FAPESP Logo

Efeito do tratamento de células leveduriformes de Paracoccidioides brasilensis com Anfotericina B e itraconazol sobre a produção in vitro de TNF-a, IL-6 e IL-10 por monócitos humanos

Beneficiário:

Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Pesquisador responsável:

Maria Terezinha Serrão Peraçoli

Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo: 02/12462-4
Vigência: 01 de março de 2003 - 28 de fevereiro de 2005
Assunto(s):

Monócitos

Resumo
Na paracoccidioidomicose em atividade, há evidências de que monócitos de pacientes se encontram ativados, produzindo níveis elevados de citocinas inflamatórias como fator de necrose tumoral alfa (TNF-a), interleucina-1 (IL-1) e IL-6, provavelmente envolvidas na patogênese da micose. Por outro lado, o tratamento da doença com agentes anti-fúngicos parece diminuir a carga fúngica, sendo opção promissora para o controle da paracoccidioidomicose. O objetivo do presente trabalho é avaliar a produção de citocinas pró e anti-inflamatórias por monócitos humanos, estimulados com células leveduriformes de P.brasiliensis, submetidas previamente a tratamento antifúngico com anfotericina B e itraconazol. Monócitos do sangue periférico de indivíduos, saudáveis serão incubados com suspensões de células leveduriformes da cepa 18 de P.brasiliensis, que contenham 100% ou 50% de células viáveis, ou ainda 100% de células não viáveis, na proporção monócito: célula fúngica de 1:1. A expressão de mRNA para IL-6, IL-10 e TNF-a será detectada por RT-PCR após 4h de co-cultivo e, os níveis dessas citocinas determinados no sobrenadante da cultura, após 18 h, pela técnica de ELISA. Assim, a estimulação in vitro de monócitos humanos com células de P.brasiliensis, tratadas ou não com agentes anti-fúngicos, permitirá melhor compreensão dos efeitos do tratamento sobre o estado de ativação de monócitos e produção de citocinas inflamatórias, envolvidas na patogênese da paracoccidioidomicose. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TAKAHAGI-NAKAIRA, E.; SUGIZAKI, M. F.; PERACOLI, M. T. S. MICRODILUTION PROCEDURE FOR ANTIFUNGAL SUSCEPTIBILITY TESTING OF Paracoccidioides brasiliensis TO AMPHOTERICIN B AND ITRACONAZOLE. Journal of Venomous Animals and Toxins including Tropical Diseases, v. 15, n. 4, p. 718-731, 2009. Citações Web of Science: 0.
Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema:
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP