Busca avançada

A influência das habilidades culinárias dos pais na alimentação de crianças em idade escolar

Processo: 14/10155-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Carlos Augusto Monteiro
Beneficiário:
Instituição-sede : Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Crianças   Pais   Nutrição infantil   Alimentação infantil

Resumo

Objetivo - Estudar a influência das habilidades culinárias dos pais na qualidade da alimentação consumida em casa por crianças em idade escolar. Método - Estudo observacional transversal (T1), seguido de estudo experimental, prospectivo, randomizado e controlado, envolvendo intervenção educativa para aperfeiçoar as habilidades culinárias dos pais. A população de estudo corresponde a pares de crianças-pais de nove escolas de atendimento integral de uma rede de ensino em São Paulo. O tamanho da amostra foi estabelecido com base no número mínimo de crianças necessário para avaliar o impacto da intervenção: 240 no grupo intervenção e 240 no grupo controle. Para T1 serão sorteadas cinco ou seis turmas do ensino fundamental por escola (n total inicial de aproximadamente 1600 crianças). As entrevistas serão realizadas por telefone, por equipe de entrevistadores treinados, antes da intervenção (T1), logo após a intervenção (T2) e seis meses após a intervenção (T3). Serão coletadas informações sobre consumo alimentar da criança, pela aplicação de recordatório alimentar relativo ao jantar do dia anterior à entrevista; habilidades culinárias dos pais, características demográficas e socioeconômicas, frequência e características das refeições preparadas em casa e aprendizado de habilidades culinárias, por instrumento desenvolvido para esta pesquisa. As habilidades culinárias dos pais serão descritas por meio de escores. A qualidade da alimentação da criança será avaliada pelo total de calorias ingeridas e sua distribuição segundo grupos e subgrupos de alimentos, densidade energética da refeição e teor de nutrientes. A associação entre as habilidades culinárias dos pais e a qualidade da alimentação da criança será analisada por meio de análises de regressão linear múltipla com e sem ajustes para fatores de confundimento. O impacto da intervenção sobre as habilidades culinárias dos pais e sobre a qualidade da alimentação da criança será avaliado por comparações entre os grupos intervenção e controle nos momentos T1, T2 e T3. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
"Alimentos ultraprocessados são ruins para as pessoas e para o ambiente"