Busca avançada

Primeiro registro de conteúdos abdominais em Crocodyliformes fósseis e suas implicações paleoecológicas e biológicas

Processo: 13/06811-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 10 de julho de 2013
Vigência (Término): 09 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Paleozoologia
Pesquisador responsável:Max Cardoso Langer
Beneficiário:
Supervisor no Exterior: Mark Allen Norell
Instituição-sede : Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Local de pesquisa: American Museum of Natural History, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:11/16007-9 - Revisão da alfa-taxonomia dos Baurusuchidae (Crocodyliformes, Mesoeucrocodylia) da formação Vale do Rio do Peixe (Grupo Bauru, Cretáceo Superior), com a descrição de um novo espécime da região de General Salgado-SP, BP.MS
Assunto(s):Paleobiologia   Paleoecologia   Fósseis vertebrados   Conteúdo gastrointestinal

Resumo

A descoberta de vertebrados fósseis contendo elementos, ingeridos em vida, ainda preservados em sua cavidade abdominal é um acontecimento de reconhecida importância na paleontologia. Tais achados são extremamente raros, devido à dificuldade de preservação, e permitem uma série de discussões em diversos campos como a paleoecologia e a paleobiologia. Apesar da grande diversidade morfológica durante o Mesozoico, até o momento nenhum registro de conteúdos abdominais havia sido feito para Crocodyliformes fósseis. Assim, o material alvo deste projeto credencia-se como um achado de grande relevância, uma vez que representa o primeiro registro de conteúdos abdominais em Crocodyliformes fossilizados. Além disso, o material, encontrado na cavidade abdominal de um espécime de Baurusuchidae (Mesoeucrocodylia), foi associado a Sphagesauridae, outro grupo de Crocodyliformes, evidenciando também a diversidade de nichos ecológicos ocupada por esses animais durante o Mesozoico. Deste modo, o presente projeto objetiva, por meio de um estágio no exterior, aprofundar os conhecimentos do aluno acerca das implicações paleoecológicas e biológicas do novo achado, munindo-o com um maior número de dados para realizar as discussões relacionadas. O estágio, com duração de 6 meses, aconteceria na Division of Paleontology do American Museum of Natural History, sob orientação do Dr. Mark Allen Norell. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Descoberto crocodilo fóssil com restos de outro crocodilo na cavidade abdominal 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GODOY, PEDRO L.; BRONZATI, MARIO; ELTINK, ESTEVAN; MARSOLA, JULIO C. DE A.; CIDADE, GIOVANNE M.; LANGER, MAX C.; MONTEFELTRO, FELIPE C. Postcranial anatomy of Pissarrachampsa sera (Crocodyliformes, Baurusuchidae) from the Late Cretaceous of Brazil: insights on lifestyle and phylogenetic significance. PeerJ, v. 4, MAY 26 2016. Citações Web of Science: 4.
GODOY, PEDRO L.; MONTEFELTRO, FELIPE C.; NORELL, MARK A.; LANGER, MAX C. An Additional Baurusuchid from the Cretaceous of Brazil with Evidence of Interspecific Predation among Crocodyliformes. PLoS One, v. 9, n. 5 MAY 8 2014. Citações Web of Science: 11.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.