Busca avançada
Ano de início
Entree

Modulação da guanilato ciclase solúvel e dos níveis intracelulares de nucleotídeos cíclicos em órgãos do trato urinário inferior e próstata

Processo: 17/15175-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de fevereiro de 2018 - 31 de janeiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Autonômica
Pesquisador responsável:Edson Antunes
Beneficiário:Edson Antunes
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisadores principais:Fabíola Taufic Monica Iglesias ; Riccardo Lacchini
Pesq. associados:André Sampaio Pupo ; Carlos Arturo Levi Dancona ; Marcelo Nicolas Muscara ; Ricardo Miyaoka ; Soraia Katia Pereira Costa
Bolsa(s) vinculada(s):18/09765-3 - Disfunção miccional e prostática em ratos de meia-idade e camundongos obesos: enfoque na NADPH oxidase (NOx), BP.PD
Assunto(s):Uretra  Bexiga urinária  Próstata  Epigênese genética  Nucleotídeos cíclicos  Sulfeto de hidrogênio  NADPH oxidase 

Resumo

Os sintomas do trato urinário inferior (STUI) estão entre as principais queixas clínicas. Afetam negativamente a qualidade de vida dos pacientes, e repercutem em custos elevados para o sistema de saúde. A Síndrome da Bexiga Hiperativa (Overactive Bladder Syndrome; OAB) é um tipo de LUTS caracterizada por urgência urinária, com ou sem urge-incontinência, e usualmente acompanhada de frequência e nocturia. No homem idoso, LUTS é normalmente decorrente de Hiperplasia Benigna da Próstata (HBP). Os principais fatores de risco para LUTS são Hipertensão, Diabetes tipo 2, Obesidade e Envelhecimento. Fundamento do estudo, objetivos e principais questões a serem respondidas: A enzima Guanilato Ciclase solúvel (GCs) é expressa na musculatura lisa da bexiga, uretra e próstata, e sua ativação resulta em relaxamento destes tecidos em virtude de níveis intracelulares elevados de GMP cíclico. Nosso grupo de pesquisa vem mostrando que a GCs encontra-se oxidada/degradada em condições de obesidade, envelhecimento e inflamação (cistite); dessa forma, níveis reduzidos de GMPc parecem explicar a hipercontratilidade da musculatura lisa do trato urinário inferior nestas condições. Este projeto temático compreende cinco subprojetos, todos voltados a responder questões inéditas acerca da regulação da GCs e produção de GMPc nas desordens vesicais, uretrais e prostáticas. Métodos gerais: empregaremos modelos animais de obesidade, envelhecimento e inflamação (cistite) assim como cultura de musculatura lisa detrusora e prostática. Tecidos humanos serão empregados após consentimentos éticos. Nossos protocolos experimentais consistirão de estudo in vivo (cistometria) e in vitro (curvas concentração-resposta a agentes contráteis e relaxantes; e curvas frequência-resposta), assim como ensaios de RT-PCR, western blotting, ELISA, imuno-histoquímica e silenciamento gênico). Porquê nosso grupo é adequado a responder estas questões? Nosso grupo de pesquisa foi um dos pioneiros no Brasil a investigar a fisiopatologia da disfunção erétil, e contribuiu significativamente para produção de artigos científicos, aquisição de conhecimentos e formação de alunos de pós-graduação e de pós-doutorado. Nos últimos dez anos, adquirimos também experiência e competência em doenças do trato urinário inferior, com ênfase para a via de sinalização GCs-GMPc. Em virtude disso, tivemos agora uma revisão aceita para publicação no Nature Reviews in Urology. Por isso, acreditamo-nos capacitados a responder questões inéditas sobre a regulação da via GCs-GMPc na musculatura lisa do trato urinário inferior e próstata. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALEXANDRE, EDUARDO C.; CALMASINI, FABIANO B.; SPONTON, AMANDA C. DA S.; DE OLIVEIRA, MARIANA G.; ANDRE, DIANA M.; SILVA, FABIO H.; DEBIN, MARIA ANDREIA; MONICA, FABIOLA Z.; ANTUNES, EDSON. Influence of the periprostatic adipose tissue in obesity-associated mouse urethral dysfunction and oxidative stress: Effect of resveratrol treatment. European Journal of Pharmacology, v. 836, p. 25-33, OCT 5 2018. Citações Web of Science: 0.
DE OLIVEIRA, MARIANA G.; MONICA, FABIOLA Z.; CALMASINI, FABIANO B.; ALEXANDRE, EDUARDO C.; TAVARES, EDITH B. G.; SOARES, ANTONIO G.; COSTA, SORAIA K. P.; ANTUNES, EDSON. Deletion or pharmacological blockade of TLR4 confers protection against cyclophosphamide-induced mouse cystitis. AMERICAN JOURNAL OF PHYSIOLOGY-RENAL PHYSIOLOGY, v. 315, n. 3, p. F460-F468, SEP 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.