Busca avançada

Determinação da capacidade calorífica do metano e dos hidratos de metano em altas pressões

Processo: 16/13319-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química
Pesquisador responsável:Maria Dolores Robustillo Fuentes
Beneficiário:
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/02140-7 - Estudo da formação e dissociação de hidratos de gás, AP.JP
Assunto(s):Capacidade calorífica   Calorimetria   Alta pressão   Termodinâmica

Resumo

Os hidratos de gás são compostos formados por estruturas cristalinas bem definidas, nos quais moléculas de água formam uma jaula capaz de aprisionar em seu interior moléculas pequenas, normalmente provenientes de gases. Apesar de serem responsáveis pelo entupimento de tubulações de extração de petróleo, principalmente em regiões submarinas, como é o caso da região de pré-sal brasileira, tais compostos se notabilizam por seu potencial uso como fonte renovável de energia. Uma das propriedades termodinâmicas mais importantes para tal aplicação é a capacidade calorífica, pois ela é capaz de quantificar a energia que se pode armazenar na forma de hidrato. Hidratos se formam em condições de alta pressão e baixa temperatura ou temperatura ambiente. Nessas condições de formação, os dados atuais referentes à capacidade calorífica de metano puro e hidratos de metano são escassos - algumas vezes até inexistentes - e, em sua maioria, apenas provenientes de modelos matemáticos. Esse projeto pretende gerar dados experimentais das capacidades caloríficas do metano e hidratos de metano em condições de formação de hidratos por meio de calorimetria de alta pressão, e compará-los com os dados existentes atualmente na literatura ou modelados por meio de software comercial, apontando possíveis falhas na modelagem atual. (AU)