Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo comparativo entre métodos de aprendizagem por reforço com aplicação na produção de mobiliário aeronáutico

Processo: 15/24343-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2016
Vigência (Término): 08 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica
Pesquisador responsável:Glauco Augusto de Paula Caurin
Beneficiário:João Victor Rocha Soares
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07276-1 - CEPOF - Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica, AP.CEPID
Assunto(s):Aprendizado computacional   Sistemas de controle

Resumo

Este estudo busca novas formas de automação com robôs aplicados a aeronáutica. A hipótese a ser testada sugere que, com a inserção de métodos de aprendizagem por reforço, os robôs passarão a se comportar de forma mais versátil, reconfigurável e eficaz. Por meio de sensores é possível reproduzir ambientes fabris de forma bastante verossímil, proporcionando ao sistema virtual características similares às do mundo real, assim a interação entre robôs e o ambiente pode ser modelada, simulada, controlada e os comportamentos resultantes podem ser analisados antes de serem realizados na situação real pelo robô. Um impacto mecânico não planejado no ambiente fabril é uma ocorrência indesejável, pois pode danificar o robô, outros equipamentos ou até mesmo ferir um operador. O sistema que será desenvolvido neste projeto, trabalha com aplicações que envolvem de forma inerente o contato entre máquinas, em especial tarefas nas quais robôs entram em contato com os usuários e com o ambiente de trabalho. Utilizaremos neste projeto, como estudo de caso, a montagem de mobiliário aeronáutico por um robô manipulador Kuka KR16. Serão analisadas alternativas para explorar melhor a capacidade de sistemas robóticos convencionais e favorecer, principalmente, meios de produção, buscando aumento de produtividade e competitividade. A proposta é relevante no cenário econômico atual uma vez que a robótica precisa acompanhar a evolução da indústria mundial, atendendo às demandas de projetos desafiadores apresentadas pelas empresas sediadas no país.