FAPESP Logo

Síntese e caracterização de nanopartículas poliméricas magnéticas sensíveis à temperatura e ao pH via polimerização por precipitação

Beneficiário:

Instituição-sede da pesquisa: Escola de Engenharia de Lorena (EEL). Universidade de São Paulo (USP). Lorena, SP, Brasil
Pesquisador responsável:

Amilton Martins dos Santos

Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo: 10/00301-2
Vigência: 01 de março de 2010 - 28 de fevereiro de 2011
Vinculado ao auxílio:06/02634-3 - Caracterização reológica de misturas poliméricas (blendas) e nanocompósitos de matriz polimérica reforçados com argilominerais: estudo da correlação propriedades reológicas /micro-estrutura, AP.TEM
Assunto(s):

Nanocompósitos

Polímeros (materiais)

Polimerização

Resumo
Partículas poliméricas magnéticas podem ser utilizadas tanto em aplicações terapêuticas in vivo, como agentes de liberação controlada de princípios ativos, ex vivo, na extração de células cancerígenas do organismo, ou ainda in vitro, em diagnósticos. A necessidade de materiais inteligentes e biocompatíveis, como agentes de encapsulação destas partículas magnéticas, leva ao uso de polímeros sensíveis a estímulos. Em aplicações terapêuticas, esta tecnologia é baseada na localização das partículas através da aplicação de um campo magnético e na concentração da droga na área de interesse. Esta etapa é seguida pela liberação da droga, utilizando-se as propriedades sensíveis dos polímeros. Dessa forma, este projeto se dedica à preparação de nanopartículas constituídas de Poli(N-vinil caprolactama-co-ácido acrílico)/Poli(NVCL-co-AA), sensíveis tanto à temperatura quanto ao pH e à encapsulação de partículas de g-Fe2O3 e Fe3O4. O estudo das propriedades e comportamento destes materiais é de grande interesse para aplicações biomédicas como agentes de liberação controlada de princípios ativos. Este projeto de iniciação científica será desenvolvido em parceria com o Prof. Dr. Abdelhamid Elaissari, do "LAGEP - Laboratoire d'Automatique et de Génie de Procédés", da Universidade Claude Bernard-Lyon 1, em Lyon, na França. As medidas de magnetização serão realizadas em Lyon. (AU)
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP