Busca avançada

Métodos estatísticos na avaliação de reações cruzadas entre Leishmania spp. e Erlichia spp. por meio de técnicas sorológicas e moleculares

Processo: 14/26413-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2015
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Sílvia Helena Venturoli Perri
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária (FMVA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba, SP, Brasil
Assunto(s):Bioestatística   Leishmaniose   Reações cruzadas   Erliquiose canina

Resumo

Em virtude do aumento na realização de pesquisas científicas no Brasil, nota-se uma mudança no perfil de pesquisador requisitado para esse tipo de trabalho. O conhecimento estatístico, sem dúvida, é instrumento essencial para a análise de dados de uma pesquisa. De uma maneira peculiar, nota-se que entre as diversas enfermidades existentes na clínica veterinária de pequenos animais, em particular nos cães, a leishmaniose e a erliquiose tem se destacado na busca, não só de melhorias na sanidade, como também na prevenção, diagnóstico e tratamento. A erliquiose é uma hemoparasitose muito encontrada na clinica de pequenos animais, provocando graves sintomas que podem levar o animal a morte. Por sua vez, a leishmaniose é uma zoonose de grande importância e impacto na Saúde Pública e os cães desempenham papel importante na epidemiologia desta antropozoonose como reservatórios de tripanossomatídeos. O objetivo do presente estudo é investigar, por métodos estatísticos, a ocorrência de reações cruzadas por Leishmania spp. e Ehrlichia spp. com o uso de técnicas sorológicas e moleculares. A amostragem mínima necessária para a execução deste projeto, no nível de confiança de 95% e com precisão relativa de 10%, foi calculada em 384 amostras, usamos uma proporção populacional de 50%. Como margem de segurança, serão colhidas 400 amostras de cães. Essas serão processadas por meio do Ensaio Imunoenzimático indireto (ELISA) e Reação em cadeia da polimerase (PCR). Será considerada reação cruzada cães que apresentarem resultados positivos na prova sorológica para os dois parasitos e apresentarem um resultado negativo em uma das provas moleculares. A análise estatística consistirá nos testes Qui-quadrado e McNemar. As estatísticas serão consideradas significativas quando P<0,05. O banco de dados será criado com o Microsoft Office Excel 2010, e as análises estatísticas serão efetuadas com o programa computacional SAS® (Statistical Analysis System) versão 9.3. (AU)