Busca avançada
Ano de início
Entree

Coagulotoxic effects of Brazilian snake venoms: role in adaptive evolution and human pathophysiological implications

Processo: 17/50268-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2018 - 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Convênio/Acordo: University of Queensland
Pesquisador responsável:Ana Maria Moura da Silva
Beneficiário:Ana Maria Moura da Silva
Pesq. responsável no exterior: Bryan Fry
Instituição no exterior: University of Queensland, Brisbane (UQ), Austrália
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Fisiopatologia  Coagulação sanguínea  Toxinas em animal  Venenos de serpentes  Antivenenos  Projetos SPRINT 

Resumo

A coagulação do sangue e o sistema fibrinolítico são alvos que surgiram de forma convergente por organismos tóxicos em múltiplas ocasiões. O Brasil é um dos principais países afetados por acidentes ofídicos, principalmente por espécies de Bothrops que possuem venenos coagulotóxicos. No entanto, o conhecimento atual sobre os componentes coagulotóxicos dos venenos botrópicos refere-se aos mecanismos de ação de toxinas individuais ou inferências evolutivas com base na sua abundância em venenos de diferentes espécies. Neste estudo, propomos examinar as relações estruturais e funcionais que atuam como pressão seletiva na evolução das coagulotoxinas. Esses efeitos serão testados usando os equipamentos de última geração na Integrative Blood Coagulation Research Core Facility, Universidad de Queensland, em uma grande variedade de venenos de serpentes brasileiras de diferentes gêneros. Ao fazer uso de vários ensaios que monitoram o sistema global de coagulação, avaliaremos qualitativa e quantitativamente as características (pró) coagulantes dos venenos e toxinas purificadas. Além de contribuir com o conhecimento sobre a teoria evolutiva dos venenos, este trabalho também terá implicações diretas para o tratamento dos pacientes através da melhor compreensão da fisiopatologia do envenenamento e determinando o efeito relativo da neutralização dos antivenenos sobre os efeitos coagulotóxicos específicos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.