Busca avançada
Ano de início
Entree

Atmosfera modificada em beterraba minimamente processada

Processo: 16/19553-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Vigência (Término): 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Ricardo Alfredo Kluge
Beneficiário:Fernanda Gonçalves Fidêncio
Instituição-sede : Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Assunto(s):Beterraba   Processamento de alimentos

Resumo

A beterraba é uma olerícola com diversas propriedades nutricionais e antioxidantes, sendo consumida principalmente nas formas in natura, cozida, em conservas e minimamente processada. Os produtos minimamente processados (PMPs) são cada vez mais consumidos por serem uma forma rápida, saudável e segura de se alimentar com frutas e hortaliças. No entanto, o corte realizado no processamento provoca estresse ao tecido vegetal, aumentando a taxa respiratória, ativando o metabolismo secundário e consequentemente reduzindo o tempo de prateleira do PMP. Para estender a validade desses produtos, diferentes estratégias são adotadas, sendo que a de enfoque nesse projeto é o tipo de filme plástico a ser utilizado. Por meio de diferentes polímeros e espessuras, pretende-se avaliar as diferentes composições de atmosfera modificada formadas ao longo do tempo e o comportamento da beterraba minimamente processada, visando manter por maior tempo sua qualidade visual, a segurança do alimento, assim como, suas propriedades funcionais. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.