FAPESP Logo

Diferentes métodos de Extração de DNA associados a diferentes períodos de armazenamento de saliva total para obtenção de DNA genômico para sequenciamento direto

Beneficiário:

Instituição: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru, SP, Brasil
Pesquisador responsável:

Lucimara Teixeira das Neves

Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Processo: 11/22434-7
Vigência: 01 de março de 2012 - 31 de dezembro de 2013
Assunto(s):

Dna

Sequenciamento genético

Saliva

Resumo
Para se chegar à fase de sequenciamento genético, é necessário que o DNA tenha sido devidamente processado. O primeiro passo é escolher o material de partida para coletar o material genético, ou seja, de que tipo de célula será extraído o DNA, neste caso utilizaremos a saliva para obtenção de células epiteliais da mucosa bucal que se desprenderam, pois a coleta da saliva é um método indolor, não-invasivo, sem risco de transmissão de doenças que não necessita de pessoal especializado para a coleta e que é bem aceito pela maioria das pessoas que participam do estudo, ao contrário do sangue, e além do mais, a saliva pode ser congelada antes da extração do DNA, enquanto que o sangue exige que a extração seja realizada logo após a coleta. A questão do congelamento da saliva é algo que será levado em consideração em nosso estudo, pois, sabemos que a saliva congelada por um pequeno período talvez traga benefícios, pois o congelamento provavelmente inativa enzimas que possam degradar o DNA, porém após um determinado tempo congelada, o material genético passa a ser degradado. Está disponível no mercado um kit comercial que especifica a preservação da saliva antes da extração e possui uma substância conservante que vai sendo liberada no tubo em que a saliva foi armazenada durante o congelamento, este estudo também tem por objetivo utilizá-lo para comprovar sua eficácia. Serão utilizados para extração de DNA vários kits e protocolos estabelecidos, com o objetivo de avaliar a efetividade dos mesmos quanto a quantidade e qualidade de DNA obtido. Assim, o objetivo geral deste projeto de pesquisa é avaliar a qualidade e quantidade de DNA genômico extraído a partir de saliva total com finalidade de sequenciamento direto, enquanto que os objetivos específicos são verificar se diferentes períodos de armazenamento interferem na quantidade e qualidade de DNA de partida com finalidade de sequenciamento direto para investigação de mutações. Além disso, verificar se diferentes protocolos de extração de DNA podem influenciar nestes mesmos fatores, levando-se em conta os diferentes períodos de armazenamento da saliva por congelamento. (AU)
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP