FAPESP Logo

Militarismo e industrialização no Brasil: o caso do florianismo, do tenentismo e do Estado Novo

Beneficiário:

Instituição: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisador responsável:

Nelson Hideiki Nozoe

Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo: 08/50067-6
Vigência: 01 de junho de 2008 - 31 de março de 2011
Assunto(s):

Brasil

Industrialização

Militarismo

Tenentismo

Resumo
Pretendemos, com a pesquisa intitulada "Militarismo e industrialização no Brasil: o caso do florianismo, do tenentismo e do Estado Novo", estudar um projeto de desenvolvimento proposto por importantes setores das Forças Armadas no Brasil e cuja defesa ocorreu de forma mais enfática no florianismo (1891-1897), no tenentismo (1922-1935) e no Estado Novo (1937-1945). Estes movimentos viram no desenvolvimento industrial acelerado a melhor garantia para a implantação de uma estrutura militar sólida para o país. Todavia, este projeto entrou em choque com os interesses das principais frações da elite brasileira, que se apoiavam, do ponto de vista econômico, essencialmente num esquema agro-exportador. Com base na análise de fontes primárias (fundos de personagens históricos), mensagens, relatórios, leis, decretos, assim como da imprensa militar da época, esperamos mostrar que por trás das intervenções militares na política brasileira, no conturbado período situado entre o advento do regime republicano e a queda do Estado Novo, havia um projeto de desenvolvimento alternativo, para não dizer antagônico, ao das frações hegemônicas da elite brasileira. Gostaríamos de contribuir, desta forma, para o entendimento tanto da ação política dos militares brasileiros quanto da natureza do nosso desenvolvimento industrial. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
GUILLAUME AZEVEDO MARQUES DE SAES. Militares e desenvolvimento no Brasil: uma análise comparada dos projetos econômicos da oficialidade republicana de fins do século XIX, do tenentismo e da cúpula militar do Estado Novo. 2011. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.
Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema:
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP