site da FAPESP
 

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Publicações científicas
Auxílios à Pesquisa
Bolsas
Programas voltados a Temas Específicos
Programas de Pesquisa direcionados à Aplicação
Programas de Infraestrutura de Pesquisa
Área do conhecimento
Situação
Ano de início
Página 5 de 1.601 resultado(s)
|

Impacto da superexpressão da proteína desacopladora mitocondrial 1 (UCP1) no metabolismo fotossintético

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Centro de Biologia Molecular e Engenharia Genética (CBMEG). Coordenadoria de Centros e Núcleos Disciplinares (COCEN). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Paulo Arruda
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:14/24183-0
Vigência: 01 de janeiro de 2015 - 31 de dezembro de 2015
Assunto(s):FotossínteseMitocôndriasEspécies de oxigênio reativasMetabolismo energético
Resumo
A mitocôndria desempenha papel central na respiração aeróbica e no metabolismo energético em organismos complexos. O metabolismo energético mitocondrial por sua vez é a principal fonte de espécies reativas de oxigênio (ROS). Para lidar com a expressiva geração de ROS e suas consequencias adversas para o metabolismo celular, a mitocôndria controla um potente complexo antioxidante com reflexos na propria mitocondria, no citoplasma e nas outras organelas celulares. Entre os componentes desse complexo esta a proteína desacopladora mitocondrial (UCP), localizada na membrana interna da mitocondrial. As UCPs permitem a livre passagem de prótons do espaço intermembranas para a matriz mitocondrial, dissipando o gradiente de prótons e assim estimulando o fluxo de elétrons na cadeia transporadora de elétrons (CTE), reduzindo a produção de ROS. A superexpressão da UCP1 em plantas está associada a uma resposta global da célula que envolve desde o mecanismo de biogênese mitocondrial, até a indução de genes responsivos a estresses e mudanças no metabolismo fotossintético. Estudos recentes mostram que plantas superexpressando a UCP1 fixam CO2 com maior eficiência. Por outro lado, o perfil transcriptomico dessas plantas mostra a repressão de genes envolvidos na fotossíntese, como por exemplo genes que codificam proteínas dos fotossistemas I e II, fato constrastante, uma vez que os fotossistemas são fundamentais para a produção do NADPH que é utilizado no ciclo de Calvin. A proposta deste projeto é verificar as alterações provocadas pela superexpressão da UCP1 no metabolismo fotossintético em nível proteico e metabólico. Serão etudados parâmetros relacionados a eficiência fotossintética, os perfis das proteínas dos PSI e PSII, a relação NADPH/NADP, e a composição de carboidratos e clorofila em diferentes linhagens superexpressando UCP1 comparadas com plantas selvagens. (AU)

A recepção do cinema de Serguei Eisenstein no Brasil de 1945 a 1989

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Bruno Barretto Gomide
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:13/19198-5
Vigência: 01 de janeiro de 2015 - 31 de dezembro de 2017
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Assunto(s):Recepção (comunicação)CinemaRevolução Russa
Resumo
A proposta do trabalho consiste em investigar e analisar as possíveis relações que há entre o cinema de Serguei Mikhailóvitch Eisenstein, visto como cineasta da revolução socialista, e o contexto histórico brasileiro durante períodos que antecedem o regime militar e que o sucedem, de 1946 a 1989, na tentativa de revisitar a maneira como os filmes e textos desse cineasta foram recebidos e estudados pelos brasileiros. Paralelamente, buscar-se-á relacionar os espaços de exibição desses filmes, como cineclubes, salas de cinema e espaços culturais ao seu contexto histórico e político, articulando essas exibições a outras manifestações artísticas, como exposições e espetáculos. Também serão observadas as itinerâncias desses filmes pelo território nacional, buscando entender as relações entre distribuidoras de filmes, o público e esses espaços de exibição como locais de discussão e reflexão em períodos de repressão e censura. Essa tensão é eixo fundamental para compreender a recepção desse cineasta "socialista", seu reconhecimento e a busca incessante por parte de intelectuais e interessados pelo estudo das teorias desse cineasta ainda distante. Esse mapeamento também abarcará a reunião de críticas e textos publicados em jornais, revistas e livros sobre o cinema de Eisenstein. Dessa maneira, pretende-se traçar um mapeamento crítico dessas produções apresentando similaridades e contrastes, além de paralelamente analisar quais textos de Eisenstein foram traduzidos para o português e/ou quais textos esses intelectuais tinham acesso. Nesta pesquisa, alguns capítulos serão dedicados a exibições, cuja repercussão em território nacional foi expressiva, como, por exemplo, a exposição 115 desenhos de S. Eisenstein, no Museu Lasar Segall, em 1974, juntamente a exibição de seus filmes. Pretende-se fazer traduções de dois textos inéditos significativos que dialoguem com o mapeamento crítico. É, portanto, a partir desses levantamentos crítico-reflexivos em torno do cinema de Eisenstein no Brasil, que o trabalho se encaminhará, tanto para elucidar as tensões da recepção desses filmes, quanto para abrir um campo em que possa ser pensada e estudada as relações entre a Cultura Russa e a Cultura Brasileira. (AU)

Projeto, construção e avaliação de um equipamento piloto multifuncional destinado ao estudo das aplicações de micro-ondas nos processamentos de alimentos

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Antonio Marsaioli Junior
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:14/14435-1
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 30 de novembro de 2016
Assunto(s):Micro-ondasSecagemTratamento térmico
Resumo
O uso de tecnologia de micro-ondas vem cada vez mais despertando interesse na indústria e na comunidade científica. Exemplos do uso de micro-ondas em processos na indústria de alimentos são variados: secagem, descongelamento, branqueamento, pasteurização e esterilização, extração, inativação enzimática, entre outros. Mais recentemente as micro-ondas têm sido associadas à tecnologia de geração de plasma não térmico, com aplicações potenciais contra os micro-organismos presentes em alimentos. Durante o aquecimento dielétrico, a distribuição do campo elétrico dentro de uma cavidade ocorre a partir de uma propagação multimodal, ocasionada por inúmeras reflexões provenientes das paredes metálicas da cavidade. Esta característica é um fator indesejado associado ao aquecimento por micro-ondas, pois as reflexões múltiplas geram volumetricamente regiões de maiores e menores intensidades de campos elétricos e, por consequência, um aquecimento não uniforme no produto. O objetivo desse estudo é o projeto e a construção de um sistema processador/secador multifuncional por micro-ondas (3 kW e 2,45 GHz), com cavidade de geometria prismática de seção sextavada que atenua as diferenças de intensidade dos campos elétricos. Trata-se de um projeto em desenvolvimento no Laboratório de Micro-ondas - Grupo de Engenharia de Processos - GEPC / ITAL, porém inicialmente com uma unidade aplicadora de escala laboratorial (700 W e 5,8 GHz). O novo projeto que está sendo proposto permitirá o estudo de tecnologias inovadoras por micro-ondas em frequência industrial (2,45 GHz), com possibilidade de extrapolação dos dados experimentais para processos da indústria de alimentos. Está previsto também o estudo com plasma gerado por micro-ondas, a partir da configuração do sistema provedor de micro-ondas, que neste caso será alterada para fornecer micro-ondas em onda estacionária mono-modo, para um aplicador do tipo universal no próprio guia de onda. Plasmas, em contraste com os processos térmicos tradicionais, podem inativar micro-organismos, incluindo esporos bacterianos, a temperaturas ambiente ou moderadamente elevadas, por tempos de tratamento curtos. (AU)

Modelagem do rendimento da cana-de-açúcar a partir de parâmetros climáticos

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Núcleo Interdisciplinar de Planejamento Energético (NIPE). Coordenadoria de Centros e Núcleos Disciplinares (COCEN). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Edgar Gomes Ferreira de Beauclair
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:14/23323-2
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 30 de novembro de 2016
Resumo
O trabalho atuará na análise, organização, tratamento de dados climáticos e de produtividade de cana-de-açúcar para o aperfeiçoamento e análise de um modelo matemático para a disponibilização de rendimento na colheita. Entre as atividades propostas estão levantamento das características dos dados envolvidos, análise destes com testes de novos parâmetros e aplicação do modelo em contraste com dados reais de colheita em diversas localidades como Brasil, Colômbia e Moçambique. (AU)

Ultraestrutura do espermatozóide de espécies de medusas (Scyphozoa e Cubozoa, Medusozoa, Cnidaria) do litoral brasileiro

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:André Carrara Morandini
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:14/08785-0
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 30 de junho de 2016
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Assunto(s):Microscopia eletrônica de transmissão
Resumo
A filogenia entre os diferentes grupos de Cnidaria permanece indefinida, uma vez que não há um consenso de quais são as relações entre as diferentes classes e ordens que compõem o filo. A espermiotaxonomia vem sendo utilizada como critério filogenético em diversos grupos de Metazoa. Para Cnidaria são poucos os trabalhos descrevendo a morfologia do espermatozoide em nível de microscopia de luz e de microscopia eletrônica de transmissão. Deste modo, o presente projeto visa descrever a morfologia geral e ultraestrutural dos espermatozoides dos Rhizostomeae Lychnorhiza lucerna e Cassiopea sp., do Semaeostomeae Chrysaora lactea (Scyphozoa), do Carybdeidae Tamoya haplonema e do Chirodropidae Chiropsalmus quadrumanus (Cubozoa). Adicionalmente serão enumerados os caracteres de cada uma das espécies, evidenciando possíveis sinapomorfias de cada grupo. Para a microscopia de contraste de fase diferencial será feito um esfregaço da gônada com 5 ml de glutaraldeído 2,5% ou água do mar do local de coleta, sendo posteriormente tomados 100 µl da solução, as quais serão recolhidas em lâmina e recobertas por lamínula, para posterior observação no microscópio. Fragmentos do testículo serão fixados em solução Karnovsky modificado (glutaraldeído 2,5% e 0,08% de paraformaldeído em tampão cacodilato de sódio 0,1 M (pH 7,4). Em seguida as amostras serão processadas de acordo com protocolo de microscopia eletrônica transmissão. A descrição das características gerais e ultraestruturais dos espermatozoides será baseada na presença e ausência de determinados caracteres já descritos em espermatozoides de Scyphozoa e Cubozoa. Adicionalmente esses caracteres serão avaliados de forma a verificar a sua adequação nas hipóteses concorrentes de relações entre os grupos Scyphozoa e Cubozoa. (AU)

Relações de gênero no plano político e social entre os kamaiurá

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Ciências e Letras (FCL). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Edmundo Antonio Peggion
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Etnologia Indígena
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:14/17955-6
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 30 de novembro de 2015
Assunto(s):Tupi-guarani
Resumo
Este projeto visa elaborar uma etnografia atualizada sobre os Kamaiurá, tendo como foco a perspectiva de gênero. Partindo das categorias de análise sobre os povos do Alto Xingu e do panorama Tupi-guarani, busca-se compreender as relações entre homens e mulheres Kamaiurá, seus possíveis contrastes e a razão de existirem, e de que forma o poder se estabelece em relação as exclusões/oposições. Espera-se assim, poder investigar a participação das mulheres Kamaiurá no plano social e político. Para esse estudo será observado como se configuram as questões de igualdade, poder, dominação e subordinação, sob a perspectiva crítica da antropologia contemporânea. (AU)

Projeto de redes dinâmico

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Computação (IC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Orlando Lee
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Teoria da Computação
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:14/18781-1
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 31 de maio de 2017
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Assunto(s):Algoritmos de aproximação Teoria dos grafosOtimização combinatória
Resumo
Problemas de otimização são denominados offline quando se tem conhecimento de toda a entrada, e não são impostas restrições de causalidade na estrutura da solução. Em contraposição, são definidos na literatura modelos de otimização denominados dinâmicos, nos quais o conhecimento sobre a entrada é limitado e/ou são impostas restrições de causalidade entre soluções parciais. Exemplos desses modelos incluem a computação online, a otimização estocástica e, mais recentemente, a otimização incremental. O termo projeto de redes se refere a uma classe com diversos problemas de otimização relacionados com conexidade em grafos, sendo o problema da árvore de Steiner considerado o problema central. Embora esses problemas já tenham recebido bastante atenção no modelo offline, existem poucos trabalhos sobre projeto de redes em modelos dinâmicos, em particular no modelo incremental. O objetivo deste trabalho é estudar problemas de projetos de redes em modelos dinâmicos de otimização. (AU)

Assimilação de carbono e acúmulo de forragem do capim Mulato II sob taxas contrastantes de crescimento e alturas do dossel mantida sob lotação contínua

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Carlos Guilherme Silveira Pedreira
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Pastagens e Forragicultura
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:14/16717-4
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 29 de fevereiro de 2016
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Assunto(s):FotossíntesePastagensPastejo
Resumo
O manejo do pastejo é um componente de grande importância dentro dos sistemas de produção de ruminantes, pois pode afetar diretamente aspectos primários do processo de produção de forragem. A intensidade de pastejo pode modificar a estrutura do dossel afetando as suas taxas fotossintéticas e promover modificações na quantidade e distribuição de luz dentro da comunidade de plantas. Modificações também podem ocorrer em função de alterações na composição do índice de área foliar, que é o somatório da área foliar de folhas com diferentes idades e em estádios de desenvolvimento, e que podem apresentar diferentes taxas de assimilação de carbono. Este trabalho tem por objetivo descrever e explicar o processo de assimilação de carbono pelo dossel forrageiro sob pastejo em função da participação de folhas com diferentes taxas fotossintéticas e o acúmulo de forragem da Brachiaria híbrida Convert HD (cv. Mulato II) em resposta a duas taxas de crescimento contrastantes (geradas por doses de nitrogênio) e alturas do dossel mantidas constantes por lotação contínua e taxa de lotação variável. O estudo será realizado na Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", campus da USP, em Piracicaba-SP, durante dois verões agrostológicos. O delineamento experimental será o de blocos completos casualizados, seguindo um arranjo fatorial 3 x 2, combinando três alturas de manejo (10, 25 e 40 cm) e duas taxas de crescimento impostas por doses de N (50 e 250 kg de N ha-1 ano-1), com três repetições, totalizando 18 unidades experimentais. Serão avaliados as taxas fotossintéticas de folhas e do dossel forrageiro, coeficiente de extinção luminosa, acúmulo de forragem e composição morfológica da massa de forragem (proporção de folhas, colmo + bainha e material morto). Os dados serão analisados usando o procedimento MIXED do SAS, e as médias serão comparadas pelo teste "t" de "Student" a 5% de probabilidade. (AU)

Determinação das concentrações de metais traço provenientes de deposições atmosféricas em hortas urbanas comunitárias na Cidade de São Paulo

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Thais Mauad
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Processo:14/19201-9
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 28 de fevereiro de 2018
Assunto(s):Poluição atmosféricaMonitoramento biológicoSaúde pública
Resumo
Múltiplos benefícios ambientais, urbanísticos, sociais e de saúde pública são propiciados pela horticultura comunitária nos centros urbanos. Em contrapartida, poucos estudos investigaram a contaminação dos alimentos produzidos pela absorção de metais traço provenientes de deposições atmosféricas decorrentes da intensa utilização de veículos. O presente estudo visa quantificar a concentração de metais absorvidos nas espécies Brassica oleracea L (couve) e Spinacia oleracea (espinafre) cultivadas em onze hortas urbanas comunitárias distribuídas em diferentes regiões da cidade de São Paulo, utilizando como métodos analíticos a NAA e ICP-MS, bem como a influência de características do ambiente urbano adjacente às plantações. O mapeamento dos dados obtidos será realizado utilizando modelagem geoestatística. (AU)

Ação regulatória da melatonina sobre o miR-17 e ROCK1 na metastatização do câncer de mama

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Debora Aparecida Pires de Campos Zuccari
Local de pesquisa: University of Toronto (Canadá)
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Processo:14/22245-8
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 31 de dezembro de 2014
Assunto(s):Neoplasias mamáriasMicrornasMelatoninaOncologia
Resumo
O câncer de mama é a neoplasia mais comum em mulheres e tem sido frequentemente associada a altas morbidades e mortalidades, com grande impacto financeiro sobre os sistemas de saúde. Além disso, a doença é caracterizada pelas altas taxas de metástases, que pioram significativamente o prognóstico. Este processo está associado a duas moléculas reguladoras, microRNAs (miRNAs), especialmente miR-17, e ROCK-1, cuja superexpressão tem sido associado ao crescimento de tumores e metástases. Em contraste, a melatonina tem mostrado propriedades oncostáticas e antimetastáticas, reduzindo a capacidade das células de migrarem e invadirem os tecidos, além da inibição da proliferação celular. Assim, pretende-se avaliar a expressão gênica de ROCK-1 e miR-17-5p, e a expressão proteica de ROCK-1 pela técnica de Western blotting. A expressão gênica de miR-17 e ROCK-1 será verificada por PCR em tempo real. Os resultados determinarão o valor terapêutico da melatonina sobre a metástase, contribuindo para compor protocolos terapêuticos com potencial controle deste evento celular, que é um fator determinante para o prognóstico do câncer da mama. (AU)

Em busca da paráfrase

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:John Milton
Local de pesquisa: King's College London (Inglaterra)
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literaturas Estrangeiras Modernas
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Processo:14/17321-7
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 31 de março de 2015
Assunto(s):Paráfrase
Resumo
Michael Hamburger (1924-2007) é considerado um dos maiores tradutores de poesia do século XX. Embora Hamburger não tenha criado uma teoria da tradução, seus vários escritos críticos e declarações acerca da tradução poética, quando não sua prática extensiva, têm sido considerados responsáveis pelo surgimento de uma abordagem da tradução de poesia que dá a impressão de servir de um contraponto à abordagem poundiana, quando não de complementá-la e elucidá-la, no que concerne a questões ainda em debate, ainda que apresente pontos de contato, dentre estes, o compromisso com o objetivo de realizar, no texto de chegada, composições literárias e poéticas, embora marcadas pelo rigor em termos de proximidade semântica.Portanto, nossa pesquisa visa a passar em revista as idéias de Ezra Pound acerca da tradução poética; rastrear as visões de Michael Hamburger em todos os seus textos sobre o assunto; contrastar essas abordagens, nossos argumentos convergindo para a idéia de que as traduções de Hamburger se afastam das de Pound principalmente pela divergência de opinião de ambos quanto à relação da "crítica" com a atividade de se traduzir um poema. Procurará mostrar também que Hamburger, mesmo se valendo da antiga distinção de Dryden acerca dos três tipos de tradução, aspirava ao que o tradutor augustano chamava de "paráfrase", e que é possível que se estabeleçam pressupostos para a tradução do poema, bem como para a avaliação mais objetiva de seu valor literário, de seu estatuto de "tradução" , e não de "apropriação", como o entendia Hamburger, nem como "transcriação", como o chamou Haroldo de Campos, por meio de uma definição mais exata, quando não de uma tipologia, da paráfrase. Num último momento, nossa pesquisa analisa traduções de Gerard Manley Hopkins feitas por Augusto de Campos, cotejadas com os originais em ingles, tentando demonstrar que elas correspondem ao que Dryden e Hamburger consideram "imitações", ao mesmo tempo que são propostas novas traduções dos poemas comentados, segundo as características do que se pode chamar de uma "paráfrase". (AU)

Characterization of the clonal profile of MRSA isolated in neonatal and pediatric intensive care units of a University hospital

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Maria de Lourdes Ribeiro de Souza da Cunha
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Processo:14/23169-3
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 31 de março de 2015
Assunto(s):Bacteriologia
Resumo
Staphylococcus aureus resistentes à meticilina (MRSA) são importantes patógenos em Unidades Neonatal e Pediátrica, causando sérias infecções às crianças internadas, que geralmente estão submetidas a vários fatores de risco para estas infecções. A detecção do gene mecA, mediador da resistência à meticilina, e a classificação do cassete cromossômico estafilocócico mec (SCCmec) possibilitam a caracterização de MRSA isolados das infecções causadas por esses microrganismos. Já a tipagem de clones de MRSA é realizada pela técnica de Eletroforese em gel de campo pulsado (PFGE), que é um método amplamente utilizado para analisar epidemiologias relacionadas a bactérias responsáveis pelas infecções nosocomiais. Assim, este estudo teve como objetivo detectar e caracterizar MRSA isolados de materiais clínicos provenientes de crianças internadas nas Unidades Neonatal e Pediátrica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu no período de 1991 a 2009. Foram estudadas 119 amostras de S. aureus, sendo o gene mecA detectado em 17,6%(21/119) desses isolados. Entre essas amostras foram caracterizados 42.9% (9/21)MRSA com SCCmec do tipo III e 57.1% (12/21) com SCCmec do tipo IV. A análise do perfil clonal destas amostras possibilitou a tipagem de 3 clones distintos, sendo MRSA com SCCmec tipo III relacionados ao clone endêmico brasileiro, e MRSA tipo IV relacionados aos clones JCSC4469 e USA800. Houve substituição dos perfis clonais analisados ao longo do período estudado nas Unidades Neonatal e Pediátrica, ressaltando a importância da melhoria das práticas de higiene e de controle de infecção hospitalar nessas unidades. (AU)

EMU concedido no projeto 2014/08458-9: fotomicroscópio Axio imager A2 da Carl Zeiss

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Elliot Watanabe Kitajima
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Processo:14/20531-3
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 30 de novembro de 2016
Assunto(s):ImunofluorescênciaFitopatologiaMicroscópio eletrônicoÁcaros
Resumo
Embora relatados desde o início do século XX, conhecimentos sobre vírus transmitidos por ácaros tenuipalpídeos Brevipalpus (VTB) só tiveram impulso nos últimos 15 anos. Um grande esforço se concentrou sobre o mais importante dele, o da leprose dos citros C (Citrus leprosis virus C- CiLV-C), que gerou informações detalhadas sobre sua natureza, suas relações com a hospedeira e o vetor e sua epidemiologia, e que resultaram em métodos para sua rápida detecção e manejos mais eficientes e econômicos. Uma descoberta importante foi a de que existem pelo menos dois tipos distintos de VTB, o citoplasmático (VTB-C) e o nuclear (VTB-N) e que estes vírus causam apenas infecções localizadas. Ficou também patente a ocorrência de um grande número de plantas naturalmente infetadas por um ou mais VTB. Quanto ao vetor, conhecem-se três espécies de Brevipalpus (B. californicus, B. obovatus e B. phoenicis) capazes de transmitirem VTB, e que as suas relações com o vírus que transmitem, seria do tipo circulativo para VTB-C e circulativo-propagativo, para VTB-N. Contudo, a geração destes conhecimentos trouxe novos questionamentos, como o nível de diversidade entre os VTB-C e VTB-N conhecidos, a diversidade de um lado e, de outra, a especificidade de populações de ácaros capazes de transmitir os vírus, possibilidades de controle do ácaro vetor através do controle biológico (predadores, patógenos) de Brevipalpus, etc. O objetivo deste projeto é tentar resolver várias destas pendências, através de uma ação integrada, envolvendo grupo de pesquisadores, de diferentes instituições, e dar um avanço significativo nos processos de identificação, patogênese e manejo deste peculiar grupo de vírus de plantas. O instrumento, em solicitação, permite exames de amostras com iluminação direta, contraste diferencial (DIC) e de fase, platina giratória e iluminação com luz ultravioleta para ensaios de fluorescência e imunofluorescência. Terá um sistema de captura de imagens digitalizadas amigável e de boa resolução, e será de fácil manejo. Será utilizado para seguintes atividades no projeto: a. Estudos das relações vírus/vetor para análise do processo de aquisição do vírus pelo ácaro, durante alimentação (subprojeto 3). b. Avaliação da variabilidade morfológica em diferentes populações de Brevipalpus em ácaros montados em láminas (subprojeto 4) c, Análise das alterações anatômicas em lesões em plantas infetadas por VTB, principalmente foliares e também o uso de imunofluorescência para detectar o vírus e avaliar sua distribuição tissular (subprojeto 5) d. Identificação de ácaros Brevipalpus e predadores (subprojetos 6 e 7) Embora seja a de maior preço, nossa escolha é o microscópio Axio Imager 2, da Zeiss. As justificativas são as seguintes: i. O NAP/MEPA tem um fotomicroscópio da Zeiss (Axioskop, adquirida com recursos da Fapesp 1998/16311-3, um projeto do prof. Sergio F. Pascholati que elegantemente permitiu que o aparelho ficasse instalado no NAP/MEPA) com quase 15 anos de intenso uso (é usado praticamente por todo campus da Esalq e também usuários de outras instituições em diversas linhas de pesquisa). Está em boas condições, mas com sinais evidentes de desgaste. ii. Contará com excelente serviço de manutenção da própria Carl Zeiss do Brasil. iii. O instrumento que se pretende adquirir tem um dos melhores sistemas ópticos e de captura de imagens digitalizadas, de fácil manejo. iv. No sistema de iluminação UV, utiliza lâmpadas de nova geração que duram cerca de 2.000 h de uso. v. Além disto, permite o intercâmbio de algumas peças, se necessário, com o outro microscópio já existente. Estando instalado no NAP/MEPA este novo fotomicroscópio estará à disposição da comunidade científica da Esalq e de outras instituições (ver plano de gestão), devendo o núcleo se encarregar de treinar novos usuários e assegurar sua manutenção. (AU)

Correlação entre topografia da calcificação valvar e repercussão hemodinâmica na estenose aórtica degenerativa

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Flávio Tarasoutchi
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:13/17933-0
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 30 de novembro de 2016
Assunto(s):CardiologiaEstenose da valva aórtica
Resumo
Introdução: A intensidade da calcificação valvar constitui-se no principal determinante do surgimento de sintomas na estenose aórtica. Embora exista quantidade significativa de estudos avaliando o grau de calcificação valvar aórtico como preditor de eventos clínicos na estenose aórtica degenerativa (EAoD), não existem trabalhos que avaliem o impacto da topografia da calcificação aórtica na repercussão hemodinâmica. Objetivos: avaliar a influência da localização da calcificação valvar na repercussão hemodinâmica em pacientes com EAoD moderada a importante, determinar possíveis padrões de distribuição da calcificação segundo a gravidade da doença, além de estudar a correlação entre o escore de cálcio coronariano e valvar. Métodos: trata-se de estudo transversal e unicêntrico, com amostra de 100 pacientes (50 com estenose aórtica moderada e 50 com estenose aórtica importante). Todos serão submetidos à ecocardiografia transtorácica tridimensional (com obtenção dos parâmetros hemodinâmicos, grau de calcificação e área valvar), avaliação laboratorial e tomografia computadorizada helicoidal de tórax com verificação do escore de cálcio valvar e coronariano. A topografia da calcificação será determinada através da tomografia computadorizada sem contraste, com categorização em 2 grupos: cálcio predominantemente comissural (CC) e cálcio predominantemente não-comissural (CNC). Através de análise subsequente dos resultados, observaremos possíveis diferenças e peculiaridades hemodinâmicas relacionadas à distribuição do cálcio valvar. (AU)

Proteoma do colmo e do núcleo de células de cana-de-açúcar (Saccharum spp) associado ao controle da biossíntese de lignina

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Paulo Mazzafera
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:13/10779-5
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 30 de novembro de 2016
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Assunto(s):LigninaCana-de-açúcarProteômica
Resumo
A cana-de-açúcar é uma importante cultura para a economia nacional, tanto por sua utilização na produção de açúcar como na produção de biocombustíveis, sendo o Brasil o principal produtor mundial da cultura. A crescente necessidade de reduzir gases de efeito estufa na atmosfera fez com que o apelo e a demanda por biocombustíveis aumentassem vertiginosamente. Pesquisas apontam o aumento exponencial da produção de bioetanol nos próximos 14 anos apenas explorando a biomassa residual das usinas. Esse bagaço que sobra do processo da produção de açúcar e álcool é rico em cadeias carbônicas, principalmente a celulose. Melhorar a forma de disponibilização desse carbono para as leveduras é o desafio no momento. Processos químicos e físicos buscam separar a glicose, da parede celular do bagaço, do restante da biomassa. Outro desafio é desarranjar a parede eliminando ao máximo a lignina, a principal molécula que dificulta o processo fermentativo. Deste modo, entender como a via de biossíntese da lignina ocorre na parede celular dos colmos de cana-de-açúcar auxiliará na compreensão da modulação dos seus genes e futuramente na manipulação dos teores de monolignóis depositados, resultando em fenótipos com menor teor de lignina. A abordagem proteômica, nesse contexto, é de grande importância já que a maioria dos estudos em plantas tem enfoque transcricional. Correlacionar o que se conhece na literatura sobre os genes envolvidos na via da lignina com as proteínas realmente expressas nas células do colmo, contribuirá para uma visão mais ampla dos processos envolvidos na lignificação da parede celular em cana-de-açúcar. Portanto, o objetivo do trabalho é, sob a ótica da proteômica, investigar o controle da formação da lignina em colmos de cana-de-açúcar provenientes de cultivares contrastantes em teores de lignina, empregadas em ambientes de déficit hídrico e adubação nitrogenada como sendo os principais moduladores da formação e polimerização da lignina. Proteínas nucleares também serão isoladas no intuito de se caracterizar as diferenças existentes entre os genótipos contrastantes principalmente quanto à expressão de fatores de transcrição relacionados à via de biossíntese da lignina. (AU)

Dinâmica de tebuthiuron e hexazinona em solos sob aplicação de biocarvão

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Jussara Borges Regitano
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:14/18293-7
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 28 de fevereiro de 2017
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Assunto(s):Poluição do soloPesticidasBiocarvão
Resumo
A aplicação de biocarvão ao solo tem sido divulgada como prática com vantagens agrícolas e ambientais, resultando na melhora das características químicas e físicas do solo e no potencial de mitigação de gases do efeito estufa. No entanto, a reatividade do biocarvão pode resultar em interações com pesticidas, anulando sua eficácia ou impondo doses maiores que as recomendadas, com consequente aumento do risco de contaminação ambiental. As reações que ocorrem entre o biocarvão e os pesticidas dependem das características do solo e da molécula, além das propriedades intrínsecas ao próprio biocarvão, influenciadas pela matéria-prima e pela temperatura de pirólise. De maneira geral, observa-se aumento da sorção e da persistência dos xenobióticos no solo quando da aplicação de biocarvões produzidos a elevadas temperaturas e resíduos lignificados. O tebuthiuron e a hexazinona são herbicidas pré-emergentes com grande importância econômica para a cana-de-açúcar e podem ser negativamente afetados pela aplicação do biocarvão ao solo, sendo desconhecidos até o presente, trabalhos que tenham estudado essas moléculas diante deste cenário. Portanto, este projeto propõe avaliar o efeito da aplicação de biocarvão na dinâmica do tebuthiuron e hexazinona em solos contrastantes. Para tal, serão avaliados: I) a sorção de tebuthiuron e hexazinona no solo em resposta à aplicação de biocarvões produzidos com diferentes tipos de biomassa e temperaturas de pirólise; II) efeito de doses crescentes de biocarvão na eficiência de controle de braquiária pelos herbicidas (até oito vezes a dose recomendada) e III) a taxa de dissipação destes herbicidas em função da presença de biocarvão no solo. Espera-se que o trabalho auxilie na tomada de decisão por parte de técnicos, produtores e órgãos fiscalizadores no que concerne à utilização racional e sustentável do biocarvão como condicionador de solos agrícolas no Brasil. (AU)

Síntese de zeólitas a partir de sedimentos de lagoa de decantação

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Fabio Ramos Dias de Andrade
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:14/15748-3
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 30 de novembro de 2015
Assunto(s):Mineralogia aplicada
Resumo
Os sedimentos finos, resultantes do beneficiamento de areia, são dispostos em lagoas de decantação e constituem um resíduo importante da mineração, apresentando geração contínua e em grandes volumes. Com a crescente demanda nacional poragregados é inevitável a procura de uma resolução para o volume de resíduos gerado decorrente das atividades extrativas. Neste contexto, a síntese de zeólitas pode constituir um método para reutilização destes sedimentos, aliando-se à preservação do meio ambiente e à geração de materiais de aplicações tecnológicas variadas.As zeólitas sintéticas apresentam vantagens em relação às naturais por apresentarem menos impurezas e volume e dimensão dos poros constantes, podendo ser produzidas com propriedades fixas para determinada aplicação, destacando-se a utilização das mesmas como peneiras moleculares, adsorventes, trocadores catiônicos e catalisadores.Este projeto tem como objetivo testar a viabilidade da síntese, além de determinarcondições de pré-tratamento adequadas para este resíduo. Para isso, o material será analisado química e mineralogicamente e posteriormente submetido à fusão alcalina, seguida de tratamento hidrotermal. Serão aplicadas condições variantes de tempo e temperatura durante os ensaios de síntese a fim de se otimizar o processo, visando sua economicidade e baixo consumo energético. Para a caracterização dos produtos obtidos serão empregadas a Difratometria de Raios X e a Microscopia Eletrônica de Varredura. (AU)

Padrões e processos de evolução genital em Pentatomidae: Pentatominae (Insecta, Hemiptera)

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Cristiano Feldens Schwertner
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:14/21104-1
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 30 de novembro de 2017
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Assunto(s):Evolução animalGenitáliaMorfologia animalSeleção sexualSistemática
Resumo
Alta variabilidade interespecífica nas genitálias masculinas é um dos fenômenos mais amplamente documentados em animais. Por outro lado, as genitálias femininas são pouco conhecidas para diversos grupos, frequentemente assumidas a priori como pouco variáveis em trabalhos taxonômicos, sistemáticos e evolutivos. Os processos responsáveis pela evolução dessas estruturas ainda estão começando a ser compreendidos, mas diversas evidências apontam para a seleção sexual como um mecanismo geral. Em animais de sistema poligâmico, a ação da seleção sexual parece ser muito mais acentuada, resultando em genitálias extremamente complexas e formadas por diversos componentes cujas funções vão além da simples transferência de esperma. Devido à alta diversidade funcional genital em animais poligâmicos, a ação de distintos mecanismos evolutivos atuando sobre diferentes peças de uma mesma genitália é provável (i.e. seleção sexual direcional, estabilizadora ou evolução neutra). Entretanto, rigorosamente todos os trabalhos de evolução genital se restringem a somente uma única peça genital por sexo, e, portanto, a hipótese de distintos mecanismos atuando sobre diferentes componentes de uma mesma genitália ainda não foi testada. Insetos da subfamília Pentatominae representam um bom grupo modelo para estudos dessa natureza, uma vez que tanto os machos quanto as fêmeas possuem genitálias bem desenvolvidas externamente. Os pentatomíneos são insetos de genitálias relativamente complexas e muito bem conhecidas do ponto de vista morfológico. Por outro lado, os padrões e processos evolutivos associados a essas estruturas no grupo são desconhecidos. Para que se possa avançar neste campo, o projeto em questão se propõe a reconstruir a história evolutiva de Pentatominae utilizando dados moleculares a fim de se testar a hipótese de alternativos mecanismos evolutivos atuando sobre uma mesma genitália e investigar as taxas de evolução das genitálias de machos e fêmeas no grupo. Também será conduzido um teste múltiplo de hipóteses sobre a função e o modo de funcionamento das peças genitais neste grupo de insetos. Tal aspecto é praticamente inexplorado em Pentatomidae e fundamental para o desenvolvimento de hipóteses futuras acerca da evolução das genitálias no grupo. (AU)

Maquetes virtuais: instrumento para uma Arqueologia da Paisagem. o caso da rua direita em São Paulo (1809-1920)

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Beatriz Piccolotto Siqueira Bueno
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:14/20849-3
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 31 de maio de 2015
Resumo
A cidade é um objeto muito complexo, mas, se fizermos um balanço das pesquisas baseadas no cruzamento entre fatos espaciais - a cidade como soma de artefatos, imóveis, vias, redes &-, e fatos sociais - a cidade como lugar de vida, de trocas, de representações, de investimento, de campos de força&, que mais diz respeito à escala dos fenômenos -, o resultado é constrastante. Surpreendente é quando colocamos em paralelo os numerosos estudos monográficos.Há mais de uma década, equipes pluridisciplinares de pesquisadores desenvolvem métodos nessa linha de investigação, cruzando espaço construído e espaço social. Esses estudos se apoiam, particularmente, sobre a planimetria histórica e as fontes seriais diacrônicas e sincrônicas, bases de dados envolvendo as permissões de construção, as atividades, a legislação e formas de contrôle, os imóveis, os dados demográficos, a iconografia. De fôlego, essas pesquisas mostram-se hoje muito fecundas em termos de novas descobertas e disso resulta esta proposta de trabalho científico. O projeto consiste em desenvolver métodos e instrumentos de espacialização de processos de transformação urbanística e consolidar epistemologicamente os resultados adquiridos, desenvolvendo novas pistas de pesquisa e mesmo contribuindo para uma melhor compreensão dos fenômenos de produção da cidade vigentes hoje em dia.Com base no estudo do caso da Rua Direita, pretende-se (por meio do cruzamento de fontes diversas - com especial destaque para os projetos arquitetônicos do Arquivo Histórico de São Paulo e fotos antigas) reconstituir o perfil dos prédios entre 1809-1920 e analisar o processo de transformação da área central de São Paulo, identificando os exemplares hoje ainda remanescentes do período. (AU)

Imageamento por ressonância magnética de danos e defeitos em compósitos laminados de matriz polimérica reforçados com carbono e componentes em escala real com o sensor (NMR-MOUSE)

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:José Ricardo Tarpani
Local de pesquisa: RWTH Aachen University (Alemanha)
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Processo:14/20798-0
Vigência: 30 de novembro de 2014 - 29 de março de 2015
Assunto(s):Materiais compósitosRessonância magnética nuclear
Resumo
A técnica de Ressonância Magnética Nuclear possibilita a realização de imageamentos não-invasivos explorando o contraste endógeno dos materiais, independentemente da sua opacidade. Recentemente, este potencial método de inspeção não-destrutiva foi aplicado com sucesso na determinação, identificação, discriminação e quantificação de contaminantes líquidos, típicos do ambiente aeronáutico, aprisionados em células de colmeias em núcleos de painéis sanduíche estruturais confeccionados em material compósito, bem como no imageamento de umidade/água em peças de laminados fibrosos sólidos de matriz polimérica. Em ambos os casos, as amostras foram trazidas ao laboratório para serem investigadas por RMN empregando-se ondas de radiofrequência geradas no interior de volumosos e massivos magnetos estacionários. Desta forma, o desenvolvimento e a operacionalização de aparelhos portáteis de RMN podem acarretar numa alternativa para a avaliação em campo e em tempo real da integridade de estruturas aeronáuticas e eólicas feitas de materiais compósitos, e permitiriam ainda vislumbrar sua aplicação como técnica de ensaio não-destrutivo em outras áreas de altíssima responsabilidade, tais como, por exemplo, na inspeção periódica, não-invasiva, in vivo de implantes estruturais em humanos, confeccionados em compósitos poliméricos. O NMR-MOUSEÒ, ou o Explorador Móvel Universal de Superfícies, desenvolvido na universidade de Aachen na Alemanha, é um sensor RMN portátil que permite medir parâmetros de relaxação e de difusão em elementos de volume próximos a superfície de objetos sólidos de qualquer tamanho submetido localmente a campos magnéticos baixos e heterogêneos. O NMR-MOUSEÒ consiste basicamente de um magneto permanente e uma bobina de frequência arranjados de tal maneira que o sinal de RMN pode ser coletado externamente, o dispositivo no campo difuso do magneto e da bobina. Sensores como o NMR-MOUSEÒ proveem suporte suficiente para que o método seja potencialmente útil na avaliação de danos e fraturas em materiais compósitos de matriz polimérica reforçada por fibras e empregados tanto na indústria de construção aeronáutica como na forma de biomateriais para implantes em seres humanos. O NMR-MOUSE" resulta em imagens de boa definição devido a seus altos gradientes e tempos de eco excepcionalmente curtos que podem ser usados na mensuração de decaimentos de relaxação transversais. O principal objetivo deste projeto BEPE-FAPESP é o de avaliar a habilidade e a capacidade do NMR-MOUSEÒ para indicar, localizar, qualificar e quantificar danos e fraturas em laminados compósitos sólidos de matrizes termorrígida e termoplástica reforçados com fibra de carbono, usados não apenas na fabricação de implantes estruturais em humanos (ensaios em via úmida), mas também em componentes estruturais aeronáuticos (ensaios em via seca). Para isso, diversos corpos de prova e peças estruturais compósitas em escala foram manufaturados no Brasil, tendo alguns deles já sido examinados pela candidata BEPE-FAPESP através de técnicas da imageamento por RMN durante seu primeiro semestre de atividades pelo correspondente Programa de Iniciação Científica-FAPESP, e serão levados pela mesma a Universidade de Aachen na Alemanha. Faz parte também dos planos da candidata conseguir, num futuro próximo, uma posição de Doutoranda no Grupo de Pesquisa em Química Macromolecular liderada pelo professor Bernhard Blümich na Universidade de Aachen, abrindo assim a oportunidade para o estabelecimento de um programa de cooperação profícuo e de longo prazo entre a RWTH-Aachen e a sua instituição de origem (EESC-USP), representada pelo Grupo de Materiais Compósitos Estruturais e Inspeção Não-Destrutiva coordenado pelo seu supervisor original, Professor Associado 2 José Ricardo Tarpani. (AU)

Identificação de genes alvos regulados pelo fator de transcrição SHINE em monocotiledôneas

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Michael dos Santos Brito
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Processo:14/08468-4
Vigência: 01 de novembro de 2014 - 31 de outubro de 2017
Assunto(s):Lignina
Resumo
Plantas com alto teor de biomassa lignocelulósica são consideradas boas fontes de matéria prima para a produção de etanol de segunda geração. Um dos principais gargalos ao utilizar-se a biomassa para a produção deste tipo de etanol é a lignina, um polímero abundante que faz parte da parede celular secundária, resultando em um material recalcitrante ao mesmo tempo que inibe o crescimento e fermentação de microorganismos no processo de produção de etanol de segunda geração. Neste cenário, plantas transgênicas com menor quantidade ou até mesmo uma diferente composição da lignina representam uma alternativa atraente para resolver os desafios impostos por este polímero. Entre muitos genes potencialmente adequados para a engenharia metabólica de lignina, fatores de transcrição (FTs) envolvidos com a biossíntese de lignina são alvos primários. Por outro lado, a maior parte dos conhecimentos sobre FTs e a biossíntese de lignina foram obtidos usando Arabidopsis como planta modelo. A função exercida por um FT na regulação de uma via metabólica pode ocorrer de maneira espécie-específica. Recentemente, um exemplo deste tipo de regulação espécie-específica foi mostrado na caracterização do FT SHINE (SHN). SHN corresponde a um FT membro da família do AP2, caracterizado funcionalmente em Arabidopsis e expresso em arroz. AtSHN mostrou diferente comportamento nestes dois modelos vegetais, sendo relacionado com a síntese de cera na cutina em Arabidopsis e como um regulador principal da síntese da parede celular secundária em arroz. As plantas de arroz transformadas para a superexpressão do gene AtSHN2 , apresentaram a inibição da expressão de genes relacionados com a lignina e indução de genes envolvidos com a biossíntese de celulose. Até agora nada se sabe a respeito dos homólogos desta classe de FTs e seu papel na regulação da biossíntese de lignina em monocotiledôneas. Em uma abordagem de RNAseq realizada pelo grupo de pesquisa do Dr. Paulo Mazzafera, utilizando dois genótipos de cana (IACSP04-065 e IACSP04-627) contrastantes para teor de lignina, foi encontrado o homólogo do gene SHN em cana. De posse destes dados, foi iniciado em colaboração com o laboratório do Dr. Erich Grotewold (FAPESP 2012/20486-2) um ensaio de imunoprecipitação de cromatina (ChIP) em cana de açúcar com o objetivo de validar alvos de regulação do FT SHN em cana. Para isso, foi desenvolvido um anticorpo antiSHN que também foi desenhado para reconhecer proteínas SHN em outras monocotiledóneas , como milho e sorgo. O objetivo aqui é desvendar quais são os alvos do SHN em plantas monocotiledôneas utilizando como modelo espécies de impacto para a produção de biocombustível (cana de açúcar, milho e sorgo). Assim, os resultados aqui obtidos ajudarão na elucidação do papel exercido por este FT na construção da parede celular secundária em monocotiledóneas. Numa perspectiva em longo prazo, este FT poderá ser utilizado para manipular a lignina e biossíntese de celulose em plantas monocotiledóneas utilizadas para a produção de etanol de segunda geração. (AU)

IL28B gene polymorphism SNP rs8099917 GenoType GG is associated with HTLV-1-associated myelopathy/tropical spastic paraparesis (HAM/TSP) in HTLV-1 carriers

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (IMT). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Jorge Simão do Rosário Casseb
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Processo:14/17760-0
Vigência: 01 de novembro de 2014 - 30 de abril de 2015
Assunto(s):Infectologia
Resumo
Fundamento: O polimorfismo de IL28B foi descrito como importante na patogênese de infecções causadas por alguns vírus. O objetivo desta pesquisa foi avaliar se polimorfismos do gene IL28B (SNP rs8099917 e rs12979860 SNP) foram associados com HAM / TSP. Métodos: O estudo incluiu 144 indivíduos foram classificados de acordo com seu estado neurológico em dois grupos: Grupo I (60 assintomáticos portadores de HTLV-1) e Grupo II (84 HAM / TSP pacientes). A carga proviral foi quantificada, e os SNPs rs8099917 e rs12979860 na região de IL28B-gene foram analisados por StepOnePlus Real-time PCR System. Resultados: A análise do modelo multivariado, incluindo sexo, idade, e HTLV-1 carga proviral DNA, mostrou que IL28B polimorfismo SNP rs12979860 não foi independentemente associada com HAM / TSP resultado. Em contraste, os SNP rs8099917 genótipo GG foi independentemente associada com HAM / TSP (OR = 6,25; IC95% = 1.22- 32,00). Conclusão: As pessoas com SNP genótipo GG rs8099917 podem apresentar uma resposta imune contra a infecção distinta HTLV-1. Assim, parece razoável sugerir que a busca de polimorfismos IL28B deve ser realizada em todos os indivíduos HTLV-1-infected, a fim de monitorar o risco de desenvolvimento da doença; No entanto, uma vez que esta é a primeira descrição deste achado na literatura, devemos primeiro replicar este estudo com pessoas mais HTLV-1 para fortalecer nossos resultados. (AU)

Estudo prospectivo de embolização transarterial percutânea no tratamento da hiperplasia prostática benigna

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Marcone Lima Sobreira
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:13/17075-3
Vigência: 01 de novembro de 2014 - 31 de outubro de 2016
Assunto(s):Procedimentos cirúrgicos vascularesRessecção transuretral da próstataDoenças prostáticasHiperplasia prostáticaEmbolização terapêutica
Resumo
A Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) é uma doença comum em homens idosos e seus cuidados aumentam à medida que a população envelhece. Cerca de 25% dos homens com mais de 40 anos e 90% daqueles com idade superior a 80 anos apresentarão alguma sintomatologia relacionada ao trato urinário inferior devido à HPB. Atualmente, as alternativas terapêuticas incluem o tratamento medicamentoso (conservador) e as cirurgias, indicadas na falha do tratamento farmacológico ou na presença de complicações. Em geral, o tratamento cirúrgico apresenta bons resultados, particularmente nas formas minimamente invasivas, como a ressecção transuretral de próstata (RTUP), ainda considerada a terapia de referência, com melhora em cerca de 70% dos casos. Para glândulas maiores, a prostatectomia a céu aberto, seja pelo acesso transvesical (PTV) seja pela via retropúbica a Millin, constitui uma excelente opção de tratamento. Entretanto, considerando-se a alta prevalência da HPB em pacientes idosos, frequentemente portadores de comorbidades graves, a cirurgia nesta faixa etária pode apresentar restrições. Neste cenário, a Embolização Transarterial Percutânea da Próstata (ETPP) surge como uma alternativa à terapia cirúrgica clássica, particularmente em pacientes que não responderam ao tratamento medicamentoso e a cirurgia está contra-indicada, por risco proibitivo . Objetivo: Pretende-se avaliar clinicamente os efeitos da ETPP com microesferas neste grupo de pacientes, atendidos no Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB-UNESP). Métodos: O projeto deverá ser aprovado pelo CEP. Serão recrutados cerca de 10 pacientes consecutivos seguidos no ambulatório de Doenças Prostáticas do Serviço de Urologia da FMB-UNESP e com diagnóstico definitivo de HBP. A amostra será de conveniência. Os pacientes serão avaliados quanto ao risco cardíaco por cardiologista, usando o critério da AHA. Os critérios de inclusão serão: pacientes portadores de Hiperplasia Prostática Benigna com indicação cirúrgica, sem condições clínicas para serem operados pelo tratamento de referência , que não responderam à terapia medicamentosa clássica e que consentirem em assinar o TCLE. Os critérios de exclusão serão: pacientes com idade menor que 40 anos; submetidos previamente à cirurgia (endoscópica ou aberta) para tratamento de HPB (recidiva) ; com neoplasia de próstata: exclusão pelo antígeno prostático específico (PSA); toque e biopsia, quando necessário; que não concordarem com o tratamento em questão; portadores de outras doenças urológicas concomitantes como estenose de uretra, bexiga neurogênica, insuficiência renal crônica, etc; que apresentarem contraindicação ao procedimento terapêutico proposto, como alergia ao contraste, insuficiência renal crônica e dificuldade de acesso pela artéria femoral.Em resumo, o procedimento proposto será cateterizar superseletivamente a artéria prostática e provocar isquemia na próstata com o uso de microesferas.As variáveis estudadas serão: avaliação da qualidade de vida pelo IPSS (Escore Internacional de Sintomas Prostáticos; avaliação objetiva do fluxo urinário; caracterização do volume prostático, por USG e ressonânica magnética e avaliação do volume residual pós miccional. (AU)

Avaliação do efeito da epigalocatequina-3-galato na instabilidade genômica de células humanas HepG2 cultivadas em três dimensões (3D)

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Lusânia Maria Greggi Antunes
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Mutagênese
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:14/12262-2
Vigência: 01 de novembro de 2014 - 31 de outubro de 2016
Assunto(s):GenotoxicidadeCultura de célulasEnsaio cometaInstabilidade genômicaEpigalocatequina-3-galato
Resumo
A utilização do princípio dos 3 Rs (Reduction, Refinement, Replacement) foi proposta como uma alternativa para substituir a utilização de animais em pesquisa, reduzir ao mínimo o número utilizado; e aperfeiçoar o delineamenteo experimental com o objetivo de causar o mínimo de dor possível. A importância da aplicação de novos métodos alternativos à utilização de animais tem levado a criação de novos métodos in vitro. Tem sido sugerido que os modelos de cultura celular tridimensional (3D) de esferoides multicelulares, em contraste com a cultura convencional plana bidimensional (2D), representam de forma mais exata o microambiente tumoral. Estudos têm proposto que o potencial quimiopreventivo de compostos bioativos da dieta está relacionado aos seus efeitos na instabilidade genômica por meio da manutenção de eventos epigenéticos como a metilação do DNA e modificação de histonas. As marcas epigenéticas e as enzimas que as estabelecem estão envolvidas em vários mecanismos relacionados à integridade do genoma. Muitos estudos tem evidenciado a atividade antitumoral da epigalocatequina-3-galato por meio de alterações epigenéticas em cultura convencional 2D. No entanto, não há estudos demonstrando os efeitos epigenéticos da epigalocatequina-3-galato em cultura celular 3D. Com isso, o objetivo deste projeto de pesquisa é avaliar a atividade da epigalocatequina-3-galato sobre a integridade morfológica e celular de esferoides multicelulares tumorais, sobre a migração e invasão celular tridimensional e instabilidade genômica por meio de alterações epigenéticas de genes e proteínas envolvidas na proliferação celular em cultura de células HepG2 em 3D no modelo de esferoides multicelulares tumorais. (AU)

Influência das modificações em currais de manejo no comportamento e nos parâmetros sanguíneos em bovinos de corte

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Zootecnia. Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Nova Odessa, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Maria Lucia Pereira Lima
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Ecologia dos Animais Domésticos e Etologia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:13/25355-6
Vigência: 01 de novembro de 2014 - 31 de outubro de 2016
Assunto(s):Bovinos de corteBem-estar do animalEstresse em animalManejo animalInstalações para animaisCurrais
Resumo
O Brasil tem passado por um processo de diminuição da população do campo, que vem ocasionando escassez da mão de obra qualificada para o trabalho com bovinos de corte. Por outro lado a maioria dos currais não foi construída a partir dos princípios de bem estar animal. Medidas do comportamento animal, assim como avaliação dos parâmetros sanguíneos cortisol, lactato e glicose são bons indicadores de bem estar animal. O objetivo do projeto de pesquisa é modificar currais já existentes, em fazendas de gado de corte, com vistas a melhorar o bem estar animal, ou seja, avaliar se a modificação nos currais de manejo poderá modificar o comportamento e parâmetros sanguíneos de bovinos nelore ou anelorados, em fazendas de cria ou recria, onde os animais já conhecem o curral e estão acostumados a serem manejados nele. Serão avaliados 100 bovinos nelore, em sete fazendas distintas. Inicialmente os animais serão manejados no curral, na forma usual da fazenda, quando será feira a primeira coleta de sangue e de informações de comportamento. Depois disso o curral sofrerá modificações de forma a facilitar o manejo e novamente os bovinos serão trazidos para o curral para nova coleta de sangue, entre 5 e 6 dias após a primeira coleta. Os princípios utilizados para modificações no curral são: bloquear a visão em determinados pontos, retirada dos cantos em ângulo reto. Também serão eliminados ambientes escuros onde os animais vão entrar, de poças de água ou qualquer reflexo de luz ou contrastes de cores ou pisos escorregadios. Serão avaliados o escore de entrada do animal no tronco, o comportamento durante a contenção para a coleta de sangue, o comportamento na saída do tronco de contenção e a velocidade de saída do tronco e tempo decorrido para os procedimentos. Os parâmetros sanguíneos a serem avaliados são cortisol, lactato e glicose. Os resultados demonstrarão se as mudanças em currais de manejo poderão influenciar o comportamento ou parâmetros sanguíneos dos bovinos assim como indicar se há aumento na eficiência do uso do tempo do trabalhador. (AU)

Influência da bradicinina sobre a osteoclastogênese in vitro e sobre a reabsorção óssea induzida por LPS in vivo

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Pedro Paulo Chaves de Souza
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Processo:14/05283-3
Vigência: 01 de novembro de 2014 - 31 de outubro de 2017
Assunto(s):Reabsorção ósseaBradicininaOsteoclastoInflamação
Resumo
Além do papel clássico de modulação do tônus vascular, o sistema calicreínas-cininas (SCC) está envolvido em diferentes patologias, sendo algumas delas de caráter inflamatório. O processo inflamatório em tecidos vizinhos ao esqueleto leva a reabsorção óssea, e modelos in vitro demonstram que as cininas, pela ativação dos receptores B1 e B2, podem estar envolvidas na reabsorção óssea inflamatória. Contradizendo estes achados, dados de estudos in vivo demonstram um papel inibitório de peptídeos do SCC na reabsorção óssea. Medicamentos que têm como alvo este sistema está disponível para uso clínico para tratamento de hipertensão e angioedema. Portanto, o conhecimento dos mecanismos envolvidos no controle do metabolismo ósseo pelas cininas é fundamental para antevermos os efeitos colaterais que possam vir a surgir associados ao uso destes medicamentos ou para se aventar novas propostas terapêuticas. Sendo assim, o objetivo deste estudo é avaliar o papel da bradicinina sobre a reabsorção óssea induzida por LPS in vivo e avaliar o papel deste peptídeo na osteoclastogênese in vitro. (AU)

Interações intermoleculares envolvendo betalaínas

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Erick Leite Bastos
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:14/14866-2
Vigência: 01 de novembro de 2014 - 31 de outubro de 2016
Assunto(s):Fisico-química orgânicaProdutos naturaisPigmentos vegetaisFloresBetalaínasAntioxidantesFluorescência
Resumo
Plantas que produzem flores têm à sua disposição um maquinário de reprodução com grande apelo estético. Entretanto, a diversidade de cores encontrada nas flores não reflete completamente o contraste produzido pelo conjunto de pigmentos presente nas pétalas e nas outras estruturas da planta. Além da interação com a luz visível, alguns pigmentos vegetais podem absorver luz ultravioleta ou emitir fluorescência, características que favorecem a interação planta-polinizador. Betalaínas são pigmentos vacuolares atóxicos derivados da L-tirosina, presentes em grande parte das flores com pétalas fluorescentes. A estabilização de betalaínas fora do vacúolo vegetal é difícil dada a sua grande reatividade ácido-base e redox. Todavia, esta versatilidade química favorece a interação de betalaínas com biomoléculas e o seu acúmulo em compartimentos subcelulares, tornando estes pigmentos antioxidantes agentes terapêuticos para doenças relacionadas ao estresse oxidativo. Com este projeto de pesquisa interdisciplinar buscamos entender melhor a natureza química e aplicar os efeitos da interação intermolecular entre betalaínas e outras espécies químicas. Propõe-se: i) estudar os efeitos da interação de solventes, íons e copigmentos com betalaínas naturais e artificiais, ii) investigar o(s) mecanismo(s) da oxidação de betalaínas naturais por um radical orgânico e por cátions de metais nobres de forma a estabelecer relações estrutura-reatividade e iii) ampliar o entendimento sobre a interação de betalaínas e biomoléculas que podem estar evolvidos na internalização e acúmulo destes pigmentos in cellula. (AU)

O lirismo amoroso e o fazer poético em Mário de Andrade

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Estudos Brasileiros (IEB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Therezinha Apparecida Porto Ancona Lopez
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Brasileira
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:13/25992-6
Vigência: 01 de novembro de 2014 - 31 de outubro de 2016
Convênio/Acordo de cooperação com a FAPESP: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Assunto(s):PoesiaAmorMetalinguagemMúsica
Resumo
Quando se percorre as múltiplas faces do poeta arlequinal destacadas pela crítica, compreende-se que a face musical e a face amorosa da poesia de Mário de Andrade começam a ser delineadas em Pauliceia desvairada (1922) e em Losango cáqui (1926); permanecem em Clã do jabuti (1927) e ganham novos contornos em momentos da fase madura do autor, como Remate de males (1930), "Livro azul", parte de Poesias (1941), e Lira paulistana (1945, publicação póstuma no ano seguinte). Os grupos de poemas de amor da fase madura retomam a estrutura musical das danças dramáticas populares, estudadas pelo poeta-pesquisador, aproximando-se das etapas do mito da procura que marcam esses bailados, da forma como foram descritas por Northrop Frye, em Anatomia da crítica - ágon (conflito), páthos (morte), sparagmós (despedaçamento) e anagnórisis (reconhecimento) -, passos presentes também em Macunaíma, como lembra o estudo de José Miguel Wisnik, Dança dramática. Assim, os versos amorosos do poeta confundem-se com a procura da definição da face complexa e musical do país, cujos ritmos populares são absorvidos pelo poeta erudito. Além disso, os poemas de amor deixam transparecer reflexões sobre o fazer artístico, já que a busca da fusão de opostos, elemento das danças dramáticas, indica a procura da totalidade dada pela obra de arte, conforme Schiller. Aproximações entre questões de estética e o tema do amor tocam ainda a escolha do título O banquete no livro em que Mário de Andrade teórico reflete sobre a criação poética, ao mesmo tempo em que se liga ao texto de Platão. A percepção de afinidades entre a criação poética e a entrega amorosa nos versos do poeta enseja a análise detida de poemas de amor da fase madura, em contraponto ao estudo dos quatro primeiros livros modernistas. Essa análise conduz à compreensão da poética mariodeandradiana. (AU)

Implementação de técnicas moleculares para microscopia óptica e eletrônica de transmissão para pesquisa de Mycoplasma hyopneumoniae em suínos

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Instituto Biológico (IB). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Marcio Hipolito
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:14/06459-8
Vigência: 01 de novembro de 2014 - 30 de abril de 2015
Assunto(s):HistopatologiaPatologia
Resumo
O Brasil está em quarto lugar no ranking de exportação mundial de carne suína, representando 10% do volume exportado, chegando a lucrar cerca de US$ 1 bilhão por ano. A Pneumonia Enzoótica Suína (PES) ou Pneumonia Micoplásmica Suína, causada pela bactéria fastidiosa Mycoplasma hyopneumoniae, é uma das principais doenças respiratórias dos suínos. M. hyopneumoniae destrói o principal mecanismo de defesa inespecífico do trato respiratório, o elevador mucociliar, pré-dispondo os suínos a patógenos secundários. O objetivo deste projeto será desenvolver técnicas de imunoistoquímica, hibridização in situ e contrastação negativa, imuno-adsorção (ISEM) e imunomarcação com ouro coloidal (ME) para detectar a presença do M. hyopneumoniae em amostras teciduais, contribuindo para posteriores exames de rotina dessa patogenia nos suínos e, também, para conhecer a extensão de sua presença e distribuição no Estado de São Paulo e, assim, colaborando com o Agronegócio Suinícola Nacional.Palavras-chave: Pneumonia Enzoótica Suína, Micoplasma, Histopatologia , Microscopia Eletrônica, hibridização in situ ,imunoistoquimica (AU)

Análise da glicemia e insulina antes e após laser terapia em baixa intensidade em glândulas salivares de ratas diabéticas

Beneficiário:
Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Alyne Simões Gonçalves
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:14/16752-4
Vigência: 01 de novembro de 2014 - 31 de outubro de 2015
Assunto(s):Diabetes mellitusGlicemiaGlândulas salivaresBiologia oralInsulina
Resumo
O Diabetes mellitus é caracterizada por hiperglicemia crônica, podendo ocasionar inúmeras disfunções e falências de alguns órgãos, além de alterações na cavidade oral. Estudos demonstraram diminuição da glicemia de ratas diabéticas com o uso de laser em baixa intensidade (LBI) em glândulas salivares. O objetivo do presente trabalho será analisar o efeito da irradiação com LBI nos níveis de insulina, e na glicemia de ratas diabéticas induzidas por estreptozotocina. A indução do diabetes será realizada com uma injeção intraperitoneal de estreptozotocina (STZ) ou de tampão conforme respectivos grupos, C (controle) ou D (diabético). Posteriormente, as ratas serão divididas em 4 subgrupos (C0, D0, C20 e D20), de acordo com a dose de irradiação recebida (0 ou 20 J/cm²). O estado diabético dos animais será confirmado através da glicemia 72h após a indução do diabetes. A primeira coleta de sangue para as análises de glicemia e insulina será realizada no 23º. Os animais serão anestesiados, será coletado sangue do coração através de punção (sem abertura de campo cirúrgico). No 29º dia os animais receberão a LBI em glândulas salivares (parótidas e submandibulares) ou a simulação desta, de acordo com seus respectivos grupos. O LBI será realizado com o Photon Lase III (DMC Equipamentos LTDA®) 660nm, 70mV, 20J/cm². Vinte e quatro horas após o procedimento os animais serão anestesiados e será realizada a segunda coleta de sangue para análise. Os resultados serão avaliados pelo teste estatístico de Análise de Variância (ANOVA) e teste de contraste de Tukey, admitindo-se significância de 5%. (AU)
Página 5 de 1.601 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP