Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização genética e biológica de isolados de dengue vírus, Zika vírus e Chikungunya vírus obtidos de uma coorte prospectiva em São José do Rio Preto, SP

Processo: 15/14313-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Maurício Lacerda Nogueira
Beneficiário:Karina Rocha Dutra
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/21719-3 - Estudo epidemiológico da dengue (sorotipos 1 a 4) em coorte prospectiva de São José do Rio Preto, São Paulo, Brasil, durante 2014 a 2018, AP.TEM
Assunto(s):Febre de Chikungunya   Virologia   Dengue   Vírus Zika

Resumo

A Dengue é uma doença infecciosa viral, sendo uma das mais importantesarboviroses do mundo. O Dengue virus pertence ao gênero Flavivirus (famíliaFlaviviridae) sendo até o presente momento descritos quatro sorotiposgeneticamente e antigenicamente distintos: DENV1-4. O vírus é transmitido pormosquitos Aedes aegypti, principalmente em áreas tropicais e subtropicais,onde as condições climáticas favorecem a manutenção dos vetores. Umaumento na variabilidade genética do vírus tem sido descrito, o que permitecaracterizar genótipos e linhagens distintas dentro de cada sorotipo, sendo queestes podem apresentar diferenças significativas nas características biológicas.Até o presente momento, existe um déficit de estudos realizados de formaabrangente correlacionando a epidemiologia da doença, variabilidade genéticae interação entre os vírus e hospedeiro. Diante disso, esse trabalho pretendeavaliar as características genéticas e biológicas de amostras de Dengue virusisoladas de pacientes acompanhados durante uma coorte prospectiva em SãoJosé do Rio Preto. Através deste estudo se pretende avaliar a incidência e aprevalência dos diferentes sorotipos, analisar filogeneticamente as cepas viraisisoladas no município, correlacionar a variabilidade genética com a virulência,multiplicação e patogenicidade, e correlacionar as características genéticas efenotípicas dos isolados com as características clínico-epidemiológicas dospacientes.