FAPESP Logo

Conteúdo relacionado

    Marcadores tradicionais e não-tradicionais da síndrome metabólica, resistência a insulina e sua relação com medidas antropométricas. BRAMS: Brazilian metabolic syndrome study

    Beneficiário:

    Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
    Pesquisador responsável:

    Bruno Geloneze Neto

    Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
    Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
    Processo: 07/58638-0
    Vigência: 01 de setembro de 2008 - 31 de agosto de 2011
    Assunto(s):

    Diabetes mellitus

    Obesidade

    Resumo
    A obesidade é definida, basicamente, como um aumento da gordura corporal, porém a distribuição desta gordura relaciona-se com a síndrome metabólica e a resistência insulínica. O objetivo do trabalho é verificar a associação entre marcadores tradicionais da síndrome metabólica, como perfil lipídico, insulina, glicemia e pressão arterial, e não-tradicionais, como enzimas hepáticas, fibrinogênio, ácido úrico, proteína C-reativa, ácidos graxos livres e adiponectina, com medidas antropométricas usuais, como medidas das circunferências da cintura, quadril e razão cintura-quadril, e medidas antropométricas não-usuais, como medidas da circunferência do pescoço, da coxa e razão pescoço-coxa, entre pacientes não-diabéticos e diabéticos, divididos em três subgrupos: magro, sobrepeso e obeso. Com a finalidade de validar a resistência insulínica medida através dos marcadores bioquímicos, será realizado o clamp euglicêmico-hiperinsulinêmico, padrão-ouro de avaliação da sensibilidade a insulina, em 10% do total de voluntários de cada grupo. Serão feitas análises de associação e comparação entre os marcadores da síndrome metabólica e as medidas antropométricas, e entre os grupos. Os resultados deste estudo deverão contribuir para disponibilizar ferramentas diagnosticas da resistência insulínica e síndrome metabólica amplamente aplicáveis em estudos populacionais, podendo, em alguns casos, substituir as medidas antropométricas usuais quando da impossibilidade destas (AU)

    Publicações científicas
    (Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
    STABE, CHRISTIANE; JUNQUEIRA VASQUES, ANA CAROLINA; OLIVEIRA LIMA, MARCELO MIRANDA; TAMBASCIA, MARCOS ANTONIO; PAREJA, JOSE CARLOS; YAMANAKA, ADEMAR; GELONEZE, BRUNO. Neck circumference as a simple tool for identifying the metabolic syndrome and insulin resistance: results from the Brazilian Metabolic Syndrome Study. CLINICAL ENDOCRINOLOGY, v. 78, n. 6, p. 874-881, JUN 2013. Citações Web of Science: 12.
    Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
    X

    Reporte um problema na página


    Detalhes do problema:
    CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

    R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
    cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP