FAPESP Logo

Propriedades mecânicas de vitrocerâmicas do sistema CaO-MgO-Al2O3-SiO2

Processo: 14/03004-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 13 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Edgar Dutra Zanotto
Beneficiário:
Supervisor no Exterior: Tanguy Rouxel
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Local de pesquisa: Université de Rennes 1, França
Vinculado à bolsa:13/00457-0 - Microestrutura e propriedades mecânicas de vitrocerâmicas do sistema CaO-MgO-Al2O3-SiO2 para proteção balística, BP.DR
Assunto(s):

Cristalização

Propriedades mecânicas

Vidro

Resumo
Durante o mestrado do candidato, novas vitrocerâmicas opacas e transparentes do sistema MgO-Al2O3-SiO2 foram desenvolvidas. Na época, apenas a dureza e tenacidade à fratura via endentação foram medidas, usando o ensaio de dureza Vickers. A partir destes resultados, para seu projeto de doutorado, dois objetivos principais foram propostos: o primeiro é a reformulação dos vidros estudados para obter vitrocerâmicas transparentes e incolores. O segundo objetivo é correlacionar mudanças nas propriedades mecânicas com a nano e microestruturas. A reformulação e síntese do vidro precursor, bem como o tratamento térmico das amostras serão conduzidos no Laboratório de Materiais Vítreos (LaMaV) da Universidade Federal de São Carlos. A investigação das propriedades mecânicas de interesse (módulos de elasticidade, tenacidade à fratura e dureza das vitrocerâmicas, produzidas através de diferentes tratamentos térmicos, que levam a diferentes microestruturas) ocorrerão no Laboratório de Mecânica Aplicada (LARMAUR) da Universidade de Rennes 1. Neste laboratório, os módulos elásticos serão medidos, à temperatura ambiente, pela técnica de ecografia de ultrassom, e a altas temperaturas, pela ressonância magnética de placas e discos. A tenacidade será medida pela técnica da fratura do entalhe em Chevron e a dureza será determinada através do ensaio Vickers. Também é proposta a medida da viscosidade via endentação, acoplada à medidas de módulos elásticos em diferentes temperaturas. Ao final, espera-se que o trabalho contribua para o conhecimento dos mecanismos de cristalização, elucidando a ordem de cristalização das diferentes fases presentes, e a contribuição de cada fase para as propriedades mecânicas das vitrocerâmicas. (AU)
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa
Vitrocerâmica poderá substituir as telas atuais dos <i>smartphones</i>
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP