Busca avançada

Divulgação jornalística do projeto "Paisagens geoquímicas e ambientais do Vale do Ribeira"

Processo: 03/02360-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Jornalismo Científico
Vigência (Início): 01 de setembro de 2003
Vigência (Término): 31 de agosto de 2004
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Comunicação - Jornalismo e Editoração
Pesquisador responsável:Carlos Alberto Vogt
Beneficiário:
Instituição-sede: Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade (NUDECRI). Coordenadoria de Centros e Núcleos Disciplinares (COCEN). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Geociências (IG), Brasil  
Assunto(s):Jornalismo científico   Divulgação científica   Periódicos eletrônicos   Geoquímica   Vale do Ribeira (SP)

Resumo

A pesquisa jornalística visa à divulgação para o grande publico das atividades e estudos do projeto "Paisagens Geoquímicas e Ambientais do Vale do Ribeira". As notícias produzidas sobre tal projeto serão divulgadas na revista eletrônica ComCiência - parceria entre Labjor e SBPC - e devem circular entre a comunidade científica, a mídia e a sociedade. Espera-se, assim, ampliar a interação da comunidade científica e acadêmica e destas com as agências de fomento à pesquisa e levar conhecimentos sobre a região do Vale do Ribeira e estudos desenvolvidos nesta região. Os resultados de pesquisa obtidos no Vale do Ribeira podem servir de inspiração para estudos e aplicações em outras regiões do país, como na Amazônia, por exemplo, e podem contribuir significativamente para a melhoria das condições de existência de populações, eventualmente expostas aos efeitos adversos da produção industrial. A divulgação permitirá que toda a sociedade seja informada sobre os resultados colhidos. A mídia, em especial, saberá que o Brasil - apesar da escassez de estudos diagnósticos sobre a exposição de populações à contaminação de arsênio - também desperta para pesquisas que focalizem esse assunto. Nota-se também, através da divulgação, o apoio da FAPESP para tais iniciativas. Neste caso, imprescindível para que os riscos ao meio ambiente e à saúde humana, devido aos processos naturais, sejam previstos e neutralizados. (AU)