site da FAPESP
 

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Publicações científicas
Auxílios à Pesquisa
Bolsas
Programas voltados a Temas Específicos
Programas de Pesquisa direcionados a Aplicações
Programas de Infraestrutura de Pesquisa
Área do conhecimento
Situação
Ano de início
Página 5 de 1.901 resultado(s)
|

Consequência do corte raso e da pluviometria sobre a produção de raízes finas, CO2 e N2O até o lençol freático em povoamentos de Eucalyptus grandis conduzidos em talhadia

Processo:15/24911-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência: 01 de julho de 2016 - 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal
Pesquisador responsável:Jean Paul Laclau
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Assunto(s):Eucalipto
Resumo
As raízes finas têm um papel essencial no crescimento das plantas em função de serem o principal órgão de absorção de água e nutrientes, participando ativamente dos fluxos de carbono no solo. Especificar a dinâmica espaço-temporal da exploração do solo pelas raízes finas é um assunto importante na sustentabilidade das plantações florestais instaladas em áreas com baixa fertilidade do solo e sujeitas a fortes estresses hídricos sazonais. O manejo do Eucalyptus através da talhadia tem sido praticado por empresas do setor florestal em Brasil e pode ser uma vantagem contra o estresse hídrico, uma vez que as brotações do Eucalyptus já possuem um sistema radicular formado em camadas profundas, onde as quantidades de água disponíveis podem ser maiores. O objetivo deste estudo é avaliar a produção de raízes finas, CO2 e N2O até o lençol freático após o corte de uma plantação de E. grandis, conduzida em talhadia, dentro de um experimento de redução de chuvas. Duas trincheiras com 17 m de profundidade foram construídas em dois tratamentos: uma parcela com 37% do volume de chuva excluído, e uma sem exclusão de chuva. A dinâmica de raízes finas será estudada utilizando a técnica dos minirhizotrons, o método de referencia atual para os estudos da dinâmica do carbono (C) e nutrientes associados à produção das raízes finas. Vinte quatro tubos de cloreto de polivinilo transparentes foram instalados no interior das trincheiras (12 por trincheira, nos tratamentos com e sem exclusão de chuva) até 17 m de profundidade e 7 tubos instalados até 4 m de profundidade num povoamento adjacente que não será cortado. As imagens das raízes finas serão obtidas quinzenalmente através de um scanner no interior dos tubos minirhizotron durante 2,5 anos (1 ano antes e 1,5 anos após o corte das árvores). As amostragens de gases serão realizadas quinzenalmente durante 24 meses (6 meses antes do corte e 1,5 anos após o corte das árvores) em todo o perfil do solo até o lençol freático. As amostras de gases serão analisadas através de cromatografia gasosa para determinar as taxas de produção de CO2 e N2O. Os dados sobre a concentração de gases no perfil do solo podem fornecer informações adicionais sobre os processos de trocas gasosas heterogêneos na profundidade do solo e como a dinâmica desses fluxos na superfície está associada com a dinâmica da produção e mortalidade de raízes finas em todo o perfil do solo. Esses resultados podem ajudar a compreender melhor a origem do C emitido na superfície do solo após o corte do povoamento e sua conduta em talhadia. Dessa forma, o entendimento dos fatores controlando tal fluxo, relacionado com as camadas profundas do solo, contribuirá para a melhoria dos modelos ecofisiológicos usados pelas empresas florestais para prever a rodução das plantações manejadas em talhadia. (AU)

Investigando a compatibilidade entre as fotossínteses C4 e CAM em um mesmo indivíduo: mudanças no perfil transcricional global, regulação hormonal e localização tecidual da maquinaria C4 e CAM em Portulaca oleracea

Processo:16/04755-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência: 01 de julho de 2016 - 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Luciano Freschi
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):FotossínteseFixação do carbonoEstresse hídricoRNA-seqPortulacaceae
Resumo
Os ciclos C4 e CAM são os dois mecanismos concentradores de carbono conhecidos, que evoluíram da fotossíntese C3 em diferentes linhagens vegetais. Apresentam semelhanças bioquímicas, mas representam adaptações ecológicas diferentes: C4 garante à planta um melhor desempenho fotossintético em altas temperaturas e intensidades luminosas; e CAM aumenta a tolerância à seca e provê maior eficiência no uso da água. Em algumas linhagens, o C4 e o CAM surgiram independentemente várias vezes, indicando que suas trajetórias evolutivas podem apresentar etapas em comum. Pensava-se que estas duas síndromes eram incompatíveis entre si, mas algumas espécies do gênero Portulaca, capazes de realizar fotossíntese C4 e CAM em uma mesma folha, indicam que nosso conhecimento ainda é incompleto. Trabalhos recentes sugerem que o ancestral de Portulaca realizava CAM facultativo sobre o qual evoluiu um sistema C4 funcional, mas mantendo sua capacidade de realizar CAM. Nosso laboratório selecionou P. oleracea como um modelo para explorar a regulação bioquímica, fisiológica e genética da expressão de CAM. Nossos resultados revelaram que esta espécie opera a transição C4-CAM nas folhas e C3-CAM nos caules, os quais não apresentam anatomia Kranz. Recentemente, desenvolvemos um protocolo de transformação estável para esta espécie, permitindo que manipulações genéticas e análises funcionais sejam feitas em genes de interesse no futuro. Deste modo, P. oleracea representa um modelo único para explorar a base bioquímica e genética que garantem o funcionamento de C3, C4 e CAM em um mesmo organismo. A pesquisa aqui proposta irá explorar os fatores-chave deste cenário fotossintético complexo e, assim, contribuir para o estabelecimento de Portulaca como um modelo para o estudo de ambas as síndromes C4 e CAM. Este projeto tem como objetivos principais: 1) identificar a(s) subespécie(s) do complexo P. oleracea com maior plasticidade na expressão de CAM, a partir da comparação entre atributos fisiológicos e anatômicos de folhas e caules; 2) utilizar análises de RNA-seq para identificar os componentes chave dos mecanismos C4 e CAM, assim como os elementos regulatórios responsáveis pelo controle das transições entre C3, C4 e CAM; 3) explorar os eventos de sinalização responsáveis pelos ajustes na expressão do CAM em caules e folhas em resposta à variações na disponibilidade hídrica; 4) caracterizar a configuração espacial dos ciclos C4 e CAM dentro da folha, utilizando hibridização in-situ com sondas de RNAm específicas para genes-chave associados às síndromes CAM e C4. Desenvolvemos três hipóteses que serão testadas: 1) por ser uma espécie cosmopolita, P. oleracea apresentaria elevada plasticidade na expressão do CAM ao compararmos subespécies oriundas de ambientes contrastantes; 2) a evolução do ciclo C4 a partir de um organismo que já realizava CAM pode ter ocorrido com o recrutamento de isogenes específicos para C4, que podem ser regulados por sinais ambientais e/ou endógenos diferentes daqueles envolvidos na regulação do CAM; 3) os mecanismos C4 e CAM operam na mesma folha devido a um sistema inovador envolvendo duas células, em que ácidos orgânicos são produzidos e estocados nas células do mesofilo durante a noite e transportados para as células da bainha vascular para descarboxilação; ou, então, C4 e CAM ocorreriam dentro de uma mesma célula do mesofilo por meio de alterações ainda mais profundas no padrão clássico de funcionamento desses metabolismos. Finalmente, cabe ressaltar que C4 e CAM representam interessantes adaptações fisiológicas do ponto de vista funcional e evolutivo, e são mecanismos importantes para o homem por ocorrerem em cultivares usados na produção de alimentos e biocombustíveis. Portanto, explorar a complexidade de Portulaca representa uma oportunidade única de desvendar um mapa genético para o desenvolvimento futuro via Engenharia genética de super-cultivares que possam intercalar C4 e CAM conforme a disponibilidade de recursos no ambiente. (AU)

Estudo global da zona de transição do manto a partir da propagação de ondas SS

Processo:16/11580-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência: 01 de julho de 2016 - 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geofísica
Pesquisador responsável:Naomi Ussami
Beneficiário:
Supervisor no Exterior: Jeroen Ritsema
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Michigan (Estados Unidos)
Assunto(s):Sismologia
Resumo
O entendimento sobre a estrutura da zona de transição pode trazer importantes informações sobre o estilo de convecção predominante no manto da Terra, um problema ainda não resolvido em geodinâmica. Essa região do manto que é caracterizada por mudanças de fase do mineral olivina, o mais abundante no manto, desempenha um papel chave no mecanismo de convecção, se em camadas ou envolvendo todo o manto. Nesta proposta de estágio de pesquisa no exterior, nós focamos na determinação da topografia das descontinuidades de 410 km e 660 km em escala global a partir do estudo da propagação das precursoras da onda SS no manto. Nós iremos fazer uma avaliação crítica dos atuais métodos utilizados para derivar tais topografias e ver como simplificações teóricas no uso da teoria do raio afetam a estimativa da espessura da zona de transição. Utilizando a teoria da frequência finita e explorando os vários modelos globais de tomografia existentes, nós pretendemos gerar mapas mais precisos das ondulações das descontinuidades de 410 e 660 km que serão utilizados como informação a priori na inversão de anomalias do geoide para determinar a distribuição de densidade dentro da zona de transição do manto. A interpretação conjunta da espessura da zona de transição, amplamente utilizada como um "termômetro" do manto, do sinal do contraste de densidade e dos resultados laboratoriais fornecido pela física de minerais trará resultados mais confiáveis sobre o real estado térmico do manto em várias regiões do planeta. (AU)

Entrando na era filogenômica: avanços na sistemática de Tropiduríneos devem revelar as origens de uma complexa radiação de lagartos sulamericanos

Processo:16/08249-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência: 01 de julho de 2016 - 30 de junho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia
Pesquisador responsável:Miguel Trefaut Urbano Rodrigues
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Taxonomia animalTropiduridaeFilogeniaBiogeografia
Resumo
RESUMO: Já passamos do tempo em que árvores filogenéticas bastavam como o objetivo maior de um programa de pesquisa em biologia comparada; elas podem ser, sem dúvida, melhor exploradas se servirem a outras investigações evolutivas mais abrangentes. Neste projeto, examinaremos a identidade, relações filogenéticas e história de diversificação e biogeográfica de um dos mais complexos clados de lagartos sul-americanos, os tropiduríneos. Nossos objetivos gerais são três: (1) produzir uma hipótese filogenômica abrangente e uma nova classificação sistemática para o grupo; (2) investigar limites de espécies e detectar espécies crípticas; e (3) determinar se a diversificação de espécies na subfamília Tropidurinae seguiu um curso regular, randômico ou explosivo, potencialmente associado a eventos/elementos geológicos-geográficos maiores ou a processos ecológicos. Já começamos a construir o maior banco de dados multi-locus jamais produzido para tropiduríneos (até 10 loci; > 1000 amostras), e propomos a construção de um banco de elementos ultra-conservados (UCEs). É hipotetizado que a diversificação de espécies foi em grande parte dirigida por isolamento geográfico em áreas estáveis durante períodos pleistocênicos e pré-pleistocênicos. Baseados em nosso conhecimento prévio das preferências ecológicas contrastantes de distintos clados de tropiduríneos, esperamos que padrões de endemismo e isolamento genético/diversidade genética sejam altamente dependentes de fatores ecológicos primariamente relacionados ao uso de habitat. Essas hipóteses serão testadas com o auxílio de crono-árvores, comparações de diversidade genética, e análises de diversificação dependente de caracteres. IMPACTOS SECUNDÁRIOS: Este projeto abrirá espaço para o treinamento de dois estudantes de graduação e gerará quantidades massivas de dados de sequencias de DNA, permitindo a aceleração do reconhecimento de espécies e planos de conservação na América do Sul. Além disso, ele busca iniciar uma colaboração entre a Universidade de São Paulo e a Universidade de Washington para o treinamento de especialistas em NGS e bioinformática. (AU)

Eletroformação de vesículas unilamelares gigantes aplicadas como sistemas miméticos de biomembranas

Processo:16/06424-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência: 01 de julho de 2016 - 30 de junho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Carlos José Leopoldo Constantino
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/14262-7 - Filmes nanoestruturados de materiais de interesse biológico, AP.TEM
Assunto(s):Microscopia confocalMonocamadas de Langmuir
Resumo
O projeto de pesquisa em nível de pós-doutoramento prevê a aplicação da microscopia confocal na análise da interação em nível molecular de analitos diversos com modelos miméticos de membrana celular. As principais atividades a serem desenvolvidas envolvem: i)preparar vesículas unilamelares gigantes (GUVs) de fosfolipídios zwiteriônicos e colesterol utilizando o método de eletroformação gerando sistemas ternários, simulando de maneira aproximada uma membrana celular (modelos biomiméticos) ii) Investigar as interações entre analitos de interesse e os modelos biomiméticos pela adição de diferentes concentrações dos analitos ao meio exterior que envolve as GUVs iii) propor mecanismos moleculares envolvidos na interação analitos/fosfolipídios iv) desenvolver novas aplicações utilizando microscopias ópticas confocal, de contraste de fase e de fluorescência na investigação de modelos biomiméticos (adesão das GUVs sobre substratos modificados, filmes Langmuir-Blodgett, filmes Langmuir-Schaefer, filmes dipping- e spray-Layer-by-Layer. (AU)

Estudo das bases anatômicas para um mecanismo de transmissão de volume no sistema peptidérgico do hormônio concentrador de melanina [MCH]

Processo:16/02748-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência: 01 de julho de 2016 - 30 de setembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Pesquisador responsável:Jackson Cioni Bittencourt
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):NeuroanatomiaEpêndimaNeuropeptídeosHormônio concentrador de melanina
Resumo
O hormônio concentrador de melanina [MCH] é um neuropeptídeo virtualmente presente em todos os vertebrados conhecidos, desempenhando uma extensa gama de funções, que vão da regulação da pigmentação da pele de peixes teleósteos até a integração sensorial e a modulação de comportamentos motivados. Este neuropeptídeo foi caracterizado no sistema nervoso central de alguns mamíferos, como ungulados, felinos, símios e roedores. Dentro deste último grupo, no entanto, seu mapeamento de inervação é conhecido no rato, mas não no camundongo. Considerando que grande parte dos estudos funcionais sobre o MCH foi feita nesse modelo experimental, é fundamental que conheçamos detalhadamente as características anatômicas do MCH nesses animais. Em contraposição ao grande corpo de informações na literatura sobre o MCH, as informações sobre seus receptores, MCHR1 e MCHR2, são ainda limitadas, especialmente porque roedores não apresentam o subtipo 2 desse receptor, o que dificulta o seu estudo. Visando detalhar a distribuição espacial do MCH no camundongo e melhor caracterizar seus receptores, submeteremos aos métodos de imuno-histoquímica [IHC] e hibridização in situ [ISH] o SNC de camundongos selvagens, camundongos KO para o MCHR1 e camundongos com a inserção do gene humano que codifica o MCHR2 para que possamos identificar os locais de síntese dessas proteínas e de produção de seu RNAm. Até esta etapa do trabalho, caracterizamos por meio de IHC os locais de síntese e os principais campos de inervação do MCH em camundongos machos e fêmeas em diversos estados fisiológicos [diestro; gestação; começo, meio e fim da lactação]. Também realizamos a padronização dos protocolos de IHC para o receptor MCHR1, uma vez que esses receptores apresentam alguns desafios metodológicos para realização de imuno-histoquímica. Finalmente, os resultados parciais gerados até o momento apontam para um possível mecanismo de transmissão por volume para a sinalização mediada por MCH no SNC de ratos e camundongos. Adicionalmente, encontramos a presença de elementos do sistema peptidérgico do MCH em regiões relacionadas à neurogênese no encéfalo adulto. Considerando a parca informação disponível na literatura sobre a ação do MCH nessas regiões, decidimos melhor investigar os aspectos anatômicos do sistema peptidérgico do MCH nessas áreas, empregando para isso o método de IHC associado à microscopia de luz e microscopia eletrônica, além de traçadores neuronais. (AU)

Efeitos do ácido docosahexaenóico individualmente ou em combinação com éster de ftalato no testículo fetal de camundongo

Processo:16/10381-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência: 27 de junho de 2016 - 30 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Rejane Maira Góes
Beneficiário:
Supervisor no Exterior: Livera Gabriel
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto, SP, Brasil
Local de pesquisa: Institut National de la Santé et de la Recherche Médicale (Inserm) (França)
Assunto(s):Biologia celularCultura organotípicaCamundongosGonócito
Resumo
Ftalatos são substâncias endócrinas ativas (SEA) amplamente utilizadas como plastificantes. Entre os SEA, o di-(etilhexil) ftalato (DEHP) é um desregulador endócrino muito relevante (DE) para a exposição humana. Após absorção, o DEHP é rapidamente hidrolisado em mono-(2-etilhexil) ftalato (MEHP), o seu metabólito ativo. Muitos estudos confirmaram os efeitos tóxicos da exposição ao MEHP para a reprodução, tais como perturbações nos hormônios reprodutivos, diminuição da distância anogenital e perda de células germinativas, no feto. Evidências recentes indicam que os ftalatos interferem nas vias de sinalização de alguns receptores nucleares (RN) e desregulam o metabolismo de lipídios no testículo fetal humano. O MEHP é ligante de PPAR gama (PPARy) e a diminuição da expressão de RNAm para este receptor foi relacionada à redução no número de gonócitos seguida da exposição in vitro de testículo fetal humano ao MEHP. Entretanto, ao contrário dos ftalatos, o ácido docosahexaenóico (22: 6 n-3), um ácido graxo polinsaturado de cadeia longa (APCL) abundantemente encontrado em algumas espécies de peixe, parece ter efeitos benéficos sobre o sistema reprodutor masculino, especialmente sobre a espermatogênese e a motilidade dos espermatozoides. A suplementação de APCL tem sido recomendada em todo o mundo para mulheres grávidas, mas as conseqüências da exposição in utero ao DHA sobre o desenvolvimento dos testículos ainda são desconhecidas. Estudos em diferentes tecidos têm mostrado que o DHA pode afetar a sinalização de alguns RN, incluindo o PPARy. Assim, o objetivo deste projeto é examinar os efeitos diretos do DHA no desenvolvimento do testículo de camundongo, e também avaliar se o DHA age sobre os efeitos adversos da exposição ao MEHP. Nossas análises serão baseadas em um poderoso sistema de cultura de órgão, previamente estabelecido pelo grupo de pesquisa com o qual este trabalho será realizado. Resumidamente, um testículos de cada embrião será cultivados durante 3 dias com 0,1% de DMSO (controle), ou 20uM de MEHP, ou 50 uM de DHA ou ambos (20uM de MEHP mais 50 uM de DHA). Os testículos serão processados para microscopia de luz e o número total de gonócitos será determinado com base em ensaios imunocitoquímicos para o hormômio anti-Müleriano (HAM). A cinética de proliferação e de morte destas células serão avaliadas pela medição de incorporação de BrdU (5-bromo-2-desoxiuridina), e através da combinação de marcação para o HAM (um marcador específico de células de Sertoli) e caspase-3 clivada, respectivamente. Os níveis plasmáticos de testosterona também serão considerados. Os níveis de transcrição de PPAR será avaliado por qPCR e a separação de populações celulares pela técnica de citometria de fluxo será utilizada para investigar os efeitos do MEHP e do DHA em populações de células somáticas e gonócitos. A análise aqui proposta irá fornecer novas informações sobre a ação fisiológica do DHA no testículo fetal e as possíveis implicações da suplementação materna com este APCL, bem como sua interferência sobre os efeitos dos ftalatos. (AU)

Desenvolvimento de sistemas teranósticos a base de ZnO e nanocápsulas lipídicas

Processo:14/26671-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência: 15 de junho de 2016 - 14 de junho de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Leila Aparecida Chiavacci Favorin
Beneficiário:
Anfitrião: Jean-Pierre Benoit
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara, SP, Brasil
Local de pesquisa: Université d'Angers (França)
Assunto(s):Diagnóstico por imagem
Resumo
A liberação específica de princípios ativos representa um grande desafio para o tratamento de diversas doenças, em particular o câncer. As moléculas ativas devem ser capazes de vencer barreiras que as separam do sítio de administração ou do local de ação desejado. A concepção de nanosistemas capazes de transportar o princípio ativo, de melhorar a sua distribuição e de limitar os efeitos colaterais, representa um importante avanço na vetorização de certas moléculas. A pesquisa mais inovadora está na concepção de sistemas "teranósticos" que combinam uma função diagnóstica, graças à imagem, e uma função terapêutica, graças à vetorização de um princípio ativo. O objetivo desse projeto é desenvolver nanocapsulas lipídicas pelo método de inversão de fases de conhecida eficiência na liberação controlada e vetorização de fármacos que contenham pontos quânticos a base de óxido de zinco para uso simultâneo em diagnóstico por imagem e no transporte de moléculas biologicamente ativas. Pretende-se ainda dopar os pontos quânticos a base de ZnO com Mg e Gd. A inserção de diferentes cátions metálicos pode otimizar a propriedade luminescente (Mg) e ainda, conferir aos pontos quânticos de ZnO propriedades magnéticas características de agentes de contraste para imagem por ressonância magnética (Gd), permitindo assim combinar dois tipos de imagem, a fluorescente e a por ressonância magnética. Os objetivos acima propostos enquadram-se no contexto do projeto atualmente apoiado pela FAPESP, projeto n°2013/257117 intitulado "Desenvolvimento de sistemas nanoestruturados contendo pontos quânticos a base de ZnO para aplicação em diagnóstico por imagem e vetorização de fármacos" e consiste numa complementação dos objetivos propostos anteriormente. Dessa forma, durante o estágio no exterior pretende-se avaliar a eficiência dos pontos quânticos desenvolvidos durante a primeira etapa do projeto FAPESP 2013/25711-7 no diagnóstico por fluorescência e por ressonância magnética nuclear. Para isso, a expertise (além da gama de equipamentos disponíveis no mesmo centro de pesquisa) do grupo francês na realização da síntese das nanocápsulas e na caracterização dos sistemas teranósticos (nanocasulas+QDs) por técnicas como microscopias, testes "in vitro" de internalização celular e de diagnóstico por imagem in vivo em pequenos animais, é de extrema importância para o desenvolvimento deste projeto de pesquisa. (AU)

Controle da função mitocondrial por microRNAs em células musculares resistentes a insulina: efeito da superexpressão e inibição do miR-696 e miR-let7b

Processo:16/04791-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 12 de junho de 2016 - 17 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Leonardo dos Reis Silveira
Beneficiário:
Pesquisador visitante: Richard C Scarpulla
Instituição do pesquisador visitante: Northwestern University (Estados Unidos)
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/12611-0 - Mecanismos moleculares envolvidos na disfunção e morte de células beta pancreáticas no Diabetes mellitus: estratégias para a inibição desses processos e para a recuperação da massa insular, AP.TEM
Assunto(s):MetabolismoMitocôndriasBiologia molecularInsulina
Resumo
A perda da função mitocondrial no músculo esquelético é uma característica marcante em diabéticos. Recentemente, observamos que a expressão dos genes oxidativos Creb e PGC1±, expressos pelo DNA genômico, foi reduzida em células resistentes à insulina exibindo elevada razão ATP/ADP. Esse efeito foi refletido numa baixa capacidade respiratória e reduzida fosforilação de Akt. Atualmente, existem evidências da existência de comunicação entre a mitocôndria e o genoma nuclear (sinal retrogrado), responsável pelo controle da expressão da maioria dos genes oxidativos. Tais evidências sugerem a perda dessa comunicação no músculo esquelético de indivíduos diabéticos, muitas vezes associada a mutações em genes oxidativos e/ou elevada disponibilidade de energia intracelular. Nessas condições, estamos observando elevada expressão do miR-696 e let7b sugerindo que essas moléculas possam estar regulando negativamente esse processo de comunicação entre mitocôndria e núcleo. Entretanto, tratamento dessas células com o indutor de AMPK ou desacoplador mitocondrial DNP, reduziram a expressão do miR-696 e do let-7b, um efeito que foi refletido numa maior capacidade mitocondrial, maior expressão de genes oxidativos e maior atividade de Akt. Mais interessante, o bloqueio da expressão do miR-696 e do let-7b em células resistentes à insulina favoreceu o aumento do consumo de oxigênio mitocondrial e a melhora da resposta à insulina, indicando que o miR-696 e let-7b podem ser importantes alvos terapêuticos contra a instalação da resistência à insulina. Nosso objetivo, portanto, será de investigar o papel do miR-696 e let-7b no controle do sinal retrogrado entre a mitocôndria e o DNA genômico através da superexpressão ou inibição destes microRNAs. Nossa hipótese é que o aumento na demanda metabólica (fosforilação de AMPK) reduza a expressão do miR-696 e let-7b, aumentando a comunicação entre mitocôndria e genoma nuclear e, consequentemente, favorecendo a expressão de genes oxidativos. Como estratégias metodológicas estamos propondo utilizar construções lentivirais superexpressndo o gene do PGC1± e do NcOR (repressor de biogênese de mitocôndrias) e ainda construções reportes utilizando os genes do citocromo c e PPAR como sensores oxidativos. (AU)

Tratamento biológico de efluente de indústria cítrica em reator anaeróbio horizontal de leito fixo com diferentes materiais suportes para imobilização de biomassa

Processo:15/15880-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2016 - 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Arnaldo Sarti
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara, SP, Brasil
Pesq. associados:

Paulo Clairmont Feitosa de Lima Gomes

Assunto(s):Tratamento biológico
Resumo
O Brasil é o detentor da maior parcela da produção mundial de suco de laranja concentrado. Em contrapartida a alta produção impacta diretamente nas indústrias cítricas, no que diz respeito, as quantidades geradas de efluentes líquidos a serem tratados nos sistemas de tratamento implantados nas indústrias. Estes sistemas de tratamento são em sua maioria compostas de unidades biológicas para remoção específica de matéria orgânica. Tais unidades não atingem as eficiências esperadas muito em função da inibição da atividade biológica pela presença de compostos tóxicos residuais, como o D-limoneno (terpeno) extraído da casca da laranja. Neste contexto, o objetivo principal da pesquisa é avaliar a degradação de D-limoneno para várias concentrações em reator anaeróbio horizontal de leito fixo composto de suportes inertes para imobilização de biomassa. Posteriormente, os microrganismos envolvidos no processo biológico de tratamento serão identificados a partir de inóculo anaeróbio e ao longo da operação do reator. O intuito é permitir a remoção deste composto dos efluentes cítricos a partir de biomassa especifica selecionada em função das condições operacionais a serem empregadas no reator. Portanto, a busca da efetiva remoção do d-limoneno dos efluentes líquidos poderá viabilizar a melhoria funcional dos sistemas empregados pelas indústrias cítricas e causar menor impacto ambiental dos efluentes tratados. (AU)

Hiper-heurísticas multi-objetivas para construção automática de algoritmos de indução de árvores de decisão com múltiplos testes

Processo:16/02870-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2016 - 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Metodologia e Técnicas da Computação
Pesquisador responsável:Márcio Porto Basgalupp
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São José dos Campos. São José dos Campos, SP, Brasil
Pesq. associados:

André Carlos Ponce de Leon Ferreira de Carvalho ; Rodrigo Coelho Barros ; Alex Alves Freitas

Assunto(s):Algoritmos evolutivos
Resumo
Árvores de Decisão constituem uma técnica poderosa e amplamente utilizada em tarefas de aprendizado de máquina e mineração de dados, principalmente em virtude da facilidade de interpretação do conhecimento adquirido. Em contraste com os algoritmos tradicionais de indução de árvores de decisão - todos manualmente desenvolvidos por humanos - o algoritmo HEAD-DT constitui uma abordagem de hiper-heurística evolutiva para construção automática de algoritmos de indução de árvores de decisão. HEAD-DT trabalha sobre diversos componentes manualmente desenvolvidos para indução de árvores de decisão, combinando os componentes mais adequados para o problema em questão. Recentemente, foi introduzido o conceito de árvores de decisão com múltiplos testes (MTDT, do inglês Multi-Test Decision Trees), uma nova forma de representação de árvores de decisão. Nas MTDT, cada nó da árvore pode ser composto por múltiplos testes univariados, o que pode ser visto como um caso intermediário (em termos de interpretabilidade) entre as árvores de decisão univariadas e as árvores de decisão multivariadas. Em relação aos algoritmos tradicionais de árvores de decisão univariadas, os algoritmos de indução das MTDT possuem certas particularidades. O critério de split é um exemplo claro, em que pode ser conduzido por um mecanismo de votação majoritária em que todos os testes univariados têm a mesma importância. No entanto, diversas outras estratégias podem ser desenvolvidas para realizar essa tarefa. Nesse contexto, o presente projeto propõe estender o algoritmo HEAD-DT em dois principais aspectos: (i) construir automaticamente algoritmos de indução de árvores de decisão com múltiplos testes, e algumas extensões; e (ii) adotar três abordagens multi-objetivas para guiar o processo evolutivo. Embora muitos trabalhos utilizem algoritmos evolutivos para indução de árvores de decisão, o que se propõe aqui é algo totalmente diferente, pois a ideia é evoluir algoritmos genéricos para indução de árvores de decisão de múltiplos testes, ou seja, o resultado final do método será um algoritmo de indução, e não apenas uma árvore de decisão. Isso caracteriza um algoritmo de meta-learning, pois o objetivo é aprender um algoritmo de aprendizagem. (AU)

Padrões de diversidade genética e filogeografia de Tillandsia aeranthos (Lois) L. B. Smith (Bromeliaceae)

Processo:16/03777-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência: 01 de junho de 2016 - 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Taxonomia Vegetal
Pesquisador responsável:Clarisse Palma da Silva
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro, SP, Brasil
Assunto(s):TillandsiaFluxo gênicoMicrossatélites marcadoresEvolução vegetalFilogeografiaAmérica do Sul
Resumo
O continente sul-americano é o mais biodiverso da Terra, sendo palco da interação de complexos processos climáticos e geológicos que moldaram sua biota de forma muito heterogênea. Estudos de filogeografia podem nos auxiliar no entendimento das respostas evolutivas envolvidas em tal diversificação, informações extremamente importantes considerando as rápidas mudanças ambientais que caracterizam o Antropoceno. Para isso, organismos modelo de dinâmica evolutiva aferível em gradientes espacial e cronológico são necessários. A irradiação adaptativa forte e relativamente recente (~20Ma) em Bromeliaceae, cujo centro de diversidade é no Brasil, faz da família uma boa fonte de organismos modelo. Seu gênero mais diverso - Tillandsia- é também o mais amplamente disperso da família, apresentando adaptações chave (e.g. nutrição majoritária por tricomas, fotossíntese CAM e síndromes florais contrastantes) que permitem seu desenvolvimento e diversificação em ambientes muito variáveis e extremos. Neste trabalho analisaremos populações da bromeliácea Tillandsia aeranthos (Lois.) L. B. Smith, uma epífita de vegetação ciliar abundante na região das bacias do Paraná e do Prata. Utilizando principalmente marcadores microssatélites e sequenciamento de regiões plastidiais, pretendemos evidenciar e compreender processos microevolutivos envolvidos na história da espécie em gradientes vegetais e topográficos variáveis. (AU)

Algas marinhas (Schizochytrium SP.) na alimentação de cordeiros confinados: desempenho, digestibilidade e qualidade da carcaça e da carne

Processo:16/02311-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência: 01 de junho de 2016 - 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Américo Garcia da Silva Sobrinho
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal, SP, Brasil
Resumo
O trabalho será realizado no Laboratório de Produção Ovina, pertencente ao Departamento de Zootecnia da FCAV, Unesp, Câmpus de Jaboticabal, SP. Trinta e dois cordeiros Ile de France, machos não castrados, com 20,0 ± 0,2 kg receberão as seguintes dietas D0: silagem de milho + concentrado sem farinha de algas; D2: silagem de milho + concentrado + 2% de farinha de algas; D4: silagem de milho + concentrado + 4% de farinha de algas e D6: silagem de milho + concentrado + 6% de farinha de algas, com relação volumoso:concentrado 40:60 até atingirem 35,0 ± 0,2 kg de peso corporal. Os objetivos serão avaliar o desempenho (ingestão de matéria seca, ganho de peso corporal e conversão alimentar), a digestibilidade dos nutrientes (MS, MO, PB, EE, FDN, FDA, CHOT, CNF e EB), o balanço de nitrogênio, os parâmetros quantitativos da carcaça (rendimentos de carcaça quente e fria e perda de peso por resfriamento), os qualitativos da carne (pH, cor, capacidade de retenção de água, perdas de pesos por descongelamento e cocção, força de cisalhamento, número de substâncias reativas ao ácido 2-tiobarbitúrico e análise sensorial), a composição centesimal (umidade, proteína, gordura e minerais), o perfil de ácidos graxos (gordura intramuscular), o teor de colesterol, a atividade das enzimas dessaturase e elongase e os índices de aterogenicidade e trombogenicidade da carne proveniente do músculo Longissimus e o perfil de ácidos graxos das gorduras perirrenal, mesentérica e subcutânea. O delineamento experimental será o inteiramente casualizado, com quatro tratamentos e oito repetições, sendo as comparações dos tratamentos por contrastes ortogonais, realizadas com auxílio do programa estatístico SAS versão 9.4. (AU)

Especiação e cinética de adsorção e dessorção de Cd e de Zn em solos de áreas olerícolas altamente fertilizadas

Processo:16/05870-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência: 01 de junho de 2016 - 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Luís Reynaldo Ferracciú Alleoni
Beneficiário:
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Assunto(s):Química do soloMineralogiaCinética química
Resumo
As características edáficas da maioria dos solos brasileiros oferecem limitações nutricionais ao pleno crescimento vegetal. Aplicações de calcários e de fertilizantes corrigem as limitações químicas dos solos, mas podem conter elementos potencialmente tóxicos (EPTs) que podem acumular no solo. Áreas cultivadas por olerícolas recebem altas doses de corretivos e de fertilizantes e por isso são altamente susceptíveis ao acúmulo de EPTs no solo, podendo haver transferência aos alimentos, aos animais e ao homem. Com o presente projeto objetiva-se avaliar a especiação e a cinética de sorção e de dessorção de dois EPTs no solo e o potencial risco de contaminação aos alimentos produzidos em áreas com elevadas aplicações de insumos. Serão coletadas amostras de solos de atributos mineralógicos contrastantes e de material vegetal cultivado em quatro localidades de produção de olerícolas: Piedade/SP, Mogi das Cruzes/SP, São Gotardo/MG e Guarapuava/PR, em áreas que possuem um longo histórico de fertilização. Os solos serão também amostrados em áreas adjacentes de mata natural, as quais servirão de referência por não terem recebido fertilização. A espacialização e a especiação dos EPTs nas amostras de solo serão realizadas por meio de espectroscopia de Infravermelho, fluorescência de raios X e espectroscopia de absorção de raios X por meio de Luz Síncrotron. Os resultados serão integrados por meio de análises de componentes principais e de regressão linear múltipla para obter os atributos do solo e as variáveis-respostas mais expressivas para explicar o comportamento dos EPTs no solo e sua acumulação nos tecidos vegetais. (AU)

A noção de terceiro em Freud e sua articulação com a crítica freudiana da religião

Processo:16/07179-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de junho de 2016 - 31 de maio de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia
Pesquisador responsável:Nelson Ernesto Coelho Junior
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Resumo
Pretende-se fazer um estudo em dois grandes movimentos. O primeiro motor de nossa investigação nos retorna à obra de Freud, na investigação de um conceito que é fundamental para os estudos teórico e clínicos da psicanálise contemporânea, aqui, especificamente sobre a noção de Terceiro. Acreditando que a própria ideia de rupturas no pensamento freudiano pode ser problematizada, procura-se articular a constatação de que o desenvolvimento da obra freudiana está pautada por pares de opostos, por dualidades que se manifestam teoricamente nos mais diversos momentos da construção de Freud com a observação de que esses pares de opostos não parecem impedir à investigação acerca do lugar do Terceiro (ou Terceiridade) na obra de Freud, investigação fomentada por específicos textos onde Freud parece precisar de um Terceiro lócus, em contraste a sua clássica sistematização em dualidades. Por fim, adentrando o segundo movimento, procura-se elucidar como Freud empreende uma critica sistemática à religião; e como o lugar desse Terceiro é fundamental para ampliarmos o escopo de compreensão da própria crítica freudiana ao fenômeno religioso. (AU)

Haydée Santamaría e a mitificação de uma "heroína da revolução cubana"

Processo:16/04202-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de junho de 2016 - 31 de maio de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História da América
Pesquisador responsável:Mariana Martins Villaça
Beneficiário:
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos, SP, Brasil
Assunto(s):Revolução Cubana
Resumo
Esta pesquisa pretende compreender o processo de mitificação da guerrilheira revolucionária cubana Haydée Santamaría na história cubana. Membro do Movimento 26 de Julho cujas ações acarretaram a Revolução Cubana e, após a vitória dos rebeldes, presidente do órgão cultural Casa de las Américas, Haydée teve profunda influência política e cultural em Cuba, sendo também conhecida e respeitada nos círculos de esquerda, na América Latina. A documentação selecionada para esta pesquisa são textos, em geral biográficos, produzidos desde seu suicídio em 1980, que incorporam parte da memória oficial cubana, por se tratarem de textos publicados em sites oficiais cubanos e em um livro publicado em outro país com o apoio de instituições cubanas. Nestes textos, a narrativa biográfica constrói uma identidade de Haydée como heroína nacional. Pretendemos compreender historicamente este processo de heroicização, buscando analisar as características atribuídas a essa heroína, em boa parte recorrentes nas descrições de outras heroínas da história cubana e latino-americana. Pretendemos, ainda, problematizar a questão do gênero nesse processo de heroicização. Por fim pretendemos analisar como foi interpretado o seu suicídio, e as razões da minimização de seu papel de guerrilheira em contraste com sua função de presidente da Casa de las Américas, entre outros cargos institucionais. (AU)

Automatização de um sistema criogênico para medidas eletro-ópticas

Processo:16/02085-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de junho de 2016 - 31 de maio de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Marcio Daldin Teodoro
Beneficiário:
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/18719-1 - Dinâmica de portadores eletrônicos em nanoestruturas semicondutoras, AP.JP
Assunto(s):SemicondutoresTransporte eletrônicoEletroluminescência
Resumo
Este projeto de iniciação científica é dedicado a automatização de um criostato de circuito fechado de hélio para medidas de eletroluminescência em diodos de tunelamento ressonante e medidas de transporte eletrônico em nanoestruturas semicondutoras com aplicação de luz. Para isto, será construído um dedo frio especial para medidas criogênicas, elaboração de um programa em Labview para aquisição e automatização das medidas eletro-ópticas. Medidas de transporte de corrente elétrica x tensão, e eletro-ópticas na região de ressonância serão feitas em função da temperatura no intervalo 8 - 300 K utilizando as facilidades experimentais existentes. Após a elaboração do setup experimental, estudos serão iniciados em amostras de diodos de tunelamento ressonante de GaAs/AlGaAs através de medidas de transporte, fotoluminescência e eletroluminescência. Os resultados experimentais serão contrastados com modelos teóricos feitos pelos colaboradores do Grupo de Nanoestruturas Semicondutoras do Departamento de Física - UFSCar. Todos os tópicos incluídos neste projeto, tais como, a introdução em técnicas experimentais ópticas e de transporte, aprendizado de uma linguagem de programação moderna e robusta, assim como o estudo teórico de sistemas quânticos com barreiras de potencial, são os ingredientes que complementarão as classes teóricas e experimentais que a aluna cursará ao longo deste ano. (AU)

Síntese de nanopartículas funcionalizadas em escala piloto

Processo:16/17637-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Vigência: 01 de junho de 2016 - 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Bruno Henrique Ramos de Lima
Beneficiário:
Empresa:Nchemi Engenharia de Materiais Ltda
Vinculado ao auxílio:14/21682-5 - Síntese de nanopartículas funcionalizadas em escala piloto, AP.PIPE
Assunto(s):Materiais nanoestruturadosNanotecnologiaNanopartículasSíntese químicaÓxidos metálicos
Resumo
A crescente demanda por dispositivos e materiais avançados baseados em nanomateriais tem motivado esforços para produção de blocos de construção com funções específicas. Nanocristais de Óxidos Metálicos (MONs) são promissores para o desenvolvimento de displays de alta resolução, células fotovoltaicas, telas sensíveis ao toque, recobrimentos cerâmicos para a indústria, contraste para diagnósticos médicos por imagem, etc. MONs sintetizados em meio orgânico são muito importantes como blocos de construção, pois processos não aquosos possibilitam excelente controle dos caminhos reacionais a nível molecular, permitem a síntese de nanomateriais com alta cristalinidade e com formas uniformes e bem definidas. Os componentes orgânicos influenciam fortemente a composição, tamanho, forma e propriedades superficiais os produtos inorgânicos. Desta forma, este projeto focará no aumento de escala de produção de TiO2, ZrO2 e Fe2O3 partindo de 15g (o que é produzido em escala de laboratório) e alcançando lotes de 500g de nanopartículas, tanto na forma de pó quanto em dispersão coloidal. As amostras serão analisadas por XRD, SEM, TEM, FT-IR e TGA a fim de verificar as características e qualidade das mesmas e os resultados serão utilizados para se modificar as metodologias e equipamentos envolvidos na produção dos nanocristais. A preparação de nanopartículas cristalinas funcionalizadas altamente re-dispersáveis em solventes orgânicos consiste de um processo solvotermal em uma única etapa usando compostos organometálicos e solventes orgânicos. As nanopartículas de óxidos metálicos que serão desenvolvidas neste trabalho são materiais promissores para aplicação em contraste para diagnóstico por ressonância magnética, recobrimento de dutos para a indústria de óleo e gás, para materiais funcionais 1D, 2D e 3D, materiais híbridos, além de dispositivos cerâmicos avançados. Além disso, a realização desse projeto demandará a criação de uma spin-off pelos pesquisadores envolvidos. Essa futura empresa será nucleada com o apoio do Laboratório Interdisciplinar de Eletroquímica e Cerâmica da Universidade Federal de São Carlos e do Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CEPID 2013/07296-2) do qual o laboratório é um dos principais membros. (AU)

Fabricação de amostras maciças da liga Fe-Co-B-Si-Nb com estrutura amorfa pela rota de atomização e extrusão a quente

Processo:15/26705-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência: 01 de junho de 2016 - 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Metalurgia Física
Pesquisador responsável:Claudio Shyinti Kiminami
Beneficiário:
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/05987-8 - Processamento e caracterização de ligas metálicas amorfas, metaestáveis e nano-estruturadas, AP.TEM
Resumo
A partir dos anos 90 do século passado, um aumento da aplicação comercial dos metais com estrutura amorfa está sendo observado na forma de micro engrenagens, molas e carcaças de relógios e telefones celulares. Isso é decorrente do desenvolvimento de novas composições e processos que possibilitam a produção de peças maciças (com dimensões da ordem de milímetros ou centímetros, em contraste com as tradicionais fitas amorfas com algumas dezenas de microns de espessura) com excepcionais propriedades mecânicas. Os grandes desafios, científicos e tecnológicos, estão no desenvolvimento de novas composições que apresentem alta Tendência de Formação de Estrutura Amorfa (TFA) e no desenvolvimento da tecnologia de fabricação das peças com geometria e dimensões necessárias, este último com o desafio da baixa estabilidade térmica da estrutura amorfa. O objetivo deste projeto de dissertação é o estudo de rota para fabricação de amostras maciças (corpos cilíndricos com diâmetro superior a 5 milímetros) com estrutura amorfa com a liga Fe-Co-B-Si-Nb pela rota de produção de pós amorfos por atomização a gás e consolidação desses pós por processo de extrusão a quente. (AU)

Análise metagenômica e metasecretômica de um consórcio microbiano enriquecido de fungos anaeróbicos degradador de bagaço de cana: prospecção de celulossomas e enzimas lignocelulolíticas

Processo:15/23279-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência: 01 de junho de 2016 - 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Fábio Márcio Squina
Beneficiário:
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Associação Brasileira de Tecnologia de Luz Síncrotron (ABTLuS). Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (Brasil). Campinas, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/06923-6 - Recalcitrância da biomassa de cana-de-açúcar: fundamentos relacionados à formação da parede celular, ao pré-tratamento e à digestão enzimática, aplicados no desenvolvimento de novos modelos de biorrefinarias, AP.TEM
Assunto(s):EnzimasBiotecnologiaCelulossomas
Resumo
A produção de biocombustíveis de segunda geração, baseado na degradação de biomassa lignocelulósica, é uma tendência para o futuro do mercado de combustíveis. No Brasil, há uma variedade de estudos para a aplicação do bagaço de cana-de-açúcar como fonte de carbono na produção de bioetanol. Os fungos anaeróbicos que compõem o microbioma do rúmen têm seu repertório de enzimas lignocelulolíticas pouco explorado, além da pouca elucidação do sinergismo e interações microbianas que ocorrem durante o processo de desconstrução da biomassa no rúmen. Do mesmo modo, rúmen também representa uma fonte para a prospecção de celulossomas de fungos anaeróbicos devido a várias sequências de dockerinas identificadas como parte de suas glicosil hidrolases. Em contraste com celulosomas bacterianos, são muito poucos trabalhos descrevem a arquitetura e o mecanismo de ancoragem das enzimas em celulosomas fungícos. Neste contexto, o presente projeto propõe empregar amostra de rúmen bovino para a construção de um consórcio microbiano enriquecido de fungos anaeróbicos degradador de bagaço de cana-de-açúcar. O enriquecimento de fungos anaeróbicos no consórcio microbiano será determinado por Real-Time PCR. Em seguida, o conteúdo genético e enzimático extracelular do consórcio microbiano enriquecido de fungos será analisado pela combinação de metagenômica e metasecretômica. A combinação dos conjuntos de dados ainda será empregada na identificação e reconstrução de celulossomas (in silico) produzidos pelo consórcio microbiano que, utilizando princípios de biologia sintética, serão expressos heterologamente em Aspergillus nidulans. Finalmente, as enzimas reveladas neste estudo devem ser avaliadas quanto ao potencial de complementar coquetéis lignocelulolíticos comerciais. (AU)

Caracterizando substratos e proteínas parceiras das aPKCs no processo de polarização celular

Processo:15/24046-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência: 20 de maio de 2016 - 19 de maio de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Deborah Schechtman
Beneficiário:
Anfitrião: Sourav Ghosh
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Local de pesquisa: Yale School of Medicine (YSM) (Estados Unidos)
Assunto(s):PolarizaçãoSubstratos
Resumo
A polaridade celular é essencial para a diferenciação, crescimento de leveduras, divisão celular assimétrica, morfogênese, transporte de moléculas pelas camadas epiteliais, migração celular e transmissão do impulso nervoso (possivel pela especificação do axônio e a polaridade morfológica do neurônio) dentre outros processos. As proteína quinases C atípicas (aPKC) tem sido descritas como componentes chaves na determinação da polaridade celular interagindo com o Partitioning defective complex (Par complex). De fato as aPKCs tem um papel na manutenção da polaridade celular em diversas células incluindo o ovo fertilizado e células epiteliais. Especificamente no que diz respeito polaridade neuronal estudos prévios do laboratório do Dr. Ghosh demonstrou que a aPKC iota tem um papel na especificação neuronal. Em contraste, uma forma da aPKC zeta, regulada diferencialmente denominada aPKCM zeta que não contém o domínio regulatório da PKCzeta, tem um papel chave na inibição da diferenciação de neuritos em axônios. Ambas as proteínas podem se ligar a Par3 e suas funções antagônicas são baseadas na competição pela ligação a Par3. Perda de polaridade também é uma característica de células tumorais e and da transição epitélio mesenchimal (EMT). Estudos recentes ainda nao publicados do laboratório do Dr. Ghosh observou a expressão da PKCMzeta em carcinomas. Porém, mmecanismos da sinalização das aPKCs, eespecificamente da PKCMzeta, nesses processos ainda não está bem compreendido. Dessa forma no presente projeto pretendemos identificar e caracterizar substratos e proteínas ligantes das aPKCs, incluindo das PKMzeta, e determinar vias de sinalização involvidas na especificação do axônio e na polaridade epitelial. Os componentes e princípios identificados nesse estudo podem ser estrapolados para a regulação da polaridade em geral. (AU)

Analysis of phosphorus use efficiency traits in Coffea genotypes reveals Coffea arabica and Coffea canephora have contrasting phosphorus uptake and utilization efficiencies

Processo:16/06150-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de maio de 2016 - 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:José Laércio Favarin
Beneficiário:
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição vegetal
Resumo
Justificativa e objetivo: O fósforo (Pi) é um dos nutrientes mais limitantes para a produção agrícola em solos brasileiros devido às baixas concentrações de Pi do solo e rápida fixação de Pi dos fertilizantes por adsorção em minerais oxídico e/ou precipitação por íons de ferro e alumínio. Os objetivos deste estudo foram quantificar a absorção de fósforo (P) e a eficiência do uso de cultivares da espécie Coffea arabica L. e Coffea canephora L., e agrupá-los em termos de eficiência e resposta a disponibilidade Pi. Material e métodos: Plantas de vinte e um cultivares de C. arabica e quatro cultivares de C. canephora foram cultivadas sob contrastantes disponibilidades Pi solo. O acúmulo de biomassa, a concentração de P dos tecidos, o acúmulo de P, indices de eficiência de utilização foram medidos. Resultados principais: o crescimento das plantas de café foi reduzido significativamente sob baixa disponibilidade de Pi, e concentração de P foi maior nas cultivares de C. canephora. As folhas jovens acumularam mais P do que qualquer outro tecido. As cultivares de C. canephora tinha uma maior proporção raiz / parte aérea e foram significativamente mais eficiente na absorção de P, enquanto as cultivares de C. arabica foram mais eficientes na utilização de P. A eficiência agronômica de uso de P variou entre as cultivares de café e cultivares de E16 Shoa, E22 Sidamo, Iémen e Acaiá foram classificados como mais eficiente e sensível ao fornecimento de Pi. A correlação positiva entre eficiência de absorção P e relação raiz parte aérea foi observada em todas as cultivares sob baixa oferta Pi. Estes dados identificam genótipos de Coffea mais bem adaptados às disponibilidades baixos Pi solo ou eficientes no uso de fósforo em cultivares de café, cujos características contribuem para a melhor absorção de P e eficiência. Estes dados podem ser usados para selecionar genótipos atuais com melhor absorção de P ou de utilização de eficiência para uso em solos com baixa disponibilidade de Pi e também fornecer material para o melhoramento genético de novas cultivares melhor adaptadas à baixa disponiblidade de Pi em solos brasileiros. Isso poderia, finalmente, reduzir o uso de fertilizantes Pi em solos tropicais, e contribuir para a produção de café mais sustentável. (AU)

Caveolae as a target for Phoneutria nigriventer SPIDER venom

Processo:16/06774-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de maio de 2016 - 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Toxicologia
Pesquisador responsável:Maria Alice da Cruz Hofling
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Resumo
Um importante mecanismo de transporte cellular da barreira hematoencefálica (BHE) involve as cavéolas, domínios especializados da membrana plasmática endotelial, ricos em colesteroal , glicolipídios e uma proteína estrutural denominada Caveolina-1 (Cav-1). Neste trabalho, investigamos se o aumento na endocitose e no tráfego de vesículas no cerebelo de ratos após quebra da BHE induzida pelo veneno da aranha Phoneutria nigriventer (PNV) foi mediado por cavéolas. A expressão de Cav-1, Cav-1 fosforilada (pCav-1), dinamina-2 (din2), quinase da família Src (SKF) e metaloproteinase-9 de matrix (MMP9), todas proteinas envovidas na dinâmica caveolar e na abertura da BHE, foram investigadas. Imunofluorescencia, western blotting (WB) e micrsocopia eletronica de transmissão foram usados para investigar alterações às 1, 2, 5, 24 e 72 horas após envenenamento.WB revelou um aumento de Cav-1, Din2 e MMP9 às 1, 5 e 72 h (correspondendo, respectivamente, a intervalos aonde os sinais de intoxicação eram mais evidentes, quando havia sinais de melhora e quando os sinais de intoxicação não eram detectados). Em contraposição, pCav-1 e SKF, essenciais para a internalização e trafego, decrescem quando Cav-1 e Din2, essenciais para formação, aumentam. Em geral, essas alterações indicam um tráfego vesicular pelo endotélio (níveis elevados de pCav/SKF) que coicidem com baixos níveis de cavéolas (decrescimo de Cav-1/Dyn2) e baixos níveis de MMP9. Assim, a internalização (desligamento) das cavéolas alterna com nova formação caveolar (ligação), resultando em alterações na densidade caveolar na membrana endotelial. Essa dinâmica caveolar implica em tensões e estresse mecânico, mecanismo que desencadeia vias celulares chave em reposta ao estresse. Concluímos que a indução da quebra da BHE pelo PNV através do tráfego transcelular elevado é causada pelo aumento na endocitose mediada por cavéolas; este efeito está correlacionado com a progressão dos sinais clinicos temporais de envenenamento. A dinâmica caveolar está provavelmente envolvida no estresse de membrana e em mecanismos regulatórios desencadeados após quebra da BHE neste modelo experimental. (AU)

Influência do plasma seminal oriundo da fração rica do ejaculado sobre a capacitação e hiperativação espermática em sêmen suíno conservado sob refrigeração à 17°C por 72 horas

Processo:16/02186-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência: 01 de maio de 2016 - 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:André Furugen Cesar de Andrade
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Sêmen animalCapacitação espermáticaSuínos
Resumo
O presente trabalho tem como objetivo avaliar os efeitos do plasma seminal, oriundo da fração rica do ejaculado, sobre a capacitação e hiperativação espermática do sêmen suíno conservado sob refrigeração à 17ºC por 72 horas. Serão obtidos 6 ejaculados de 6 cachaços pelo método da mão enluvada. Em seguida o sêmen in natura será avaliado quanto às características da motilidade pelo sistema computadorizado de análise do sêmen (CASA), morfologia espermática por contraste de interferência diferencial e concentração espermática. Após essa primeira avaliação, os ejaculados serão acondicionados em tubos cônicos de 50 mL para serem divididos em três tratamentos, a saber: não centrifugado (NC), centrifugado e com o plasma seminal retirado pós-centrifugação (CS) e centrifugado resuspendido (CR). A força de centrifugação utilizada será de 500xg por 10 minutos. Todos os tratamentos serão submetidos à diluição em meio BTS para que se obtenha uma concentração de 30 x 106 espermatozoides/mL atingindo um volume final da DI de 50 ml. Em seguida, as amostras permanecerão por 90 minutos em temperatura ambiente e protegidas da luz antes de serem armazenadas. As doses com os diferentes tratamentos serão acondicionadas à temperatura de 17°C por 72 horas e após tal período, terão suas amostras transferidas para um meio capacitante seguido de acondicionamento em incubadora a 38°C com 5% de CO2. As mesmas serão avaliadas nos intervalos de 0, 2 e 4 horas, para os seguintes parâmetros: fluidez da membrana plasmática (capacitação), presença da fosforilação do aminoácido tirosina, integridade acrossomal (reação acrossômica), hiperativação e peroxidação da membrana plasmática e do citoplasma. Os resultados serão submetidos à análise de variância (PROC GLM), empregando-se o programa SAS (1998). Quando o principal efeito for significativo, as médias serão comparadas pelo teste de Tukey. (AU)

Avaliação da distância máxima de absorção de nutrientes em formações florestais tropicais utilizando 15N como marcador

Processo:15/25946-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência: 01 de maio de 2016 - 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Silvicultura
Pesquisador responsável:Jean Paul Laclau
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Resumo
As mudanças climáticas têm causado alterações na temperatura e também nos regimes de precipitação do planeta, aumentando a probabilidade de ocorrência de secas mais severas, o que, no cenário florestal, pode resultar na mortalidade de florestas ao redor do mundo. Assim, é necessário um conhecimento mais detalhado sobre os processos que explicam o funcionamento das árvores, buscando possíveis soluções para sua sobrevivência perante a atual situação. O objetivo do trabalho é avaliar a distância máxima do tronco e a profundidade máxima de absorção de nutrientes pelas raízes das árvores em florestas crescendo sobre Latossolos profundos. As consequências do estatuto social das árvores (comparando árvores dominantes e árvores dominadas do mesmo genótipo numa floresta monoclonal) e da sazonalidade (comparando as estações seca e chuvosa) nas áreas de absorção de 15N injetado em várias profundidades no solo serão estudadas em plantios de eucalipto e em três espécies do Cerrado, respectivamente. Além disso, será avaliado se existe uma complementaridade de nicho no solo entre várias espécies do Cerrado com uma absorção do marcador em camadas diferentes, dependendo da espécie, nas estações seca e chuvosa. O marcador 15N será aplicado no meio da entrelinha do plantio: a) em um talhão de eucalipto com um ano de idade, sendo 4 profundidades (até 9 m) e 3 repetições de aplicação de 15N; b) no mesmo talhão, aos dois anos de idade, sendo, porém, 5 profundidades (até 12 m) e 3 repetições de aplicação; c) em um outro talhão de eucalipto - mesmo material genético - em final de rotação, entre 5 e 6 anos de idade, sendo 6 profundidades de aplicação (até 15 m) e 3 repetições. No Cerrado, o 15N será aplicado em 36 pontos: 2 estações do ano (seca e chuvosa) * 3 repetições * 6 profundidades (até 12 m). Os pontos de aplicação do 15N terão uma distância mínima de 40 m entre eles, para se ter certeza de que as raízes das árvores em que o 15N foliar será avaliado acessam apenas o 15N aplicado no ponto mais próximo. (AU)

A possibilidade do vácuo no espaço e tempo em Leibniz

Processo:16/00433-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência: 01 de maio de 2016 - 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Fátima Regina Rodrigues Évora
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Assunto(s):VácuoAnálise espaço-temporalTempo (filosofia)
Resumo
Na Correspondência com Clarke, o velho Leibniz, diferentemente do jovem, não admite o vácuo em sua filosofia. Esta negação ocorre mediante os Princípios da Razão Suficiente e da Identidade dos Indiscerníveis, os quais também são usados para contestar o espaço e tempo absolutos de Isaac Newton. Na Correspondência, afinal, Clarke, que é partidário de Newton, afirma que espaço e tempo possuem existência per se, independente dos corpos do mundo. Para Leibniz, contrariamente, espaço e tempo existem como relações entre estes corpos, e não possuem o estatuto ontológico absoluto advogado por Clarke. Esta defesa sobre o espaço e tempo relacionais, contudo, tomada por si só, à parte dos Princípios supracitados, não nos permite inferir diretamente qual posição Leibniz toma a respeito do vácuo, se lhe é ou não possível. De modo que tal possibilidade, neste âmbito, para além dos Princípios da Razão Suficiente e da Identidade dos Indiscerníveis, referir-se-á ao modo como espaço e tempo comportam-se em sua estrutura ontológica, a qual, Leibniz afirma, é ideal, ou mental, mas capaz de ser considerada no âmbito do real. Para nosso propósito, o qual é analisar a possibilidade do vácuo no espaço e tempo, em Leibniz, cabe analisar seus argumentos a este respeito, no histórico de sua filosofia, de modo que a compreensão do espaço e tempo servir-nos-á como chave de leitura, nesta proposta. (AU)

Avaliação da correlação entre o processo de acúmulo de sacarose em cana de açúcar e a digestibilidade da biomassa lignocelulósica

Processo:16/02985-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de maio de 2016 - 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Andre Luis Ferraz
Beneficiário:
Instituição-sede: Escola de Engenharia de Lorena (EEL). Universidade de São Paulo (USP). Lorena, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/06923-6 - Recalcitrância da biomassa de cana-de-açúcar: fundamentos relacionados à formação da parede celular, ao pré-tratamento e à digestão enzimática, aplicados no desenvolvimento de novos modelos de biorrefinarias, AP.TEM
Assunto(s):DigestibilidadeBiomassa
Resumo
O presente trabalho tem por objetivo avaliar as fases de amadurecimento da cana-de-açúcar, determinando simultaneamente o processo de acúmulo de sacarose e a digestibilidade da biomassa lignocelulósica gerada. Serão avaliados o teor de sacarose em entrenós de cana, a composição química e a digestibilidade da biomassa lignocelulósica frente à hidrólise com enzimas comerciais em diversos híbridos de cana de açúcar pré-selecionados por contrastarem quanto ao teor de componentes. Para isso, entrenós similares de um mesmo híbrido serão amostrados ao longo de um ciclo completo de cultivo. Também serão avaliados os entrenós amostrados no sentido topo da planta até a base a partir de plantas maduras. A execução do projeto permitirá obter uma melhor visão sobre os processos de acúmulo de sacarose e da formação da biomassa nas paredes secundárias das células de cana-de-açúcar e dos componentes que causam a recalcitrância da parede celular, principalmente lignina, ácidos hidroxicinâmicos e hemiceluloses. (AU)

Efeito de dietas com diferentes proporções de proteína e carboidratos sobre o metabolismo energético e protéico de gatos adultos

Processo:16/01510-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência: 01 de maio de 2016 - 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Aulus Cavalieri Carciofi
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal, SP, Brasil
Assunto(s):Calorimetria indiretaBioenergética
Resumo
Gatos são animais carnívoros, com elevada necessidade de aminoácidos. O uso dos carboidratos por estes animais já foi estudado, contudo existem informações que ainda não são bem esclarecidas para a espécie. O objetivo deste estudo é avaliar o efeito do consumo de dietas com diferentes proporções de proteína e carboidratos sobre o metabolismo proteico e energético de gatos. O estudo seguirá 2 quadrados latinos 4x4, cada um com 4 rações, 4 períodos de 7 semanas e 4 gatos, totalizando 8 repetições por ração. Serão avaliados rações extrusadas com diferentes proporções de proteína (PB) e carboidratos (CHO): 20% de PB e 48,5% de CHO; 34% de PB e 33,5% de CHO; 48% de PB e 18,5% de CHO e 62% de PB e 3,5% de CHO. Durante as 7 semanas que os gatos receberão os alimentos, serão avaliados: a composição corporal (massa magra e massa gorda) por isótopos de deutério ao início e final do período; a digestibilidade e energia metabolizável dos alimentos; o consumo diário de ração, padrão alimentar e saciedade dos animais; o metabolismo de proteínas por meio do balanço de nitrogênio, excreção urinária de ureia de 24h, catabolismo muscular (pela dosagem de 3-metil-histidina na urina), proteína transportadora de retinol e manutenção da massa magra corporal; gasto energético diário por calorimetria indireta em câmera de respirometria, obtendo-se dados de gasto energético de manutenção, gasto energético basal, incremento calórico, energia líquida dos alimentos e quociente respiratório para medição indireta da oxidação orgânica de proteína, carboidratos e gorduras; e estudo do perfil de metabólitos. Os resultados serão avaliados por meio de contrastes polinomiais, medidas repetidas no tempo e análise de componentes principais (P<0,05). (AU)

Efeito dos hormônios progesterona e estriol sobre a proliferação de células RINm5F - um modelo in vitro para o estudo da fisiologia de células beta na gravidez

Processo:15/20055-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de maio de 2016 - 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia
Pesquisador responsável:Anna Karenina Azevedo Martins
Beneficiário:
Instituição-sede: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):GravidezProgesteronaEstriol
Resumo
Durante a gestação ocorrem modificações no organismo materno, que promovem o desenvolvimento do concepto até o final da gravidez. Nesse período, observam-se mudanças significativas na sensibilidade à insulina, contudo, normalmente, as variações da glicemia são pequenas, o que aponta para a compensação desse quadro pelo aumento na secreção de insulina e na massa de células ². Evidências sugerem que as elevadas concentrações de estrógenos e progestágenos na gravidez poderiam contribuir para a adaptação insuficiente na secreção de insulina frente à demanda aumentada desse hormônio, levando ao desenvolvimento do diabetes gestacional (DG). Nosso grupo mostrou que a progesterona (PG) induz a morte, por apoptose, de células ² pancreáticas e que o 17²-estradiol potencializou esse efeito. Embora a PG seja capaz de promover a morte de células ², em outros estudos foi verificado o efeito proliferativo desse hormônio sobre este tipo celular, como também em células tumorais da mama. Outros autores, contudo, mostraram que a PG causou inibição da proliferação celular no tecido uterino humano. Assim, uma vez que pouco se conhece sobre o efeito de hormônios esteroides sobre a fisiologia da célula ² na gravidez, este projeto tem como objetivo estudar a cinética de proliferação de células RINm5F tratadas com hormônios esteroides: PG e estriol. A partir dos resultados desse projeto, espera-se contribuir para o entendimento dos efeitos dos hormônios esteroides sobre a fisiologia de células ² e sua interação durante a gravidez. (AU)

Estudo da cinética de washout da carnosina muscular após a suplementação de beta-alanina

Processo:15/23176-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência: 01 de maio de 2016 - 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Guilherme Giannini Artioli
Beneficiário:
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição esportivabeta-AlaninaCinéticaCarnosina
Resumo
A suplementação de beta-alanina pode aumentar as concentrações intramusculares de carnosina. O tamponamento do pH é a função mais bem atribuída à carnosina. Assim, o aumento da carnosina poderia aumentar a capacidade tamponante intramuscular, potencialmente postergando a fadiga muscular e a queda do desempenho durante exercícios de alta intensidade. Estudos iniciais sobre o washout da carnosina após a suplementação de beta-alanina indicam que tal processo é lento, podendo levar de 6 a 20 semanas. Entretanto, a literatura ainda carece de estudos que confirmem a cinética de washout utilizando-se de método padrão-ouro para quantificação da carnosina muscular. Especula-se que a taxa de degradação da carnosina pode estar positivamente relacionada ao próprio conteúdo, de forma que o conteúdo de carnosina muscular influencie a sua taxa de degradação. Assim, poder-se-ia esperar maior taxa de decaimento no início do washout, e menor taxa ao longo do tempo. Neste estudo, avaliaremos a cinética de washout de carnosina muscular após um período de suplementação de beta-alanina. Também será objetivo deste estudo avaliar a eficácia da suplementação na melhora do desempenho em exercícios de alta intensidade. Serão recrutados aproximadamente 30 homens jovens, saudáveis, fisicamente ativos, não vegetarianos. O estudo adotará um desenho randomizado, duplo-cego, controlado por placebo. Os participantes serão aleatoriamente alocados aos grupos beta-alanina ou placebo. O grupo ²-alanina (n=20) receberá 6,4 g/d de beta-alanina fornecida em tabletes de liberação lenta (NAI, USA) durante 8 semanas; o grupo placebo (n=10) receberá a mesma quantidade de dextrose pelo mesmo período. Amostras do músculo vasto lateral serão colhidas por meio de biópsia muscular, que serão realizadas antes e após as 8 semanas de suplementação, bem como 1, 2, 4, 8, 12 e 16 semanas após o término do período de suplementação. Adicionalmente, um teste de tolerância ao esforço de alta intensidade (realizado em cicloergômetro a 110% da potência máxima previamente determinada) será aplicado antes e após o período de suplementação, assim como 4, 8, 12 e 16 semanas após o término da suplementação. O consumo alimentar será avaliado nas semanas que antecedem cada uma das biópsias musculares, por meio de recordatórios alimentares. Os dados serão analisados por meio de modelos mistos com ajuste de Tukey-Kramer para comparações múltiplas e análises de contraste de grau de liberdade único para comparações específicas. O nível de significância adotado para rejeitar a hipótese nula será de p < 0,05. Todas as análises serão realizadas no programa SAS®. (AU)
Página 5 de 1.901 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP