FAPESP Logo

"o céu está caindo": dinâmicas psicológicas pós-modernas entre o "sobrenatural" e o tecnológico

Beneficiário:

Instituição: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:

Wellington Zangari

Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Social
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo: 12/02884-0
Vigência: 01 de julho de 2012 - 30 de junho de 2015
Assunto(s):

Pós-modernidade

Atribuição de causalidade

Dissonância cognitiva

Resumo
A pesquisa pretende investigar crenças relacionadas a previsões apocalípticas pontuais e protagonistas diretos de experiências anômalas caracteristicamente contemporâneas. A investigação abarca igualmente variáveis psicossociais diversas que contextualizam tais experiências e crenças, e lhes imprimem feições pós-modernas como a conjunção específica de arranjos grupais, crenças compartilhadas, folclore, lendas urbanas, religiões tradicionais, cultura new age, entre outras. O momento da investigação é particularmente propício pela iminência da data 21 de dezembro de 2012, a qual é objeto de crenças diversas e em escala global relativas ao "fim do mundo", inclusive entre grupos brasileiros que estocam mantimentos e implementam outras medidas no aguardo da alegada tragédia vindoura. O objetivo da pesquisa é descortinar processos psicossociais que edificam, mantém, justificam, transformam e/ou se nutrem das mencionadas experiências e crenças, em suas radicais dimensões. Os contextos investigados são escolhidos com ênfase na variabilidade geográfica e psicossocial, cobrindo ampla extensão do território nacional e diversos arranjos intersubjetivos. Utilizar-se-á o método etnográfico, com incursões delongadas em cada contexto e vias de inserção do pesquisador previamente estabelecidas, através de sua recém-concluída pesquisa de mestrado. Assim, pretende-se atender à debatida necessidade de uma psicologia social propriamente latino-americana e brasileira, ao discutir amplamente contextos nacionais. Ademais, as experiências anômalas constituem objetos de estudo relevantes em si mesmas por suas impactantes dimensões intra e intersubjetivas, pelas amplas lacunas de conhecimento que sinalizam sobre o funcionamento psicológico humano, e pelas demandas clínicas específicas de seus protagonistas amplamente ignoradas por profissionais de saúde. (AU)
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP