Busca avançada

Produção jornalística para divulgação das atividades desenvolvidas pelo Centro de Pesquisa FEsTA (Fórmulas e estereótipos: teoria e análise)

Processo: 11/17157-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Jornalismo Científico
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Comunicação - Jornalismo e Editoração
Pesquisador responsável:Simone Pallone de Figueiredo
Beneficiário:
Instituição-sede : Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade (NUDECRI). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Coordenadoria de Centros e Núcleos Disciplinares (COCEN). Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade (NUDECRI), Brasil  
Assunto(s):Jornalismo científico   Divulgação científica   Estudos de linguagem

Resumo

O Jornalismo Científico é uma modalidade que alia a defesa do interesse público por meio da democratização da informação, regido por uma ética e estética própria, com as temáticas de Ciência, Tecnologia e Inovação. A pesquisa científica obteve nas últimas décadas grande desenvolvimento, não sendo acompanhada de ampla divulgação pública. É um desafio para o jornalismo, principalmente o especializado, sanar este gargalo - posto que a atividade auxilia na percepção da sociedade sobre as questões científicas, gerando uma difusão ampla a partir da concepção de Ciência como um processo que tem ressonâncias culturais, históricas, sociais e econômicas na vida das pessoas. Este projeto tem como objetivo divulgar as atividades desenvolvidas no Centro de Pesquisa "Fórmulas e estereótipos: teoria e análise" (FEsTA). O órgão é vinculado ao Instituto de Estudos de Linguagem (IEL) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e trabalha na reflexão teórica e análise empírica de formas discursivas denominadas "textos-fórmula", como: clichês, slogans, provérbios e estereótipos. Conta com sete docentes pesquisadores e o mesmo número de linhas de pesquisa, sendo que entre professores, pós-doutorandos e doutorandos, estão envolvidos pelo menos mais quatro instituições universitárias (Universidade de São Paulo, Universidade Estadual de Maringá e as Universidades Federais de São Carlos e Uberlândia). (AU)