site da FAPESP
 

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Publicações científicas
Auxílios à Pesquisa
Bolsas
Programas voltados a Temas Específicos
Programas de Pesquisa direcionados a Aplicações
Programas de Infraestrutura de Pesquisa
Área do conhecimento
Situação
Ano de início
Página 5 de 1.881 resultado(s)
|

Caracterizando substratos e proteínas parceiras das aPKCs no processo de polarização celular

Processo:15/24046-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência: 20 de maio de 2016 - 19 de maio de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Deborah Schechtman
Beneficiário:
Anfitrião: Sourav Ghosh
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Local de pesquisa: Yale School of Medicine (YSM) (Estados Unidos)
Assunto(s):PolarizaçãoSubstratos
Resumo
A polaridade celular é essencial para a diferenciação, crescimento de leveduras, divisão celular assimétrica, morfogênese, transporte de moléculas pelas camadas epiteliais, migração celular e transmissão do impulso nervoso (possivel pela especificação do axônio e a polaridade morfológica do neurônio) dentre outros processos. As proteína quinases C atípicas (aPKC) tem sido descritas como componentes chaves na determinação da polaridade celular interagindo com o Partitioning defective complex (Par complex). De fato as aPKCs tem um papel na manutenção da polaridade celular em diversas células incluindo o ovo fertilizado e células epiteliais. Especificamente no que diz respeito polaridade neuronal estudos prévios do laboratório do Dr. Ghosh demonstrou que a aPKC iota tem um papel na especificação neuronal. Em contraste, uma forma da aPKC zeta, regulada diferencialmente denominada aPKCM zeta que não contém o domínio regulatório da PKCzeta, tem um papel chave na inibição da diferenciação de neuritos em axônios. Ambas as proteínas podem se ligar a Par3 e suas funções antagônicas são baseadas na competição pela ligação a Par3. Perda de polaridade também é uma característica de células tumorais e and da transição epitélio mesenchimal (EMT). Estudos recentes ainda nao publicados do laboratório do Dr. Ghosh observou a expressão da PKCMzeta em carcinomas. Porém, mmecanismos da sinalização das aPKCs, eespecificamente da PKCMzeta, nesses processos ainda não está bem compreendido. Dessa forma no presente projeto pretendemos identificar e caracterizar substratos e proteínas ligantes das aPKCs, incluindo das PKMzeta, e determinar vias de sinalização involvidas na especificação do axônio e na polaridade epitelial. Os componentes e princípios identificados nesse estudo podem ser estrapolados para a regulação da polaridade em geral. (AU)

Efeito dos hormônios progesterona e estriol sobre a proliferação de células RINm5F - um modelo in vitro para o estudo da fisiologia de células beta na gravidez

Processo:15/20055-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de maio de 2016 - 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia
Pesquisador responsável:Anna Karenina Azevedo Martins
Beneficiário:
Instituição-sede: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):GravidezProgesteronaEstriol
Resumo
Durante a gestação ocorrem modificações no organismo materno, que promovem o desenvolvimento do concepto até o final da gravidez. Nesse período, observam-se mudanças significativas na sensibilidade à insulina, contudo, normalmente, as variações da glicemia são pequenas, o que aponta para a compensação desse quadro pelo aumento na secreção de insulina e na massa de células ². Evidências sugerem que as elevadas concentrações de estrógenos e progestágenos na gravidez poderiam contribuir para a adaptação insuficiente na secreção de insulina frente à demanda aumentada desse hormônio, levando ao desenvolvimento do diabetes gestacional (DG). Nosso grupo mostrou que a progesterona (PG) induz a morte, por apoptose, de células ² pancreáticas e que o 17²-estradiol potencializou esse efeito. Embora a PG seja capaz de promover a morte de células ², em outros estudos foi verificado o efeito proliferativo desse hormônio sobre este tipo celular, como também em células tumorais da mama. Outros autores, contudo, mostraram que a PG causou inibição da proliferação celular no tecido uterino humano. Assim, uma vez que pouco se conhece sobre o efeito de hormônios esteroides sobre a fisiologia da célula ² na gravidez, este projeto tem como objetivo estudar a cinética de proliferação de células RINm5F tratadas com hormônios esteroides: PG e estriol. A partir dos resultados desse projeto, espera-se contribuir para o entendimento dos efeitos dos hormônios esteroides sobre a fisiologia de células ² e sua interação durante a gravidez. (AU)

Avaliação da distância máxima de absorção de nutrientes em formações florestais tropicais utilizando 15N como marcador

Processo:15/25946-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência: 01 de maio de 2016 - 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Silvicultura
Pesquisador responsável:Jean Paul Laclau
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Resumo
As mudanças climáticas têm causado alterações na temperatura e também nos regimes de precipitação do planeta, aumentando a probabilidade de ocorrência de secas mais severas, o que, no cenário florestal, pode resultar na mortalidade de florestas ao redor do mundo. Assim, é necessário um conhecimento mais detalhado sobre os processos que explicam o funcionamento das árvores, buscando possíveis soluções para sua sobrevivência perante a atual situação. O objetivo do trabalho é avaliar a distância máxima do tronco e a profundidade máxima de absorção de nutrientes pelas raízes das árvores em florestas crescendo sobre Latossolos profundos. As consequências do estatuto social das árvores (comparando árvores dominantes e árvores dominadas do mesmo genótipo numa floresta monoclonal) e da sazonalidade (comparando as estações seca e chuvosa) nas áreas de absorção de 15N injetado em várias profundidades no solo serão estudadas em plantios de eucalipto e em três espécies do Cerrado, respectivamente. Além disso, será avaliado se existe uma complementaridade de nicho no solo entre várias espécies do Cerrado com uma absorção do marcador em camadas diferentes, dependendo da espécie, nas estações seca e chuvosa. O marcador 15N será aplicado no meio da entrelinha do plantio: a) em um talhão de eucalipto com um ano de idade, sendo 4 profundidades (até 9 m) e 3 repetições de aplicação de 15N; b) no mesmo talhão, aos dois anos de idade, sendo, porém, 5 profundidades (até 12 m) e 3 repetições de aplicação; c) em um outro talhão de eucalipto - mesmo material genético - em final de rotação, entre 5 e 6 anos de idade, sendo 6 profundidades de aplicação (até 15 m) e 3 repetições. No Cerrado, o 15N será aplicado em 36 pontos: 2 estações do ano (seca e chuvosa) * 3 repetições * 6 profundidades (até 12 m). Os pontos de aplicação do 15N terão uma distância mínima de 40 m entre eles, para se ter certeza de que as raízes das árvores em que o 15N foliar será avaliado acessam apenas o 15N aplicado no ponto mais próximo. (AU)

A possibilidade do vácuo no espaço e tempo em Leibniz

Processo:16/00433-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência: 01 de maio de 2016 - 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Fátima Regina Rodrigues Évora
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Assunto(s):VácuoAnálise espaço-temporalTempo (filosofia)
Resumo
Na Correspondência com Clarke, o velho Leibniz, diferentemente do jovem, não admite o vácuo em sua filosofia. Esta negação ocorre mediante os Princípios da Razão Suficiente e da Identidade dos Indiscerníveis, os quais também são usados para contestar o espaço e tempo absolutos de Isaac Newton. Na Correspondência, afinal, Clarke, que é partidário de Newton, afirma que espaço e tempo possuem existência per se, independente dos corpos do mundo. Para Leibniz, contrariamente, espaço e tempo existem como relações entre estes corpos, e não possuem o estatuto ontológico absoluto advogado por Clarke. Esta defesa sobre o espaço e tempo relacionais, contudo, tomada por si só, à parte dos Princípios supracitados, não nos permite inferir diretamente qual posição Leibniz toma a respeito do vácuo, se lhe é ou não possível. De modo que tal possibilidade, neste âmbito, para além dos Princípios da Razão Suficiente e da Identidade dos Indiscerníveis, referir-se-á ao modo como espaço e tempo comportam-se em sua estrutura ontológica, a qual, Leibniz afirma, é ideal, ou mental, mas capaz de ser considerada no âmbito do real. Para nosso propósito, o qual é analisar a possibilidade do vácuo no espaço e tempo, em Leibniz, cabe analisar seus argumentos a este respeito, no histórico de sua filosofia, de modo que a compreensão do espaço e tempo servir-nos-á como chave de leitura, nesta proposta. (AU)

Avaliação da correlação entre o processo de acúmulo de sacarose em cana de açúcar e a digestibilidade da biomassa lignocelulósica

Processo:16/02985-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de maio de 2016 - 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Andre Luis Ferraz
Beneficiário:
Instituição-sede: Escola de Engenharia de Lorena (EEL). Universidade de São Paulo (USP). Lorena, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/06923-6 - Recalcitrância da biomassa de cana-de-açúcar: fundamentos relacionados à formação da parede celular, ao pré-tratamento e à digestão enzimática, aplicados no desenvolvimento de novos modelos de biorrefinarias, AP.TEM
Assunto(s):DigestibilidadeBiomassa
Resumo
O presente trabalho tem por objetivo avaliar as fases de amadurecimento da cana-de-açúcar, determinando simultaneamente o processo de acúmulo de sacarose e a digestibilidade da biomassa lignocelulósica gerada. Serão avaliados o teor de sacarose em entrenós de cana, a composição química e a digestibilidade da biomassa lignocelulósica frente à hidrólise com enzimas comerciais em diversos híbridos de cana de açúcar pré-selecionados por contrastarem quanto ao teor de componentes. Para isso, entrenós similares de um mesmo híbrido serão amostrados ao longo de um ciclo completo de cultivo. Também serão avaliados os entrenós amostrados no sentido topo da planta até a base a partir de plantas maduras. A execução do projeto permitirá obter uma melhor visão sobre os processos de acúmulo de sacarose e da formação da biomassa nas paredes secundárias das células de cana-de-açúcar e dos componentes que causam a recalcitrância da parede celular, principalmente lignina, ácidos hidroxicinâmicos e hemiceluloses. (AU)

Efeito de dietas com diferentes proporções de proteína e carboidratos sobre o metabolismo energético e protéico de gatos adultos

Processo:16/01510-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência: 01 de maio de 2016 - 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Aulus Cavalieri Carciofi
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal, SP, Brasil
Assunto(s):Calorimetria indiretaBioenergética
Resumo
Gatos são animais carnívoros, com elevada necessidade de aminoácidos. O uso dos carboidratos por estes animais já foi estudado, contudo existem informações que ainda não são bem esclarecidas para a espécie. O objetivo deste estudo é avaliar o efeito do consumo de dietas com diferentes proporções de proteína e carboidratos sobre o metabolismo proteico e energético de gatos. O estudo seguirá 2 quadrados latinos 4x4, cada um com 4 rações, 4 períodos de 7 semanas e 4 gatos, totalizando 8 repetições por ração. Serão avaliados rações extrusadas com diferentes proporções de proteína (PB) e carboidratos (CHO): 20% de PB e 48,5% de CHO; 34% de PB e 33,5% de CHO; 48% de PB e 18,5% de CHO e 62% de PB e 3,5% de CHO. Durante as 7 semanas que os gatos receberão os alimentos, serão avaliados: a composição corporal (massa magra e massa gorda) por isótopos de deutério ao início e final do período; a digestibilidade e energia metabolizável dos alimentos; o consumo diário de ração, padrão alimentar e saciedade dos animais; o metabolismo de proteínas por meio do balanço de nitrogênio, excreção urinária de ureia de 24h, catabolismo muscular (pela dosagem de 3-metil-histidina na urina), proteína transportadora de retinol e manutenção da massa magra corporal; gasto energético diário por calorimetria indireta em câmera de respirometria, obtendo-se dados de gasto energético de manutenção, gasto energético basal, incremento calórico, energia líquida dos alimentos e quociente respiratório para medição indireta da oxidação orgânica de proteína, carboidratos e gorduras; e estudo do perfil de metabólitos. Os resultados serão avaliados por meio de contrastes polinomiais, medidas repetidas no tempo e análise de componentes principais (P<0,05). (AU)

Estudo da cinética de washout da carnosina muscular após a suplementação de beta-alanina

Processo:15/23176-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência: 01 de maio de 2016 - 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Guilherme Giannini Artioli
Beneficiário:
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição esportivabeta-AlaninaCinéticaCarnosina
Resumo
A suplementação de beta-alanina pode aumentar as concentrações intramusculares de carnosina. O tamponamento do pH é a função mais bem atribuída à carnosina. Assim, o aumento da carnosina poderia aumentar a capacidade tamponante intramuscular, potencialmente postergando a fadiga muscular e a queda do desempenho durante exercícios de alta intensidade. Estudos iniciais sobre o washout da carnosina após a suplementação de beta-alanina indicam que tal processo é lento, podendo levar de 6 a 20 semanas. Entretanto, a literatura ainda carece de estudos que confirmem a cinética de washout utilizando-se de método padrão-ouro para quantificação da carnosina muscular. Especula-se que a taxa de degradação da carnosina pode estar positivamente relacionada ao próprio conteúdo, de forma que o conteúdo de carnosina muscular influencie a sua taxa de degradação. Assim, poder-se-ia esperar maior taxa de decaimento no início do washout, e menor taxa ao longo do tempo. Neste estudo, avaliaremos a cinética de washout de carnosina muscular após um período de suplementação de beta-alanina. Também será objetivo deste estudo avaliar a eficácia da suplementação na melhora do desempenho em exercícios de alta intensidade. Serão recrutados aproximadamente 30 homens jovens, saudáveis, fisicamente ativos, não vegetarianos. O estudo adotará um desenho randomizado, duplo-cego, controlado por placebo. Os participantes serão aleatoriamente alocados aos grupos beta-alanina ou placebo. O grupo ²-alanina (n=20) receberá 6,4 g/d de beta-alanina fornecida em tabletes de liberação lenta (NAI, USA) durante 8 semanas; o grupo placebo (n=10) receberá a mesma quantidade de dextrose pelo mesmo período. Amostras do músculo vasto lateral serão colhidas por meio de biópsia muscular, que serão realizadas antes e após as 8 semanas de suplementação, bem como 1, 2, 4, 8, 12 e 16 semanas após o término do período de suplementação. Adicionalmente, um teste de tolerância ao esforço de alta intensidade (realizado em cicloergômetro a 110% da potência máxima previamente determinada) será aplicado antes e após o período de suplementação, assim como 4, 8, 12 e 16 semanas após o término da suplementação. O consumo alimentar será avaliado nas semanas que antecedem cada uma das biópsias musculares, por meio de recordatórios alimentares. Os dados serão analisados por meio de modelos mistos com ajuste de Tukey-Kramer para comparações múltiplas e análises de contraste de grau de liberdade único para comparações específicas. O nível de significância adotado para rejeitar a hipótese nula será de p < 0,05. Todas as análises serão realizadas no programa SAS®. (AU)

Influência do plasma seminal oriundo da fração rica do ejaculado sobre a capacitação e hiperativação espermática em sêmen suíno conservado sob refrigeração à 17°C por 72 horas

Processo:16/02186-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência: 01 de maio de 2016 - 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:André Furugen Cesar de Andrade
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Sêmen animalCapacitação espermáticaSuínos
Resumo
O presente trabalho tem como objetivo avaliar os efeitos do plasma seminal, oriundo da fração rica do ejaculado, sobre a capacitação e hiperativação espermática do sêmen suíno conservado sob refrigeração à 17ºC por 72 horas. Serão obtidos 6 ejaculados de 6 cachaços pelo método da mão enluvada. Em seguida o sêmen in natura será avaliado quanto às características da motilidade pelo sistema computadorizado de análise do sêmen (CASA), morfologia espermática por contraste de interferência diferencial e concentração espermática. Após essa primeira avaliação, os ejaculados serão acondicionados em tubos cônicos de 50 mL para serem divididos em três tratamentos, a saber: não centrifugado (NC), centrifugado e com o plasma seminal retirado pós-centrifugação (CS) e centrifugado resuspendido (CR). A força de centrifugação utilizada será de 500xg por 10 minutos. Todos os tratamentos serão submetidos à diluição em meio BTS para que se obtenha uma concentração de 30 x 106 espermatozoides/mL atingindo um volume final da DI de 50 ml. Em seguida, as amostras permanecerão por 90 minutos em temperatura ambiente e protegidas da luz antes de serem armazenadas. As doses com os diferentes tratamentos serão acondicionadas à temperatura de 17°C por 72 horas e após tal período, terão suas amostras transferidas para um meio capacitante seguido de acondicionamento em incubadora a 38°C com 5% de CO2. As mesmas serão avaliadas nos intervalos de 0, 2 e 4 horas, para os seguintes parâmetros: fluidez da membrana plasmática (capacitação), presença da fosforilação do aminoácido tirosina, integridade acrossomal (reação acrossômica), hiperativação e peroxidação da membrana plasmática e do citoplasma. Os resultados serão submetidos à análise de variância (PROC GLM), empregando-se o programa SAS (1998). Quando o principal efeito for significativo, as médias serão comparadas pelo teste de Tukey. (AU)

Redes bayesianas dinâmicas em imagens cerebrais multimodais

Processo:16/02621-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência: 01 de maio de 2016 - 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica
Pesquisador responsável:Carlos Dias Maciel
Beneficiário:
Supervisor no Exterior: Tamer S. Ibrahim
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos, SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Pittsburgh (Pitt) (Estados Unidos)
Assunto(s):Ressonância magnéticaSistemas dinâmicos
Resumo
A modelagem de conectividade efetiva do cérebo é uma tarefa sempre limitada pelo tamanho do modelo intencionado e os dados requeridos para o treinamento. Nos últimos anos, entretanto, avanços foram feitos em equipamentos de ressonância magnética (MRI), podendo estes obter imagens com melhores relações sinal-ruído, contraste de tecido e resolução espacial/espectral, como o equipamento de MRI de 7 tesla, na Universidade de Pittsburgh. Além disso, vários estudos sobre conectividade efetiva começaram a usar técnicas multimodais, que integram conhecimentos e dados de vários tipos diferentes de imagens; como por exemplo, o uso de MRI de difusão (DTI) auxiliando a análise de MRI funcional (fMRI). Assim, no presente projeto, redes Bayesianas dinâmicas (DBNs) com maiores dimensões serão treinadas a partir destas técnicas multimodais e melhores dados obtidos nas instalações de radiologia da Universidade de Pittsburgh. Com isso, espera-se que novas descobertas acerca do cérebro humano sejam feitas. (AU)

Analysis of phosphorus use efficiency traits in Coffea genotypes reveals Coffea arabica and Coffea canephora have contrasting phosphorus uptake and utilization efficiencies

Processo:16/06150-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de maio de 2016 - 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:José Laércio Favarin
Beneficiário:
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição vegetal
Resumo
Justificativa e objetivo: O fósforo (Pi) é um dos nutrientes mais limitantes para a produção agrícola em solos brasileiros devido às baixas concentrações de Pi do solo e rápida fixação de Pi dos fertilizantes por adsorção em minerais oxídico e/ou precipitação por íons de ferro e alumínio. Os objetivos deste estudo foram quantificar a absorção de fósforo (P) e a eficiência do uso de cultivares da espécie Coffea arabica L. e Coffea canephora L., e agrupá-los em termos de eficiência e resposta a disponibilidade Pi. Material e métodos: Plantas de vinte e um cultivares de C. arabica e quatro cultivares de C. canephora foram cultivadas sob contrastantes disponibilidades Pi solo. O acúmulo de biomassa, a concentração de P dos tecidos, o acúmulo de P, indices de eficiência de utilização foram medidos. Resultados principais: o crescimento das plantas de café foi reduzido significativamente sob baixa disponibilidade de Pi, e concentração de P foi maior nas cultivares de C. canephora. As folhas jovens acumularam mais P do que qualquer outro tecido. As cultivares de C. canephora tinha uma maior proporção raiz / parte aérea e foram significativamente mais eficiente na absorção de P, enquanto as cultivares de C. arabica foram mais eficientes na utilização de P. A eficiência agronômica de uso de P variou entre as cultivares de café e cultivares de E16 Shoa, E22 Sidamo, Iémen e Acaiá foram classificados como mais eficiente e sensível ao fornecimento de Pi. A correlação positiva entre eficiência de absorção P e relação raiz parte aérea foi observada em todas as cultivares sob baixa oferta Pi. Estes dados identificam genótipos de Coffea mais bem adaptados às disponibilidades baixos Pi solo ou eficientes no uso de fósforo em cultivares de café, cujos características contribuem para a melhor absorção de P e eficiência. Estes dados podem ser usados para selecionar genótipos atuais com melhor absorção de P ou de utilização de eficiência para uso em solos com baixa disponibilidade de Pi e também fornecer material para o melhoramento genético de novas cultivares melhor adaptadas à baixa disponiblidade de Pi em solos brasileiros. Isso poderia, finalmente, reduzir o uso de fertilizantes Pi em solos tropicais, e contribuir para a produção de café mais sustentável. (AU)

Caveolae as a target for Phoneutria nigriventer SPIDER venom

Processo:16/06774-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de maio de 2016 - 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Toxicologia
Pesquisador responsável:Maria Alice da Cruz Hofling
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Resumo
Um importante mecanismo de transporte cellular da barreira hematoencefálica (BHE) involve as cavéolas, domínios especializados da membrana plasmática endotelial, ricos em colesteroal , glicolipídios e uma proteína estrutural denominada Caveolina-1 (Cav-1). Neste trabalho, investigamos se o aumento na endocitose e no tráfego de vesículas no cerebelo de ratos após quebra da BHE induzida pelo veneno da aranha Phoneutria nigriventer (PNV) foi mediado por cavéolas. A expressão de Cav-1, Cav-1 fosforilada (pCav-1), dinamina-2 (din2), quinase da família Src (SKF) e metaloproteinase-9 de matrix (MMP9), todas proteinas envovidas na dinâmica caveolar e na abertura da BHE, foram investigadas. Imunofluorescencia, western blotting (WB) e micrsocopia eletronica de transmissão foram usados para investigar alterações às 1, 2, 5, 24 e 72 horas após envenenamento.WB revelou um aumento de Cav-1, Din2 e MMP9 às 1, 5 e 72 h (correspondendo, respectivamente, a intervalos aonde os sinais de intoxicação eram mais evidentes, quando havia sinais de melhora e quando os sinais de intoxicação não eram detectados). Em contraposição, pCav-1 e SKF, essenciais para a internalização e trafego, decrescem quando Cav-1 e Din2, essenciais para formação, aumentam. Em geral, essas alterações indicam um tráfego vesicular pelo endotélio (níveis elevados de pCav/SKF) que coicidem com baixos níveis de cavéolas (decrescimo de Cav-1/Dyn2) e baixos níveis de MMP9. Assim, a internalização (desligamento) das cavéolas alterna com nova formação caveolar (ligação), resultando em alterações na densidade caveolar na membrana endotelial. Essa dinâmica caveolar implica em tensões e estresse mecânico, mecanismo que desencadeia vias celulares chave em reposta ao estresse. Concluímos que a indução da quebra da BHE pelo PNV através do tráfego transcelular elevado é causada pelo aumento na endocitose mediada por cavéolas; este efeito está correlacionado com a progressão dos sinais clinicos temporais de envenenamento. A dinâmica caveolar está provavelmente envolvida no estresse de membrana e em mecanismos regulatórios desencadeados após quebra da BHE neste modelo experimental. (AU)

A dinâmica da conectividade funcional em pacientes com neuronopatia sensorial: abordagem Bayesiana para caracterizar os circuitos neurais afetados

Processo:16/00330-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência: 24 de abril de 2016 - 23 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Marcondes Cavalcante Franca Junior
Beneficiário:
Supervisor no Exterior: Bradley Goodyear
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Calgary (Canadá)
Assunto(s):Imagem por ressonância magnética funcionalNeurociências
Resumo
A neuronopatia sensorial (NS) constitui um subgrupo de doenças do sistema nervoso periférico, cuja característica mais marcante é a degeneração primária dos gânglios da raiz dorsal. Pacientes com NS apresentam déficits sensoriais em várias partes do corpo, o que leva à perda da coordenação motora, embora as áreas motoras primárias do cérebro estejam preservadas.Os efeitos da NS no sistema nervoso central ainda não foram estudados em profundidade. As técnicas de análise de imagem empregadas até o presente só utilizaram imagens estruturais de ressonância magnética (IRM) para descrever alterações de volume em estruturas cerebrais e não cerebrais (como, por exemplo, a identificação de atrofia do cerebelo e dos gânglios da raiz dorsal). No entanto, até onde sabemos, imagens funcionais de ressonância magnética (IRMf) não foram utilizadas para se investigar mudanças da conectividade funcional (cf-IRMf) associadas à NS. Deve-se destacar que danos decorrentes de outras doenças neurológicas, como a doença de Parkinson (DP), já foram caraterizados utilizando-se a cf-IRMf. Neste contexto, acreditamos que estudo da NS pode ajudar ainda a elucidar mecanismos da integração sensório-motora, uma vez que a NS é uma enfermidade puramente sensorial com comprometimento motor, enquanto a DP é uma doença exclusivamente motora.Todavia, podemos apontar que uma limitação da técnica de cf-IRMf é a suposição de que as conexões funcionais sejam constantes ao longo do tempo. Nesse sentido, novas estratégias foram introduzidas há pouco tempo, como a análise de sliding window (janela deslizante, em tradução livre). Esta se baseia na análise de um pequeno fragmento do sinal (janela ou intervalo), e em seguida de um outro intervalo subsequente do sinal que também é analisado. Esta análise de partes sequencias do sinal, possibilita abordar a dinâmica da conectividade funcional. Como nós supomos que a NS afeta a série temporal do sinal BOLD, parece razoável adotar tal estratégia de investigação.Melhorias da técnica de sliding window foram propostas recentemente pelo professor dr. Bradley Goodyear da Universidade de Calgary, e meu objetivo é aplicar esse método modificado em dados que ajudarei a coletar de um grupo de pacientes com DP, já que as alterações de cf-IRMf estão bem descritas para esta doença. Então, a técnica será empregada nas IMRf que já coletei dos pacientes com NS, e isso poderá: (i) dar indícios sobre mecanismos de atuação da doença, (ii) resultar em parâmetros (biomarcadores) para auxiliar no diagnóstico e no prognóstico e (iii) revelar possíveis alvos neurais para serem submetidos à terapia com neuromodulação. (AU)

Formação docente em tempos de educação inclusiva

Processo:15/26154-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 15 de abril de 2016 - 14 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Rinaldo Voltolini
Beneficiário:
Pesquisador visitante: Plaisance Eric
Instituição do pesquisador visitante: Université Paris Descartes - Paris 5 (França)
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):ÉticaEducação especialFormação de professoresPsicanáliseIntercâmbio de pesquisadoresCooperação internacional
Resumo
A proposta da educação inclusiva é uma tendência universal nas sociedades democráticas contemporâneas. Sua implementação, enquanto política pública, tem suscitado muitas polêmicas, seja pela quantidade e/ou qualidade dos recursos que se colocam à disposição, seja pelo grau de aproveitamento efetivo desses recursos. Temos observado a prevalência de um modelo jurídico-administrativo na abordagem da discussão das vicissitudes e dos impasses da inclusão, que privilegia a dimensão da implementação material do dispositivo inclusivo, através dos meios administrativos e jurídicos necessários. Nossa pesquisa parte de uma constatação do limite do poder das medidas tomadas neste âmbito para a efetiva instalação de um processo inclusivo. Com efeito, não basta que os recursos estejam disponíveis e instalados se não houver a implicação dos vários sujeitos envolvidos no processo em questão, a saber, alunos, pais, professores e agentes pedagógicos em geral, e, mais amplamente, toda a sociedade que formula a inclusão como meta. Essa implicação não pode advir da simples medida administrativa e, ao contrário, pode ser que as boas medidas administrativas dependam dela para melhor se informarem quanto a sua boa direção. A persistência desmedida no referencial jurídico-administrativo pode consubstanciar a falsa ideia de que os professores, pais, alunos, etc. resistem às mudanças, enquanto não fazem senão denunciar a complexidade da questão escondida nas simplificações realizadas por esse modelo. Sabemos dos impasses que as políticas brasileiras de educação inclusiva têm nos colocado: dificuldades de implementação; mobilização dos recursos; persistência de velhos modelos de trabalho; etc. Entre estas, a formação de professores se destaca, seja pelo impacto que a nova realidade da educação inclusiva instaura no cotidiano escolar, obrigando os professores a reverem suas práticas, seja pela queixa frequente e persistente destes reivindicando cursos de formação que os prepare para a nova realidade. Tal queixa e reivindicação, destaquemos de saída, em geral é predominantemente motivada pela presença de alunos com transtornos globais do desenvolvimento, que parecem ser o maior desafio da educação inclusiva. Em consonância com uma ampla discussão sobre a efetividade de modelos de formação docente, que inclui teóricos da Sociologia, da Pedagogia, Psicologia, etc, propomos em nossa pesquisa testar a validade e a efetividade de um modelo de formação centrado nas premissas de trabalho oriundas do campo de pesquisa da Psicanálise e Educação: basicamente, a da inclusão da noção de sujeito do inconsciente. Em contraposição ao modelo dominante de formação docente, centrado na premissa do domínio conceitual para fins instrumentais, o modelo aqui concebido tem como premissa a constatação de que o domínio conceitual e instrumental não é suficiente para uma efetiva mudança das práticas. Constatação, aliás, corroborada por vários autores da Sociologia, da Pedagogia, e da Psicanálise. O grupo de escuta de professores é o modelo aqui proposto para ser testado, por representar uma excelente possibilidade de trabalho que inclui o sujeito em sua particular relação com o saber. Reunidos em torno de uma tarefa comum: discutir seus problemas com o trabalho inclusivo, os professores se veem frente a identificações horizontais com seus pares e não apenas expostos a uma identificação vertical com o Mestre, que supostamente deteria o saber, um saber-fazer-com. O manejo dessa discussão, orientado pela ideia de giro discursivo, proposta por Lacan em sua teoria dos discursos, pode encaminhar o trabalho na direção de uma aquisição de saber com implicação de sujeito, portanto, com mais significação e efetividade na prática. Esse modo de aquisição de saber evitaria o destino comum, típico do modelo criticado, de conceber um conhecimento instrumental forjado sobre "A" criança, que tende a mostrar-se falho no contato com "as" crianças. (AU)

Avaliação e comparação dos efeitos tripanossomicidas de derivados benzofuroxânicos ativos em vesículas sintéticas gigantes (GUVs)contendo ergosterol

Processo:15/25062-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência: 11 de abril de 2016 - 25 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica
Pesquisador responsável:Regina Maria Barretto Cicarelli
Beneficiário:
Anfitrião: Gregor Gomiscek
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara, SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Ljubljana (UL) (Eslovênia)
Assunto(s):Trypanosoma cruzi
Resumo
A doença de Chagas é endêmica na América. Atualmente, a droga mais usada no Brasil é obenzonidazol, cuja ação é limitada de acordo com o estágio da doença, a cepa deTrypanosoma cruzi e efeitos colaterais graves. A equipe da solicitante em colaboração comoutros grupos de pesquisa (NuBBe-IQAr e Lapdesf-FCFAr, ambos da UNESP) realizoutestes de atividade tripanocida com cerca de 1.055 compostos entre os extratos e frações deplantas diferentes (569), óleos vegetais (11) e substâncias sintéticas ou semi-sintéticas(389). Atualmente, os estudos têm mostrado that derivados benzofuroxânicos foram maiscitotóxicos do que o benzonidazol em epimastigotas e amastigotas de T. cruzi. Tambémnão foram mutagênicos em ratos e podem ser produzidos em grandes quantidades, o queincentiva a necessidade de uma maior compreensão do seu mecanismo de ação. Alémdisso, as interações de polieno com membranas lipidicas têm sido extensivamenteestudadas empregando-se pequenas vesículas unilamelares (SUVs) e / ou grandes (LUV),utilizando diferentes técnicas de fluorescência. A equipe internacional do Dr. GregorGomiscek, da Universidade de Ljubljana, tem estudado os mecanismos de interação pormeio da análise do comportamento individual de vesículas gigantes (GUVs). Efeitosinteressantes induzidos por diferentes níveis de nistatina na atividade da membrana lipídicaforam observados; estes estudos são realizados com microscopia de contraste de fase esistema de micromanipulação. O objetivo deste estudo colaborativo será avaliar ocomportamento de GUVs preparadas com colesterol ou ergosterol, após o tratamento comos derivados de benzofuroxânicos. Estes resultados trarão informações adicionaisinteressantes para uma melhor compreensão do mecanismo de ação destes compostoscontra as membranas de tripanossomas (contendo ergosterol na sua composição) emcomparação com aqueles do hospedeiro mamífero (contendo colesterol na suacomposição). (AU)

Papel da fase contínua e do agente estruturante na formação de organogéis para uso em alimentos

Processo:15/24912-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2016
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Rosiane Lopes da Cunha
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Assunto(s):SurfactantesAuto-organização
Resumo
A exigência de órgãos regulamentadores restringindo a utilização de gorduras hidrogenadas em produtos, bem como a conscientização de uma grande massa de consumidores por uma dieta mais saudável, configura um cenário no qual a indústria de alimentos é estimulada a buscar novas alternativas para substituir este ingrediente sem alterar as propriedades físicas e sensoriais do produto final. A estruturação convencional de óleos está baseada na nucleação e crescimento dos cristais, porém esta rota traz algumas desvantagens no viés nutricional, devido à elevada quantidade de gorduras trans- ou ácidos graxos saturados, e de condições de processo. Uma estratégia emergente é a estruturação física e gelificação de óleos líquidos devido à auto-associação de moléculas anfifílicas de baixa massa molecular (gelator ou agente estruturante) em solventes orgânicos, dando origem aos sistemas conhecidos como oleogéis ou organogéis. Estes sistemas têm sido explorados em áreas correlatas como petróleo, fármacos e cosméticos, em contraste, a aplicação destes com a proposta de estruturação em alimentos é relativamente nova. A combinação adequada de solvente e gelator que seja capaz de formar géis ainda é empírica, e um desafio quando se limita a utilização de componentes de grau alimentício. O estudo da racionalidade envolvida na obtenção destes géis se faz pertinente, para predição de pares eficientes e características intrínsecas destes géis. Neste sentido, a caracterização microestrutural, reológica, morfológica e térmica pode ajudar a elucidar a formação e comportamento destes sistemas. Assim, este projeto de pesquisa tem como objetivo o entendimento dos mecanismos envolvidos na formação de organogéis, utilizando diferentes agentes estruturantes e solventes orgânicos, de forma a vislumbrar características ou propriedades que fazem os pares formarem ou não géis. O grau de pureza e características químicas dos agentes estruturantes bem como a solubilidade da fase orgânica serão avaliados. Os resultados a serem obtidos contribuirão para o desenvolvimento e entendimento de sistemas organogelificados a partir de estruturantes de grau alimentício, atendendo à motivação de substituição de gorduras em formulações alimentícias. (AU)

Análise comparativa de dois modelos (tabelas de Bayley-Pinneau vs modelo matemático) para predição da estatura final de meninas com puberdade precoce central idiopática

Processo:15/22074-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de abril de 2016 - 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Vinicius Nahime de Brito
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Puberdade precoce
Resumo
A puberdade é considerada precoce quando ocorre antes dos 8 anos no sexo feminino. É classificada como puberdade precoce central (PPC) quando decorre da ativação prematura do eixo gonadotrófico e idiopática (PPCI) quando não há lesão orgânica no sistema nervoso central. O tratamento de escolha da PPC são os análogos de GnRH. Os objetivos do tratamento da PPCI incluem preservar o potencial genético de estatura e a adequação psicossocial da paciente e dos familiares. As diretrizes para o tratamento da PPCI com análogos de GnRH são controversas em relação aos benefícios sobre a estatura adulta, enfatizando melhores resultados nas meninas tratadas abaixo dos 6 anos, resultados discrepantes entre 6 e 8 anos e ausência de benefício nas meninas acima de 8 anos. PPCI progressiva se não tratada pode resultar na perda estatural. O método mais utilizado para predição estatural é baseado nas tabelas de Bayley Pinneau, que estimam a estatura final utilizando a idade óssea. Entretanto, é um método desenvolvido para crianças normais, e quando aplicado a casos de puberdade precoce, que apresenta geralmente idade óssea avançada, se mostra inacurado por superestimar a estatura adulta. Recentemente, Giabicani E e cols. propuseram um modelo de predição estatural baseado na estatura em relação à idade cronológica, estatura dos pais e na relação LH/FSH pico. O objetivo desse projeto é comparar este modelo recente de predição de estatura final com o método tradicional de Bayley-Pinneau em uma grande coorte de meninas com PPC. (AU)

Avaliação funcional e estrutural da retina e coróide pela tomografia de coerência óptica em diabéticos com ou sem acometimento renal em tratamento

Processo:16/02158-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência: 01 de abril de 2016 - 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Rony Carlos Preti
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/25354-2 - Avaliação funcional e estrutural da retina e coróide pela tomografia de coerência óptica em diabéticos com ou sem acometimento renal em tratamento, AP.R
Assunto(s):Insuficiência renal crônicaOftalmologiaDoenças da coroideTomografia de coerência ópticaRetinopatia diabética
Resumo
Introdução: O acometimento da retina pelo diabetes melitos (DM), denominado retinopatia diabética (RD), é uma das principais causas de cegueira no mundo causando diminuição tanto da acuidade visual (AV) quanto da sensibilidade ao contraste (SC). Nos últimos anos, houve grande progresso no diagnóstico e acompanhamento das alterações da retina nesta afecção com o surgimento da Tomografia de Coerência Óptica (OCT). Mais recentemente, devido ao avanço tecnológico este exame tornou possível estudar também a coróide, outro tecido que pode ser acometido na DM levando à coroidopatia diabética (CD). Atualmente, acredita-se que a coróide está relacionada com o desenvolvimento da RD por esta estrutura ser afetada antes mesmo da retina; entretanto poucos são os estudos controlados que avaliaram-na em diabéticos sem ou com doença renal crônica (DRC) em tratamento, correlacionado-a com a função visual. Além do olho, outro órgão comumento afetado pelo DM é o rim, levando à nefropatia diabética (ND) e por haver correlação entre a RD e a ND, o tratamento desta pode melhorar a espessura da retina e coróide e na classificação da RD.Objetivos Avaliar a espessura da coróide (EC) e da retina, em diabéticos tipo 1 e 2, nos diferentes estádios da RD, em indivíduos portadores ou não de DRC; correlacionar a EC com a espessura macular da retina e com a AV e a SC; estudar o impacto do transplante renal, da hemodiálise e da diálise peritoneal, sobre a EC e da retina, o estadiamento da RD e a medida da função visual; e avaliar a morfologia da coróide pela OCT em diabéticos com ou sem DRC em tratamento com diálise ou transplante renal.Métodos: Pacientes diabéticos tipo 1 e 2, em acompanhamento e/ou tratamento nos Ambulatórios de Oftalmologia e de Nefrologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, receberão avaliação oftalmológica completa e serão submetidos, por investigadores mascarados, aos exames de AV com a tabela Early Treatment Diabetic Retinopahy Study, SC com a tabela Visual Contrast Test Sensitivity 6500, retinografia, OCT, biometria, peso corporal e exames laboratoriais. A fim de se estudar a espessura e a forma da retina e da coróide, em pacientes diabéticos que não estejam em tratamento com diálise, haverá um grupo controle que será composto de indivíduos normais. Todos os exames citados acima serão realizados somente uma vez em ambos os grupos. Para investigar as possíveis alterações nos diabéticos que estão em tratamento com diálise e aqueles que irão ser submetidos a transplante renal e a diálise pela primeira vez, os dados serão comparados com aqueles de um grupo controle constituído de pacientes diabéticos sem falência renal. Nestes casos, os pacientes terão seguimento de um ano com realização dos exames mencionados acima na visita de qualificação e em 4 e 12 meses. Resultados esperados: Este estudo possibilitará avaliar a alteração que o DM provoca na coróide nos diversos estádios da RD e se esta influencia na função visual e no desenvolvimento ou piora da RD. Além disto, a pesquisa permitirá analisar se a diálise ou o transplante renal, realmente, reduzem a EC, melhoram ou estabilizam a RD e tem influência na função visual, AV e SC. Em princípio esperamos observar redução da EC nos olhos de pacientes diabéticos, principalmente naqueles com RD avançada ou que apresentam EMD, que provavelmente se correlacionará com aumento da espessura da retina causando redução da função visual, AV e SC. Acreditamos que encontraremos diminuição da EC e retina com a realização da diálise e transplante renal proporcionando também melhora da função visual; estabilização ou melhora da RD com a diálise e o transplante renal e consequente melhora da função visual; e alterações na morfologia da coróide, principalmente nos diabéticos com RD avançada. (AU)

Em busca da paráfrase

Processo:16/02251-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência: 01 de abril de 2016 - 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Línguas Estrangeiras Modernas
Pesquisador responsável:John Milton
Beneficiário:
Supervisor no Exterior: David Helier Treece
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Local de pesquisa: King's College London (Inglaterra)
Assunto(s):TraduçãoParáfrasePoesia
Resumo
Michael Hamburger (1924-2007) é considerado um dos maiores tradutores de poesia do século XX. Ainda que não tenha criado uma teoria da tradução, seus vários escritos críticos e declarações acerca da tradução poética, quando não sua prática extensiva, têm sido considerados responsáveis pelo surgimento de uma abordagem da tradução de poesia que dá a impressão de servir de um contraponto à abordagem poundiana, quando não de complementá-la e elucidá-la, no que concerne a questões ainda em debate, ainda que apresente pontos de contato, dentre estes, o compromisso com o objetivo de realizar, no texto de chegada, composições literárias e poéticas, embora marcadas pelo rigor em termos de proximidade semântica. Portanto, nossa pesquisa visa a passar em revista as ideias de Ezra Pound acerca da tradução poética; rastrear as visões de Michael Hamburger em todos os seus textos sobre o assunto; contrastar essas abordagens, nossos argumentos convergindo para a ideia de que as traduções de Hamburger se afastam das de Pound principalmente pela divergência de opinião de ambos quanto à relação da "crítica" com a atividade de se traduzir um poema. Procurará mostrar também que Hamburger, mesmo se valendo da antiga distinção de Dryden acerca dos três tipos de tradução, aspirava ao que Haroldo de Campos chamava de "paráfrase", e que é possível que se estabeleçam pressupostos para a tradução do poema, bem como para a avaliação mais objetiva de seu valor literário, de seu estatuto de "tradução", e não de "apropriação", como o entendia Hamburger, nem como "transcriação", como o chamaram tradutores augustianos, por meio de uma definição mais exata, quando não de uma tipologia, da paráfrase. Num último momento, nossa pesquisa analisa traduções de Gerard Manley Hopkins feitas por Augusto de Campos, cotejadas com os originais em inglês, buscando demonstrar que elas correspondem ao que Dryden e Hamburger consideram "imitações", ao mesmo tempo que são propostas novas traduções dos poemas comentados, segundo as características do que se pode chamar de "paráfrase". (AU)

Síntese, caracterização e estudos de atividade antibacteriana de complexos de Ag(I) e Cu(II) com sulfametizol

Processo:16/01579-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de abril de 2016 - 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Pedro Paulo Corbi
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Assunto(s):Química bioinorgânicaSulfametizol
Resumo
Complexos metálicos são utilizados para diferentes fins em medicina, tanto no diagnóstico quanto no tratamento de doenças. Por exemplo, complexos de alumínio são utilizados como antiácidos, complexos de cobre possuem atividade fungicida, complexos de gadolínio são utilizados como agentes de contraste e complexos de platina são utilizados no tratamento do câncer. Neste projeto, propõe-se a síntese de complexos de Ag(I) e Cu(II) com sulfametizol, um fármaco da classe das sulfonamidas e de ação antibacteriana. Os compostos obtidos serão sintetizados por meio de reações em solução aquosa ou alcoólica e caracterizados por diversas técnicas, destacando-se análise elementar e térmica, espectroscopia de ressonância magnética nuclear de 1H, 13C e 15N, espectroscopia no infravermelho e espectrometria de massas. Estudos de atividade antibacteriana dos complexos obtidos serão também executadas utilizando-se métodos descritos na literatura e já aplicados em nosso grupo de pesquisas (AU)

Emulsificação por ultrassom de extratos de pimentas biquinho (Capsicum chinense) obtidos por extração supercrítica como alternativa para o aumento da bioatividade

Processo:15/18119-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência: 01 de abril de 2016 - 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Julian Martínez
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Assunto(s):Espectrometria de massas
Resumo
Recentemente foram identificados na pimenta biquinho (Capsicum chinense) compostos análogos aos capsaicinoides, os chamados capsinoides. Os capsinoides apresentam atividades biológicas como a prevenção de tumorigênese; aumento do gasto energético e indução da queima de gorduras. Os capsinoides não apresentam a pungência característica dos capsaicinoides, o que torna o seu uso atrativo pelas indústrias farmacêutica e alimentícia. Uma possível forma de aumentar a bioatividade destes extratos - pelo aumento da capacidade antioxidante, citoxicidade em células tumorais e atividade antibacteriana - é o desenvolvimento de sistemas emulsionados empregando técnicas a alta pressão e assistidas por ultrassom. Desta forma, o principal objetivo deste trabalho é a obtenção de mini-emulsões, que potencializam as atividades dos extratos de pimenta biquinho visando a valorização desta matéria prima nativa do Brasil. Para alcançar esse objetivo, serão utilizados os conhecimentos em processos a alta pressão para a obtenção de extratos e emulsificação por ultrassom do Laboratório de Alta Pressão em Engenharia de Alimentos (LAPEA), coordenado pelo Prof. Dr. Julian Martínez em parceria com o Laboratório ThoMSon de Espectrometria de Massas, coordenado pelo Prof. Dr. Marcos Eberlin, que atua na identificação de compostos por espectrometria de massas, dotado de equipamentos que permitem a identificação de moléculas. Os objetivos específicos são a caracterização das classes de compostos dos extratos de pimenta biquinho, obtenção de extratos por tecnologia supercrítica, seguido da formação de emulsões pela emulsificação por ultrassom e por fim a verificação da hipótese de que os sistemas emulsionados incrementam a capacidade antioxidante, a citotoxicidade e atividade antibacteriana dos extratos supercríticos obtidos de pimentas biquinho. (AU)

Dicionário português-inglês de verbos para estudantes brasileiros - elaboração de verbetes iniciados em 'c'

Processo:15/20919-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de abril de 2016 - 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Línguas Estrangeiras Modernas
Pesquisador responsável:Regiani Aparecida Santos Zacarias
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis, SP, Brasil
Assunto(s):LexicografiaDicionários
Resumo
O projeto propõe pesquisa em Lexicografia Bilíngue Pedagógica- Português-Inglês, disciplina da Linguística Aplicada, vinculada às Ciências Sociais. O objetivo é elaborar dicionário de verbos português-inglês, proposta já em andamento, desenvolvido pela Drª. Regiani Zacarias, também orientadora desta pesquisa. Fundamentando-se na contrastividade das línguas portuguesa e inglesa, o dicionário destina-se a suprir às necessidades do usuário brasileiro, aprendiz da língua inglesa. O trabalho inicia-se com a identificação dos verbos mais utilizados em língua portuguesa, apontados na obra de Bay e Davies (2008) e confirmados no site: http://www.sketchengine.co.uk/. Em seguida, será realizado o estudo dos dezprimeiros verbos iniciados com a letra C, avaliando-se, ao mesmo tempo,os verbetes de cada um dos verbos em cinco dicionários escolares português-inglês, apresentando-se, ao fim do trabalho, a redação completa dos verbetes dos dez verbos que, por sua vez, serão inseridos no dicionário em elaboração. (AU)

Detection of PUP odors by non-canonical adult vomeronasal neurons expressing an odorant receptor gene is influenced by sex and parenting status

Processo:16/03349-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de abril de 2016 - 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Fabio Papes
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Assunto(s):OdoresFeromôniosÓrgão vomeronasal
Resumo
Background: O olfato é um sentido fundamental através do qual a maioria dos animais percebem o mundo externo. O sistema olfativo detecta odores através de órgãos sensoriais especializados, tais como o epitélio olfativo principal e o órgão vomeronasal. Neurônios sensoriais nestes órgãos utilizam receptores GPCR para detectar estímulos quimiossensoriais. Os receptores de odorantes da família OR são expressos em neurônios sensoriais do epitélio olfativo principal, enquanto é reconhecido que o órgão vomeronasal adulto expressa outros tipos de receptores.Resultados: Descrevemos neste artigo o gene Olfr692, um membro da família gênica OR identificado por sequenciamento de RNA de próxima geração, que é altamente regulado e não-canonicamente expresso no órgão vomeronasal. Mostramos que os neurônios que expressam este gene são ativados por odores de filhotes. Surpreendentemente, a atividade em células Olfr692-positivas é sexualmente dimórfica, sendo muito baixa em fêmeas. Nossos resultados mostram também que os odores juvenis activam um grande número de neurônios vomeronasais Olfr692-positivos em machos virgens, uma situação em que comportamento infanticida é exibido. Em contraste, a atividade diminui substancialmente nos machos parentais (pais), onde o comportamento agressivo infanticida não é freqüentemente observado.Conclusões: Os resultados descrevem pela primeira vez uma população neuronal sensorial com uma identidade molecular específica que está envolvida na detecção de odores de filhotes. Além disso, é um dos primeiros relatos de um grupo de neurônios sensoriais cuja atividade apresenta dimorfismo sexual e depende da condição social. Nossos dados sugerem que a população Olfr692-positiva está envolvida na mediação de comportamentos orientados a filhotes em mamíferos. (AU)

Estudos taxonômicos, filogenéticos e biogeográficos no gênero Eriosema (DC.) Desv. (Leguminosae, Papilionoideae, Phaseoleae)

Processo:15/13386-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2016 - 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Taxonomia Vegetal
Pesquisador responsável:Ana Paula Fortuna Perez
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesq. associados:

Mohammad Vatanparast ; Wanderleia de Vargas ; Elisa Silva Cândido

Assunto(s):FilogeniaAnatomia vegetalFabaceaeMorfologia vegetal
Resumo
Eriosema (DC.) Desv. possui distribuição pantropical, apresentando dois principais centros de diversidade para as cerca de 150 espécies, um na África e outro nas Américas, onde é registrada a ocorrência de 38 espécies, das quais 30 ocorrem no Brasil. Está incluído subtribo Cajaninae (Phaseoleae), que tem sido considerada monofilética nas filogenias atuais, apesar da baixa amostragem. Em contraposição, pouco se sabe sobre as relações interespecíficas em Eriosema e até mesmo sobre sua precisa distinção com Rhynchosia, gênero mais relacionado filogeneticamente. Os poucos trabalhos filogenéticos existentes com estes gêneros não amostram mais do que duas espécies, fato este que não esclarece a monofilia deles. A distinção entre estes dois gêneros é, basicamente, a localização do ponto de inserção do funículo da semente em relação ao hilo, sendo terminal em Eriosema e central, subcentral ou terminal em Rhynchosia. Eriosema é uniforme morfologicamente, dificultando a delimitação das espécies, que são circunscritas principalmente por caracteres foliares, que podem ser variáveis de acordo com condições ambientais. O mais recente tratamento taxonômico do gênero foi publicado por Grear em 1970, que tratou apenas as espécies americanas. Considerando a riqueza de táxons de Eriosema existentes no Brasil, a pouca descontinuidade entre os caracteres diagnósticos infragenéricos, a escassez de estudos taxonômicos recentes deste gênero, e o pouco conhecimento sobre as relações filogenéticas em Cajaninae, especialmente de Eriosema com Rhynchosia, este estudo tem por objetivos: realizar um estudo taxonômico das espécies de Eriosema ocorrentes no Brasil; testar o monofiletismo do gênero Eriosema; esclarecer a delimitação de Eriosema com membros de Cajaninae, especialmente com Rhynchosia; estudar a filogenia no intuito de verificar as relações interespecíficas; propor, se pertinente, uma classificação infragenérica para Eriosema de acordo com os padrões filogenéticos observados; determinar tempo de diversificação e compreender a história biogeográfica do gênero; e reconstruir estados ancestrais baseados principalmente nas estruturas secretoras que são peculiares à Eriosema e representantes de Cajaninae. (AU)

O papel da Uromodulina na patogênese da nefropatia diabética

Processo:15/24991-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência: 15 de março de 2016 - 14 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Roberto Zatz
Beneficiário:
Supervisor no Exterior: Hans-Joachim Anders
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Local de pesquisa: Ludwig Maximilian University of Munich (LMU Munich) (Alemanha)
Assunto(s):NefrologiaInsuficiência renal crônicaUromodulinaImunidade naturalInflamassomos
Resumo
A nefropatia diabética (ND) é uma das mais importantes causas de doença renal crônica em todo o mundo. Os mecanismos que levam ao estabelecimento da ND são complexos e, apesar do progresso ocorrido nas últimas décadas, ainda estão longe de serem totalmente compreendidos. A inflamação está envolvida tanto na patogênese como na progressão da ND. Há evidências de que a ativação da imunidade inata pela diabetes pode desencadear o processo inflamatório. Dentre os possíveis componentes da imunidade inata envolvidos nesse processo encontram-se os toll-like receptors (TLRs), o sistema NF-kappaB e o inflamassoma NLRP3. A ativação dessas vias resulta em produção e maturação de citocinas pró-inflamatórias, como as interleucinas 1 alfa, 1 beta e 18. Resultados parciais obtidos em meu trabalho de doutorado, utilizando ratos diabéticos por estreptozotocina (STZ), sugerem que a ativação de componentes da imunidade inata no tecido renal, como TLR4, sistema NF-kappaB e Caspase-1, acompanham o desenvolvimento de lesões renais na ND. Entretanto, ainda não foi possível demonstrar os mecanismos envolvidos nessa ativação. A uromodulina (UMOD), também conhecida como proteína de Tamm-Horsfall, é expressa na porção espessa ascendente da alça de Henle. A UMOD foi primeiramente descrita como uma proteína imunossupressora, quando situada exclusivamente no lúmen tubular, inibindo a inflamação. Entretanto, estudos subsequentes sugeriram um papel pró-inflamatório da UMOD no interstício renal, especificamente por ativar neutrófilos e monócitos. Outros estudos demonstraram um aumento dos níveis de UMOD na urina de pacientes com doença renal crônica por diferentes causas, inclusive pela diabetes. O grupo de pesquisas liderado pelo Prof. Hans-Joachim Anders demonstrou in vitro que a UMOD ativa o inflamassoma NLRP3 em monócitos humanos, levando à liberação de IL-1 beta e morte celular. Esse processo era dependente de ativação de TLR4/NF-kappaB e de IL-1 alfa. Eles sugeriram que, quando ocorre dano tubular, a UMOD ganha o interstício e ali ativa a imunidade inata, promovendo inflamação. O papel específico da UMOD na ND é pouco conhecido, mas é possível que o aumento dessa proteína no interstício renal seja um dos ativadores da imunidade inata na ND, desencadeando o processo de lesão. Em macrófagos com fenótipo pró-inflamatório (M1), o inflamassoma NLRP3 é ativado por diferentes estímulos. Já nos macrófagos com fenótipo anti-inflamatório (M2) pode não ocorrer a ativação de Caspase-1 e da via inflamassoma/IL-1 beta. Como a UMOD ativa NLRP3 em monócitos, é possível que ela exerça efeitos distintos sobre os diferentes fenótipos de macrófagos. No estudo proposto, pretendemos testar a hipótese de que o aumento da excreção de UMOD no lúmen tubular, associado à perda de integridade do néfron, aumenta a entrada de UMOD no interstício renal, ativando as vias do TLR4/NF-kappaB e do inflamassoma NLRP3 nos monócitos intersticiais, levando à inflamação dependente de IL-1 alfa e IL-1 beta na ND por STZ. (AU)

Caracterização relaxométrica de uma nova plataforma para complexos de GD com base no uso de Gd-AAZTA funcionalizado com a função ácido

Processo:15/16624-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência: 06 de março de 2016 - 05 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Luiz Alberto Colnago
Beneficiário:
Supervisor no Exterior: Silvio Aime
Instituição-sede: Embrapa Instrumentação Agropecuária. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). São Carlos, SP, Brasil
Local de pesquisa: Università degli Studi di Torino (UNITO) (Itália)
Assunto(s):Compostos de coordenaçãoRessonância magnética nuclear
Resumo
O projeto visa o desenvolvimento de novos agentes de relaxação à base de Gadolíneo para o ajuste fino de certos parâmetros como aumento de sensibilidade, elevada estabilidade in vivo, processo de excreção bem controlada e via de distribuição bem definida. O objetivo do projeto será investigar o comportamento relaxométrico de uma série de novos agentes de contraste sintetizados com base na utilização de Gd-AAZTA funcionalizado com uma função ácido (Gd-AAZTAC2COOH) curtamente espaçada (C2 espaçado) que permite uma posterior conjugação com cadeias lipofílicas ou espécies multiméricas. O uso de um ligante curto entre a esfera de coordenação do metal e o grupo funcionalizante deve reduzir a mobilidade interna do núcleo paramagnético permitindo assim a obtenção de sistemas de alta relaxividade. Os agentes de contraste serão modificados, a fim de abordar duas questões importantes: i) Os complexos paramagneticos serão modificados visando aumentar sua capacidade de atuação através da conjugação de vetores adequados e ii) amplificação do sinal (transportadores nanométricos) serão fornecidos, a fim de superar a limiar baixa sensibilidade da técnica de MRI. (AU)

Caracterização e estudo comparativo de exsudações de hidrocarbonetos e Plays petrolíferos em bacias terrestres das regiões central do irá e Sudeste do Brasil usando sensoriamento remoto espectral

Processo:15/06663-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência: 01 de março de 2016 - 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Carlos Roberto de Souza Filho
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Assunto(s):Sensoriamento remotoPetróleo
Resumo
Os reservatórios de hidrocarbonetos (HC) não são completamente selados e permitem escapes de HCs para a superfície ao longo do tempo. Esses escapes, conhecidos como exsudações, produzem transformações físico-químicas e mineralógicas discerníveis na superfície, as quais são previstas e descritas nos modelos clássicos de exsudação. As transformações induzidas por exsudação são caracterizadas por (1) concentração anômala de gás; (2) anomalias microbiana e geobotânica; (3) modificações mineralógicas, tais como alteração de argila e formação de carbonatos, sulfetos e enxofre elementar; (4) facies com bleaching (descoloração, em função da remoção do ferro férrico); (5) mudanças eletroquímicas; e (7) anomalias radiométricas. Muitas dessas assembléias minerais (por exemplo: argilas, carbonatos e óxidos de ferro) mostram características espectrais diagnósticas em comprimentos de onda do visível e infravermelho próximo e de ondas curtas. Embora numerosas iniciativas tenham sido feitas no sentido de desenvolver métodos de sensoriamento remoto rápidos e de baixo custo para a geração de alvos, avaliação de plays petrolíferos e redução do risco exploratório, ainda existe uma grande distância entre o potencial do sensoriamento remoto, os resultados até aqui atingidos e a demanda da indústria do petróleo. O Irã detém uma das maiores reservas de HCs em bacias continentais do mundo, a maior parte das quais encerradas modernamente em condições de clima árido à semi-árido. Como resultado, a maioria de suas bacias ricas ou potencialmente ricas em HCs exibem ampla variedade de substratos expostos na superfície.Considerando-se a bacia sedimentar de Qom, no Irã, como área de estudo, esta pesquisa tem como objetivo empregar o estado-da-arte de dados e métodos de sensoriamento remoto, numa aproximação multi-escalar, para revelar a presença de HCs na superfície, compreender os processos químicos e físicos responsáveis pela alteração litológica, avaliar os efeitos do clima e do intemperismo e, em seguida, estabelecer indicadores mineralógicos induzidos por HCs que possam ser detectados por abordagens de sensoriamento remoto orbital. Para alcançar tais objetivos, este trabalho irá integrar evidências a partir (1) de mapas de alteração de ampla escala extraídos de dados dos sensores ASTER, Landsat e WorldView-3, (2) de investigação de campo e densa amostragem, (3) espectroscopia proximal, e (4) geoquímica analítica. Para construir um panorama claro das alterações, a mineralogia, geoquímica e petrografia das facies litológicas afetadas pelas esxudações serão contrastadas com afloramentos intactos, isentos de alteração.Existem várias linhas de evidências que sugerem semelhanças entre a mineralogia de reservatórios de HC exumados e fácies litológicas alteradas por exsudações. Para se ter uma compreensão mais profunda de tais indicações e estabelecer um possível paralelo entre esses dois fenômenos, um segundo estudo de caso será desenvolvido na região do município de Anhembi (SP), sudeste do Brasil, que encerra afloramentos de rochas reservatório de HCs e equivalentes desprovidos desses compostos. Esses sítios serão abordados com o uso de medidas espectrais in-situ com espectrômetros perfiladores e imageadores e a partir de dados do sensor orbital WorldView-3. Dado o nível de exposição das rochas e grande extensão dos red-beds na área de estudo de Qom, isso a torna um laboratório ideal para pesquisas na área de sensoriamento remoto visando revelar a fenomenologia das esxudações, desde a escala de afloramento até a escala de reservatório, assim como estabelecer modelos representativos e métodos que possam ser utilizados ao nível global em áreas geologicamente pouco conhecidas, ou onde o acesso é limitado por restrições ambientais e legais. (AU)

O papel dos contextos nas mudanças por gramaticalização e subjetivização: um estudo diacrônico das construções com "agora" e "now"

Processo:15/21358-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência: 01 de março de 2016 - 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Pesquisador responsável:Sanderléia Roberta Longhin-Thomazi
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto, SP, Brasil
Assunto(s):GramaticalizaçãoContextoPolissemiaLinguística histórica
Resumo
Este projeto de pesquisa assume como propósito maior investigar a atuação da cognição humana em dois tipos específicos de mudança linguística, que tendem a caminhar juntos: a gramaticalização e a subjetivização. Acreditando, com base em Traugott (1988), em uma íntima relação entre a cognição e as alterações contextuais que constituem os estágios intermediários dos processos de mudança em foco, uma vez que, segundo a autora, na base dessas alterações está uma manobra essencialmente cognitiva - o fortalecimento de informatividade -, pretende-se, em âmbito mais específico, examinar o papel dos contextos nos processos de gramaticalização e subjetivização. Para tanto, é proposto um estudo diacrônico de dois casos de mudança apresentados por duas diferentes línguas. Trata-se das mudanças experimentadas pelas construções com agora, do português, e pelas construções com now, do inglês. Ambas as construções exibem, no português e no inglês contemporâneos, além do significado de tempo (seu significado original), o significado de contraste, que, com relação ao primeiro, pode ser considerado mais gramatical, por atuar no estabelecimento de relações internas à linguagem e, consequentemente, revelar-se mais abstrato. Além de mais gramatical, mostra-se também mais subjetivo: está fortemente baseado nas crenças e atitudes subjetivas do falante/escrevente. O fato de diferentes línguas apresentarem trajetórias de mudança similares indicia a existência de tendências universais de mudança, decorrentes de operações cognitivas, que extrapolam as especificidades das línguas. Nesse sentido, a fim de confirmar tais tendências, este projeto pretende chegar a possíveis generalizações a respeito do papel dos contextos na mudança e, por consequência, do trabalho da cognição humana na linguagem. (AU)

Relações de homologia em Medusozoa (Cnidaria) com base na anatomia dos diferentes estágios do ciclo de vida

Processo:15/23695-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência: 01 de março de 2016 - 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:André Carrara Morandini
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50242-5 - Dimensões da vida marinha: padrões e processos de diversificação em cnidários planctônicos e bentônicos, AP.BTA.TEM
Assunto(s):HydrozoaScyphozoaEvolução animalCubozoa
Resumo
Estudos filogenéticos baseados em diferentes fontes de informação mostram que não há um consenso sobre as relações evolutivas entre as classes de Cnidaria. Consequentemente, diferentes hipóteses de relacionamento apontam para interpretações contrastantes sobre a evolução do ciclo de vida no filo, com implicações diretas para a compreensão de inovações importantes incluindo a origem e metamorfose da medusa. O objetivo deste projeto é estabelecer relações de homologia entre os diferentes estágios do ciclo de vida para as classes de Medusozoa, inferindo a evolução morfológica a partir de hipóteses de relacionamento dissonantes. Para atingir este objetivo, iremos: (1) caracterizar comparativamente alterações anatômicas ao longo do desenvolvimento para os diferentes estágios do ciclo de vida de Medusozoa; (2) inferir a correspondência de estágios do ciclo de vida de Staurozoa com os estágios de pólipo e medusa de outros Medusozoa, o que permitirá verificar se/quando ocorre metagênese em Staurozoa; (3) comparar a evolução dos principais sistemas morfológicos entre as classes; (4) identificar, nestes modelos, expressões de diversidade morfológica com origem histórica (e sinapomórficas) em contraste àquelas com origem meramente funcional (e homoplástica), contextualizando-as nas propostas filogenéticas recentes para Cnidaria. Ao atingirmos o objetivo proposto, teremos uma visão integrada e comparada sobre a evolução morfológica de Medusozoa. O estudo é pioneiro por caracterizar as mudanças na anatomia interna durante os diferentes estágios do ciclo de vida, contribuindo para a compreensão dos padrões e processos envolvidos na evolução e diversificação morfológica em Cnidaria. (AU)

Condomínios fechados, heterotopia e o processo de subjetivação no Brasil

Processo:15/25915-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência: 01 de março de 2016 - 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Eda Maria Góes
Beneficiário:
Supervisor no Exterior: Carla Maria Guerron Montero
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente, SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Delaware (UD) (Estados Unidos)
Assunto(s):IntimidadeGeografia urbanaBrasil
Resumo
Condomínios fechados, heterotopia e o processo de subjetivação no Brasil ResumoEste projeto visa examinar, por meio da análise de um corpus de entrevistas com residentes de condomínios fechados, como se expressam, organizam e realizam historicamente os processos de subjetivação em torno da figura subjetiva do "securitizado" e do seu correlato os condôminos, desde uma perspectiva comparativa ilustrada no caso Brasil-Estados Unidos. Para esse propósito me apoio, do ponto de vista teórico-metodológico, na ampliação do conceito foucaultiano de heterotopia, propondo, a partir de evidências empíricas etnográficas e "cartografias existenciais" que os modos de vida das elites brasileiras se encaixam em um modelo urbano que seduz e se multiplica diferenciadamente, desde a década de 1970 por todo o campo social. Sugiro que a esfera privada, o lugar da "intimidade" e "invisibilidade", está se transformando em função de uma profunda e enraizada lógica de (auto) confinamento e fortificação assentada em uma acentuada dualização entre o público e o privado, o "medo", o individualismo e a distinção social. As fronteiras entre o público e o privado seriam cada vez mais porosas. Essa lógica é reificada com atributos de "Disneyficação". Habitar em um condomínio implicaria experimentar uma heterotopia de ilusão e compensação, em confronto com a vida extramuros. Nesses espaços seriam ressaltadas as férias eternas (e temáticas) do cotidiano, o abandono da desordem e do habitual, tornando-se um paraíso, refúgio, porto seguro e santuário para poucos, ao invés de uma solução urbana para muitos. Palavras-chave: Condomínios, Brasil, Elites, Heterotopias, Subjetivação. (AU)

Química mineral e análises por LA-ICPMS de elementos traços e terras raras em piroxênios do corpo Lujaurítico-Chibinítico do anel norte do maciço alcalino de Poços de Caldas (MG-SP)

Processo:15/23532-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de março de 2016 - 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Silvio Roberto Farias Vlach
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/06082-6 - A província magmática Paraná-Etendeka no Brasil: relações temporais e petrológicas entre o magmatismo toleítico e alcalino e suas implicações geodinâmicas, AP.TEM
Assunto(s):Rochas alcalinasMineralogia
Resumo
O Corpo Lujaurítico-Chibinítico do anel norte do Maciço Alcalino de Poços de Caldas (MG-SP) é uma importante ocorrência agpaítica do maciço. Este corpo é composto por 5 fácies de nefelina sienitos, com mineralogia composta por feldspato alcalino, nefelina, sodalita, eudialita (entre outros minerais acessórios) e piroxênios (egirina-augita) de diferentes fases magmáticas (uma sin e uma pós, diferenciadas principalmente pelas relações texturais). Apesar da literatura de volume expressivo na área, ainda não foram realizados análises químicas e laser para analisar a distribuição dos elementos traços entre os piroxênios de diversas gerações texturais e entre os piroxênios e a rocha total. Esses minerais podem ser considerados essenciais para a compreensão da evolução magmática do maciço, devido a grande variabilidade química encontrada. O projeto, que se insere dentro do temático da FAPESP 12/06082-6, propõe que sejam feitas essas análises, de modo a complementar os dados já existentes de mineralogia química e fomentar futuras interpretações petrogenéticas. (AU)
Página 5 de 1.881 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP