Auxílio à pesquisa 17/01304-4 - Ecologia molecular, Biodiversidade - BV FAPESP
Busca avançada
Ano de início
Entree

Fauna em paisagens agrícolas: padrões e processos

Processo: 17/01304-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Temático
Vigência: 01 de fevereiro de 2018 - 31 de janeiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Luciano Martins Verdade
Beneficiário:Luciano Martins Verdade
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Pesquisadores principais:Plínio Barbosa de Camargo ; Vânia Regina Pivello
Pesq. associados:Ana Carla Medeiros Morato de Aquino ; Carla Gheler Costa ; Cristiana Simão Seixas ; Fernando Cesar Cascelli de Azevedo ; Luiz Antonio Martinelli ; Marcelo Zacharias Moreira ; Patrícia Ferreira Monticelli ; Thiago Simon Marques
Assunto(s):Ecologia molecular  Biodiversidade  Sustentabilidade  Saúde ambiental  Fauna  Bioacústica  Processos ecológicos e ambientais 

Resumo

De acordo com Caughley (1994), a necessidade de intervenção humana na fauna em nível populacional tem apenas quatro alternativas: aumentar uma população que tenha sofrido declínio, diminuir uma população que tenha se expandido indevidamente, alcançar o máximo rendimento sustentável de uma população com valor econômico, ou simplesmente ficar "de olho" em populações que não se encaixem nessas categorias. Não é por coincidência que as alternativas propostas por Caughley incluem os principais campos ligados à atual gestão da biodiversidade, quais sejam, conservação biológica, controle, uso sustentável e monitoramento. O presente estudo por objetivos determinar a relação entre o padrão de diversidade biológica (i.e., biodiversidade) e a complexidade de processos ecológicos e evolutivos (i.e., "biocomplexidade") em paisagens agrícolas; aprimorar o uso de marcadores moleculares e da bioacústica em estudos de levantamento de fauna, uso do espaço e dieta; e aprimorar o monitoramento de longo prazo da fauna em paisagens agrícolas tanto em escala local quanto regional. O presente estudo prioriza paisagens agrícolas, pois mudanças no uso da terra ligadas à expansão ou à intensificação da agricultura são a principal causa de perda de biodiversidade. No entanto, paisagens agrícolas ainda contém parte significativa da biota, incluindo espécies ameaçadas, danosas e valiosas. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.