Busca avançada

As estratégias de divulgação do Núcleo de Estudos de Gênero e seu papel social

Processo: 01/09432-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Jornalismo Científico
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2001
Vigência (Término): 30 de novembro de 2002
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Comunicação - Jornalismo e Editoração
Pesquisador responsável:Carlos Alberto Vogt
Beneficiário:
Instituição-sede: Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade (NUDECRI). Coordenadoria de Centros e Núcleos Disciplinares (COCEN). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Coordenadoria de Centros e Núcleos Disciplinares (COCEN). Núcleo de Estudos de Gênero (PAGU), Brasil  
Assunto(s):Jornalismo científico   Divulgação científica   Periódicos eletrônicos   Conhecimento científico   Estudos de gênero

Resumo

A proposta de pesquisa tem como objetivo divulgar as atividades do Núcleo de Estudos de Gênero (Pagu), da Universidade Estadual de Campinas, onde são desenvolvidas inúmeras pesquisas e publicados livros, revistas e artigos que servem de referência ao estudo das questões de gênero. Pretende-se que o conhecimento resultante das pesquisas não veicule somente no universo acadêmico, mas que chegue à sociedade, o que atenderia aos pressupostos básicos da divulgação científica. Nesse sentido, a divulgação das atividades do Pagu será feita na Revista Com Ciência, publicada pelo Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor/Unicamp) e pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). A Com Ciência é uma revista lida por estudantes e profissionais de áreas diversas e representa, dessa maneira, um veículo de divulgação científica. Durante o desenvolvimento da Pesquisa, os trabalhos do Pagu também servirão de pauta para a publicação de notícias nos meios de comunicação - jornais, revistas, rádio, televisão e internet. Outra iniciativa será enriquecer a página eletrônica do Pagu com novos recursos que atraiam mais leitores, interessados nos estudos de gênero. A proposta essencial é reforçar a importância do jornalismo científico na divulgação da ciência, especialmente para o público não-especializado. (AU)