culmina a presente investigação: o lugar ocupado pela concepção democrática de Lefort significa uma alternativa à polarização do debate sobre a democracia, que opõe, na cena teórica do século XX, marxistas e liberais? Conseguiria Lefort, ao se afastar do marxismo para reabrir uma reflexão sobre a democracia, distanciar-se também dos princípios e consequências de uma concepção democrática liberal, que reduz a democracia a um corpo de instituições e preceitos do Estado de direito ou a um conjunto de procedimentos regulares? (AU)

Página 5 de 1.956 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s)
Marcar todos desta pagina | Limpar seleção