Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto das mudanças climáticas sobre a fauna estuarina de São Paulo em uma variedade de parâmetros pertinentes e escala espacial: os efeitos da temperatura e do pH no desenvolvimento larval de caranguejos violinistas

Processo: 17/21281-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Fisiologia dos Grupos Recentes
Convênio/Acordo: Ohio State University
Pesquisador responsável:Tânia Marcia Costa
Beneficiário:Caio Akira Miyai
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB-CLP). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental do Litoral Paulista. São Vicente, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/50300-6 - Climate change impact on São Paulo's estuarine fauna at pertinent parameter ranges and spatial scales: the effects of temperature and pH on fiddler crab larval development, AP.PFPMCG.R
Assunto(s):Impactos ambientais   Mudança climática   Efeitos da temperatura   Biota   Uca thayeri   São Paulo

Resumo

Ao longo dos últimos 250 anos as atividades humanas têm causado alterações significativas ao sistema climático global. A maioria destes impactos estão associados com o aumento de mais de 40% na concentração de CO2 na atmosfera, o qual tem intensificado o efeito estufa, causando o aquecimento global. Esta adição de CO2 também alterou o equilíbrio do sistema de carbono oceânico, causando redução em grande escala do pH oceânico. Estas alterações climáticas podem afetar a biota do oceano em vários modos e escalas, que vão desde a fisiologia dos organismos até a dinâmica populacional. Entender estes impactos exigem conhecimento de como os organismos respondem às mudanças ambientais, e previsões precisas de como estas mudanças irão acontecer. Na presente proposta nós avaliaremos ambos aspectos, usando observações de parâmetros físico-químicos, experimentos laboratoriais, e redução de escala regional das previsões climáticas futuras. Nossa proposta é avaliar o impacto do aquecimento e da acidificação oceânica nas larvas de Uca thayeri. Nós optamos por utilizar as larvas, visto que elas são mais sensíveis à variabilidade ambiental do que os adultos, especialmente porque o desenvolvimento larval ocorre nas condições mais constantes nas águas da plataforma. Selecionamos como organismo modelo os caranguejos do gênero Uca porque eles representam um grupo de espécies chave nos estuários, amplamente reconhecidos por sua importância ecológica para as zonas costeiras e sistemas adjacentes, e já vem sofrendo com a significativa pressão antrópica, mesmo sem as tensões adicionais gerada pelas mudanças climáticas. O estágio larval, balanço energético, crescimento, sobrevivência, e o comportamento das larvas será avaliado através de experimentos no laboratório da UNESP/CLP. Quatro cruzeiros na plataforma irão fornecer mais informações sobre os parâmetros físico-químicos do ambiente natural ocupado pelas larvas, e também ajudará na redução da escala climática. Este último será desenvolvido principalmente em OSU, baseado em métodos estatísticos e dinâmicos. Os resultados científicos esperados são: 1) efeito da temperatura e do pH (individual, e agindo sinergicamente) sobre o desenvolvimento larval e sobrevivência das larvas; 2) desenvolvimento de previsões climáticas de escala reduzida que oferecem uma melhor representação das futuras condições ambientais na região; 3) usando os resultados dos itens 1 e 2, desenvolveremos previsões sobre as respostas das espécies às alterações climáticas; 4) assim que as previsões de escala regional forem desenvolvidas de acordo com os objetivos da presente proposta, estas serão divulgadas, visto que estas informações são de interesse para uma ampla gama de usuários nos campos da ciência, governo e política. Outros resultados: reforçar a interação entre a UNESP/OSU pela adição de um novo membro do corpo docente da UNESP para a equipe formada pela primeira chamada FAPESP/OSU; expansão e alcance da parceria através da inclusão de estudantes de pós-graduação de cada Instituição que irão trabalhar em diferentes aspectos do projeto, e intercâmbio de estudantes de pós-graduação entre as Instituições. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.