Busca avançada

Baco em Horácio

Processo: 15/21921-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2016
Vigência (Término): 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literaturas Clássicas
Pesquisador responsável:Paulo Martins
Beneficiário:
Supervisor no Exterior: William Fitzgerald
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Local de pesquisa: King's College London, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:13/07303-9 - Baco, o simpósio e os poetas, BP.DR
Assunto(s):Poética   Imagem

Resumo

A celebração de Baco era um tema favorito entre os poetas augustanos, que consideravam este deus como fonte de engenho e do conhecimento secreto dos poetas. Como deus do vinho, da poesia e símbolo de libertas, Baco desempenha um importante papel na poesia simpótica de Horácio. As Odes e Epodos são fontes de exemplos das representações de Baco na poesia, enquanto as Epístolas, Sátiras e Arte Poética tocam em algumas questões-chave da poética dionisíaca. A pesquisa "Baco em Horácio" explora as representações de Baco com enfoque especial na poética dionisíaca em quatro temas associados a esse deus em Horácio: a política, a guerra, o amor e o ofício do poeta. O principal objetivo consiste em observar de que modo Horácio utiliza o repertório dionisíaco em certas metáforas, símiles e alegorias, adaptando a deidade para novos interesses em questão. Esta pesquisa fornecerá bases sólidas para o estudo de Baco na poesia latina, abrangendo questões de poética e celebração simpótica em Horácio. (AU)