Busca avançada
Ano de início
Entree
Conteúdo relacionado

Efeito da suplementação alimentar na melhora da densidade mineral óssea

Processo: 12/07319-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 10 de fevereiro de 2013
Vigência (Término): 09 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Antonio Herbert Lancha Junior
Beneficiário:Antonio Herbert Lancha Junior
Anfitrião: François Blachier
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Local de pesquisa : Institut National de la Recherche Agronomique (INRA), França  
Assunto(s):Densidade óssea   Osteoporose   Cálcio   Vitamina D   Proteínas

Resumo

Entre os metabolitos do cólon, sulfureto pode ser produzido por microbiota intestinal a partir de compostos contendo enxofre alimentares e endógenos, incluindo aminoácidos. Em excesso, o H2S é conhecido por inibir severamente citocromo-oxidase, a oxidase do terminal da cadeia de transporte mitocondrial, e, portanto, o consumo de oxigênio mitocondrial. Isto pode ter um efeito deletério sobre a função do cólon. Dessa forma o sulfureto tem sido implicado na etiologia das doenças do intestino. Há razões para se considerar que os fatores ambientais tais como a alimentação desempenham um papel fundamental na etiologia da doença inflamatória do intestino. No entanto, o conceito de que o sulfeto é simplesmente um criador de problemas metabólicos para as células epiteliais do cólon tem sido desafiado pela descoberta de que a concentração micromolar de H2S é capaz de aumentar a respiração celular. Este estudo teve como objetivo avaliar o impacto da in vivo da injeção intraluminal de sulfeto (0,5 - 1,5 mM) por 1 hora no intestino grosso no metabolismo oxidativo e inflamatório em colonócitos isolados. (AU)