FAPESP Logo

A governança das migrações internacionais e os seus impactos na experiência social dos migrantes: um estudo comparativo dos contextos nacionais e locais de São Paulo, no Brasil, e Buenos Aires, na Argentina

Processo: 14/11649-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Políticas Públicas
Pesquisador responsável:Adrian Gurza Lavalle
Beneficiário:
Instituição-sede: Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07616-7 - CEM - Centro de Estudos da Metrópole, AP.CEPID
Assunto(s):

Migração (geografia humana)

Administração pública

Fatores socioeconômicos

Resumo
Neste projeto, propomos um estudo empírico comparativo da governança das migrações internacionais nas cidades de São Paulo, no Brasil, e Buenos Aires, na Argentina, e dos seus impactos na vida cotidiana dos migrantes nesses centros urbanos de acolhimento. Partiremos da hipótese de que essa governança contemporânea focaliza os denominados "novos fluxos migratórios" que, de maneira geral, não se inserem completamente nas estruturas socioeconômicas e culturais dos países de destino, constituindo, ao mesmo tempo, novos problemas e novas soluções para a gestão local e global dessas migrações. Da perspectiva das configurações que se constituem em torno dessa governança, propomos perscrutar, por meio de observação participante, entrevistas, pesquisa documental e levantamento bibliográfico, nos dois centros urbanos, as articulações entre as organizações (nacionais e internacionais) vinculadas à causa dos migrantes, a igreja, os gestores e organizadores de soluções locais e o debate em torno das regulações nacionais das migrações internacionais. E, da perspectiva dos impactos dessa governança na vida cotidiana dos migrantes, propomos uma aproximação em dois momentos, nos dois centros urbanos: i) inicialmente, uma classificação das diversas comunidades de migrantes recentes, em termos de formas de inserção socioeconômica na cidade, formas de relação com os seus países de origem e questões emergentes para o poder público em sua gestão e, ii) posteriormente, a realização de entrevistas qualitativas, de narrativas de vida, com migrantes cujo perfil é considerado vulnerável pela gestão municipal. (AU)
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa
Imigrantes: as brechas para o acolhimento
Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre a bolsa:
As raízes da resistência
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP