Busca avançada

Vulnerabilidades socioambientais de rios urbanos: bacia hidrográfica do rio Maranguapinho, região metropolitana de Fortaleza, CE

Processo: 07/50114-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2007
Vigência (Término): 31 de maio de 2010
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia
Pesquisador responsável:Pompeu Figueiredo de Carvalho
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro, SP, Brasil

Resumo

O processo de urbanização em escala planetária atingiu, no final do século XX e nesse início de século XXL índices consideravelmente elevados, permitindo uma constatação: a população do planeta atualmente é, majoritariamente, urbana. Nas últimas décadas, o processo de urbanização no Brasil tem tomado proporções alarmantes, tanto em função de sua velocidade, quanto pela magnitude dos problemas detectados. Além disso, como boa parte do sítio urbano das cidades brasileiras se localiza ao longo dos rios, os reflexos da ocupação intensa e desordenada desses ambientes se tomam cada vez mais notáveis. Assim, a bacia hidrográfica do rio Maranguapinho, localizada na Região Metropolitana de Fortaleza-RMF foi escolhida como área de estudo, com o objetivo principal de analisar as vulnerabilidades e mudanças socioambientais no contexto do processo de urbanização desequilibrada ocorrido na Região Metropolitana de Fortaleza, a partir da década de 1960, e compreender as inter-relações entre impactos, riscos ambientais, segregação e pobreza no espaço urbano. Os principais referenciais teóricos da pesquisa serão a abordagem sistêmica e a visão holística, visto que sua aplicação possibilitará uma abordagem integrada dos processos socioeconômicos e ecológicos dos problemas ambientais urbanos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Prêmio Capes de Tese 2011 anuncia vencedores 
Melhor tese em geografia 

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LUTIANE QUEIROZ DE ALMEIDA. Vulnerabilidades socioambientais de rios urbanos : bacia hidrográfica do rio Maranguapinho. Região metropolitana de Fortaleza, Ceará. 2010. 278 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista. Instituto de Geociências e Ciências Exatas de Rio Claro. Rio Claro.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.