Busca avançada

Novos caminhos para a divulgação científica dos periódicos da Universidade de São Paulo (USP)

Processo: 14/05781-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Jornalismo Científico
Vigência (Início): 01 de junho de 2014
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Germana Fernandes Barata
Beneficiário:
Instituição-sede : Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade (NUDECRI). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Brasil  
Assunto(s):Periódicos científicos   Jornalismo científico   Divulgação científica   Cultura científica

Resumo

O Brasil é um dos países que mais cresce em número de artigos publicados em periódicos internacionais, segundo dados do Journal of Citation Records (JCR). O grande desafio atual é que as revistas especializadas brasileiras sejam citadas e, portanto, ganhem mais visibilidade. Uma das formas de investir nesta visibilidade é através de canais de comunicação que ampliem a divulgação do periódico e de seu conteúdo para os profissionais da comunicação e sociedade em geral. As revistas especializadas internacionais que gozam de prestígio acadêmico utilizam de inúmeras estratégias de comunicação que as mantém presentes no noticiário e acabam atraindo mais leitores e autores candidatos a publicarem em suas páginas. Os periódicos brasileiros ainda não atentaram para a importância da comunicação para o público mais amplo do que o especializado, ainda são pouco presentes na mídia. O presente projeto Bolsa Mídia Ciência pretende expandir e melhorar as estratégias de comunicação de periódicos científicos publicados pela Universidade de São Paulo (USP) na área de biomédicas, tema de grande interesse público e midiático e que possuem publicações de peso, tradição e credibilidade. O objetivo é melhorar os canais e estratégias de comunicação de periódicos científicos brasileiros já existentes e criar novos canais com a mídia e sociedade em geral. Serão selecionados 5 periódicos das áreas de biomédicas que sejam tradicionais (por tempo de publicação e tenham credibilidade na comunidade acadêmica) ou que já usufruam de estabilidade por estarem indexados no SciELO (Biblioteca Virtual eletrônica Acadêmica), em bancos de dados internacionais (WoS, Scopus, por ex.) ou que estejam nos estratos mais elevados do Qualis Periódicos (entre A1 e B2). Este projeto irá produzir notícias e matérias jornalísticas e press releases a serem publicados na revista Com Ciência (www.comciencia.br), publicação do Labjor/Unicamp, no site do SIBI USP, além de serem divulgados para os canais de comunicação já existentes na USP (Radio USP, Agência USP, Jornal USP e Agência Universitária de Notícias, por exemplo). A expectativa é que este projeto possa causar uma mudança na cultura de comunicação científica entre os editores e incentivar que outras publicações também ampliem o diálogo com a sociedade. (AU)