Busca avançada
Ano de início
Entree

Epígrafes e diálogos na poesia de Machado de Assis

Processo: 14/07653-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2014
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Brasileira
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Wilton José Marques
Beneficiário:Audrey Ludmilla Do Nascimento Miasso
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Assunto(s):Epígrafe   Poesia   Diálogo   Escritores

Resumo

Nas epígrafes que acompanham alguns dos poemas das Crisálidas (1864), de Machado de Assis, há o desfile de autores como Dante, Camões, Heine e Homero. O mesmo acontece nos dois seguintes livros de poemas publicados pelo autor, Falenas (1870) e Americanas (1875). A escolha desses nomes nos revela autores da biblioteca machadiana que o acompanharam durante toda sua carreira e que influenciaram seu modo de composição desde a sua estreia nas letras. Tais nomes dialogam com a poesia machadiana e nos ajudam a melhor compreender a arquitetura da composição poética do autor, de modo que as epígrafes se tornam parte indissociável dos poemas e tecem com eles uma íntima relação de dependência, sendo não apenas fonte de abastecimento para os mesmos, mas relacionando-se também com eles na própria questão do entendimento da obra. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Livro investiga epígrafes nas poesias de Machado de Assis