site da FAPESP
 

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Publicações científicas
Auxílios à Pesquisa
Bolsas
Programas voltados a Temas Específicos
Programas de Pesquisa direcionados à Aplicação
Programas de Infraestrutura de Pesquisa
Área do conhecimento
Situação
Ano de início
Página 5 de 1.379 resultado(s)
|

Regulação microambiental de células epiteliais límbicas corneais expandidas sobre membrana amniótica desepitelizada: ênfase na organização supramolecular dos maiores biopolímeros extracelulares

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal, SP, Brasil
Pesquisador responsável:José Luiz Laus
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:13/25533-1
Vigência: 01 de março de 2014 - 31 de julho de 2015
Assunto(s):BiopolímerosCórneaOftalmologia veterinária
Resumo
A evolução da díade risco-benefício que acompanha o uso de tecidos de bioengenharia destinados à reconstrução da superfície ocular com deficiência límbica depende de novas ideias e abordagens metodológicas para se estudarem a regulação microambiental das células progenitoras epiteliais límbicas corneais ex vivo e desenvolverem substratos de retroalimentação adequados à expansão das mesmas. Claramente, muita ênfase tem sido dada para as vias de sinalização bioquímica, que envolvem a participação de moléculas extracelulares solúveis, na hemostasia do epitélio límbico corneal cultivado, especialmente sobre membrana amniótica desepitelizada [substrato biopolimérico (de cultivo/expansão) mais popular nos centros de referência em oftalmologia]. Em contrapartida, as vias biofísicas de regulação microambiental, que dependem, entre outros fatores, na organização supramolecular (ou supraorganização) dos biopolímeros extracelulares do próprio limbo (no caso de um sistema de cultivo em explante) e da membrana de expansão celular têm sido pouco estudadas. Indiscutivelmente, a supraorganização constitui e/ou posiciona sítios de interação célula-matriz capazes de ativar/desativar vias de mecanotrandução e de potencializar ou neutralizar a ação de fatores de crescimento e sobrevida. No mínimo cinco propriedades estruturais, da membrana amniótica desepitelizada, que podem auxiliar na polarização e modulação fenotípica das células cultivadas, relacionam-se com a supraorganização de sua matriz extracelular: geometria, topografia, orientação espacial, rigidez/elasticidade, força mecânica. Com os avanços da nanotecnologia, da ciência de materiais e da química supramolecular, a perspectiva de explorar uma supraorganização (que reflete requerimentos em nanoescala) para, em um segundo momento, reproduzi-lá em laboratório, criando membranas artificiais biomiméticas para a bioengenharia de tecidos e órgãos, tornou-se real. Inúmeros estudos recentes apontam que o futuro da medicina regenerativa é nano, é supra. Sendo assim, a meta desta pesquisa é avaliar a organização supramolecular dos maiores biopolímeros (ie. colágenos e proteoglicanos) das matrizes extracelulares de membranas amnióticas desepitelizadas arroladas, juntamente com explantes de limbo, em sistemas de cultivo celular terapêutico para reconstrução da superfície ocular. Os fenômenos ópticos resultantes da interação das supraorganizações de matriz extracelular com a radiação eletromagnética constituirão a base das nossas análises. (AU)

A construção mutual de discursos intolerantes: ateus, agnósticos e religiosos

Beneficiário:
Instituição: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Joao Angelo Fantini
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:13/24292-0
Vigência: 01 de março de 2014 - 28 de fevereiro de 2015
Assunto(s):PsicanáliseAteísmoReligiões
Resumo
Apesar das previsões iluministas de que o avanço científico levaria ao declínio das práticas religiosas, o que se vê na atualidade é a reafirmação da religiosidade. Por outro lado, há um movimento crescente de secularização, o que pode ser observado no Brasil pelo aumento daqueles que se declaram "sem religião", entre eles os ateus e agnósticos. Nesse contexto, observa-se o discurso de intolerância que circula dos religiosos em direção aos ateus e agnósticos e vice-versa, e que se reflete no atual cenário político, econômico, social e cultural. Partindo do pressuposto de que a intolerância enquanto fenômeno social emerge da subjetividade dos indivíduos, a presente pesquisa busca compreender, por meio da metodologia de Grupos Focais, como se dá a formação desses grupos, a circulação dos discursos e como se configura a construção do processo de intolerância, tendo por referencial teórico a psicanálise. (AU)

Olhares vertiginosos nas reformulações da história: o primitivo, o selvagem e o canibal

Beneficiário:
Instituição: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Cássio da Silva Fernandes
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Fundamentos e Crítica das Artes
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:13/19366-5
Vigência: 01 de março de 2014 - 29 de fevereiro de 2016
Resumo
Entre os chamados "objetos tribais" que serviram de propaganda anti-imperialista ao movimento surrealista francês; o primitivismo, intercedido por Lionello Venturi (Il gusto dei primitivi; 1926) como contrapeso à historiografia artística de bases classicistas; e as propostas antropofágicas do modernismo brasileiro, encontramos análogas tendências vanguardistas empenhadas em reelaborar o conhecimento histórico.Entre o velho e o novo continente ou, se quiser, entre os vícios das tradições ocidentais e a vernaculidade da tradição brasileira registravam-se, nas décadas de 1920 e 1930, um interesse em comum pelos conceitos de primitivo, selvagem e canibal enquanto reestruturações das identidades culturais e tão logo enquanto problematização dos conceitos mesmos de tradição e classicismo. Estamos a tratar de movimentos de vanguarda que preocupados em promover específicas modernidades às suas respectivas culturas, resgataram um passado esquecido ou marginalizado pela história, ou mesmo inventaram-na uma tradição: perspectivas essas aqui compreendidas como vertiginosas enquanto propostas de inovação ou reutilização do passado a favor da modernidade. Enquanto os surrealistas franceses encontraram nos ditos selvagens a elaboração do contrapeso a uma concepção colonialista da história da arte, e a inspiração a outras sensibilidades estéticas; na Itália, os primitivos de Lionello Venturi viriam por incomodar as estruturas classicistas da historiografia artística de bases vasarianas, substituindo a estrutura evolutiva das "três idades das artes" por uma estrutura historiográfica de caráter mais espiritual, mais preocupada em compreender o gosto da época do que em estabelecer progressões de virtuosismos formais. Em contrapartida, as propostas modernistas brasileiras - especificamente aquelas de Oswald de Andrade e Mario de Andrade - conscientes das tendências vanguardistas europeias de então, elaboraram a imagem do seu canibal como metáfora de um autoconsumo cultural a favor das elaborações da sua tradição interna. O primitivo brasileiro, mesmo não indicando o exotismo e o fetiche experimentados pelos surrealistas franceses; mesmo não estruturado enquanto combate contra os vícios da historiografia classicista, como proposto por Venturi, também consistiu numa elaboração artístico-literária empenhada com as reformulações culturais. O canibal autofágico combatia os excessos de importação de civilização e consistia na propaganda modernista brasileira interessada, sobretudo, na construção de uma identidade nacional incorruptível e autêntica, procurando delimitar o que era tradição inventada e o que era tradição adquirida.Os referidos olhares vertiginosos registrados entre França, Itália e Brasil dialogam enquanto propostas modernas que encontraram no desconhecido (os objetos extraeuropeus que se perpetuavam nas exposições surrealistas), no canhestro ou ingênuo (as primeiras formulações da arte renascentista ainda distante do virtuosismo formal do Quinhentos italiano) e na ausência (a falta de uma tradição artística e historiográfica brasileira em confronto com a longa estrada construída pela tradição europeia) as inspirações às elaborações de suas propostas artísticas. Propostas estas que serão aqui confrontadas enquanto perspectivas críticas do conhecimento histórico, reelaborado em prol das modernizações culturais do início do século XX. (AU)

Análise molecular em genótipos de cana - de - açúcar submetidos à prolongada limitação hídrica pela técnica de RNA-seq

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Maria Ines Tiraboschi Ferro
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:13/22122-0
Vigência: 01 de março de 2014 - 28 de fevereiro de 2015
Assunto(s):Estresse hídricoBiologia molecular
Resumo
No Brasil a cultura da cana-de-açúcar tem se expandido para regiões com prolongados períodos de deficiência hídrica, o que vem limitando a produção sucroenergética. A melhor forma de contornar esse problema é utilizar cultivares tolerantes a este estresse. A presente proposta foi elaborada com o objetivo de analisar a expressão gênica de plantas submetidas a longos períodos de diferentes limitações hídricas, com vistas a gerar novos conhecimentos e ferramentas para a seleção de cultivares de cana tolerantes ao déficit hídrico prolongado, promover o desenvolvimento e a competitividade da cultura, além de contribuir para a formação de recursos humanos especializados na área. Para atingir tal objetivo, duas cultivares contrastantes (tolerante e sensível) serão cultivadas em vasos de 50 dm3 em casa de vegetação e submetidas a três potenciais hídricos do solo (ensaio com 6 tratamentos e 3 repetições) e serão avaliadas aos 30, 60 e 90 dias após aplicação dos tratamentos. O RNA total das folhas das plantas será extraído e os genes expressos (mRNAs) serão sequenciados pela técnica de RNA-Seq utilizando a plataforma HiScanSQ System (Illumina). Após o sequenciamento, os dados serão analisados de acordo com o pipeline de análise de RNA-Seq para a identificação dos genes diferencialmente expressos pela cultivar tolerante em relação à cultivar sensível ao estresse hídrico. Para a validação dos resultados será realizado a técnica de PCR quantitativa em tempo real (qRT-PCR). (AU)

Quimioembolização arterial associada ou não ao sorafenib no carcinoma hepatocelular em pacientes com cirrose hepática: análise retrospectiva

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Fernando Gomes Romeiro
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:13/17361-6
Vigência: 01 de março de 2014 - 28 de fevereiro de 2015
Assunto(s):Gastroenterologia
Resumo
O carcinoma hepatocelular (CHC) é o principal tumor de origem no fígado. É o 5º tipo de neoplasia mais frequente, e a 3ª maior responsável pela mortalidade por câncer. Durante as últimas duas décadas, a incidência cresceu muito, e estima-se que a prevalência continue subindo, devido ao aumento de doenças crônicas do fígado, como as hepatites virais crônicas B e C, o consumo do álcool e a esteatose hepática. Como a cirrose é o principal fator de risco para o surgimento de CHC, a maioria dos pacientes não suporta tratamentos cirúrgicos, mas para tentar obter redução tumoral e inclusão em lista de transplante hepático, a modalidade terapêutica mais utilizada é a quimioembolização arterial. Entretanto, existem poucos dados sobre a eficácia da quimioembolização no Brasil, e pouco se sabe a respeito da eficácia desse tratamento se for utilizado em associação com terapêutica sistêmica como o sorafenib. O objetivo deste projeto é avaliar retrospectivamente exames laboratoriais e de imagem de 50 pacientes com cirrose hepática e CHC, tratados com quimioembolização arterial, associada ou não ao tratamento sistêmico com sorafenib. A avaliação incluirá resultados sobre a redução tumoral em exames de imagem contrastados, sobrevida e exames laboratoriais, como a redução dos níveis de alfafetoproteína e a alteração de exames de função hepática. (AU)

A construção da nação portuguesa em Alexandre Herculano na primeira metade do Século XIX

Beneficiário:
Instituição: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Ana Lúcia Lana Nemi
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Moderna e Contemporânea
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo:13/25497-5
Vigência: 01 de março de 2014 - 29 de fevereiro de 2016
Assunto(s):NaçãoPortugalHistória do século xix
Resumo
Esta pesquisa pretende compreender de que modo Alexandre Herculano recorta o passado medieval português dialogando com seu presente na construção do que poderia ser a nação portuguesa contemporânea no século XIX. A fonte utilizada é o romance histórico O bobo, primeiramente publicado em 1843 no periódico O Panorama e, posteriormente, publicado em livro, em 1878. A análise será feita pensando na relação entre a obra, seu contexto histórico de publicação e a biografia do autor. Por meio deste romance, espera-se entender a tentativa do autor de apontar um caminho para o Portugal contemporâneo. Na construção de Portugal que, acredita-se aqui, o autor empreende, destacar-se-á o papel da nação no novo arranjo europeu, pós Congresso de Viena, as suas características relevadas e criticadas e a legitimação política do liberalismo defendido por ele. Optou-se pela primeira metade do século XIX porque além de ser o período de elaboração da fonte destacada, os anos de 1848-1850 impuseram conteúdos e contextos políticos e sociais que não serão abordados aqui. (AU)

Correspondances générales, correspondência reunida: pressupostos metodológicos, críticos e interpretativos

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Estudos Brasileiros (IEB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Marcos Antonio de Moraes
Anfitrião: Claudia Poncioni
Local de pesquisa: Université Sorbonne Nouvelle - Paris 3 (França)
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Brasileira
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Processo:13/21659-0
Vigência: 01 de março de 2014 - 31 de maio de 2014
Assunto(s):Epistolografia
Resumo
Considerando-se a alentada produção de correspondances générales (CG), assim como a expressiva bibliografia sobre o trabalho de edições de cartas na França, este projeto pretende, em uma primeira etapa, realizar o levantamento e a análise contrastiva de conjunto representativo de publicações de "correspondências reunidas" de letrados franceses do campo literário, difundidas a partir da segunda metade do século XX, com o objetivo de apreender os diferentes pressupostos metodológicos, críticos e interpretativos que as fundamentam. A observação do espectro de propostas editoriais facultará um amplo quadro de possibilidades formais e metodológicas de organização de volumes de cartas, bem como o desenvolvimento de novas perspectivas de abordagem e estruturação da vultosa "correspondência reunida" do escritor modernista Mário de Andrade (1893-1945), em preparo. (AU)

As teorias Pressuposicionais sobre indexicais: um estudo constrativo

Beneficiário:
Instituição: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Renato Miguel Basso
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:13/22990-2
Vigência: 01 de março de 2014 - 28 de fevereiro de 2015
Assunto(s):Semântica formal
Resumo
Em seu trabalho, Demonstratives (1989), David Kaplan afirma que indexicais e demonstrativos sempre se referem diretamente a indivíduos, e que um indivíduo é a contribuição proposicional de um indexical, garantindo sua rigidez referencial. Porém, a teoria kaplaniana, apesar de ser muito influente no campo semântico-formal, em grande parte devido a sua abrangência e elegância, tem sofrido questionamentos e críticas, tanto com relação ao seu escopo empírico quanto com relação à sua arquitetura.Kaplan garante a rigidez referencial dos indexicais e demonstrativos propondo um mecanismo composicional específico para esses itens que tem como consequências, entre outras, colocar em categorias completamente distintas construções como 'a casa' e 'essa casa', de modo que apenas 'a casa' pode ser entendida composicionalmente como DP+NP.Recentemente, alguns pesquisadores em linguística tem questionado a teoria de Kaplan e postulam, nos moldes das semânticas dinâmicas, teorias pressuposicionais para os indexicais que (i) preservam os efeitos de rigidez referencial advogados por Kaplan, porém (ii) sem postular mecanismos específicos para a interpretação dos indexicais e (iii) sem propor que haja uma cisão, por exemplo, entre descrições demonstrativas e definidas, defendendo que ambas sejam compostas por DP+NP.O principal objetivo deste projeto de iniciação científica é entender essa nova maneira de pensar sobre os indexicais (que, ao que sabemos, começa em 2006) para (i) contrastá-la com a teoria de Kaplan e (ii) verificar sua aplicabilidade ao português brasileiro. (AU)

ECOFOR: biodiversidade e funcionamento de ecossistemas em áreas alteradas pelo homem nas Florestas Amazônica e Atlântica

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Carlos Alfredo Joly
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Processo:14/00907-9
Vigência: 01 de março de 2014 - 29 de fevereiro de 2016
Assunto(s):AmazôniaBiodiversidadeBiologiaEcossistemasFlorestasReflorestamento
Resumo
O Brasil é um dos países megadiversos e onde ocorrem duas das maiores florestas tropicais do planeta: Mata Atlântica e Floresta Amazonica. A Mata Atlantica é uma das florestas tropicais mais ameaçadas ocorrendo hoje em menos de 16% da sua distribuição original. Em contraste, a Floresta Amazonica representa cerca de 30% da área de floresta tropical do planeta. Entretanto, o Brasil apresenta as maiores taxas absolutas de desmatamento provocado pela conversão em larga escala de florestas em pastagens, agricultura e monoculturas de arvores exóticas. A floresta tropical brasileira é relativamente bem estudada no que se refere a composição de espécies e diversidade. Apesar disso, a produtividade primaria, especialmente em florestas alteradas pelo homem, é muito menos compreendida e estudos ecofisiologicos que incluem características fotossintéticas são raros. O treinamento técnico solicitado é orientado para suportar os estudos ecofisiologicos baseados na avaliação de características de trocas gasosas foliares em espécies arbóreas selecionadas em florestas maduras e secundarias a longo de um gradiente de perturbação em parcelas na região de Santarém-Belterra na Amazônia no estado do Pará no âmbito do projeto ECOFOR (Biota-Fapesp/NERC. (AU)

Avaliação das alterações celulares e perfil inflamatório de células mesoteliais pleurais e/ou neoplásicas expostas ao talco utilizado para pleurodese

Beneficiário:
Instituição: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Milena Marques Pagliarelli Acencio
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:13/13295-9
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de janeiro de 2016
Assunto(s):Doença pulmonar (especialidade)Neoplasias pulmonaresPleurodeseTécnicas de cultura de célulasCélulas epiteliaisPleuraResposta inflamatóriaApoptose
Resumo
O câncer de pulmão é uma das principais causas de morte por câncer em todo o mundo. No estágio avançado da doença os pacientes podem apresentar derrame pleural e dispneia com piora da qualidade de vida, sendo indicada a pleurodese com talco para obliteração definitiva do espaço pleural. A célula mesotelial pleural (CMP) tem papel central na modulação da agressão pleural, e a resposta à pleurodese pode variar de acordo com a carga tumoral pleural e a resposta inflamatória local. Especula-se que nas neoplasias com elevada carga tumoral há maior chance de falha da pleurodese. Em contraste, atribui-se ao talco utilizado na pleurodese um papel de potente indutor de inflamação, o que pode contribuir para a maior eficácia da pleurodese. Este trabalho tem por objetivo determinar o perfil da resposta inflamatória aguda ao talco utilizado para pleurodese em modelo de cultura celular de células mesoteliais pleurais normais ou células neoplásicas. Para tanto, será utilizada cultura de células mesoteliais pleurais humanas extraídas de líquido pleural transudativo e cultura de células de adenocarcinoma de pulmão (Lung Lewis Carcinoma - LLC), expostas a 48 mm/cm2 de talco por 48 horas. As culturas serão divididas em grupos com diferentes cargas tumorais: 100% CMP (controle), 100% LLC, 25% CMP + 75% LLC, 50% CMP + 50% LLC e 75% CMP + 25% LLC. Como parâmetros de resposta inflamatória aguda serão avaliadas a liberação da desidrogenasse lática (DHL) e das citocinas IL-6, IL-1b, TNF-a, IL-10 e sTNFRI, além dos índices de apoptose e necrose celular. A partir dos resultados pretendemos inferir se a maior quantidade de neoplasia pleural pode interferir na resposta inflamatória local e indução de apoptose, e se o talco utilizado na pleurodese contribui para acelerar e potencializar a inflamação apesar da elevada quantidade de neoplasia pleural. Estes achados podem contribuir para esclarecer aspectos clínicos práticos, como o controle do derrame neoplásico com instilação do talco intrapleural ou a falha da pleurodese que ocorre em pacientes com neoplasia avançada. (AU)

O associativismo na produção cana-de-açúcar: condicionantes de efetividade de representação no Brasil e a experiência australiana

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Luciano Thome e Castro
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Administração - Administração de Empresas
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:13/20445-7
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de janeiro de 2015
Assunto(s):AssociativismoRedes de negóciosAções coletivasEstratégia organizacionalCana-de-açúcar
Resumo
O modelo associativo brasileiro para os produtores de cana-de-açúcar é baseado na agremiação de produtores reunidos por regiões produtoras vinculados à usinas. Cada associação possui diversos produtores que fazem sua contribuição voluntária à associação mediante o desconto no pagamento da cana feito pela usina. Como exemplo, no Centro Sul do Brasil são 34 associações com cerca de 15 mil produtores de cana. Desenvolvimentos recentes do setor nos últimos 4 ou 5 anos tem levado diversas associações ao enfraquecimento do seu papel, o que significa menor participação do associado na associação e mesmo a perda da contribuição. Por outro lado, outras associações têm crescido em importância. Essa variabilidade dentro de um setor aparentemente homogêneo levanta um bom ponto de pesquisa sobre quais os elementos internos ou externos às associações que determinam o crescimento e fortalecimento de uma associação de produtores. Além disso, existe um contraste claro de modelo de associativismo entre os dois principais produtores de cana-de-açúcar no mundo. Enquanto o Brasil apresenta este modelo fragmentado na base, a Austrália possui um modelo mais centralizado de representação. A associação australiana de produtores de cana há muito tem servido de exemplo para as associações brasileiras pela força e tipos de atividades desenvolvidas. Como objetivos, esta pesquisa busca em um primeiro momento, trazer elementos (comparativos internos) entre as associações de produtores de cana com objetivo de identificar variáveis que influenciam o seu desenvolvimento e força de. Em um segundo momento a pesquisa buscará no modelo de representatividade australiano outros fatores de desenvolvimento que possam servir de exemplo e ampliar o grau de entendimento sobe o fenômeno do associativismo e representação de empresas, neste caso voltado para produtores de cana-de-açúcar. O método a ser desenvolvido será para a primeira fase o desenvolvimento de um questionário que contenha variáveis sobre o grau de efetividade de uma associação (tais como tamanho, crescimento, participação do associado, entre possíveis outras a serem desenvolvidas) e também variáveis descritivas das associações entrevistadas, buscando identificar as associações mais efetivas o que elas têm em comum. A amostra será composta pelas 36 associações vinculadas à Orplana (Associação dos Plantadores de Cana da Região Centro Sul do Brasil). Na segunda fase, o método pressupõe o estudo de caso em profundidade do modelo australiano comparativamente ao modelo brasileiro. Para isso também serão isoladas variáveis que permitam a comparação clara entre os modelos fazendo uso de diferentes entrevistados de ambos os lados. Espera-se com isso, trazer aprendizados sobre o associativismo em geral e para a cana-de-açúcar em particular tanto no que tange à pesquisa em redes de empresas, bem como para a contribuição prática para o desafio de representatividade que as associações enfrentam sobretudo em um momento econômico muito difícil para o setor. (AU)

Mudanças morfológicas nas células e organelas de leveduras induzidas pelos estresses da fermentação alcoólica como indicadores para análises de rotina pela indústria

Beneficiário:
Pesquisador responsável:Bruna Buch
Empresa:Fermentec Assistência Técnica em Fermentação Alcoólica Ltda
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Processo:13/50630-0
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de outubro de 2014
Assunto(s):Fermentação alcoólicaMicroscopiaOrganelas celularesSaccharomyces cerevisiaeMorfologia (anatomia)
Resumo
Atualmente, as usinas de açúcar e álcool brasileiras fazem uso da microscopia apenas para estimar a viabilidade celular das leveduras e para quantificar as bactérias contaminantes do processo, além disso, o monitoramento da fisiologia das leveduras em resposta às condições do processo fermentativo não é realizado, o que pode acarretar a perda de biomassa e prejudicar o rendimento fermentativo. O projeto proposto pretende desenvolver e transferir metodologias simples e rápidas que permitam aos analistas das usinas brasileiras identificarem alterações na morfologia celular e das organelas das leveduras diante dos estresses da fermentação alcoólica como indicadores a tempo de corrigir as condições operacionais da indústria e reduzir perdas. O trabalho está em andamento com a microscopia de contraste de fase utilizando recursos próprios da Fermentec. No entanto, identificamos a necessidade de buscar recursos para investigar os efeitos do estresse alcoólico, temperatura, tratamento ácido e contaminação bacteriana sobre as leveduras e relacionar estas alterações celulares de organelas com a fisiologia das leveduras e desempenho da fermentação. O intuito é desenvolver mecanismos de monitoramento e identificação baseados no uso de microscopias ópticas, aliada à utilização de corantes e de contraste de fase para a rotina das usinas e destilarias. Análises ao Microscópio Eletrônico de Transmissão (MET), de varredura (MEV) e de fluorescência poderão ser realizadas com a finalidade de comprovar e demonstrar os efeitos destes estresses da fermentação sobre as organelas das leveduras e estarão limitadas ao projeto. Estas análises ao MET/MEV e microscopia de fluorescência não são para trabalhos de rotina pelas usinas, mas sim para verificar, Investigar e validar os resultados sobre as organelas e células das leveduras para a microscopia óptica e contraste de fase. As tecnologias resultantes deste projeto poderão ser transferidas para 61 usinas e destilarias que produzem cerca de 8 bilhões de litros de álcool/ano, proporcionando reduções de perdas da ordem de 1-3% em média para as respectivas usinas e destilarias, o que significa um ganho adicional de 80 a 240 milhões de litros de álcool/ano, equivalendo a R$ 120 a R$ 360 milhões por ano. Além disso, tomará a empresa mais competitiva no setor de serviços para o setor sucroalcooleiro, pois a tecnologia proposta proporcionará metodologias mais rápidas, simples e de baixo custo quando comparadas às análises atualmente realizadas para o monitoramento do processo, as quais são demoradas, necessitam de equipamentos caros ou são terceirizadas. Finalmente, não há serviço similar ao que está sendo proposto no setor de produção de açúcar e álcool do Brasil, o que torna esta tecnologia inédita e exclusiva no mercado. (AU)

Utilização de padrões de speckle nas imagens de tomografia por coerência óptica para caracterização de circuitos microfluídicos e microcirculação em tecido

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Anderson Zanardi de Freitas
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:13/09311-9
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de janeiro de 2016
Assunto(s):Processamento de imagensTomografia de coerência ópticaSpeckle dinâmicoMicrofluídica
Resumo
A técnica de Tomografia por Coerência Óptica fornece uma imagem com resolução espacial da ordem de poucos micros. Esta imagem fornece informações em profundidade de estruturas presentes em amostras espalhadoras. Uma importante característica destas imagens é a presença do padrão de speckle, resultante de processos de interferência da luz, que, em sua maioria, ou é desprezado ou subtraído das imagens com o objetivo de melhorar seu contraste. O projeto de pesquisa aqui proposto visa utilizar a informação de speckle presente nas imagens de OCT para determinar a velocidade de fluxos de líquidos em microcanais, aplicando e adaptando as técnicas já conhecidas de análise de speckle (laser speckle imaging). O principal diferencial desta proposta é a construção de imagens de meios espalhadores contendo microcanais, ou canais capilares, e utilizar a variância de speckle como principal parâmetro de análise, permitindo obter na mesma imagem informações morfológicas e funcionais com resolução espacial em profundidade, determinando o fluxo de líquidos em capilares imersos em meios espalhadores ou em meios transparentes com fluxos de líquidos espalhadores.O presente projeto de pesquisa visa, além de caracterizar dimensionalmente circuitos microfluídicos, estudar e adaptar os algoritmos de variância de speckle para determinação de velocidades de fluxos em microfluídicos além de determinar a variação de fluxo sanguíneo em vasos capilares em processos inflamatórios em tecido de camundongos. (AU)

Resposta de cordeiros confinados recebendo glicerina bruta em substituição total ao milho ou associada com diferentes fontes energéticas

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Jane Maria Bertocco Ezequiel
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:13/15341-8
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de janeiro de 2016
Assunto(s):Nutrição animalRuminantesCordeirosDigestibilidadeQualidade da carneÁcidos graxosGlicerolAlgodão
Resumo
Este trabalho tem como objetivo avaliar a inclusão de glicerina bruta na dieta de cordeiros confinados, substituindo totalmente o milho ou associada a diferentes fontes energéticas, sobre o desempenho, digestibilidade, parâmetros ruminais, parâmetros sanguíneos, comportamento ingestivo, características da carcaça e qualidade da carne. Serão realizados dois experimentos sendo que, no Experimento 1, 40 cordeiros machos inteiros da raça Santa Inês com peso corporal médio inicial de 20 kg serão confinados e alimentados com cinco dietas isonitrogenadas e isoenergéticas, que consistirão da inclusão da glicerina nas proporções: 0%, 7,5%, 15%, 22% e 30% da MS, esta ultima substituindo totalmente o milho. A proporção concentrado:volumoso utilizada é de aproximadamente 82:18. Avaliar-se-á neste ensaio, o desempenho, a digestibilidade aparente da matéria seca e dos nutrientes, os parâmetros sanguíneos, o comportamento ingestivo dos animais, as características quantitativas da carcaça e qualitativas da carne. O delineamento utilizado será em blocos ao acaso (peso), com cinco tratamentos, totalizando oito repetições por tratamento. Será realizada avaliação de parâmetros fermentativos ruminais, através de pH, N amoniacal, ácidos graxos de cadeia curta, produção de metano, produção e qualidade de massa microbiana. Serão utilizados cinco ovinos canulados no rúmen, distribuídos em delineamento quadrado latino 5 x 5. No Experimento 2 será avaliada a associação de alta concentração de glicerina (30% da MS) com três fontes energéticas (amido de milho, milho ou caroço de algodão). Serão utilizados 39 cordeiros machos inteiros da raça Santa Inês com peso corporal médio de 18 kg, distribuídos em delineamento inteiramente casualizados, com três tratamentos e 13 repetições, que serão confinados até atingirem 35 kg de peso corporal, avaliando o desempenho, digestibilidade aparente da matéria seca e dos nutrientes, parâmetros sanguíneos, características quantitativas da carcaça e qualitativas da carne. As dietas serão isoprotéicas e isoenergéticas com relação concentrado:volumoso de 70:30. Para a avaliação dos parâmetros fermentativos (pH ruminal, N amoniacal, ácidos graxos de cadeia curta e produção de metano) serão utilizados nove carneiros canulados no rúmen, distribuídos em triplo quadrado latino 3 x 3. No Experimento 1 os resultados obtidos serão comparados por contrastes ortogonais (P<0.05), utilizando o PROC MIXED do SAS e no Experimento 2 os resultados obtidos serão analisados pelo PROC GLM do SAS e comparados pelo teste de Tukey (P<0.05). (AU)

Estudos genéticos em fina escala de duas espécies arbóreas comuns em remanescentes da Floresta Estacional Semidecidual no interior de SP

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Ana Lilia Alzate Marin
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo:13/01265-8
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de janeiro de 2016
Assunto(s):Recursos genéticos vegetaisDiversidade genéticaÁrvores florestaisMarcador molecularPolimorfismo
Resumo
As florestas da região de Ribeirão Preto são umas das mais devastadas do Estado de São Paulo, principalmente em áreas próximas aos mananciais e indústrias de cana-de-açúcar. Esta região tem hoje 59,75% e 15,36% da sua área utilizada pela cultura da cana e pela ocupação urbana, respectivamente, sendo que somente 3,89% (2.535,67 ha) representados por 102 remanescentes florestais pequenos e isolados, correspondem à vegetação natural do município de Ribeirão Preto. Estes poucos remanescentes são, portanto, de grande valor ecológico, genético e taxonômico, funcionando como uma coleção viva de espécies representativas da flora local e de sua diversidade genética, bem como um banco de informações acerca da estrutura e funcionamento desse tipo de ecossistema. Neste contexto, a presente proposta tem como objetivo investigar os padrões de diversidade genética, endogamia, taxas de cruzamento e fluxo gênico de duas espécies florestais de grande importância ecológica e econômica [Anadenanthera colubrina (angico), Metrodorea nigra (carrapateira)], de ocorrência comum em ambientes contrastantes (mata decidual/mesófila, respectivamente) em fragmentos remanescentes na região de Ribeirão Preto, visando gerar subsídios para conservação e manejo in situ e ex situ destes recursos genéticos. Como ferramenta de análise genética serão utilizados marcadores moleculares tipo microssatélites (SSR) para ambas as espécies desenvolvidos pelo nosso grupo, uma vez que estes marcadores são considerados os mais adequados para o estudo de sistemas de acasalamento e fluxo gênico devido a sua herança codominante e maior polimorfismo. (AU)

Purificação e caracterização de peptidases presentes no veneno do escorpião Tityus serrulatus

Beneficiário:
Instituição: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Fernanda Calheta Vieira Portaro
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo:13/15343-0
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de agosto de 2016
Assunto(s):Peptídeo hidrolases
Resumo
Acidentes causados por escorpião representam um problema de relevância para a saúde pública no Brasil, sendo mais recorrentes que incidentes causados por aranhas e serpentes. No país, a principal espécie responsável por esse quadro é o escorpião Tityus serrulatus devido sua estratégia reprodutiva, a partenogênese, e ao potencial do veneno para induzir manifestações clínicas graves, até mesmo fatais, principalmente entre as crianças. Na composição deste veneno são descritos diversos peptídeos neurotóxicos que afetam canais de Na+ e K+, sendo o principal foco de estudos científicos. Em contraste, pouco se sabe sobre os demais componentes dos venenos de escorpiões e seus efeitos no envenenamento, principalmente relacionados aos componentes enzimáticos. Trabalhos recentes mostram constante presença de peptidases no veneno que provavelmente estão atuando na formação de peptídeos. Por outro lado, resultados de nosso grupo mostram que as metalopeptidases do veneno de Tityus serrulatus (VTs) são capazes de clivar, in vitro, o neuropeptídeo dinorfina 1-13, sendo que um dos produtos desta hidrólise, a Leu-encefalina, pode interagir com canais iônicos e promover uma ação neurotóxica indireta. Esta clivagem é provavelmente resultado de sinergismo de mais de uma enzima e, além disso, é uma atividade não bloqueada pelos antivenenos comerciais. Assim, este projeto tem como objetivo buscar informações aprofundadas sobre a participação dessas enzimas no envenenamento e avaliar o potencial neutralizante dos antivenenos comerciais produzidos pelo Instituto Butantan. Com isso, pretendemos purificar a(s) metalopeptidases(s) de VTs responsável(eis) pela liberação de Leu-encefalina, buscar novos substratos peptídicos de importância biológica e caracterizar a atividade in vivo da(s) metalopeptidases(s). Estas caracterizações, inéditas na literatura, podem contribuir para um melhor conhecimento do veneno e do envenenamento, além de fornecermos informações importantes para o Setor de Produção de soros do Instituto Butantan. (AU)

Análise de moléculas ativadoras e reguladoras de células t CD4 e Treg CD4+CD25+ em camundongos com lúpus eritematoso sistêmico (les) induzido por pristane

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Claudia Goldenstein Schainberg
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Processo:13/19292-1
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 30 de novembro de 2015
Assunto(s):Lúpus eritematoso sistêmicoReumatologia
Resumo
O Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES) é uma doença auto-imune que atinge cerca de 80.000 pessoas no Brasil. Possui etiologia complexa envolvendo fatores ambientais, genéticos e hormonais. É multissistêmica e caracterizada pela perda da auto-tolerância imunológica com expansão de células T auto-reativas e produção de mediadores inflamatórios e de auto-anticorpos. Os receptores celulares CD69 e CD28 são essenciais para manter a ativação e proliferação de células T CD4 auto-reativas. Já o CTLA-4 funciona como um regulador destas células, inibindo sua ativação e proliferação. A atividade de células T CD4 auto-reativas também é controlada por células T supressoras/reguladoras (Treg) CD4+CD25+. A expressão de CD69 e CD28 em células Treg CD4+CD25+ é importante para a manutenção da sua atividade supressora e o CTLA-4 regula os sinais de transdução e diferenciação destas células. Devido à heterogeneidade da expressão do LES na população, estudos experimentais que desenvolvam síndromes semelhantes à patologia humana são importantes. A administração de pristane a camundongos Balb/c induz respostas inflamatórias e produção de auto-anticorpos, reproduzindo muitos fatores sorológicos, histopatológicos e clínicos do lúpus humano. Já o hormônio estimulador de melanócitos (±MSH) possui efeito anti-inflamatório capaz de inibir a ativação e proliferação de células T CD4. Desta forma, o objetivo deste trabalho é avaliar a expressão das moléculas de ativação CD69 e CD28 e de regulação CTLA-4 em células T CD4 e das Treg CD4+CD25+ do sangue periférico de camundongos Balb/c com LES induzido por pristane, sugerindo que este modelo possa gerar novos conhecimentos sobre as anomalias imunológicas encontradas no LES contribuindo para a compreensão de aspectos etiopatogênicos do lúpus humano. (AU)

"Plant traits" em espécies arbóreas selecionadas da Mata Atlântica, SP

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Carlos Alfredo Joly
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Processo:14/00208-3
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de janeiro de 2016
Assunto(s):Mata atlânticaNitrogênioCarbonoFósforoEcofisiologia vegetal
Resumo
O Brasil é um dos países megadiversos e onde ocorrem duas das maiores florestas tropicais do planeta: Mata Atlântica e Floresta Amazônica. A Mata Atlântica é uma das florestas tropicais mais ameaçadas ocorrendo hoje em menos de 16% da sua distribuição original. Em contraste, a Floresta Amazônica representa cerca de 30% da área de floresta tropical do planeta. Entretanto, o Brasil apresenta as maiores taxas absolutas de desmatamento provocado pela conversão em larga escala de florestas em pastagens, agricultura e monoculturas de arvores exóticas. A floresta tropical brasileira é relativamente bem estudada no que se refere a composição de espécies e diversidade. Apesar disso, a produtividade primaria, especialmente em florestas alteradas pelo homem, é muito menos compreendida e estudos ecofisiológicos que incluem características das plantas ("plant traits") são raros. O treinamento técnico solicitado é orientado para suportar os estudos ecofisiológicos baseados na avaliação de características funcionais (área foliar especifica, conteúdo de carbono, nitrogênio e fósforo; densidade da madeira) de espécies arbóreas selecionadas em florestas maduras e secundárias a longo de um gradiente de perturbação no nordeste do estado de São Paulo incluindo a Serra do Mar, Vale do Paraíba e Serra da Mantiqueira no âmbito do projeto ECOFOR (Biota-Fapesp/NERC). (AU)

Seca - Sistema Embarcado de Controle Automático: desenvolvimento de um novo algoritmo e equipamento para automação da aplicação de agrodefensivos em aeronaves agrícolas

Beneficiário:
Pesquisador responsável:Fernando Garcia Nicodemos
Empresa:NCB Sistemas Embarcados Ltda
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Eletrônica Industrial, Sistemas e Controles Eletrônicos
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Processo:14/02355-3
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de maio de 2014
Resumo
Atualmente, um dos principais desafios da agricultura mundial é a promoção do equilíbrio ótimo econômico, social, ambiental e de segurança. Com o desenvolvimento da agricultura de precisão, sistemas eletrônicos embarcados de navegação em veículos terrestres e aéreos (ex.: autopropelidos, aeronaves agrícolas, etc.) tornaram-se equipamentos cada vez mais adotados e indispensáveis. Apesar de existirem outros sistemas de navegação por satélites (ex.: Galileo - sistema europeu, GLONASS - sistema russo, etc.), em sua grande maioria, os receptores desses equipamentos utilizam o sistema norte-americano GPS (Global Positioning System). Entretanto, o mercado brasileiro ainda hoje contrasta com a evolução enunciada através de um paradigma no processo de aplicação de agrodefensivos através da aviação agrícola: o procedimento de controle e atuação manual. O processo atual de aplicação, através de sua forma mais intuitiva, é realizado através do vôo de uma aeronave sobre faixas paralelas e perpendiculares ao sentido do vento de modo a garantir a cobertura total da área desejada, incluindo uma ou mais passagens sobre a mesma, em função das características e necessidades de cada cultivo. Tradicionalmente, no procedimento de aplicação deste processo são utilizados componentes puramente mecânicos, onde o acionamento manual da válvula de expansão (válvula de abertura) pelo piloto marca o início e a interrupção dentre cada faixa de aplicação. Adicionalmente, o piloto deve registrar no punho do manche, juntamente com os acionamentos manuais, os dados da aplicação em um sistema de navegação para geração de um relatório digital de cobertura (procedimento conhecido como "tiro"), além de comandar o guiamento e operação da aeronave. Nesse contexto, a principal meta deste projeto de pesquisa PIPE Fase 02 é o desenvolvimento do novo algoritmo de controle e do novo equipamento SECa - Sistema Embarcado de Controle Automático com o objetivo de substituir o procedimento de controle e atuação manual do processo exemplificado anteriormente no que tange o aumento da eficiência e precisão na realização de serviços de pulverização através da aviação agrícola. O SECa será um novo componente da plataforma de equipamentos já desenvolvidos pela NCB, composto de um módulo embarcado (hardware e software) de tempo real para controle e sistema eletromecânico sensor e atuador. O novo algoritmo será modelado e desenvolvido utilizando o software MATLAB/Simulink e terá como entrada, além das informações do fluxo e velocidade, o mapeamento digital da área para a automação e incorporação de técnicas de estimação para mitigação de perturbações on-the-fly, não presente nos equipamentos concorrentes de mercado. A metodologia já utilizada durante a primeira fase de projeto, compatível PIPE Fase 01, será utilizada neste PIPE Fase 02. São 5 etapas: Pesquisa de Mercado, Definição do Escopo do Produto, Projeto do Produto, Projeto e Construção do Lote Piloto e Projeto da Produção e Comercialização do Produto. (AU)

Influência dos peptídeos de fusão flag do vírus da dengue e há da hemaglutinina da influenza H1N1 em membranas modelo

Beneficiário:
Instituição: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Karin do Amaral Riske
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:13/23096-3
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de janeiro de 2016
Assunto(s):VírusLipídeos
Resumo
Vesículas lipídicas têm sido largamente utilizadas para estudar de forma controlada aspectos fundamentais de fenômenos biológicos como a interação de membranas com biomoléculas de interesse clínico. O estudo da interação de bicamadas lipídicas com peptídeos de fusão de membranas tem por objetivo entender a relação entre molécula e membrana alvo durante o processo de fusão entre membranas biológicas via peptídeos de fusão presentes em vírus. Peptídeos de fusão de membrana fazem parte do sistema de vírus, servindo como porta de entrada ao acesso do vírus para o interior da membrana celular. Em particular, esses peptídeos possuem uma maior afinidade com membranas aniônicas e a obtenção de bicamadas lipídicas compostas basicamente por lipídios negativamente carregados é de extrema importância para que se consiga acompanhar o processo de fusão via peptídeos. Neste projeto, nosso foco é o estudo de aspectos físico-químicos do processo de fusão de bicamadas lipídicas de diferentes composições lipídicas com peptídeos de fusão de membrana dos vírus da Dengue (FLAG) e da Influenza (HA). Empregaremos o novo método de obtenção de vesículas unilamelares gigantes (GUVs) por filme-gel de PVA (álcool polivinílico) que possibilita a formação de GUVs compostas exclusivamente de lipídios carregados; além disso, utilizaremos as técnicas de microscopia ótica em modo de contraste de fase e de fluorescência, calorimetria de titulação isotérmica (ITC), espalhamento de luz (DLS), turbidez e espectroscopia de fluorescência no intuito de acompanhar e monitorar o efeito de fusão de membranas não só entre GUVs mas também entre vesículas unilamelares grandes (LUVs) e gigantes (GUVs). (AU)

Estrutura e dinâmica de estados excitados raros do peptídeo beta-amiloide da Doença de Alzheimer estudadas por ressonância magnética nuclear de alta pressão

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Claudia Elisabeth Munte
Local de pesquisa: University of Regensburg (Alemanha)
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Processo:13/23758-6
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de janeiro de 2015
Assunto(s):Ressonância magnética nuclearDoença de AlzheimerPeptídeos beta-amiloides
Resumo
A principal característica histológica na doença de Alzheimer é a presença de placas amiloides no cérebro de pacientes. O constituinte mais abundante dessas placas é o peptídeo beta-amiloide (Abeta). O peptídeo é produzido através da clivagem proteolítica da proteína precursora amiloide (APP), resultando, predominantemente, nas formas Abeta(1-40) e Abeta(1-42), sendo essa última a espécie mais tóxica. Inicialmente solúvel, o peptídeo se organiza em oligômeros (espécie tóxica primária) e finalmente forma as fibras das placas amiloides. Como parte da APP, o peptídeo parece ter uma conformação em alfa-hélice. Em contraste, o peptídeo possui uma conformação de folha-beta dentro das fibras amiloides das placas senis. O mecanismo de transição do peptídeo Abeta de alfa-hélice para folha-beta permanece desconhecido, sendo seu entendimento um passo crucial para uma melhor compreensão da doença e para o desenvolvimento de uma terapia molecular efetiva. Recentes experimentos realizados em amostras de peptídeo Abeta(1-40) humanos sugerem a existência de dois estados conformacionais monoméricos distintos - um compacto enovelado e um parcialmente desenovelado - coexistindo com oligômeros e estruturas fibrilares em um equilíbrio dinâmico e complexo. Possivelmente apenas um desses estados apresente uma alta afinidade para com estruturas fibrilares já existentes, promovendo, assim, a formação da fibra amiloide. Apesar das cinéticas de agregação nos diversos peptídeos Abeta serem distintas, espera-se identificar, no peptídeo Abeta(1-42), estados monoméricos semelhantes. A caracterização termodinâmica de tal equilíbrio e a resolução estrutural desses dois estados excitados raros, utilizando técnicas de ressonância magnética nuclear de alta pressão, permitirão explorar o papel desses estados no processo de polimerização. Os resultados poderão ser úteis na concepção de medicamentos para a prevenção da formação amiloide. (AU)

Do livro ao palco: Nelson Rodrigues em cena

Beneficiário:
Instituição: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Silvia Fernandes da Silva Telesi
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Teatro
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Processo:13/20462-9
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de janeiro de 2015
Assunto(s):Dramaturgia
Resumo
Este projeto de pesquisa tem por objetivo principal estudar comparativamente a dramaturgia rodriguiana com a potencialidade cênica de dois dos principais diretores que levaram Nelson Rodrigues ao palco: Antunes Filho e José Celso Martinez Corrêa. O contraste entre a poética do autor e a composição cênica dos diretores é o ponto a que se pretende chegar, definindo as características de cada um deles e o que marca cada diretor em relação à dramaturgia de Nelson Rodrigues, cuja força dialógica é ainda hoje referência para o teatro brasileiro. Para isso, pretende-se delinear alguns dos principais pontos da construção estética do teatro rodriguiano, enfatizando seu caráter híbrido, pela proposta mítica, trágica, cômica etc.; em seguida, tendo maior clareza das matrizes compositoras desse teatro, será possível aproximar-se das montagens selecionadas (Nelson 2 Rodrigues, Paraíso Zona Norte, Senhora dos afogados e A falecida Vapt-Vupt, dirigidas por Antunes Filho, e Boca de Ouro, dirigida por José Celso Martinez Corrêa), compreendendo a apropriação que cada diretor faz do dramaturgo para a autoria cênica que marca cada um deles. (AU)

Avaliação da qualidade das radiografias obtidas em crianças

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Andiara De Rossi
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:13/20290-3
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de dezembro de 2014
Assunto(s):Crianças
Resumo
O exame por imagens constitui um recurso de grande importância para o diagnóstico e tratamento de doenças bucais, além de servir como documentação pericial para a comprovação da qualidade dos tratamentos realizados ou em identificação humana. No entanto, o exame radiográfico convencional apresenta potencial de causar efeitos biológicos prejudiciais, principalmente em crianças. Assim é fundamental identificar fatores que possam reduzir a exposição de pacientes pediátricos e acompanhantes a fim de reduzir os efeitos biológicos nocivos da radiação. Ainda, é essencial que as radiografias apresentem imagens de qualidade, livres de erros de técnica e de processamento, além de serem adequadamente arquivadas. O presente estudo tem como objetivo avaliar a qualidade da técnica, do processamento e do arquivamento de radiografias intrabucais obtidas de crianças. Serão incluídas no estudo um mínimo de 500 radiografias intrabucais obtidas de crianças de 0 a 12 anos de idade, com padronização do filme, do método de revelação e do equipamento utilizados. As radiografias serão avaliadas por 3 examinadores calibrados, sendo classificadas de acordo com a qualidade das imagens (boas e satisfatórias ou insatisfatórias), com a técnica radiográfica (enquadramento, angulagem, tempo de exposição) e com o processamento radiográfico (imersão parcial do filme, radiografias manchadas, amareladas, riscadas, com impressões digitais, sobreposição de filmes, contraste da radiografia). Os dados obtidos serão submetidos à análise estatística, incluindo análise do grau de concordância entre os examinadores (coeficiente de Kappa), correlação com a idade da criança (0-03, 03-06 e 06-12 anos), região radiografada (anterior/posterior, superior/inferior) e técnica radiográfica (periapical, interproximal ou oclusal anterior, com ou sem posicionador). A avaliação da qualidade das imagens radiográficas obtidas em crianças poderá identificar os principais problemas ou erros técnicos, resultando em futura prevenção dos mesmos, elevando a qualidade radiográfica de arquivos e reduzindo as doses de radiação na clínica Odontopediátrica. (AU)

Influência da bradicinina sobre a osteoclastogênese in vitro

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Pedro Paulo Chaves de Souza
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:13/20698-2
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de janeiro de 2015
Assunto(s):CininasMacrófagosBradicininaOsteoclasto
Resumo
Além do papel clássico de modulação do tônus vascular, o sistema calicreínas-cininas(SCC) está envolvido em diferentes patologias, sendo algumas delas de caráterinflamatório. O processo inflamatório em tecidos vizinhos ao esqueleto leva areabsorção óssea, e modelos in vitro demonstram que as cininas, pela ativação dosreceptores B1 e B2, podem estar envolvidas na reabsorção óssea inflamatória, atuandodiretamente sobre osteoblastos induzindo a expressão de RANKL. Contradizendoestes achados, dados de estudos in vivo demonstram um papel inibitório de peptídeosdo SCC na da diferenciação de osteoclastos. Diversos medicamentos que têm comoalvo este sistema estão disponíveis para uso clinico para tratamento de hipertensão eangioedema. Portanto, o conhecimento dos mecanismos envolvidos no controle dometabolismo ósseo pelas cininas é fundamental para antevermos os efeitos colateraisque possam vir a surgir associados ao uso destes medicamentos ou para se aventarnovas propostas terapêuticas. Sendo assim, o objetivo deste trabalho é avaliar o efeitodas cininas diretamente sobre osteoclastos, em modelo de indução de diferenciação deosteoclastos in vitro. (AU)

Avaliação microtomográfica e histomorfométrica do processo de reparo de defeitos ósseos tratados com HA/TCP porosa e osso inorgânico bovino em crânio de coelhos

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Rumio Taga
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:13/23208-6
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de dezembro de 2014
Assunto(s):BiomateriaisRegeneração óssea
Resumo
Este trabalho visa avaliar comparativamente a neoformacão óssea em defeitos ósseos perenes em crânio de coelhos tratados com a) cerâmica bifásica a base de hidroxiapatia e fosfato tricálcio (HA/TCPp) e b) osso inorgânico bovino (Bio-Oss). Em 12 coelhos brancos (Oryctolagus cuniculus) adultos, serão criados com trefina cirúrgica dois defeitos ósseos de 9 mm nos ossos parietais de cada coelho, sendo que o defeito esquerdo será preenchido com 200mg de HA/TCPp e o defeito direito com 200mg de Bio-Oss. Após os períodos de 4 e 8 semanas (6 animais por período), a região da calvária de cada animal será coletada e fixada em formalina 10% em tampão fosfato por uma semana. Terminada a fixação as peças serão analizadas por microtomografia computadorizada para a avaliação do volume do enxerto e do tecido ósseo noeformado comparativamente entre os grupos e períodos experimentais. À seguir, as peças serão desmineralizadas e processadas histologicamente. Em cortes semi-seriados de 5mm corados pela HE será verificado histologicamente a resposta tecidual frente aos materiais implantados e avaliado histomorfometricamente os valores percentuais de tecido ósseo neoformado, tecido conjuntivo, material residual e tecido mielóide. Todos os resultados serão comparados pela análise de variância (ANOVA) ou Kruskal-Wallis, dependendo da normalidade da distribuição dos resultados e contraste de médias entre os diferentes períodos e grupos experimentais. Será adotado o nível de significância de 5%. (AU)

Levantamento da prevalência de abuso sexual em universitários e a sua correlação com a autoestima

Beneficiário:
Instituição: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Rachel de Faria Brino
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:13/23104-6
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de janeiro de 2015
Assunto(s):PrevalênciaViolênciaAbuso sexual
Resumo
Estimar a prevalência de violência sexual no país é importante para se conseguir discriminar todos os tipos de abuso sexual sofridos pela população e poder correlacioná-los com diversos fatores, com a finalidade de encontrar melhores intervenções e amenizar ou evitar a ocorrência do fenômeno. Embora sejam encontrados estudos internacionais que estimam a prevalência de abuso sexual mundial, no Brasil ela ainda é desconhecida. Os dados sobre prevalência de abuso sexual do presente projeto alimentarão um banco de dados nacional da ANPEPP. Também será feita uma correlação da prevalência de abuso sexual com os padrões de autoestima apresentados por vítimas e não vítimas. Assim, essa pesquisa tem como objetivos realizar um levantamento da prevalência de abuso sexual em universitários, coletando dados para o banco nacional, bem como comparar os dados de prevalência ao de desempenho na escala de autoestima entre vítimas e não vítimas de abuso sexual. Serão entregues a 300 universitários dois questionários, que serão respondidos de forma anônima, sendo um deles o Questionário de Prevalência de Abuso sexual no Brasil e o outro a Escala de Autoestima proposta por Rosemberg (1979). Posteriormente, será combinada uma data para a devolução dos mesmos ao pesquisador. Como resultados, espera-se que a taxa de prevalência de abuso sexual seja em torno de 10 a 20%. Adicionalmente, espera-se também que no grupo de participantes que apontarem experiências sexualmente abusivas, os desempenhos na Escala de Autoestima sejam abaixo da média, se comparados ao grupo de estudantes que não vivenciaram experiências sexualmente abusivas. (AU)

Influência da bradicinina sobre a reabsorção óssea induzida por LPS in vivo

Beneficiário:
Instituição: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Pedro Paulo Chaves de Souza
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo:13/20600-2
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de janeiro de 2015
Assunto(s):Reabsorção ósseaBradicininaOsteoclasto
Resumo
Além do papel clássico de modulação do tônus vascular, o sistema calicreínas-cininas(SCC) está envolvido em diferentes patologias, sendo algumas delas de caráterinflamatório. O processo inflamatório em tecidos vizinhos ao esqueleto leva areabsorção óssea, e modelos in vitro demonstram que as cininas, pela ativação dosreceptores B1 e B2, podem estar envolvidas na reabsorção óssea inflamatória.Contradizendo estes achados, dados de estudos in vivo demonstram um papelinibitório de peptídeos do SCC na reabsorção óssea. Sendo assim, o objetivo desteestudo é avaliar o papel da bradicinina sobre a reabsorção óssea induzida por LPS invivo. Para isto, a bradicinina, na ausência ou presença de LPS, será injetada no tecidosubcutâneo sobre a calvária de camundongos. As calvárias serão coletadas eanalizadas histologicamente e por microtomografia computadorizada para avaliaçãodos efeitos da bradicinina sobre a reabsorção óssea. (AU)

Eficiência de absorção de p em feijão e arroz avaliados pela arquitetura radicular e técnica isotópica

Beneficiário:
Instituição: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Takashi Muraoka
Local de pesquisa: Pennsylvania State University (Estados Unidos)
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Processo:13/20128-1
Vigência: 20 de janeiro de 2014 - 19 de dezembro de 2014
Assunto(s):FeijãoArrozFertilidade do solo
Resumo
A baixa disponibilidade de P no solo é um dos maiores problemas para o ótimo desenvolvimento das plantas em regiões tropicais. Vários estudos tem demonstrado a necessidade de melhorar o uso dos fertilizantes fosfatados. Plantas adaptadas a solos com baixo teor de P desenvolvem mecanismos de maior exploração pelo sistema radicular, aumentando o comprimento e densidade. Assim, o objetivo desse trabalho é avaliar a influência da arquitetura radicular de arroz e feijão relacionados com a eficiência de absorção de P em solos de Cerrado. Este projeto será desenvolvido em três fases, I e III na estufa, e II, em condições de campo no Brasil e um experimento de casa de vegetação nos EUA. Todos os procedimentos serão adotados para cada fase igualmente para as duas culturas. A Fase I experimentos serão realizados com o objetivo de selecionar entre 20 cultivares de arroz e 20 cultivares de feijão, os mais eficientes para absorver P, utilizando-se a técnica de diluição isotópica de 32P. Os experimentos Fase II irá avaliar e caracterizar a arquitetura raiz de 10 cultivares de arroz e 10 cultivares de feijão selecionados da fase I e calcular a eficiência nutricional desses cultivares. Com base nos resultados dos experimentos das Fases I e II, os experimentos da fase III serão feitos com o objetivo de verificar se a disponibilidade de P estimula a modificação da arquitetura de raiz ao longo do perfil do solo, por dupla marcação do perfil do solo com radioisótopo 32P e 33P. No root Lab. na Pennsylvania, State University, PA, EUA, um experimento de casa de vegetação, com delineamento experimental inteiramente casualizado será realizado, com dois níveis de fósforo: baixa e alta. Cultivares de feijão com contraste no número de raízes basais (BRWN) (sigla em inglês) selecionados nos EUA serão usados para comparar as diferenças no desempenho das plantas afetados pela variação de BRWN. (AU)

Papel fisiológico da ROCK1 na homeostase glicêmica

Beneficiário:
Instituição: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro, SP, Brasil
Pesquisador responsável:José Rodrigo Pauli
Local de pesquisa: Harvard University, Boston (Estados Unidos)
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Processo:13/14149-6
Vigência: 09 de janeiro de 2014 - 08 de janeiro de 2015
Assunto(s):Diabetes mellitusObesidade
Resumo
ROCK e metabolismo glicêmico - A evidência sugere que um inibidor químico da ROCK tem-se mostrado benéfico para uma série de doenças metabólicas, incluindo hipertensão e nefropatia diabética. O tratamento de um animal hipertenso com uma dose elevada de inibidor ROCK (100 mg / kg / dia durante 5 meses) resultou na diminuição da pressão sanguínea, sugerindo que o inibidor da ROCK é um alvo terapêutico potencial para diversas doenças que resultam de contração elevada da musculatura lisa. Além disso, estudos com animais obesos (Zucker) revelaram que 4 semanas de tratamento com um inibidor da ROCK (20mg/kg/dia por 4 semanas) diminuiu da pressão sanguínea e melhorou a tolerância à glicose. Em contraste, descobrimos que o tratamento in vivo de ratos normais com o inibidor de ROCK (0,25mg/kg/hr durante 4 h) provocou resistência à insulina através da redução da captação de glicose mediada pela insulina no músculo esquelético. Muito recentemente, foi demonstrado que o tratamento de camundongos db / db com inibidor ROCK (10 mg / kg / dia, durante 16 semanas) não apresentou nenhum efeito sobre os níveis de glicose no sangue. Estas diferenças de resultados podem ser devido a ou a dose de inibidor de ROCK ou a duração do tratamento com o inibidor. A inibição química a longo prazo da ROCK reduz o peso corporal em ratos obesos, a qual poderia ser secundário para os efeitos na sensibilidade à insulina. No entanto, deve notar-se que contando apenas com o uso de inibidores da ROCK poderia dar resultados enganadores, pois estes inibidores inibem outras proteínas kinases (ex: proteína A e C), requerendo uma necessidade de estratégias específicas para clarificar estes efeitos. Estudos nesse aplicativo irão explorar o papel celular do ROCK1 na homeostase da glicose usando como estratégia a segmentação de gene alvo, proporcionando uma oportunidade única para identificar o mecanismo molecular do papel da ROCK1 como um regulador chave da ação da insulina no transporte de glicose. (AU)

O cuidado no espaço de intermedicalidade em uma aldeia indígena

Beneficiário:
Instituição: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisador responsável:Lidia Aparecida Rossi
Local de pesquisa: University of Victoria (UVic) (Canadá)
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Processo:13/22779-0
Vigência: 07 de janeiro de 2014 - 06 de julho de 2014
Assunto(s):AntropologiaEtnografiaSaúde indígenaSaúde do adulto
Resumo
O presente estudo pretende descrever a realidade social e política, na qual se estabelece o cuidado intercultural vivenciado por indivíduos na zona de intermedicalidade de uma aldeia, partindo da perspectiva dos usuários indígenas e dos profissionais de saúde ameríndios e não-indígenas. Os objetivos específicos são: identificar o significado do cuidado e de seus determinantes na perspectiva dos atores envolvidos - trabalhadores de saúde e usuários indígenas brasileiros; identificar as necessidades apresentadas pelos sujeitos no cuidado à saúde em um contexto de medicinas híbridas; e contrastar as potencialidades e desafios dos sistemas de saúde brasileiro e canadense no que tange à atenção à saúde indígena a partir de diferentes perspectivas, tais como dos usuários Ameríndios e os profissionais de saúde. Os ameríndios brasileiros possuem um rol diversificado de etnias, cujos costumes e valores peculiares colocam a população indígena em perspectivas distintas a do não-indígena, principalmente em relação aos vários processos da vida cotidiana, em particular aqueles concernentes ao cuidado. A atenção à saúde indígena configura um espaço de fronteira que produz processos de comunicação e interação intercultural que necessitam ser estudados sob diferentes perspectivas. O desenvolvimento deste estudo possibilitará contrastar os desafios dos sistemas de saúde brasileiro e canadense a fim de trocar experiências e soluções no que tange à atenção à saúde indígena. A diversidade de experiências fornecem subsídios a serem utilizados na elaboração de programas de saúde voltados às populações indígenas, bem como o desenvolvimento de capacitações de profissionais de saúde e, desta forma, contribuir com a melhoria da qualidade das ações de saúde prestadas aos indígenas. A Etnografia é o referencial teórico-metodológico utilizado. Este é um estudo descritivo de cunho qualitativo. A pesquisa está sendo realizada no Distrito Especial de Saúde Indígena Mato Grosso do Sul, especificamente nas aldeias rurais Córrego do Meio e Oliveiras e na aldeia urbanizada Tereré, localizadas no munícipio de Sidrolândia. Os sujeitos do estudo são os usuários indígenas e os profissionais de saúde ameríndios e não-indígenas. Como participantes secundários poderão ser incluídos os xamãs, pajés, parteiras. A observação participante e entrevistas são utilizadas como técnicas de coleta de dados. O caderno de campo está sendo utilizado para anotar as observações realizadas e registrar as observações de gestos, expressões, falas, comportamentos, hábitos, costumes e crenças dos participantes. Com relação à análise, à medida que os dados forem obtidos eles serão analisados no intuito de reorientar a análise mediante uma eventual necessidade. A análise parcial dos dados será realizada na Universidade de Victoria, Canadá, sob supervisão do Professor Doutor Jeff Reading durante o Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior. A pesquisa foi aprovada pelas lideranças indígenas locais, Fundação Nacional do Índio (FUNAI), Secretária Especial de Atenção à Saúde Indígena do Mato Grosso do Sul (SESAI/MS), Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP) do Brasil. (AU)
Página 5 de 1.379 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP