Busca avançada

Estudo epidemiológico da dengue (sorotipos 1 a 4), Zika e Chikungunya em coorte prospectiva de São José do Rio Preto, São Paulo, Brasil: análise dos resultados da primeira onda

Processo: 17/09671-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 14 de agosto de 2017
Vigência (Término): 13 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Francisco Chiaravalloti Neto
Beneficiário:
Anfitrião: Marta Blangiardo
Instituição-sede : Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Local de pesquisa: Imperial College London, Inglaterra  
Vinculado ao auxílio:13/21719-3 - Estudo epidemiológico da dengue (sorotipos 1 a 4) em coorte prospectiva de São José do Rio Preto, São Paulo, Brasil, durante 2014 a 2018, AP.TEM
Assunto(s):Febre de Chikungunya   Aedes aegypti   Dengue   Vírus Zika

Resumo

Este projeto de pesquisa está relacionado com o projeto temático intitulado "Estudo Epidemiológico da Dengue (sorotipos 1 a 4), Zika e chikungunya em coorte prospectiva de São José do Rio Preto, São Paulo, Brasil" (Processo FAPESP 2013/21719-3) e pretende estudar as informações obtidas na sua primeira onda relativas aos resultados dos exames laboratoriais, dos questionários aplicados e das coletas de mosquitos adultos realizados durante 2016. Seus objetivos específicos são: medir e mapear as prevalências de ocorrência de dengue, zika e chikungunya na área de estudo; avaliar a relação entre estas prevalências e covariáveis individuais e de contexto; medir e mapear no espaço e no tempo a infestação vetorial; e avaliar a relação da infestação vetorial com a prevalência de ocorrência dos agravos em questão. Uma vez que estes fenômenos foram medidos no espaço (dengue, zika e chikungunya) e no espaço e no tempo (infestação vetorial), será necessário que as análises levem em conta correlações no espaço e no tempo. Neste sentido, a abordagem hierárquica é a maneira mais adequada de levar em conta as dependências espaciais e temporais dos fenômenos estudados. Além disso, caso as proporções de zero sejam substanciais, será necessário considerar distribuições infladas de zero. Dependência espacial, temporal, espaço-temporal e distribuições infladas de zero serão consideradas neste projeto em um contexto Bayesiano e com a utilização de uma abordagem recentemente desenvolvida denominada Aproximações de Laplace Aninhadas Integradas (Integrated Nested Laplace Approximations - INLA), que proporciona resultados acurados e computacionalmente rápidos. (AU)