Busca avançada

Aves de rapina no Cerrado e Pantanal do Mato Grosso do Sul, Brasil

Processo: 12/13195-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 20 de fevereiro de 2013
Vigência (Término): 19 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Zoologia Aplicada
Pesquisador responsável:Luís Fábio Silveira
Beneficiário:
Supervisor no Exterior: Steven R. Beissinger
Instituição-sede : Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Local de pesquisa: University of California, Berkeley (UC Berkeley), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:10/08528-6 - Aves de rapina no Cerrado e Pantanal do Mato Grosso do Sul: diversidade, abundância, distribuição, movimentos, e efeitos da degradação de habitat, BP.DR
Assunto(s):Biogeografia   Falconiformes   Pantanal   Cerrado

Resumo

Ferramentas de pesquisa como modelos ecológicos e sensoreamento remoto têm mostrado utilidade crescente na compreensão do comportamento de populações e sistemas naturais e nas tomadas de decisões em conservação, mas ainda são utilizadas timidamente em estudos de biologia e conservação de aves de rapina, ainda mais para as espécies Neotropicais. A perda e degradação de hábitat é crescente na maioria das formações naturais não-florestais brasileiras, e a preocupação com a conservação da biodiversidade nesses biomas, da qual aves de rapina têm um importante papel com alto valor biológico, é justificada. Os objetivos deste projeto são determinar como a comunidade de aves de rapina do Cerrado e Pantanal do Mato Grosso do Sul responderão à mudanças de uso do solo e do clima ao longo prazo. Serão utilizados modelos ecológicos para avaliar relações entre dados de contagens de aves de rapina em hábitat abertos em um período de três anos, dados de mudanças de uso do solo mensuradas a partir de imagens de sensoriamento remoto, e nicho climático mensurado a partir de bases de dados climáticos. Vamos: (1) Avaliar os efeitos da sazonalidade e transformação e fragmentação de hábitat em características da comunidade de rapinantes; (2) projetar a distribuição de espécies selecionadas e possíveis mudanças de distribuição entre estações e para cenários climáticos futuros utilizando Modelos de Nicho Ecológico; (3) investigar a adequabilidade das espécies estudadas como indicadores de qualidade ambiental; e (4) planejar um programa de monitoramento de aves de rapina de longo prazo para a área de estudo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VOEROES DENES, FRANCISCO; SOLYMOS, PETER; LELE, SUBHASH; SILVEIRA, LUIS FABIO; BEISSINGER, STEVEN R. Biome-scale signatures of land-use change on raptor abundance: insights from single-visit detection-based models. JOURNAL OF APPLIED ECOLOGY, v. 54, n. 4, p. 1268-1278, AUG 2017. Citações Web of Science: 0.
DENES, FRANCISCO V.; SILVEIRA, LUIS FABIO; BEISSINGER, STEVEN R. Estimating abundance of unmarked animal populations: accounting for imperfect detection and other sources of zero inflation. METHODS IN ECOLOGY AND EVOLUTION, v. 6, n. 5, p. 543-556, MAY 2015. Citações Web of Science: 25.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.