Busca avançada
Ano de início
Entree

Adaptação do modelo CQESTR de balanço de carbono para condições edafoclimáticas brasileiras

Processo: 15/02701-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de agosto de 2015
Vigência (Término): 29 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Paulino Ribeiro Villas Boas
Beneficiário:Paulino Ribeiro Villas Boas
Anfitrião: Hero Gollany
Instituição-sede: Embrapa Instrumentação Agropecuária. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). São Carlos, SP, Brasil
Local de pesquisa : Columbia Plateau Conservation Research Center, Estados Unidos  
Vinculado ao auxílio:13/07276-1 - CEPOF - Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica, AP.CEPID
Assunto(s):Estoque de carbono   Gases do efeito estufa   Agropecuária   Mudança climática

Resumo

As mudanças climáticas são uma realidade e podem causar sérios impactos na produção agrícola no mundo, principalmente no Brasil. Assim, em 2009 o governo brasileiro instituiu a Política Nacional sobre Mudança do Clima (PNMC) e elaborou em 2010 o Plano de Agricultura de Baixo Carbono (ABC) para produção agrícola sustentável com redução da emissão de gases de efeito estufa. Por causa da dificuldade, do alto custo e do longo período para realizar estudos em campo, uma alternativa para avaliar os sistemas de produção brasileiros é através de modelagem e simulação. A vantagem de utilizar modelos é a de testar cenários variados, tais como: alterações no uso e ocupação do solo, precipitação reduzida e aumento de temperatura. A modelagem é, portanto, uma ferramenta importante para avaliação de impactos ambientais que pode ser utilizada para tomada de decisões e para linha de créditos como para o Plano ABC. Apesar das vantagens que os modelos podem oferecer à PNMC, eles foram desenvolvidos e calibrados para condições de clima temperado. A presente proposta visa aperfeiçoar a modelagem de balanço de carbono para avaliar com melhor acurácia a emissão de CO2 nos sistemas de produção agropecuários utilizado no país. Neste projeto, será utilizado o modelo CQESTR por requerer parâmetros de fácil aquisição. O projeto consistirá em (i) simular alguns sistemas de produção agrícola brasileiros, (ii) compreender código fonte, (iii) identificar problemas em simular condições tropicais, (iv) propor e avaliar soluções e (v) testar modelo com modificações sugeridas. Serão utilizados dados dos experimentos dos projetos Pecus e Fluxus da Embrapa, que realizam medições de gases de efeito estufa e estoque de carbono em sistemas de produção pecuária e de grãos, respectivamente. (AU)