Busca avançada
Ano de início
Entree

Alterações na metilação do DNA e acessibilidade da cromatina associadas a gliomas com fenótipo metilador de ilhas CpG (G-CIMP) alto e baixo

Processo: 16/12329-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de outubro de 2016
Vigência (Término): 30 de setembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Houtan Noushmehr
Beneficiário:Thaís Sarraf Sabedot
Supervisor no Exterior: Laila M. Poisson
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Local de pesquisa : Henry Ford Health System, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:16/06488-3 - Análise integrativa do epigenoma de gliomas com fenótipo metilador de ilhas CpG (G-CIMP) alto e baixo: caracterização e desenvolvimento, BP.DD
Assunto(s):Biologia computacional   Epigênese genética   Metilação de DNA   Glioma

Resumo

Gliomas malignos são tumores cerebrais altamente heterogêneos caracterizados por padrões variáveis de progressão e recorrência. A Organização Mundial da Saúde estabeleceu fatores histológicos e moleculares para a classificação de gliomas em 2016, sendo a mutação nos genes IDH o biomarcador mais preditivo. Até então, esta alteração estava associada a um bom prognóstico e altas taxas de metilação do DNA em ilhas CpG (G-CIMP). Entretanto, um estudo recente demonstrou uma nova classificação para tumores G-CIMP: G-CIMP baixo, com níveis menores de metilação do DNA associados com uma sobrevivência significativamente pior e anormalidade em genes da via do ciclo celular, e G-CIMP alto, com níveis mais elevados de metilação do DNA e melhor evolução clínica. Além disso, existem evidências que demonstram uma potencial progressão de G-CIMP alto para G-CIMP baixo. O objetivo deste projeto é estudar o mecanismo de progressão através de amostras de G-CIMP obtidas a partir do sequenciamento completo do genoma por bissulfito (WGBS) para avaliar mudanças na metilação do DNA que podem levar a alterações na acessibilidade da cromatina, causando uma desregulamentação de genes codificadores de proteína. Este trabalho exigirá a geração de novos dados e integração com dados publicamente disponíveis, a fim de conseguir uma melhor compreensão do perfil epigenético de amostras de G-CIMP baixo e G-CIMP alto. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.