FAPESP Logo

Potencial fisiológico de sementes de soja: testes de avaliação rápida e de vigor

Beneficiário:

Instituição: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal, SP, Brasil
Pesquisador responsável:

Roberval Daiton Vieira

Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo: 09/00963-8
Vigência: 01 de abril de 2009 - 31 de dezembro de 2009
Assunto(s):

Condutividade elétrica

Resumo
O cultivo da soja [Glycine max (L.) Merrill] foi iniciado no Ocidente na segunda década do século vinte. Atualmente, o Brasil é o segundo maior produtor mundial de soja, produzindo cerca de 58 milhões de toneladas. Por ser considerada de grande importância econômica, o uso de alta tecnologia para sua produção é requerida. Nesse caso o uso de semente de soja com alto potencial fisiológico é fundamental para o sucesso da cultura. Isso requer, portanto, o uso de procedimentos de laboratório para avaliar o potencial de desempenho da semente, usando vários testes. O método mais utilizado é o teste de germinação, contudo, este não informa sobre o vigor e o tempo para obtenção dos resultados é longo. Assim, é de fundamental importância a utilização de testes complementares, que avaliem o potencial fisiológico das sementes de forma mais completa e, ao mesmo tempo, rápida, uma vez que tomadas de decisões antecipadas durante o cultivo diminui riscos e prejuízos. Testes de vigor têm se constituído em ferramentas de uso cada vez mais rotineiro pela indústria de sementes para a determinação do potencial de desempenho da semente. Além destes, testes de avaliação rápida da viabilidade das sementes são importantes, pois evitam o descarte indiscriminado. Dessa forma, esse projeto tem como objetivo verificar o potencial fisiológico de sementes de soja por meio de testes de avaliação rápida, como teste de embebição em água, teste do hipoclorito de sódio e teste de pH do exsudato, e comparar os resultados com aqueles obtidos por testes de vigor tradicionais como envelhecimento acelerado e condutividade elétrica. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
JULIANA FARIA DOS SANTOS; RENATA OLIVEIRA ALVARENGA; TATHIANA SILVA TIMÓTEO; ELENICE DE CÁSSIA CONFORTO; JULIO MARCOS FILHO; ROBERVAL DAITON VIEIRA. Avaliação do potencial fisiológico de lotes de sementes de soja. Revista Brasileira de Sementes, v. 33, n. 4, p. 743-751, 2011.
DOS SANTOS‚ J.F.; OLIVEIRA ALVARENGA‚ R.; TIMÓTEO‚ T.S.; CONFORTO‚ E.C.; FILHO‚ J.U.L.M.; VIEIRA‚ R.D. AVALIAÇÃO DO POTENCIAL FISIOLÓGICO DE LOTES DE SEMENTES DE SOJA1. Revista Brasileira de Sementes, v. 33, n. 4, p. 000-000, 2011.
Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema:
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP