Busca avançada

Mudanças climáticas e vulnerabilidade socioambiental em zonas costeiras: modelagem e simulação das dinâmicas de ocupação urbana do Litoral Norte Paulista

Processo: 10/06532-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2010
Vigência (Término): 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Planejamento Urbano e Regional - Métodos e Técnicas do Planejamento Urbano e Regional
Pesquisador responsável:Antonio Miguel Vieira Monteiro
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (Brasil). São José dos Campos, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/58159-7 - Crescimento populacional, vulnerabilidade e adaptação: dimensões sociais e ecológicas das mudanças climáticas no litoral de São Paulo, AP.PFPMCG.TEM
Assunto(s):Vulnerabilidade social   Mudança climática   Simulação por computador

Resumo

Este projeto de pesquisa insere-se no âmbito do projeto temático aprovado pelo programa FAPESP de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais (PFPMCG) intitulado "Urban growth, vulnerability and adaptation: social and ecological dimensions of climate change on the coast of São Paulo" (08/58159-7). Baseia-se na utilização de métodos de simulação computacional como um instrumento de planejamento no contexto das mudanças climáticas e da necessidade de compreensão das fragilidades das áreas urbanas em zonas costeiras diante desta realidade. O projeto busca avançar na investigação das dinâmicas de ocupação urbana e vulnerabilidade socioambiental no Litoral Norte Paulista, em um recorte que compreende os municípios de Ubatuba, Caraguatatuba, São Sebastião e Ilhabela. Nesta área, onde inúmeros investimentos de suporte para o tratamento e distribuição de gás e derivados do petróleo vem sendo planejados e executados, espera-se uma série de transformações relacionadas ao aumento do ritmo de expansão urbana e à integridade dos ecossistemas locais. Tais transformações tendem a intensificar a vulnerabilidade das populações e lugares da região, especialmente diante do possível aumento dos riscos ambientais associados às mudanças climáticas em curso. Buscando investigar questões relativas a este processo, o presente projeto tem como objetivo a construção de um modelo baseado em agentes para a simulação e análise de cenários alternativos de ocupação urbana e de vulnerabilidade socioambiental. Através deste modelo, será possível explorar o impacto dos investimentos em infraestrutura planejados para a região, as consequências de possíveis mudanças climáticas, e o efeito da implementação de políticas e estratégias de adaptação e mitigação. A ideia não é a de produzir previsões exatas sobre o futuro das cidades envolvidas, e sim de estimular debates, questionamentos, críticas e trocas generalizadas de informações entre grupos interessados, de forma a melhor informar sobre a natureza do urbano costeiro e subsidiar a elaboração e implementação de políticas urbanas consequentes para a região. (AU)